Você está na página 1de 4

ESTUDO SOBRE A SABEDORIA

PV 4: 5-8, Pv 3: 13, Pv 8: 11, Tg 1: 5-6

INTRODUÇÃO: De todas as coisas criadas pela poderosa mão de Deus, o ser humano
é sem dúvida a obra prima de toda criação.
O ser humano foi dotado de uma capacidade inigualável como criatura racional,
e possui um enorme potencial dentro de si, como agente de influência social dotado de
criatividade.
Por outro lado, vivemos os dias que antecedem a vinda do Senhor Jesus para
arrebatar a Igreja (os últimos dias da Igreja no mundo), sendo que as iniqüidades, as
influencias malignas e as tentações aumentaram consideravelmente, e as diversas
circunstancias e emoções se excedem e necessitamos de sabedoria, para manter o
equilíbrio e a nossa comunhão com Deus, a fim de influenciarmos a nossa geração de
forma positiva e abençoadora.

I. DEFINIÇÃO DE SABEDORIA

 É o conhecimento e discernimento perfeito e justo das coisas e a habilidade


para agir ou aplicá-lo corretamente;
 É a capacidade de aplicar bem o conhecimento, agir com inteligência, com
prudência, e julgar com equidade;
 A sabedoria é de natureza espiritual, adquirida pelo exercício contínuo e
pessoal da piedade, através de uma vida de íntima comunhão com Deus.

II. TIPOS DE SABEDORIA

1. SABEDORIA HUMANA (CONHECIMENTO)

É resultado do conhecimento adquirido ao longo da vida, independente de


nossa condição moral ou espiritual.
É o cabedal ou conjunto de informações obtidas pelo estudo, pesquisa,
observação e pela prática de vida cotidiana.
A sabedoria humana comumente e marcada pelo egoísmo I Cor 2:4-7 I Cor
3:19.

2. SABEDORIA DIVINA (DO ALTO)

É uma virtude ou dom de Deus que capacita a pessoa humana a agir com
discernimento e aplicar de forma correta o conhecimento em assuntos
relacionados ao mundo natural, humano e espiritual I Cor 12:4-11;
É um dom de Deus que o ser humano deve acolher com humildade e
disponibilidade;

A. Vem de Deus PV 2:6-7 Tg 1:5-6;


B. A sabedoria divina é eterna PV 8: 22-31
A sabedoria mora com Deus e é a expressão real do próprio
Deus;
C. Devemos buscar a sabedoria divina PV 4:5-8;
D. Todos podem obtê-la Tg 1:5-6 I Reis 3:5-15 I Reis 4: 29-34
Pv 2:10;
E. É um dom especial do Espírito Santo I Cor 12:4-11;
F. A sabedoria é coisa excelente e valiosa PV 8: 11;
G. Devemos ouvir a voz da sabedoria PV 8: 1-4 Pv.8:34 Pv 1:
20-22;
A sabedoria faz ouvir a sua voz por todo o mundo.
H. Todos indistintamente precisam de instrução, e da
verdadeira sabedoria PV 9: 9-10;
I. A falta de sabedoria levará muitos a ruína e a destruição PV
1: 32;
J. O temor ao Senhor é o principio da sabedoria PV 9:10

COMO OBTER A SABEDORIA DIVINA

A. Pedindo a Deus em oração Tg 1: 5-6;


B. Conservando temor ao Senhor Sl 111:10 Pv 9: 10
Temor e tributar respeito e reverência a Deus;
C. Estudando a palavra de Deus II Tm 4:16-17 Sl 1:1-3 Heb
4:12-13
A palavra de Deus é fonte inesgotável de sabedoria;
D. Através da ajuda e do trabalhar do Espírito Santo no interior
do ser humano Jo 14: 16-17 Jo 16:13;
E. Pela humildade e pelo quebrantamento
A sabedoria é uma dádiva de Deus que o homem e a mulher
deve acolher com humildade e quebrantamento. Não pode
obter a sabedoria divina quem tem um coração cheio de
orgulho, auto-suficiência ou egoísmo.

CARACTERISTICAS DA SABEDORIA DIVÍNA


Tg 3:17

A. Ela é pura – a verdadeira sabedoria é isenta de qualquer mancha ou culpa. É


incapaz de produzir alguma coisa má ou ruim;
B. Ela é pacífica – Ela traz a paz em si mesmo. Ela promove a paz;
C. Ela é moderada – Age com equilíbrio e ponderação Pv 8:12;
D. Ela é tratável – Amável, Cortez, dócil. Une as pessoas em meio as
diferenças, constrói novos espaços de sociabilidade;
E. Ela é cheia de bons frutos
F. Ela é cheia de misericórdia Mat 5:7
A verdadeira sabedoria possui amor e compaixão pelo próximo independente
da raça, cor ou posição social;
G. Ela é imparcial – Não tem parcialidade;
H. Ela não tem hipocrisia – Nela não existe falsidade, engano ou
simplesmente aparência;
I. Produz anseio por santidade – A sabedoria divina leva a pessoa humana a
ter desejo e a buscar com diligencia santidade e pureza moral I PE 1:15-16
Heb 12:14;
J. Não é materialista – O homem ou mulher que possui a sabedoria do alto
não é apegado de forma exacerbada ou obcecado por bens materiais. Ele
reconhece que os bens materiais colocados por Deus em suas mãos deverão
serem administrados visando o seu bem estar e a promoção do reino de
Deus;
K. Não abandona a cruz – Quando o ser humano é movido pelo amor a Cristo,
jamais considerará a cruz penosa ou difícil, pois o amor transforma o
sacrifício em prazer Mat 16:24;
L. É uma virtude ou dom indispensável a todo Cristão – O ser humano pode
se especializar nas mais diversas áreas do conhecimento, porém se não
possui sabedoria divina será incapaz de conduzir-se dignamente nesta vida, e
terá enormes dificuldades de conviver com pessoas de pensamento e
temperamento diferente do seu.

3. SABEDORIA TERRENA, ANIMAL E DIABÓLICA (Sagacidade – astúcia


– malignidade) Tg 3:14 -16

A. É sempre empregada com objetivos malignos;

B. Possui como elementos e características principais:

A inveja – o mais medíocre dos sentimentos. Diz um ditado popular


que a inveja é a arma dos incapazes.
A bíblia diz que a inveja é um sentimento de origem diabólica.
Amargura – quando não superada dá origem ao sentimento de
vingança Heb 12:15
Sentimento faccioso – o sentimento faccionado em contendas que
tanto prejudica o relacionamento entre as pessoas, pois traz a
perturbação e toda obra perversa Tg 3: 16
Traz prejuízo à vida espiritual, tanto individual como coletivamente
(à Igreja)

Pr. João da C. Gomes Feitosa


Presidente