Você está na página 1de 35

Apostila de Geografia – 2007 reflexão e na prática didática da geografia.

Ele representou uma tentativa de


cartografar a pobreza, definindo seus contornos em escala global. A nova ordem
Parte I - GLOBALIZAÇÃO mundial assinala a fragmentação do Terceiro Mundo em espaços periféricos, que
A Nova Ordem Mundial tendem a se integrar marginalmente aos megablocos econômicos.
"A ordem internacional da Guerra Fria refletiu-se em um modelo teórico e Os "Dragões Asiáticos" e os países pobres da Ásia meridional funcionam como áreas
didático de apreensão do espaço mundial. Esse modelo fundado na subdivisão do de transbordamento dos capitais japoneses.
globo nos "três mundos" dos livros de geografia apoiava-se em realidades que A Europa do leste e do sul, bem como a África do norte, associa-se ao núcleo
entraram em colapso. próspero da Europa centro-ocidental.
A nova ordem mundial implica a revisão dos conceitos tradicionais que, por A América Latina entrelaça seu destino ao da América do Norte.
décadas, serviram para explicar a organização geopolítica e geoeconômica do A nova ordem mundial ergueu-se sobre uma revolução tecnocientífica que
espaço mundial. reorganiza o alocamento dos capitais no espaço geográfico. A crise das velhas
O deslocamento da natureza do poder dos arsenais nucleares e convencionais regiões urbanas e industriais desenvolve-se paralelamente à emergência de eixos de
para a eficácia, produtividade e influência das economias constituiu um dos mais crescimento econômico apoiado em novas tecnologias industriais, nas finanças e nos
notáveis fenômenos que acompanharam a dissolução da ordem da Guerra Fria. serviços. Nesse movimento, a pobreza dissemina-se por toda a superfície do globo,
A multipolaridade do poder global substituiu a rígida geometria bipolar do avançando sobre as fronteiras do Primeiro Mundo e instalando-se no coração dos
mundo do pós-guerra. A internacionalização dos fluxos de capitais e a integração Estados Unidos e da Europa ocidental. No mundo todo, microespaços de
dos fluxos de capitais e a integração das economias nacionais atingiram um patamar prosperidade convivem com cinturões envolventes de pobreza e desemprego.
inédito. Como conseqüência, os pólos de poder da nova ordem mundial apresentam Vastas regiões da África Subsaariana, América Latina e Ásia meridional conhecem as
contornos supranacionais. Delineiam-se megablocos econômicos organizados em tragédias associadas à miséria absoluta. A nova ordem mundial não é mais estável
torno das grandes potências do fim do século. ou segura que a ordem da Guerra Fria. Se o espectro da catástrofe nuclear parece
• Na América do Norte, constitui-se a Nafta, polarizada pelos Estados Unidos. ter sido afastado, novos demônios tomaram-lhe o lugar. A emergência dos
• Na Europa, a Alemanha unificada funciona com eixo de ligação entre o leste nacionalismos e da hostilidade étnica, o ressurgimento do racismo e da xenofobia e
e o oeste do continente. a multiplicação dos conflitos localizados evidenciam a componente de instabilidade
• No Pacífico, o Japão centraliza uma vasta área de influência. introduzida pela decadência das velhas super-potências. O século vindouro não
A dissolução do Segundo Mundo expressa na transição para a economia de promete um mundo melhor para se viver que o século que se encerra".
mercado na antiga União Soviética e Europa oriental suscita questões cujas Globalização
respostas somente aparecerão nos próximos anos. Analisando o espaço mundial neste final de século, podemos constatar que há
A geometria do poder europeu depende ainda do desenvolvimento das relações um processo de globalização econômica em desenvolvimento. Tal processo é
econômicas e políticas entre a Alemanha unificada e a Rússia pós-comunista. Essas fundamentado na abertura das economias nacionais para a livre circulação de
relações podem conduzir ao deslocamento do eixo de poder europeu para o produtos e capitais, bem como na regionalização das relações econômicas, através
segmento da reta Berlim-Moscou, que se tornaria o sucessor do velho triângulo das grandes alianças comerciais, os chamados blocos econômicos. O papel dos
Londres-Paris-Bonn. países na economia globalizada varia de acordo com o seu nível de desenvolvimento
As reformas econômicas chinesas apoiadas sobre o alicerce do poder monolítico econômico e tecnológico. Por terem maior riqueza econômica, por dominarem as
comunista - representam uma reorganização radical do espaço do leste asiático. Os tecnologias mais avançadas e por sediarem as grandes empresas transnacionais, os
crescentes investimentos dos chineses de Formosa, dos coreanos do sul e dos chamados países desenvolvidos detêm o poder de decidir sobre questões de âmbito
japoneses no território continental da China assinalam a integração de Pequim à mundial, tanto econômicas quanto políticas. Geralmente usam esse poder para
esfera econômica polarizada por Tóquio. Os indícios de retomada das relações obter maiores vantagens em relação aos benefícios que os países menos
políticas e diplomáticas entre Japão e China abrem a possibilidade da emergência de desenvolvidos podem colher, com o atual processo de abertura econômica. A
um poderoso bloco supranacional asiático. globalização não torna o espaço mundial mais homogêneo; ao contrário, acentua as
O Terceiro Mundo funcionou, por muito tempo, como um conceito crucial na desigualdades, tanto entre os países como entre os segmentos ou classes sociais.
Nesse sentido, para o entendimento da chamada nova ordem mundial, devemos de divisas para um país, e o objetivo é manter a balança comercial favorável, ou
considerar a grande heterogeneidade da organização do espaço mundial, avaliando- seja, exportar mais do que se importa. O mesmo se aplica à chamada balança de
se as características das formações econômico-sociais dos países desenvolvidos, pagamentos, um indicador mais abrangente que a balança comercial, pois, além das
sub-desenvolvidos e daqueles que ingressaram recentemente na economia de trocas comerciais, envolve a troca internacional de serviços, como empréstimos e
mercado. pagamento de royalties, que são os direitos sobre o uso de marcas. Com a
Especialistas defendem "globalização alternativa"nas cidades acelerada internacionalização da economia nas últimas décadas, no entanto, as
No Forum Social Mundial realizado no mês de janeiro em Porto Alegre - RS em barreiras alfandegárias na maior parte das vezes representam um obstáculo ao
defesa de Globalização Alternativa, seus representantes disseram que as cidades desenvolvimento do capitalismo. As grandes empresas, principalmente as
consideradas globalizadas na América Latina, como São Paulo, Buenos Aires e transnacionais, necessitam de espaços cada vez maiores, pelos quais possam fazer
Cidade do México, apresentam as maiores diferenças sociais e por isso devem circular livremente bens, serviços e capitais.
trabalhar para construir uma globalização alternativa. As recentes mudanças do comércio internacional sob os moldes da
"As políticas neoliberais mostraram sua incapacidade de resolver os problemas globalização têm alguns aspectos que merecem destaque:
sociais", disse na segunda-feira o mexicano Cuauhtemoc Cárdenas Solórzano, ex- Um deles é o fato de que os países subdesenvolvidos, tradicionalmente
governador do Distrito Federal do México. exportadores de matérias-primas, têm investido mais nos manufaturados.
"O Estado tem de recuperar sua responsabilidade social e assumir a sua Outro aspecto é a formação de alianças entre alguns países para facilitar o trânsito
responsabilidade de combater a pobreza", defendeu Cárdenas, um dos principais de mercadorias.
líderes da esquerda no seu país, que participou da mesa redonda sobre "como Um terceiro fato é o aumento do volume de trocas resultante da queda de barreiras
construir cidades sustentáveis". políticas. Também merece análise a constatação de que nem todas as regiões do
Para o professor de Planejamento Urbano Peter Marcuse, da Universidade de mundo se beneficiam igualmente do novo comércio internacional.
Columbia, que também integrou a mesa, a globalização em si não é um problema, No atual contexto de grandes transformações - aumento do volume de
mas sim a sua atual forma. transações comerciais, aceleração tecnológica e importância do investimento em
"O Vale do Silício, exemplo freqüente de região globalizada, é um lugar que pesquisa, desenvolvimento e educação -, o contraste entre as economias
tem mais miseráveis que milionários", disse. subdesenvolvidas exportadoras preferencialmente de matérias-primas e aquelas que
Os participantes defenderam que os serviços públicos e de infraestrutura exportam grande quantidade de manufaturados se torna ainda mais visível.
devem permanecer sob responsabilidade do Estado. "As empresas trabalham para A divisão internacional do trabalho tende a se modificar nos próximos anos,
obter mais lucro e não para satisfazer a necessidade das pessoas", disse Marcuse, sob a influência de fatores como:
um dos poucos norte-americanos a participar do evento. • abertura ao mercado internacional, com a eliminação de barreiras
A ex-secretária de Habitação de São Paulo, Hermínia Maricato, que presidia a protecionistas; distribuição internacional do trabalho especializado;
mesa, disse que "uma série de necessidades não é resolvida pelo mercado". • capacidade de investimento em infraestrutura; e avanço das inovações
Um exemplo seria a questão da habitação. De acordo com ela, dos 4,4 milhões tecnológicas, com a queda dos custos de comunicações.
de novas moradias construídas no Brasil de 1995 a 1999, 3,7 milhões estavam fora Neoliberalismo
da lei e só 700 mil foram feitas dentro das regras de mercado. "São territórios sem O neoliberalismo é a corrente de pensamento ou a teoria que fundamenta e dá
lei. Verdadeiras bombas sócio-ecológicas", afirmou. direção às decisões políticas dos governos da América Latina, da Europa, dos
O Comércio na Economia Global Estados Unidos e dos países que antes da queda do muro de Berlim, formavam a
Desde o final da Segunda Guerra, o processo de mundialização se intensificou, União Soviética. Esta é a razão por que se diz que as políticas neoliberais são as
devido aos avanços das relações comerciais. A necessidade de reconstrução principais responsáveis pelo empobrecimento geral e pela exclusão dos mais
econômica levou os países europeus a desenvolver novos eixos de exportações e empobrecidos. Neo significa Novo e Liberalismo é a ideologia que justifica e defende
importações, além de aprimorar os já existentes. A própria guerra havia os princípios do capitalismo, baseado na propriedade privada e na liberdade de
demonstrado a intensidade da interdependência mundial, e essa mesma consciência imprensa. Isto significa que o Estado (poder político) não pode intervir na economia.
foi a responsável pela criação da ONU. O comércio internacional é a principal fonte Significa, também, a liberdade de pensamento, o individualismo.
Essa ideologia chama-se neoliberalismo porque retoma os fundamentos do desaparecimento dos programas sociais, tais como: seguridade social, construção
liberalismo, pensamento social e econômico, que surgiu na Europa, no final do de moradias, leis do salário mínimo, legislação a favor dos sindicatos, impostos
século XIX e que viabilizou o desenvolvimento e a expansão do capitalismo pelo sobre as importações, controle dos preços sobre os produtos da cesta básica,
mundo. O neoliberalismo nasceu logo depois da segunda guerra mundial, na região subsídios... Para Hakey e seus seguidores, o sacrifício de uma parte da população
da Europa e da América do Norte, onde imperava o capitalismo. Foi uma reação para que os outros possam viver melhor é uma regra ética.
teórica e política contra um outro modelo teórico, chamado de estado do bem-estar Os princípios neoliberais, orientando a política econômica brasileira, sobretudo
social, adotado pelos governos dessas regiões, para fortalecer a sociedade a partir do governo Collor, contribuíram para o aumento da pobreza do povo
capitalista que havia sofrido fortes revezes no período anterior à guerra e durante brasileiro, aprofundando a desigualdade. A riqueza cresceu, concentrando-se em
esse conflito bélico. poucas mãos. O problema da dívida externa pressionou o FMI, o Banco Mundial e os
Esse modelo, também chamado de Keynesianismo, em homenagem ao governos dos países que nos emprestaram dinheiro, como os EUA, de maneira que
principal teórico desse pensamento, argumentava que o setor privado não é capaz os ajustes estruturais da economia permitissem implantar os propósitos neoliberais.
por si só de garantir a estabilidade da economia. Que o fortalecimento da economia McDonald´s x Globalização
capitalista se daria com a integração de toda a sociedade na produção, na Representantes do McDonald's que participavam em Davos na Suíça do Fórum
distribuição e no consumo dos bens produzidos. Para isso, defendia o trabalho e Econômico Mundial, afirmaram que - O McDonald´s Corp vem sendo considerado
salário para todos e preços justos para os produtos agrícolas. Além disso defendia a injustamente por seus críticos como um símbolo da globalização.
organização das categorias profissionais através das associações e sindicatos. Com "Acho que vocês têm razão ao dizerem que o McDonald´s é apresentado
base nessa teoria, o mundo capitalista alcançou, no pós-guerra, extraordinário frequentemente como um símbolo da globalização por grupos contrários ao
desenvolvimento econômico e social. Porém, nos países do Terceiro Mundo, não. processo", afirmou Jack Greenberg, presidente e diretor executivo da empresa em
Aqui o desenvolvimento social permaneceu subordinado ao crescimento econômico resposta a uma pergunta feita no Fórum.
e este, apenas beneficiou setores da economia e da sociedade brasileira. A chegada "Mas, na verdade, isso é um absurdo. Nós somos provavelmente a última
da grande crise do modelo econômico do pós-guerra em 1973, quando todo o empresa que deveria ser escolhida para servir como tal símbolo. Somos um
mundo avançado caiu numa longa e profunda recessão, combinando baixas taxas de amálgama de pequenos negócios operados localmente", afirmou.
crescimento com altas taxas de inflação, mudou tudo. Os capitalistas e seus aliados Os manifestantes antiglobalização atacam com frequência as unidades do
foram buscar apoio para garantir o êxito de seus negócios na teoria liberal. Os McDonald´s. No fórum do ano passado em Davos, Suíça, 2000 ativistas quebraram
principais representantes são o norte americano Milton Fridmann, o austríaco F. Von as vitrines de carros estacionados em uma lanchonete do McDonald's.
Hayek e a Escola de Chicago (Universidade de Chicago), dos Estados Unidos. A Justiça francesa condenou a três meses de prisão o ativista José Bové em
O neoliberalismo interpreta a atual crise econômica como resultado de setembro passado, depois de ele ter invadido uma unidade do McDonald´s para
excessiva presença e intervenção do Estado na economia. Além disso, "as raízes da protestar contra as taxas norte-americanas que incidem sobre a comida européia
crise, afirmavam Huek e seus companheiros, estavam localizados no poder exportada.
excessivo e nefasto dos sindicatos e, de maneira mais geral, do movimento A escolha pelo McDonald´s, segundo Greenberg, era uma "questão de
operário, que havia corroído as bases de acumulação capitalista, com suas pressões publicidade".
reivindicatórias sobre os salários e com sua pressão parasitária para que o Estado "Detesto ser tão cínico, mas algumas pessoas envolvidas no ataque à
aumentasse cada vez mais os gastos sociais". O remédio, então, era claro: manter o globalização já disseram longe das câmeras saber que atacar os McDonald´s não é
Estado forte sim, em sua capacidade de romper o poder dos sindicatos e no controle apropriado em vista do modo como administramos nossos negócios. Mas essa,
do dinheiro, mas fraco em todos os gastos sociais e nas intervenções econômicas. A segundo afirmaram, é a única maneira de colocarem uma foto no The New York
estabilidade monetária deveria ser a meta suprema de qualquer governo. Para isso Times", declarou o executivo.
seria necessária a contenção dos gastos públicos com o bem-estar e a quebra dos Greenberg afirmou que a globalização é como o clima. "Não é algo que
sindicatos. possamos mudar", disse.
As Metas Neoliberais têm como objetivo o fortalecimento da ordem capitalista, Nike x Trabalho infantil
agrupadas em dois blocos: A privatização e a liberalização da economia. O Em janeiro, na cidade de Phnom Pehn - a gigante americana dos calçados e
roupas esportivas Nike cancelou um contrato com uma fábrica de roupas no contém 19 milhões de pessoas.
Camboja porque ela empregava uma operária menor de idade. Tratado de Maastricht ; Assinado em dezembro de 1991, em Maastricht
"A empresa alega que não tolera mão-de-obra menor de idade", definindo (Holanda), prevê um mercado interno único e um sistema financeiro e bancário
menor de idade como sendo menor de 16 anos. comum com moeda própria o euro , que deverá entrar em circulação a partir de
A Nike já advertira a fábrica, a June Textiles, no mês anterior por uso 1999. Também fica garantida a cidadania única aos habitantes dos países do bloco.
excessivo de horas extras. O acordo lança ainda as bases de uma política externa e de defesa européias. A
A Nike descobriu que a June Textiles empregava funcionários menores de União da Europa Ocidental (UEO) será o braço armado da UE e agirá em sintonia
idade ao ser entrevistada para o documentário "Panorama", da televisão BBC. com a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), aliança militar ocidental
O contrato com a Nike representava 9 por cento dos negócios totais da June liderada pelos EUA. Na questão social, ficam definidos quatro direitos básicos: livre
Textiles, segundo Iwaniuk. circulação, assistência previdenciária, igualdade entre homens e mulheres e
A Nike e algumas outras empresas de artigos esportivos vêm sendo alvo de melhores condições de trabalho. Além disso, serão unificadas as leis trabalhistas,
críticas nos últimos anos por parte de ativistas dos direitos humanos que as acusam criminais, de imigração e as políticas externas dos países membros. Após sua
de não fazer o suficiente para melhorar as condições de trabalho nas fábricas no assinatura, o Tratado é submetido à aprovação da população de cada país membro
Terceiro Mundo em que são manufaturados seus produtos. por meio de plebiscitos nacionais ou votações indiretas.
Blocos Econômicos Nafta - Como os EUA não têm mais concorrência com a União Soviética e com o
União Européia - Nascida por volta dos anos 50 e tendo como nomes, Mercado objetivo de desenvolveram suas empresas para que sobrevivam, nasceu em 1992 o
Comum Europeu ou Comunidade Econômica Européia, foi uma associação pioneira. NAFTA -North American Free Trade Agreement (Acordo de Livre Comércio da
Foi com o exemplo desta união que deu origem a outros mercados econômicos América do Norte) reunindo EUA, Canadá e México para consolidar um comércio
internacionais. A Comunidade Européia foi constituída em seu início por doze países: regional já intenso.
Alemanha, França, Espanha, Itália, Bélgica, Portugal, Grécia, Luxemburgo, Países Prevê-se, como objetivo, que daqui à quinze anos, serão eliminadas todas as
Baixos, Reino Unido, Irlanda e Dinamarca. Já agora, em 1995, foram aceitos a barreiras existentes entre estes três países fazendo, com que, dinheiro e
Áustria, a Finlândia e a Suécia, ampliando o antigo número, agora, para quinze. mercadorias circulem livremente em toda esta área de acordo. Juntos eles somam
Todos os países que estão neste mercado, abriram suas fronteiras cerca de 372 milhões de habitantes que compreendem consumidores de poder de
alfandegárias sendo que os países restantes podem vender suas mercadorias em compra elevado.
qualquer destes, sem pagar nenhum imposto. Sucessivos tratados foram negociados O NAFTA não prevê acordos nos quais não estão contidos a livre circulação de
para uma unificação na economia e também, em parte, na política avançando trabalhadores em busca de melhores condições e lugares e também numa
enormemente. Sendo que áreas mais atrasadas neste bloco estão recebendo apoio unificação total da economias dos países pertencentes, e sim em um acordo que se
por parte dos outros integrante para que haja desenvolvimento, num todo; e é claro forme uma zona de livre comércio para a atuação e proliferação das empresas em
tendo um segredo para todo este sucesso, que é, um grande mercado consumidor um espaço protegido.
de 360 milhões de pessoas. Este bloco econômico está esbarrando em muitas diferenças sociais que, como
Com a unificação da Europa, as empresas estão ocupando um mercado mais maior exemplo o México possui em relação aos outros integrantes, o que dificulta
amplo, fazendo até fusões com empresas de outros países deste bloco. E com essa muito e causa descontentamento em alguns sindicatos dos EUA, pois ao mesmo
unificação, o conceito de cidadania mudou junto, já que um belga pode fazer um estão preocupados com a possibilidade de algumas fábricas mudarem-se para o
seguro na Itália, um alemão pode comprar um carro inglês do mesmo preço que se México deixando a mão-de-obra, em lugares dos EUA, desempregada.
