Você está na página 1de 540

Sumário

Finanças..............................................................................................................................................................................................24

Contabilidade e fechamento financeiro..........................................................................................................................................24

Contabilidade e fechamento financeiro (J58)............................................................................................................................24

Utilização comercial..............................................................................................................................................................24

Fluxos de processo chave......................................................................................................................................................24

Fluxos de processo BPM.......................................................................................................................................................24

Contabilidade e fechamento financeiro – Ledger de grupo IFRS (1GA)..................................................................................37

Utilização comercial..............................................................................................................................................................38

Fluxos de processo chave......................................................................................................................................................38

Fluxos de processo BPM.......................................................................................................................................................38

Contabilidade para entrada de ordens do cliente (2FD)............................................................................................................46

Utilização comercial..............................................................................................................................................................46

Fluxos de processo chave......................................................................................................................................................47

Fluxos de processo BPM.......................................................................................................................................................47

Relatórios de conformidade avançada (1J2)..............................................................................................................................47

Utilização comercial..............................................................................................................................................................47

Fluxos de processo BPM.......................................................................................................................................................48

Contabilidade do imobilizado (J62)...........................................................................................................................................51

Utilização comercial..............................................................................................................................................................51

Fluxos de processo chave......................................................................................................................................................51

Fluxos de processo BPM.......................................................................................................................................................51

Contabilidade do imobilizado – Ledger de grupo IFRS (1GB).................................................................................................59

Utilização comercial..............................................................................................................................................................60

Fluxos de processo chave......................................................................................................................................................60

Fluxos de processo BPM.......................................................................................................................................................60

Imobilizado em andamento (BFH)............................................................................................................................................62

Utilização comercial..............................................................................................................................................................62

Fluxos de processo chave......................................................................................................................................................62

Fluxos de processo BPM.......................................................................................................................................................62

Imobilizado em andamento – Ledger de grupo IFRS (1GF).....................................................................................................64

Utilização comercial..............................................................................................................................................................64

Fluxos de processo chave......................................................................................................................................................64


Fluxos de processo BPM.......................................................................................................................................................64

Livro caixa (1GO).....................................................................................................................................................................65

Utilização comercial..............................................................................................................................................................65

Fluxos de processo chave......................................................................................................................................................66

Fluxos de processo BPM.......................................................................................................................................................66

Ciclo de alocação do Razão (1GI).............................................................................................................................................66

Utilização comercial..............................................................................................................................................................67

Fluxos de processo chave......................................................................................................................................................67

Fluxos de processo BPM.......................................................................................................................................................67

Avaliação de estoques para encerramento do exercício (BEJ)..................................................................................................69

Utilização comercial..............................................................................................................................................................69

Fluxos de processo chave......................................................................................................................................................69

Fluxos de processo BPM.......................................................................................................................................................69

Gerenciamento de alterações de preço de material e valores do estoque (1ZT).......................................................................71

Utilização comercial..............................................................................................................................................................71

Fluxos de processo chave......................................................................................................................................................71

Fluxos de processo BPM.......................................................................................................................................................71

Encerramento do período – Ordens de manutenção (BF7)........................................................................................................72

Utilização comercial..............................................................................................................................................................72

Fluxos de processo chave......................................................................................................................................................72

Fluxos de processo BPM.......................................................................................................................................................73

Encerramento do período – Centro (BEI)..................................................................................................................................73

Utilização comercial..............................................................................................................................................................73

Fluxos de processo chave......................................................................................................................................................74

Fluxos de processo BPM.......................................................................................................................................................74

Provisões do pedido (2VB)........................................................................................................................................................75

Utilização comercial..............................................................................................................................................................75

Fluxos de processo chave......................................................................................................................................................75

Fluxos de processo BPM.......................................................................................................................................................75

Apps analíticos SAP Fiori para contabilidade do imobilizado em Finanças (2QY).................................................................77

Utilização comercial..............................................................................................................................................................77

Fluxos de processo chave......................................................................................................................................................77

Apps analíticos SAP Fiori para contabilidade geral em Finanças (BGC).................................................................................77

Utilização comercial..............................................................................................................................................................77
Fluxos de processo chave......................................................................................................................................................78

Contabilidade e fechamento financeiro avançado..........................................................................................................................78

Relatórios de conformidade avançada (1J2)..............................................................................................................................78

Utilização comercial..............................................................................................................................................................78

Fluxos de processo BPM.......................................................................................................................................................78

Preparação da conta de grupo para consolidação financeira (3AF).......................................................................................... 81

Utilização comercial..............................................................................................................................................................81

Fluxos de processo chave......................................................................................................................................................81

Fluxos de processo BPM.......................................................................................................................................................81

Relatórios de grupo – Dados de sistemas externos (2U6).........................................................................................................82

Utilização comercial..............................................................................................................................................................82

Fluxos de processo chave......................................................................................................................................................83

Fluxos de processo BPM.......................................................................................................................................................83

Relatórios de grupo – Dados do SAP Group Reporting Data Collection (287)........................................................................83

Utilização comercial..............................................................................................................................................................83

Fluxos de processo chave......................................................................................................................................................84

Fluxos de processo BPM.......................................................................................................................................................84

Sistema de informação do grupo de empresas – Consolidação financeira (1SG).....................................................................85

Utilização comercial..............................................................................................................................................................85

Fluxos de processo chave......................................................................................................................................................85

Fluxos de processo BPM.......................................................................................................................................................85

Sistema de informação do grupo de empresas – Consolidação do planejamento (28B)...........................................................86

Utilização comercial..............................................................................................................................................................86

Fluxos de processo chave......................................................................................................................................................86

Fluxos de processo BPM.......................................................................................................................................................87

Operações Financeiras....................................................................................................................................................................88

Contabilidade de fornecedores (J60).........................................................................................................................................88

Utilização comercial..............................................................................................................................................................88

Fluxos de processo chave......................................................................................................................................................88

Fluxos de processo BPM.......................................................................................................................................................88

Contabilidade de clientes (J59)................................................................................................................................................107

Utilização comercial............................................................................................................................................................108

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................108

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................108


Integração do aplicativo de caixa (1MV)................................................................................................................................116

Utilização comercial............................................................................................................................................................116

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................116

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................116

Fatura combinada – Itens de mercadorias e serviços (2UV)...................................................................................................117

Utilização comercial............................................................................................................................................................118

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................118

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................118

Fatura complementar – Determinação de preço (2UT)...........................................................................................................120

Utilização comercial............................................................................................................................................................120

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................120

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................120

Pagamentos de cliente (1S0)...................................................................................................................................................122

Utilização comercial............................................................................................................................................................122

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................122

Fornecimento de mercadoria em nome de outra empresa (2UW)...........................................................................................122

Utilização comercial............................................................................................................................................................122

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................122

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................123

Pagamentos digitais (1S2).......................................................................................................................................................125

Utilização comercial............................................................................................................................................................125

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................125

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................125

Documentos eletrônicos (2RP)................................................................................................................................................126

Utilização comercial............................................................................................................................................................126

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................126

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................127

Pagamentos de clientes externos (2M0)..................................................................................................................................141

Utilização comercial............................................................................................................................................................141

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................141

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................141

Pagamentos digitais externos (2LZ)........................................................................................................................................142

Utilização comercial............................................................................................................................................................143

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................143


Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................143

Integração com mecanismos de cálculo de imposto externos (43D)......................................................................................144

Utilização comercial............................................................................................................................................................144

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................144

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................144

Fatura, impostos e lançamentos complementares (1J5)..........................................................................................................146

Utilização comercial............................................................................................................................................................146

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................146

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................147

Provisionamento de contas a receber em atraso (2PD)...........................................................................................................157

Utilização comercial............................................................................................................................................................158

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................158

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................158

Apps analíticos SAP Fiori para contabilidade financeira (2JB)..............................................................................................160

Utilização comercial............................................................................................................................................................160

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................160

Operações financeiras avançadas.................................................................................................................................................160

Administração avançada de crédito (1QM).............................................................................................................................160

Utilização comercial............................................................................................................................................................161

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................161

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................161

Administração básica de crédito (BD6)...................................................................................................................................169

Utilização comercial............................................................................................................................................................169

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................169

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................169

Gerenciamento de custo e análise de rentabilidade......................................................................................................................176

Administração de compromissos (2I3)....................................................................................................................................176

Utilização comercial............................................................................................................................................................176

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................176

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................176

Upload de dados do plano financeiro do arquivo (1HB).........................................................................................................177

Utilização comercial............................................................................................................................................................177

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................177

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................178


Ordem interna – Real (BEV)...................................................................................................................................................180

Utilização comercial............................................................................................................................................................180

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................180

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................180

Análise de margem (J55).........................................................................................................................................................181

Utilização comercial............................................................................................................................................................182

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................182

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................182

Contabilidade de custos indiretos (J54)...................................................................................................................................184

Utilização comercial............................................................................................................................................................185

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................185

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................185

Cálculo de custos padrão (BEG).............................................................................................................................................189

Utilização comercial............................................................................................................................................................190

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................190

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................190

Alocação universal (2QL).......................................................................................................................................................191

Utilização comercial............................................................................................................................................................192

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................192

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................192

Enterprise, Risk & Compliance....................................................................................................................................................194

Monitoramento de controle contínuo com SAP Process Control (2OH)................................................................................194

Utilização comercial............................................................................................................................................................194

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................194

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................194

Controle de embargo (1WC)...................................................................................................................................................195

Utilização comercial............................................................................................................................................................196

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................196

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................196

Monitoramento de key risk indicator com SAP Risk Management (2U2).............................................................................198

Utilização comercial............................................................................................................................................................198

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................198

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................198

Controle legal (1W8)...............................................................................................................................................................199


Utilização comercial............................................................................................................................................................200

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................200

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................200

Administração de Tesouraria........................................................................................................................................................201

Gerenciamento avançado de contas bancárias (J77)............................................................................................................... 201

Utilização comercial............................................................................................................................................................201

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................202

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................202

Operações de pagamento à vista avançadas (J78)...................................................................................................................222

Utilização comercial............................................................................................................................................................223

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................223

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................223

Gerenciamento de taxa bancária (2O0)...................................................................................................................................232

Utilização comercial............................................................................................................................................................232

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................232

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................232

Integração bancária com interface de arquivo (1EG)..............................................................................................................235

Utilização comercial............................................................................................................................................................236

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................236

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................236

Instituição de bancos com SAP Multi-Bank Connectivity (16R)...........................................................................................238

Utilização comercial............................................................................................................................................................238

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................239

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................239

Gerenciamento básico de contas bancárias (BFA)..................................................................................................................240

Utilização comercial............................................................................................................................................................240

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................240

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................241

Operações básicas de caixa (BFB)..........................................................................................................................................245

Utilização comercial............................................................................................................................................................246

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................246

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................246

Recursos Humanos............................................................................................................................................................................250

RH Central e Registro de tempos.................................................................................................................................................251


Integração de colaboradores – Ativação do SAP S/4HANA (1FD)....................................................................................... 251

Utilização comercial............................................................................................................................................................251

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................251

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................251

Sourcing e Suprimento......................................................................................................................................................................252

Gerenciamento de fornecedores...................................................................................................................................................252

Gerenciamento de atividades no suprimento (19C)................................................................................................................252

Utilização comercial............................................................................................................................................................252

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................253

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................253

Classificação e segmentação de fornecedor (19E)..................................................................................................................254

Utilização comercial............................................................................................................................................................255

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................255

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................255

Avaliação de fornecedores e monitorização de desempenho (SL4)........................................................................................256

Utilização comercial............................................................................................................................................................257

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................257

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................257

Gerenciamento de sourcing e contratos........................................................................................................................................260

Contrato de compra (BMD).....................................................................................................................................................260

Utilização comercial............................................................................................................................................................261

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................261

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................261

Solicitação de preço (1XF)......................................................................................................................................................262

Utilização comercial............................................................................................................................................................263

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................263

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................263

SAP S/4HANA para administração de contratos empresariais (1XV)...................................................................................265

Utilização comercial............................................................................................................................................................265

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................265

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................265

Suprimento central........................................................................................................................................................................267

Contratos de compra central (2ME)........................................................................................................................................267

Utilização comercial............................................................................................................................................................268
Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................268

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................268

Suprimento operacional................................................................................................................................................................271

Processo compra ao pagamento automatizado com SAP Ariba Commerce Automation (J82)..............................................271

Utilização comercial............................................................................................................................................................271

Versão do produto de software............................................................................................................................................271

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................271

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................272

Administração de lotes (BLF).................................................................................................................................................274

Utilização comercial............................................................................................................................................................275

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................275

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................275

Compra de bens de consumo (BNX).......................................................................................................................................276

Utilização comercial............................................................................................................................................................276

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................277

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................277

Análise preditiva para consumo de quantidades do contrato de compra (1QR).....................................................................279

Utilização comercial............................................................................................................................................................279

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................279

Suprimento de materiais diretos (J45).....................................................................................................................................279

Utilização comercial............................................................................................................................................................279

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................280

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................280

Suprimento de serviços (22Z).................................................................................................................................................284

Utilização comercial............................................................................................................................................................285

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................285

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................285

Requisições (18J)....................................................................................................................................................................286

Utilização comercial............................................................................................................................................................286

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................286

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................286

Programa de remessas para suprimento de subcontratação (2NX).........................................................................................288

Utilização comercial............................................................................................................................................................288

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................288


Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................288

Programas de remessas em suprimento (BMR)......................................................................................................................289

Utilização comercial............................................................................................................................................................289

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................290

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................290

Administração de números de série (BLL)..............................................................................................................................293

Utilização comercial............................................................................................................................................................293

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................293

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................294

Materiais do fornecedor em consignação (2LG).....................................................................................................................296

Utilização comercial............................................................................................................................................................296

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................296

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................296

Gerenciamento de faturas.............................................................................................................................................................297

Processo compra ao pagamento automatizado com SAP Ariba Commerce Automation (J82)..............................................298

Utilização comercial............................................................................................................................................................298

Versão do produto de software............................................................................................................................................298

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................298

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................299

Compra de bens de consumo (BNX).......................................................................................................................................301

Utilização comercial............................................................................................................................................................302

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................302

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................302

Suprimento externo de força de trabalho via SAP Fieldglass (22K)......................................................................................304

Utilização comercial............................................................................................................................................................304

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................304

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................304

Suprimento de materiais diretos (J45).....................................................................................................................................307

Utilização comercial............................................................................................................................................................307

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................307

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................307

Suprimento de serviços (22Z).................................................................................................................................................311

Utilização comercial............................................................................................................................................................312

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................312


Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................312

Requisições (18J)....................................................................................................................................................................313

Utilização comercial............................................................................................................................................................313

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................313

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................313

Embalagem retornável ao fornecedor (2UU)..........................................................................................................................315

Utilização comercial............................................................................................................................................................315

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................315

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................315

Materiais do fornecedor em consignação (2LG).....................................................................................................................316

Utilização comercial............................................................................................................................................................317

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................317

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................317

Funções analíticas de suprimento.................................................................................................................................................318

Análise – Visibilidade do pedido e despesa de suprimento (2QU).........................................................................................318

Utilização comercial............................................................................................................................................................319

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................319

Produção............................................................................................................................................................................................319

Planejamento e programação da produção ampliados..................................................................................................................319

Planejamento e execução de reabastecimento baseado na demanda (2QI).............................................................................319

Utilização comercial............................................................................................................................................................320

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................320

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................320

Operações de produção.................................................................................................................................................................323

Análise para unidade de produção – Custos de produção planejados/reais (2QW)................................................................323

Utilização comercial............................................................................................................................................................323

Versão do produto de software............................................................................................................................................323

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................323

Produção sob encomenda – Venda de produtos acabados e montagem final (BJE)...............................................................324

Utilização comercial............................................................................................................................................................324

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................324

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................325

Produção sob encomenda – Montagem e planejamento de produtos semiacabados (1BM)...................................................325

Utilização comercial............................................................................................................................................................326
Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................326

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................326

Produção sob encomenda com configuração de variantes (1YT)...........................................................................................328

Utilização comercial............................................................................................................................................................328

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................328

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................328

Produção para estoque – Produção por processos baseada em ordem de produção (2UG)....................................................330

Utilização comercial............................................................................................................................................................330

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................330

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................330

Produção para estoque – Produção discreta (BJ5)...................................................................................................................332

Utilização comercial............................................................................................................................................................332

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................332

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................332

Produção para estoque – Produção repetitiva (BJH)...............................................................................................................334

Utilização comercial............................................................................................................................................................334

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................334

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................334

Produção para estoque com configuração de variantes (21D)................................................................................................335

Utilização comercial............................................................................................................................................................336

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................336

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................336

Reabastecimento de material com Kanban – Suprimento externo (1E3)................................................................................337

Utilização comercial............................................................................................................................................................338

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................338

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................338

Operações de produção com MES (Manufacturing Execution System) (1Y5)......................................................................341

Utilização comercial............................................................................................................................................................342

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................342

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................342

Operações de produção com SAP Manufacturing Execution (2JN).......................................................................................344

Utilização comercial............................................................................................................................................................345

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................345

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................345


Processamento de retrabalho – Material estocável produzido (BJN)......................................................................................346

Utilização comercial............................................................................................................................................................346

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................346

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................347

Processamento de retrabalho – Material em processo (BJQ)..................................................................................................347

Utilização comercial............................................................................................................................................................348

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................348

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................348

Planejamento de produção............................................................................................................................................................349

Produção sob encomenda – Venda de produtos acabados e montagem final (BJE)...............................................................350

Utilização comercial............................................................................................................................................................350

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................350

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................351

Produção sob encomenda – Montagem e planejamento de produtos semiacabados (1BM)...................................................351

Utilização comercial............................................................................................................................................................352

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................352

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................352

Produção sob encomenda com configuração de variantes (1YT)...........................................................................................354

Utilização comercial............................................................................................................................................................354

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................354

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................354

Produção para estoque – Produção por processos baseada em ordem de produção (2UG)....................................................356

Utilização comercial............................................................................................................................................................356

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................356

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................356

Produção para estoque – Produção discreta (BJ5)...................................................................................................................358

Utilização comercial............................................................................................................................................................358

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................358

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................358

Produção para estoque – Produção repetitiva (BJH)...............................................................................................................360

Utilização comercial............................................................................................................................................................360

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................360

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................360

Produção para estoque com configuração de variantes (21D)................................................................................................361


Utilização comercial.................................................................................................................................................................362

Fluxos de processo chave.........................................................................................................................................................362

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................362

Planejamento de necessidades de material (J44).....................................................................................................................363

Utilização comercial............................................................................................................................................................364

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................364

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................364

Administração de qualidade.........................................................................................................................................................367

Administração de não conformidades (2QN)..........................................................................................................................367

Utilização comercial............................................................................................................................................................367

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................367

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................368

Administração de qualidade para reclamações aos fornecedores (2F9)..................................................................................369

Utilização comercial............................................................................................................................................................370

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................370

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................370

Administração de qualidade para reclamações de clientes (2FA)...........................................................................................372

Utilização comercial............................................................................................................................................................372

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................372

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................372

Administração de qualidade na produção discreta (1E1)........................................................................................................374

Utilização comercial............................................................................................................................................................374

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................374

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................375

Administração de qualidade no suprimento (1FM).................................................................................................................379

Utilização comercial............................................................................................................................................................379

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................379

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................379

Administração de qualidade nas vendas (1MP)......................................................................................................................384

Utilização comercial............................................................................................................................................................384

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................384

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................384

Administração de qualidade no processamento de estoque (1MR)........................................................................................385

Utilização comercial............................................................................................................................................................386
Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................386

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................386

Administração de qualidade de problemas internos (2QP).....................................................................................................388

Utilização comercial............................................................................................................................................................389

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................389

Apps analíticos do SAP Fiori para administração de qualidade (2V0)...................................................................................391

Utilização comercial............................................................................................................................................................391

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................391

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................391

R&D/Engineering.............................................................................................................................................................................392

Gerenciamento de portfólio e projetos da empresa......................................................................................................................392

Controle de modificações com registros de modificações (1NF)...........................................................................................393

Utilização comercial............................................................................................................................................................393

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................393

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................393

Engenharia de produtos................................................................................................................................................................394

Lista técnica de engenharia – Administração de registros mestre de modificação ( 1R3).......................................................395

Utilização comercial............................................................................................................................................................395

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................395

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................395

Lista técnica de engenharia – Modificação em massa (1R5)..................................................................................................397

Utilização comercial............................................................................................................................................................397

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................397

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................397

Lista técnica de engenharia – Administração de versões (1NR).............................................................................................398

Utilização comercial............................................................................................................................................................399

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................399

Produção sob encomenda com configuração de variantes (1YT)...........................................................................................401

Utilização comercial............................................................................................................................................................401

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................401

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................401

Produção para estoque com configuração de variantes (21D)................................................................................................403

Utilização comercial............................................................................................................................................................403

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................403


Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................403

Gerenciar documentos (22P)...................................................................................................................................................404

Utilização comercial............................................................................................................................................................404

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................405

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................405

Definir modelo configurável usando configuração de variantes (22T)...................................................................................406

Utilização comercial............................................................................................................................................................406

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................406

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................406

Gerenciamento do ciclo de vida do produto.................................................................................................................................409

Substituição avançada de ingredientes para receitas (22R)....................................................................................................409

Utilização comercial............................................................................................................................................................409

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................409

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................409

Transferência básica da lista técnica (1ZI)..............................................................................................................................412

Utilização comercial............................................................................................................................................................413

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................413

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................413

Controle de modificações com registros de modificações (1NF)...........................................................................................414

Utilização comercial............................................................................................................................................................415

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................415

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................415

Formulação – Desenvolvimento da receita (1QC)..................................................................................................................416

Utilização comercial............................................................................................................................................................417

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................417

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................417

Transferência de informações do produto para o SAP Asset Intelligence Network (2WK)...................................................418

Utilização comercial............................................................................................................................................................419

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................419

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................419

Processamento de conteúdo inteligente para classificação de documento (2YC)...................................................................421

Utilização comercial............................................................................................................................................................421

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................421

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................421


Produção sob encomenda com configuração de variantes (1YT)...........................................................................................422

Utilização comercial............................................................................................................................................................422

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................422

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................422

Produção para estoque com configuração de variantes (21D)................................................................................................424

Utilização comercial............................................................................................................................................................424

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................424

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................424

Transferência de receita para produção - Lista técnica (1QG)................................................................................................425

Utilização comercial............................................................................................................................................................426

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................426

Definir modelo configurável usando configuração de variantes (22T)...................................................................................428

Utilização comercial............................................................................................................................................................428

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................428

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................428

Administração de especificações para receitas (1QA)............................................................................................................431

Utilização comercial............................................................................................................................................................431

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................431

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................431

Cadeia de suprimentos......................................................................................................................................................................433

Promessa de ordens avançada.......................................................................................................................................................433

Processamento avançado de verificação de disponibilidade (1JW)........................................................................................433

Utilização comercial............................................................................................................................................................434

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................434

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................434

Estoque..............................................................................................................................................................................................437

Processo compra ao pagamento automatizado com SAP Ariba Commerce Automation (J82)..............................................438

Utilização comercial............................................................................................................................................................438

Versão do produto de software............................................................................................................................................438

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................438

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................439

Compra de bens de consumo (BNX).......................................................................................................................................441

Utilização comercial............................................................................................................................................................442

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................442


Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................442

Administração de estoque central (BMC)...............................................................................................................................444

Utilização comercial............................................................................................................................................................444

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................444

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................444

Inventário físico – Contagem do inventário e ajuste (BML)...................................................................................................447

Utilização comercial............................................................................................................................................................447

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................447

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................447

Suprimento de materiais diretos (J45).....................................................................................................................................448

Utilização comercial............................................................................................................................................................449

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................449

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................449

Administração de qualidade para reclamações aos fornecedores (2F9)..................................................................................453

Utilização comercial............................................................................................................................................................454

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................454

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................454

Administração de qualidade para reclamações de clientes (2FA)...........................................................................................456

Utilização comercial............................................................................................................................................................456

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................456

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................456

Administração de qualidade no suprimento (1FM).................................................................................................................458

Utilização comercial............................................................................................................................................................458

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................458

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................458

Administração de qualidade nas vendas (1MP)......................................................................................................................463

Utilização comercial............................................................................................................................................................463

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................463

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................463

Administração de qualidade no processamento de estoque (1MR)........................................................................................464

Utilização comercial............................................................................................................................................................465

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................465

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................465

Devolução ao fornecedor (BMK)............................................................................................................................................467


Utilização comercial............................................................................................................................................................468

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................468

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................468

Materiais do fornecedor em consignação (2LG).....................................................................................................................469

Utilização comercial............................................................................................................................................................470

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................470

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................470

Depósitos......................................................................................................................................................................................471

Apps analíticos SAP Fiori para administração de estoque e depósito (BGG).........................................................................471

Utilização comercial............................................................................................................................................................472

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................472

Administração de imobilizados.........................................................................................................................................................472

Administração de manutenção......................................................................................................................................................472

Manutenção corretiva (BH1)...................................................................................................................................................472

Utilização comercial............................................................................................................................................................473

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................473

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................473

Manutenção emergencial (BH2)..............................................................................................................................................475

Utilização comercial............................................................................................................................................................475

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................475

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................475

Manutenção preventiva (BJ2)..................................................................................................................................................476

Utilização comercial............................................................................................................................................................477

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................477

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................477

Vendas...............................................................................................................................................................................................481

Gerenciamento de ordens e contratos...........................................................................................................................................481

Análise para vendas – Estoque central com devoluções (2QS)..............................................................................................481

Utilização comercial............................................................................................................................................................481

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................481

Processamento de nota de crédito (1EZ).................................................................................................................................481

Utilização comercial............................................................................................................................................................481

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................482

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................482


Estoque em consignação no cliente (1IU)...............................................................................................................................483

Utilização comercial............................................................................................................................................................484

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................484

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................484

Devoluções de cliente (BDD)..................................................................................................................................................492

Utilização comercial............................................................................................................................................................492

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................492

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................492

Processamento de nota de débito (1F1)...................................................................................................................................493

Utilização comercial............................................................................................................................................................493

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................493

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................494

Processamento da entrega sem referência à ordem (1MI)...................................................................................................... 496

Utilização comercial............................................................................................................................................................496

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................496

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................497

Processamento de bonificação em mercadoria (BKA)............................................................................................................499

Utilização comercial............................................................................................................................................................499

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................499

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................499

Fornecimento gratuito (BDA).................................................................................................................................................500

Utilização comercial............................................................................................................................................................501

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................501

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................501

Monitorização da performance de processamento de ordens (BKN)......................................................................................503

Utilização comercial............................................................................................................................................................503

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................503

Apps de planejamento de vendas (1O0)..................................................................................................................................503

Utilização comercial............................................................................................................................................................504

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................504

Treinamento do modelo de análise preditiva – Vendas (2YJ)................................................................................................ 504

Utilização comercial............................................................................................................................................................504

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................505

Processamento de embalagens retornáveis (BDW).................................................................................................................505


Utilização comercial............................................................................................................................................................505

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................505

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................505

Apps analíticos SAP Fiori para vendas (1BS).........................................................................................................................507

Utilização comercial............................................................................................................................................................507

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................507

Venda de serviços (2EQ).........................................................................................................................................................507

Utilização comercial............................................................................................................................................................507

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................508

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................508

Gerenciamento de contratos de venda (I9I).............................................................................................................................510

Utilização comercial............................................................................................................................................................510

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................510

Contrato em quantidade ou valor de venda.........................................................................................................................510

Adiantamentos baseados em contrato em quantidade de venda..........................................................................................510

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................511

Consulta de vendas (1IQ)........................................................................................................................................................512

Utilização comercial............................................................................................................................................................512

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................513

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................513

Monitoramento da execução da ordem do cliente (BKK).......................................................................................................515

Utilização comercial............................................................................................................................................................515

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................515

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................516

Processamento de ordem do cliente para material não estocável (2ET).................................................................................517

Utilização comercial............................................................................................................................................................518

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................518

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................518

Processamento da ordem com lista de faturas e faturamento coletivo (BKZ)........................................................................520

Utilização comercial............................................................................................................................................................520

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................520

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................520

Processamento de vendas através de terceiros com aviso de entrega (BD3).......................................................................... 523

Utilização comercial............................................................................................................................................................523
Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................523

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................523

Oferta de venda (BDG)............................................................................................................................................................525

Utilização comercial............................................................................................................................................................525

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................525

Processamento de bônus de vendas (1B6).............................................................................................................................. 527

Utilização comercial............................................................................................................................................................527

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................527

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................527

Vendas de item não estocável com suprimento específico à ordem (BDN)........................................................................... 529

Utilização comercial............................................................................................................................................................529

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................529

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................529

Venda do depósito (BD9)........................................................................................................................................................531

Utilização comercial............................................................................................................................................................532

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................532

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................532

Serviço..............................................................................................................................................................................................535

Operações de serviço e processos.................................................................................................................................................535

Devoluções de cliente (BDD)..................................................................................................................................................535

Utilização comercial............................................................................................................................................................536

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................536

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................536

Processamento de embalagens retornáveis (BDW).................................................................................................................537

Utilização comercial............................................................................................................................................................538

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................538

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................538

Infraestrutura e plataforma de aplicação...........................................................................................................................................540

Administração e integração de processos.....................................................................................................................................540

Tratamento de evento de negócios (1NN)...............................................................................................................................540

Utilização comercial............................................................................................................................................................540

Administração de responsabilidades (1NJ).............................................................................................................................540

Utilização comercial............................................................................................................................................................541

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................541


Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................541

Database and Data Management.......................................................................................................................................................542

Gerenciamento de informações empresariais...............................................................................................................................542

Migração de dados para SAP S/4HANA a partir do staging (2Q2)........................................................................................543

Utilização comercial............................................................................................................................................................543

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................543

Integração de colaboradores – Ativação do SAP S/4HANA (1FD)....................................................................................... 543

Utilização comercial............................................................................................................................................................544

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................544

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................544

Processamento de conteúdo inteligente para classificação de documento (2YC)...................................................................544

Utilização comercial............................................................................................................................................................545

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................545

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................545

Catálogo de dados mestre para SAP S/4 HANA – On-premise (1I9).....................................................................................545

Utilização comercial............................................................................................................................................................546

Versão do produto de software............................................................................................................................................546

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................546

Gestão de TI......................................................................................................................................................................................546

Administração e usabilidade.........................................................................................................................................................547

Gerenciamento de saída (1LQ)................................................................................................................................................547

Utilização comercial............................................................................................................................................................547

Fluxos de processo chave....................................................................................................................................................547

Fluxos de processo BPM.....................................................................................................................................................548


Finanças
Alcançar a excelência na administração financeira e na contabilidade com conformidade regulatória e margens melhores. Obter
informações financeiras imediatas em qualquer altura, em qualquer lugar, utilizando as melhores práticas e a automatização da
aprendizagem automática em vez do Excel.