é praticado neste país e um espanhol pode abrir a filial de sua firma na Holanda. Um O NAFTA também está interessado, é claro, em proteger os produtos ali
porém nesta unificação é que os países dela compostos, devem dar prioridade aos fabricados, colocando uma taxa de importação sobre alguns produtos tornando-os
produtos que são fabricados dentro da união, como é o caso da Grã-Bretanha que menos atraentes para os consumidores desses três países.
deixou de comprar lã da Austrália e Nova Zelândia para dar este direito aos italianos APEC - A Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico (Apec) é um bloco
e dinamarqueses, mesmo seus preços sendo mais elevados. Um dos maiores econômico formado para promover a abertura de mercado entre 20 países e Hong
problemas existentes nesta união são a mão-de-obra desempregada, que hoje Kong (China), que respondem por cerca de metade do PIB e 40% do comércio
mundial. Oficializada em 1993, pretende estabelecer a livre troca de mercadorias comercializadas internamente sem tarifas de importação. Alguns setores, porém,
entre todos os países do grupo até 2020. Membros - Austrália, Brunei, Canadá, mantêm barreiras tarifárias temporárias, que deverão ser reduzidas gradualmente.
Indonésia, Japão, Malásia, Nova Zelândia, Filipinas Cingapura, Coréia do Sul, Além da extinção de tarifas internas, o bloco estipula a união aduaneira, com a
Tailândia, EUA (1989); China, Hong Kong (China), Taiwan (Formosa) (1991); padronização das tarifas externas para diversos itens. Com uma área total de quase
México, Papua Nova Guiné (1993); Chile (1994); Peru, Federação Russa, Vietnã 12 milhões de km² ,O Mercosul cuja estrutura física e administrativa esta sediada
(1998). em Montevidéu, tem um mercado potencial de 220 milhões de consumidores e um
ASEAN - A Associação das Nações do Sudeste Asiático (Asean) surge em 1967, na PIB de 1,1 trilhão de dólares. Se considerarmos que, no decorrer do século 21, a
Tailândia, com o objetivo de assegurar a estabilidade política e de acelerar o água será um elemento estratégico essencial, é importante destacar que dentro do
processo de desenvolvimento da região. Hoje, o bloco representa um mercado de Mercosul estão as duas maiores bacias hidrográficas do planeta: a do Prata e a da
510 milhões de pessoas e um PIB de 725,3 bilhões de dólares. A eliminação das Amazônia.
barreiras econômicas e alfandegárias entrará em vigor no ano 2002. Em 1999, a CAFTA-DR - Central American Free Trade Agreement- Dominican Republic -
Asean admite como membro o Camboja. Apesar de o Brasil não participar diretamente do acordo, a aprovação do tratado
Membros - Indonésia, Malásia, Filipinas, Cingapura, Tailândia(1967); Brunei (1984); pode beneficiar o país, pois o açúcar brasileiro ganharia competitividade com a
Vietnã (1995); Miramar, Laos (1997); Camboja (1999). eventual eliminação de cotas de importação ao produto nos EUA.
CARICOM - O Mercado Comum e Comunidade do Caribe (Caricom), criado em O Cafta envolve, além dos EUA, Costa Rica, El Salvador, Nicarágua, Honduras,
1973, é um bloco de cooperação econômica e política formado por 14 países e Guatemala e República Dominicana.
quatro territórios. Em 1998, Cuba foi admitida como observadora. O bloco marca PACTO ANDINO - Bloco econômico instituído em 1969 pelo Acordo de Cartagena -
para 1999 o início do livre comércio entre seus integrantes. seu nome oficial - com o objetivo de aumentar a integração comercial, política e
Membros - Barbados, Guiana, Jamaica, Trinidad e Tobago (1973); Antígua e econômica entre seus países-membros. Também é conhecido como Grupo ou
barbuda, Belize, Dominica, Granada, Santa Lúcia, São Vicente e Granadinas, São Comunidade Andina.
Cristóvão e Névis (1974); Suriname (1995); Bahamas torna-se membro em 1983, Membros: Bolívia, Colômbia, Equador e Peru (1969); Venezuela (1973). O
mas não participa do mercado comum. O Haiti é admitido em julho de 1997, porém Chile sai em 1976.O Panamá participa como observador.
suas condições de acesso ainda não foram concluídas. Territórios: Montserrat SADC - A Comunidade da África Meridional para o Desenvolvimento (SADC) é
(1974); ilhas Virgens Britânicas, Ilhas Turks e Caicos (1991); Anguilla (1999). estabelecida em 1992 para incentivar as relações comerciais entre seus 14 países-
CEI - A Comunidade dos estados Independentes (CEI) é uma organização criada em membros, com o objetivo de criar um mercado comum e também promover
1991 que reúne 12 das 15 repúblicas que formavam a União das Repúblicas esforços para estabelecer a paz e a segurança na conturbada região.Há planos de
Socialistas Soviéticas (URSS). Ficam de fora apenas três países bálticos: Estônia, adotar uma moeda comum em 2000.
Letônia e Lituânia. Organiza-se em uma confederação de Estados, que preserva a Membros: Angola, África do Sul, Botsuana, Lesoto, Malauí, Maurício,
soberania de cada um. A comunidade prevê a centralização das Forças Armadas e o Moçambique, Namíbia, República Democrática do Congo, Seicheles, Suazilândia,
uso de uma moeda comum: o rublo. Tanzânia, Zâmbia e Zimbábue.
Membros - Armênia, Belarus, Cazaquistão, Federação Russa, Moldávia, Quirguistão, OS NICs - NOVOS PAÍSES INDUSTRIALIZADOS
Tadjiquistão, Turcomenistão, Ucrânia, Uzbequistão (1991); Georgia, Azerbaijão A partir dos anos 50, passou a ocorrer uma intensificação no processo de
(1993). expansão das multinacionais em direção a diversas regiões do mundo. Com esse
processo, a produção industrial, até então concentrada na Europa, no Japão, nos
MERCOSUL - Criado em 1991, o mercado Comum do Sul (Mercosul) é composto de Estados Unidos e no Canadá, passou a se disseminar por vários países.
Argentina, Brasil, Venezuela, Paraguai e Uruguai, nações sul-americanas que Num primeiro momento, os países subdesenvolvidos que mais receberam filiais
adotam políticas de integração econômica e aduaneira. A origem do Mercosul está das multinacionais foram Brasil, Argentina, México e África do Sul, todos com
nos acordos comerciais entre Brasil e Argentina elaborados em meados dos anos 80. grande mercado consumidor e com capacidade de processamento de algumas
No início da década de 90, o ingresso do Paraguai e do Uruguai torna a proposta de matérias-primas necessárias às multinacionais. Posteriormente, a partir de meados
da década de 60, tal processo de expansão das multinacionais e disseminação da
integração mais abrangente. Em 1995, instala-se uma zona de livre comércio. Cerca
atividade industrial atingiu a Coréia do Sul, Taiwan, Hong Kong e Cingapura. Todos
de 90% das mercadorias fabricadas nos países -membros podem ser esses países que passaram por um processo de industrialização mais intensa após
a década de 50 recebem a denominação de NICs (Newly Industrialized expressão e as eleições livres não faziam parte do dia-a-dia dos habitantes desses
Countries). Mais recentemente ainda, a partir dos anos 80, outros países do países.
sudeste asiático começaram a ter, gradativamente, a indústria como um setor Durante a década de 70, os tigres asiáticos apresentaram taxas de
importante da economia. É o caso da Malásia, da Tailândia e da Indonésia. crescimento econômico próximas de 10% ao ano e, na década de 80, próximas de
Se observarmos em um mapa, as áreas de maior concentração industrial não 7,5%. Nos primeiros anos da década de 90, passou a ocorrer uma desaceleração
se restringem mais aos países desenvolvidos do hemisfério Norte. Fora das regiões do crescimento econômico. Mesmo assim, as taxas desses países são superiores às
tradicionalmente industrializadas da Europa, da América do Norte e do Japão, apresentadas pelas nações mais industrializadas do globo.
surgiram várias outras: no sudeste do Brasil; nas regiões em torno de Buenos A passagem de economias predominantemente agrícolas para países
Aires e da Cidade do México; em Pretória e em Johannesburgo, na África do Sul; industrializados e com parques industriais diversificados, no curto período de duas
no leste da China; no sudeste da Ásia e nos tigres asiáticos. décadas, evidentemente acontece em ritmo de crescimento econômico bastante
As trajetórias da industrialização dos NIC's não foram as mesmas, mas se acelerado. Atingindo tal grau de industrialização, é natural que o ritmo de
apoiaram em políticas industriais nas quais a participação do Estado foi decisiva. crescimento passe a. ser menor. Como se pode observar no gráfico, é o que
No caso dos países latino-americanos, como Brasil, México e Argentina, a acontece com os tigres asiáticos.
industrialização baseou-se na substituição de importações e posteriormente na O novo eixo de prosperidade do Pacífico
internacionalização do mercado. É ainda muito cedo para que se aceite a afirmação de que o grande centro
Nas principais crises econômicas mundiais do século XX, particularmente na de econômico do século XXI seja a região do Pacífico, sob a liderança do Japão.
1929, os países da América Latina viram-se impossibilitados de importar as Entretanto, o ritmo de crescimento industrial e a capacidade dos investimentos
mercadorias fabricadas no mundo industrializado. Além disso, diante da conjuntura japoneses têm indicado forte liderança dessa região, na nova ordem mundial que
desfavorável à exportação de produtos agrícolas não-essenciais, os investimentos se está esboçando.
passaram a se destinar à produção local de manufaturados. Os bens de consumo Atualmente, em volume de depósito, os dez maiores bancos do mundo são
que antes eram importados passaram a ser produzidos pelas antigas nações japoneses. E entre os dez maiores conglomerados financeiros mundiais nove são
importadoras. Daí o nome dado ao processo de industrialização desses países: ISI japoneses. Até meados dos anos 60, não aparecia nenhum banco japonês entre os
(Indústria Substitutiva de Importação). cinqüenta maiores.
Após a década de 50, as práticas substitutivas apoiaram-se na O Japão é, sem dúvida, o expoente máximo de uma região que, nos últimos
internacionalização do mercado. Brasil, Argentina e México atraíram os 30 anos, tem conquistado inigualável crescimento econômico: o leste e o sudeste
investimentos internacionais como forma de acelerar o desenvolvimento industrial. da Ásia, na região do Pacífico. No início da década de 90, enquanto a economia
As políticas industriais de atração dos investimentos estrangeiros mundial assegurava míseros 0,3% de crescimento econômico, essa região do
ofereciam mão-de-obra barata, investimentos estatais em infra-estrutura de Pacífico expandia-se na ordem de 5,8%.
transporte, energia e processamento de matérias-primas essenciais à instalação As exportações dos quatro tigres passaram de 2 bilhões de dólares, em 1960,
industrial. Os incentivos fiscais, a participação nos mercados internos sem a para mais de 377 bilhões, em 1993. Na pauta de exportações, predominam os
necessidade de transpor barreiras alfandegárias, e a facilidade de remessa de produtos eletroeletrônicos (televisores, videocassetes, aparelhos de som, fornos de
lucros eram atrativos tentadores às empresas estrangeiras. microondas), acessórios para computadores e telecomunicações, tecidos sintéticos,
O caminho seguido pelos NIC's asiáticos foi diferente. A estratégia industrial roupas, plásticos e veículos.
traçada por Taiwan, Cingapura, Coréia do Sul e Hong Kong apoiou-se na IOE A China, com 20% da população da Terra, caminha a passos largos para
(industrialização Orientada para a Exportação). As multinacionais que se transformar seu mercado potencial num grande mercado de Consumo. Na década
estabeleceram nesses países, e mesmo as empresas nacionais, tinham como de 80, obteve as maiores taxas de crescimento econômico. É claro que essas taxas
objetivo principal o comércio externo. Daí a expressão plataformas de têm validade relativa, já que a base anterior da economia era muito baixa e o
exportação para designar os tigres asiáticos. modelo de desenvolvimento industrial chinês ainda está baseado na utilização de
Enquanto na ISI foi preponderante a participação do capital norte-americano e mão-de-obra barata e no baixo índice tecnológico.
do europeu, no caso da IOE, a principal fonte de investimentos foi o capital Em meados da década de 90, surgiram várias denúncias de que parte dos
japonês. produtos industrializados chineses, que têm conquistado o mercado mundial devido
O crescimento econômico dos tigres foi alicerçado na associação entre as aos baixos preços e não à boa qualidade, são fabricados em campos de
empresas privadas e o governo, que garantiu proteção às empresas nacionais por concentração com a utilização de mão-de-obra, a custo zero, de prisioneiros que
meio de barreiras alfandegárias e criou os mecanismos legais de incentivos às trabalham os 7 dias da semana.
exportações e aos investimentos estrangeiros. Além disso, investiram na educação Nestas duas últimas décadas, juntamente com o Japão e a China, os tigres
e, conseqüentemente, na qualificação da mão-de-obra. formaram um importante pólo econômico no extremo oriente da Ásia.
No entanto, todo o processo de evolução econômica e industrial foi traçado sob A Coréia do Sul possui empresas conhecidas mundialmente, como a Sansung
um regime ditatorial, com exceção de Hong Kong. A liberdade de imprensa e de (computadores, eletroeletrônicos), a Hyundai e a Daewoo (automóveis). Vários
setores industriais têm hoje destaque na economia coreana: construção naval, dinamização de seus mercados interno e externo. Consta que os últimos trilhos das
brinquedos, eletroeletrônicos, computadores, relógios e outros. ferrovias chinesas foram instalados há 7 décadas.
Hong Kong, além de um setor de bens de consumo bastante diversificado, Os baixos salários constituem outra barreira à criação de um mercado interno
está entre os maiores centros financeiros internacionais e seu porto é o terceiro forte. Embora existam mais de 400 milhões de pessoas na costa do Pacífico
entreposto Comercial do mundo. vivendo numa economia de mercado, o consumidor chinês é uma minoria
O desenvolvimento industrial de Taiwan e a forte penetração dos seus privilegiada.
produtos no mercado externo fazem com que esta pequena ilha do Pacífico tenha O alastramento das ZEEs e a introdução da economia de mercado na China
uma das maiores reservas cambiais do mundo. elevaram os casos de corrupção. Muitos funcionários do Partido Comunista foram
Cíngapura, cuja área é 68 vezes menor que a ilha de Marajó, exportou, por acusados de cobrar propina para autorizar viagens, mudanças de emprego e para
sua vez, 97 bilhões de dólares, em 1994, mais que o dobro das exportações fazer vistas grossas à gravidez, burlando o controle de natalidade.
brasileiras, que atingiram 44 bilhões de dólares no mesmo ano. O principal problema do modelo chinês é o fato de a abertura econômica não
O crescimento econômico nesta região do Pacífico tem arrastado outros países: ter sido acompanhada pela abertura política. A liberdade de mercado não foi
Tailândia, Malásia, lndonésia, Filipinas e Vietnã. A Tailândia, por exemplo, exporta estendida às outras instâncias da vida social. Ainda é vedada à sociedade chinesa a
hoje mais produtos têxteis e eletroeletrônicos do que arroz e borracha, seus liberdade cultural, de organização sindical e partidária, de expressão e de
tradicionais itens de exportação. Um aspecto importante do crescimento comunicação.
econômico desses países é o fato de os tigres asiáticos estarem entre os maiores Em 1993, o país introduziu o capitalismo na Constituição, especificando que a
investidores externos, aspecto que reforça o dinamismo econômico da região do China tem uma economia socialista de mercado.
pacífico. ANOTAÇÕES:
As ZEE'S [Zonas Econômicas Especiais)
_______________________________________________________________
A China tem-se adaptado às grandes transformações econômicas mundiais de
forma gradual. A introdução da economia de mercado está sendo feita pelo próprio __________________________________________________________________
PCC (Partido Comunista Chinês), em áreas determinadas pelo governo, que __________________________________________________________________
receberam a denominação de ZEEs (Zonas Econômicas Especiais). __________________________________________________________________
As ZEEs foram idealizadas por Deng Xiao-ping e implantadas a partir de 1978. __________________________________________________________________
Elas se constituíram no modelo chinês para suplantar a estagnação econômica que,
__________________________________________________________________
naquele momento, atingia o conjunto dos países socialistas e os afastavam, cada
vez mais, do nível de desenvolvimento do mundo capitalista. __________________________________________________________________
Nas cidades escolhidas para a criação dessas zonas de economia de mercado, __________________________________________________________________
abriram-se as portas para o investimento estrangeiro e estabeleceram-se medidas __________________________________________________________________
semelhantes às adotadas nos tigres asiáticos: baixos impostos, isenção total para __________________________________________________________________
a importação de máquinas e equipamentos industriais e facilidades para a remessa
__________________________________________________________________
de lucros ao exterior. Além disso, as empresas que nelas se instalaram contam
com a mão-de-obra mais barata do mundo, o que torna os preços dos produtos de __________________________________________________________________
baixo aporte tecnológico (têxtil, calçados e brinquedos) imbatíveis no mercado __________________________________________________________________
internacional. __________________________________________________________________
A localização das ZEEs é estratégica. Estão situadas próximas às áreas __________________________________________________________________
litorâneas, a pouca distância dos outros grandes centros econômicos do Pacífico.
__________________________________________________________________
Em 1992, o governo chinês criou 28 novas zonas de livre mercado, mais para o
interior, ao longo do rio Yang-tse-kiang. __________________________________________________________________
Entretanto, o desenvolvimento da economia chinesa irá encontrar pela frente __________________________________________________________________
uma série de obstáculos. De modo diverso ao que ocorreu no grupo dos quatro __________________________________________________________________
tigres, onde houve uma política governamental de investimento pesado em __________________________________________________________________
educação e em infra-estrutura básica, a China não tem caminhado nessa mesma
__________________________________________________________________
direção. O índice de analfabetismo chinês atinge 73% da sua população e os
estudantes universitários não chegam a 1,5 milhão, num país de 1,2 bilhão de __________________________________________________________________
habitantes. __________________________________________________________________
O sistema portuário é bastante incipiente e a China não conta com estradas de
rodagem e ferrovias adequadas à circulação de mercadorias, fundamentais à
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Apostila de Geografia – 2007 Ao longo de toda a fronteira há apenas 23 postos oficiais de fiscalização da
Polícia Federal, da Receita Federal e do Ministério da Saúde. Entre os muitos
Parte II – REGIONAL e CONTINENTES problemas que as falhas na vigilância fronteiriça trazem ao Brasil estão os
Estados brasileiros estrangeiros clandestinos no país, a entrada de drogas e armas e a evasão de
A divisão politico-administrativa no Brasil é constituída pela União, pelo divisas e riquezas nacionais. A falta de maior controle dos rios e do espaço aéreo da
Distrito Federal e pelos Estados e Municípios, todos autônomos segundo os termos Amazônia possibilita que embarcações e aeronaves ilegais trafiquem drogas, armas
da Constituição Federal de 1988. e até animais silvestres.
O Brasil está dividido em de 26 estados e 1 Distrito Federal, encabeçam a O Sistema de Vigilância da Amazônia (Sivam) – projeto que prevê o controle
hierarquia na divisão político-administrativa do país, sendo subdivididos em terrestre, aéreo e fluvial da região com base em informações e imagens obtidas por
municípios. O município que abriga a sede de um estado denomina-se capital. sistemas de radar – começa a ser implantado no segundo semestre de 1998 pela
Os Estados são agrupados em cinco regiões: empresa norte-americana Raytheon Company. Previsto para entrar em
• Região Norte: Amazonas, Roraima, Rondônia, Amapá, Tocantins, Pará e funcionamento até 2002, ele deverá identificar pistas e vôos clandestinos, auxiliar
Acre (45,2% do território brasileiro); no combate ao contrabando e ao narcotráfico, além de fazer o mapeamento dos
• Região Nordeste: Bahia, Sergipe, Alagoas, Maranhão, Piauí, Ceará, Paraíba, principais problemas e das riquezas naturais da região.