Contabilidade e fechamento financeiro

Reduza o custo e o esforço com fechamento financeiro rápido, preciso e em conformidade Obtenha uma representação do
conjunto completo de processos contábeis, com várias visões, abordagens de avaliação e métodos de alocação.

Contabilidade e fechamento financeiro (J58)

Este item de escopo fornece uma síntese abrangente das contas e da contabilidade financeira.
A principal tarefa da contabilidade geral é fornecer uma visão abrangente da contabilidade e das contas externas. Registrando
todas as transações comerciais (lançamentos primários e liquidações da contabilidade interna) em um sistema de software
totalmente integrado com todas as outras áreas operacionais da empresa, você garante a precisão e completude dos dados
contábeis.
A contabilidade geral é utilizada como um registro completo de todas as transações comerciais que fornece uma referência central
e atualizada para a renderização das contas. As transações individuais reais são verificadas no processamento em tempo real,
exibindo os documentos originais, as partidas individuais e a movimentação no período em vários níveis, como: informações de
conta, diários, totais, movimentação no período e balanço.
Esse processo descreve todas as etapas necessárias de encerramento do período, as etapas relacionadas ao encerramento local do
período e as etapas que são iguais para a contabilidade paralela e local.

Utilização comercial

 O registro de todas as transações comerciais garante dados contábeis completos e exatos

Fluxos de processo chave

 Lançar documentos da conta do Razão


 Exibir o diário de documentos
 Exibir saldos de contas do Razão (lista)
 Realizar entradas recorrentes
 Atualizar contas com compensação automática e manual
 Realizar o encerramento do dia
 Realizar o encerramento do mês
 Realizar o encerramento do exercício

Fluxos de processo BPM


Contabilidade e fechamento financeiro – Ledger de grupo IFRS (1GA)

Este item de escopo fornece escopo adicional para contabilidade e fechamento financeiro (J58). Ele fornece os lançamentos de
operação específicos de ledger e as etapas de encerramento de período específicas de ledger.
A contabilidade geral fornece uma visão geral abrangente da contabilidade e contas externas, além de suportar a prestação de
contas paralelas.
A contabilidade geral é utilizada como registro completo de todas as transações comerciais, fornecendo uma referência central e
atualizada para a prestação de contas. As transações individuais reais podem ser verificadas a qualquer momento no
processamento em tempo real, exibindo os documentos originais, as partidas individuais e a movimentação no período em vários
níveis para dar suporte à prestação de contas paralela. Essas transações incluem:
Gerenciamento de documentos contábeis, Ajuste de compensação para grupo de ledgers, Execução de compensação automática
específica a grupos de ledgers, Comparação de saldo de balancetes e Comparação de ledgers de balanço financeiro.

Utilização comercial

 O registro de todas as transações comerciais garante dados contábeis completos e exatos na prestação de contas
paralela

Fluxos de processo chave

 Gerenciar documentos contábeis


 Atualizar contas: compensações automáticas e manual para grupo de ledgers
 Efetuar encerramento do dia, mês e ano

Fluxos de processo BPM


Contabilidade para entrada de ordens do cliente (2FD)

Este item de escopo fornece um relatório da entrada de todas as ordens do cliente para um determinado período contábil. Também
oferece funcionalidades para exibir lançamentos contábeis de previsão juntamente com dados reais e analisar os resultados
previstos no fim do período/trimestre.
Este item de escopo oferece uma síntese mais abrangente de todas as ordens e seus respectivos valores para o período,
independentemente do status de faturamento.Quando uma ordem do cliente é criada, um lançamento de receita é criado no ledger
de ampliação 0E.
Um relatório exibe todas as ordens do cliente recebidas em um determinado período fiscal.O app “Margem bruta presumida”
exibe lançamentos contábeis de previsão juntamente com dados reais e permite a usuários analisar os resultados previstos no fim
do período/trimestre.

Utilização comercial
 Fornece uma síntese abrangente de todas as ordens e seus respectivos valores para o período, independentemente do
status de faturamento

Fluxos de processo chave

 Revisar relatório de entrada de ordens do cliente

Fluxos de processo BPM

Relatórios de conformidade avançada (1J2)

O S/4HANA permite que você exiba saídas específicas de país que podem ser aproveitadas para suportar a preparação e o envio
manual de formatos de conformidade (documentos eletrônicos e relatórios legais).
SAP Document and Reporting Compliance for SAP S/4HANA (anteriormente SAP S/4HANA para relatórios avançados de
conformidade) é a solução da SAP para o cumprimento de requisitos de relatórios em tempo real e legais, incluindo o processo
ponta-a-ponta de controles da transação, link digital e requisitos de envio online. Esse item de escopo cobre a exibição e saída de
conteúdo do país para processos de envio manual.

Utilização comercial
 Gere e visualize saídas específicas de país para o envio manual.
 Monitore o status em um dashboard de relatórios.
 Gerencie várias fases de relatórios.

Fluxos de processo BPM


Contabilidade do imobilizado (J62)

A contabilidade do imobilizado é um livro auxiliar do Razão e é utilizada para administrar e documentar detalhadamente os
movimentos do imobilizado.
A contabilidade do imobilizado é um livro auxiliar do Razão e é utilizada para administrar e documentar detalhadamente os
movimentos do imobilizado. Na contabilidade geral, você pode atualizar a depreciação e as alterações de valores do balanço
patrimonial na contabilidade do imobilizado. Você faz diversas classificações contábeis na contabilidade de custos para essas
transações. Devido à integração com o SAP S/4HANA, a Contabilidade do imobilizado (FI-AA) transfere os dados diretamente
para e de outros componentes do SAP S/4HANA como componentes da Contabilidade financeira (FI).

Utilização comercial

 Obter uma visão transparente da aquisição do imobilizado


 Fornecer processamento automatizado eficiente
 Calcular valores da depreciação
 Registrar depreciação

Fluxos de processo chave

 Criar mestre de imobilizado


 Adquirir imobilizados
 Dar baixa nos imobilizados
 Avaliar os imobilizados
 Realizar o encerramento do mês
 Realizar o encerramento do exercício
 Comprar imobilizado a partir do pedido
 Criar imobilizados antigos

Fluxos de processo BPM


Contabilidade do imobilizado – Ledger de grupo IFRS (1GB)

Este processo é um item de escopo adicional à contabilidade do imobilizado (J62). Ele fornece transações e relatórios específicos
do ledger para IFRS.
A contabilidade do imobilizado é um livro auxiliar do Razão e é utilizada para administrar e documentar detalhadamente os
movimentos do imobilizado. Na contabilidade geral, você pode atualizar a depreciação e as alterações de valores do balanço
patrimonial na contabilidade do imobilizado. Você também pode efetuar diversas classificações contábeis para a contabilidade de
custos dessas transações. Devido à integração com o SAP S/4HANA, a Contabilidade do imobilizado (FI-AA) transfere os dados
diretamente para e a partir de outros componentes do SAP S/4HANA, como os componentes da Contabilidade financeira (FI).
Transações e relatórios específicos de ledger dão suporte à análise da depreciação e do inventário para atender a diferentes
princípios contábeis, tais como reavaliação de bem patrimonial, reporting de depreciação, administração de execuções de
depreciação, inventário e depreciação total dos imobilizados.
Este item de escopo destina-se a IFRS.

Utilização comercial

 Suportar princípios contábeis IFRS


 Cálculo dos valores para depreciação na contabilidade paralela
 Análise do inventário para várias áreas de avaliação
 Ativar a reavaliação comum na contabilidade geral para IFRS

Fluxos de processo chave

 Criar um submestre de imobilizado


 Avaliar os imobilizados
 Realizar o encerramento do mês
 Realizar o encerramento do exercício

Fluxos de processo BPM


Imobilizado em andamento (BFH)

Este processo descreve as etapas necessárias que devem ser executadas para adquirir imobilizados para imobilizados construídos,
começando com a aquisição de um imobilizado e sua monitorização até a construção estar concluída. Isto pode ser efetuado em
um período individual ou ao longo de vários períodos.
Este item de escopo permite que você gerencie os imobilizados em andamento (AuC). Os imobilizados em andamento (AuC) são
uma forma especial de imobilizado tangível. Eles são normalmente exibidos como um item de balanço separado e precisam de
uma determinação de contas separada e de classes do imobilizado próprias. Durante a fase de construção de um imobilizado, todos
os lançamentos reais são atribuídos ao IeA. Quando o imobilizado é concluído, é feita uma transferência para o imobilizado final.

Utilização comercial

 Obter uma visão transparente da aquisição do imobilizado


 Automatizar o processamento eficiente

Fluxos de processo chave

 Incluir fatura e liquidação final para imobilizados em andamento (IeA)


 Criar imobilizados IeA
 Liquidar IeA
 Criar imobilizados para a liquidação de IeA concluído
 Atualizar regra de liquidação para liquidação final
 Criar imobilizados antigos IeA

Fluxos de processo BPM


Imobilizado em andamento – Ledger de grupo IFRS (1GF)

Este processo é um item de escopo adicional para a contabilidade do imobilizado (BFH). Ele fornece transações específicas de
ledger. Este item de escopo descreve as etapas necessárias para a aquisição de imobilizados criados no ledger de grupo IFRS.
Os ativos em construção (AuC) são uma forma especial de imobilizado tangível. Eles são normalmente exibidos como um item de
balanço separado e precisam de uma determinação de conta e de classes de imobilizados próprias. Durante a fase de construção de
um imobilizado, todos os lançamentos reais são atribuídos ao IeA. Quando o imobilizado é concluído, é feita uma transferência
para o imobilizado final. Transações específicas de ledger, como a regra de repartição da liquidação, podem influenciar o
resultado da liquidação em diferentes princípios contábeis.
Este item de escopo destina-se a IFRS.

Utilização comercial

 Suportar princípios contábeis IFRS


 Liquidação com base na contabilidade paralela

Fluxos de processo chave

 Incluir fatura e liquidação final para imobilizado em andamento (IeA) (forma especial de imobilizado tangível)
 Liquidar IeA
 Criar imobilizados para a liquidação de IeA concluído
 Atualizar a regra da liquidação final na contabilidade paralela
 Executar liquidação final do pedido de investimento (processamento coletivo)

Fluxos de processo BPM


Livro caixa (1GO)

O livro caixa FI é um tipo de livro auxiliar de contabilidade financeira utilizado para gerenciar as operações à vista de uma
empresa. Este pode efetuar o lançamento em contas do Razão, contas de fornecedor e contas de cliente.
O livro caixa é um livro auxiliar da contabilidade financeira. É utilizado para administrar as transações de caixa de uma empresa.
O sistema calcula automaticamente e exibe os saldos inicial e final e os totais de entradas e pagamentos. Você pode processar
vários livros caixa por empresa, e também um livro caixa separado para cada moeda. Também efetuar lançamentos em contas do
Razão, contas de fornecedor e contas de cliente.

Utilização comercial

 Ter vários livros caixa por empresa


 Um livro caixa separado para cada moeda
 Integrar documentos de livro caixa no sistema FI
 Evitar entrada de dados redundantes com geração automática de lançamento contábil
 Lançar em contas do Razão, contas de cliente e contas de fornecedor
 Imprimir os diários várias vezes

Fluxos de processo chave

 Lançar entradas do livro caixa


 Exibir entradas do livro caixa

Fluxos de processo BPM

Ciclo de alocação do Razão (1GI)

Durante a transação comercial baseada no mapeamento do centro de lucro para o segmento, as despesas e o rendimento são
capturados no segmento empresarial ou no centro de lucro comum que não pode ser alocado. Depois de efetuar a distribuição do
centro de lucro, os custos são transferidos para os centros de lucro corretos e o segmento correto é derivado do centro de lucro.
Antes do processo de alocação do fim do período de centros de lucro ou segmentos que não podem ser alocados, os custos
compartilhados são acumulados durante o período nesses centros de lucro ou segmentos. Esses custos devem ser alocados a
segmentos alocáveis de acordo com critérios predefinidos ou com a transferência do centro de lucro para ajuste. Você distribui os
custos de centros de lucro (atribuídos a segmentos que não podem ser alocados) para o centro de lucro atribuído ao segmento
alocável sob as contas originais do Razão. Os ciclos de distribuição devem ser configurados.
Utilização comercial

 Executar distribuição durante o encerramento do período

Fluxos de processo chave

 Modificar ciclo de distribuição real do Razão


 Criar ciclo de distribuição real do Razão
 Eliminar ciclo de distribuição real do Razão
 Exibir ciclo de distribuição real do Razão
 Executar distribuição real do Razão
 Síntese de distribuição real do Razão

Fluxos de processo BPM


Avaliação de estoques para encerramento do exercício (BEJ)

A avaliação do balanço na contabilidade de materiais permite a você avaliar seus estoques no final dos períodos de relatório, de
acordo com princípios contábeis internacionais (como IAS ou U.S. GAAP).
Este item de escopo fornece aos usuários um exemplo de descrição de processo que eles podem usar como modelo para seus
próprios processos de avaliação. A avaliação de estoque é feita de acordo com a legislação local (como o código comercial
alemão), incluindo configurações para a estrutura de custos indiretos, variante de avaliação e avaliação de estoque com
desvalorização com base em rotatividade.

Utilização comercial

 Determinar a avaliação de estoque para matérias-primas e produtos comercializáveis com base no princípio de valor
mínimo
 Determinar a avaliação de estoque para produtos semiacabados e acabados com base nos requisitos locais de avaliação
 Ajustar o valor do estoque

Fluxos de processo chave

 Executar avaliação de estoque para matérias-primas e produtos comercializáveis


 Determinar o valor mínimo para matérias-primas e produtos comercializáveis com base nos preços de mercado
 Determinar o valor mínimo para matérias-primas e produtos comercializáveis com base na cobertura
 Determinar o valor mínimo para matérias-primas e produtos comercializáveis com base nas rotatividades
 Executar avaliação FIFO
 Analisar a avaliação de estoque para materiais utilizando a comparação de preços para cada conta do estoque de
material, tipo de material ou material
 Ajustar o valor do estoque por meio de lançamento manual para a respectiva conta de ajuste de estoque

Fluxos de processo BPM


Gerenciamento de alterações de preço de material e valores do estoque (1ZT)

Este item de escopo fornece aos usuários um exemplo de descrição de um processo que pode ser usado para modificar os preços
de material, marcar preços para modificação e liberar preços para avaliação do material.
Este item de escopo fornece aos usuários um exemplo de descrição de um processo que pode ser usado para modificar os preços
de material, marcar preços para modificação e liberar preços para avaliação do material.
É possível modificar um preço de duas formas:
Em uma etapa única de processamento com efeito imediato: quando os custos de material são modificados, o estoque é reavaliado
com todos os controles de preço, inclusive avaliação com preço padrão e avaliação com preço unitário periódico.
Modificar em um procedimento de duas etapas por meio da determinação de preços futuros e liberação de preços planejados: (1)
Quando os preços futuros são inseridos, os novos preços de avaliação futura são atualizados em todas as moedas e avaliações nos
dados do ledger de materiais e na moeda da empresa, no registro mestre de materiais.
(2) Quando as modificações de preço planejadas são liberadas, o sistema atualiza os preços futuros válidos (nas várias moedas e
avaliações) como preço padrão atual ou preço de avaliação, e calcula um montante de reavaliação para a quantidade de estoque
específica e reavalia o valor do estoque segundo esse montante. O lançamento de contrapartida ocorre na conta de reavaliação de
acordo com a determinação de contas. Se não existir material no estoque, apenas o preço é modificado.

Utilização comercial

 Atualize os preços de materiais e valores de estoque

Fluxos de processo chave

 Escolha uma destas opções:


o 1) Uma modificação de preço em uma etapa na qual você modifica os custos de material ou carrega os
preços de estoque de material;
o 2) Um procedimento em duas etapas no qual você insere o futuro preço e libera a modificação de preço
planejada
 Visualize os valores de estoque de material com um relatório de resumo do saldo

Fluxos de processo BPM


Encerramento do período – Ordens de manutenção (BF7)

Este item de escopo abrange o encerramento do período para ordens de manutenção.


Este item de escopo suporta atividades necessárias para os itens de escopo “Manutenção preventiva” (BJ2) e “Manutenção
corretiva” (BH1). Assim que os custos forem registrados nos tipos de ordem YBA1 – Ordem de manutenção, YBA2 –
manutenção preventiva e BA3 – Manutenção não planejada, esse item de escopo é executado como atividade subsequente para
liquidação, encerramento e elaboração de relatórios.

Utilização comercial

 Processar rapidamente o encerramento do período


 Emitir relatórios de modo eficiente

Fluxos de processo chave

 Liquidar ordens de serviço


 Encerrar ordens de serviço concluídas
 Relatórios de dados reais da ordem

Fluxos de processo BPM


Encerramento do período – Centro (BEI)

Este processo assegura que todos os custos incorridos durante o processo de produção sejam atribuídos a atividades de produção.
Este item de escopo ajuda você a garantir que os custos incorridos nas atividades de produção (tais como materiais produzidos
internamente) sejam atribuídos às atividades correspondentes. Os custos são alocados para os respectivos produtos para análise de
rentabilidade.

Utilização comercial

 Obter visão transparente de custos de produção para materiais produzidos internamente


 Executar processos automaticamente e de maneira eficiente

Fluxos de processo chave

 Executar ciclos de rateio para custos de controle de qualidade


 Registrar transações de contas a pagar relacionadas ao pedido
 Liberar faturas bloqueadas
 Garantir que os movimentos de mercadorias tenham sido concluídos – pós-processamento para movimentos de
mercadorias incorretos
 Abrir novo período de administração de materiais (MM)
 Executar cálculo de custos indiretos reais para ordens de processo e produção
 Executar liquidação preliminar para coproduto
 Calcular material em processo (WIP)
 Executar produção, ordem de processo e determinação de desvio do coletor de custos do produto
 Liquidar desvios
 Analisar desvios
 Fechar ordens de produção concluídas
 Analisar custos de produção

Fluxos de processo BPM


Provisões do pedido (2VB)

Esse processo suporta cálculo automático, revisão, aprovação, lançamento e análise de provisões de pedidos.
As delimitações precisam ser lançadas quando as obrigações ocorrem para terceiros e os custos relacionados ainda não foram
lançados. Esta solução suporta a típica atividade de encerramento do período – o lançamento de delimitações com referência aos
pedidos. Você também pode optar por ativar a solução de diferimentos em Delimitações de pedido para que as delimitações e os
diferimentos de um pedido trabalhem perfeitamente com a automação.
Com base no Accrual Engine do SAP S/4HANA, esta solução oferece opções de configuração flexíveis para cálculo e lançamento
de delimitações de pedido. Ela também fornece a opção de revisar os montantes de provisão mensais e suporta o monitoramento e
a aprovação de provisões.

Utilização comercial

 Obtenha uma automação abrangente de cadeias de processo para a provisão de pedidos


 Reduza esforços no trabalho manual

Fluxos de processo chave

 Administrar fluxos de trabalho para análise de provisões de pedido


 Transferir pedidos (opcional)
 Propor provisões periódicas
 Minha caixa de entrada – Analisar provisões de pedido
 Analisar provisões de pedidos para o controlador
 Lançar provisões periódicas
 Analisar lançamentos de provisão

Fluxos de processo BPM


Apps analíticos SAP Fiori para contabilidade do imobilizado em Finanças (2QY)

Este item de escopo fornece páginas de síntese para a funcionalidade de contabilidade do imobilizado.
Este item de escopo fornece páginas de síntese para a funcionalidade de contabilidade do imobilizado, com o objetivo de auxiliar
o contador de imobilizado com informações de alto nível sobre receita, despesa, documentos contábeis, saldo de contas do
imobilizado, entre outros.

Utilização comercial

 Fornecer um dashboard de informações para que o contador de imobilizado realize suas atividades diárias com
facilidade
 Fornecer insights gerais para que o contador de imobilizado entenda os números principais e implemente ações com
base em uma ampla variedade de informações
 Fornecer insights dos diferentes aspectos da funcionalidade de contabilidade do imobilizado para atender às
necessidades
 Obter uma síntese das diferentes funções, como a receita, despesa, documentos contábeis, saldo de contas de
imobilizado, etc.

Fluxos de processo chave

 Ver a exibição analítica e transacional da receita, despesa, documentos contábeis, saldos de conta de imobilizado, etc.
 Filtrar os KPIs de acordo com diferentes atributos empresariais, como empresa, estrutura do balanço/DRE, data fixada,
moeda de exibição, etc.
 Navegar dos insights sobre os KPIs até os aplicativos inteligentes correspondentes para obter uma análise detalhada
 Compartilhar KPIs e informações de processo de alto nível com as pessoas responsáveis pela execução do processo no
departamento de contabilidade do imobilizado

Apps analíticos SAP Fiori para contabilidade geral em Finanças (BGC)

Este item de escopo fornece páginas de síntese para a funcionalidade de contabilidade geral.
Este item de escopo fornece páginas de síntese para a funcionalidade de contabilidade geral, com o objetivo de fornecer ao
contador geral informações de alto nível sobre receita, despesa, documentos contábeis, saldo de contas do Razão, entre outros.

Utilização comercial

 Fornecer um dashboard de informações para que o contador geral execute facilmente suas atividades diárias
 Fornecer insights gerais para que o contador geral entenda os números principais e implemente ações com base em
uma ampla variedade de informações
 Fornecer insights dos diferentes aspectos da funcionalidade de contabilidade geral para atender às necessidades
 Obter uma síntese das diferentes funções, como a receita, despesa, documentos contábeis, saldo de contas do Razão,
etc.

Fluxos de processo chave

 Ver a exibição analítica e transacional da receita, despesa, documentos contábeis, saldo de contas do Razão, etc.
 Filtrar os KPIs pelos diferentes atributos empresariais, como empresa, estrutura do balanço/DRE, ledger, data fixada,
moeda de exibição, etc.
 Navegar dos insights sobre os KPIs até os aplicativos inteligentes correspondentes para obter uma análise detalhada
 Compartilhar KPIs e informações de processo de alto nível com as pessoas responsáveis pela execução do processo no
departamento de contabilidade geral

Contabilidade e fechamento financeiro avançado

Tenha insights instantâneos com os relatórios jurídicos e de resultados baseados em uma fonte central das informações detalhadas,
com o suporte de um sistema de relatórios de grupo integrado e completamente otimizado.

Relatórios de conformidade avançada (1J2)

O S/4HANA permite que você exiba saídas específicas de país que podem ser aproveitadas para suportar a preparação e o envio
manual de formatos de conformidade (documentos eletrônicos e relatórios legais).
SAP Document and Reporting Compliance for SAP S/4HANA (anteriormente SAP S/4HANA para relatórios avançados de
conformidade) é a solução da SAP para o cumprimento de requisitos de relatórios em tempo real e legais, incluindo o processo
ponta-a-ponta de controles da transação, link digital e requisitos de envio online. Esse item de escopo cobre a exibição e saída de
conteúdo do país para processos de envio manual.

Utilização comercial

 Gere e visualize saídas específicas de país para o envio manual.


 Monitore o status em um dashboard de relatórios.
 Gerencie várias fases de relatórios.

Fluxos de processo BPM


Preparação da conta de grupo para consolidação financeira (3AF)

Este item de escopo oferece a preparação da conta de grupo para fins de consolidação externa ou de relatórios.
Este item de escopo suporta a preparação da conta do grupo para fins de consolidação externa ou de relatórios. Isso não é
necessário no SAP S/4HANA para relatórios de grupo.
A SAP fornece o plano de contas do grupo de empresas YGR1 e vincula esse plano ao YCOA e às contas de grupo padrão. O
cliente pode renumerar o ID da conta de grupo por meio da ferramenta de renumeração, ou atualizá-lo manualmente no sistema.
Em seguida, ele pode atualizar o mapeamento entre as contas YGR1 e YCOA manualmente.

Utilização comercial

 Suportar o caso do cliente de capacitação da conta do grupo para consolidação externa

Fluxos de processo chave

 Ajustar a conta do grupo


 Atualizar a atribuição da conta do grupo

Fluxos de processo BPM


Relatórios de grupo – Dados de sistemas externos (2U6)

Este item de escopo permite a integração entre os relatórios de grupo do SAP S/4HANA e os sistemas externos.
Este item de escopo oferece aos clientes do SAP S/4HANA os recursos de integração com sistemas externos. A integração ajuda o
cliente a importar ou exportar facilmente os dados com o sistema SAP S/4HANA.

Utilização comercial

 Fornecer API para importação de dados da notificação


 Fácil importação de dados em massa para o sistema SAP S/4HANA
Fluxos de processo chave

 Verificar cenário de comunicação


 Atualizar dados para a unidade de consolidação (opcional)

Fluxos de processo BPM

Relatórios de grupo – Dados do SAP Group Reporting Data Collection (287)

Este item de escopo permite a integração entre os relatórios de grupo financeiros no SAP S/4HANA e no SAP Group Reporting
Data Collection (implementado no SAP BTP).
Este item de escopo fornece o procedimento de integração entre os relatórios de grupo financeiros no SAP S/4HANA e no SAP
Group Reporting Data Collection (implementado no SAP BTP). Além disso, o guia de administração fornece instruções para o
usuário.

Utilização comercial

 Conecte o aplicativo SAP BTP à instância do SAP S/4HANA em que a instância de relatórios de grupo está ativada (o
item de escopo Relatórios de grupo – Consolidação financeira (1SG) deve estar implementado)
 Forneça um guia de configuração detalhado para usar o SAP Group Reporting Data Collection

Fluxos de processo chave


 Preparar dados de empresas não SAP S/4HANA
 Monitorar dados de empresas SAP S/4HANA

Fluxos de processo BPM

Sistema de informação do grupo de empresas – Consolidação financeira (1SG)

Este item de escopo fornece funções de consolidação financeira legais para clientes do SAP S/4HANA.
Este item de escopo fornece funções de consolidação financeira legais para clientes do SAP S/4HANA.
Os principais recursos que fazem parte deste release incluem a integração de dados com o SAP S/4HANA, evitar a replicação
(utilização da tabela principal real como fonte de dados), o recurso flexível de upload para reunir dados financeiros de subsidiárias
que não utilizam o S/4HANA, validações de produto para assegurar integridade de dados, métodos de consolidação para gerar
consolidação legal e principais relatórios de auditoria e declarações financeiras consolidadas, incluindo lucros e perdas e relatórios
de balanço.

Utilização comercial

 Integração completa com o SAP S/4HANA


 Fornecer upload flexível para empresas que não utilizam o SAP S/4HANA
 Validar produto para assegurar integridade dos dados (integrada)
 Gerar consolidação financeira legal com poderosos mecanismos de cálculo
 Visualizar relatórios com o SAP Fiori Launchpad

Fluxos de processo chave

 Preparar dados (preparação de item do balanço financeiro, atualização para tipos de transações de grupo)
 Carregar dados do SAP S/4HANA e de fontes externas
 Validar dados com conjuntos de controles integrados
 Consolidar dados
 Executar relatórios e auditoria

Fluxos de processo BPM


Sistema de informação do grupo de empresas – Consolidação do planejamento (28B)

Este item de escopo permite a consolidação de dados planejados.


Com este item de escopo, você pode coletar os dados planejados de um arquivo por meio do recurso flexível de upload do SAP
S/4HANA ou gerar os dados planejados a partir de dados reais do exercício anterior. Posteriormente, o usuário pode executar um
processo de consolidação integral, incluindo conversão de moeda, eliminações e relatórios interempresariais e de investimentos. O
aplicativo inclui diversas versões para permitir a emissão de relatórios (planejado versus real, planejado e previsto).

Utilização comercial

 Integrar a solução com consolidação real, para permitir a comparação de relatórios reais e planejados
 Consolidar dados planejados de várias fontes (internas para o SAP S/4HANA e externas)
 Armazenar dados planejados em versões predefinidas

Fluxos de processo chave

 Coletar e validar dados


 Consolidar processos (conversões e eliminações)
 Obter relatórios avançados (relatórios comparativos e previsões)
Fluxos de processo BPM

Operações Financeiras

Simplifique a maneira como registra e administra os dados de contas a pagar e a receber dos fornecedores e de todos os clientes.
Aumente a automação e reduza os custos e trabalho manual.
Contabilidade de fornecedores (J60)

Este item de escopo descreve a administração das faturas a pagar em aberto criadas automaticamente a partir dos processos de
compra.
Com o Accounts Payable, você administra as faturas a pagar em aberto geradas automaticamente a partir de processos de compra.
Você gerencia e controla as partidas em aberto por meio de diversas ferramentas analíticas. Você planeja as obrigações futuras e
analisa o resultado de pagamentos, como a utilização de descontos à vista e dias de contas a pagar pendentes.
Processe automaticamente suas contas a pagar em aberto e monitore o andamento do pagamento. Opcionalmente, você também
pode incluir uma aprovação em dois níveis para todas os pagamentos realizados.
Conecte-se ao SAP Multi-Bank Connectivity (MBC) para simplificar a conectividade com os bancos para pagamentos e extratos
bancários. Como alternativa, você pode também fazer download dos arquivos de pagamento gerados.
Você também pode imprimir cheques para países/regiões em que isso é relevante.

Utilização comercial

 Integrar as contas a pagar com o suprimento


 Registrar lançamento de contas a pagar diretamente no Razão
 O programa de pagamento pode criar automaticamente instruções para transferências bancárias
 A aprovação de pagamento pode ser utilizada para o workflow
 Utilizar conectividade simples e segura para transações com várias instituições financeiras ou baixar o arquivo de
instruções de pagamento para outros processamentos manuais
 Analise a eficácia de seu processamento de pagamento

Fluxos de processo chave

 Gerenciar e completar os dados mestre de fornecedor.


 Criar a fatura a partir de logística.
 Analisar contas a pagar pendentes
 Pagar a fatura.
 Aprovar pagamentos (opcional)
 Encaminhar pagamentos para bancos por meio do SAP Multi-Bank Connectivity (MBC) ou baixar o arquivo de
pagamento
 Analisar a eficácia de processamento de pagamentos

Fluxos de processo BPM


Contabilidade de clientes (J59)

Este item de escopo permite a você gerenciar suas faturas de créditos pendentes que são criadas automaticamente a partir dos
processos de vendas.
Com o sistema de contabilidade de clientes, você pode gerenciar faturas em aberto de contas a receber criadas automaticamente a
partir dos processos de venda. Você pode gerenciar e controlar as partidas em aberto por meio de diversas ferramentas analíticas,
para otimizar o tratamento da contabilidade de clientes. A fonte primária das entradas de pagamento são os extratos bancários
carregados dentro do processo de gerenciamento de caixa. As entradas de pagamento são reconciliadas automaticamente com
faturas em aberto. Visões de fácil utilização tornam o pós-processamento de partidas em aberto simples e eficiente.
Como alternativa, você também pode lançar manualmente a entrada de pagamentos e reconciliar com facilidade o pagamento com
um item em aberto. Várias ferramentas analíticas estão disponíveis para monitorar as contas a receber. Elas permitem que você
adote medidas rapidamente se descobrir que a inadimplência no pagamento de seus clientes está crescendo. Você pode facilmente
criar cartas de advertência para itens em atraso e acompanhar o histórico de advertências dos clientes.