Rio Grande do Norte, Pernambuco e Alagoas (compreende 18,2 % do No sul do país, uma das questões mais danosas é o contrabando e o tráfico de
território brasileiro); drogas e armas na fronteira do Brasil com o Paraguai. A Polícia Federal calcula que
• Região Sudeste: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo cerca de 40 mil pessoas atravessem diariamente a Ponte da Amizade – ligação entre
(10,8 % do território brasileiro); a cidade brasileira de Foz do Iguaçu e a paraguaia Ciudad del Este – sem nenhum
• Região Sul: Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina (6,7 % do território tipo de controle. Os principais produtos contrabandeados do Paraguai são bebidas,
nacional): perfumes, cigarros e produtos eletrônicos. Eles chegam ao Brasil por meio dos
• Região Centro-Oeste: Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás e Distrito sacoleiros (pessoas que compram e os revendem) e, em maior escala,
Federal (18,8 % do território nacional). transportados por caminhões ou avião.
Fronteiras do Brasil CONTINENTES
Localizado na porção centro-oriental do continente sul-americano e banhado a Europa, um continente em transformação
leste pelo oceano Atlântico, o Brasil possui 23.086 km de fronteiras, sendo 7.367 O continente europeu é conhecido como Velho Continente, esse nome é dado
km marítimas e 15.719 km terrestres. A fronteira com o oceano Atlântico estende- em razão de ter sido ocupado e organizado como sociedade há muito tempo. Em
se da foz do rio Oiapoque, ao norte, na divisa do Amapá com a Guiana Francesa, até resposta a tudo isto ele sofreu muitas mudanças ao longo dos anos devido às
o arroio Chuí, ao sul, no limite do Rio Grande do Sul com o Uruguai. Com exceção guerras e conflitos gerados em seu território. Porém, uma das transformações
do Chile e do Equador, todos os países da América do Sul fazem fronteira com o políticas mais surpreendentes que ocorreram foi o fim da Guerra Fria (1989).
Brasil. Ao norte estão Guiana Francesa, Suriname, Guiana e Venezuela; a noroeste, Em conseqüência das duas Grandes Guerras (1ª e 2ª Guerras Mundiais) terem
Colômbia; a oeste, Peru e Bolívia; a sudoeste, Paraguai e Argentina; e ao sul, o ocorrido em solo europeu, este continente teve que ser, muitas vezes, redesenhado
Uruguai. para se atualizar com as mudanças entre as fronteiras dos países. Com a queda do
Policiamento e fiscalização: A Polícia Federal é a responsável pela vigilância regime socialista na ex-URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas), atual
das fronteiras brasileiras. Fazem parte de suas atribuições a fiscalização de entrada Rússia, gerou a criação e demarcação de mais seis nações na Europa. Sem contar
e saída de pessoas no país, o controle dos meios de transporte que fazem o tráfego as divisões que houve entre os países que acompanharam o regime soviético.
internacional, e a investigação e o combate dos crimes nacionais ou transnacionais Com o passar dos anos ficou cada vez mais difícil compreender e saber ao
que ocorram ou tenham início na faixa de fronteira: o tráfico de drogas, de armas, certo como estava realmente o mapa europeu. Suas alterações fizeram com que os
de mulheres e crianças; furtos e roubos de veículos; crimes contra a fauna e a flora, atlas fossem atualizados mais de uma vez ao ano. Isto refletiu numa busca pelo
como a exploração ilegal de madeira e a biopirataria. entendimento claro sobre a Europa e suas novas configurações.
_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Países como: Estônia, Letônia, Lituânia, Belarus, Ucrânia e Moldávia vieram à Situada no extremo norte da Europa, os países Nórdicos são caracterizados
tona como novas nações européias e conhece-las se tornava essencial para por serem de alto padrão de vida social e economias estáveis. Dinamarca, Finlândia,
acompanhar as mudanças do mundo, pois com a queda do Muro de Berlin, símbolo Islândia, Noruega e Suécia fazem parte desta região, o que demonstra que
do final da Guerra Fria, registrava-se uma significativa alteração nas questões problemas sociais não são temas desses países. Com índices de renda per capta
políticas da Europa. Também não podemos nos esquecer que nesta mesma época entre US$ 19.000 (o valor mais baixo) até US$ 28.000, essas nações estão a anos-
houve a divisão da Thecoslováquia em dois países: a República Theca e Eslováquia, luz da realidade mundial. Particularmente, a Noruega recebeu este ano (2001) a
bem como a integração das duas "Alemanhas" (Ocidental e Oriental) em uma indicação da ONU (Organização das Nações Unidas) como país de melhor nível de
apenas. vida do mundo, a partir dos indicadores sociais e econômicos (IDH). O padrão de
Ocorrido às transformações depois de 1989, surge outro conflito regional para vida nórdico chega a diferenciar-se do padrão europeu. Com pouca população e
desmembrar e redimensionar o território iugoslavo. Como este país mantinha o muito dinheiro circulando em seus territórios, esses países distribuem muito bem
regime de ditadura até 1989 e com o fim deste sistema de governo que comandava suas riquezas. No campo físico, a região é muito conhecida pelos fiordes
o Estado com mãos de ferro, as diferenças internas começaram a se agitar, houve, noruegueses que estão na península Escandinava (Noruega e Suécia), enquanto que
então, um grande colapso entre os grupos étnicos, onde esta guerra ficou conhecida a ilha da Islândia, que situa-se bem afastada da massa continental européia, possui
mundialmente como a Guerra da Iugoslávia (1991 -1995). Este conflito gerou grandes processos vulcânicos por estar num falha tectônica. Outro fato interessante
grandes conseqüências tanto em baixas civis (e posteriormente a formação de da Europa Nórdica, é o acontecimento do “sol da meia-noite” (no verão) e da aurora
campos de refugiados nos países vizinhos), bem como uma nova configuração boreal (no inverno). Isto é possível em virtude da região estar localizada na
regional na Iugoslávia, dividindo-a em cinco nações: Eslovênia, Croácia, Bósnia, proximidade do Pólo Norte (países setentrionais).
Macedônia e a própria Iugoslávia, fazendo uma remodelação política nas Bálcãs. Europa Central
Essas mudanças vieram para confirmar que o dinamismo no continente europeu Conhecida também como centro geoeconômico da Europa, por agrupar os
sempre ocorreu. As novas divisões regionais e organização interna na Europa países mais ricos e influentes em questões mundiais, essa região é na verdade o
comprovam que as transformações estão bem compreendidas atualmente, sendo coração europeu em todos os sentidos. Esta área é formada por doze nações que
que hoje vigora uma nova alteração no espaço europeu: a formação da União são difundidas em todo o mundo como governantes da União Européia (UE), pois
Européia, que está em constante mudança e a cada ano se desenvolve e nesta região está localizada a sede da UE em Bruxelas, capital da Bélgica. Países
caracteriza uma visão totalmente inédita sobre a organização do continente e suas como: Alemanha, Reino Unido, França e Itália, são grandes potências econômicas e
relações com as outras nações do mundo. Ou seja, acompanhar e entender suas também participam como membros do G-7 (Grupo dos Sete: os países mais ricos do
alterações são de suma importância para ver um mundo dinâmico e coadunado com mundo), e Áustria, Bélgica, Irlanda, Holanda, Luxemburgo, Liechtenstein, Suíça,
o espaço atual. Mônaco, San Marino e Vaticano dão suporte econômico para a União Européia. Os
Europa: Divisão Regional países dessa região possuem economias estáveis e bons níveis de vida. O território
Mesmo tendo a segunda menor extensão territorial do mundo, o continente da Europa Central é caracterizado por diferentes formas de relevo, podemos
europeu possui grandes diversidades espaciais ao longo da sua área. Formada por encontrar desde extensas planícies (como na região dos Países Baixos – Holanda)
muitos países de espaços territoriais pequenos e médios, com exceção da Rússia até grandes montanhas, onde está localizado o Mont Blanc (Monte Branco) com
(maior país do mundo), a Europa é palco de várias regionalizações caracterizadas 4.810 metros de altitude (ponto mais alto da Europa), situado na região dos Alpes,
pelas diferenças físicas e sócio-econômicas. Com uma grande história sobre as entre a França e a Itália.
sociedades geradas neste continente, analisar cada nação européia requer sempre Península Ibérica
um trabalho complexo, pois necessitamos conhecer o seu passado para comprender São três nações que compõem esta região: Andorra, Espanha e Portugal. Mas
suas questões atuais. Dessa forma, divide-se a Europa em seis regiões: Europa nem por isso deixa de ter significativa importância para a Europa. Esses países
Nórdica, Europa Central, Península Ibérica, Leste Europeu, Península das Bálcãs e (Espanha e Portugal) foram grandes potências na época da colonização das
Países Bálticos. Américas, sendo que atualmente suas influências estão mais relacionadas com o
Europa Nórdica continente europeu. Participam da União Européia desde a sua criação e são
_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
grandes produtores agrícolas na Europa por terem suas terras em latitude mais que gerou uma busca pela modernização nas empresas de celulose (papel) e
baixa, o que condiciona um clima mais quente do que outros países do continente. pesqueiras. As três nações se uniram de tal forma que é muito difícil relacionar uma
São grandes os atrativos turísticos da região, tanto suas famosas praias delas sem pensar na outra, isto pode ser explicado pela proximidade geográfica,
mediterrâneas, como pelas questões históricas. O relevo da região é muito peculiar, cultural e religiosa que elas possuem. A região é caracterizada por extensas
pois se tem áreas de montanhas (Serra Nevada) e extensas planícies e planaltos. O planícies, mas também é composta por montanhas em seu interior.
nome Ibérica provém da península em que se localizam essas nações. Europa Nórdica Dinamarca, Finlândia, Islândia, Noruega e Suécia
Leste Europeu Europa Central Alemanha, Áustria, Bélgica, França, Holanda, Irlanda, Itália,
Com a maior extensão territorial das divisões regionais da Europa, o Leste Liechtenstein, Luxemburgo, Mônaco, Reino Unido, San
Europeu é composto por países originados com o fim da Guerra Fria e com nações Marino, Suíça e Vaticano
que faziam parte do bloco socialista da Europa. Em conseqüência deste fato, muitas Península Ibérica Andorra, Espanha e Portugal
Leste Europeu Armênia, Azerbaidjão, Belarus, Eslováquia, Geórgia,
nações estão sofrendo atualmente grandes crises econômicas por entrarem
Hungria, Moldávia, Polônia, República Theca, Romênia,
tardiamente no sistema capitalista, onde a tecnologia de ponta caminha junto com o
Rússia e Ucrânia,
poder do capital. Eles também se uniram para reunir forças e formaram a CEI Península das Balcãs Albânia, Bósnia-Herzegóvina, Bulgária, Croácia, Eslovênia,
(Comunidade dos Estados Independentes). Esta região é “liderada” pela Rússia, mas Grécia, Iugoslávia, Macedônia e Turquia (parte européia)
possui outras nações importantes e conhecidas: Polônia, Romênia, Hungria, Países Bálticos Estônia, Letônia e Lituânia
República Theca, Ucrânia, Eslováquia, Moldávia, Belarus, Geórgia, Armênia e
Azerbaidjão. No que se refere ao relevo local podemos citar os montes Urais, que Ásia: suas divisões internas
fazem a divisão da Europa com a Ásia, e extensas planícies que são áreas agrícolas
O maior continente do mundo possui uma divisão bem diferenciada. São seis
de suma importância para estes países.
regiões que compõem à Ásia, delimitando as áreas geoeconômicas do continente
Península das Balcãs
asiático: Ásia Central, Extremo Oriente, Norte da Ásia, Oriente Médio, Sudeste
Conhecida nos últimos anos como palco da Guerra da Iugoslávia, essa região
Asiático e Sul da Ásia.
está mergulhada em diversos problemas de ordem sociais e econômicos, onde
Iugoslávia, Croácia, Bósnia-Herzegóvina e Macedônia levarão anos para se Ásia Central
reestruturar internamente. Porém, Grécia, Bulgária, Eslovênia, Albânia e Turquia Situada na região central da Ásia, esta área não possui ligação com nenhum
(parte européia) já não se encontram em situação tão precária, vale destacar que a oceano, portando essa fator condiciona esses países a um grande limite exportador
Grécia é um país-membro da União Européia desde sua criação e possui índices e menores chances de se classificarem como países exportadores da Ásia, até
sócio-econômicos muito diferentes de seus vizinhos. Em conseqüência da guerra, a porque suas economias são instáveis e relativamente as mais fracas deste
região está muito desestruturada e necessita de ajuda financeira internacional. Por continente. Problemas políticos, econômicos e culturais fizeram desta região da Ásia
outro lado, observamos o turismo grego crescer a cada ano e se destacar no uma área muito isolada do mundo. Fazem parte desta região o Cazaquistão,
panorama mundial. Caracterizado por regiões montanhosas, as Balcãs possuem um Usbequistão, Turcomênia, Quirguízia, Tadjiquistão e Afeganistão. Mas, este último
relevo peculiar ao longo de sua extensão, encontrando planícies somente no norte país fez com que o mundo norteasse sua atenção para o território afegão, em
desta região. virtude dos ataques terroristas iniciados no dia 11 de setembro de 2001 nos Estados
Países Bálticos Unidos. A partir deste momento o mundo quis saber que nações formavam esta
Tendo o menor território de todas as regiões da Europa, os Países Bálticos são região inóspita da Ásia e de que maneira poderia se chegar até o Afeganistão para
formados por três nações provindas do extinto mundo socialista: Estônia, Letônia e contra-atacar os terroristas que se escondem e dominavam o Afeganistão. Em
Lituânia. Vale lembrar que esta região possui este nome em razão do mar que conseqüência, estes países ganharam grande importância para o mundo ocidental,
banha essas três nações, o Mar Báltico. Estes países conseguiram sua tornando essa região uma importante área geoestratégica.
independência com o fim da URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas) e Extremo Oriente
em respaldo a este fato se encontram muito atrasados para o sistema capitalista,
_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Composto por países com grande semelhança cultural, China, Coréias (Coréia do Localizado na península da Indochina e nas milhares de centenas de ilhas que
Sul e Coréia do Norte) e Japão formam o Extremo Oriente asiático. Estabelecido formam diversos arquipélagos, essa região é caracterizada por apresentar grandes
como uma das regiões mais ricas do mundo, em função do Japão ser a segunda diferenças sócio-econômicas ao longo de seu território. O Sudeste Asiático é
maior potência econômica mundial, esses países estão passando por profundas composto pelos países: Mianma, Tailândia, Laos, Vietnã, Camboja, Malásia,
modificações. A China está fazendo a grande abertura do seu mercado interno, que Cingapura, Filipinas, Indonésia e Brunei. Muitas nações provêm de governos
possui a maior população do planeta (consumidores) que é de 1 bilhão e 300 ditatoriais e por conseqüência disto estão atrasados em sua economia. Por outro
milhões de habitantes. As Coréias (Coréia do Sul e do Norte) estão em fase de lado, observar-se países em processo de desenvolvimento econômico, como é o
reunificação territorial, econômica e cultural, depois de décadas separadas. E o caso da Cingapura, Malásia e Tailândia, sendo chamados de Tigres Asiáticos, mas
Japão está numa grave crise econômica para um país desenvolvido ainda possuem inúmeros problemas sociais. Esses países também são conhecidos
economicamente, onde gera recessões em seu mercado interno e nas suas por terem mão-de-obra barata, o que levou a estas nações muitas empresas
exportações. Esta região ocupa uma grande área da Ásia e é caracterizada por multinacionais estabelecerem filiais de produção.
apresentar desde desertos, como o de Gobi (China), até vulcões, como o Fuji Sul da Ásia
(Japão).
Formada pela Índia, Paquistão, Maldivas, Nepal, Butão, Bangladesh e Sri
Norte da Ásia Lanka o Sul da Ásia é caracterizada por grandes problemas sociais, onde sua
Com a maior área territorial das regiões asitáticas, o Norte da Ásia é população sofre por diversas conseqüências da economia local e pela má
composta por dois países apenas: a Rússia (parte asiática) e Mongólia. A primeira distribuição de renda nestes países. A numerosa e crescente população do Sul da
nação é amplamente conhecida no mundo todo, principalmente depois da 2ª Guerra Ásia condiz a esta realidade, a Índia, por exemplo, será daqui alguns anos o país
Mundial, quando seu nome era URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas). mais populoso do mundo, pois seu ritmo de crescimento vegetativo não para de
Atualmente a Federação Russa ou Rússia representa como grande nação do mundo, aumentar. Dentre todas as nações desta região, a Índia é a que possui maior
em todos os sentidos, pois já fez frente com os Estados Unidos na questão volume em sua economia, enquanto que as outras nações estão mergulhadas em
econômica e militar. Enquanto que a Mongólia é um país muito desconhecido do grandes crises sócio-econômicas. A região também é atingida pelo efeito
mundo, pois não apresenta grande importância econômica para o globo. atmosférico natural chamado Monções, que transforma a área do sul da Índia e
Oriente Médio Bangladesh durante o inverno (seco) e verão (úmido), causando nesta última
estação inúmeras enchentes. O Sul da Ásia também é amplamente conhecido em
Esta região é muito marcada pelos conflitos entre mulçumanos e judeus,
todo o mundo por possuir uma das maiores e mais impressionantes cordilheira do
principalmente em Israel, mas também possui conflitos entre os próprios
globo, o Himalaia. Nesta cadeia de montanhas localiza-se o pico Everest, com 8.848
mulçumanos (sunitas contra xiitas). Todos os países desta região são da cultura
mil metros de altitude, o ponto mais alto do mundo.
islâmica, com exceção de Israel (Estado judeu) e isso levou ao fato de ocorrer
África, a Diversidade num Continente
inúmeros conflitos e guerras. Arábia Saudita, Iêmen, Omã, Emirados Árabes Unidos,
O continente africano é amplamente conhecido pelas suas belezas naturais,
Qatar, Bahrain, Kuwait, Iraque, Irã, Turquia, Síria, Chipre, Líbano, Jordânia e Israel
principalmente quando se refere à grandiosa vida selvagem. Porém, o que
são os países que compõem esta região. Os últimos conflitos mais intensos são
encontramos de imenso neste continente é uma enorme diversidade física e sócio-
entre os palestinos e judeus na Cisjordânia, Faixa de Gaza e Colinas de Golã (áreas
econômica, pois existe neste espaço desde extensos vales férteis, aonde a vida
israelitas contestadas). Com uma história de mais de 3 mil anos, o Oriente Médio
parece não ter fim, até desertos gigantes, como é o caso do Saara, o maior do
sempre foi palco e centro de interesse dos povos em diversas épocas, seja por
mundo. O contraste da pobreza e riqueza também é muito visível por toda sua
interesses religiosos (culturais) ou econômicos (petróleo), pois esta região é o berço
extensão continental, sendo caracterizado principalmente pelas péssimas condições
de três grandes religiões do mundo (cristianismo, islamismo e judaísmo) e é o maior
de vida em muitos países. O termo “berço da humanidade” é dado em razão da
produtor de petróleo e gás natural do globo.
África abrigar uma das civilizações mais antigas e intrigantes do globo, os egípcios,
Sudeste Asiático que formaram um poderoso “império” a 4 mil anos atrás. Portanto, toda essa

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
riqueza cultural e natural existente no continente, torna a África um espaço muito acontece uma das maiores e mais impressionantes migrações do mundo, a dos
particular. gnus.
Em conseqüência a esta diversidade, não é tarefa fácil dividir a África por Aspectos Sócio-econômicos
regiões devido a sua heterogenidade ao longo do continente. Porém, pode-se definir Agora, analisar a África destacando suas características culturais, promove
duas formas básicas de classificação regional: as questões físicas (localização uma divisão bem diferente da anterior. Ao observar o continente africano pela sua
geográfica) e questões humanas (cultura/ocupação) ocupação ao longo dos anos, classifica-se a África em duas regiões: África “branca”
África: cinco regiões num continente (cultura árabe) e África “negra” (culturas locais).