Utilização comercial

 Fornecer análise mais detalhada e abrangente de contas a receber


 Fornecer compensação de entrada de pagamento automática com o extrato bancário eletrônico e reprocessamento
baseado em regras para itens incompletos
 Processar facilmente a cobrança de itens atrasados
 Processar facilmente correspondência do cliente, por exemplo, em extrato de conta ou confirmação de saldo
 Fornecer cálculo de juros no nível do item para faturas atrasadas

Fluxos de processo chave

 Gerenciar e completar dados mestre do cliente


 Analisar itens em aberto
 Reconciliar automaticamente faturas pendentes com entradas de pagamento
 Processar entradas de pagamento não atribuídas a faturas em aberto de maneira fácil e eficiente
 Analisar a eficácia do processamento das cobranças
 Processar correspondência do cliente
 Processar cálculo de juros no nível do item

Fluxos de processo BPM


Integração do aplicativo de caixa (1MV)

O SAP Cash Application usa a tecnologia de machine learning para aumentar a automação no processo de revisão de faturas,
apresentando os resultados da previsão ao SAP S/4HANA.
O SAP Cash Application usa os dados anteriores armazenados no seu sistema para propor resultados de previsão de revisão de
faturas. Isso ajuda você a reduzir o trabalho manual no processo demorado de compensação de itens em aberto.
Com este item de escopo, também é possível criar avisos de pagamento automaticamente pelo sistema com base no arquivo de
aviso enviado pelos clientes/recebedores do pagamento.
Para usar as funções dessa solução, você precisa adquirir a licença extra na plataforma SAP BTP.

Utilização comercial

 Poupar esforço nesse processo trabalhoso


 Utilizar facilmente o processo empresarial totalmente integrado com a solução SAP Cash Application

Fluxos de processo chave

 Extrair dados de aviso de pagamento não estruturados e torná-los disponíveis para serem utilizados no processo de
compensação padrão
 Extrair e replicar dados históricos para a plataforma de aprendizagem automática como dados de treinamento via
máquina
 Extrair e replicar partidas em aberto de contas a receber para a plataforma de aprendizagem automática de scoring
 Efetuar correspondência de itens de contas a pagar – Autoiniciada
 Obter processo de treinamento automatizado
 Reprocessar o extrato de conta fazendo corresponder as partidas em aberto de contas a receber com o extrato de conta
proposto

Fluxos de processo BPM


Fatura combinada – Itens de mercadorias e serviços (2UV)

Este cenário abrange a necessidade de cobrar um cliente pelas mercadorias vendidas e serviços prestados.
Em algumas situações, você precisa cobrar as mercadorias vendidas e os serviços prestados ao cliente. Normalmente as empresas
emitem uma Nota Fiscal referente aos serviços prestados e outra Nota Fiscal referente à venda de mercadorias, mesmo que tenham
sido vendidos juntos. Alguns estados e municípios permitem que as empresas emitam uma única Nota Fiscal (também conhecida
como Nota Fiscal Conjugada), que abrange tanto mercadoras como serviços.

Utilização comercial

 Autorização para uma Nota Fiscal combinada que abrange mercadorias e serviços

Fluxos de processo chave

 Executar administração de crédito básica


 Criar ordem do cliente
 Imprimir formulário em saída NAST com PDF
 Gerenciar saída de impressão de formulários
 Criar ordem do cliente using IFRS15 bundling functionality
 Fornecer processamento avançado de verificação de disponibilidade
 Criar remessa
 Imprimir formulários
 Executar picking
 Gerenciar custos de frete
 Criar documentos de faturamento

Fluxos de processo BPM


Fatura complementar – Determinação de preço (2UT)

Um crédito ou débito subsequente existe quando uma fatura adicional é recebida para uma transação que foi faturada antes.
Se houver uma diferença de preço na Nota Fiscal, é necessário um complemento de preço. Isto se dá na forma de um débito para o
fornecedor (como um ajuste no processo) e é como uma segunda fatura com base na mesma entrada de mercadorias da fatura
original.
Recomenda-se modificar o valor do pedido de compras de modo que o sistema não bloqueie os lançamentos MIRO com base em
limites de tolerância.

Utilização comercial

 Fornecer faturamento complementar para abranger os requisitos de localização do Brasil

Fluxos de processo chave

 Fornecer faturas complementares


 Aprovar pedidos de compras e faturas de fornecedores

Fluxos de processo BPM


Pagamentos de cliente (1S0)

O item de escopo inclui a integração entre o SAP S/4HANA e a solução de pagamentos do cliente que processa a apresentação e o
pagamento eletrônico de faturas para o SAP Business Technology Platform (SAP BTP).
Esse item de escopo é uma solução disponibilizada no SAP BTP para fins de apresentação e pagamento eletrônico de faturas.
A integração entre o SAP S/4HANA e a solução para pagamentos de clientes permite que os usuários visualizem faturas em
aberto e dados mestre de cliente provenientes do SAP S/4HANA.
Você pode pagar faturas em aberto ou atribuir uma ou mais faturas a um pagamento existente.

Utilização comercial

 Melhorar seus processos de faturamento, reduzindo o custo por meio da eliminação de impressões e tarifas postais
 Processar pagamentos mais rapidamente aumentando a eficiência de pagamentos e deduções
 Gerenciar dinheiro com maior precisão
 Melhorar o planejamento de liquidez
 Realizar integração nativa de dados com os sistemas de contas a receber e gerenciamento de caixa

Fluxos de processo chave

 Visualizar lista de partidas em aberto e extrato de conta


 Visualizar dados mestre
 Atribuir forma de pagamento a partidas em aberto e efetuar o pagamento
 Fazer a correspondência entre faturas em aberto e pagamentos já efetuados
 Compensação de partidas em aberto no SAP S/4HANA

Fornecimento de mercadoria em nome de outra empresa (2UW)

Neste processo, a empresa utiliza um fornecedor terceirizado para enviar a mercadoria diretamente ao cliente. Em seguida, a
empresa fatura o cliente.
Neste processo, a empresa utiliza um fornecedor terceirizado para enviar a mercadoria diretamente ao cliente. Em seguida, a
empresa fatura o cliente. Normalmente este processo requer ao menos três notas fiscais. A primeira (venda) é a do vendedor para
o cliente. A segunda (expedição) é a do fornecedor para o cliente. A terceira é a do fornecedor para o vendedor.

Utilização comercial

 Fornecer processamento da ordem de fornecimento direto a terceiros

Fluxos de processo chave

 Criar ordem do cliente


 Gerenciar custos de frete da ordem do cliente
 Avaliar administração de crédito básica
 Executar fornecimento
 Executar picking
 Fornecer comprovante de entrega
 Criar documento de faturamento
Fluxos de processo BPM
Pagamentos digitais (1S2)

O item de escopo permite a integração entre o SAP S/4HANA e os pagamentos digitais da SAP, o que possibilita a utilização de
cartão de crédito como forma de pagamento no SAP S/4HANA para entradas de pagamentos.
Os pagamentos digitais da SAP são um hub de pagamentos entre os fornecedor de serviços de pagamento e os componentes,
soluções ou aplicativos da SAP que processam a entrada de pagamentos com cartão de crédito.
O item de escopo permite a integração entre o SAP S/4HANA e os pagamentos digitais da SAP, o que possibilita a utilização de
cartão de crédito como forma de pagamento no SAP S/4HANA para entradas de pagamentos.
O processo completo de liquidação utilizando tokens seguros via aviso do provedor de serviços de pagamento para liquidação
bancária final é coberto e automatizado.
Vários fornecedores de serviços de pagamento são suportados.

Utilização comercial

 Operar com facilidade o método de pagamento com cartão de crédito para entradas de pagamento
 Processar informações de cartão de crédito seguras via token
 Automatizar o processo de pagamentos digital

Fluxos de processo chave

 Enviar documento de pagamento da solução SAP S/4HANA Sales ou SAP Customer Payments para o programa de
liquidação programada de pagamentos digitais da SAP.
 Solicitar e receber o aviso de pagamento dos pagamentos digitais da SAP em intervalos programados
 Processar a entrada de extrato bancário com o processo normal de administração de caixa

Fluxos de processo BPM


Documentos eletrônicos (2RP)

Neste item de escopo, você pode enviar documentos eletrônicos aos sistemas do governo brasileiro para obter autorização para
diferentes processos, tais como autorização e estorno.
Neste item de escopo, você pode integrar o SAP S/4HANA com o SAP Document Compliance, opção de faturamento de saída
para o Brasil (nota fiscal eletrônica). O serviço converte os dados da nota fiscal do SAP S/4HANA em um formato eletrônico e
administra a comunicação adequada com o governo para enviar e receber os dados. O SAP Document Compliance, opção de
faturamento de saída para o Brasil (nota fiscal eletrônica) necessita de uma licença de assinatura adicional.
Com esta integração, você pode enviar documentos eletrônicos ao governo brasileiro para receber autorização para diferentes
processos, tais como autorização e cancelamento. A autorização do governo assegura a validade legal dos documentos solicitados.

Utilização comercial

 Garantir conformidade com os sistemas do governo brasileiro


 Obter autorização para diferentes processos, tais como autorização e estorno de faturas

Fluxos de processo chave

 Processos principais:
o Conexão com autoridades fiscais brasileiras: NF-e com SEFAZ e NFS-e para as cidades de São Paulo e
Rio de Janeiro
o Envio de solicitações operacionais: autorização, cancelamento, cartas de correção, ignorar
o Enviar XML ao parceiro de negócios
o Baixar arquivos XML
o Fornecer memória XML
 Contingências:
o Contingência virtual SEFAZ (SVC)
o Contingência de formulário de segurança
 Lacunas:
o Relatório de lacuna para enviar lacunas de numeração
o Monitor de lacuna para verificar o status das lacunas
 Funcionalidades adicionais do monitor:
o Verificação do status do serviço SEFAZ
o Comutar para contingência
o Cancelamento antes da autorização
o Reinicializar status do documento

Fluxos de processo BPM


Pagamentos de clientes externos (2M0)

Este item de escopo permite o pagamento externo como forma de pagamento, que pode ser utilizado com auxílio de sistemas de
faturamento externo.
Este item de escopo disponibiliza a forma de pagamento externa, que pode ser utilizado com a ajuda de sistemas de faturamento
externo. O pagamento pode ser acionado por meio de um sistema de faturamento externo e é processado pelo item de escopo
Pagamentos digitais externos (2LZ).

Utilização comercial

 Ativar a forma de pagamento externa

Fluxos de processo chave

 Verificar partidas em aberto a serem pagas


 Executar pagamentos com uma forma de pagamento externa
 Processar pagamentos com o item de escopo Pagamentos digitais externos (2LZ)

Fluxos de processo BPM


Pagamentos digitais externos (2LZ)

O item de escopo permite a integração entre o SAP S/4HANA e os pagamentos digitais da SAP. Assim que a integração estiver
configurada, você pode usar métodos de pagamento externo no SAP S/4HANA para entradas de pagamentos.
Os pagamentos digitais da SAP são um hub de pagamentos entre os fornecedor de serviços de pagamento (PSP) e os
componentes, soluções ou aplicativos da SAP que processam a entrada de pagamentos com cartão de crédito ou pagamentos
externos.
O item de escopo permite a integração entre o SAP S/4HANA e os pagamentos digitais da SAP. Assim que a integração estiver
configurada, você pode usar métodos de pagamento externo no SAP S/4HANA para entradas de pagamentos.
O processo completo do processamento de avisos de pagamento via jobs de aplicativos de pagamentos digitais da SAP para
compensação automática e o upload final do extrato bancário são cobertos e automatizados.
Vários fornecedores de serviços de pagamento são suportados.
Utilização comercial

 Fornecer um método de pagamento externo para clientes


 Administrar com facilidade o método de pagamento externo para entradas de pagamento
 Automatizar o processo de pagamentos digital

Fluxos de processo chave

 Solicitar e receber o aviso de pagamento dos pagamentos digitais da SAP em intervalos programados
 Programar job de compensação automática por meio de job de aplicativo SAP
 Processar a entrada de extrato bancário em conjunto com o processo normal de gerenciamento de caixa

Fluxos de processo BPM

Integração com mecanismos de cálculo de imposto externos (43D)

Este item de escopo permite que transações comerciais como ordens do cliente ou pedidos usem mecanismos externos de cálculo
de imposto.
Você pode integrar os mecanismos de cálculo de imposto externos ao SAP S/4HANA na determinação de preços, usando o SAP
Cloud Integration como middleware. No procedimento de determinação de preços e imposto, uma condição específica (usando
uma fórmula de valor da condição) coleta os dados da transação e do contexto, cria um payload, envia o payload para o SAP
Cloud Integration e recebe uma resposta dele. Os impostos calculados e retornados no payload de resposta são mapeados nas
estruturas de preços das condições de imposto.
Utilização comercial

 Centralize os serviços
 Facilite os processos
 Reduza a manutenção
 Aumente a conformidade
 Administre os cálculos

Fluxos de processo chave

 Suprir materiais e serviços


 Vender materiais e serviço
 Realizar rastreamento de operações

Fluxos de processo BPM


Fatura, impostos e lançamentos complementares (1J5)

Este item de escopo descreve as etapas essenciais, manuais necessárias para atender aos requisitos de documento legais para o
Brasil, durante o fornecimento de relatórios financeiros às autoridades fiscais brasileiras.
O sistema gera uma nota fiscal automaticamente na revisão de faturas da logística para um serviço que você prestou. A nota fiscal
é utilizada como base para relatórios. Você pode utilizar o Nota Fiscal Writer para criar, modificar ou exibir uma nota fiscal.
Também é possível processar pagamentos manuais online (contas a receber) como alternativa manual para a substituição do FSN.
O sistema gera uma nota fiscal automaticamente na revisão de faturas da logística para um serviço que você prestou. A nota fiscal
é utilizada como base para relatórios. Você pode utilizar o Nota Fiscal Writer para criar, modificar ou exibir uma nota fiscal.
Também é possível processar pagamentos manuais online (contas a receber) como alternativa manual para a substituição do FSN.

Utilização comercial

 Criar manualmente nota fiscal ou documentos fiscais eletrônicos


 Exibir ou modificar uma nota fiscal (gerada manual ou automaticamente)
 Imprimir ou reimprimir uma nota fiscal
 Cancelar uma nota fiscal criada no NF Writer

Fluxos de processo chave

 Administrar Nota Fiscal (NF)


 Geração do número de RPS (recibo provisório de serviços)
 Informação do número da nota fiscal de serviços fornecida pelas autoridades locais
 Preenchimento da nota fiscal de serviços com o código NBS
 Criação de uma nota fiscal de saída de serviços (manual)
 Cancelamento da nota fiscal manual de serviços pelo NF Writer
 Uso de uma nota fiscal de entrada do NF Writer (para mercadorias ou serviços)
Fluxos de processo BPM
Provisionamento de contas a receber em atraso (2PD)

Durante a preparação do balanço, as partidas de cliente em atraso em aberto são avaliadas. Além da avaliação em moeda
estrangeira, você também pode calcular um ajuste com taxa fixa de valor individual para créditos comerciais descobertos ou em
atraso. Para esta tarefa periódica, você pode programar uma execução de avaliação.
Devido ao novo modelo de depreciação da IFRS 9, as perdas de crédito previstas (ECL) em créditos comerciais
são calculadas mediante uma matriz de provisão na qual são aplicadas taxas de provisão fixas, dependendo do
número de dias em que o crédito comercial está pendente. Para o cálculo de montantes provisionados, você
pode executar uma avaliação periodicamente para calcular o lançamento de despesas com crédito
irrecuperável para partidas em atraso. Se você concordar com a proposta da execução da avaliação, pode
transferir a avaliação para o Razão a fim de gerar os lançamentos. O sistema efetua o lançamento de correção
para a data fixada relevante e lançamentos de estorno para a data após a data fixada.

Utilização comercial

 Atender aos requisitos legais


 Automatizar o processo de avaliação de créditos comerciais e reduzir os custos com menor esforço manual

Fluxos de processo chave

 Atualizar matriz de provisão específica de cliente via SSCUI


 Utilizar um programa de avaliação para o ajuste do valor fixo que funciona como o ciclo de pagamento e a emissão de
advertências
 Definir explicitamente cada execução de avaliação mediante a data da execução e uma identificação
 Indicar o tipo de execução da avaliação, definindo vários parâmetros
 Melhorar a eficiência mediante a reutilização dos parâmetros das execuções de avaliação existentes
 Analisar contas definidas por meio da execução de avaliação e criar avaliações em uma execução de proposta
 Criar o lançamento na contabilidade geral durante a transferência e gravar as avaliações para cada item do documento
 Efetuar lançamentos de estorno para o dia a seguir ao dia fixado relevante

Fluxos de processo BPM


Apps analíticos SAP Fiori para contabilidade financeira (2JB)

Este item de escopo fornece páginas de síntese para a funcionalidade de contabilidade de fornecedores e clientes.
Este item de escopo fornece páginas de síntese para a funcionalidade “Contabilidade de fornecedores e
clientes”, com o objetivo de auxiliar o responsável pela contabilidade de fornecedores oferecendo informações
de alto nível sobre faturas bloqueadas, descontos de pagamento à vista, duração de pendência das obrigações,
etc.

Utilização comercial

 Fornecer um dashboard de informações para que gerentes de contabilidade de clientes e fornecedores realizem suas
atividades diárias sem dificuldades
 Fornecer insights gerais para que o gerente de contabilidade de clientes e fornecedores entenda os números principais e
implemente ações com uma ampla variedade de informações
 Fornecer insights dos diferentes aspectos da funcionalidade de contabilidade de clientes e fornecedores para atender às
exigências
 Obter uma síntese das diferentes funcionalidades, como faturas bloqueadas, descontos para pagamento à vista,
vencimento de dívidas etc.

Fluxos de processo chave

 Visualizar uma exibição analítica e transacional das faturas bloqueadas, descontos para pagamento à vista, saldos de
dívida, faturas pré-registradas, etc.
 Filtrar os KPIs de diferentes atributos de negócios, por exemplo, empresa, responsável, conta coletiva, bloqueio de
pagamento de item, fornecedor e assim por diante.
 Navegar dos insights sobre os KPIs até os aplicativos inteligentes correspondentes para obter uma análise detalhada.
 Compartilhar o KPI de alto nível e as informações do processo com os colegas de contas a pagar responsáveis pela
execução do processo

Operações financeiras avançadas

Utilize processos automatizados, integrados e colaborativos para a administração das contas a receber e das contas a pagar
otimizados.

Administração avançada de crédito (1QM)

Neste item de escopo, você gerencia e calcula automaticamente limites de crédito para clientes, com base em fórmulas. Você
também pode verificar o limite de crédito quando os documentos de vendas são criados ou modificados.
A possibilidade de crédito e o comportamento de pagamento dos seus parceiros de negócios têm efeito imediato sobre os
resultados da sua empresa. A eficiência na administração de crédito das contas a receber reduz o risco de perda financeira,
ajudando a otimizar os relacionamentos comerciais com seus parceiros de negócios. A administração avançada de crédito ajuda
sua empresa a determinar previamente o risco de perdas de créditos de seus parceiros de negócios e a tomar decisões eficientes
relacionadas a crédito. Utilizando cálculo automático por meio de fórmulas pré-configuradas, o controlador de crédito pode tomar
decisões de crédito de forma rápida e eficiente. A administração avançada de crédito verifica a exposição em relação ao limite de
crédito atual para o parceiro de negócios.Você pode verificar o limite de crédito quando documentos de vendas, ordens de serviço
ou contratos de prestação de serviços são criados ou modificados.Além disso, pedidos de limite de crédito podem ser
executados.Você também pode verificar outras informações, como: partida em aberto mais antiga, nível máximo de advertência
ou último pagamento. Se a nova ordem estiver bloqueada, ela poderá ser liberada ou rejeitada pela equipe autorizada.

Utilização comercial

 Reduzir o risco de crédito irrecuperável


 Calcular avaliação, classe de risco e limite de crédito automaticamente (eventos)
 Executar solicitações de limite de crédito
 Foco em clientes confiáveis e lucrativos
 Rápida análise de crédito
 Agiliza o processo de verificação do limite de crédito de um cliente

Fluxos de processo chave

 Calcular avaliação, classe de risco e limite de crédito para clientes novos ou existentes
 Criar ou modificar pedido
 Verificar a exposição em relação ao limite de crédito
 Administrar contas de crédito
 Gerenciar ordens bloqueadas
 Executar solicitação de limite de crédito
 Executar relatórios de administração de crédito

Fluxos de processo BPM


Administração básica de crédito (BD6)

Este item de escopo ajuda você a gerenciar e calcular limites de crédito para clientes. Você também pode verificar o limite de
crédito quando os documentos de vendas são criados ou modificados.
A possibilidade de crédito e o comportamento de pagamento dos seus parceiros de negócios têm efeito
imediato sobre os resultados da sua empresa. A eficiência na administração de crédito de contas a receber
reduz o risco de ocorrer perda financeira e ajuda você a otimizar os relacionamentos comerciais com seus
parceiros de negócios. A administração de crédito básica ajuda sua empresa a determinar previamente o risco
de perdas nas contas a receber de seus parceiros de negócios e a tomar decisões eficientes relacionadas a
crédito. A administração de crédito básica verifica a exposição em relação ao limite de crédito atual para o
parceiro de negócios. Você também pode verificar outras informações, como: partida em aberto mais antiga,
nível máximo de advertência ou último pagamento. Se a nova ordem estiver bloqueada, ela poderá ser liberada
ou rejeitada pela equipe autorizada.

Utilização comercial

 Reduzir o risco de crédito irrecuperável


 Foco em clientes confiáveis e lucrativos
 Verificar solvência rapidamente
 Agilizar o processo de verificação do limite de crédito de um cliente

Fluxos de processo chave

 Inserir limite de crédito de novos clientes


 Editar limite de crédito para clientes existentes
 Inserir as ordens do cliente
 Verificar a exposição em relação ao limite de crédito
 Gerenciar ordens bloqueadas

Fluxos de processo BPM


Gerenciamento de custo e análise de rentabilidade

Um conjunto poderoso de ferramentas de planejamento e alocação de custos para maior transparência e eficiência.
Administração de compromissos (2I3)

A administração de compromissos é parte do processo de monitoramento de custos. Os itens de compromisso para projetos são
acionados pelas requisições de compra e pedidos de um material, e são reduzidos por meio de entradas de mercadorias e outras
transações comerciais.
A administração de compromissos é parte do processo de monitoramento de custos. Os itens de compromisso para projetos são
acionados pelas requisições de compra e pedidos de um material, e são reduzidos por meio de várias transações comerciais, como
entradas de mercadorias. Um relatório de custos do projeto exibe os compromissos em relação aos custos planejados e reais.
Quando esse item de escopo é ativado e o item de escopo de pré-requisito Controle financeiro do projeto (1NT) é executado, o
controlador do projeto financeiro pode monitorar os compromissos do pedido em relação aos custos planejados e reais em um
relatório.
Quando esse item de escopo é ativado e o item de escopo de pré-requisito Contabilidade de custos indiretos (J54) é executado, o
controlador de custos indiretos pode monitorar os compromissos do pedido por centro de custos e elemento de custo em um
relatório.

Utilização comercial

 Analisar custos do projeto com informações sobre compromissos em comparação com os custos reais e planejados

Fluxos de processo chave

 Monitorar projetos

Fluxos de processo BPM


Upload de dados do plano financeiro do arquivo (1HB)

Este item de escopo fornece a funcionalidade para carregar um arquivo simples com dados de planejamento (formato .CSV) de
uma fonte externa para o SAP S/4HANA.
Usando o aplicativo Importar dados de DRE do SAP Fiori, você pode carregar um arquivo com valores separados por ponto e
vírgula com dados de planejamento no SAP S/4HANA. Um modelo é fornecido para garantir que o arquivo seja carregado com
êxito no aplicativo. Depois da carga bem-sucedida, o usuário pode abrir o aplicativo Dados planejados x reais para ver os
resultados.

Utilização comercial

 Carregamento de qualquer sistema de origem que possa produzir um arquivo simples


 Acesso a uma interface do SAP Fiori como um usuário com perfil autorizado

Fluxos de processo chave


 Carregar dados no SAP S/4HANA
 Executar o relatório DRE planejado/real
 Carregar dados adicionais ou revisados do plano

Fluxos de processo BPM


Ordem interna – Real (BEV)

Várias iniciativas internas consomem recursos e incorrem em custos ou despesas. Este processo permite o rastreamento dos custos
incorridos nessas iniciativas para facilitar o controle e a monitorização de custos, os cálculos de ROI, a liquidação noutros objetos
de custo, entre outros.
Várias iniciativas internas consomem recursos e incorrem em custos ou despesas. Este processo permite o rastreamento dos custos
incorridos nessas iniciativas para facilitar monitoração e controle de custos, cálculos de retorno do investimento, liquidação para
outros objetos de custos, entre outros.
Esse processo utiliza a funcionalidade de ordem interna da SAP para rastrear custos e status. Para cada iniciativa de pesquisa e
desenvolvimento realizada, é criada uma ordem interna utilizando o tipo de ordem P&D. O planejamento de custo é executado
nessa ordem. Quando a iniciativa é aprovada, a ordem é liberada. Os custos incorridos durante a iniciativa são lançados na ordem.
Periodicamente, os custos coletados na ordem são liquidados no centro de custo de Pesquisa e desenvolvimento atribuído ou em
CO-PA. Quando a iniciativa da ordem interna está concluída e totalmente liquidada, a ordem é encerrada, definindo o status
apropriado.
Para projetos de marketing, é criada uma ordem interna cujo tipo de ordem é marketing. As ordens de marketing são criadas como
ordens estatísticas. Os custos são lançados no centro de custo atribuído e, como custos estatísticos, na ordem interna. A ordem não
necessita de liquidação já que os custos reais são atribuídos ao centro de custo.

Utilização comercial

 Ativar o rastreamento dos custos incorridos a fim de facilitar o controle de custos, os cálculos de retorno do
investimento, etc.
 Obter uma visão transparente de ordens internas pendentes, custo planejado e real

Fluxos de processo chave

 Criar ordem interna para R&D para outros custos indiretos ou uma ordem estatística para custos de marketing
 Lançar documentos da conta do Razão
 Criar pedido (compras de bens de consumo)
 Registrar entradas de mercadorias (somente para ordem R&D)
 Registrar saída de mercadorias para ordem interna R&D (somente para ordem R&D)
 Criar norma de apropriação de custos com centro de custos
 Liquidar ordens (custos reais)
 Relatórios de dados reais da ordem

Fluxos de processo BPM


Análise de margem (J55)

Este item de escopo abrange a demonstração de resultados e relatórios (normalmente executados após conclusão do processo de
encerramento do período).
Análise de rentabilidade permite a você avaliar segmentos de mercado. Essa ação pode ser classificada de acordo com produtos,
clientes, ordens (bem como qualquer combinação desses itens) ou unidades de negócio estratégicas, por exemplo, organizações de
vendas ou objetos de resultado relacionados à margem de contribuição ou lucro de sua empresa.
Após a execução de avaliações, o aplicativo inclui diversos relatórios para análise dos dados, incluindo Relatório de segmento de
mercado e Análise do centro de lucro.

Utilização comercial

 Obter mais informações sobre a lucratividade de segmentos de mercado (por exemplo, produto, clientes, ordens ou
unidades estratégicas de negócios, como organizações de vendas ou objetos de resultado) em relação ao lucro ou à
contribuição marginal de sua empresa
 Facilitar o encerramento do período

Fluxos de processo chave

 Executar avaliação real para CO-PA a fim de transferir custos do centro de custo para CO-PA para análise de
rentabilidade
 Executar o relatório real de segmentos de mercado

Fluxos de processo BPM


Contabilidade de custos indiretos (J54)

Este item do escopo abrange os lançamentos reais baseados na transação que são utilizados no controlling dos custos indiretos. O
objetivo do controlling dos custos indiretos é o planejamento, alocação, controle e monitorização dos custos indiretos.
Este item do escopo abrange os lançamentos reais baseados na transação que são utilizados no controlling dos custos indiretos. O
objetivo do controlling dos custos indiretos é o planejamento, alocação, controle e monitorização dos custos indiretos.
A contabilidade do centro de custo toma os custos de uma empresa e os aloca a subareas reais que os geram. Durante o
encerramento do período, esses custos são distribuídos nos centros de custo por meio de alocação automática. Alocando as classes
de custo aos centros de custo no controlling dos custos indiretos, você pode controlar seus custos e comparar custos planejados e
reais. A comparação entre dados planejados/reais no final do período ajuda você a planejar, controlar e monitorar o
comportamento dos custos. A contabilidade de custos indiretos é também um prerrequisito para a alocação posterior de custos
indiretos a objetos de custo (CO-PC), o que permite realizar uma análise de rentabilidade específica do período.

Utilização comercial
 Obter uma visão transparente para a contabilidade de um centro de custo
 Processar uma entrada no diário para vários objetivos
 Determinar disponibilidade das etapas necessárias para o preparo das atividades periódicas e de fim de exercício
 Determinar etapas necessárias para a preparação de atividades periódicas e de encerramento do exercício
 Rastrear compromissos lançados para centros de custo
 Evitar estouros indesejados de orçamento e obter transparência total do orçamento consumido e disponível a qualquer
momento.