Ao visualizar um mapa da África, pode-se ver que dividir o mesmo por regiões Isto é possível em virtude da influência que a região norte da África (árabe)
a partir da sua localização espacial nos sentidos Norte, Sul, Leste e Oeste é bem sofreu da ocupação dos povos do Oriente Médio (Ásia) durante os tempos, tendo
possível. Dessa forma, classifica-se o continente em cinco regiões distintas quanto a como resultado um espaço totalmente adverso da África “negra”, sendo esta última
sua posição geográfica: Norte da África, Oeste da África, África Central, Leste da caracterizada pelas culturas regionais provindas de milenares tribos africanas.
África e Sul da África. Também é possível destacar a própria cor da pele dos africanos nessas duas
Norte da África: como o próprio nome já diz, é a área situada ao norte do regiões: os descendentes de árabes possuem uma tez clara, em grande parte,
continente e que vem a ser banhado pelo Mar Mediterrâneo, em sua maioria, enquanto que os africanos relacionados com as culturas tribais já têm uma cor mais
fazendo parte desta região cinco países. Também não se pode esquecer que ao sul negra.
desta região se encontra o deserto do Saara. Sendo assim, a África vem a ser o resultado de anos de ocupação e influência
Oeste da África: é uma região muito confusa do ponto de vista político. São das mais diversas culturas do mundo que remodelaram e transformaram seu
quinze nações que dividem um espaço caracterizado por áreas desérticas (Saara, ao continente num espaço diversificado e muitas vezes carente de recursos
norte) e florestas tropicais. Em sua economia local, a exploração de petróleo econômicos, por outro lado, suas belezas naturais são únicas e, por enquanto, estão
destaca-se com uma atividade bem atraente para os países. permanentes em todo seu território.
África Central: caracterizada pelos inúmeros conflitos da década de 90 que Divisão Física (localização) da África
marcaram profundamente a região, a África Central ficou conhecida no mundo pelos Norte da África Argélia, Egito, Líbia, Marrocos, Saara Ocidental e
conflitos no Zaire que o transformaram em República Democrática do Congo. Oito Tunísia
países fazem parte desta região, destacada por grandes florestas tropicais em razão Oeste da África Benin, Burkina Faso, Cabo Verde, Gâmbia, Gana,
de estar na latitude 0 do globo. Guiné, Guiné-Bissau, Libéria, Mali, Mauritânia, Níger,
Leste da África: também conhecida como “Chifre da África”, por sua forma Nigéria, Senegal, Serra Leoa e Togo
física do extremo leste africano, é uma área bem diversificada por ter países bem África Central Camarões, Congo, Gabão, Guiné Equatorial, República
estruturados e urbanizados, como é o caso do Quênia, e em contraponto a isto, Centro-Africana, República Democrática do Congo, São
existe à Somália e Etiópia, nações mergulhadas em problemas gerados pelas suas Tomé e Príncipe e Chade
guerras civis. Nesta região encontram-se dez países bem distintos, tantos nos Leste da África Burundi, Dijbuti, Eritréia, Etiópia, Quênia, Ruanda,
aspectos físicos como humanos. É na divisa entre Uganda, Tanzânia e Quênia que Somália, Sudão, Tanzânia e Uganda
existe o lago Vitória, que é considerado a nascente do rio Nilo. Sul da África África do Sul, Angola, Botsuana, Lesoto, Madagascar,
Sul da África: o extremo sul africano é representado pelas diferenças existente Malauí, Moçambique, Namíbia, Suazilândia, Zâmbia e
ente os onze países no campo sócio-econômico, principalmente, pois o contraste Zimbábue
entre a África do Sul, nação bem desenvolvida, se comparada aos outros países Divisão Sócio-Econômica da África
africanos, em relação aos demais é visivelmente percebido. Este país exerce um África “branca” Argélia, Dijbuti, Egito, Eritréia, Etiópia, Líbia, Mali,
poder centralizador nesta região, onde a economia é seu ponto forte. Observa-se Marrocos, Mauritânia, Níger, Saara Ocidental, Somália,
também uma diversidade natural neste espaço, em razão de possuir grandes vales Sudão e Tunísia.
África “negra” Benin, Burkina Faso, Cabo Verde, Gâmbia, Gana,
férteis e vastos desertos como o Kalahari, sendo no delta do Okavango (Botsuana)
_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Guiné, Guiné-Bissau, Libéria, Nigéria, Senegal, Serra Leoa, são países desenvolvidos e, em contraponto, os países da América Latina se
Togo, Camarões, Congo, Gabão, Guiné Equatorial, encontram nos níveis econômicos de subdesenvolvimento ou em processo de
República Centro-Africana, República Democrática do desenvolvimento.
Congo, São Tomé e Príncipe, Chade, Burundi, Quênia, Dessa forma, as classificações existentes nos facilitam interpretar e conhecer
Ruanda, Tanzânia, Uganda, África do Sul, Angola, melhor o continente americano, que é centralizador de grandes diferenças, seja nas
Botsuana, Lesoto, Madagascar, Malauí, Moçambique, características físicas ou humanas do seu território. Demonstrando que sua
Namíbia, Suazilândia, Zâmbia e Zimbábue extensão longitudinal baseia-se na regionalização do espaço, transformando este
continente numa região de inúmeras riquezas culturais e naturais.
Américas, Cinco Divisões em Um Continente As Américas – Divisão Física
Ao visualizarmos um mapa das Américas percebemos logo de início que é um América do Norte Canadá, Estados Unidos, Groenlândia e México.
continente muito extenso no sentido Norte – Sul. Em conseqüência, suas América Central Antígua e Barbuda, Bahamas, Barbados, Belize, Costa Rica,
características regionais são muito claras, sendo difícil de acreditar que temos neste Cuba, Dominica, El Salvador, Granada, Guatemala, Haiti,
mesmo espaço continental região tropicais e outras polares. Observamos também Honduras, Jamaica, Nicarágua, Panamá, República
uma significativa diferença nas questões sócio-econômicas aonde nações ricas Dominicana, Santa Lúcia, São Cristóvão e Névis, São Vicente
fazem fronteira com países mergulhados no caos econômico. Essas diversidades e Granadinas, Trinidad e Tobago.
América do Sul Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Guiana,
espaciais existentes no continente americanas tornam necessário uma
Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela.
regionalização sobre o mesmo, gerando assim cinco divisões em seu território.
As Américas – Divisão Humana
Abordagens Físicas
América Anglo- Canadá, Groenlândia e Estados Unidos.
Para facilitar a compreensão física do continente americano, observou-se que
Saxônica
ao longo das Américas existem duas distintas e visíveis cadeias de montanhas América Latina Antígua e Barbuda, Argentina, Bahamas, Barbados, Belize,
(Montanhas Rochosas, ao norte e Cordilheira dos Andes, ao sul) e no centro do Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Dominica,
continente há um “istmo” que une as duas partes (Norte e Sul). Em razão disto, El Salvador, Equador, Granada, Guatemala, Guiana, Haiti,
divide-se a América em três partes: América do Norte, América Central e América Honduras, Jamaica, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai,
do Sul. Essa divisão é muito difundida em todo o mundo, pois nós brasileiros nos Peru, República Dominicana, Santa Lúcia, São Cristóvão e
consideramos muito mais sul-americanos do que americanos em si. Esta Névis, São Vicente e Granadinas, Suriname, Trinidad e
classificação ordena os países americanos a partir de suas características naturais, Tobago, Uruguai e Venezuela.
onde os aspectos físicos são observados como maior diferencial entre as regiões.
Abordagens Humanas ANOTAÇÕES:
Por outro lado, caracterizar o continente americano a partir dos aspectos _______________________________________________________________
sócio-econômicos nos geram uma divisão totalmente adversa da anterior. Nesta __________________________________________________________________
abordagem classificamos a América em duas grandes partes: América Anglo- __________________________________________________________________
Saxônica e América Latina. Isto é resultado de uma análise sobre a __________________________________________________________________
cultura/colonização e economia local, pois como os Estados Unidos e o Canadá __________________________________________________________________
foram colonizados pelos ingleses (em grande parte) e os outros países da América __________________________________________________________________
sofreram a conquista e colonização dos espanhóis e portugueses, em sua maioria, __________________________________________________________________
foi possível dividir todo o continente nestas duas regiões. Ou seja, a América Anglo- __________________________________________________________________
Saxônica provém das culturas dos Saxões europeus e a América Latina dos __________________________________________________________________
europeus latinos. Atualmente podemos observar uma diferença também na questão __________________________________________________________________
econômica em razão de que os Estados Unidos e Canadá (América Anglo-Saxônica)
_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Apostila de Geografia – 2007 O chamado clima tropical atlântico predomina em praticamente toda a faixa
litorânea brasileira, estendendo-se desde o Rio Grande do Norte até o Rio Grande do
Parte III – DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS Sul. Tal clima tem por temperatura média anual uma faixa de variação entre 18 e
Tipos de Clima 26 C, possuindo índice pluviométrico médio variando em torno de 1.200 mm/ano. O
O Brasil, dada sua vasta extensão territorial, de dimensões continentais, quadro vegetal desta área é composto pela chamada Mata Atlântica, constituindo
possui uma tipologia climática variada. Além de sua extensão, outros fatores uma das áreas vegetais que mais sofreram com a devastação: a região do estado
influentes nos diversos climas brasileiros são as condições de temperatura, altitude, de São Paulo, detentora de 82% da Mata Atlântica original, se encontra atualmente
pressão e proximidade com o oceano. Esta grande diferenciação climática do país reduzida a ínfimos 5%.
resulta, por sua vez, em paisagens vegetais bastante variadas, o que faz do Brasil O chamado clima semi-árido estende-se pelos territórios correspondentes ao
um dos países detentores do ecossistema mais variado e complexo no mundo. sertão nordestino, incluindo o vale do Rio São Francisco, até o norte do estado de
O território brasileiro está dividido em faixas climáticas: 92% do território Minas Gerais. Os índices pluviométricos destas áreas são os mais baixos do país,
localiza-se entre a linha do Equador e o Trópico de Capricórnio. Portanto, pode-se apresentando um média inferior a 800 mm anuais. Em contrapartida, as
dizer que o clima brasileiro é predominantemente tropical, ainda apresentando temperaturas médias anuais correspondem às maiores no território brasileiro,
faixas equatoriais e sub-tropicais (zonas temperadas) distribuídos entre os 8% oscilando por cerca de 27 C. A vegetação correspondente a estas regiões é a
restantes do território. A predominância de altitudes mais baixas ao longo do caatinga, encerrando vegetais de feições retorcidas e espinhosas, com grande
território nacional acarretam em temperaturas mais elevadas. as temperaturas constância de plantas cactáceas.
médias predominantes são superiores a 20 C. A região de climas mais frios no Brasil corresponde à faixa territorial situada
Inicialmente, o Brasil é um dos únicos países no mundo a apresentar a abaixo do Trópico de Capricórnio , abrangendo os estados sulistas, com exceção do
chamada floresta equatorial (ao lado do Congo, na África), circunscrita ao clima norte do Paraná. O clima subtropical destas regiões apresenta temperaturas médias
equatorial. Este clima prevalece na região da Floresta Amazônica, apresentando inferiores a 20 C, com índice pluviométrico variando entre 2.000 e 1.500 mm
características como temperaturas médias que oscilam entre 24 e 26 C e índice anuais. Tal região circunscrita a essa faixa climática apresenta os invernos mais
pluviométrico de médias superiores a 2.500 mm/ano (o mais alto índice referente ao rigorosos do país, sobretudo nas áreas de maior altitude, onde inclusive podem
regime de chuvas do território brasileiro). A vegetação da área compreendida por ocorrer nevascas. A tipologia vegetal dominante constitui a chamada floresta de
este tipo de clima corresponde à chamada floresta equatorial (hiléia amazônica). araucária (zonas de altitude mais elevada) e ainda as gramíneas (zonas mais
O clima tropical atua nas regiões do Planalto Central, além de áreas do baixas, como os Pampas gaúchos e a Depressão Periférica). A mata das araucárias
nordeste e do sudeste brasileiros. Este clima é caracterizado por duas estações também sofreu grandes devastações, mas há a ocorrência de áreas de
quentes distintas por ano, apresentando temperatura média superior a 20 C. Quanto reflorestamento.
ao regime de chuvas, o índice pluviométrico anual varia entre os parâmetros de Dada a vasta extensão das regiões costeiras ou litorâneas no Brasil, o clima
1.000 e 1.500 mm/ano. A vegetação das áreas circunscritas a este tipo de clima é das diversas regiões brasileiras, de norte a sul, sofrem a influência das correntes
tipicamente de cerrado, apresentando arbustos de casca grossa e gramíneas. Já nas oceânicas atlânticas, sobretudo na própria faixa litorânea. As correntes que atuam
áreas adjacentes aos rios, há a presença constante de matas ciliares. de maneira mais direta nas variações climáticas brasileiras são a Equatorial Norte e
Nas regiões mais altas circunscritas pelos planalto atlântico no sudeste, e a corrente do Brasil (correntes quentes) e ainda a Corrente das Falklands/Malvinas
ainda na regiões ao sul de Mato Grosso do Sul e ao norte do Paraná, o clima (correntes frias).
predominante é o chamado tropical de altitude. Este tipo de clima é caracterizado Os Domínios Morfloclimáticos Brasileiros
pelas médias de temperatura oscilantes entre 18 e 22 C, apresentando um regime (segundo Aziz Ab’Saber)
de chuvas anuais cujo índice varia entre 1.000 e 1.500 mm/ano. A floresta de Dentre os diversos tipos de clima e relevo existente no Brasil, observamos que
araucárias (Serra do Mar e Serra da Mantiqueira) e a mata tropical predominam nas os mesmos mantêm grandes relações, sejam elas de espaço, de vegetação, de solo
regiões mais altas destas áreas descritas, enquanto nas demais regiões a mata entre outros. Caracterizando vários ambientes a longo de todo território nacional.
tropical encontra-se em estado avançado de devastação. Para entende-los, é necessário distinguir um dos outros. Pois a sua compreensão
_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
deve ser feita isoladamente. Nesse sentido, o geógrafo brasileiro Aziz Ab’Saber, faz 2,88 hab./km². Isto se deve ao fato da grande extensão territorial e dos difíceis
uma classificação desses ambientes chamados de Domínios Morfoclimáticos. Este acessos ao interior dessa área. Nesse sentido, o governo em 1970, fez o programa
nome, morfoclimático, é devido às características morfológicas e climáticas de ocupação populacional na região amazônica, com migrações oriundas do
encontradas nos diferentes domínios, que são 6 (seis) ao todo e mais as faixas de nordeste. A extração da borracha permitiu desenvolver esta área, antes inóspita
transição. Em cada um desses sistemas, são encontrados aspectos, histórias, economicamente, numa região de alta produtividade, seja ela econômica, cultural
culturas e economias divergentes, desenvolvendo singulares condições, como de ou social. Nessa época, muitas cidades foram afetadas com o crescimento gerado
conservação do ambiente natural e processos erosivos provocados pela ação pelo capital. O governo continuou auxiliando e orientando o desenvolvimento da
antrópica. Nesse sentido, este texto vem explicar e exemplificar cada domínio região e incorpora em Manaus a Suframa (Superintendência da Zona Franca de
morfoclimático, demonstrando sua localização, área, povoamento, condições bio- Manaus), que trouxe para a capital amazonense muitas indústrias transnacionais.
hidro-climáticas, preservação ambiental e economia local. Tanto foi a resposta desta “zona livre”, que antes da Zona Franca de Manaus, a
Os domínios morfoclimáticos brasileiros são definidos a partir das mesma cidade detinha uma população de 300 mil/hab e com a instalação desta
características climáticas, botânicas, pedológicas, hidrológicas e fitogeográficas; área, passou para 800 mil/hab. Outros projetos são instalados pelo governo federal
com esses aspectos é possível delimitar seis regiões de domínio morfoclimático. na região amazônica, como: o Projeto Jari, o Programa Calha Norte, o PoloNoroeste
Devido à extensão territorial do Brasil ser muito grande, vamos nos defrontar com e o Projeto Grande Carajás. Com isso, inicia-se a exploração mineral e vegetal da
domínios muito diferenciados uns dos outros. Esta classificação feita, segundo o Amazônia. Mas os resultados desses projetos foram pobres em sua maioria, pois
geógrafo Aziz Ab’Sáber (1970), dividiu o Brasil em seis domínios: com a retirada da vegetação natural o solo tornava-se inadequado ao cultivo da
I – Domínio Amazônico – região norte do Brasil, com terras baixas e agricultura.
grande processo de sedimentação; clima e floresta equatorial; Características Bio-Hidro-Climáticas e Fisiográficas
II – Domínio dos Cerrados – região central do Brasil, como diz o nome, Este domínio sofre grande influência fluvial, já que aí se encontra a maior
vegetação tipo cerrado e inúmeros chapadões; bacia hidrográfica do mundo – a bacia amazônica. A região passa por dois tipos de
III – Domínio dos Mares de Morros – região leste (litoral brasileiro), onde estações flúvio-climáticas, a estação das cheias dos rios e a estação da seca, porém
se encontra a floresta Atlântica que possui clima diversificado; esta última estação não interrompe o processo pluviométrico diário, só que em
IV – Domínio das Caatingas – região nordestina do Brasil (polígono das índices diferentes. O transporte existente também é influenciado pela enorme rede
secas), de formações cristalinas, área depressiva intermontanhas e de hidrográfica, enquanto que o rodoviário é quase inexistente. Assim, o transporte
clima semi-árido; fluvial e o aéreo são muito utilizados devido às facilidades encontradas neste
V – Domínio das Araucárias – região sul brasileira, área do habitat do domínio. Como se trata de uma floresta equatorial considerada um bioma
pinheiro brasileiro (araucária), região de planalto e de clima subtropical; riquíssimo, é de fundamental importância entendê-la para não desestruturar seu
VI – Domínio das Pradarias – região do sudeste gaúcho, local de coxilhas frágil equilíbrio. Devido à existência de inúmeros rios, a região sofre muita
subtropicais. sedimentação por parte fluvial, já que a precipitação é abundante (2.500 mm/ano),
I – Domínio Morfoclimático Amazônico& transformando a região numa grande “esponja” que detém altas taxas de umidade
Situação Geográfica no solo. Este mesmo solo é formado basicamente por latossolos, podzólicos e
Situado ao norte brasileiro, o domínio Amazônico é a maior região plintossolos, mas o mesmo não detém características de ser rico à vegetação
morfoclimática do Brasil, com uma área de aproximadamente 5 milhões km² – existente, na verdade, o processo de precipitação é o que torna este domínio
equivalente a 60% do território nacional – abrangendo os Estados: Amazonas, morfoclimático riquíssimo em floresta hidrófita e não o solo, como muitas pessoas
Amapá, Acre, Pará, Maranhão, Rondônia, Roraima, Tocantins e Mato Grosso. pensam que é o responsável por tudo isto. Valendo destacar os tipos de matas
Encontram-se como principais cidades desta região: Manaus, Belém, Rio Branco, encontradas na Amazônia, como: de iaipó – de regiões inundadas; de várzea – de
Macapá e Santarém. regiões inundadas ciclicamente e de terras altas – que dificilmente são inundadas.
Características do Povoamento As espécies de árvores encontradas nesta região são: castanaha-do-pará,
A região é pouco povoada, sua densidade demográfica é de aproximadamente seringueira, carnaúba, mogno, etc. (essas duas últimas em extinção); os animais:
_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
peixe-boi, boto-cor-de-rosa, onça-pintada; e a flora com a vitória régia e as Veadeiros, a fauna e flora ali situada, são de grande exuberância, tanto para pontos
diversas orquídeas. turísticos, como científicos. Vale destacar que é da região do cerrado que estão três
Com um grande processo de lixiviação encontrado na Amazônia, essa ação nascentes das principais bacias hidrográficas brasileiras: a Amazônica, a São-
torna o solo pobre levando todos os seus nutrientes pela força da capacidade do rio Franciscana e a Paranáica.