Fluxos de processo chave

 Registrar custos primários para centros de custo por meio de lançamentos contábeis com referência a um centro de
custos
 Atualizar centro de custos com os valores corretos
 Lançar índices estatísticos (para utilização no sistema de relatórios ou como bases de referência para alocações
periódicas)
 Distribuir custos primários e secundários utilizando uma classe de custo de rateio
 Executar o relatório de dados reais do centro de custo
 Reatribuir custos e receitas
 Analisar fluxo de alocação
 Atualizar e monitorar o orçamento do centro de custo (opcional)
 Transferir orçamento do centro de custo

Fluxos de processo BPM


Cálculo de custos padrão (BEG)

Este processo permite que você atualize os custos padrão de produtos como parte do planejamento anual de operações.
Este processo permite que você atualize os custos padrão de produtos como parte do planejamento anual de operações. Os custos
são inseridos manualmente, e a execução de cálculo de custos é criada e realizada.
Este item de escopo também suporta cálculo de custos padrão paralelo

Utilização comercial

 Calcular custos padrão anualmente para refletir as modificações nos preços de peças compradas, em custos indiretos e
custos de mão de obra e em listas técnicas e operações necessárias para fabricação de produtos acabados e
semiacabados

Fluxos de processo chave

 Inserir preço de atividade


 Criar execução de cálculo de custos
 Executar cálculo de custos

Fluxos de processo BPM


Alocação universal (2QL)

Este item de escopo suporta o planejamento anual redistribuindo o custo por ciclos de alocação predefinidos. As regras de
emissor/receptor são definidas pelo montante fixo e pela porcentagem em uma empresa específica.
O item de escopo Alocação universal cobre alocações reais e planejadas. Para alocações de planos de centros de custos no
controlling dos custos indiretos, ele cobre o upload de dados planejados do centro de custos e a execução dos ciclos de alocação
do plano. O planejamento anual é suportado por meio de redistribuição de custos por ciclos de alocação definidos, por definição
de regras do emissor e do receptor por valor fixo e porcentagem. Você pode controlar seus custos e comparar custos reais e
planejados alocando os elementos de custo para centros de custo no controlling dos custos indiretos. Para ver exemplos de
alocação real, consulte o script de teste Contabilidade de custos indiretos (J54). Os centros de lucro também são cobertos.

Utilização comercial
 Obter maior controle de custos com visibilidade dos custos reais em comparação com os custos planejados

Fluxos de processo chave

 Importar dados planejados de DRE


 Carregar dados do planejamento de índices estatísticos
 Executar o ciclo de rateio de centro de custo real e planejado
 Executar distribuições de centro de lucro reais e planejadas
 Executar relatórios de dados de planejamento para centros de custo
 Exibir distribuições de centro de lucro reais e planejadas

Fluxos de processo BPM


Enterprise, Risk & Compliance

Disponibilize pontos de integração para ferramentas de risco global e conformidade.

Monitoramento de controle contínuo com SAP Process Control (2OH)

Este item de escopo integra o SAP Process Control com o SAP S/4HANA para suportar o monitoramento de controle contínuo.
Com este item de escopo, os clientes do SAP Process Control podem cobrir processos do SAP S/4HANA com o monitoramento
de controle contínuo.
A conformidade integrada permite que os dados sejam recuperados do SAP S/4HANA e analisados no SAP Process Control

Utilização comercial

 Obter insight em tempo real de status de controles internos e riscos no SAP S/4HANA e custo total de propriedade
reduzido
 Criar e obter visibilidade dos principais indicadores e métricas por usuários empresariais
 Implementar e automatizar tarefas de rotina com facilidade
 Obter auditabilidade sem esforço

Fluxos de processo chave

 Definir fontes de dados e regras


 Executar consulta

Fluxos de processo BPM


Controle de embargo (1WC)

Este item de escopo oferece suporte à conformidade do comércio internacional, impedindo as transações com países ou regiões
sob embargo.
Este item de escopo oferece suporte à conformidade de comércio internacional, identificando países ou regiões sob embargo para
a verificação automática de transações comerciais.As transações bloqueadas pelo controle de embargo podem ser analisadas e
liberadas, conforme o caso.
Utilização comercial

 Oferecer suporte à conformidade do comércio internacional


 Manter os processos de comércio internacional livres de atrito
 Evitar perdas financeiras

Fluxos de processo chave

 Gerenciar lista de embargo


 Bloquear automaticamente transações relevantes com países/regiões embargadas
 Resolver documentos com um bloqueio de embargo
 Exibir os documentos de conformidade

Fluxos de processo BPM


Monitoramento de key risk indicator com SAP Risk Management (2U2)

Este item de escopo integra o SAP Risk Management com o SAP S/4HANA para dar suporte ao monitoramento de riscos em toda
a empresa.
Os clientes podem integrar o SAP Risk Management on-premise com o SAP S/4HANA para obter suporte a uma visão unificada
dos riscos em toda a empresa. Este item de escopo permite a comunicação entre os aplicativos de modo que o SAP Risk
Management possa monitorar indicadores de risco no SAP S/4HANA.

Utilização comercial

 Obter insight em tempo real de status de controles internos e riscos no SAP S/4HANA e custo total de propriedade
reduzido
 Criar e visualizar os principais indicadores e métricas por usuários empresariais
 Implementar e maximizar a automação para minimizar tarefas de rotina

Fluxos de processo chave

 Monitorar continuamente a partir do SAP S/4HANA com indicadores pré-instalados


 Criar indicadores de controle, performance e risco sem programação
 Obter conteúdo de monitoramento ampliado para dar suporte às melhores práticas
 Visualizar a documentação das regras de monitoramento projetadas para usuários não técnicos

Fluxos de processo BPM


Controle legal (1W8)

Este item de escopo suporta a conformidade de comércio exterior com verificações de documentos relevantes para o cumprimento
da legislação comercial definida.
Este item de escopo suporta a conformidade de comércio exterior com verificações de documentos relevantes para o cumprimento
da legislação comercial definida.
Você pode classificar materiais, definir regulamentações e licenças e ativar verificações de exportação para documentos e
empresas. Se documentos de compra ou de venda relevantes forem gerados e documentos forem bloqueados devido à violação de
políticas comerciais, esses documentos bloqueados devem permanecer em conformidade.

Utilização comercial
 Oferecer suporte à conformidade do comércio internacional
 Manter os processos de comércio internacional livres de atrito
 Evitar perdas financeiras
 Definir regras definidas pelo cliente

Fluxos de processo chave

 Gerenciar exportações globais administrando:


 Agrupamentos e classes de controle
 Classificação de produtos
 Esquemas de numeração
 Legislação
 Licenças de exportação e ordem de uso
 Documentos de conformidade de comércio bloqueados

Fluxos de processo BPM


Administração de Tesouraria

Obtenha insights em tempo real da administração de caixa global e liquidez com o SAP S/4HANA. Baseie-se em uma versão
única dos dados para prever e administrar o caixa integrando dados de várias fontes.

Gerenciamento avançado de contas bancárias (J77)

Este item de escopo fornece funcionalidades adicionais para o gerenciamento de contas bancárias.
Com o gerenciamento avançado de contas bancárias, gerentes de caixa e contadores do banco podem gerenciar os dados mestre do
banco e da conta centralmente e atualizar signatários em várias contas bancárias. O resultado da atualização pode ser ativado com
diferentes modelos de controle. Eles também podem visualizar os dados mestre relacionados ao banco e à conta bancária através
de relatórios e fichas informativas e verificar uma avaliação anual.

Utilização comercial

 Gerenciar centralmente bancos e contas bancárias globais em diferentes modelos de controle


 Atualizar signatário centralmente em várias contas bancárias, em diferentes modelos de controle
 Visualizar dados mestre relativos ao banco e conta bancária por meio de relatórios e fichas informativas
 Revisar contas bancárias anualmente

Fluxos de processo chave

 Gerenciar bancos e contas bancárias (em modo Ativação da revisão direta, Ativação da revisão de controle duplo,
Ativação de revisão do workflow)
 Gerenciar signatário em várias contas bancárias (em modo Ativação da revisão direta, Ativação da revisão de controle
duplo, Ativação de revisão do workflow)
 Revisar contas bancárias anualmente
 Visualizar relatórios de conta bancária e fichas informativas

Fluxos de processo BPM


Operações de pagamento à vista avançadas (J78)

Este item de escopo fornece funcionalidades ampliadas e informações abrangentes com pagamentos, transferências bancárias e
relatórios de caixa.
Com “Operações de caixa avançadas”, você pode obter uma visão consistente da posição de caixa real e da previsão de caixa de
curto/médio prazo. Funções de detalhamento são fornecidas para as transações detalhadas e dimensões aprimoradas são fornecidas
para a análise. Uma visão comparativa entre o fluxo de caixa real e previsto também está disponível.
Este item de escopo também permite que você efetue transferência bancária, rastreie o respectivo status, aprove pagamentos
bancários e monitor o status de processamento de pagamentos.

Utilização comercial
 Analisar posições de caixa com um nível de detalhamento afinado
 Prever a evolução de liquidez e analisar os fluxos de caixa reais com dimensões aprimoradas (nível de planejamento,
conta do Razão, grupo de planejamento) em relatórios de caixa, como CCFI (Verificação de item de fluxo de caixa) e
CFA (Analisador de fluxo de caixa)
 Utilizar funcionalidades avançadas do Analisador de fluxo de caixa com visão de grupo de contas bancárias e visão
hierarquia de itens de liquidez
 Comparar instantâneos de previsão realizados no histórico, com fluxos de caixa reais
 Facilitar operações de caixa, como transferências bancárias, rastreamento de status de transferência, aprovação de
pagamentos (integração BCM) e monitoração de pagamentos
 Monitorar facilmente o status do processamento de importação de extrato bancário

Fluxos de processo chave

 Realizar e rastrear transferências bancárias


 Aprovar e monitorar pagamentos bancários
 Monitorar status de processamento de extrato bancário
 Verificar relatórios de caixa (por exemplo, Verificar posição de caixa, Verificar itens de fluxo de caixa, Analisador de
fluxo de caixa, Comparação de fluxo de caixa)

Fluxos de processo BPM


Gerenciamento de taxa bancária (2O0)

Este item de escopo fornece funcionalidades abrangentes no gerenciamento de taxa bancária, como a atualização das condições de
taxa bancária e monitorização e validação das taxas bancárias.
Este item de escopo fornece funcionalidades abrangentes no gerenciamento de taxa bancária, como a atualização das condições de
taxa bancária e monitorização e validação das taxas bancárias.
Você começa por importar os files de faturamento de serviços de banco para o sistema SAP S/4HANA. Em seguida, você cria,
processa ou elimina as condições de cálculo de taxa bancária no sistema SAP S/4HANA em conformidade com os acordos que
você tem com os bancos, e as atribui aos itens de taxa bancária correspondentes. Você verifica as taxas bancárias em diferentes
visões ou dimensões e com diferentes níveis detalhados. Você também pode validá-las com base nas condições atribuídas e pode
definir o status de validação de forma correspondente.

Utilização comercial

 Aumentar a transparência dos acordos de condições de taxa bancária com os bancos


 Aumentar a transparência dos processos de verificação e validação de taxa bancária
 Aumentar controle da exatidão do encargo bancário

Fluxos de processo chave

 Importar arquivos de faturamento de serviços de banco


 Verificar condições de taxa bancária
 Criar condições de taxa bancária
 Processar condições de taxa bancária
 Eliminar condições de taxa bancária
 Monitorar as taxas bancárias em diferentes visões, dimensões e níveis de detalhe
 Atribuir condições de taxa bancária a itens de taxa bancária
 Validar os itens de taxa bancária e definir o status de validação de forma correspondente

Fluxos de processo BPM


Integração bancária com interface de arquivo (1EG)

Este item de escopo utiliza arquivos processados manualmente para trocar informações sobre pagamentos e extratos da conta com
seu banco.
Neste item de escopo, você baixa os arquivos de pagamento relativos a saídas de pagamento geradas pelo SAP S/4HANA no seu
computador. Em seguida, faça o upload dos arquivos de pagamento para o portal do banco ou para a estação de trabalho de
tesouraria para processamento de pagamentos.
Você também pode fazer upload de extratos eletrônicos da conta recebidos do seu banco. Os extratos são processados por meio do
SAP S/4HANA.

Utilização comercial

 Processar pagamento e extratos bancários eletronicamente


 Adotar uma abordagem prática para o processamento eletrônico de instruções de pagamento e extratos bancários

Fluxos de processo chave

 Download do arquivo de instrução de pagamento criado pelo SAP S/4HANA


 Upload do extrato bancário do banco para o SAP S/4HANA

Fluxos de processo BPM


Instituição de bancos com SAP Multi-Bank Connectivity (16R)

Com o SAP Multi-Bank Connectivity (MBC), a SAP estabelece conexões com seus bancos para enviar instruções de pagamento,
receber notificações de status, receber extratos bancários e mensagens de lockbox, tudo automaticamente.
Com o SAP Multi-Bank Connectivity (MBC), a SAP estabelece conexões com seus bancos para enviar instruções de pagamento,
receber notificações de status, receber extratos bancários e mensagens de lockbox, tudo automaticamente. Com a implementação
dos recursos de monitorização, você supervisiona o status de todas as instruções de pagamento, bem como visualiza os extratos
bancários que foram recebidos e aqueles que ainda estão ausentes. A monitorização só está disponível com a Administração de
caixa avançada (J78).

Utilização comercial

 Conectar com bancos por meio de conexões diretas, SWIFT ou EBICs usando um método seguro (E2E – Criptografia
incorporada)
 Encaminhar instruções de pagamento para instituições financeiras/bancos automaticamente
 Receber extratos bancários de instituições financeiras/bancos automaticamente
 Atualizar o status do pagamento (disponível apenas com a Administração de caixa avançada)
 Receber mensagens lockbox de instituições financeiras/bancos automaticamente
 Obter serviço administrado pela SAP sem integração personalizada
 Não exige middleware

Fluxos de processo chave

 Conectar com segurança utilizando criptografia entre o SAP S/4HANA, o SAP Multi-Bank Connectivity e instituições
financeiras/bancos conectados
 Encaminhar instruções de pagamento aos bancos no formato local
 Receber mensagens de status relativas a instruções de pagamento
 Receber extratos bancários nos formatos padrão, como MT940, CAMT.053 e BAI2 mensagens de lockbox
BAI2Receive

Fluxos de processo BPM


Gerenciamento básico de contas bancárias (BFA)

Este item de escopo fornece uma plataforma para gerenciar dados mestre da conta bancária.
Com o gerenciamento básico de contas bancárias, os gerentes de caixa e os contadores do banco podem centralizar a gestão das
contas bancárias utilizando dados mestre de conta bancária e uma visão em tabela de bancos e contas bancárias.
O processamento de dados mestre de contas bancárias inclui:
 Criação de uma conta bancária
 Modificação de uma conta bancária
 Encerramento de uma conta bancária obsoleta
 Reabertura de uma conta bancária encerrada

Utilização comercial

 Administrar dados mestre de banco e de conta bancária centralmente


 Fazer upload e download das contas bancárias livremente

Fluxos de processo chave

 Administrar dados mestre de banco e de conta bancária com ativação de revisão direta (criar/modificar/fechar/reabrir
conta bancária)

Fluxos de processo BPM


Operações básicas de caixa (BFB)

Este item de escopo ajuda você a gerenciar operações diárias de caixa e fornece informações gerais sobre a posição atual de caixa
e a previsão de liquidez.
A solução Operações básicas de caixa ajuda você a gerenciar operações diárias de caixa e fornece informações gerais sobre a
posição atual de caixa e previsão de liquidez.
Você pode obter uma previsão de liquidez de médio prazo baseada em entrada e saída de pagamentos previstos e em itens de
planejamento inseridos manualmente.
Arquivos de meio de pagamento podem ser baixados e enviados aos bancos manual ou automaticamente, ou podem ser enviados
aos bancos através do SAP Multi-Bank Connectivity. Este item de escopo também suporta o processamento manual de extratos
bancários ou via SAP Multi-Bank Connectivity.

Utilização comercial

 Integrar a saída de pagamentos com bancos


 Recuperar facilmente extratos bancários
 Monitorar posição de caixa e previsão de liquidez de forma centralizada
 Estabelecer itens de fluxo de caixa planejados manuais com registros individuais
 Diversas ferramentas facilitam a realização de tarefas como agregação do fluxo, programação de jobs, verificação do
log de aplicação e reconciliação de saldo de contas bancárias

Fluxos de processo chave

 Executar integração bancária para saída de pagamento


 Efetuar integração bancária para entrada de extrato bancário
 Visualizar os relatórios do caixa
 Gerenciar registro individual
 Utilizar ferramentas de caixa

Fluxos de processo BPM


Recursos Humanos
Integrar serviços de recursos humanos para crescimento e sustentabilidade: obter uma vantagem competitiva no mercado global e
permitir o crescimento e a sustentabilidade fornecendo serviços de recursos humanos da próxima geração com as soluções da
SAP. Nosso software para recursos humanos simplificados pode ajudar você a combinar os requisitos locais com a integração
global e as informações em tempo real - para serviços rápidos, eficientes e precisos.
RH Central e Registro de tempos

Otimize os processos de registro de tempos e administre as estruturas organizacionais. Integre com a próxima geração de soluções
de RH da SAP.

Integração de colaboradores – Ativação do SAP S/4HANA (1FD)

Este item de escopo abrange a ativação técnica do SAP S/4HANA para permitir a integração de dados mestre do empregado e
arquivar dados do empregado e dados relativos ao empregado no SAP S/4HANA.
Este item de escopo permite que o SAP S/4HANA faça a integração dos dados mestre do empregado com o SuccessFactors
Employee Central. Ele também pode suportar a integração de um sistema de recursos humanos de terceiro. Tabelas e campos de
dados necessários podem armazenar empregados transferidos e dados relacionados ao empregado, incluindo dados
organizacionais e centros de custo atribuídos.
Este item de escopo não abrange configuração de gestão empresarial para processos de RH e não configura integração.

Utilização comercial

 Automatizar a configuração de tabelas do SAP S/4HANA HCM para armazenamento de dados de empregados e dados
relativos a empregados transferidos do SAP SuccessFactors Employee Central ou de outro sistema não SAP HCM

Fluxos de processo chave

 Criar e arquivar dados do empregado no SAP S/4HANA a partir de dados transferidos do SAP SuccessFactors
Employee Central ou de um sistema HCM não SAP.

Fluxos de processo BPM


Sourcing e Suprimento
Entenda os gastos da sua organização e remova as ineficiências com a ajuda da aprendizagem automática para aumentar os lucros
em até 5 vezes. A chave para maximizar o sucesso do suprimento nesta função crítica é oferecer qualidade consistente, poupanças
e conformidade ao longo do tempo.

Gerenciamento de fornecedores

Classifique os fornecedores utilizando categorias de suprimento e faça a avaliação do fornecedor por meio de dados transacionais
em tempo real para analisar critérios como entrega no prazo, quantidade e preços.

Gerenciamento de atividades no suprimento (19C)

Este item de escopo oferece suporte a você durante a colaboração com stakeholders em tópicos estratégicos, por exemplo,
desenvolvimento do fornecedor, auditorias, estratégia do fornecedor, etc.
Este item de escopo permite que você utilize o Gerenciamento de atividades dentro dos processos de suprimento. Com o
Gerenciamento de atividades, os compradores podem colaborar com os stakeholders internos em atividades e projetos. Isso pode
ajudar a melhorar o desempenho do fornecedor e reduzir custos, para estabelecer uma parceria estratégica ou desenvolver uma
nova estratégia da categoria.
Os compradores podem criar atividades relacionadas a categorias ou fornecedores e atribuir as tarefas adequadas aos stakeholders
dentro da organização. Ao documentar e acessar atividades e tarefas centralmente, os compradores se beneficiam de transparência
nas iniciativas conjuntas.

Utilização comercial

 Colaboração com colegas em tópicos estratégicos, por exemplo, desenvolvimento do fornecedor, melhoria da
performance, parcerias estratégicas e auditorias
 Criar atividades a partir do SAP S/4HANA com a opção de atribuí-las a uma categoria de compra
 Criar tarefas para uma atividade e atribuição a colegas
 Transparência nas tarefas e atividades relacionadas ao fornecedor

Fluxos de processo chave

 Criar uma atividade


 Criar uma tarefa
 Enviar uma tarefa
 Apresentar uma tarefa
 Monitorar uma tarefa

Fluxos de processo BPM


Classificação e segmentação de fornecedor (19E)

Este processo identifica os fornecedores que são estrategicamente importantes e essenciais para o negócio de um cliente. Esse
permite a alocação adequada de recursos para desenvolver e gerenciar relações comerciais.
Este item de escopo ajuda você a obter uma visão da sua relação com os fornecedores no nível de portfólio. Ele também oferece a
transparência necessária para determinar sempre a combinação certa de fornecedores, alcançar os objetivos da sua empresa e
reduzir seu risco geral de fornecimento. Você pode classificar e segmentar seus fornecedores por vários critérios. Isso permite que
você identifique fornecedores de forma flexível, assim como defina e monitore as estratégias de sourcing.
Utilização comercial

 Criar uma abordagem estratégica para o gerenciamento de fornecedor


 Maximizar valor e minimizar riscos com base em fornecimento
 Dar suporte a pesquisas avançadas utilizando todos os atributos estratégicos como parâmetros
 Permitir várias classificações por fornecedor usando dimensões flexíveis (por exemplo: fábrica, categoria, região)
 Fornecer a análise necessária para identificar fornecedores valiosos

Fluxos de processo chave

 Criar o scorecard de classificação de fornecedor


 Criar categorias de compra
 Pesquisar fornecedores por meio dos atributos designados

Fluxos de processo BPM


Avaliação de fornecedores e monitorização de desempenho (SL4)

Este item de escopo ajuda você, como administrador de categorias, a determinar o desempenho de um fornecedor. O item de
escopo não avalia somente um fornecedor individual, mas sim todo o processo de suprimento.
Você pode avaliar os fornecedores de sua empresa visando a obter uma base para sua relação comercial com eles e também
otimizar sua base de fornecedores. Com base no feedback reunido por meio de questionários, você obtém um scorecard para cada
fornecedor avaliado. O scorecard ajuda você a avaliar os pontos fortes e as deficiências de um fornecedor e colocar em prática
medidas para melhoria. Scorecards de avaliação também permitem que você compare facilmente fornecedores em um grupo de
comparação.
Uma visão combinada em tempo real de pontuações operacionais e baseadas em questionários fornece uma visão holística do
desempenho do seu fornecedor. Este item de escopo fornece dois casos de uso diferentes para o administrador de categorias:
Avaliar o desempenho do fornecedor e analisar KPIs com base na avaliação.
Utilização comercial

 Definir questionários
 Criar e gerenciar modelos de avaliação baseados em grupo
 Analisar scorecards
 Monitorar avaliação de fornecedores usando questionário

Fluxos de processo chave

 Avaliar desempenho operacional dos fornecedores


 Realizar avaliação por questionário
 Realizar avaliação por critérios definidos pelo usuário
 Estabelecer histórico de pontuações de avaliação de fornecedores

Fluxos de processo BPM


Gerenciamento de sourcing e contratos

Crie e monitore novas fontes (por exemplo, processo de RFQ) e contratos de suprimento. O processo de determinação da fonte de
suprimento também pode ser ampliado por meio da integração com recursos do Ariba para colaboração com os fornecedores.

Contrato de compra (BMD)

Este item de escopo descreve a utilização de contratos em atividades de suprimento. Os contratos são acordos com fornecedores
para fornecer materiais ou serviços, sob as condições negociadas e em um determinado período.
Contratos em quantidade são acordos feitos com uma empresa referente ao pedido de determinada quantidade de um produto
durante um período especificado. Na determinação da fonte de suprimento, os contratos substituem os registros de informações de
compras e podem ser atribuídos à lista de fontes como a fonte fixa para MRP.
Os grupos-alvo são gerentes de compras e compradores. Se as requisições de compra e pedidos de compra ainda não existirem,
eles serão criados após o contrato. Você pode verificar as ordens de compra liberadas que referenciam um contrato por meio da
monitorização do contrato.

Utilização comercial

 Redução dos custos de suprimento


 Garantia dos suprimentos
 Preservação da transparência dos acordos de fornecedor

Fluxos de processo chave

Criar um contrato de compra


 Efetuar modificações em massa em contratos de compra
 Aprovar contrato de compra
 Monitorar notificação (opcional)
 Gerenciar listas de opções de fornecimento
 Criar uma requisição de compras.
 Atribuir uma requisição e criar um pedido de compras.
 Procurar documentos de compra por número de acompanhamento
 Aprovar pedidos
 Monitorar item do contrato (opcional)
 Registrar entrada de mercadorias
 Criar fatura do fornecedor

Fluxos de processo BPM


Solicitação de preço (1XF)

Com este item de escopo, você pode criar rapidamente solicitações de cotação no sistema SAP S/4HANA e enviá-las aos
fornecedores por e-mail ou como versão impressa por correio.
Com este item de escopo, você pode criar solicitações de cotação no sistema SAP S/4HANA e enviá-las a um fornecedor via e-
mail ou como versão impressa por correio. Os fornecedores disponibilizam as cotações por e-mail ou correio. Você pode criar
manualmente uma cotação no sistema SAP S/4HANA, utilizando o aplicativo Administrar cotações de fornecedor. Por padrão,
uma nova cotação tem o status Em preparação. Você seleciona uma cotação que deseja atribuir e a envia para aprovação. Após
atribuição da cotação, os documentos subsequentes são criados no SAP S/4HANA. As cotações que não atendem aos seus
requisitos devem ser definidas manualmente como Rejeitada/Concluída.

Utilização comercial
 Especificar canais de saída individuais para fornecedores
 Reduzir o tempo necessário para avaliar as propostas de proponentes qualificados com respostas de qualificadas

Fluxos de processo chave

 Criar uma solicitação de cotação e enviá-la automaticamente aos respectivos fornecedores


 Receber eletronicamente as propostas dos fornecedores e criar automaticamente cotações de fornecedor
 Comparar e atribuir as cotações correspondentes
 Criar documentos subsequentes

Fluxos de processo BPM


SAP S/4HANA para administração de contratos empresariais (1XV)

O SAP S/4HANA para administração de contratos empresariais é um aplicativo que permite a digitalização e administração de
todo o conteúdo jurídico (por exemplo, contratos) de uma organização.Esse aplicativo facilita a criação e o gerenciamento de
conteúdo jurídico em empresas, em alinhamento com os processos empresariais centrais. Ele fornece uma plataforma integrada
para executar processos legais de forma mais eficiente para toda a empresa.
O SAP S/4HANA para administração de contratos empresariais conecta processos, conteúdo, tecnologia e pessoas em
departamentos jurídicos. Ele fornece uma camada central do conteúdo jurídico e uma plataforma integrada de tecnologia jurídica.
A solução fornece os seguintes recursos:
 Digitalização completa dos processos
 Criação e administração de contexto para transações jurídicas
 Criação e administração de transações jurídicas
 Fácil deteção de transações jurídicas em risco
 Extensibilidade que permite ao cliente adicionar os campos com base nas necessidades empresariais

Utilização comercial

 Transformar e digitalizar operações jurídicas


 Conseguir rastreabilidade total de obrigações, aprovações, assinaturas e responsabilidades (internas e externas)
 Obter elaboração inteligente de contratos (a qualquer momento, em qualquer lugar, dispositivos de terceiros,
automático, sem documentos)
 Reduzir o esforço em operações jurídicas tais como provisionamento de modelo e bloco de texto para todos os
modelos comerciais, todos os domicílios fiscais, elaboração de documentos, revisão e aprovação, rastreamento de
tarefas e obrigações

Fluxos de processo chave

 Gerenciar contextos para transações jurídicas


 Criar ou copiar transações jurídicas
 Atualizar categorias correspondentes, partes envolvidas, relações de dependência com outras transações legais,
workflows e anexar documentos

Fluxos de processo BPM


Suprimento central

Ative a integração do sistema de hub de suprimento do SAP S/4HANA com vários sistemas de back-end do SAP ERP e
S/4HANA. Isso permite a centralização das operações e execução do suprimento, similar a um modelo de serviço compartilhado.
Ele também oferece uma visão centralizada do suprimento de diferentes unidades de negócio ou localizações distribuídas em
vários sistemas operacionais.

Contratos de compra central (2ME)

Este item de escopo descreve o contrato central criado na organização central de compras e distribuído pelas outras subsidiárias.
Contratos centrais são acordos globais de longo prazo, negociados entre uma organização e um fornecedor. Isso auxilia na
obtenção de melhores taxas e condições, fixando ao mesmo tempo o volume de compras para diversas subsidiárias. Em geral,
esses contratos são negociados pela organização central de compras, sobretudo nas sedes, e são utilizados para estimular uma
eficiência operacional global, reduzir custos, atendendo ao mesmo tempo às regulamentações em todas as subsidiárias.
O contrato central, criado nas sedes, pode ser distribuído para as subsidiárias para a geração de contratos locais ou programas de
remessas. Utilizando esse contrato local ou programa de remessas, as subsidiárias podem continuar com o suprimento operacional
de forma consistente. O monitoramento central do uso de contrato nas subsidiárias e a renovação de contratos a expirar são
facilmente gerenciados pelas sedes.

Utilização comercial
 Reduzir custos para a negociação do contrato
 Reduzir custos com base em compras escalonadas

Fluxos de processo chave

 Criar contrato de compra e distribuição central


 Liberar contrato de compra central (opcional)
 Verificar contratos de compra distribuídos ou programas de remessas no sistema back-end
 Criar pedido ou divisões de remessa no sistema back-end
 Importar solicitações sobre contrato
 Registrar entrada de mercadorias no sistema back-end
 Criar fatura de fornecimento no sistema back-end
 Criar nota de crédito (opcional) no sistema back-end
 Fazer modificações em massa de contratos de compra centrais
 Monitorar itens do contrato de compra central (opcional)
 Criar contratos centrais hierárquicos
 Exibir histórico de versões nos contratos de compra centrais
 Atualizar fórmula e taxa para determinação do preço de commodity

Fluxos de processo BPM


Suprimento operacional

Crie requisições de compra, atribua fontes de suprimento a elas, crie e monitore os pedidos, processe a entrada de mercadorias e
serviços, o que resulta em faturas de fornecedor correspondentes.

Processo compra ao pagamento automatizado com SAP Ariba Commerce Automation (J82)

Este item de escopo (para especialistas de compras e contadores da contabilidade de fornecedores) permite que você se concentre
em atividades de agregação de valor com a integração do SAP Ariba Commerce Automation, junto a seus fornecedores no Ariba
Network. Também impulsiona a produtividade através do processamento “quase sem contato” de ordens e faturas.
A automação do processamento do pedido até a fatura no Ariba Network com a integração do SAP Ariba Commerce Automation
permite que você se conecte facilmente com seus fornecedores no Ariba Network a partir do SAP S/4HANA. Você pode enviar
pedidos eletrônicos a seus fornecedores usando o Ariba Network e receber deles confirmações de pedidos eletrônicas, avisos
antecipados de entrega e faturas no Ariba Network no SAP S/4HANA. Você pode utilizar a integração do Ariba Network no
suprimento de materiais diretos ou indiretos e no suprimento de processos de serviços baseados em projetos.
A colaboração digitalizada com seus fornecedores pelo Ariba Network ajuda você a agilizar os processos de suprimento e reduzir
o número de etapas de processos manuais, reduzindo assim os custos envolvidos nas transações com seus fornecedores.
O item de escopo Automação da origem até o pagamento com Ariba Network (42K) é o sucessor do J82, usando as APIs SOAP e
o gateway de integração na nuvem para a integração com o Ariba Network. Os clientes que não ativaram o J82 anteriormente
precisam ativar o 42K em vez disso. Os clientes que já ativaram o J82 podem continuar usando o J82 até receberem uma
notificação adicional.
As novas funcionalidades só serão adicionadas ao item de escopo 42K. Atualmente, o 42K não cobre completamente todas as
funcionalidades do J82. As lacunas existentes serão resolvidas nos releases futuros do SAP S/4HANA Cloud. Depois que as
lacunas forem resolvidas e o 42K cobrir todas as funcionalidades do J82, o J82 será descontinuado.

Utilização comercial

 Redução dos custos de transação


 Acelerar os processos de suprimento
 Aumentar a conformidade
 Reduzir etapas de processos manuais e alcançar 98% de processamento de faturas automatizado
 Aumentar a produtividade da equipe de suprimentos e contas a pagar

Versão do produto de software

SAP Ariba Commerce Automation

Fluxos de processo chave

 Os pedidos de compra aprovados são enviados eletronicamente para os fornecedores com os quais você interage via
Ariba Network
 Receber confirmações do pedido digital automaticamente de seus fornecedores
 Processar eletronicamente avisos antecipados de entrega digitais enviados por seus fornecedores no Ariba Network
para recebimentos no SAP S/4HANA
 Enviar automaticamente avisos de entrada de mercadorias aos fornecedores no Ariba Network
 Receber faturas de fornecedores eletronicamente no Ariba Network
 Atualizar fornecedores digitalmente no Ariba Network quando o status da fatura é atualizado.

Fluxos de processo BPM


Administração de lotes (BLF)

Este item de escopo permite que você trabalhe com quantidades parciais homogêneas de um material ou produto em toda a
quantidade ou cadeia de valor de logística. Isso inclui a documentação de características de material, informações de utilização e
status de qualidade.
A administração de lotes abrange todo o processo de logística, do suprimento até vendas. Ele está estreitamente ligado com
classificação, mas também pode ser utilizado sem classificação.
O Administração de lotes é definido como identificação de um material produzido ou adquirido com um código alfanumérico
exclusivo de 10 dígitos. Cada número de lote pode ter uma quantidade de estoque associada a ele.
O número de lote gerado para a quantidade de material é utilizado para classificar de forma exclusiva o estoque de material e
armazena os valores das características ou a composição química ou ainda as especificações do produto no momento da sua
produção ou suprimento.

Utilização comercial

 Administrar lotes desde a entrada no fornecedor até a distribuição com rastreabilidade total
 Identificar diferenças no planejamento de utilização e monitoramento de materiais nas vendas e distribuição e na
produção
 Rastrear defeitos e iniciar ações de acompanhamento
 Atender a requisitos legais, tais como boas práticas de fabricação ou normas para transporte de produtos perigosos
 Diferenciar o estoque com base na quantidade e no valor, por exemplo, devido a qualidades de resultado ou
rendimento heterogêneas ou componentes variáveis na produção
 Melhorar a liquidação das quantidades de material com base nas especificações de lote

Fluxos de processo chave

 Criar e modificar dados mestre de lotes


 Visualizar histórico do lote: análise top-down e bottom-up
 Fazer pesquisa e exibição rápida de lotes com o Enterprise Search
 Atribuir número de lote
 Especificar lote
 Gerenciar status do lote
 Visualizar lista de utilizações do lote

Fluxos de processo BPM


Compra de bens de consumo (BNX)

Este item de escopo permite ao usuário pedir bens de consumo. Garante um processo de suprimento estável e eficiente, incluindo
todas as etapas desde a criação inicial de uma requisição de compra até a criação e processamento da fatura.
Este item de escopo descreve a criação e aprovação de pedidos de compra para bens de consumo. Como alternativa, o processo
também pode ser acionado por meio de uma requisição de compra que pode ser depois convertida em um pedido. Em seguida, os
processos de entrada de mercadorias e de faturas são acionados.
Tanto os itens padrão como os itens com limites pode ser supridos com este item de escopo. Como o valor de bens de consumo é
atribuído diretamente a uma categoria de classificação contábil, nenhum estoque é fornecido.

Utilização comercial

 Simplificar processos de suprimento de maneira eficiente e econômica


 Garantir processos altamente automatizados para suprimento de materiais de consumo
 Reduzir significativamente o trabalho manual
 Monitorar o andamento do suprimento em tempo real
 Monitorar os itens do pedido com página de lista analítica

Fluxos de processo chave


 Gerenciar requisições de compra
 Gerenciar pedido de compra
 Gerenciar entradas de mercadorias
 Gerenciar faturas

Fluxos de processo BPM


Análise preditiva para consumo de quantidades do contrato de compra (1QR)

Este item de escopo permite a você prever a utilização de contratos por meio de análises. O comprador pode analisar informações
importantes, como contratos expirando, pedidos em atraso ou requisições de compra urgentes, etc.
O comprador terá uma visão geral das informações importantes, como contratos a vencer, pedidos em atraso ou requisições de
compra urgentes, bem como uma síntese dos diferentes KPIs de suprimento. O comprador pode utilizar essas informações para
prever a utilização completa de um contrato com base em fatores, tais como dados históricos e outros parâmetros de impacto
disponíveis, etc.

Utilização comercial

 Obter uma visão geral de alto nível da expiração do contrato para o comprador
 Analisar tendências de utilização do contrato para o mês, o trimestre ou ano seguinte
 Ativar renegociação eficiente de contrato

Fluxos de processo chave

 Preparar um modelo preditivo de utilização do contrato com dados disponíveis


 Configurar o job de entrada em lote para executar com frequência e fornecer índices de utilização do contrato
 Exibir os índices na visão de tendência do app de utilização do contrato de quantidade
 Obter planejamento antecipado preciso para negociações de contrato adicionais

Suprimento de materiais diretos (J45)

Este item de escopo permite ao usuário pedir materiais diretos. Um processo perfeito é incorporado e garante um processo estável
e eficiente, incluindo todas as etapas, desde a criação inicial de uma requisição de compra até a criação e processamento de
faturas.
Esse processo de compra utiliza requisições de compra que são geradas pelo processo de planejamento de necessidades de
material (MRP) ou manualmente por um requisitante. A conversão de uma requisição de compra para um pedido pode ser
efetuada manualmente (no caso de adoções serem necessárias) ou automaticamente (aplicável em grandes volumes). Como
alternativa, os pedidos de compra podem ser gerados manualmente.
O pedido pode estar sujeito a aprovação antes de ser emitido para um fornecedor. As mercadorias são enviadas a partir do
fornecedor e a entrada de mercadorias é criada com referência ao pedido correspondente. Em seguida, o processo de faturamento é
iniciado. O usuário pode monitorar o progresso ao longo de todo o processo de suprimento e pode iniciar ações reativas, se
necessário.

Utilização comercial

 Simplificar processos de suprimento de maneira eficiente e econômica


 Garantir processos altamente automatizados para suprimento de materiais diretos
 Significativa redução do trabalho manual
 Monitorar o andamento do suprimento em tempo real
 Utilizar uma página de lista analítica para monitorar itens do pedido

Fluxos de processo chave

 Gerenciar requisições de compra


 Gerenciar pedido de compra
 Gerenciar entradas de mercadorias
 Gerenciar estoque
 Gerenciar faturas
 Administrar adiantamentos

Fluxos de processo BPM


Suprimento de serviços (22Z)

Este item de escopo possibilita um processo eficiente para o suprimento de serviços. Garante um processo fácil de usar e contínuo
que cobre todas as etapas, desde a criação inicial de uma requisição de compra até o gerenciamento de faturas.
Este item de escopo descreve a criação e aprovação de pedidos de compra para serviços. Como alternativa, o processo pode ser
acionado por meio da criação de uma requisição de compra que pode ser posteriormente convertida em um pedido.A execução do
serviço pode ser controlada e monitorada com a folha de registro de serviços. Em seguida, o processo de faturamento é acionado.
Este item de escopo compreende itens padrão e itens com limites e pode ser realizado com diferentes etapas opcionais.

Utilização comercial

 Fornecer processos de suprimento simplificados, eficientes e econômicos


 Garantir processos altamente automatizados para o suprimento de serviços
 Reduzir significativamente o trabalho manual
 Monitoramento em tempo real da execução do serviço
 Monitorar os itens do pedido com página de lista analítica

Fluxos de processo chave

 Gerenciar requisições de compra


 Gerenciar pedido de compra
 Gerenciar folhas de registro de serviços
 Gerenciar faturas

Fluxos de processo BPM


Requisições (18J)

Este item de escopo descreve as atividades de requisição dos colaboradores. Um colaborador cria um carrinho de compras Uma
requisição de compra é gerada e convertida em pedido. Quando o colaborador recebe as mercadorias, ele realiza a confirmação da
entrada de mercadorias.
Este item de escopo descreve as atividades de requisição dos colaboradores. Um colaborador cria um carrinho de compras para
um material de texto livre. Uma requisição de compra é gerada e convertida em pedido. Quando o valor excede determinados
critérios, o pedido precisa ser aprovado. Quando o colaborador recebe as mercadorias, ele realiza a confirmação da entrada de
mercadorias. Depois disso, é possível receber a fatura.

Utilização comercial

 Configurar workflow flexível com base em requisitos empresariais


 Gravar recursos centrais para processo de requisição de empregado

Fluxos de processo chave

 Criar requisição de compra


 Acessar minha requisição de compra (opcional)
 Copiar requisição de compra
 Executar modificações em massa em requisições de compra
 Itens da requisição de compra por atribuição de contabilidade (opcional)
 Aprovar a requisição de compra (opcional)
 Monitorar itens da requisição de compra (opcional)
 Redistribuir a carga de trabalho
 Converter a requisição de compra em pedido
 Aprovar o pedido (opcional)
 Confirmar entrada de mercadorias
 Criar fatura de fornecedores para classificação contábil simples e múltipla
 Liberar fatura de fornecedores bloqueada

Fluxos de processo BPM


Programa de remessas para suprimento de subcontratação (2NX)

Este item de escopo descreve o processo de suprimento de subcontratação com programa de remessas.
O emprego de programas de remessas pode reduzir o tempo de processamento e diminuir o volume de documentos. Uma
programação de remessa pode substituir vários pedidos ou ordens de liberação de contrato distintos.
Uma requisição de compra do tipo RV - requisição de contrato básico pode ser criada manualmente por um solicitante com itens
de subcontratação (categoria do item – L Subcontratação). A requisição de compra pode ser convertida em um programa de
remessas. O programa de remessas está sujeito a aprovação com base em parâmetros predefinidos antes que você gere a
programação ou divisões de remessa (manualmente ou via execução MRP) e as comunique ao subcontratado. A entrega é criada e
as mercadorias são separadas e expedidas para o subcontratado. Com o fornecimento do material acabado, a entrada de
mercadorias é criada. O processo de faturamento é acionado.

Utilização comercial

 Reduzir esforço para criação discreta de pedido


 Aumentar a automação da geração do programa de remessas e a exatidão do planejamento com a execução do MRP
 Permitir que os fornecedores planejem e aloquem recursos com mais eficiência com planejamento de longo prazo

Fluxos de processo chave

 Criar programa de remessas para subcontratação manualmente ou converter de RC


 Gerar divisões de remessa manualmente ou mediante execução do MRP
 Aprovar programa de remessas
 Imprimir programa de remessas
 Criar entrega e registrar saída de mercadorias
 Registrar entrada de mercadorias
 Criar fatura do fornecedor

Fluxos de processo BPM


Programas de remessas em suprimento (BMR)

Este item de escopo suporta o programa de remessas no processo de suprimento.


O emprego de programas de remessas pode reduzir o tempo de processamento e diminuir o volume de documentos. Uma
programação de remessa pode substituir vários pedidos ou ordens de liberação de contrato distintos.
A entrega da quantidade total de material em um item de programa de remessas é distribuída ao longo de um determinado período
em um programa de remessas contendo linhas que indicam as quantidades individuais com as respectivas datas de entrega
planejadas.
Os inventários podem ser reduzidos ao mínimo. Execute as operações de produção com base no princípio just in time (JIT).
Seus fornecedores exigem tempos de processamento menores. Entregas menores são necessárias e podem ser espaçadas em
períodos mais longos. A programação de remessas permite que os fornecedores planejem e aloquem recursos com mais eficiência.

Utilização comercial

 Utilizar programas de remessas para reduzir tempos de processamento e o trabalho de preparação de documentos
dentro de sua empresa
 Utilize a programação de acordos para substituir diversos pedidos de compra ou ordens de liberação de contrato
padrão.
 Gerar menos lançamentos FI manuais. O faturamento periódico gera e libera as faturas de fornecedor.
Fluxos de processo chave

 Criar ou modificar o programa de remessas


 Atualizar programa de remessas
 Atualizar cotização
 Liberar programa de remessas
 Registrar entrada de mercadorias
 Criar fatura do fornecedor

Fluxos de processo BPM


Administração de números de série (BLL)

Este item de escopo ajuda você a identificar itens de material na cadeia de suprimentos e a monitorar os mesmos durante o
movimento de mercadorias. Ele inclui definições de configuração para a administração de números de série e fornece
processamento de números de série no nível de produtos acabados.
Este item de escopo permite a você seriar itens de material único e, assim, diferenciar um do outro. O histórico de itens seriados
permite o rastreamento durante movimentos de mercadoria. Dessa forma, é possível executar análises da causa-raiz para qualquer
problema com materiais.

Utilização comercial

 Identificar e rastrear itens individuais do material em operações internas


 Melhorar a síntese de estoques
 Melhorar os insights sobre os processos logísticos

Fluxos de processo chave

 Atribuir perfis de número de série e operações de seriação


 Criar histórico de números de série
 Gerenciar o status dos itens serializados
 Atualizar as configurações para inventário físico

Fluxos de processo BPM


Materiais do fornecedor em consignação (2LG)

Utilizando o processo de consignação para suprimento, o fornecedor fornece o material e o armazena no local da parte do
suprimento. O fornecedor mantém-se como o proprietário legal do material até que esse material seja retirado do depósito de
artigos em consignação.
Utilizando o processo de consignação para suprimento, o fornecedor fornece o material e o armazena no local da parte do
suprimento. O fornecedor mantém-se como o proprietário legal do material até que esse material seja retirado do depósito de
artigos em consignação. O pagamento do estoque em consignação só será necessário se o material for retirado. Por este motivo, o
fornecedor será informado sobre retiradas de estoque em consignação em base regular.

Utilização comercial

 Armazenar mercadorias do fornecedor no próprio depósito


 Acessar as mercadorias a qualquer momento
 Reter processo de cálculo da fatura até que as mercadorias sejam retiradas do depósito
 Devolver mercadorias ao fornecedor caso não sejam necessárias
 Simplificar processos de suprimento de maneira eficiente e econômica
 Garantir processos altamente automatizados
 Reduzir significativamente o trabalho manual
 Exibir Analytical List Page: monitorar itens do pedido

Fluxos de processo chave

 Gerenciar pedidos
 Gerenciar entradas de mercadorias
 Gerenciar estoque
 Liquidar consignação

Fluxos de processo BPM


Gerenciamento de faturas

Crie, administre e monitore os pedidos e faturas como parte do processo de contas a pagar.O processamento de faturas recebidas
do fornecedor também pode ser aprimorado por meio da integração com o Ariba e outras soluções, como a digitalização com
OCR e EDI.
Processo compra ao pagamento automatizado com SAP Ariba Commerce Automation (J82)

Este item de escopo (para especialistas de compras e contadores da contabilidade de fornecedores) permite que você se concentre
em atividades de agregação de valor com a integração do SAP Ariba Commerce Automation, junto a seus fornecedores no Ariba
Network. Também impulsiona a produtividade através do processamento “quase sem contato” de ordens e faturas.
A automação do processamento do pedido até a fatura no Ariba Network com a integração do SAP Ariba Commerce Automation
permite que você se conecte facilmente com seus fornecedores no Ariba Network a partir do SAP S/4HANA. Você pode enviar
pedidos eletrônicos a seus fornecedores usando o Ariba Network e receber deles confirmações de pedidos eletrônicas, avisos
antecipados de entrega e faturas no Ariba Network no SAP S/4HANA. Você pode utilizar a integração do Ariba Network no
suprimento de materiais diretos ou indiretos e no suprimento de processos de serviços baseados em projetos.
A colaboração digitalizada com seus fornecedores pelo Ariba Network ajuda você a agilizar os processos de suprimento e reduzir
o número de etapas de processos manuais, reduzindo assim os custos envolvidos nas transações com seus fornecedores.
O item de escopo Automação da origem até o pagamento com Ariba Network (42K) é o sucessor do J82, usando as APIs SOAP e
o gateway de integração na nuvem para a integração com o Ariba Network. Os clientes que não ativaram o J82 anteriormente
precisam ativar o 42K em vez disso. Os clientes que já ativaram o J82 podem continuar usando o J82 até receberem uma
notificação adicional.
As novas funcionalidades só serão adicionadas ao item de escopo 42K. Atualmente, o 42K não cobre completamente todas as
funcionalidades do J82. As lacunas existentes serão resolvidas nos releases futuros do SAP S/4HANA Cloud. Depois que as
lacunas forem resolvidas e o 42K cobrir todas as funcionalidades do J82, o J82 será descontinuado.

Utilização comercial

 Redução dos custos de transação


 Acelerar os processos de suprimento
 Aumentar a conformidade
 Reduzir etapas de processos manuais e alcançar 98% de processamento de faturas automatizado
 Aumentar a produtividade da equipe de suprimentos e contas a pagar

Versão do produto de software

 SAP Ariba Commerce Automation

Fluxos de processo chave

 Os pedidos de compra aprovados são enviados eletronicamente para os fornecedores com os quais você interage via
Ariba Network
 Receber confirmações do pedido digital automaticamente de seus fornecedores
 Processar eletronicamente avisos antecipados de entrega digitais enviados por seus fornecedores no Ariba Network
para recebimentos no SAP S/4HANA
 Enviar automaticamente avisos de entrada de mercadorias aos fornecedores no Ariba Network
 Receber faturas de fornecedores eletronicamente no Ariba Network
 Atualizar fornecedores digitalmente no Ariba Network quando o status da fatura é atualizado

Fluxos de processo BPM


Compra de bens de consumo (BNX)

Este item de escopo permite ao usuário pedir bens de consumo. Garante um processo de suprimento estável e eficiente, incluindo
todas as etapas desde a criação inicial de uma requisição de compra até a criação e processamento da fatura.
Este item de escopo descreve a criação e aprovação de pedidos de compra para bens de consumo. Como alternativa, o processo
também pode ser acionado por meio de uma requisição de compra que pode ser depois convertida em um pedido. Em seguida, os
processos de entrada de mercadorias e de faturas são acionados.
Tanto os itens padrão como os itens com limites pode ser supridos com este item de escopo. Como o valor de bens de consumo é
atribuído diretamente a uma categoria de classificação contábil, nenhum estoque é fornecido.

Utilização comercial

 Simplificar processos de suprimento de maneira eficiente e econômica


 Garantir processos altamente automatizados para suprimento de materiais de consumo
 Reduzir significativamente o trabalho manual
 Monitorar o andamento do suprimento em tempo real
 Monitorar os itens do pedido com página de lista analítica

Fluxos de processo chave

 Gerenciar requisições de compra


 Gerenciar pedido de compra
 Gerenciar entradas de mercadorias
 Gerenciar faturas

Fluxos de processo BPM


Suprimento externo de força de trabalho via SAP Fieldglass (22K)

Integre o SAP S/4HANA com as soluções SAP Fieldglass para otimizar a composição total da sua força de trabalho. Lide com
faltas de competências, ocupe projetos com especialistas externos e aumente o pessoal de forma estratégica ou para necessidades
de curto prazo.
Ative a integração do SAP Fieldglass com o SAP S/4HANA para oferecer suporte, automatizar e ampliar os processos de
contratação e administração de trabalhadores externos e descrições de serviço no SAP S/4HANA.
Você se beneficia desta integração ao digitalizar o processamento de ofertas de emprego e descrições de serviço. Após contratar
um recurso externo, uma ordem de serviço é criada no SAP Fieldglass. A requisição de compra e a criação do pedido são
acionadas automaticamente no SAP S/4HANA. Quando o gerente do projeto aprova as horas enviadas do trabalhador externo,
uma folha de registro de serviços é criada no SAP S/4HANA por meio dessa integração. Finalmente, uma fatura do fornecedor é
gerada no SAP Fieldglass com base no pedido e na folha de registro de serviços. Assim que o fornecedor aceita essa fatura, ela é
lançada no SAP S/4HANA para que o contador da contabilidade de fornecedores a processe.

Utilização comercial

 Permitir pagamento pontual e automático, reduzindo os custos e os riscos de atrasos de pagamento


 Ofereça suporte a registros de tempo e despesas de mão de obra externa precisos, consistentes e dentro dos padrões de
conformidade
 Aumentar a produtividade com a criação integrada de requisição de compra, ordem de compra, folha de registro de
serviços e fatura do fornecedor
 Aumentar a consistência dos dados nos sistemas com a replicação de dados mestre do SAP S/4HANA para o SAP
Fieldglass

Fluxos de processo chave

 Criar requisição de compra no SAP S/4HANA para cada oferta de emprego (após a criação da ordem de serviço) e
descrição do serviço
 Aprovar requisição de compra dentro do SAP S/4HANA (opcional)
 Criar pedido para cada ordem de serviço no SAP S/4HANA
 Aprovar pedido de compra dentro do SAP S/4HANA (opcional)
 Enviar tempos no SAP Fieldglass para aprovação do gerente
 Criar folha de registro de serviços no SAP S/4HANA
 Propor fatura ao fornecedor com base nas horas enviadas no SAP Fieldglass
 Lançar fatura no SAP S/4HANA depois que o fornecedor aprovar a proposta de fatura

Fluxos de processo BPM


Suprimento de materiais diretos (J45)

Este item de escopo permite ao usuário pedir materiais diretos. Um processo perfeito é incorporado e garante um processo estável
e eficiente, incluindo todas as etapas, desde a criação inicial de uma requisição de compra até a criação e processamento de
faturas.
Esse processo de compra utiliza requisições de compra que são geradas pelo processo de planejamento de necessidades de
material (MRP) ou manualmente por um requisitante. A conversão de uma requisição de compra para um pedido pode ser
efetuada manualmente (no caso de adoções serem necessárias) ou automaticamente (aplicável em grandes volumes). Como
alternativa, os pedidos de compra podem ser gerados manualmente.
O pedido pode estar sujeito a aprovação antes de ser emitido para um fornecedor. As mercadorias são enviadas a partir do
fornecedor e a entrada de mercadorias é criada com referência ao pedido correspondente. Em seguida, o processo de faturamento é
iniciado. O usuário pode monitorar o progresso ao longo de todo o processo de suprimento e pode iniciar ações reativas, se
necessário.

Utilização comercial

 Simplificar processos de suprimento de maneira eficiente e econômica


 Garantir processos altamente automatizados para suprimento de materiais diretos
 Significativa redução do trabalho manual
 Monitorar o andamento do suprimento em tempo real
 Utilizar uma página de lista analítica para monitorar itens do pedido

Fluxos de processo chave

 Gerenciar requisições de compra


 Gerenciar pedido de compra
 Gerenciar entradas de mercadorias
 Gerenciar estoque
 Gerenciar faturas
 Administrar adiantamentos

Fluxos de processo BPM


Suprimento de serviços (22Z)

Este item de escopo possibilita um processo eficiente para o suprimento de serviços. Garante um processo fácil de usar e contínuo
que cobre todas as etapas, desde a criação inicial de uma requisição de compra até o gerenciamento de faturas.
Este item de escopo descreve a criação e aprovação de pedidos de compra para serviços. Como alternativa, o processo pode ser
acionado por meio da criação de uma requisição de compra que pode ser posteriormente convertida em um pedido.A execução do
serviço pode ser controlada e monitorada com a folha de registro de serviços. Em seguida, o processo de faturamento é acionado.
Este item de escopo compreende itens padrão e itens com limites e pode ser realizado com diferentes etapas opcionais.

Utilização comercial

 Fornecer processos de suprimento simplificados, eficientes e econômicos


 Garantir processos altamente automatizados para o suprimento de serviços
 Reduzir significativamente o trabalho manual
 Monitoramento em tempo real da execução do serviço
 Monitorar os itens do pedido com página de lista analítica

Fluxos de processo chave

 Gerenciar requisições de compra


 Gerenciar pedido de compra
 Gerenciar folhas de registro de serviços
 Gerenciar faturas

Fluxos de processo BPM


Requisições (18J)

Este item de escopo descreve as atividades de requisição dos colaboradores. Um colaborador cria um carrinho de compras Uma
requisição de compra é gerada e convertida em pedido. Quando o colaborador recebe as mercadorias, ele realiza a confirmação da
entrada de mercadorias.
Este item de escopo descreve as atividades de requisição dos colaboradores. Um colaborador cria um carrinho de compras para
um material de texto livre. Uma requisição de compra é gerada e convertida em pedido. Quando o valor excede determinados
critérios, o pedido precisa ser aprovado. Quando o colaborador recebe as mercadorias, ele realiza a confirmação da entrada de
mercadorias. Depois disso, é possível receber a fatura.

Utilização comercial

 Configurar workflow flexível com base em requisitos empresariais


 Gravar recursos centrais para processo de requisição de empregado

Fluxos de processo chave

 Criar requisição de compra


 Acessar minha requisição de compra (opcional)
 Copiar requisição de compra
 Executar modificações em massa em requisições de compra
 Itens da requisição de compra por atribuição de contabilidade (opcional)
 Aprovar a requisição de compra (opcional)
 Monitorar itens da requisição de compra (opcional)
 Redistribuir a carga de trabalho
 Converter a requisição de compra em pedido
 Aprovar o pedido (opcional)
 Confirmar entrada de mercadorias
 Criar fatura de fornecedores para classificação contábil simples e múltipla
 Liberar fatura de fornecedores bloqueada

Fluxos de processo BPM


Embalagem retornável ao fornecedor (2UU)

Este processo se aplica quando um fornecedor de mercadorias envia uma Nota Fiscal com um material e uma embalagem
retornável, e solicita a devolução do último item.
Este processo se aplica quando um fornecedor de mercadorias envia uma Nota Fiscal com um material e uma embalagem
retornável, e solicita a devolução do último item, normalmente devido à despesa com o palete.
Este processo abrange duas notas fiscais. O fornecedor de mercadorias envia uma nota fiscal contendo o material e outra nota
fiscal com a embalagem retornável.

Utilização comercial

 Cobrir os requisitos de localização de embalagem retornável para o Brasil

Fluxos de processo chave

 Criar pedido
 Registrar entrada de mercadorias
 Visualizar nota de entrada de mercadorias em PDF
 Criar fatura de fornecedor
 Registrar entrada de mercadorias só para material de embalagem
 Registrar saídas de mercadorias para material de embalagem retornável

Fluxos de processo BPM


Materiais do fornecedor em consignação (2LG)

Utilizando o processo de consignação para suprimento, o fornecedor fornece o material e o armazena no local da parte do
suprimento. O fornecedor mantém-se como o proprietário legal do material até que esse material seja retirado do depósito de
artigos em consignação.
Utilizando o processo de consignação para suprimento, o fornecedor fornece o material e o armazena no local da parte do
suprimento. O fornecedor mantém-se como o proprietário legal do material até que esse material seja retirado do depósito de
artigos em consignação. O pagamento do estoque em consignação só será necessário se o material for retirado. Por este motivo, o
fornecedor será informado sobre retiradas de estoque em consignação em base regular.

Utilização comercial

 Armazenar mercadorias do fornecedor no próprio depósito


 Acessar as mercadorias a qualquer momento
 Reter processo de cálculo da fatura até que as mercadorias sejam retiradas do depósito
 Devolver mercadorias ao fornecedor caso não sejam necessárias
 Simplificar processos de suprimento de maneira eficiente e econômica
 Garantir processos altamente automatizados
 Reduzir significativamente o trabalho manual
 Exibir Analytical List Page: monitorar itens do pedido

Fluxos de processo chave

 Gerenciar pedidos
 Gerenciar entradas de mercadorias
 Gerenciar estoque
 Liquidar consignação

Fluxos de processo BPM


Funções analíticas de suprimento

Ative a análise dos dados acumulados nas transações diárias de suprimento. Isso permite que os compradores profissionais
visualizem os relatórios em tempo real, com indicadores-chave de desempenho do volume e gasto com compras, estoques, gasto
fora do contrato e avaliações de fornecedores.

Análise – Visibilidade do pedido e despesa de suprimento (2QU)

Este item de escopo fornece visões CDS referentes ao suprimento para tirar partido da extensibilidade e da funcionalidade de
relatórios.
Este item de escopo fornece um conjunto pré-configurado de indicadores-chave de desempenho para o cenário de suprimento,
permitindo análises que incluem informações do sistema SAP S/4HANA Cloud. Os líderes empresariais e os tomadores de
decisão podem monitorar, simular e impulsionar modificações que exibem a síntese e detalhes de item e fornecem contexto
empresarial ao mesmo tempo para descobrir insights ocultos. Esses KPIs podem ser utilizados em diferentes cenários, como
histórias de dois níveis e SAC.

Utilização comercial

 Criar caso de uso de análise no SAP Analytics Cloud com base nos dados do SAP S/4HANA Cloud
 Criar relatórios analíticos utilizando o browser de visão
 Ampliar e criar consulta analítica por meio de visões CDS
 Ampliar e criar visões CDS personalizadas utilizando estas visões de consumo

Fluxos de processo chave

 Aumentar a satisfação do cliente otimizando a funcionalidade de extensibilidade para melhor personalização de visões
CDS
 Aumentar a visibilidade de custos incorridos na área de suprimento ou da determinação da fonte de suprimentos

Produção
Desenvolva a visibilidade em tempo real e transparência em relação às operações de produção, otimize os processos de produção,
material e recursos, além de colaborar nas redes globais ao mesmo tempo que reduz os custos totais de produção.

Planejamento e programação da produção ampliados

Otimize os recursos e capacidades em um planejamento baseado em restrições com o Planejamento e programação da produção
ampliados.