(correnteza). Mas esta riqueza diversa não deve ser confundida como grande Localizado na região central do Brasil, o Domínio Morfoclimático do Cerrado
potencialidade agrícola, pois com a retirada da vegetação nativa, transforma o solo detém uma área de 45 milhões de hectares, sendo o segundo maior domínio por
num grande alvo da erosão, devido as fortes chuvas ocorridas na região. A rede extensão territorial. Incluindo neste espaço os Estados: do Mato Grosso, do Mato
hidrográfica é outra fonte de potencialidade econômica da Amazônia, pois seus Grosso do Sul, do Tocantins (parte sul), de Goiás, da Bahia (parte oeste), do
leitos fluviais são de grande piscosidade, o que torna a área num importante Maranhão (parte sudoeste) e de Minas Gerais (parte noroeste). Encontrado ao longo
atrativo natural para o turismo, às indústrias pesqueiras e a população ribeirinha. de sua área cidades importantes como: Brasília, Cuiabá, Campo Grande, Goiânia,
Com um clima equatorial, sem muitas mudanças de temperatura ao longo do ano, a Palmas e Montes Claros.
região amazônica diferencia-se apenas nas épocas das chuvas (ou cheias dos rios) e Características do Povoamento
das secas. Assim esta primeira época faz com que os rios transbordem e nutram as Devido a sua localização geográfica ser no interior brasileiro, o povoamento e
áreas de terras marginais ao leito dos mesmos. Com um solo essencialmente a ocupação territorial nesta região era fraca, mas o governo federal vem a intervir
argiloso e a forte influência do escoamento fluvial, faz com que a Amazônia torna-se com os programas de políticas de interiorização do desenvolvimento nos anos 40 e
uma área de terras baixas, decapitando as formações existentes no seu substrato 50, e da política de integração nacional dos anos 70. A primeira é baseada,
rochosos. principalmente, na construção de Brasília e a segunda, nos incentivos aos grandes
Condições Ambientais e Economicamente Sustentáveis projetos agropecuários e extrativistas, além de investimentos de infra-estrutura,
Nos dias atuais é grande a devastação ambiental na Amazônia – queimadas, estradas e hidroelétricas. Com estes recursos, a região vem a atrair investidores e
desmatamentos, extinção de espécies, etc. – fazem com que a região e o mundo mão-de-obra, e conseqüentemente ocorre um salto no crescimento populacional de
preocupe-se com seu futuro, pois se trata da maior reserva florestal do globo. cada Estado, como no Mato Grosso que em 1940 sua população era de 430 mil/hab.
Ecologicamente a Amazônia está correndo muito perigo, devido ao grande atrativo e em 1970 vai para 1,6 milhões/hab. Tal foi à resposta destes programas, que nos
econômico natural que é encontrado nesta região, o equilíbrio é colocado muitas dias de hoje o setor agrícola do cerrado ocupa uma ótima colocação em produção,
vezes em risco. A exploração descontrolada faz com que as ideologias em virtude de migrações do sul do Brasil.
conservacionistas sejam deixadas de lado. As indústrias mineradoras geram Características Bio-Hidro-Climáticas e Fisiográficas
conseqüências incalculáveis ao ambiente e nos rios são despejados muitos produtos Centrada no planalto brasileiro, o domínio do cerrado é dividido pelas
químicos para esta exploração. A agricultura torna áreas de vegetação em solos de formações de chapadas que existem ao longo de sua extensão territorial, estas que
fácil erosividade e em resposta a tudo isso, gera-se um efeito “dominó” no meio são “gigantescos degraus” com mais de 500 metros de altura, formadas na era
ambiente, onde um é responsável e necessário para o outro. São poucas as geológica Pré-Cambriana, limitam o planalto central e as planícies – como a
atividades econômicas que não agridem a natureza. A extração da borracha, por Pantaneira. Com sua flora única, constituída por árvores herbáceas tortuosas e de
exemplo, era uma economia viável ecologicamente, pois necessitava da floresta aspecto seco, devido à composição do solo, deficiente em nutrientes e com altas
para o crescimento das seringueiras. Mas atualmente, esta exploração é quase rara, concentrações de alumínio, a região passa por dois períodos sazonais de
devido à falta de indústrias consumidoras. Nesse sentido, deverão ser tomadas precipitação, os secos e os chuvosos. Com sua vegetação rasteira e de campos
medidas de aprimoramento nas explorações existentes nesta região, para que limpos, o clima tropical existente nesta área, condiz a uma boa formação e um
deixem de causar imensas seqüelas ao ambiente natural. ótimo crescimento das plantas. Também auxiliado pela importante rede hidrográfica
II – Domínio Morfoclimático dos Cerrados da região, de onde são oriundas nascentes das três maiores bacias hidrográficas do
Situação Geográfica Brasil como foi destacado no início. Isto lhe dá uma imensa responsabilidade
Formado pela própria vegetação de cerrado, nesta área encontram-se as ambiental, pois denota a sua significativa conservação natural. Com um solo
formações de chapadas ou chapadões como a Chapada dos Guimarães e dos formado principalmente por latossolos, areais quartzosas e podzólicos; constituem
_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
assim um solo carente em nutrientes fertilizantes, necessitando de correção para exemplo, a maior concentração populacional do Brasil e a de melhor base
compor uma terra viável à agricultura. Observa-se também, que este mesmo solo econômica.
apresenta características à fácil erosividade devido às estações chuvosas que ali Características Bio-Hidro-Climáticas e Fisiográficas
ocorrem e principalmente a degradação ambiental descontrolada, estes processos Como o próprio nome já diz, é uma região de muitos morros de formas
fazem a remoção da vegetação nativa que tornam frágeis os horizontes “A” frente residuais e curtos em sua convexidade, com muitos movimentos de massa
aos problemas ambientais existentes, como a voçoroca. generalizados. Os processos de intemperismo, como o químico, são freqüentes,
Condições Ambientais e Ecologicamente Sustentáveis motivo pelo qual as rochas da região encontram-se geralmente em decomposição.
Em vista desses aspectos fisiográficos, o cerrado atraiu muita atenção para a Tem uma significativa gama de redes de drenagens, somados à boa precipitação
agricultura, o que lhe tornou uma região de grande produção de grãos como a soja existente (1.100 a 1.800 mm a/a e 5.000 mm a/a nas regiões serranas), que é
e agropastoril, com a ótima adaptação dos gados zebu, nelore e ibagé. Em virtude devido à massa de ar tropical atlântica (MATA) e aos ventos alísios de sudeste, que
disso, o solo nativo foi retirado e alterado por outra vegetação, condizendo a uma ocasionam as chuvas de relevo nestas áreas de morros. Assim, os efeitos de
maior facilidade aos processos erosivos, devido à falta de cobertura vegetal, seja ela sedimentação em fundos de vale e de colúvios nas áreas altas são muito intensos. A
gramínea ou herbácea. Nesse sentido, faz-se muito pouco pela preservação e vegetação natural é da mata chamada Atlântica, com poucas áreas nativas de suma
conservação das matas nativas – a não ser nas áreas demarcadas como reservas importância aos ecossistemas ali existentes. Sua flora e fauna são de grande
bio-ecológicas. Outra exploração ativa é a mineral, como o ouro e o diamante, respaldo ambiental e o solo é composto em sua maioria por latossolos e podzólicos,
donde decorre uma grande devastação à natureza. Dessa forma, os governos, sendo muito variável. A textura se contradiz de região para região, pois é
tanto federal, estadual ou municipal, deverão tomar decisões imediatas quanto à encontrado tanto um solo arenoso como argiloso. Como a sua extensão territorial
proteção do meio natural, pois deve ocorrer, sim, a exploração pastoril, agrícola e alarga-se entre Norte – Sul, seu clima dependerá da sua situação geográfica,
mineral dessa região, porém não se deve esquecer que para a efetiva existência diferenciando-se em: tropical, tropical de altitude e subtropical.
dessas economias o ambiente deverá ser prudentemente conservado. Condições Ambientais e Economicamente Sustentáveis
III – Domínio Morfoclimático de Mares de Morros Lembrando que foi colocado anteriormente em relação ao povoamento, essas
Situação Geográfica terras já estão sendo utilizadas economicamente há muitos anos. Decorrente disso,
Este domínio estende-se do sul do Brasil até o Estado da Paraíba (no observa-se uma considerável desgastação do solo que elucida uma atual
nordeste), obtendo uma área total de aproximadamente 1.000.000 km². Situado preservação das matas restantes. Esta região já sofreu muita devastação do homem
mais exatamente no litoral dos Estados do: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, e da sociedade e devem ser tomadas atitudes urgentes para sua conservação.
Paraná, de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, da Bahia, Sergipe, de Alagoas, Existem muitos programas, tanto do governo como privados, para a proteção da
de Pernambuco, da Paraíba; e no interior dos Estados, como: São Paulo, Rio de mata atlântica. Destaca-se por exemplo, a Fundação O Boticário (privado), que
Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo. Incluindo em sua extensão territorial cidades detém áreas de preservação ao ambiente natural e o SOS Mata Atlântica
importantes, como: São Paulo, Rio de Janeiro, Vitória, Salvador, Recife, Porto Alegre (governamental e privado). Neste sentido, a solução mais adequada para este
e Florianópolis. domínio, seria a estagnação de muitos processos agrícolas ao longo de sua área,
Características de Povoamento pois o solo encontra-se desgastado e com problemas erosivos muito acentuados.
Como encontra-se na região litorânea leste do Brasil, foi o primeiro lugar a ser Deixando assim, a terra “descansar” e iniciar um projeto de reconstituição à
descoberto e colonizado pelos portugueses – tanto que é em Porto Seguro, Bahia, vegetação nativa.
que atracou o navegante Pedro Álvares Cabral, descobrindo o Brasil. Com isso, a IV – Domínio Morfoclimático das Caatingas
primeira capital da colônia portuguesa na América foi Salvador, onde iniciaram-se os Situação Geográfica
processos de colonização e povoamento, respectivamente. É neste domínio que Situado no nordeste brasileiro, o domínio morfoclimático das caatingas
estão as duas maiores cidades brasileiras – São Paulo e Rio de Janeiro. Isto se deve abrange em seu território a região dos polígonos das secas. Com uma extensão de
a antiga constituição das duas cidades como centros econômicos, integradores, aproximadamente 850.000 km², este domínio inclui o Estado do Ceará e partes dos
culturais e políticos. Foram muitos os resultados desse povoamento, como por Estados da Bahia, de Sergipe, de Alagoas, de Pernambuco, da Paraíba, do Rio
_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Grande do Norte e do Piauí. Tendo como principais cidades: Crato, Petrolina, caracterizada por uma vegetação herbácea tortuosa, tendo como espécies: as
Juazeiro e Juazeiro do Norte. cactáceas, o madacaru, o xique-xique, etc.
Características do Povoamento Condições Ambientais e Economicamente Sustentáveis
Sendo uma das áreas junto ao domínio morfoclimático dos mares de morros, Devido o homem não intervir de significativa maneira em seu habitat, o
de colonização pelos europeus (portugueses e holandeses), sua história de ambiente natural da caatinga encontra-se pouco devastado. Sua região poderia ser
povoamento já é bastante antiga. A caatinga foi sempre um palco de lutas de ocupada mais a nível agrícola, em virtude do seu solo possuir boas condições de
independência, seja ela escravista ou nacionalista. A região tornou-se alvo de manejo, só necessitando de irrigação artificial. Assim, considerando os fatos
bandidos e fugitivos contrários ao Reinado Português e posteriormente ao Império apresentados, a caatinga teria condições de desenvolver-se economicamente com a
Brasileiro. Como o domínio das caatingas localiza-se numa área de clima seco, logo agricultura, que seria de suma importância para acabar com a miséria existente.
chamou a atenção dos mesmos para refugiarem-se e construírem suas “fortalezas”, Mas sem esquecer de utilizar os recursos naturais com equilíbrio, sendo feito de
chamados de cangaceiros. Com isso o processo de povoamento, instaurados nos modo organizado e pré-estabelecido à não causar desastres e conseqüências
anos 40 e 50, centrou-se mais em áreas próximas ao litoral, mas o governo federal ambientais futuros.
investiu em infra-estrutura na construção de barragens, açudes e canais fluviais, V – Domínio Morfoclimático das Araucárias
surgindo assim o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS). Situação Geográfica
Entretanto, o clima “desértico” da caatinga, prejudicou muito a ocupação Encontrado desde o sul paulista até o norte gaúcho, o domínio das araucárias
populacional nesta região, sendo que a caatinga continua sendo uma área ocupa uma área de 400.000 km², abrangendo em seu território cidades
preocupante no território brasileiro em vista do seus problemas sociais, que são importantes, como: Curitiba, Ponta Grossa, Lages, Caxias do Sul, Passo Fundo,
imensos. Valendo destacar que com todos esses obstáculos sociais e naturais da Chapecó e Cascavel.
caatinga, seus habitantes partem para migração em regiões como a Amazônia e o Características do Povoamento
sudeste brasileiro, chamada de migrações de transumância (saída na seca e volta A região das araucárias foi povoada no final do século XIX, principalmente por
na chuva). imigrantes italianos, alemães, poloneses, ucranianos etc. Com isto, os estrangeiros
Características Bio-Hidro-Climáticas e Fisiográficas diversificaram a economia local, o que tornou essa região uma das mais prósperas
Com o seu clima semi-árido, o solo só poderia ter características semelhantes. economicamente. Caracterizado por colônias de imigração estabelecidas pela
Sendo raso e pedregoso, o solo da caatinga sofre muito intemperismo físico nos descendência estrangeira, podemos destacar como principais pontos, as cidades de:
latossolos e pouca erosão nos litólicos e há influência de sais em solo, como: Blumenau – SC , colônia alemã; Londrina – PR, colônia japonesa; Caxias do Sul –
solonetz, solodizados, planossolos, solódicos e soonchacks. Segundo Ab´Saber, a RS, colônia italiana. Mas a vinda desses imigrantes não foi só boa vontade do
textura dos solos da caatinga passa de argilosa para textura média, outra governo daquela época. O Brasil tinha acabado de terminar a sua guerra com
característica é a diversidade de solos e ambientes, como o sertão e o agreste. Paraguai, que deixou muitas perdas em sua população, em virtude disso a solução
Mesmo tendo aspectos de um solo pobre, a caatinga nos engana, pois necessita foi atrair imigrantes europeus e asiáticos.
apenas de irrigação para florescer e desenvolver a cultura implantada. Tendo pouca Características Bio-Hidro-Climáticas e Fisiográficas
rede de drenagem, os mínimos rios existentes são em sua maioria sazonais ao Atualmente, a vegetação de araucária – chamada de pinheiro-do-Paraná, ou
período das chuvas, que ocorrem num curto intervalo durante o ano. Porém existe pinheiro-braseleiro – pouco resta, as indústrias de celulose e madeireiras da região,
um “oásis” no sertão nordestino, o Rio São Francisco, vindo da região central do fizeram um extrativismo descontrolado que resultou no desaparecimento total em
Brasil, irriga grandes áreas da caatinga, transformando suas margens num solo algumas áreas. Sua condição de arbórea, geralmente com mais de 30 m de altura,
muito fértil – semelhante o que ocorre com as áreas marginais ao Rio Nilo, no Egito. condiz a um solo profundo, em virtude de suas raízes estabelecerem a sustentação
Neste sentido, comprova-se que a irrigação na caatinga pode e deve ser feita com da própria árvore. A região das araucárias encontra-se no planalto meridional onde
garantia de bons resultados. Outro fato que chama a atenção, é a vegetação a altitude pode variar de 500 metros até cerca de 1.200 m. Isso evidencia um clima
sertaneja, pois ela sobrevive em épocas de extrema estiagem e em razão disso sua subtropical em toda sua extensão que mantém uma boa relação com a precipitação
casca é dura e seca, conservando a umidade em seu interior. Assim, a região é existente nesse domínio, variando de 1.200 a 1.800 mm. Nesse sentido, a região
_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
identifica-se com uma grande rede de drenagem em toda a sua extensão territorial. Como é uma área também chamada de pradarias mistas, o solo condiz ao
O solo é formado principalmente por latossolos brunos e também é encontrado mesmo. Segundo Ab’Saber, que o caracteriza como diferente de todos os outros
latossolos roxos, cambissolos, terras brunas e solos litólicos. Com estas domínios morfoclimáticos, existindo o paleossolo vermelho e o paleossolo claro,
características, o solo detém uma alta potencialidade agrícola, como: milho, feijão, sendo de clima quente e frio. Denominado um solo jovem, devido guardar materiais
batata, etc. As morfologias do relevo se destacam por uma forte ondulação até um ferrosos e primários, sua coloração vêem a ser escura. Estabelecido por um clima
montanhoso, o que o representa num solo de fácil adesão a processos erosivos, subtropical com zonas temperadas úmidas e sub-úmidas, a região é sujeita a sofrer
iniciados pela degradação humana e social. alguma estiagem durante o ano. Sua amplitude térmica alcança índices elevados,
Condições Ambientais e Economicamente Sustentáveis como em Uruguaiana, considera a mais alta do Brasil, com 7° a/a. Isto evidencia
Percebe-se atualmente que esta arbórea quase desapareceu dessa região, suas limitações agrícolas, pois o solo é pouco espesso e têm indícios de
devido à descontrolada exploração da araucária para produção de celulose. pedrugosidade. Assim, caracteriza-o a uma atividade pastoril de bovinos e ovinos.
Felizmente, medidas foram tomadas e hoje a araucária é protegida por lei estadual Com a utilização do solo sem controle, denota-se um sério problema erosivo que
no Paraná. Mas os questionamentos ambientais não estão somente na vegetação. origina as ravinas e posteriormente as voçorocas. Esse processo amplia-se
Devido este solo ser utilizado há anos vêem a ocorrer uma erosividade considerada. rapidamente e origina o chamado deserto dos pampas. A drenagem existente é
Em virtude do mesmo, surge a técnica de manejo agrícola chamada plantio direto, perene com rios de grande vazão, como: Rio Uruguai, Rio Ibicuí e o Rio Santa Maria.
que evidencia uma proteção ao solo nu em épocas de pós-safra. Nesse sentido, o Condições Ambientais e Economicamente Sustentáveis
domínio morfoclimático das araucárias, que compreende uma importante área no O domínio morfoclimático das Pradarias detém importantes reservas
sul brasileiro, detém um nível de conservação e reestruturação vegetal considerável. biológicas, como a do Parque Estadual do Espinilho (Uruguaiana e Barra do Quarai)
Mas não se deve estagnar esse processo positivo, pois necessitamos muito dessas e a Reserva Biológica de Donato (São Borja). As condições ambientais atuais fora
terras férteis que mantém as economias locais. desses parques, são muito preocupantes. Com o início da formação de um deserto
VI – Domínio Morfoclimático das Pradarias que tende a crescer anualmente, essa região está sendo foco de muitos estudos e
Situação Geográfica projetos para estagnar esse processo. Devido ao mau uso da terra pelo homem,
Situado ao extremo sul brasileiro, mais exatamente a sudeste gaúcho, o como a monocultura e as queimadas, essas darão origem as ravinas, que por sua
domínio morfoclimático das pradarias compreende uma extensão, segundo vez farão surgir às voçorocas. Como o solo é muito arenoso e a morfologia do relevo
Ab’Saber, de 80.000 km² e de 45.000 km² de acordo com Fontes & Ker – UFV. é levemente ondulado, rapidamente os montantes de areia espalham-se na região
Tendo como cidades importantes em sua abrangência: Uruguaiana, Bagé, Alegrete, ocasionados pela ação eólica. Em virtude a tudo isso, poucas medidas estão sendo
Itaqui e Rosário do Sul. tomadas, exceto os estudos feitos. Assim, as autoridades locais deverão estar
Características do Povoamento alerta, para que esse processo erosivo tenha um fim antes que torne toda as
Território mãe da cultura gauchesca, suas tradições ultrapassam gerações, pradarias num imenso deserto.
demonstrando a força da mesma. Caracterizado por um baixo povoamento, a região Faixas de Transições
destaca-se grandes pelos latifúndios agropastoris, que são até hoje marcas Encontrados entre os vários domínios morfoclimáticos brasileiros, as faixas de
conhecidas dos pampas gaúchos. Os jesuítas iniciaram o povoamento com a transições são: as Zonas dos Cocais, a Zona Costeira, o Agreste, o Meio-Norte, as
catequização dos índios e posteriormente surgem as povoações de charqueadas. Pradarias, o Pantanal e as Dunas. Espalhadas por todo o território nacional,
Passando por bandeirantes e tropeiros, as pradarias estagnam esse processo (ciclo constituem importantes áreas ambientais e econômicas.