Planejamento e execução de reabastecimento baseado na demanda (2QI)

O planejamento e execução de reabastecimento baseado na demanda ajuda você a monitorar o reabastecimento baseado na
demanda utilizando apps que fornecem visões dedicadas para o planejamento do reabastecimento e a execução do
reabastecimento.
O reabastecimento baseado na demanda (DD) ajuda você a planejar e gerenciar de forma eficiente as cadeias de suprimentos com
base na demanda do cliente em vez dos procedimentos MRP tradicionais. Cria o fundamento para o fluxo confiável de materiais,
definindo buffers em pontos estrategicamente importantes e ajustando regularmente esses buffers.
Apps dedicados oferecem visões para planejamento e execução do reabastecimento. Com o planejamento do reabastecimento, é
exibida uma síntese das informações do buffer, ordenadas por prioridade de planejamento. Assim, você pode acionar o
reabastecimento a tempo para evitar faltas em estoque e possíveis atrasos na conclusão de ordens de produção ou do cliente
devido a estoque insuficiente. Com a execução de reabastecimento, você pode visualizar a situação atual do estoque para cada
produto e verificar se existe estoque suficiente disponível para a produção. Você pode agilizar o reabastecimento diretamente e
através do uso de detalhes de contato disponíveis, por exemplo, para contatar o fornecedor de um pedido ou o supervisor de
produção da ordem de produção do componente.

Utilização comercial
 Evitar o efeito chicote na produção, fornecendo pontos de separação com posições de estoque estratégico
 Assegurar níveis elevados de atendimento com o estoque mais baixo possível em todos os níveis da lista técnica
 Desobrigar os usuários da criação manual de suprimento para materiais baseados na demanda
 Dar suporte ao usuário para identificação de problemas com os níveis atuais do estoque e definição da prioridade dos
problemas, como ponto de partida para chegar à ação correta
 Cobrir configurações de necessidades secundárias para indústria de processo e discreta, assim como produção
repetitiva

Fluxos de processo chave

 Planejamento do reabastecimento:
 Revisar status de planejamento do reabastecimento de componentes bufferizados
 Criar demanda para componente em buffer por meio do produto pronto (duas opções) com necessidade dependente
cobrindo indústria de processo e discreta, além de produção repetitiva
 Criar suprimento para componente bufferizado após modificação do status de planejamento
 Execução de reabastecimento:
 Revisar status de execução de reabastecimento de componentes bufferizados após conversão do suprimento em
execução de produção
 Reduzir o estoque disponível para estimular a necessidade de reabastecimento (opcional)
 Agilizar o suprimento e efetuar a execução de produção para passar o status de execução do reabastecimento para
verde
 Revisar alertas disponíveis previstos:
 Revisar diferentes alertas disponíveis, como alerta de estoque de segurança, alerta de limite e alerta de falta de estoque,
indicando um potencial problema de estoque disponível iminente.

Fluxos de processo BPM


Operações de produção

Administre e otimize as operações de produção com insights em tempo real e suporte inteligente.

Análise para unidade de produção – Custos de produção planejados/reais (2QW)

Este item de escopo fornece a base de criação de conteúdo analítico de finanças pré-configurado por meio de Core Data Services
(CDS). As visões ajudam o cliente a entender tendências de mercado. Um conjunto de indicadores-chave de desempenho permite
análises robustas.
Este item de escopo fornece a base de criação de conteúdo analítico de finanças pré-configurado por meio de Core Data Services
(CDS). As visões ajudam o cliente a entender tendências de mercado. Um conjunto de indicadores-chave de desempenho
permitem análises robustas em dados do SAP S/4HANA Cloud. Isto pode incluir custos de produção reais e planejados associados
a ordens de produção e de consumo para análise estratégica.
As consultas analíticas personalizadas e os apps do browser de consultas aproveitam as visões de Core Data Services (CDS) que
estão anotadas como visão de consumo.
Os recursos analíticos ajudam a gerenciar as operações de produção e a planejar a alocação de custos financeiros em todas as
unidades de produção e centros de trabalho. Você pode otimizar o planejamento para produção nas unidades de produção e
otimizar as despesas financeiras e as operações de produção.
O responsável pela produção pode comparar os custos de produção de planejamento e execução que abrangem todos os tipos de
esforço: custos planejados, reais, teóricos, de controle e desvios de entrada/saída.

Utilização comercial

 Criar caso de uso de análise no SAP Analytics Cloud com base nos dados do SAP S/4HANA Cloud
 Criar relatórios analíticos usando o browser de visão
 Para o consumo analítico, ampliar e criar uma consulta analítica personalizada por meio de visões CDS anotadas como
visões de consumo
 Ampliar e criar visões CDS personalizadas utilizando estas visões de consumo
 Comparar os custos de produção de planejamento e execução, abrangendo todos os tipos de esforço: custos planejados,
reais, teóricos, de controle e desvios de entrada/saída.
 Analisar estrategicamente por meio de conexão online e gerar modelo de dados em tempo real nas visões CDS

Versão do produto de software

 SAP S/4HANA Cloud 1902

Fluxos de processo chave

 Aumentar a satisfação do cliente otimizando a funcionalidade de extensibilidade para melhor personalização de visões
CDS
 Fornecer visibilidade de custos incorridos na área de custos de produção planejados/reais
 Determinar custos padrão na produção por ordem de cliente com estoque avaliado da ordem do cliente utilizando uma
estratégia de avaliação predefinida
 Coletar custos reais durante a produção na ordem (coletor de custos do produto ou ordem de produção)
Produção sob encomenda – Venda de produtos acabados e montagem final (BJE)

Este item de escopo abrange o processo de produção sob encomenda dos produtos acabados administrados por lote desde a
cotação do cliente (opcional), ordem do cliente, planejamento da produção e execução até a entrega e faturamento do cliente. O
processo de lista técnica da ordem do cliente é suportado (opcional)
O processo de produção sob encomenda se inicia com uma cotação do cliente e termina com a compensação de uma conta do
cliente, depois que um pagamento é recebido.
O processo é iniciado com a criação de uma cotação que inclui uma estimativa de preço e de atravessamento. Depois que o cliente
aprova a cotação, uma ordem do cliente é criada com uma referência a essa cotação.O programa de faturamento contendo vários
pagamentos do cliente (inclusive adiantamentos) pode ser configurado nessa ordem.
O processo de produção é acionado por meio de uma execução de planejamento de necessidades de material (MRP) para o
produto acabado e os componentes da lista técnica. Depois que o produto acabado é fabricado (com as confirmações inseridas e os
componentes emitidos) e recebido no estoque, a entrega e o faturamento final ocorrem.
Como alternativa, você pode configurar uma lista técnica da ordem contendo os componentes necessários para atender às
necessidades específicas do cliente.Uma estimativa de custo pode ser gerada com base em uma lista técnica específica da ordem.
Os componentes podem ser pré-planejados usando o item de escopo Planejamento e montagem de produtos semiacabados (1BM).

Utilização comercial

 Reduza os custos da posição iniciando a produção somente após receber uma ordem do cliente
 Reduza o tempo entre a solicitação de cotação inicial e a aceitação da ordem do cliente otimizando o processo da cotação
até a ordem
 Disponibilize a produção sob encomenda
 Reduza os esforços com atualização de dados mestre fornecendo o processamento de lista técnica da ordem do cliente
 Aumente a transparência dos custos de produção e da posição ativando as estimativas de custo específicas de ordem do
cliente
 Execute a produção específica para as necessidades e especificação do cliente
 Melhore a usabilidade com a confirmação intuitiva de operações de produção
 Diminua a duração do ciclo do processamento de ordens ativando o programa de faturamento flexível, incluindo
adiantamentos

Fluxos de processo chave

 Planeje a produção em um cenário de produção sob demanda, opcionalmente com uma lista técnica da ordem do cliente
 Execute a produção específica para as necessidades e especificação do cliente
 Melhorar a usabilidade com a confirmação intuitiva de operações de produção
 Utilizar plano de faturamento incluindo adiantamentos

Fluxos de processo BPM


Produção sob encomenda – Montagem e planejamento de produtos semiacabados (1BM)

Este item de escopo permite o planejamento da produção para componentes semiacabados em um ambiente de produção sob
encomenda (MTO) antes da entrada de ordens do cliente. Isso reduz o tempo de atravessamento das ordens do cliente para os
produtos acabados recebidos posteriormente.
Este item de escopo permite o planejamento da produção para componentes semiacabados em um ambiente de produção sob
encomenda (MTO) antes da entrada de ordens do cliente. Isso reduz o tempo de atravessamento das ordens de clientes para os
produtos acabados recebidos posteriormente.
A previsão da demanda é criada para componentes semiacabados representados pelas necessidades independentes previstas
(NIPs). Com base nas NIPs, o planejamento de necessidade de material (MRP) cria um plano de produção para o componente e
explode a estrutura da lista técnica para os códigos de todos os níveis. Como resultado, as demandas da produção de componente
semiacabado e da matéria-prima são planejadas.
O processo de produção é composto pelo seguinte: conversão de ordens planejadas em ordens de produção, liberação da ordem,
confirmação das operações da ordem com baixa por explosão automática dos componentes e lançamento da entrada de
mercadorias.
O cenário é concluído com a entrada de uma ordem de cliente e via consumo do componente que faz parte deste item de escopo
ou por referência ao cenário inteiro de MTO no item de escopo BJE.
Utilização comercial

 Reduzir o tempo de atravessamento total nos cenários de produção sob encomenda


 Criar antecipadamente requisições de compra de matéria-prima
 Produzir antecipadamente produtos semiacabados
 Usabilidade aprimorada com a confirmação intuitiva de operações de produção

Fluxos de processo chave

 Gerenciar a previsão de demanda por produtos semiacabados como necessidades independentes previstas (NIPs)
 Programar a execução do MRP
 Iniciar a produção do produto semiacabado antes da entrada de ordens do cliente
 Consumir NIPs e estoque de produto semiacabado nas ordens do cliente

Fluxos de processo BPM


Produção sob encomenda com configuração de variantes (1YT)

Este item de escopo mostra um cenário de produção sob encomenda que utiliza configuração de variante avançada para uma
eficiente configuração de última geração de um material pedido por um cliente. Ele engloba materiais configuráveis de nível único
e de vários níveis.
Este item de escopo mostra um cenário de produção sob encomenda que utiliza configuração de variante avançada para uma
eficiente configuração de última geração de um material pedido por um cliente, cobrindo materiais configuráveis de nível único
ou de vários níveis. O material configurável é definido como lista técnica. Neste processo, é criada uma ordem do cliente
(opcionalmente com base em uma oferta de venda) com uma configuração individual para uma empilhadeira. Isto é obtido por
meio da definição de diferentes características do componente desejadas pelos clientes e considerando as restrições e
dependências dos componentes. O cálculo do preço de venda é baseado nas características selecionadas dos componentes
individualmente. A ordem do cliente passa a fazer parte do planejamento da produção quando é feito o planejamento das
necessidades de material (MRP). A produção da empilhadeira individual ocorre antes da entrega para o cliente. O processo se
encerra com o faturamento ao cliente.

Utilização comercial

 Melhorar o desempenho de vendas e produção de sua empresa por meio de configuração de variante avançada e
integrada cobrindo materiais configuráveis de um ou mais níveis
 Proporcionar a seus processos empresariais condições de processar produtos altamente individualizados em vendas e
produção
 Aproveitar os algoritmos sofisticados no mecanismo de regras de performance otimizado em um configurador de última
geração
 Utilizar dependências para evitar combinações de opções que não são permitidas e podem ser utilizadas para seleção dos
componentes corretos
 Obter preços de venda e imprimir de acordo com a configuração

Fluxos de processo chave

 Criar uma ordem do cliente (opcionalmente com base em uma cotação de vendas) para uma empilhadeira configurada
individualmente, tanto de um nível como em vários
 Calcular preços de venda com base nas características do produto configurável selecionadas pelo cliente
 Executar a produção sob encomenda da empilhadeira encomendada pelo cliente com roteiros, de acordo com a
configuração
 Processar a entrega e o faturamento para o cliente

Fluxos de processo BPM


Produção para estoque – Produção por processos baseada em ordem de produção (2UG)

Este item de escopo fornece uma plataforma para a produção por processos, com o suporte de processos de produção para a
indústria química, farmacêutica e de alimentos e bebidas, bem como a indústria de eletrônicos baseada em lotes.
Este item de escopo permite o planejamento em cenários de produção para estoque e resposta rápida para entrada de ordens do
cliente. O foco é a produção por processos (suportada por meio de ordens de produção).
O processo começa com a criação de uma previsão de demanda por produtos semiacabados representada por necessidades
independentes previstas (NIPs). Com base nas NIPs, o planejamento de necessidades de material (MRP) cria um plano de
produção para produtos semiacabados e explode toda a estrutura da lista técnica. Como resultado, ocorre o planejamento da
demanda por matéria-prima.
Os planejadores de produção podem analisar e modificar manualmente o plano de produção baseado em ordem planejada.
A demanda por matéria prima gera requisições de compra que acionam cenários alternativos de suprimento mencionados neste
item de escopo.
O processo de produção é totalmente coberto pela conversão de ordens planejadas em ordens de produção, liberação de ordem,
saída direta de material ou baixa por explosão, confirmação de operações e registro de entrada de mercadorias. Os custos teórico e
real baseados na ordem são criados, garantindo fluxos de material e de valor totalmente integrados.

Utilização comercial

 Acionar a produção com um plano de produção


 Explodir automaticamente a lista técnica durante a execução do planejamento de necessidades de material
 Melhorar a usabilidade com a confirmação intuitiva de operações de produção

Fluxos de processo chave

 Processar necessidades independentes previstas


 Executar planejamento de necessidades de material e avaliação da lista de estoques/necessidades
 Processar ordens de produção: criar ordem de produção, disponibilização do material, liberação do pedido, confirmação
da ordem, lançamentos de movimentos de materiais para saída e entrada de mercadorias
 Executar relatórios de refugo, opcionalmente, após a produção

Fluxos de processo BPM


Produção para estoque – Produção discreta (BJ5)

Este processo suporta o seguinte: planejamento de necessidades, liberação da ordem de produção, movimentos de mercadorias e
confirmação da ordem de produção, incluindo verificações de disponibilidade para produto acabado administrado com números de
série.
Este item de escopo permite o planejamento em cenários de produção para um produto acabado administrado com números de
série.
O processo começa com a criação de uma previsão de demanda por produtos acabados representada por necessidades
independentes previstas (NIPs). Com base nas PIRs, o planejamento de necessidades de material (MRP) cria um plano de
produção para produtos acabados e explode toda a estrutura da lista técnica. Como resultado, a produção de componente
semiacabado e a demanda de matéria prima são planejados. Os planejadores de produção podem analisar e modificar
manualmente o plano de produção com base no pedido.
A demanda por matéria prima gera requisições de compra que acionam cenários alternativos de suprimento mencionados neste
item de escopo.
O processo de produção em si é completamente coberto pela conversão de pedidos planejados em pedidos de produção, liberação
do pedido, picking e disponibilização de material, confirmação das operações de pedido e registro da entrada de mercadorias. Os
custos teórico e real são criados com base no pedido, garantindo fluxos de material e de valor totalmente integrados.

Utilização comercial

 Acionar a produção com um plano de produção


 Explodir automaticamente a lista técnica durante a execução do planejamento de necessidades de material
 Calcular os custos fixados durante a criação da ordem
 Melhorar a usabilidade com a confirmação intuitiva de operações de produção

Fluxos de processo chave

 Processar necessidades independentes previstas


 Executar planejamento de necessidades de material e avaliação da lista de necessidades de armazenamento
 Executar processamento da ordem de produção: disponibilização do material, liberação da ordem, confirmação da ordem,
lançamentos de movimentos de materiais para saída e entrada de mercadorias, incluindo verificações de disponibilidade.
 Executar relatórios de refugo, opcionalmente, após a produção

Fluxos de processo BPM


Produção para estoque – Produção repetitiva (BJH)

Este processo permite executar a produção para estoque com base em planos de execução. A produção é controlada sem uma
referência direta a ordens do cliente. Os planos de execução determinam as datas e quantidades. As necessidades são criadas na
gestão da demanda.
A produção repetitiva costuma ser usada quando um processo de produção obedece aos seguintes critérios:
Produtos iguais ou similares são produzidos durante um longo período. Os produtos produzidos não são fabricados em lotes
definidos individualmente. Em vez disso, uma quantidade total é produzida durante determinado período, a uma determinada taxa
por período. Os itens produzidos sempre seguem a mesma sequência através de máquinas e centros de trabalho na produção. Os
roteiros tendem a ser simples e não variam muito.
Este cenário é iniciado com necessidades independentes previstas (NIP). As necessidades independentes previstas são utilizadas
para executar as funções de gestão da demanda. O planejamento de necessidades de material (MRP) gera ordens planejadas para o
material a ser produzido. Por meio da tabela de planejamento, pode ser concluído o planejamento da produção de materiais e dos
recursos nas linhas de produção. A confirmação da produção repetitiva aciona diversas atividades, como entrada de mercadorias
de produto acabado, confirmação de materiais de componentes e lançamento de custos no coletor de custos.

Utilização comercial

 Produção para estoque com base em planos de execução sem referência às ordens do cliente
 Tratamento simplificado dos processos de produção com controle total de custos
 Confirmação de atividades de montagem sem a utilização de ordens de produção ou de processo

Fluxos de processo chave

 Criação de necessidades planejadas independentes


 Planejamento de necessidades de material no nível do centro
 Ajuste de planejamento no painel de planejamento
 Verificação de intervalo de cobertura de estoque
 Disponibilização do material
 Confirmação de atividades de montagem e confirmação de produção repetitiva
 Processamento posterior de registros de erros

Fluxos de processo BPM


Produção para estoque com configuração de variantes (21D)

Este item de escopo mostra a produção para estoque com configuração de variantes na qual a configuração de variante avançada
permite uma eficiente configuração de última geração para variantes de produto que refletem definições comuns de um material
configurável.
Este item de escopo mostra a produção para estoque com a configuração de variantes na qual a configuração avançada de
variantes permite uma eficiente configuração de última geração para variantes de produtos configuráveis, que refletem definições
comuns de material configurável. A variante do material é definida como uma lista técnica (LT) na qual os componentes atendem
a determinados critérios. Inicialmente, essa variante de material é produzida e colocada em estoque, pois vendas posteriores de
material estão previstas pela coleta de necessidades independentes planejadas (NIPs). Quando um cliente solicita uma
empilhadeira cujos componentes têm características correspondentes àquelas da variante do material, a empilhadeira é obtida
diretamente do estoque, pois a produção já ocorreu com base nas necessidades independentes previstas. Desse modo, o cálculo do
preço de venda é feito com base nas características da variante do material. Uma vez que a variante do material esteja disponível
no estoque, a empilhadeira será entregue diretamente. O processo termina com o faturamento da empilhadeira entregue.

Utilização comercial

 Melhorar o desempenho de vendas e fabricação da empresa por meio de configuração de variante avançada e integrada
 Permitir que seu processo empresarial de vendas processe as variantes solicitadas com frequência, representadas como
variantes de material em vendas e produção, e exiba a configuração na impressão
 Produzir variantes de material antecipadamente para entrada de ordens do cliente com base na demanda prevista
 Fornecer processamento de ordem do cliente para variantes do material imediatamente se estiver disponível um estoque
de produção

Fluxos de processo chave

 Executar produção para estoque para variantes do material do produto configurável


 Criar uma ordem do cliente para uma empilhadeira configurada resultando em variante de material
 Calcular preços de venda com base em características da variante do material
 Processar a entrega e o faturamento para o cliente

Fluxos de processo BPM


Reabastecimento de material com Kanban – Suprimento externo (1E3)

Este item de escopo introduz o Kanban – um método de controle de produção enxuto em um ambiente de produção. No Kanban, o
material é disponibilizado no local em que ele é usado. Este item de escopo se concentra no reabastecimento Kanban com
estratégias de suprimento externo.
O método Kanban para controle de produção e fluxo de material é baseado na quantidade real em estoque em produção. Os
materiais necessários com regularidade são fornecidos continuamente em pequenas quantidades na produção. Com o Kanban, em
vez dos materiais serem impostos na produção por um planejamento global, eles são chamados da fonte de suprimento pela
produção no nível da produção em que são necessários (princípio pull). O reabastecimento ou a produção de um material só é
acionado quando um nível superior de produção necessita do material. O reabastecimento é acionado diretamente na produção
usando os dados mestre atualizados anteriormente.
O reabastecimento Kanban é comumente usado – mas não limitado – nos ambientes de produção repetitiva, quando um processo
de produção requer que os mesmos produtos ou similares sejam produzidos durante um determinado período, a uma determinada
taxa por período. Os produtos produzidos sempre seguem a mesma sequência pelas máquinas e centros de trabalho na produção.
Os roteiros tendem a ser simples e não variam muito.

Utilização comercial

 Reduzir material em processo


 Aumentar a visibilidade da cadeia de suprimentos
 Reduzir custos da cadeia de suprimentos de produção
 Reduzir estoques e ativos
 Melhorar a flexibilidade e visibilidade da produção e os processos da cadeia de suprimentos

Fluxos de processo chave

 Criar e atualizar circuitos reguladores Kanban


 Atualizar controle de saída para solicitação JIT de quantidade Kanban
 Criar planejamento independente e necessidades de material no nível do centro
 Reabastecer container de Kanban com solicitações Just-in-Time Kanban e Kanban controlado por eventos

Fluxos de processo BPM


Operações de produção com MES (Manufacturing Execution System) (1Y5)

Este item de escopo fornece uma integração do SAP S/4HANA com um Manufacturing Execution System (MES) externo on-
premise para operação de produção por meio de IDocs ALE e BAPIs.
Este item de escopo cobre a configuração da integração do SAP S/4HANA com Manufacturing Execution System (MES).
Um sistema MES integra os processos empresariais e de produção, o que ajuda a manter a operação eficiente e a produção de alta
qualidade no chão de fábrica.
Você pode utilizar este item de escopo como exemplo de como integrar um sistema de chão de fábrica local do cliente diretamente
no SAP S/4HANA, proporcionando à equipe de produção uma visão geral clara das operações de produção e melhorando a
capacidade de análise da equipe de gerenciamento. SAP S/4HANA é o sistema de registro de todos os dados mestre. MES ou
sistema de chão de fábrica é o sistema de registro de todos os dados de andamento do trabalho (WIP).
Esse cenário de comunicação oferece pontos de acesso (de entrada e saída), necessários para integrar uma solução MES
(Manufacturing Execution System) externa on-premise para operação da produção através de IDocs ALE, BAPI e chamadas
OData.

Utilização comercial
 Simplificar a integração do SAP S/4HANA ao Manufacturing Execution Systems para operação de produção

Fluxos de processo chave

 Criar, programar e liberar ordem de produção no sistema SAP S/4HANA


 Criar e liberar ordem de produção em um Manufacturing Execution System (MES) ou sistema de chão de fábrica
 Atualizar ordem de produção no sistema MES e retornar informações para o sistema SAP S/4HANA
 Confirmar ordem de produção no sistema SAP S/4HANA

Fluxos de processo BPM


Operações de produção com SAP Manufacturing Execution (2JN)

Este item de escopo oferece uma integração do SAP S/4HANA com o sistema SAP Manufacturing Execution (SAP ME) para
operações de produção por meio de IDocs ALE e BAPI.
A solução de produção da SAP para indústrias de produção discreta permite um processo de produção totalmente integrado da alta
direção ao piso de fábrica.
As Operações de produção com SAP Manufacturing Execution podem orquestrar processos de produção altamente automatizados,
permitindo variantes do produto com lote de uma unidade. As variantes e a sua sequência de produção podem ser modificadas
automaticamente de maneira rápida e fácil. A solução também oferece transparência em tempo real das operações de produção e
KPIs e ainda rastreabilidade completa com base em registros as-built.
As Operações de produção com SAP Manufacturing Execution refletem o roadmap da SAP para se manter conectado ao futuro da
produção discreta. Ela permite volumes de produção bem baixos, porém ainda gerando lucro, e oferece execução de produção de
última geração e insights para ação em tempo real.

Utilização comercial

 Tratar de necessidades individuais do cliente com um tamanho de lote de produção em tempo real em cenários de
produção em massa
 Integrar a alta direção com o piso de fábrica (e vice-versa) para minimizar interrupções, incluindo integração de máquina
no ciclo de produção
 Simplificar e minimizar a interação manual
 Permitir entrada de dados da fonte
 Ativar produção discreta e de processos
 Ter novos insights da área de produção com base em tendências e previsão fornecidos pelos recursos do SAP S/4HANA

Fluxos de processo chave

 Fazer conexão entre processos empresariais e máquinas


 Padronizar processos em vários centros e sistemas de rastreamento baseados em papel
 Obter informações precisas de rastreabilidade de produto de ponta a ponta
 Usar as melhores práticas para utilização de Big Data para obter visibilidade em tempo real das operações
 Permitir melhor atualização preditiva

Fluxos de processo BPM


Processamento de retrabalho – Material estocável produzido (BJN)

Este item de escopo se concentra nas atividades de retrabalho e nos lançamentos de material após a produção do material original
(incluindo entrada de mercadorias para o produto), com uma ordem de produção de retrabalho adicional.
Este item de escopo se concentra nas atividades de retrabalho e nos lançamentos de material após a produção do material original
(incluindo entrada de mercadorias para o produto), com uma ordem de produção de retrabalho adicional. Os problemas com o
material produzido são monitorados após o respectivo lançamento no estoque.
O processo de retrabalho de material estocável produzido é iniciado com a criação de uma nova ordem de produção. Isso é feito
usando o material que deve ser retrabalhado como entrada e saída.
Os custos são relacionados na nova ordem de produção e liquidados no controlling como desvios de produção. O componente e o
produto de entrada têm o mesmo número de material.

Utilização comercial

 Exibir custos transparentes das atividades de retrabalho


 Uso de todas as funcionalidades padrão de controle da área de produção
 Melhorar a usabilidade com a confirmação intuitiva de operações de produção

Fluxos de processo chave

 Criar ordem de produção de retrabalho


 Liberar ordem de produção de retrabalho
 Efetuar a saída de mercadorias para materiais defeituosos incluindo visualização de impressão
 Confirmar atividades de produção de retrabalho
 Registrar entrada de mercadorias para a ordem de produção de retrabalho incluindo visualização de impressão

Fluxos de processo BPM


Processamento de retrabalho – Material em processo (BJQ)

Este processo cuida de materiais defeituosos dentro de uma ordem de produção.


Este item de escopo se concentra em um processo de retrabalho na produção. Todas as atividades de retrabalho necessárias estão
relacionadas à ordem de produção. Por esse motivo, os defeitos são reconhecidos e as correções, como a inserção de uma
operação de retrabalho na mesma ordem de produção, são iniciadas. A operação de retrabalho adicional é confirmada e liquidada
na mesma ordem de produção, causando desvios de produção no controlling e diferenças de preço de produtos dedicados.

Utilização comercial

 Acionar automaticamente o processo de retrabalho com um material em uma operação definida


 Confirmar a atividade adicional e o consumo de material após o retrabalho
 Integrar totalmente o processamento de retrabalho no processo de produção
Fluxos de processo chave

 Confirmar atividades de produção


 Confirmar sucateamento de material defeituoso e material que possa ser retrabalhado
 Confirmar ordem de produção na operação de retrabalho
 Continuar atividades de produção

Fluxos de processo BPM


Planejamento de produção

Obtenha transparência completa das situações de demanda – suprimento com o MRP integrado em tempo real com inteligência de
suporte

Produção sob encomenda – Venda de produtos acabados e montagem final (BJE)

Este item de escopo abrange o processo de produção sob encomenda dos produtos acabados administrados por lote desde a
cotação do cliente (opcional), ordem do cliente, planejamento da produção e execução até a entrega e faturamento do cliente.O
processo de lista técnica da ordem do cliente é suportado (opcional)
O processo de produção sob encomenda se inicia com uma cotação do cliente e termina com a compensação de uma conta do
cliente, depois que um pagamento é recebido.
O processo é iniciado com a criação de uma cotação que inclui uma estimativa de preço e de atravessamento. Depois que o cliente
aprova a cotação, uma ordem do cliente é criada com uma referência a essa cotação.O programa de faturamento contendo vários
pagamentos do cliente (inclusive adiantamentos) pode ser configurado nessa ordem.
O processo de produção é acionado por meio de uma execução de planejamento de necessidades de material (MRP) para o
produto acabado e os componentes da lista técnica. Depois que o produto acabado é fabricado (com as confirmações inseridas e os
componentes emitidos) e recebido no estoque, a entrega e o faturamento final ocorrem.
Como alternativa, você pode configurar uma lista técnica da ordem contendo os componentes necessários para atender às
necessidades específicas do cliente.Uma estimativa de custo pode ser gerada com base em uma lista técnica específica da ordem.
Os componentes podem ser pré-planejados usando o item de escopo Planejamento e montagem de produtos semiacabados (1BM).

Utilização comercial

 Reduza os custos da posição iniciando a produção somente após receber uma ordem do cliente
 Reduza o tempo entre a solicitação de cotação inicial e a aceitação da ordem do cliente otimizando o processo da cotação
até a ordem
 Disponibilize a produção sob encomenda
 Reduza os esforços com atualização de dados mestre fornecendo o processamento de lista técnica da ordem do cliente
 Aumente a transparência dos custos de produção e da posição ativando as estimativas de custo específicas de ordem do
cliente
 Execute a produção específica para as necessidades e especificação do cliente
 Melhore a usabilidade com a confirmação intuitiva de operações de produção
 Diminua a duração do ciclo do processamento de ordens ativando o programa de faturamento flexível, incluindo
adiantamentos

Fluxos de processo chave

 Planeje a produção em um cenário de produção sob demanda, opcionalmente com uma lista técnica da ordem do cliente
 Execute a produção específica para as necessidades e especificação do cliente
 Melhorar a usabilidade com a confirmação intuitiva de operações de produção
 Utilizar plano de faturamento incluindo adiantamentos

Fluxos de processo BPM


Produção sob encomenda – Montagem e planejamento de produtos semiacabados (1BM)

Este item de escopo permite o planejamento da produção para componentes semiacabados em um ambiente de produção sob
encomenda (MTO) antes da entrada de ordens do cliente. Isso reduz o tempo de atravessamento das ordens do cliente para os
produtos acabados recebidos posteriormente.
Este item de escopo permite o planejamento da produção para componentes semiacabados em um ambiente de produção sob
encomenda (MTO) antes da entrada de ordens do cliente. Isso reduz o tempo de atravessamento das ordens de clientes para os
produtos acabados recebidos posteriormente.
A previsão da demanda é criada para componentes semiacabados representados pelas necessidades independentes previstas
(NIPs). Com base nas NIPs, o planejamento de necessidade de material (MRP) cria um plano de produção para o componente e
explode a estrutura da lista técnica para os códigos de todos os níveis. Como resultado, as demandas da produção de componente
semiacabado e da matéria-prima são planejadas.
O processo de produção é composto pelo seguinte: conversão de ordens planejadas em ordens de produção, liberação da ordem,
confirmação das operações da ordem com baixa por explosão automática dos componentes e lançamento da entrada de
mercadorias.
O cenário é concluído com a entrada de uma ordem de cliente e via consumo do componente que faz parte deste item de escopo
ou por referência ao cenário inteiro de MTO no item de escopo BJE.
Utilização comercial

 Reduzir o tempo de atravessamento total nos cenários de produção sob encomenda


 Criar antecipadamente requisições de compra de matéria-prima
 Produzir antecipadamente produtos semiacabados
 Usabilidade aprimorada com a confirmação intuitiva de operações de produção

Fluxos de processo chave

 Gerenciar a previsão de demanda por produtos semiacabados como necessidades independentes previstas (NIPs)
 Programar a execução do MRP
 Iniciar a produção do produto semiacabado antes da entrada de ordens do cliente
 Consumir NIPs e estoque de produto semiacabado nas ordens do cliente

Fluxos de processo BPM


Produção sob encomenda com configuração de variantes (1YT)

Este item de escopo mostra um cenário de produção sob encomenda que utiliza configuração de variante avançada para uma
eficiente configuração de última geração de um material pedido por um cliente. Ele engloba materiais configuráveis de nível único
e de vários níveis.
Este item de escopo mostra um cenário de produção sob encomenda que utiliza configuração de variante avançada para uma
eficiente configuração de última geração de um material pedido por um cliente, cobrindo materiais configuráveis de nível único
ou de vários níveis. O material configurável é definido como lista técnica. Neste processo, é criada uma ordem do cliente
(opcionalmente com base em uma oferta de venda) com uma configuração individual para uma empilhadeira. Isto é obtido por
meio da definição de diferentes características do componente desejadas pelos clientes e considerando as restrições e
dependências dos componentes. O cálculo do preço de venda é baseado nas características selecionadas dos componentes
individualmente. A ordem do cliente passa a fazer parte do planejamento da produção quando é feito o planejamento das
necessidades de material (MRP). A produção da empilhadeira individual ocorre antes da entrega para o cliente. O processo se
encerra com o faturamento ao cliente.

Utilização comercial

 Melhorar o desempenho de vendas e produção de sua empresa por meio de configuração de variante avançada e
integrada cobrindo materiais configuráveis de um ou mais níveis
 Proporcionar a seus processos empresariais condições de processar produtos altamente individualizados em vendas e
produção
 Aproveitar os algoritmos sofisticados no mecanismo de regras de performance otimizado em um configurador de última
geração
 Utilizar dependências para evitar combinações de opções que não são permitidas e podem ser utilizadas para seleção dos
componentes corretos
 Obter preços de venda e imprimir de acordo com a configuração

Fluxos de processo chave

 Criar uma ordem do cliente (opcionalmente com base em uma cotação de vendas) para uma empilhadeira configurada
individualmente, tanto de um nível como em vários
 Calcular preços de venda com base nas características do produto configurável selecionadas pelo cliente
 Executar a produção sob encomenda da empilhadeira encomendada pelo cliente com roteiros, de acordo com a
configuração
 Processar a entrega e o faturamento para o cliente

Fluxos de processo BPM


Produção para estoque – Produção por processos baseada em ordem de produção (2UG)

Este item de escopo fornece uma plataforma para a produção por processos, com o suporte de processos de produção para a
indústria química, farmacêutica e de alimentos e bebidas, bem como a indústria de eletrônicos baseada em lotes.
Este item de escopo permite o planejamento em cenários de produção para estoque e resposta rápida para entrada de ordens do
cliente. O foco é a produção por processos (suportada por meio de ordens de produção).
O processo começa com a criação de uma previsão de demanda por produtos semiacabados representada por necessidades
independentes previstas (NIPs). Com base nas NIPs, o planejamento de necessidades de material (MRP) cria um plano de
produção para produtos semiacabados e explode toda a estrutura da lista técnica. Como resultado, ocorre o planejamento da
demanda por matéria-prima.
Os planejadores de produção podem analisar e modificar manualmente o plano de produção baseado em ordem planejada.
A demanda por matéria prima gera requisições de compra que acionam cenários alternativos de suprimento mencionados neste
item de escopo.
O processo de produção é totalmente coberto pela conversão de ordens planejadas em ordens de produção, liberação de ordem,
saída direta de material ou baixa por explosão, confirmação de operações e registro de entrada de mercadorias. Os custos teórico e
real baseados na ordem são criados, garantindo fluxos de material e de valor totalmente integrados.

Utilização comercial

 Acionar a produção com um plano de produção


 Explodir automaticamente a lista técnica durante a execução do planejamento de necessidades de material
 Melhorar a usabilidade com a confirmação intuitiva de operações de produção

Fluxos de processo chave

 Processar necessidades independentes previstas


 Executar planejamento de necessidades de material e avaliação da lista de estoques/necessidades
 Processar ordens de produção: criar ordem de produção, disponibilização do material, liberação do pedido, confirmação
da ordem, lançamentos de movimentos de materiais para saída e entrada de mercadorias
 Executar relatórios de refugo, opcionalmente, após a produção

Fluxos de processo BPM


Produção para estoque – Produção discreta (BJ5)

Este processo suporta o seguinte: planejamento de necessidades, liberação da ordem de produção, movimentos de mercadorias e
confirmação da ordem de produção, incluindo verificações de disponibilidade para produto acabado administrado com números de
série.
Este item de escopo permite o planejamento em cenários de produção para um produto acabado administrado com números de
série.
O processo começa com a criação de uma previsão de demanda por produtos acabados representada por necessidades
independentes previstas (NIPs). Com base nas PIRs, o planejamento de necessidades de material (MRP) cria um plano de
produção para produtos acabados e explode toda a estrutura da lista técnica. Como resultado, a produção de componente
semiacabado e a demanda de matéria prima são planejados. Os planejadores de produção podem analisar e modificar
manualmente o plano de produção com base no pedido.
A demanda por matéria prima gera requisições de compra que acionam cenários alternativos de suprimento mencionados neste
item de escopo.
O processo de produção em si é completamente coberto pela conversão de pedidos planejados em pedidos de produção, liberação
do pedido, picking e disponibilização de material, confirmação das operações de pedido e registro da entrada de mercadorias. Os
custos teórico e real são criados com base no pedido, garantindo fluxos de material e de valor totalmente integrados.

Utilização comercial

 Acionar a produção com um plano de produção


 Explodir automaticamente a lista técnica durante a execução do planejamento de necessidades de material
 Calcular os custos fixados durante a criação da ordem
 Melhorar a usabilidade com a confirmação intuitiva de operações de produção

Fluxos de processo chave

 Processar necessidades independentes previstas


 Executar planejamento de necessidades de material e avaliação da lista de necessidades de armazenamento
 Executar processamento da ordem de produção: disponibilização do material, liberação da ordem, confirmação da ordem,
lançamentos de movimentos de materiais para saída e entrada de mercadorias, incluindo verificações de disponibilidade.
 Executar relatórios de refugo, opcionalmente, após a produção

Fluxos de processo BPM


Produção para estoque – Produção repetitiva (BJH)

Este processo permite executar a produção para estoque com base em planos de execução. A produção é controlada sem uma
referência direta a ordens do cliente. Os planos de execução determinam as datas e quantidades. As necessidades são criadas na
gestão da demanda.
A produção repetitiva costuma ser usada quando um processo de produção obedece aos seguintes critérios:
Produtos iguais ou similares são produzidos durante um longo período. Os produtos produzidos não são fabricados em lotes
definidos individualmente. Em vez disso, uma quantidade total é produzida durante determinado período, a uma determinada taxa
por período. Os itens produzidos sempre seguem a mesma sequência através de máquinas e centros de trabalho na produção. Os
roteiros tendem a ser simples e não variam muito.
Este cenário é iniciado com necessidades independentes previstas (NIP). As necessidades independentes previstas são utilizadas
para executar as funções de gestão da demanda. O planejamento de necessidades de material (MRP) gera ordens planejadas para o
material a ser produzido. Por meio da tabela de planejamento, pode ser concluído o planejamento da produção de materiais e dos
recursos nas linhas de produção. A confirmação da produção repetitiva aciona diversas atividades, como entrada de mercadorias
de produto acabado, confirmação de materiais de componentes e lançamento de custos no coletor de custos.

Utilização comercial

 Produção para estoque com base em planos de execução sem referência às ordens do cliente
 Tratamento simplificado dos processos de produção com controle total de custos
 Confirmação de atividades de montagem sem a utilização de ordens de produção ou de processo

Fluxos de processo chave

 Criação de necessidades planejadas independentes


 Planejamento de necessidades de material no nível do centro
 Ajuste de planejamento no painel de planejamento
 Verificação de intervalo de cobertura de estoque
 Disponibilização do material
 Confirmação de atividades de montagem e confirmação de produção repetitiva
 Processamento posterior de registros de erros

Fluxos de processo BPM


Produção para estoque com configuração de variantes (21D)

Este item de escopo mostra a produção para estoque com configuração de variantes na qual a configuração de variante avançada
permite uma eficiente configuração de última geração para variantes de produto que refletem definições comuns de um material
configurável.
Este item de escopo mostra a produção para estoque com a configuração de variantes na qual a configuração avançada de
variantes permite uma eficiente configuração de última geração para variantes de produtos configuráveis, que refletem definições
comuns de material configurável. A variante do material é definida como uma lista técnica (LT) na qual os componentes atendem
a determinados critérios. Inicialmente, essa variante de material é produzida e colocada em estoque, pois vendas posteriores de
material estão previstas pela coleta de necessidades independentes planejadas (NIPs). Quando um cliente solicita uma
empilhadeira cujos componentes têm características correspondentes àquelas da variante do material, a empilhadeira é obtida
diretamente do estoque, pois a produção já ocorreu com base nas necessidades independentes previstas. Desse modo, o cálculo do
preço de venda é feito com base nas características da variante do material. Uma vez que a variante do material esteja disponível
no estoque, a empilhadeira será entregue diretamente. O processo termina com o faturamento da empilhadeira entregue.

Utilização comercial

 Melhorar o desempenho de vendas e fabricação da empresa por meio de configuração de variante avançada e integrada
 Permitir que seu processo empresarial de vendas processe as variantes solicitadas com frequência, representadas como
variantes de material em vendas e produção, e exiba a configuração na impressão
 Produzir variantes de material antecipadamente para entrada de ordens do cliente com base na demanda prevista
 Fornecer processamento de ordem do cliente para variantes do material imediatamente se estiver disponível um estoque
de produção

Fluxos de processo chave

 Executar produção para estoque para variantes do material do produto configurável


 Criar uma ordem do cliente para uma empilhadeira configurada resultando em variante de material
 Calcular preços de venda com base em características da variante do material
 Processar a entrega e o faturamento para o cliente

Fluxos de processo BPM


Planejamento de necessidades de material (J44)

Este item de escopo abrange um processo de planejamento de necessidades de material (MRP) para suprir material por meio de
requisições de compra ou divisões para programa de remessas. Como alternativa, a transferência de requisição de compra e as
exceções de material de MRP podem ser tratadas.
Este processo permite que seu departamento de planejamento de necessidades de material (MRP) automatize o planejamento do
suprimento. A função principal do MRP é garantir a disponibilidade do material e evitar atrasos no cumprimento da ordem. A
execução do planejamento verifica a disponibilidade de cada material e, no caso de quantidade em falta, cria requisições de
compra ou planos de entrega se há um programa de remessas. A quantidade em falta restante é exibida no aplicativo MRP, no qual
o planejador de material pode analisar a situação.
O tempo de processamento do suprimento pode ser mais longo do que o tempo disponível para atender a uma demanda. Por esse
motivo, você deve suprir o material antecipadamente e cobrir a demanda a partir do estoque. Esse processo começa com a criação
de necessidades de previsão, que são interpretadas como demandas previstas do cliente. O MRP é executado. O sistema cria
requisições de compra ou programas de remessa que acionam o suprimento externo.
Opcionalmente, você pode processar a transferência da requisição de compra e as exceções de material MRP.

Utilização comercial

 Detectar faltas rapidamente


 Criar requisições de compra ou divisões do programa de remessa para cobrir a demanda automaticamente
 Obter maior precisão nas quantidades compradas
 Fazer transferência da requisição de compra (opcional)
 Economia nos custos por meio da automação de processos
 Detectar e resolver exceções de material do MRP

Fluxos de processo chave

 Administrar previsão de demanda como necessidades independentes previstas (NIPs) manualmente


 Calcular dados de consumo para previsão e prever as NIPs automaticamente
 Monitorar e gerenciar cobertura do material
 Executar planejamento de necessidades de material (MRP) para materiais com quantidade em falta
 Analisar os resultados da execução do MRP
 Transferir requisições de compra, se necessário (opcional)
 Exibir a execução do MRP de saída de material e os índices
 Detectar e resolver exceções de material do MRP

Fluxos de processo BPM


Administração de qualidade

Execute a administração de qualidade incorporada para assegurar inspeções eficientes, planejamento e execução de qualidade com
KPIs corporativos.

Administração de não conformidades (2QN)

Este item de escopo descreve a administração de não conformidades. O usuário insere dados de defeitos e documenta o
processamento dos defeitos. Após isto, o engenheiro de qualidade analisa a atual situação de defeito e, se necessário, cria lotes de
controle manual adicionais.
Este item de escopo descreve o gerenciamento de defeitos e não conformidades. O técnico de qualidade cria um registro de
defeitos e, se necessário, adiciona uma foto que documenta o defeito. O engenheiro de qualidade continua o processamento do
registro de defeitos, documentando ou definindo medidas imediatas, de correção e prevenção. O técnico de qualidade executa as
medidas definidas e confirma o processamento definindo um respectivo status.Após a resolução dos defeitos, o engenheiro de
qualidade encerra o registro de defeitos.
Além disso, o engenheiro de qualidade monitora e analisa os registros de defeitos de várias fontes (por exemplo, defeitos
detectados durante o controle de qualidade ou defeitos criados manualmente) e deduz medidas de correção comuns.
Se necessário, o técnico de qualidade cria lotes de controle manual adicionais para as origens de controle disponíveis, a fim de
executar controles de qualidade adicionais. Após a captura dos resultados do controle, o engenheiro de qualidade toma uma
decisão de utilização para fechar o processo de controle manual.

Utilização comercial

 Capturar defeitos e não conformidades para documentação e continuação do processamento


 Decidir se um defeito simples pode ser gerenciado como defeito genérico ou de deve ser encaminhado para uma nota de
qualidade para processamento abrangente
 Executar medidas de qualidade para reduzir ou solucionar o defeito
 Modificar tarefas de qualidade e defeitos utilizando o processamento em massa
 Status de captura da tarefa de qualidade
 Analisar os dados de defeito de modo abrangente
 Definir e executar controles de qualidade manuais adicionais

Fluxos de processo chave

 Administrar defeitos:
 Registrar defeito
 Processar defeito e definir medida de qualidade
 Executar medida de qualidade e documentar resultado
 Concluir processamento de defeitos
 Registrar defeito using SAP Co-pilot
 Atribuir defeito à nota de qualidade
 Processo de controle manual:
 Criar lote de controle
 Registrar os resultados do controle
Fluxos de processo BPM

Tomar decisão de utilização


Administração de qualidade para reclamações aos fornecedores (2F9)

Este item de escopo descreve o gerenciamento de reclamações aos fornecedores. O engenheiro de qualidade captura informações
básicas, informa o fornecedor e gerencia defeitos e tarefas. Ele também pode capturar as causas-raízes identificadas pelo
fornecedor.
Este item de escopo descreve o gerenciamento de reclamações aos fornecedores, por exemplo, após a entrega de um produto.
Aproveitando as notas QM, o engenheiro de qualidade registra todas as informações relacionadas à reclamação, incluindo os
defeitos observados. O engenheiro de qualidade registra as ações imediatas para fins de documentação e solicita uma análise de
causa raiz do fornecedor. Além disso, o engenheiro de qualidade pode registrar sua comunicação com o fornecedor.
O engenheiro de qualidade define tarefas globalmente no nível de notificação ou por defeito. O engenheiro de qualidade atribui
um responsável a cada tarefa. A tarefa é processada e os processadores de tarefa fornecem feedback por tarefa.Depois de ter
recebido do fornecedor a análise de causa raiz, as causas raiz identificadas podem ser atribuídas a cada defeito.
Finalmente, o engenheiro de qualidade fecha a tarefa e revisa cada notificação.

Utilização comercial

 Capturar detalhes da reclamação, defeitos relacionados, causas e atividades em um único local


 Gerenciar diferentes tipos de atividades (por exemplo, ações imediatas, corretivas e preventivas)
 Atribuir um responsável a cada ação e monitorar o status e o resultado da ação

Fluxos de processo chave

 Criar nota QM com os dados básicos


 Capturar defeitos e documentar ações imediatas
 Definir tarefas
 Executar tarefas e documentar resultado
 Revisar tarefas
 Documentar análise de causa raiz do fornecedor
 Concluir nota

Fluxos de processo BPM


Administração de qualidade para reclamações de clientes (2FA)

Este item de escopo descreve o gerenciamento de reclamações de clientes. O engenheiro da qualidade captura informações básicas
fornecidas pelo cliente e inicia uma análise de causa raiz. O engenheiro pode administrar defeitos e causas, correções, ações de
correção e prevenção.
Este item de escopo descreve o gerenciamento de reclamações do cliente, por exemplo, após a entrega de um produto.Utilizando
notas QM, o engenheiro de qualidade pode capturar todas as informações relacionadas à reclamação fornecidas pelo cliente. O
engenheiro de qualidade amplia a notificação adicionando informações de logística interna, tais como documentos de compra e de
entrega. Outras medidas imediatas podem ser capturadas para fins de documentação. Para identificar a causa principal da
reclamação, o engenheiro documenta uma análise da causa raiz. Depois de ter identificado o erro e a respectiva causa raiz, o
engenheiro de qualidade classifica essas informações mediante grupos de códigos, códigos e informações de texto livre.
O engenheiro de qualidade define ações corretivas e preventivas globalmente no nível de notificação ou por defeito. O engenheiro
atribui um responsável para cada ação. A ação é processada e os processadores da ação fornecem feedback de cada ação.
Finalmente, o engenheiro de qualidade revisa cada ação e fecha a notificação.

Utilização comercial

 Capturar detalhes da reclamação, defeitos relacionados, causas e atividades em um só lugar


 Gerenciar diferentes tipos de atividades (por exemplo, ações imediatas, corretivas e preventivas)
 Atribuir um responsável a cada ação e monitorar o status e o resultado da ação

Fluxos de processo chave

 Criar nota QM com os dados básicos


 Capturar defeitos, definir a análise de causa raiz e documentar ações imediatas
 Definir ações de correção e medidas de correção
 Executar análise de causa raiz, ações de correção, medidas de correção e documentar resultado
 Revisar a análise de causa raiz e documentar a causa raiz, revisar ações de correção e revisar medidas de correção
 Definir ações preventivas
 Executar ações preventivas e documentar resultado
 Revisar ações preventivas
 Concluir nota QM

Fluxos de processo BPM


Administração de qualidade na produção discreta (1E1)

Este item de escopo descreve o controle de qualidade na produção discreta. O controle de qualidade é relevante quando um
material é recebido da produção ou durante o próprio processo de produção. O resultado do controle pode acionar a continuação
do processamento.
Este item de escopo gerencia o controle de qualidade em processos de produção discreta. As atividades de controle de qualidade
são relevantes durante o processo de produção ou entrada de mercadorias a partir da produção: aqui, o material é registrado no
estoque de controle de qualidade e um lote de controle é criado com base em um plano de controle. O técnico de qualidade
registra os resultados do controle e o engenheiro de qualidade cria uma decisão de utilização (aceitação ou rejeição do material) e
registra o material no estoque bloqueado ou de utilização livre ou no estoque de sucateamento. Durante o processo de produção,
uma operação de qualidade da ordem de produção aciona o controle de qualidade. O técnico de qualidade registra os resultados do
controle de pontos de controle. Com base na avaliação do ponto de controle, a operação de qualidade é confirmada com os
respectivos montantes de rendimento e sucateamento, e o lote de controle é fechado através de uma decisão de utilização. No caso
de características rejeitadas, um defeito é registrado automaticamente.

Utilização comercial

 Integrar atividades de controle de qualidade aos processos de produção


 Utilizar planos de controle ou pontos de controle para controles de qualidade
 Utilizar o gráfico de controle da ferramenta de controle estatístico do processo para a avaliação de características de
controle
 Detectar não conformidades durante a produção para evitar reprocessamento oneroso ou refugos desnecessários

Fluxos de processo chave

 Controle de qualidade para entrada de mercadorias da produção:


 Produzir material
 Exibir plano de inspeção
 Registrar entrada de mercadorias para ordem de produção
 Exibir estoque de material antes da inspeção
 Exibir lote de controle
 Registrar os resultados do controle
 Tomar decisão de utilização
 Revisar e analisar defeitos
 Verificar o estoque de material após o controle
 Controle de qualidade no processo de produção:
 Iniciar produção do material utilizando ordem de produção
 Exibir roteiro, incluindo operação de qualidade
 Exibir lote de controle
 Analisar e ativar gráfico de controle de qualidade
 Registrar os resultados do controle
 Revisar e analisar defeitos
 Confirmar a operação de qualidade da ordem de produção
 Tomar decisão de utilização
 Controle de qualidade dentro do processo de produção – Produção para estoque de um material administrado em lotes
 Criar e liberar ordem de produção
 Efetuar saída de mercadorias de componentes administrado em lotes via lista de picking
 Confirmar operações de produção
 Executar controle de qualidade com pontos de controle
 Confirmar operações de produção
 Registrar entrada de mercadorias para ordem
 Tomar decisão de utilização
 Analisar dados de lote

Fluxos de processo BPM


Administração de qualidade no suprimento (1FM)

Este item de escopo descreve o controle de qualidade no suprimento. O controle de qualidade é relevante quando um material é
recebido de um fornecedor. O resultado do controle pode acionar a continuação do processamento, como a devolução ao
fornecedor por qualidade inadequada.
Este item de escopo gerencia o controle de qualidade no suprimento: na entrada de mercadorias, o material é registrado no estoque
em controle de qualidade e um lote de controle é criado com base em um plano de controle. O técnico de qualidade registra os
resultados de controle. Em seguida, o engenheiro de qualidade toma uma decisão de utilização, por exemplo, aceitando ou
rejeitando o material, registrando o material no estoque de utilização livre ou estoque bloqueado, ou acionando uma devolução ao
fornecedor, com a opção de registro como amostra consumida. No caso de resultados rejeitados, um defeito é registrado
automaticamente.O fornecedor é avaliado em índice de qualidade na decisão de utilização.Com uma regra de modificação
dinâmica, controles de qualidade podem ser intensificados, reduzidos ou ignorados com base em resultados de controle anteriores.
É possível bloquear a criação de pedidos ou limitar a quantidade comprada por motivos de qualidade. Utilizando certificados de
qualidade no suprimento, pode-se garantir que fornecedores forneçam os documentos se necessário.

Utilização comercial

 Integrar as atividades de controle de qualidade dentro do processo de compras


 Utilizar planos de inspeção para controles de qualidade com controle dinâmico, plano de amostragem e liberação de
material/fornecedor
 Exibir entradas em aberto e completadas de certificados de qualidade no suprimento
 Detectar não-conformidades no momento certo para evitar reprocessamento oneroso ou perda desnecessária

Fluxos de processo chave

 Comprar material de um fornecedor


 Verificar registro info de qualidade
 Revisar o plano de controle, opcionalmente com regra de modificação dinâmica e plano de amostragem; opcionalmente
com método de controle com documentos anexados
 Registrar entrada de mercadorias para pedido de compra
 Verificar o estoque de material antes do controle
 Exibir os lotes de controle em aberto
 Registrar resultados do controle
 Tomar decisão de utilização
 Revisar e analisar defeitos
 Verificar o estoque de material após o controle

Fluxos de processo BPM


Administração de qualidade nas vendas (1MP)

Este item de escopo descreve o controle de qualidade durante o processo de vendas (por exemplo, materiais de alta qualidade são
fornecidos a um cliente). Assim que a inspeção é aceita, a saída de mercadorias é lançada e os materiais são entregues ao cliente.
Este item de escopo gerencia atividades de controle de qualidade em processos de entrega. As atividades de controle de qualidade
podem ser importantes antes da saída de mercadorias.
Ao criar uma entrega para um material que está sujeito a controle de qualidade no processo de vendas e de entrega, um lote de
controle é criado com base em um plano de inspeção. O técnico de qualidade registra os resultados do teste de controle de um
tamanho da amostra. Com base nesses resultados de controle, o engenheiro de qualidade toma uma decisão de utilização, por
exemplo, de aceitar ou rejeitar o material. Se aceita, a mercadoria é registrada e enviada para o cliente. Se rejeitada, a quantidade
total é lançada no estoque bloqueado e a entrega é atualizada. No caso dos resultados recusados, um defeito é registrado
automaticamente.Todo outro estoque do mesmo material deve ser aceito antes da entrega.

Utilização comercial

 Integrar as atividades de controle de qualidade dentro do processo de vendas


 Utilizar planos de controle para inspeções de qualidade
 Detectar não-conformidades antes da entrega de materiais para um cliente

Fluxos de processo chave

 Vender material a um cliente e criar uma entrega


 Revisar plano de controle
 Exibir os lotes de controle em aberto
 Registrar os resultados de controle de qualidade
 Tomar decisão de uso; opcionalmente anexar documentos
 Revisar e analisar defeitos
 Registrar saída de mercadorias para entrega

Fluxos de processo BPM


Administração de qualidade no processamento de estoque (1MR)

Este item de escopo implementa o controle de qualidade durante o armazenamento de mercadorias. O controle de qualidade é
relevante se um chefe do depósito identificar um possível problema com um material no estoque que precisa ser investigado mais
detalhadamente.
Este item de escopo gerencia atividades de controle de qualidade em processos de manuseio de estoque. As atividades de controle
de qualidade podem ser relevantes para materiais durante o armazenamento de mercadorias.
Durante o armazenamento de mercadorias, o responsável pelo depósito pode identificar danos que devem ser verificados e
analisados. Para fins de acompanhamento, o material é lançado no estoque em controle de qualidade e um lote de controle é
automaticamente criado. O engenheiro de qualidade examina o material e toma uma decisão de utilização que aciona o
lançamento do material, por exemplo, para o estoque de utilização livre, para estoque bloqueado ou para refugo. Além disso, o
estoque em controle de qualidade pode ser movido de um depósito para outro, por exemplo, se uma verificação específica só pode
ser feita em um local no centro, onde há disponibilidade de equipamento.

Utilização comercial

 Integrar as atividades de controle de qualidade dentro do processo de manuseio de estoque


 Detectar não-conformidades e as subsequentes ações necessárias assim que possível para evitar o uso inadequado

Fluxos de processo chave

 Registrar o material do estoque de utilização livre ou bloqueado para estoque em controle de qualidade
 Executar a inspeção e registrar os resultados
 Tomar decisão de utilização
 Verificar o estoque de material após a inspeção

Fluxos de processo BPM


Administração de qualidade de problemas internos (2QP)

O item de escopo descreve o gerenciamento de problemas internos. O engenheiro de qualidade captura informações básicas e
inicia uma análise de causa raiz. O engenheiro de qualidade pode administrar defeitos e causas, correções, ações de correção e
prevenção.
Este item de escopo descreve o gerenciamento de problemas internos, por exemplo, desvios observados durante a produção ou o
armazenamento de mercadorias.
Aproveitando as notas QM, o engenheiro de qualidade pode capturar todas as informações relacionadas ao problema. Outras
medidas imediatas podem ser capturadas para fins de documentação. Para identificar a causa raiz da reclamação, o engenheiro de
qualidade começa uma análise de causa raiz. Depois de ter identificado o erro e a respectiva causa raiz, o engenheiro de qualidade
classifica essas informações mediante grupos de códigos, códigos e informações de texto livre.
O engenheiro de qualidade define ações corretivas e preventivas globalmente no nível de notificação ou por defeito. O engenheiro
de qualidade atribui um responsável a cada ação. A ação é processada e os processadores da ação fornecem feedback para cada
ação.
Finalmente, o engenheiro de qualidade revisa cada ação e fecha a notificação.

Utilização comercial

 Capturar detalhes do problema, defeitos relacionados, causas e atividades em um só lugar


 Gerenciar diferentes tipos de atividades (por exemplo, ações imediatas, corretivas e preventivas)
 Atribuir um responsável a cada ação e monitorar o status e o resultado da ação

Fluxos de processo chave

 Criar nota QM com os dados básicos


 Capturar defeitos, definir a análise de causa raiz e documentar ações imediatas
 Definir ações de correção
 Executar a análise de causa raiz e ações de correção, e documentar resultado
 Revisar a análise de causa raiz e documentar a causa raiz, revisar ações de correção
 Definir ações preventivas
 Executar ações preventivas e documentar resultado
 Revisar ações preventivas
 Concluir nota QM
Apps analíticos do SAP Fiori para administração de qualidade (2V0)

Este item de escopo fornece páginas de síntese e apps analíticos para o técnico de qualidade e o engenheiro de qualidade,
mostrando as informações mais importantes relacionadas ao controle de qualidade e à administração de tarefas. Apps analíticos
permitem uma análise aprofundada da situação de qualidade.
Este item de escopo fornece páginas de síntese para o técnico de qualidade e o engenheiro de qualidade. A página da síntese de
engenheiro de qualidade exibe importantes informações e tarefas relacionadas à administração do controle de qualidade com foco
nas decisões de utilização (por exemplo, lotes de controle sem decisão de utilização, ou lotes não prontos para decisão de
utilização), defeitos (por exemplo, principais materiais defeituosos, lotes de controle com defeitos) limites de ação, níveis de
qualidade e medidas de qualidade. A página de síntese do técnico de qualidade foca o processamento do lote de controle,
executando o controle de qualidade, e o processamento de medidas de qualidade. Outros apps são fornecidos para a análise
detalhada da situação de qualidade atual e passada: você pode analisar lotes de controle aceitos e rejeitados, ou características de
controle com referência a diferentes KPIs e detalhamento por contabilidade para parâmetros adicionais. O histórico de defeitos e
resultados pode ser analisado para deduzir medidas para melhorar a atual situação de qualidade.