do charque) com a venda de lotes de terras para militares, pelo governo federal. Faixas de Transição Nordestinas
Devido à proximidade geográfica com a divisão fronteiriça de dois países (Argentina A zona dos cocais, representa uma importante fonte de renda à população
e Uruguai), ocorreram várias tentativas de anexação dos pampas a uma destas nordestina, pois é nessa área principalmente, que se faz à extração dos cocos. A
nações – devido aos tratados de Madrid e de Tordesilhas. Mas as tentativas foram zona costeira detém outra característica, é uma importante região ambiental, onde
inválidas, hoje os pampas continuam sendo parte do território brasileiro. se encontra a vegetação de mangue, que constitui um bioma riquíssimo em
Características Bio-Hidro-Climáticas e Fisiográficas decomposição de matéria. Outra faixa de transição é o agreste, que é responsável
_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
pela produção de alimentos para o nordeste, como: leite, aves, sisal, entre outras _______________________________________________________________
matérias primas para indústrias. No litoral cearense, encontra-se as dunas, que é __________________________________________________________________
uma região de montantes de areias depositados pela ação dos ventos e de __________________________________________________________________
constante remodelação. __________________________________________________________________
O meio-norte se estabelece entre a caatinga do sertão e a Amazônia __________________________________________________________________
(Maranhão e Piauí). Com uma diversidade de vegetação como cerrado e matas de __________________________________________________________________
cocais, o meio-norte detém sua economia na pecuária bovina, chamada de pé-duro __________________________________________________________________
e na criação do jegue. A carnaúba e o óleo de babaçú são outras fontes de __________________________________________________________________
extrativismo. Sem esquecer que todas estas zonas demonstradas situam-se na __________________________________________________________________
região nordestina brasileira. __________________________________________________________________
Faixa de Transição da Região Sul Brasileira __________________________________________________________________
Na região sul, encontra-se a zona de transição das Pradarias, que se situa __________________________________________________________________
entre os domínios morfoclimáticos da Araucária e das Pradarias. São geralmente __________________________________________________________________
campos acima de serras e são encontradas vegetações do tipo araucárias, de __________________________________________________________________
campo, floresta e cerrado. Assim, os sistemas naturais situados nessa região, são __________________________________________________________________
de fundamental importância para o meio natural envolvente a ela. __________________________________________________________________
Faixa de Transição – Pantanal __________________________________________________________________
O pantanal é uma das principais zonas de transição encontrada no Brasil. Ele é __________________________________________________________________
um complexo ambiental de suma importância, pois compreende uma grande __________________________________________________________________
diversidade de fauna e flora. Situado em regiões serranas e em terras altas, o __________________________________________________________________
pantanal é considerado um grande reservatório de água, devido encontrar-se numa __________________________________________________________________
depressão entre várias montanhas. Sua rede fluvial é composta por rios, como: __________________________________________________________________
Cuiabá, Taquari, Paraguai etc, sendo considerados rios perenes. __________________________________________________________________
Como o pantanal passa por duas estações climáticas durante o ano, a seca e __________________________________________________________________
as cheias dos rios, essa região detém características e denominações únicas, como: __________________________________________________________________
“cordilheira” – que significa áreas mais altas, onde não sofrem alagamentos __________________________________________________________________
(pequenas elevações); salinas – regiões deprimidas que se tornam lagoas rasas e __________________________________________________________________
salgadas com as cheias dos rios; barreiros – são os depósitos de sal após a seca das __________________________________________________________________
salinas; caixas – canais que ligam lagoas, existindo somente durante as inundações; __________________________________________________________________
e vazante – cursos d´aguas existente durante as épocas das chuvas. Com tudo, o __________________________________________________________________
pantanal sofre conseqüências ambientais como a exploração mineral, que poluem __________________________________________________________________
intensamente os rios – considerados como os responsáveis pela existência da __________________________________________________________________
biodiversidade da região. A pecuária e a utilização de enormes monoculturas, fazem __________________________________________________________________
o despejo de uma grande quantidade de agrotóxicos aos rios. __________________________________________________________________
Nesse sentido, a preservação dessas zonas de transição são consideradas de __________________________________________________________________
suma importância para a existência dos domínios morfoclimáticos brasileiros. Pois __________________________________________________________________
eles estabelecem uma relação direta com a fauna, flora, hidrografia, clima e __________________________________________________________________
morfologia, conservando o equilíbrio dos frágeis sistemas ecológicos. __________________________________________________________________
ANOTAÇÕES: __________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Apostila de Geografia – 2007 concentração de renda, entre outros. Os mapas, por sua representação plana, não
representam fielmente um mundo geóide como a Terra, o que levou cartógrafos a
Parte IV – CARTOGRAFIA E RELEVO conceberem globos, que imitam a forma da Terra.
Cartografia Os mapas mais comuns são os políticos e topográficos, o primeiro
A arte de traçar mapas começou com os gregos que, no século VI a.C., em representando graficamente os continentes e as fronteiras entre os países e o
função de suas expedições militares e de navegação, criaram o principal centro de segundo representando o relevo em níveis de altura (normalmente também
conhecimento geográfico do mundo ocidental. O mais antigo mapa já encontrado foi incluindo os rios mais importantes). Para desenhar mapas cartográficos depende-se
confeccionado na Suméria, em uma pequena tábua de argila, e representa um de um sistema de localização com longitudes e latitudes, uma escala, uma projeção
Estado. A confecção de um mapa normalmente começa a partir da redução da e símbolos. Hoje em dia, boa parte do material necessário ao cartógrafo é obtido de
superfície da Terra em seu tamanho. Em mapas que figuram a Terra por inteiro em sensoriamento remoto com foto de satélite ou aerofotometria. No projeto RADAM -
pequena escala, o globo se apresenta como a única maneira de representação que mapeou o Brasil nas décadas de 70 e 80 - usou-se mais de aerofotometria e os
exata. A transformação de uma superfície esférica em uma superfície plana, recebe primeiros mapas novos do país estarão saindo do IBGE em 1996. O departamento
a denominação de projeção cartográfica. de cartografia da ONU é responsável pela manutenção do mapa mundial oficial em
Cartografia, portanto, é a arte e ciência de graficamente representar um área escala 1/1.000.000 e todos os países enviam seus dados mais recentes para este
geográfica em uma superfície plana como em um mapa ou gráfico (normalmente no departamento.
papel ou monitor). As representações de área podem incluir superimposições de
Classificação dos mapas ou cartas
diversas informações sobre a mesma área através de símbolos, cores, entre outros.
De acordo com a escala, os mapas ou cartas podem ser:
A Cartografia data da pré-história quando era usada para delimitar territórios
• Cartas cadastrais ou plantas. Quando se destinam à representação de
de caça e pesca. Na Babilônia os mapas do mundo eram impressos em madeira num
pequenas áreas, cidades, bairros, fazendas, conjuntos residenciais etc.,
disco liso, mas foram Eratosthenes de Cirene e Hiparco (século III a.C.) que
porém com elevado grau de detalhamento e de precisão. É o caso de
construíram as bases da moderna cartografia com um globo como forma e um
plantas urbanas, de grande utilidade para as autoridades governamentais
sistema de longitudes e latitudes. Ptolomeu desenhava os mapas em papel com o
na administração (cadastramento) e planejamentos urbanos. São cartas de
mundo dentro de um círculo, sendo imitado na maioria dos mapas feitos até a Idade
grande escala, normalmente de 1:500 até 1:10.000.
Média. Foi só com a era dos descobrimentos que os dados coletados durante as
• Mapas ou cartas topográficas. Quando mostram a características ou os
viagens tornaram os mapas mais exatos.
elementos naturais e artificiais da paisagem com um certo grau de precisão
Com a descoberta do novo mundo, a cartografia começou a trabalhar com
ou de detalhamento parte de uma região ou estado . Podem mostrar uma
projeções de superfícies curvas em impressões planas. A mais usada e conhecida é
determinada (etc.). São de média relevo, acidentes naturais, obras
a projeção Mercator.
realizadas pelo homem escala, normalmente de 1:25.000 a 1:250.000.
Hoje em dia a cartografia é feita através de fotometria e de sensoriamento
remoto por satélite e, com a ajuda de computadores, mais informações podem ser • Mapas ou cartas geográficas. Quando mostram as características ou
visualizadas e analisadas pelos geógrafos, fazendo mapas que chegam a ter elementos geográficos gerais de uma ou mais regiões, país ou continente
precisão de até 1 metro. ou mesmo do mundo, o que exige o emprego de escalas pequenas (de
Mapas 1:500.000 a 1:1.000.000 ou menos).
A localização de qualquer lugar na Terra pode ser mostrado num mapa. Mapas Coordenadas Geográficas: Paralelos e Meridianos
são normalmente desenhados em superfícies planas em proporção reduzida do local O movimento de rotação da Terra ao redor de seu eixo proporciona dois
da Terra escolhido. Nenhum mapa impresso consegue mostrar todos os aspectos de pontos naturais - os pólos - nos quais está baseada a chamada rede geográfica,
uma região. Mapas em contraposição a foto aéreas e dados de satélite podem que consiste em linhas destinadas a fixar a posição dos pontos da superfície. A rede
mostrar muito mais do que apenas o que pode ser visto. Podem mostrar, por geográfica consta de um conjunto de linhas traçadas de norte a sul unindo os pólos
exemplo: concentração populacional, diferenças de desenvolvimento social, - os meridianos - e um conjunto de linhas traçadas de leste a oeste paralelas ao
equador - os paralelos.
_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Meridianos globo é medida na direção leste ou oeste a partir deste meridiano, pelo caminho
Todos os meridianos são semicírculos máximos, cujos extremos coincidem mais curto. Portanto, a longitude deve oscilar entre zero e 180 graus, tanto a leste
com os pólos norte e sul da Terra. Ainda que seja correto que o conjunto de dois quanto a oeste de Greenwich.
meridianos opostos constituam um círculo máximo completo, é conveniente Conhecendo-se somente a longitude de um ponto não podemos determinar
recordar que um meridiano é só um semicírculo máximo, e que é um arco de 180º. sua situação exata, porque o mesmo valor da longitude corresponde a todo um
Outras características dos meridianos são: meridiano. Por esta razão, pode definir-se um meridiano como o lugar geométrico
1. Todos os meridianos tem direção norte-sul; de todos os pontos que têm a mesma longitude. Para a longitude 77º03'41" W,
2. Os meridianos têm sua máxima separação no equador e convergem em direção pode ler-se "longitude 77 graus, três minutos e quarenta e um segundos oeste de
aos dois pontos comuns nos pólos; Greenwich".
3. O número de meridianos que se pode traçar sobre o globo é infinito. Assim pois, Latitude
existe um meridiano para qualquer ponto do globo. Para sua representação em A latitude de um lugar pode ser definida como o arco de meridiano, medido
mapas os meridianos se selecionam separados por distâncias iguais adequadas. em graus, entre o lugar considerado e o equador. Portanto, a latitude pode oscilar
Paralelos entre zero grau no equador até 90 graus norte ou sul nos pólos. A latitude de um
Os paralelos são círculos menores completos, obtidos pela intersecção do lugar, que se escreve latitude 34º10'31" N, pode ler-se "latitude 34 graus, 10
globo terráqueo com planos paralelos ao equador. Possuem as seguintes minutos e 31 segundos norte".
características: Desta forma: Quando se conhecem a longitude e a latitude de um lugar, pode
1. Os paralelos são sempre paralelos entre si. Ainda que sejam linhas circulares, localizar-se este lugar de uma maneira exata e precisa com respeito à rede
sua separação é constante. geográfica.
2. Os paralelos vão sempre em direção leste-oeste. Elementos de um mapa
3. Os paralelos cortam os meridianos formando ângulos retos. Isto é, correto para A confecção de um mapa é uma tarefa de certa complexidade. Abrange um
qualquer lugar do globo, exceto para os pólos, uma vez que neles a curvatura dos conjunto de operações que vão desde os levantamentos no próprio terreno e a
paralelos é muito acentuada. análise de documentação (fotos aéreas, por exemplo) até o estudo de expressões
4. Todos os paralelos, com exceção do equador, são círculos menores. O equador é gráficas (legendas etc.) e outros aspectos. Os mapas modernos são elaborados
um círculo máximo completo. com o auxílio de instrumentos e recursos muito avançados, tais como fotografias
5. O número de paralelos que se pode traçar sobre o globo é infinito. Por aéreas, satélites artificiais e computadores.
conseguinte, qualquer ponto do globo, com exceção do pólo norte e do pólo sul, Os elementos de um mapa são: escala, projeções cartográficas, símbolos ou
está situado sobre um paralelo. convenções e título.
Longitude Escala
O sistema empregado para localizar pontos sobre a superfície terrestre consiste em Como o mapa é infinitamente menor que a Terra, necessitamos de uma escala
medir as longitudes de arco ao longo dos meridianos e paralelos. Tomando o para indicar a proporção entre ele e o nosso planeta. A escala nos informa quantas
equador como linha de partida, os arcos são medidos em direção ao norte ou em vezes o objeto real (no caso a Terra ou parte dela) foi reduzido em relação ao
direção ao sul até os pontos desejados. Tomando um meridiano determinando ou mapa. Em outras palavras, escala é a relação entre a distância ou comprimento no
meridiano principal, como linha de referência, os arcos são medidos em direção a mapa e a distância correspondente na Terra. Por exemplo: um mapa do Brasil na
leste ou a oeste até os pontos desejados. escala 1:5.000.000 significa que as distâncias (ou proporções) reais do Brasil
A longitude de um lugar pode definir-se como o arco de paralelo, medido em sofreram uma redução de 5 milhões de vezes em relação ao mapa, ou seja, nessa
graus, entre tal lugar e o meridiano principal. Está quase universalmente aceito escala 1 cm no mapa corresponde a 5 milhões de cm (ou 50 km) no lugar real.
como meridiano principal o que passa pelo Observatório de Greenwich, perto de Quando vamos elaborar um mapa devemos primeiramente determinar em que
Londres, a que freqüentemente se designa como meridiano de Greenwich. A este escala ele será construído. Se quisermos, por exemplo, construir um mapa do
meridiano corresponde a longitude 0º. A longitude de qualquer ponto dado sobre o Brasil numa folha de papel de 1 m2, a escala mais apropriada será a de
_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
1:5.000.000, porém se a folha de papel for de 20 cm2, a escala mais adequada De acordo com a finalidade ou tipo de usuário a que se destinam, os mapas ou
será a de 1:25.000.000. cartas podem ser classificados em:
Entretanto devemos lembrar que a riqueza de detalhes do mapa é • Gerais. Quando se destinam ao público em geral, isto é, quando atendem
diretamente proporcional à escala, ou seja, quanto maior for a escala, maior a aos diversos tipos de usuários. Geralmente são mapas de pequena escala.
riqueza de detalhes. A mostra o Brasil em três escalas diferentes. Nesse caso, Por exemplo: mapas de grandes regiões, de países, de continentes e
quanto menor for a escala, menor o tamanho do mapa e conseqüentemente menor mapas-múndi.
a riqueza de detalhes. • Especiais. Quando se destinam a determinadas pessoas ou grupos
Existem os seguintes tipos de escalas: (profissionais), isto é, são mapas mais específicos ou técnicos e geralmente
• Numérica. Trata-se de uma fração ou proporção que estabelece a relação de grande escala. Por exemplo: mapas políticos, econômicos, científicos,
entre a distância ou comprimento no mapa e a distância correspondente no cartas náuticas, aéreas e cadastrais.
terreno. Por exemplo: se um determinado mapa estiver na escala • Temáticos. Quando se destinam ao estudo, análise e pesquisa de
1:200.000 (um por duzentos mil), isso significa que cada unidade de determinados temas como Geologia, Pedologia, Demografia etc.
distância no mapa (1 cm, por exemplo) corresponde a 200 mil unidades Fusos Horários
(200 mil cm, no caso) no terreno, ou seja, 1 cm no mapa é igual a 200 mil Compreende a área que, em qualquer da faixa teoricamente limitada por
cm no terreno. A escala numérica pode ser apresentada de três formas dois meridianos, conserva a mesma hora referida ao meridiano de origem.
diferentes: Cada fuso tem, geralmente, 15º de longitude, cujo centro é um meridiano
1 cuja longitude é exatamente divisível por 15º. Como o círculo terrestre tem 360º, e
ou 1:200.000 ou 1/200.000 o movimento de rotação é executado em 24 horas, temos 360 ÷ 24 = 15, o que
200.000 significa que cada hora do Globo se acha situada numa faixa de 15º.
Os fusos são referidos ao Meridiano Internacional de Origem (0º - Greenwich),
• Gráfica. Apresenta-se sob a forma de segmento de reta graduado. Por bem como ao antimeridiano (180º), em torno do qual está a Linha de Mudança de
exemplo: Data.
Escala Gráfica Devido ao movimento do planeta, do ocidente para o oriente, de 0º a 180º
0 100 200 (este ou leste), as horas aumentam, e de 0º a 180º (oeste ou west) diminuem. De
|________|________| Londres a Brasília são três fusos. Assim, quando é meio-dia em Londres, são 9
Nesse caso a reta Km
foi seccionada em duas partes iguais, cada uma medindo 1 horas em Brasília. Por outro lado, havendo quatro fusos entre Londres e Teerã, por
cm. Significa que cada uma das partes no mapa (1 cm) corresponde 10.000.000 exemplo, meio-dia em Londres equivale a 16 horas em Teerã.
cm ou 100 km no terreno. O sistema de fusos horários foi estabelecido pelo Decreto nº 2.784, de 18 de
Cartografia, a arte de compor mapas junho de 1913, o qual define, igualmente a hora legal, a qual, também chamada
A cartografia tem por finalidade básica a elaboração de cartas ou mapas a hora oficial, é o intervalo de tempo igual para um determinado fuso horário. Já
partir de um conjunto de operações científicas, técnicas e artísticas. As cartas ou hora local é a hora referida a um meridiano local, comparada com a hora referida
mapas, por sua vez, nada mais são do que superfícies planas onde a terra se acha ao meridiano dum fuso horário, ou o meridiano de Greenwich.
total ou parcialmente representada.
O desenvolvimento da cartografia moderna decorreu principalmente das
grandes navegações oceânicas (séculos XV e XVI) e em particular da contribuição
dada pela Escola de Sagres (formação de pilotos e cartógrafos, aperfeiçoamento
das caravelas, do astrolábio e das cartas de navegação). Entretanto o impulso
definitivo ao desenvolvimento da Cartografia deu-se a partir de 1569, com a
criação da famosa projeção cilíndrica de Mercátor.
_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

De igual maneira, muitos países resolvem as suas diferenças horárias


conforme as suas peculiaridades e interesses. Exemplo disso é o caso da Argentina,
É preciso que se saiba que a hora de cada fuso tem, em seus meridianos, que teoricamente, se acha no fuso de quatro horas, mas que resolveu ficar situada
limites teóricos. Em outras palavras, a hora é aparente. Nem sempre uma linha no fuso de três horas, igual ao tempo de Brasília.
imaginária, sobre um país, pode marcar, sem embaraços, um limite-horário Globo Terrestre
indiscutível. Senão, vejamos: o meridiano de 45º que marca, no Brasil, o fuso de Apesar de não ser o método mais utilizado de representação da Terra, é o que
três horas, cortaria, no seu limite oriental, os Estados do Ceará, Rio Grande do mais se aproxima da realidade, porque:
Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Sergipe, o que significaria, para cada um • sua forma é muito semelhante à da Terra;
destes Estados, uma diferença horária ao longo do meridiano de 45º. Dados os • mostra os continentes, oceanos e outros importantes acidentes geográficos
problemas que resultariam daí, para facilitar a questão, convencionou-se, neste da Terra;
caso, que o fuso de duas horas, o qual engloba as ilhas oceânicas do Brasil, não
• traz as coordenadas geográficas (paralelos e meridianos);
incorpore aquela parte do continente, entregando-a ao fuso de três horas.
• possibilita a simulação dos movimentos de rotação e translação da Terra e a
igualmente, esse meridiano de 45º, no seu limite ocidental, cortaria o Amapá, o
conseqüente compreensão da sucessão dos dias e das noites, das estações
Pará, Mato Grosso, Goiás , o Paraná, Santa Catarina e o Rio Grande do Sul. Ficou
do ano, dos fusos horários etc.
também convencionado que o limite coerente dos fusos de três e quatro horas
Por outro lado, o globo terrestre possui alguns inconvenientes, como pequena
deveria passar pela linha que, de norte para sul, deixando todo o Amapá para este,
quantidade de informações e de detalhes, devido a seu reduzido tamanho; se
e, em seguida seguindo pelo rio Xingu até encontrar a geodésica que divide o Pará
construído em tamanhos muitos grandes, torna-se caro e de difícil manuseio.
e Mato Grosso, continuando por esta divisória até o rio Araguaia, pelo qual
Projeções Cartográficas
prosseguiria, deixando os Estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul para o fuso
Projeção cartográfica é a representação de uma superfície esférica (a Terra)
de quatro horas e, finalmente, cedendo os Estados do Paraná, de Santa Catarina e
num plano (o mapa), ou seja, trata-se de um "sistema plano de meridianos e
do Rio Grande do Sul para o fuso de três horas.
paralelos sobre os quais pode ser desenhado um mapa" (Erwin Raisz. Cartografia
geral. P. 58).
O grande problema da cartografia consiste em ter de representar uma
superfície esférica num plano, pois, como é sabido, a esfera é um sólido não-
desenvolvível, isto é, não-achatável ou não planificável. Assim, sempre que
achatarmos uma esfera, necessariamente ela sofrerá alterações ou deformações.
Experimente, por exemplo, cortar uma laranja ao meio e depois pressionar
(achatar) uma dessas partes sobre uma superfície plana.
Isso quer dizer que todas as projeções apresentam deformações, que podem
_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
ser em relação às distâncias, às áreas ou aos ângulos. Assim, cabe ao cartógrafo Projeção interrompida de Goode
escolher o tipo de projeção que melhor atenda aos objetivos do mapa. A projeção interrompida ou descontínua do professor norte-americano Paul
A maior parte das projeções hoje existentes deriva dos três tipos ou métodos Goode é um tipo diferenciado de projeção idealizado pelo autor com a finalidade
originais, a saber: cilíndricas, cônicas e planas ou azimutais. principal de mostrar a equivalência das massas continentais e oceânicas. Para
A projeção cilíndrica resulta da projeção dos paralelos e meridianos sobre um tanto, os mapas que apresentam esse tipo de projeção trazem as referidas massas
cilindro envolvente, que é posteriormente desenvolvido (planificado). Esse tipo de interrompidas ou descontínuas.
projeção: Recursos utilizados na confecção dos mapas
• apresenta os paralelos retos e horizontais e os meridianos retos e verticais; Sensoriamento remoto e Cartografia
• acarreta um crescimento (deformação) exagerado das regiões de elevadas A partir do momento em que, pela primeira vez, uma pequena porção da
latitudes; superfície terrestre foi fotografada com a ajuda de um balão em 1858 (na França),
• é o mais utilizado para a representação total da Terra (mapas-múndi). o sensoriamento remoto apresentou um espetacular desenvolvimento.
Recentemente, com o emprego do radar e dos satélites artificiais, o sensoriamento
A projeção cônica resulta da projeção do globo terrestre sobre um cone, que
remoto tem contribuído enormemente para o desenvolvimento de diversos campos
posteriormente é planificado. Esse tipo de projeção:
do conhecimento, tais como Geologia, Geografia, Geomorfologia, Oceanografia,
• apresenta paralelos circulares e meridianos radiais, isto é, retas que se
Meteorologia, Cartografia e outros.
originam de um único ponto;
O sensoriamento remoto nada mais é do que "um recurso técnico para
• é usado principalmente para a representação de países ou regiões de
ampliar os sentidos naturais do homem", ou seja, " é um dispositivo ou
latitudes intermediárias, embora possa ser utilizado para outras latitudes.
equipamento [câmara fotográfica, radar] que capta e registra, sob a forma de
A projeção azimutal resulta da projeção da superfície terrestre sobre um plano
imagens, a energia refletida ou emitida pelas áreas, acidentes, objetos e
a partir de um determinado ponto (ponto de vista). De acordo com Erwin Raisz
acontecimento do meio ambiente, incluindo os acidentes naturais e culturais"
(famoso cartógrafo americano), as projeções azimutais são de três tipos: polar,
(Cêurio de Oliveira. Curso de Cartografia Moderna, p. 83).
equatorial e oblíqua. Elas são utilizadas para confeccionar mapas especiais,
Quanto à fonte de radiação (fonte emissora de energia), os sensores são
principalmente os náuticos e aeronáuticos.
classificados em passivos e ativos. São passivos quando dependem de uma fonte
Vejamos, a seguir, alguns dos mais conhecidos tipos de projeção cartográfica.
de radiação externa ou natural, como o Sol e a Terra. Nesse caso estão, por
Projeção de Mercátor
exemplo, os radiômetros, que registram a radiação emitida pelas diferentes
Idealizada no século XVI, a projeção cilíndrica de Mercátor tornou-se a
superfícies e substâncias (solo, água etc.) e as câmaras fotográficas, que captam a
preferida dos navegantes por ser a única em que as direções podiam ser traçadas
radiação solar refletida.
em linha reta sobre o mapa.
São do tipo ativo quando não dependem de fonte de energia externa, isto é,
Nessa projeção, os paralelos e os meridianos são linhas retas que se cruzam
são sensores que possuem sua própria fonte de energia. É o caso, por exemplo,
formando ângulos retos. Pertence ao tipo chamado conforme, porque não deforma
dos radares, que emitem fluxos de energia em direção a determinados alvos e, a
os ângulos. Em compensação, as áreas extensas ou situadas em latitudes elevadas
seguir, captam de volta a energia refletida por eles.
aparecem nos mapas com dimensões exageradamente ampliadas.
Aerofotogrametria
Projeções de Mollweide e Aitoff
Como dissemos no início, a câmara fotográfica foi o primeiro tipo de sensor
Essas projeções são do tipo equivalente, isto é, conservam a proporção ou
remoto utilizado pelo homem. Hoje em dia, as câmaras fotográficas encontram-se
equivalência das áreas representadas em detrimento da forma. Nelas, os
bastante aperfeiçoadas, sendo que as câmaras aéreas empregadas em
paralelos são horizontais e estão de tal modo espaçados que cada área limitadas
sensoriamento remoto dispõem de mecanismos ou dispositivos que permitem
por dois deles conserva a mesma proporção da área real, embora possa variar
combinar simultaneamente o movimento do filme com o deslocamento do avião.
muito no tocante à forma. Elas têm formato elíptico e são muito utilizadas para a
As diversas vantagens oferecidas pela aerofotogrametria, tais como boa
confecção de mapas-múndi.
orientação espacial, facilidade de interpretação e elevado nível de precisão e
_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
rapidez, explicam o largo uso da fotografia aérea em todo o mundo. No caso da No caso dos satélites artificiais, as primeiras imagens da Terra foram obtidas
cartografia, o seu emprego é fundamental, pois quase toda a produção cartográfica através de câmaras fotográficas, passando-se posteriormente a empregar outros
atual utiliza seus recursos. tipos de sensores mais avançados e eficientes. Hoje, o sensoriamento remoto por
A fotografia aérea oferece também, através da fotointerpretação, um amplo meio de satélites representa o mais importante e eficiente recurso tecnológico de
campo de trabalho a diversos profissionais, como urbanistas, geólogos, geógrafos e observação da Terra de que o homem dispõe.
outros. Dentre os vários programas ou sistemas de sensoriamento por satélites
O princípio da aerofotogrametria (Tiros, Nimbos, Apolo, Spot etc.) o mais importante é, sem dúvida, o Landsat,
O princípio usado pela aerofotogrametria pode ser descrito assim, desenvolvido pela NASA (National Aeronautics and Space Administration). Esse
resumidamente: sistema compreende uma série de cinco satélites, sendo que o Landsat 1 foi
1º) de um avião devidamente equipado e mediante condições de tempo lançado em 1972 e o Landsat 5, em 1984.
apropriadas, são feitas, ao longo de uma linha (reta) de vôo, sucessivas O esquema básico de funcionamento do sistema Landsat é o seguinte: os
exposições fotográficas de uma extremidade a outra da área, até cobri-la dados obtidos pelos satélites são transmitidos para uma estação terrestre, sendo
totalmente. depois processados e utilizados pelos especialistas interessados.
2º) Ao longo de cada faixa ou linha de vôo, as exposições são feitas de tal modo As informações a seguir referem-se aos satélites Landsat 4 e Landsat 5:
que, entre duas fotos sucessivas, haja uma superposição de aproximadamente • suas órbitas ao redor da Terra são circulares e encontram-se a 705 km de
60%, ou seja, a primeira e a segunda fotos cubram uma área comum de 60%. altitude;
3º) Colocadas todas as fotos uma ao lado da outra, e obedecendo-se à orientação • cada satélite demora cerca de 98 minutos para completar a sua órbita;
correta (linhas de vôo, superposição etc.), teremos uma visão total da área. Para • cada satélite demora dezesseis dias para cobrir toda a Terra.
obtermos a visão tridimensional, recorremos ao estereoscópio, um instrumento
O Brasil utiliza informações do sistema Landsat desde 1973. Para tanto, o
ótico binocular que permite ver as imagens em terceira dimensão (em relevo).
país conta com uma estação terrestre de rastreamento e de recepção de dados,
Radar
situada em Cuiabá (MT), e outra para processamento e distribuição dos dados,
O radar é um sensor ativo que, para obter a imagem de uma determinada
localizada em Cachoeira paulista (SP). O trabalho de rastreamento feito em Cuiabá
superfície, emite fluxos de energia (ondas eletromagnéticas) através de uma
abrange 90% da área da América do Sul. Além dos programas Landsat, o Brasil já
antena que é simultaneamente transmissora e receptora, isto é, envia e depois
recebe dados do programa espacial francês Spot, iniciado em 1986.
recebe de volta a energia refletida pela superfície. A seguir, essa energia é
Símbolos ou convenções cartográficas
processada e transformada em imagens por outros instrumentos do radar
Considerando-se que o mapa não é uma reprodução da realidade terrestre e,
(receptor, amplificador e detector), e estas, finalmente, são registradas em fitas
sim, uma representação dessa realidade, o cartógrafo recorre a símbolos e
magnéticas ou em filmes.
convenções que auxiliam na leitura ou interpretação dos mapas. Os símbolos são,
O Brasil iniciou, a partir de 1970, um amplo levantamento da Amazônia
portanto, a linguagem visual dos mapas.
através do radar (Projeto radam ou Radambrasil) com a finalidade de elaborar um
Existe uma grande variedade de símbolos e de cores utilizadas pelos
mapeamento da região abrangendo diversos aspectos tais como geológicos,
cartógrafos nos diferentes tipos de mapas, apesar de ainda não existir uma
geomorfológicos, de vegetação, hidrográficos, dos solos e do uso da terra. O
padronização total e universal. Quanto às cores, as principais convenções são as
trabalho de levantamento das imagens da região foi feito em cerca de doze meses,
seguintes: azul (hidrografia); verde (vegetação); castanho (relevo e solos); preto
sendo que posteriormente outras regiões do país passaram a usar os serviços
ou vermelho (acidentes geográficos artificiais, como rodovias, ferrovias etc.).
oferecidos pelo Radam.
Eqüinócio e Solstício
Satélites Artificiais
O movimento de translação, ou seja a volta da Terra ao redor do Sol, demora
O sensoriamento remoto por meio de satélites artificiais teve início no final da
um ano para se completar. Conforme se verifica na figura, o planeta realiza esse
década de 50, logo após o lançamento do primeiro satélite artificial pelos
movimento com uma inclinação de 23º 27’ em relação ao seu próprio eixo. Assim, a
soviéticos, o sputinik, em 1957.
quantidade de calor recebida em um mesmo ponto da superfície da Terra varia de
_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
acordo com a época do ano, o que determina a existência das estações. Nas manganês, cobre, entre outros)
sociedades pré-industriais, os tempos de plantio, germinação e safra condicionavam Cambriano -Soterramento das florestas cuja matéria
Era Paleozóica orgânica deu início à formação do carvão mineral
o tempo do trabalho e o do descanso. Atualmente a alternância das estações do ano (entre 570 e Ordoviciano (período carbonífero)
continua a funcionar como mecanismo regulador das atividades agrícolas. Além 227 milhões de
anos) - diversificação da vida (pteridófitas, coníferas,
disso, em muitas regiões, a indústria do turismo está condicionada pelo ciclo Siluriano
trilobites, moluscos, insetos, peixes e pequenos
sazonal. Devoniano
répteis)
- Início da formação das bacias sedimentares (Ex:
No solstício de verão do hemisfério sul (21 de dezembro), o Sol incide
as bacias do Paraná e do Parnaíba)
perpendicularmente ao Trópico de Capricórnio. Isso significa que o hemisfério norte Carboniífero
está recebendo uma menor quantidade de luz solar; por isso; vive a sua estação
Permiano
mais fria, marcada por dias mais curtos e noites mais longas. No solstício de
verão do hemisfério norte (21 de junho), o Sol incide perpendicularmente ao Trópico - domínio dos dinossauros, pterossauros e répteis
Triássico aquáticos.
de Câncer, caracterizando a estação fria no hemisfério sul. No início da primavera e Era Mesozóica - aves e mamíferos primitivos
do outono (equinócios), quando o Sol incide perpendicularmente ao equador, os (de 227 à 65 - primeiras plantas superiores (angiospermas com
dois hemisférios recebem a mesma quantidade de luz solar e os dias e noites têm milhões de Jurássico flores)
anos) - formação das maiores reservas de petróleo
duração igual em ambos. encontradas na atualidade
A esfericidade da Terra e a inclinação do planeta em relação ao seu próprio Cretáceo
eixo definem a existência de uma Zona Intertropical, dentro da qual os raios solares Era Cenozóica -Expansão dos mamíferos, aves e angiospermas.
incidem perpendicularmente em pelo menos uma das estações do ano. Essa zona (de 65 milhões Terciário -dobramentos modernos (Andes, Rochosas,
de anos até os Himalaia e Alpes)
apresenta os climas mais quentes do planeta, sendo que as temperaturas tendem a dias de hoje) - início da formação das bacias sedimentares (Ex:
ser mais elevadas nas regiões próximas à linha do equador. bacia amazônica e do pantanal.
No outro extremo, também devido à inclinação da Terra, uma parte da
-Glaciações
superfície do planeta não recebe luz solar durante o inverno do hemisfério onde se
Quaternário - surgimento do homem
situa. O círculo polar delimita uma área (entre os 66º33’ e 90º) na qual o inverno é
sinônimo de noite que chega a durar meses. Entre os trópicos e os círculos polares
estende-se a Zona Temperada, que recebe menos quantidade de calor que a Zona A Origem dos Continentes
Glacial. A atual configuração dos continentes na superfície da Terra originou-se de
A Origem da Terra um processo que resultou da fragmentação e no afastamento das terras emersas, a
A história geológica da Terra teve início há cerca de 4,6 bilhões de anos, e partir de um bloco único denominada Pangéia.
pode ser resumida no seguinte quadro: Duas teorias se complementam e procuram explicar as etapas desse
processo, que acabou também sendo responsável pelas formas do relevo.
Quadro demonstrativo das eras As teorias são:
e períodos geológicos Teoria da deriva dos continentes – defendida pelo geofísico alemão Alfred Wegener,
Eras Período Principais Eventos em 1912;
Geológicas Teoria das placas tectônicas – foi desenvolvida na década de 1960 pelos geólogos
Era Azóica -Início da Terra estadunidenses Harry Hess e Robert Dietz, acabou por complementar a teoria
(4,6 à 3,8 *** -Período sem Vida anterior.
anos) Estrutura da Terra
Arqueozóica -Formação da crosta terrestre e primeiras rochas Quanto à estrutura interna a Terra pode ser dividida conforme descrição
Era Pré-Cam- (litosfera)
abaixo:
briana -Atmosfera Primitiva
(3,8 bilhões à -Primeiras formas de vida unicelulares.
Crosta: constituída de matérias mais leves, pode ser dividida em crosta continental
570 milhões de e crosta oceânica, também conhecida como litosfera.
anos) Proterozóica - Concentração de minerais metálicos (ferro, Manto: camada intermediária formada pelo magma (rocha derretida/incandescente)
_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
que pode ser dividida em superior (astenosfera) e inferior (mesosfera). Planalto: Superfície onde predomina o processo de erosão.
Núcleo: também conhecido como endosfera é formado por materiais mais densos e Depressão: Superfície muito rebaixada pela erosão e que apresenta altitudes
pode ser dividido em: núcleo externo e interno. inferiores ao dos planaltos vizinhos.
Planície: Superfície onde predomina o processo de sedimentação.
A Crosta e as Rochas No Brasil temos três classificações de relevo que se destacam:
A crosta é formada por rochas e minerais. As rochas podem ser classificadas Aroldo de Azevedo – (décadas de 1940-1950) estabeleceu a primeira classificação
da seguinte maneira: baseada na altitude.
Rochas Magmáticas, ígneas ou cristalinas – formadas pelo resfriamento e Aziz Nacib Ab’Saber – (décadas de 1960-1970) utilizou o critério baseado nos
solidificação do magma. Quando sua formação ocorre no interior da superfície processo de formação e modelagem das formas, principalmente na erosão e
terrestre (resfriamento lento) são chamadas de intrusivas ou plutônicas; e quando sedimentação.
se formam na superfície (resfriamento rápido) são chamadas de extrusivas ou Jurandyr Luciano Sanches Ross – (décadas de 1980-1990) passou a usar
vulcânicas. técnicas modernas como imagens de radar, fotos de satélite e recursos de
Rochas Sedimentares – Formam-se da compactação de sedimentos provenientes geoprocessamento. Baseou-se principalmente nos critério erosão, sedimentação,
dos processo erosivos. Originam-se portanto, de outros tipos de rochas. altitude e geologia. Esta classificação apresenta 28 diferentes unidades de relevo e
Rochas Metamórficas - Como o próprio nome diz, formam-se da transformação de introduz pela primeira vez o conceito de depressão.
outras rochas de origem magmática, sedimentar ou até mesmo metamórficas. Este Relevo Oceânico
processo ocorre pela ação do calor ou da pressão existente no interiro da Terra, que De acordo com a profundidade podemos diferenciar no relevo submarino
acaba modificando sua estrutura. várias partes com características próprias:
Estrutura Geológica - Plataforma Continental: é a continuidade do continente. Atinge no máximo 200m
Estrutura geológica é o conjunto de diferentes rochas de um lugar e os de profundidade. Importante área de exploração de petróleo.
vários processos geológicos sofridos por elas, que dá aos terrenos desse lugar uma - Talude Continental: declive acentuado que marca a passagem da plataforma para
característica própria. São três as principais estruturas geológicas: a região pelágica.
Escudos Cristalinos ou núcleos cratônicos – São rochas magmáticas ou - Região Pelágica: vaio de 1.000 a 5.000m de profundidade.
metamórficas muito antigas, das eras Pré –cambriana e Paleozóica. Sofreram forte - Região Abissal ou Bacias Oceânicas: Com mais de 5.000m de profundidade é a
processo erosivo, apresentando-se desgastadas e com baixas altitudes.Ex: escudo região menos conhecida da Terra.
das guianas, escudo brasileiro, escudo canadense, entre outros. - Dorsais Oceânicas: são grandes cadeias de montanhas que existem no fundo dos
Bacias Sedimentares – Os sedimentos produzidos pelo desgaste dos escudos, oceanos.
acabaram se acumulando nas depressões formando os terrenos sedimentares. - Montes Marinhos: são montanhas submersas cujos picos não afloram na
Temos bacias originadas nas eras Paleozóica, Mesozóica e Cenozóica. Ex: Bacia superfície.
Amazônica e bacia do Pantanal. - Ilhas Vulcânicas: são topos de vulcões submarinos que alcançam a superfície e
Faixas orogênicas ou dobramentos (antigos ou recentes/modernos) - São formando ilhas ou arcos de ilhas.
conseqüência do movimento das placas tectônicas e deram origem às cadeias de - Guyots: São antigas ilhas desgastadas pela erosão e atualmente se encontram
montanhas. submersas.
*Dobramentos Antigos – Podem datar das eras Pré-Cambriana (Ex: Serra do Mar),
Proterozóica (Ex: Chapada Diamantina na Bahia) e Palezóica (Ex: Alpes Curiosidade de Mato Grosso
escandinavos na Noruega e na Suécia e Pirineus em Goiás).
* Dobramentos Modernos – Ocorreram no Período Terciário da Era Cenozóica e O estado de Mato Grosso apresenta relevo pouco acidentado e alterna
deram origem as altas cadeias de montanhas da Terra (Ex: Himalaia, Alpes, Andes e um conjunto de grandes chapadas, no planalto mato-grossense, com
Rochosas). altitudes médias entre 400 e 800m, e áreas de planície pantaneira, sempre
Geomorfologia ou relevo inundadas pelo rio Paraguai e seus afluentes. Três ecossistemas principais
O relevo é resultado de forças internas (tectonismo, vulcanismo e abalos estão presentes: o pantanal, o cerrado e a floresta amazônica. O pantanal
sísmicos) e forças externas (ação da água, vento e gelo). Os agentes internos são
cobre 10% do estado e abriga quase mil espécies animais, incluindo cerca
denominados formadores do relevo a partir da pressão interna que ocasiona os
movimentos epirogênicos e orogênicos. Já os agentes externos são responsáveis de 650 tipos de aves aquáticas. A vegetação do cerrado ocupa 40% de Mato
pela modelagem das formas atrav´se do intemperismo e da erosão. Grosso, com altitude média de 600 m, enquanto a floresta Amazônica se
As formas de relevo são: estende por metade do estado.

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
ANOTAÇÕES:
_______________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Apostila de Geografia – 2007 - na metade do séc. XVIII havia um total de 19 engenhos no Estado.
- 1856 – abertura da navegação (via rio Paraguai), abriu o caminho para a
Parte V – TÓPICOS RELEVANTES DA GEOGRAFIA DE MATO GROSSO exportação.
POVOAMENTO - Os trabalhadores do engenho eram denominados “Camaradas” – trabalhadores
- Séc XVIII – primeiros povoamentos onde hoje é o Mato Grosso. semi-escravos, mantidos presos economicamente aos coronéis proprietários dos
- 1525 – Aleixo Garcia. engenhos.
- 1526 – Sebastião Caboto. DIAMANTES E MAIS OURO
- 1672 – Antônio Pires de Campos – chegado ainda criança com a bandeira paterna. - A parte leste do território mato-grossense (microrregião de Barra do Garças) teve
- Séc XVI – ocupação efetiva do espaço brasileiro com as capitanias hereditárias. o seu povoamento relacionado ao ouro e principalmente ao diamante.
- Até a primeira metade do séc XVII, predominou o bandeirismo apresador (captura - 1805 – migrantes de vários estados (Goiás, Minas Gerais, Bahia e Maranhão),
de índios). povoaram as margens dos rios Garças e Araguaia.
- Após meados do séc XVII, prevalece o bandeirismo prospector (exploração - 1805 a 1825 – ocorre a ocupação do meio norte (região de Diamantino), onde são
aurífera). descobertos diamantes na margem do rio Arinos. Este povoamento do meio norte
- O espaço ocupado pelo território de Mato Grosso foi incorporado ao espaço foi importante para estabelecer uma ligação com os estados do Pará e Amazonas via
brasileiro pelos bandeirantes ao longo do tempo. rios Juruena e Telles Pires.
- 1719 - “Arraial da Forquilha” – primeiro povoamento situado na confluência do rio SITUAÇÃO DE MATO GROSSO NA SEGUNDA METADO DO SÉCULO XIX
Coxipó com o arroio Mutuca, fundado pelos componentes da bandeira de Pascoal - a mineração havia provocado um povoamento efêmero que pouco contribuiu para
Moreira Cabral Leme, em função da descoberta de um veio aurífero. a fixação do homem tampouco para o desenvolvimento econômico do estado.
- 1722 – o bandeirante Miguel Sutil encontrou um dos mais importantes veios FINAL DO SÉCULO XIX
auríferos do Estado (Lavras do Sutil) na região onde atualmente se localiza a igreja - o Mato Grosso experimentava um novo surto de povoamento orientado pela
do Rosário. extração da borracha, poaia e erva-mate, constituindo-se uma nova fase econômica
- 1726 – Chegada de Dom Rodrigo César de Meneses, governador da província de e de povoamento.
São Paulo. Estabeleceu pesadas leis de arrecadação provocando grave crise e ERVA-MATE
descontentamento. - 1878- o governo imperial passa a arrendar as terras devolutas.
- 1748 – é criada a capitania de Mato Grosso, desmembrada da capitania de São - um consórcio de 10 representantes arrendou terras e fundaram a Companhia
Paulo. Elevado a categoria de província, Vila Bela da Santíssima Trindade passa a Mate-Laranjeiras, que se tornou a maior empresa do ramo, financiando a abertura
ser a primeira capital. de estradas e a construção da Ferrovia Noroeste do Brasil.
- 1835 – a capital da província é transferida de Vila Bela da Santíssima Trindade - o descontentamento dos pequenos produtores (explorados pela companhia), levou
para Cuiabá. a criação de inúmeras pequenas cooperativas e a fundação da Federação de
ABASTECIEMNTO DAS MINAS Cooperativas de Mate Amambaí Ltda.
- O abastecimento das minas da província era feita por expedições de viajantes - O ciclo do mate durou de 1882 até meados do século XX, quando enfraqueceu
denominadas “Monções”. devido a concorrência principalmente da erva-mate Argentina. No entanto o mate
PECUÁRIA pode ser considerado responsável pela fundação de importantes cidades como:
- 1726 – foi introduzida em Camapuã (entre os rio Taquari e Coxim). Amambaí, Ponta Porá, Porto Murtinho, rio Brilhante, Dourados e Itaporã.
- deu origem a estrutura fundiária baseada no latifúndio. POAIA
- da segunda metade do séc. XIX até meados do séc. XX destinava-se - teve seu auge nos anos de 1878/79 – a poaia foi explorada das matas nativas da
principalmente ao abastecimento do mercado local. região de Parecis, Cáceres, Barra do Bugres, Vila Bela e Cuiabá. De Cáceres era
- 1910 – Construção da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil (Corumbá – Bauru), levada até Corumbá de onde seguia para a exportação.
possibilitou o transporte de gado vivo para os mercados de São Paulo e Minas - A planta possui alta concentração de colóide a qual contém ementina, matéria-
Gerais. prima para remédios contra disenteria, bronquite e coqueluche.
- A ferrovia valorizou a terra e o gado, tornando-se responsável pelo povoamento do * nos ciclos econômicos da cana-de-açúcar, da erva-mate e da poaia, a
sul do Estado. exploração dos trabalhadores era um constante, seguindo o molde a dependência
CANA-DE-AÇÚCAR econômica e o endividamento com o dono da terra.
- a produção de cana-de-açúcar e aguardente iniciou em Chapada dos Guimarães BORRACHA
(após a mineração em Cuiabá), estendendo-se até Poconé, Livramento e Cáceres. - 1877-1880 – Uma grande seca no Nordeste brasileiro desencadeou um grande
- Inicialmente a cana-de-açúcar e a aguardente visavam o mercado local. fluxo migratório de nordestinos para o Norte do Brasil (Amazônia). Como a

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
mangabeira mato-grossense tinha um látex de qualidade superior, o norte de Mato Além de projetos particulares:
Grosso passou a ser área de exploração de látex. -Porto dos Gaúchos – Canarana – Água Boa – Nova Xavantina – Vila Rica - Nova
- O destino do látex mato-grossense era a Europa, principalmente a Inglaterra que Mutum – Sorriso – Sinop e Vera – Marcelândia – Matupá – Alta Floresta – Nova
expandia suas indústrias. Bandeirante – Colíder – Copercol (Terra Nova do Norte) – Juara e Novo Horizonte do
SITUAÇÃO DE MATO GROSSO NO FIM DO XX Norte – Tapurah e Eldorado – São José do Rio Claro – Brasnorte – Juruena e
- A ocupação do espaço mato-grossense estava ligado à exploração de produtos Cotriguaçu (Aripuanã) - entre outros.
voltados para o mercado externo. *** grande parte destes projetos contribuíram ou forma até mesmo o início de
- A erva-mate foi o produto que mais contribuiu para a fixação do homem. novos municípios no estado de MT.
- A porção norte do estado continua sem ser ocupada (oficialmente, pois já havia a ESPAÇO AGRÁRIO DE MATO GROSSO E MODERNIZAÇÃO DA AGRICULTURA
presença dos povos indígenas). ... Mas nem tudo é maravilha quando se fala em modernização da
MATO GROSSO E A INTEGRAÇÃO NACIONAL agricultura. Pelo contrário, esse processo de desenvolvimento capitalista,
- 1930 – Governo de Getúlio Vargas: como é mais correto denomina-lo, vem trazendo uma série de problemas
- desenvolvimento da indústria (nível nacional) que, no conjunto, define o que se tem chamado de questões agrária no
- objetivo de promover a integração nacional, ou seja, integrar o espaço brasileiro Brasil. (GRAZIANO NETO, 1986, p. 44)
economicamente. (Marcha para o Oeste). - Década de 1950, após a Segunda Guerra Mundial – Revolução Verde –
- O MT e a integração nacional: Modernização da Agricultura.
- O MT tinha espaços vazios para serem integrados, além de ter matérias-primas e - Modernização conservadora, pois não mexeu na estrutura fundiária, ou seja,
mercado consumidor a disposição do sudeste (região industrializada). reafirmou o latifúndio, a concentração de terras e as culturas voltadas para a
- Avanço da fronteira agrícola com a criação de colônias agrícolas até 1950. (p. 30) exportação.
- DTC – Departamento de Terras e Colonização até 1966, retornando em 1976 como - altos créditos bancários e subsídios governamentais para as culturas da soja e
INTERMAT – Instituto de Terras do Estado de Mato Grosso. cana-de-açúcar.
-1964 – Governos Militares – incentivos fiscais e crédito facilitado favorecem a - Grandes projetos agropecuários coordenados na maioria pela SUDECO
instalação de grandes latifúndios, cujos proprietários, na maioria, provém do (superintendência para o Desenvolvimento do Centro-Oeste) e pela SUDAM
Centro-Sul. (superintendência para o Desenvolvimento da Amazônia), além de projetos
AVANÇO DA FRONTERIA AGRÍCOLA – ANOS DE 1970 – fatores que contribuíram coordenados pelas Secretarias do Governo Estadual (naquela época diretamente
para atrais migrantes: ligadas ao governo federal).
- Nordeste – estagnação econômica, solos exauridos e desgastados bem como a *Programas coordenados pelos governos federal e estadual.
concentração das melhores terras nas mãos de latifundiários. -PIN – Programa de Integração Nacional. (Gov. Federal)
- São Paulo e Estado do Sul (RS–SC–PR) – processo de modernização do campo -PROTERRA – Programa de Distribuição de Terra e de Estímulo à Agroindústria do
(revolução verde) e conseqüente expulsão dos colonos dos campos. Norte e Nordeste. (Gov. Federal)
- Construção de Brasília e abertura de rodovias que cortam a região Centro-Oeste. -PRODOESTE – Programa de Desenvolvimento do Centro-Oeste. (Gov. Federal)
- Atuação do INCRA – Instituto Nacional de Reforma Agrária, que teve papel -PROBOR – Programa de Incentivo à Produção de Borracha Vegetal. (Gov. Estadual)
fundamental na implantação de projetos de colonização (detalhes p. 35) -MATAMAT – Companhia Mato-grossense de Mineração. (Gov. Estadual)
-PAC – Projeto de Ação Conjunta entre INCRA e a Cooperativa Triticola de Erechim -CODEMAT – Companhia de Desenvolvimento do Estado de Mato Grosso. (Gov.
Ltda, Peixoto de Azevedo, ao longo da rodovia Cuiabá-Santarém. Estadual)
-PA – Projeto de Assentamento Braço Sul no extremo norte de MT, às margens da *Programas coordenados pela SUDECO.
rodovia Cuiabá-Santarém. -POLONOROESTE – Programa Integrado de Desenvolvimento Rural do Noroeste do
-PAC – Projeto de Assentamento Conjunto Ranchão, Nobres. Brasil.
-PAC Carlinda – Projeto em conjunto com a Cooperativa Cotia (RS), sul de Alta -POLOCENTRO – Programa de Desenvolvimento dos Cerrados.
Floresta. -PRODIAT – Programa de Desenvolvimento Integrado do Araguaia-Tocantins.
- PEA – Projeto Especial de Assentamento, Lucas do Rio Verde, ao longo da rodovia -POLAMAZÔNIA – Programa de Pólos Agropecuários e Agrominerais da Amazônia.
Cuiabá-Santarém. -PROMAT – Programa Especial de Desenvolvimento do Estado de Mato Grosso.
-PAR Canaã em Nova Canaã. -PRODEI – Programa de Desenvolvimento Industrial de Mato Grosso.
-PAR Telles Pires, em Colíder. ***Estes projetos resultaram no gasto de dinheiro publico em benefício de grupos
-PAR Cerro Azul, Pontes e Lacerda. privilegiados, gerando poucos resultados e/ou benefícios para o desenvolvimento do
-PAR Sete de Setembro em Aripuanã. Estado ou da Sociedade.

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
*Programas coordenados pela SUDAM. Região Norte e Complexo de águas quentes (Serra de São Vicente).
-Segundo estudos, até o 1985, os projetos financiados pela SUDAM totalizavam CLIMA
581, dentre os quais 207 em território mato-grossense (35% do total). - podemos identificar os seguintes tipos climáticos no Estado de MT:
PRODUÇÃO AGRICOLA • Clima Equatorial: predomina no centro-norte do estado, influenciado pela
- 1992 – O governo do Estado elaborou um Plano de Modernização da Agropecuária. proximidade com a linha do Equador e pela influência da Massa Equatorial
Segundo este plano o MT pode ser compreendido da seguinte forma macro-regional: Continental (quente e úmida). As temperaturas médias anuais variam de 22
Região do Pantanal, com 126.198 Km², necessita de cuidados especiais pela à 27 °C e as precipitações são superiores a 2000 mm / ano.
fragilidade do seu ecossistema. Vocação para criação de bovinos, eqüinos, caprinos • Clima Tropical Típico: caracteriza-se por apresentar duas estações bem
e bubalinos, além da exploração racional de animais silvestres e da potencialidade definidas: a estação chuvosa e a estação seca. As médias térmicas anuais
turística. variam de 22 a 28°C e as precipitações estão situadas na casa dos 1500
Região dos Cerrados, com 351.554,1 Km², produção de proteínas, óleos e amidos, mm / ano. No período da estiagem, a massa de ar Polar Atlântica costuma
com possibilidade de ampliar a produção de carne.O plano chama atenção para a derrubar as temperaturas médias provocando o fenômeno da friagem.
diversificação das culturas bem como para a necessidade de preservar e/ou RELEVO
conservar dos recursos naturais e principalmente das nascentes e margens dos rios. - com a nova classificação de relevo de Jurandyr Sanches Ross, o Estado de Mato
Floresta Pré-Amazônica, com 423.667,7 Km², é considerada a região mais Grosso passou a ter 11 unidades de relevo, onde se destacam:
problemática. O plano recomenda estudos para melhor identificar suas • Chapada dos Guimarães: com altitudes médias entre 600 e 800 metros,
potencialidades e utilização. pertence ao conjunto de planaltos e chapadas da bacia do Paraná.
- entre os produtos que mais se destacam na produção do estado estão: a soja, a
• Planalto e Chapadas dos Parecis: sendo a mais extensa unidade
cana-de-açúcar, o algodão, o arroz e a pecuária, que nos últimos anos
geomorfológica, ocupando o meio norte do Estado, com cotas altimétricas
apresentaram os maiores crescimentos.
que ultrapassam os 700 metros.
- produtos como feijão, arroz, milho e mandioca, apresentaram crescimento quase
nulo. • Depressão do Araguaia: localizada na porção leste do Estado, caracterizada
INDÚSTRIA por superfícies planas com altitudes entre 200 e 300 metros, drenada pelos
- O plano de metas de JK na década de 1950 não beneficiou o Mato Grosso. rios Araguaia e das Mortes.
- As atividades industriais do estado caracterizam-se pela presença de pequenas • Depressão cuiabana: compreende uma área rebaixada situada entre o
unidades geralmente localizadas nos centros urbanos com produção destinada ao planalto dos Guimarães e a província Serrana, sua topografia representa, de
consumo local. forma geral, uma forma rampeada com inclinação de norte para sul com
- 1978 foi fundado o distrito industrial de Cuiabá. altimetria variando de 200 metros no limite sul e 450 m no alto vale do rio
- final da década de 1970 e início da década de 1980 foram criados os distritos Cuiabá e do rio Manso. Ao norte aparecem formas convexas e dirigindo-se
industriais de Rondonópolis, Barra do Garças e Cáceres. ao Pantanal aparecem áreas que revelam sedimentos de acumulação
- mais recentemente (déc. De 1990) surgem células industriais no norte de Estado recente.
(Sinop), principalmente na área madeireira e moveleira. • Planícies e Pantanal Mato-grossense: área drenada pelo rio Paraguai e seus
- predominam as indústrias ligadas à produção de alimentos (frigoríficos, pescados, afluentes. Esta planície de topografia plana não é uma área
laticínios, óleos e beneficiamento de arroz). Com menor importância também as permanentemente alagada. As áreas sujeitas à inundação variam conforme
indústrias ligadas ao algodão, bebidas, couro, borracha, álcool, mineração e a altura da lâmina d’água durante o processo de alagamento e extensão da
calcáreo. área inundada.
COMÉRCIO SOLOS
- o Estado de MT não possui grande tradição na atividade comercial, apresentando - existe em Mato Grosso uma variedade de tipos de solo, predominando os
pequenas, micros e médias empresas de caráter sazonal. Mesmo assim o comércio latossolos com aproximadamente 34,2% do total do Estado, distribuídos em várias
contribui com 22 à 30% do ICMS do estado. formas (latossolo vermelho-escuro álico e distrófico, latossolo roxo distrófico,
TURISMO latossolo vermelho-amarelo álico distrófico). No estado também encontramos as
- os pólos turísticos do Mato Grosso podem ser classificados da seguinte forma: lateritas ou crostas ferruginosas que são conhecidas como “cangas”.
• Pólos Turísticos em Desenvolvimento – Cuiabá e arredores, Vale do Araguaia HIDROGRAFIA
mato-grossense e Região Amazônica mato-grossense. -O Estado de Mato Grosso é drenado por três grandes bacias hidrográficas:
• Pólos Turísticos Potenciais – Pantanal mato-grossense (Chapada e *Bacia amazônica – parte norte do Estado. (Rios Telles Pires, Juruena, Xingu,
Pantanal), Região Oeste (Vila Bela da Santíssima Trindade), Região Leste, Roosevelt, Arinos, Guaporé ...).
*Bacia do Paraguai – parte oeste e sul do Estado. (Rios Paraguai, Cuiabá, Manso,
_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler
Tribo com Ciência
Geografia
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Aricá-Açu, Aricá-Mirim, Cuiabá-Mirim, São Lourenço, Coxipó...).
*Bacia Tocantins – Araguaia: parte leste do Estado (Rios Araguaia, Garças,
Mortes...).
VEGETAÇÃO
- Domínio Amazônico: Pode ser subdividido em a) Floresta Perinifólia Higrófila
Hileiana Amazônica e b) Floresta Subcaducifólia Amazônica.
- Domínio do Cerrado
- Faixas de Transição: Pode ser subdividido em a) Pantanal mato grossense e b)
Complexo do Cachimbo e do Xingu.

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Coletânea de Textos Prof. André Luís Hippler