Utilização comercial

 Fornecer um dashboard de informações para que o engenheiro de qualidade ou o técnico de qualidade realize suas
atividades diárias sem dificuldades
 Fornecer insights de alto nível para que o engenheiro de qualidade compreenda os índices e aumente o detalhamento para
atuar em uma variedade de informações relacionadas ao controle de qualidade
 Fornecer ferramentas para analisar a situação de defeitos atual e passada e os resultados do controle para identificar áreas
de melhoria

Fluxos de processo chave

 Fornecer visões gerais para engenheiro de qualidade e técnico de qualidade


 Analisar lotes aceitos e rejeitados
 Analisar lotes ignorados e não ignorados
 Analisar lotes de controle utilizando análises detalhadas de lote de controle
 Analisar características de controle
 Analisar características de controle utilizando análises detalhadas
 Administrar defeitos
 Exibir histórico de resultados
 Exibir histórico de nível de qualidade
 Administrar gráficos de controle de qualidade
 Administrar medidas de qualidade

Fluxos de processo BPM


R&D/Engineering
Ganhe participação no mercado com um time-to-market mais rápido, baseado em decisões de investimento orientadas ao valor.
Alinhar o desenvolvimento de produtos, gerenciar custos de produção e coordenar os recursos no ciclo de vida completo de
vendas, determinação da fonte de suprimento do fornecedor, serviço.

Gerenciamento de portfólio e projetos da empresa

Integre várias atividades simultâneas ao implementar projetos que utilizam processos centrais integrados e suportam requisitos de
idioma e localização. Ativa o insight de custo de produto e projeto, tempo, escopo e desempenho de qualidade.
Controle de modificações com registros de modificações (1NF)

O SAP Engineering Change Management com registros de modificações suporta de forma flexível a administração de
modificações de engenharia com suporte de workflow.
O SAP Engineering Change Management com registros flexíveis de modificação dá suporte ao gerenciamento de modificações de
engenharia. Ele pode lidar com vários tipos de objetos (por exemplo, materiais e documentos) que são afetados pelas modificações
previstas. O registro de engenharia mantém todas as informações em um local. O progresso da modificação é controlado por um
gerenciamento de status dedicado, e o processo de modificação é suportado por recursos de workflow. Comunicação com o SAP
CoPilot durante o processo de modificação permite a comunicação efetiva com todas as partes envolvidas.

Utilização comercial

 Manusear de forma flexível diversos tipos de objeto com e sem números de modificação e workflows de modelo
 Obter transparência com recursos poderosos de workflow combinados com um controle de modificações baseado em
status
 Melhorar a eficiência com todas as informações de modificação em um lugar que oferece facilidade de navegação
 Fonte única da verdade de todos os dados envolvidos em uma modificação
 Acionar o processo de modificação de forma eficiente através de melhores práticas e modelos de fluxo de trabalho
 Permitir a comunicação ad hoc com os envolvidos (CoPilot)
 Criar e gerenciar facilmente atributos específicos do cliente para determinar o modelo e a responsabilidade mais
adequados
 Alavancar insights do cockpit de engenharia

Fluxos de processo chave

 Criar registro de modificação


 Iniciar workflow
 Revisar solicitação de modificação (opcional)
 Retrabalhar solicitação
 Atribuir documento de design
 Atribuir estrutura de produto/engenharia
 Aprovar/rejeitar registro de modificação
 Modificar data de validade no mestre de modificações
 Executar modificações de design
 Efetuar modificações no mestre de produtos
 Efetuar modificações na estrutura de engenharia

Fluxos de processo BPM


Engenharia de produtos

Acelere o time-to-market e a rentabilidade aplicando uma visão integrada de materiais, recursos e custos, que abrange desde a
ideia do produto, passando pelo design, até a produção.
Lista técnica de engenharia – Administração de registros mestre de modificação (1R3)

Este item de escopo abrange dois processos centrais de lista técnica PLM: etapas de configuração e de liberação do mestre de
modificação para alterar lista técnica de engenharia controlada por mestre e alterar iteração.
Este item de escopo abrange dois processos centrais de lista técnica PLM: etapas de configuração e de liberação do mestre de
modificação para alterar lista técnica de engenharia controlada por mestre e alterar iteração.
A abordagem controlada do número de modificação permite a administração de atributos com base na validade da data no nível de
cabeçalho da lista técnica de engenharia e no nível de itens da lista técnica. A definição de status do número de modificação para
inativo libera o escopo por número de modificação. Uma vez que o status se torna inativo, não é possível alterá-lo. O cabeçalho e
os itens da lista técnica de engenharia só podem ser modificados com um novo número de modificação ativo. O processo de
iteração de modificação começa e termina novamente com a definição do número de modificação de status para inativo. O
processo faz a distinção entre modificações importantes da lista técnica em que ela foi copiada ou criada de novo e pequenas
modificações em que a lista técnica é modificada.

Utilização comercial

 Controlar centralmente o gerenciamento de modificações de engenharia com o mestre de modificações de engenharia


 Gerenciar o progresso de modificação de engenharia
 Gerenciar dia efetivo modificado no mestre de modificações de engenharia

Fluxos de processo chave

 Criar nova lista técnica


 Criar mestre de modificação
 Criar lista técnica
 Definir status do registro mestre de modificação como inativo
 Modificação de Form Fit Function - caso negativo
 Modificar lista técnica
 Definir status do registro mestre de modificação como inativo
 Modificação de Form Fit Function - caso positivo
 Copiar (criar) material de cabeçalho
 Criar mestre de modificação
 Copiar lista técnica
 Rejeitar lista técnica
 Modificar lista técnica
 Definir status do registro mestre de modificação como inativo

Fluxos de processo BPM


Lista técnica de engenharia – Modificação em massa (1R5)

Este item de escopo abrange o processo de modificação em massa controlado da validade da data do material e componente
subsequente de uma ou mais listas técnicas.
Este item de escopo aborda o processo de modificação em massa controlado pela validade da data do material subsequente e do
componente de uma ou mais listas de materiais (BOMs). Para controlar a data de substituição do componente ou material
subsequente, você deve em primeiro lugar criar um registro mestre de modificação controlado pela validade da data. Quando você
inicia o aplicativo Lista de utilizações com o componente ou material a ser substituído, são relacionadas todas as LTs. Para
substituir o componente ou o material de uma ou mais listas técnicas de engenharia, as listas técnicas têm de ser selecionadas. O
número da modificação é utilizado para gerenciar a fase na data. Todas as modificações são gerenciadas como esboço de
modificações e têm de ser confirmadas antes da definição do status do número da modificação para inativo a fim de finalizar o
processo de substituição em massa.

Utilização comercial

 Controlar a troca de componentes em uma lista técnica de engenharia com registro mestre de modificação e
gerenciamento de versões
 Modificar diversas listas técnicas com uma atividade
 Planejar modificações futuras para componentes ou materiais com suporte a validade da data

Fluxos de processo chave

 Criar registro mestre de modificação


 Exibir lista de utilizações
 Substituir o material
 Definir mestre de modificação como inativo

Fluxos de processo BPM


Lista técnica de engenharia – Administração de versões (1NR)

Este item de escopo utiliza uma tecnologia nova de criação de versões. Uma lista técnica de engenharia (EBOM) é um tipo de lista
técnica que reflete o produto como previsto pelo departamento de engenharia, denominada lista técnica projetada.
Uma lista técnica de engenharia (EBOM) é um tipo de lista técnica que reflete o produto como previsto pelo departamento de
engenharia, denominada lista técnica projetada. O ciclo de vida da lista técnica de engenharia é abrangido por uma nova
tecnologia de criação de versões. Ao definir um status liberado no nível do cabeçalho, a lista técnica de engenharia está pronta
para transferência para a produção. Após a liberação de uma versão da lista técnica, não são permitidas mais modificações. Uma
nova versão deve ser criada. Todas as etapas do processo são realizadas pelo engenheiro de lista técnica. O processo faz a
distinção entre modificações importantes da lista técnica em que ela é copiada ou criada e pequenas modificações em que a lista
técnica é modificada.
Utilização comercial

 Suporte para processo de criação e modificação da lista técnica de engenharia


 Gerenciar ciclo de vida da lista técnica de engenharia com facilidade, utilizando a nova tecnologia de liberação e criação
de versões
 Integrar intuitivamente documentos no nível de item do texto com o serviço de anexos do documento
 Suporte para categorias de item de estoque e item de texto

Fluxos de processo chave

 Criar nova lista técnica versionada


 Criar lista técnica
 Liberar versão
 Executar modificação de form fit function - caso negativo
 Criar nova versão de lista técnica
 Liberar versão
 Executar modificação de form fit function - caso positivo
 Copiar (criar) material de cabeçalho
 Copiar (criar) lista técnica versionada
 Rejeitar lista técnica versionada
 Modificar lista técnica versionada
 Liberar versão
Produção sob encomenda com configuração de variantes (1YT)

Este item de escopo mostra um cenário de produção sob encomenda que utiliza configuração de variante avançada para uma
eficiente configuração de última geração de um material pedido por um cliente. Ele engloba materiais configuráveis de nível único
e de vários níveis.
Este item de escopo mostra um cenário de produção sob encomenda que utiliza configuração de variante avançada para uma
eficiente configuração de última geração de um material pedido por um cliente, cobrindo materiais configuráveis de nível único
ou de vários níveis. O material configurável é definido como lista técnica. Neste processo, é criada uma ordem do cliente
(opcionalmente com base em uma oferta de venda) com uma configuração individual para uma empilhadeira. Isto é obtido por
meio da definição de diferentes características do componente desejadas pelos clientes e considerando as restrições e
dependências dos componentes. O cálculo do preço de venda é baseado nas características selecionadas dos componentes
individualmente. A ordem do cliente passa a fazer parte do planejamento da produção quando é feito o planejamento das
necessidades de material (MRP). A produção da empilhadeira individual ocorre antes da entrega para o cliente. O processo se
encerra com o faturamento ao cliente.

Utilização comercial

 Melhorar o desempenho de vendas e produção de sua empresa por meio de configuração de variante avançada e
integrada cobrindo materiais configuráveis de um ou mais níveis
 Proporcionar a seus processos empresariais condições de processar produtos altamente individualizados em vendas e
produção
 Aproveitar os algoritmos sofisticados no mecanismo de regras de performance otimizado em um configurador de última
geração
 Utilizar dependências para evitar combinações de opções que não são permitidas e podem ser utilizadas para seleção dos
componentes corretos
 Obter preços de venda e imprimir de acordo com a configuração

Fluxos de processo chave

 Criar uma ordem do cliente (opcionalmente com base em uma cotação de vendas) para uma empilhadeira configurada
individualmente, tanto de um nível como em vários
 Calcular preços de venda com base nas características do produto configurável selecionadas pelo cliente
 Executar a produção sob encomenda da empilhadeira encomendada pelo cliente com roteiros, de acordo com a
configuração
 Processar a entrega e o faturamento para o cliente

Fluxos de processo BPM


Produção para estoque com configuração de variantes (21D)

Este item de escopo mostra a produção para estoque com configuração de variantes na qual a configuração de variante avançada
permite uma eficiente configuração de última geração para variantes de produto que refletem definições comuns de um material
configurável.
Este item de escopo mostra a produção para estoque com a configuração de variantes na qual a configuração avançada de
variantes permite uma eficiente configuração de última geração para variantes de produtos configuráveis, que refletem definições
comuns de material configurável. A variante do material é definida como uma lista técnica (LT) na qual os componentes atendem
a determinados critérios. Inicialmente, essa variante de material é produzida e colocada em estoque, pois vendas posteriores de
material estão previstas pela coleta de necessidades independentes planejadas (NIPs). Quando um cliente solicita uma
empilhadeira cujos componentes têm características correspondentes àquelas da variante do material, a empilhadeira é obtida
diretamente do estoque, pois a produção já ocorreu com base nas necessidades independentes previstas. Desse modo, o cálculo do
preço de venda é feito com base nas características da variante do material. Uma vez que a variante do material esteja disponível
no estoque, a empilhadeira será entregue diretamente. O processo termina com o faturamento da empilhadeira entregue.

Utilização comercial

 Melhorar o desempenho de vendas e fabricação da empresa por meio de configuração de variante avançada e integrada
 Permitir que seu processo empresarial de vendas processe as variantes solicitadas com frequência, representadas como
variantes de material em vendas e produção, e exiba a configuração na impressão
 Produzir variantes de material antecipadamente para entrada de ordens do cliente com base na demanda prevista
 Fornecer processamento de ordem do cliente para variantes do material imediatamente se estiver disponível um estoque
de produção

Fluxos de processo chave

 Executar produção para estoque para variantes do material do produto configurável


 Criar uma ordem do cliente para uma empilhadeira configurada resultando em variante de material
 Calcular preços de venda com base em características da variante do material
 Processar a entrega e o faturamento para o cliente

Fluxos de processo BPM


Gerenciar documentos (22P)

Este item de escopo fornece uma forma intuitiva de procurar, criar e processar documentos associados a um business object, como
um produto.
Durante a fase de engenharia do produto, novos produtos são concebidos e desenvolvidos. Você desenvolver novos produtos ou
linhas de produtos para se beneficiar da tecnologia de processo atual e melhorar a qualidade e a confiabilidade. Alternativamente,
você modifica um produto existente devido a mudanças do mercado ou das necessidades do cliente. O resultado dessa fase do
produto são desenhos e especificações que precisam ser atualizados por meio dos documentos criados no sistema de administração
de documentos. Este item de escopo permite a criação de um registro info de documento (DIR), bem como a adição e atualização
de metadados e anexos no DIR.

Utilização comercial

 Procurar e atualizar os registros info de documento com o novo app SAP Fiori Gerenciar documentos
 Fazer upload e download de anexos sem plug-ins ativos
 Gerenciar de forma eficiente as versões do documento
 Compartilhar informações adicionais de maneira simples e eficaz adicionando URLs
 Classificar documentos manual ou automaticamente

Fluxos de processo chave

 Procurar e exibir registros info de documento (RID)


 Criar registro registro info de documento
 Adicionar metadados ao registro info de documento e editar esses metadados
 Fazer upload e download de anexos

Fluxos de processo BPM


Definir modelo configurável usando configuração de variantes (22T)

A configuração de variante avançada permite a modelagem eficiente do modelo de produto configurável com uma lista técnica
configurável.
Aprimore a engenharia de produtos, as vendas e o desempenho da produção de sua empresa com o software da SAP para
configuração e classificação integrada de variantes. Proporcione a seu processo empresarial condições de processar produtos
altamente individualizados em vendas e produção.
Um ambiente de simulação abrangente suporta a configuração de última geração, a sofisticada análise de seus produtos
configuráveis e a integração em tempo real para explosão da lista técnica configurável. Obter suporte do gerenciamento de
requisitos integrado.

Utilização comercial

 Reduzir custos e otimizar a usabilidade com configuração de variantes sofisticada


 Aumentar a eficiência da força de vendas por meio do suporte de ferramentas de nível superior dentro da configuração da
ordem, para possibilitar que a força de vendas se concentre nas vendas
 Aumentar a eficiência da modelagem para modelagem de novo produto configurado, por meio de simulação efetiva de
novas variantes e opções de produto
 Reduzir o tempo para entrada de novos produtos no mercado, por meio de modelagem da configuração avançada de
variante e simulação efetiva de novas variantes e opções de produtos
 Estabelecer colaboração eficaz entre gerenciamento de requisitos e modelador

Fluxos de processo chave

 Criar características para a classe (a ser utilizado para configuração de variantes)


 Criar classe (a ser utilizado para configuração de variantes)
 Atribuir classe ao produto
 Criar tabela de variantes
 Atualizar conteúdo da tabela de variantes
 Criar perfil de configuração
 Criar e atribuir agrupamento
 Criar rede de restrições
 Criar e atribuir dependências de nível superior
 Criar lista técnica máxima
 Adicionar item de estoque
 Adicionar item de nó de classes
 Adicionar dependências de nível inferior
 Simular lista técnica configurável
 2G4: desenvolvimento orientado por necessidades
 Criar e atribuir dependências de nível superior
 Efetuar simulação e verificação de causa raiz

Fluxos de processo BPM


Gerenciamento do ciclo de vida do produto

Colabore nos processos de desenvolvimento de produtos em conformidade para chegar ao mercado na frente com produtos
inovadores.

Substituição avançada de ingredientes para receitas (22R)

Este item de escopo fornece a análise de receita avançada, permitindo a substituição eficiente de ingredientes para receitas
suportadas pelo Buscador de receitas.
Este item de escopo suporta a pesquisa de receitas com base em atributos de cabeçalho e valores calculados. Você pode ver a lista
de resultados com os atributos-chave exibidos para o usuário, coletar itens para a continuação do processamento e obter uma
análise que suporta a decisão de qual ingrediente substituir.

Utilização comercial

 Procurar produtos ou receitas com base em dados calculados que não foram arquivados
 Pesquisa com base em valores diretos e acumulados
 Exibir resultados do cálculo e atributos do objeto
 Coletar e organizar itens de resultado em conjuntos de resultados
 A análise de resultados suporta a seleção de ingredientes a serem substituídos

Fluxos de processo chave

 Análise de receita por materiais atribuídos:


 Determinar a utilização de material em receitas
 Exportar a seleção para o Microsoft Excel (opcional)
 Analisar lista de resultados de pesquisa
 Decidir pela substituição de ingredientes
 Análise de receita pela composição padrão de ingredientes:
 Determinar a utilização de substância pura em receitas
 Exportar a seleção para o Microsoft Excel (opcional)
 Analisar lista de resultados de pesquisa
 Decidir pela substituição de ingredientes
 Análise de receita por ingredientes:
 Determinar a utilização de um ingrediente em receitas
 Exportar a seleção para o Microsoft Excel (opcional)
 Analisar lista de resultados de pesquisa
 Decidir pela substituição de ingredientes

Fluxos de processo BPM


Transferência básica da lista técnica (1ZI)

A transferência para produção permite que o usuário crie uma lista técnica de produção a partir de uma lista técnica de engenharia
em uma única etapa.
A transferência para produção permite que o usuário crie uma lista técnica de produção a partir de uma lista técnica de engenharia
em uma única etapa. A lista técnica da produção é criada inicialmente como cópia da lista técnica de engenharia. Com essa etapa,
o sistema gera automaticamente uma ligação entre as duas listas técnicas. Em uma etapa opcional, essa lista técnica de produção
recém-criada pode ser retrabalhada com tecnologia de administração de modificações. Finalmente, essa lista técnica é liberada
para utilização na produção.
Utilização comercial

 Transferência simples da lista técnica de engenharia para a lista técnica de produção


 A ligação entre a lista técnica de engenharia com a lista técnica de produção ajuda a manter as duas estruturas
sincronizadas

Fluxos de processo chave

 Criar registro mestre de modificação


 Criar lista técnica de produção como cópia da lista técnica de engenharia
 Retrabalhar lista técnica de produção
 Liberar lista técnica de produção
 Definir o status do registro mestre de modificação como inativo
 Criar versão do produto

Fluxos de processo BPM


Controle de modificações com registros de modificações (1NF)

O SAP Engineering Change Management com registros de modificações suporta de forma flexível a administração de
modificações de engenharia com suporte de workflow.
O SAP Engineering Change Management com registros flexíveis de modificação dá suporte ao gerenciamento de modificações de
engenharia. Ele pode lidar com vários tipos de objetos (por exemplo, materiais e documentos) que são afetados pelas modificações
previstas. O registro de engenharia mantém todas as informações em um local. O progresso da modificação é controlado por um
gerenciamento de status dedicado, e o processo de modificação é suportado por recursos de workflow. Comunicação com o SAP
CoPilot durante o processo de modificação permite a comunicação efetiva com todas as partes envolvidas.

Utilização comercial

 Manusear de forma flexível diversos tipos de objeto com e sem números de modificação e workflows de modelo
 Obter transparência com recursos poderosos de workflow combinados com um controle de modificações baseado em
status
 Melhorar a eficiência com todas as informações de modificação em um lugar que oferece facilidade de navegação
 Fonte única da verdade de todos os dados envolvidos em uma modificação
 Acionar o processo de modificação de forma eficiente através de melhores práticas e modelos de fluxo de trabalho
 Permitir a comunicação ad hoc com os envolvidos (CoPilot)
 Criar e gerenciar facilmente atributos específicos do cliente para determinar o modelo e a responsabilidade mais
adequados
 Alavancar insights do cockpit de engenharia

Fluxos de processo chave

 Criar registro de modificação


 Iniciar workflow
 Revisar solicitação de modificação (opcional)
 Retrabalhar solicitação
 Atribuir documento de design
 Atribuir estrutura de produto/engenharia
 Aprovar/rejeitar registro de modificação
 Modificar data de validade no mestre de modificações
 Executar modificações de design
 Efetuar modificações no mestre de produtos
 Efetuar modificações na estrutura de engenharia

Fluxos de processo BPM


Formulação – Desenvolvimento da receita (1QC)

Gerenciar e desenvolver dados de produtos para produtos com base em receitas.


Este item de escopo fornece aplicativos Web para o processamento de fórmulas. O cálculo de fórmulas permite calcular a
composição da receita e a agregação de componentes (tais como alérgenos) para a fórmula, de acordo com as proporções dos
ingredientes. Para facilitar comparações entre receitas derivadas umas das outras, é possível exibir várias fórmulas lado a lado.
Você pode gerenciar componentes, subcomponentes e substâncias produzidas (por exemplo, substâncias puras, nutrientes ou
alérgenos) por meio de aplicativos Web baseados em funções.

Utilização comercial

 Armazenar de forma centralizada todas as informações sobre o desenvolvimento de produtos (produto e processo) (fonte
única da verdade)
 Reduzir dados redundantes ou inconsistentes
 Integrar com utilização downstream de informações de desenvolvimento de fórmula diretamente nos processos de
logística

Fluxos de processo chave

 Verificar a receita e decidir utilizar um novo ingrediente


 Criar uma receita de desenvolvimento, copiando uma receita existente
 Modificar os ingredientes da receita
 Liberar receita

Fluxos de processo BPM


Transferência de informações do produto para o SAP Asset Intelligence Network (2WK)

Este processo empresarial permite uma criação rápida de modelo SAP Asset Intelligence Network com base em informações de
produto disponíveis, transferindo estes dados da produção engenharia para o serviço.
Este processo empresarial permite uma criação rápida de modelo SAP Asset Intelligence Network com base em informações de
produto disponíveis, transferindo estes dados da produção para o serviço. A lista técnica serve como base para a transferência dos
dados do produto. O SAP Asset Intelligence Network é um dos aplicativos incluídos no pilar de ativos conectados do portfólio do
SAP Leonardo Internet of Things (IoT). Trata-se de um intercâmbio de informações seguro baseado na nuvem para fabricantes de
equipamentos, operadores e fornecedores de manutenção em setores de alta capitalização.

Utilização comercial
 Criar estruturas de instalação a partir de dados do produto já disponíveis de um modo rápido e automatizado
 Reduzir esforços com atualização de dados mestre

Fluxos de processo chave

 Identificar peças de reposição na LT de produção


 Definir LT de produção como pronta para transferência
 Transferência para o SAP Asset Intelligence Network
 Publicar o modelo no SAP Asset Intelligence Network
 Criar nova versão do software
 Atualizar a nova versão do software na LT de produção
 Transferir a nova versão do software para o SAP Asset Intelligence Network
 Validar a alteração da versão do software no SAP Asset Intelligence Network

Fluxos de processo BPM


Processamento de conteúdo inteligente para classificação de documento (2YC)

O processamento de conteúdo inteligente para classificação de documento é uma automação do processo “Documentos para
classificação”, que utiliza serviços inteligentes (aprendizagem automática).
Classificação de documentos com linguagem escrita (texto não estruturado) requer grande trabalho manual.
Avanços recentes no campo da aprendizagem automática (ML) e processamento de linguagem natural (NLP) permitem uma
classificação de documentos mais precisa e totalmente automatizada com base no contexto textual.
O pré-requisito para tal automação são os dados do treinamento contendo exemplos que representam documentos corretamente
classificados, permitindo assim que a máquina utilize esses dados históricos para classificar um documento corretamente.

Utilização comercial

 Reduzir custos e aumentar a eficiência


 Substituir trabalho manual pela classificação de documento automática
 Reduzir erro humano durante o aumento do volume de documentos

Fluxos de processo chave

 Criar novo documento (como parte de “Administrar documentos”)


 Recuperar classificação automática
 Validar classificação automática

Fluxos de processo BPM


Produção sob encomenda com configuração de variantes (1YT)

Este item de escopo mostra um cenário de produção sob encomenda que utiliza configuração de variante avançada para uma
eficiente configuração de última geração de um material pedido por um cliente. Ele engloba materiais configuráveis de nível único
e de vários níveis.
Este item de escopo mostra um cenário de produção sob encomenda que utiliza configuração de variante avançada para uma
eficiente configuração de última geração de um material pedido por um cliente, cobrindo materiais configuráveis de nível único
ou de vários níveis. O material configurável é definido como lista técnica. Neste processo, é criada uma ordem do cliente
(opcionalmente com base em uma oferta de venda) com uma configuração individual para uma empilhadeira. Isto é obtido por
meio da definição de diferentes características do componente desejadas pelos clientes e considerando as restrições e
dependências dos componentes. O cálculo do preço de venda é baseado nas características selecionadas dos componentes
individualmente. A ordem do cliente passa a fazer parte do planejamento da produção quando é feito o planejamento das
necessidades de material (MRP). A produção da empilhadeira individual ocorre antes da entrega para o cliente. O processo se
encerra com o faturamento ao cliente.

Utilização comercial

 Melhorar o desempenho de vendas e produção de sua empresa por meio de configuração de variante avançada e
integrada cobrindo materiais configuráveis de um ou mais níveis
 Proporcionar a seus processos empresariais condições de processar produtos altamente individualizados em vendas e
produção
 Aproveitar os algoritmos sofisticados no mecanismo de regras de performance otimizado em um configurador de última
geração
 Utilizar dependências para evitar combinações de opções que não são permitidas e podem ser utilizadas para seleção dos
componentes corretos
 Obter preços de venda e imprimir de acordo com a configuração

Fluxos de processo chave

 Criar uma ordem do cliente (opcionalmente com base em uma cotação de vendas) para uma empilhadeira configurada
individualmente, tanto de um nível como em vários
 Calcular preços de venda com base nas características do produto configurável selecionadas pelo cliente
 Executar a produção sob encomenda da empilhadeira encomendada pelo cliente com roteiros, de acordo com a
configuração
 Processar a entrega e o faturamento para o cliente

Fluxos de processo BPM


Produção para estoque com configuração de variantes (21D)

Este item de escopo mostra a produção para estoque com configuração de variantes na qual a configuração de variante avançada
permite uma eficiente configuração de última geração para variantes de produto que refletem definições comuns de um material
configurável.
Este item de escopo mostra a produção para estoque com a configuração de variantes na qual a configuração avançada de
variantes permite uma eficiente configuração de última geração para variantes de produtos configuráveis, que refletem definições
comuns de material configurável. A variante do material é definida como uma lista técnica (LT) na qual os componentes atendem
a determinados critérios. Inicialmente, essa variante de material é produzida e colocada em estoque, pois vendas posteriores de
material estão previstas pela coleta de necessidades independentes planejadas (NIPs). Quando um cliente solicita uma
empilhadeira cujos componentes têm características correspondentes àquelas da variante do material, a empilhadeira é obtida
diretamente do estoque, pois a produção já ocorreu com base nas necessidades independentes previstas. Desse modo, o cálculo do
preço de venda é feito com base nas características da variante do material. Uma vez que a variante do material esteja disponível
no estoque, a empilhadeira será entregue diretamente. O processo termina com o faturamento da empilhadeira entregue.

Utilização comercial

 Melhorar o desempenho de vendas e fabricação da empresa por meio de configuração de variante avançada e integrada
 Permitir que seu processo empresarial de vendas processe as variantes solicitadas com frequência, representadas como
variantes de material em vendas e produção, e exiba a configuração na impressão
 Produzir variantes de material antecipadamente para entrada de ordens do cliente com base na demanda prevista
 Fornecer processamento de ordem do cliente para variantes do material imediatamente se estiver disponível um estoque
de produção

Fluxos de processo chave

 Executar produção para estoque para variantes do material do produto configurável


 Criar uma ordem do cliente para uma empilhadeira configurada resultando em variante de material
 Calcular preços de venda com base em características da variante do material
 Processar a entrega e o faturamento para o cliente

Fluxos de processo BPM


Transferência de receita para produção - Lista técnica (1QG)

Este item de escopo abrange a sincronização dos resultados de desenvolvimento com a produção, sincronizando a receita para a
lista técnica.
É possível utilizar esse processo empresarial para criar e atualizar uma lista de materiais tendo uma receita como fonte de dados.
Uma lista de materiais é criada para possibilitar a fabricação do produto.
A criação ou atualização de listas técnicas geralmente ocorre quando o departamento de desenvolvimento conclui a definição do
produto e a informação é concluída e aprovada para utilização na produção.
A lista técnica está sincronizada com a receita para permitir o processamento de todas as modificações de receita subsequente.
Você pode transferir itens de fórmula e suas quantidades para produção a fim de dar suporte total ao suprimento dos ingredientes.
A transferência de parâmetros de processo para a produção não é coberta por este item de escopo e deve ser definida pelo cliente.

Utilização comercial

 Criar os dados de manufatura a partir dos dados de desenvolvimento de um modo totalmente integrado
 Fornecer uma ligação permanente entre os dois estados de modo a garantir ligação completa entre os estados de design e
produção
 Minimizar possíveis imprecisões no processo de transferência mediante a identificação de diferenças entre
desenvolvimento e produção e fornecendo assistência guiada para reconciliação

Fluxos de processo chave

 Verificar a receita e decidir a transferência para produção


 Copiar a receita de desenvolvimento para receita local e atribuir materiais
 Liberar receita local
 Definir lista técnica de destino específica do centro para a receita para fins de sincronização
 Simular e executar a sincronização da receita em uma lista técnica
 Gravar lista técnica da produção
 Verificar lista técnica da produção
 Criar versão de produção
Definir modelo configurável usando configuração de variantes (22T)

A configuração de variante avançada permite a modelagem eficiente do modelo de produto configurável com uma lista técnica
configurável.
Aprimore a engenharia de produtos, as vendas e o desempenho da produção de sua empresa com o software da SAP para
configuração e classificação integrada de variantes. Proporcione a seu processo empresarial condições de processar produtos
altamente individualizados em vendas e produção.
Um ambiente de simulação abrangente suporta a configuração de última geração, a sofisticada análise de seus produtos
configuráveis e a integração em tempo real para explosão da lista técnica configurável. Obter suporte do gerenciamento de
requisitos integrado.

Utilização comercial

 Reduzir custos e otimizar a usabilidade com configuração de variantes sofisticada


 Aumentar a eficiência da força de vendas por meio do suporte de ferramentas de nível superior dentro da configuração da
ordem, para possibilitar que a força de vendas se concentre nas vendas
 Aumentar a eficiência da modelagem para modelagem de novo produto configurado, por meio de simulação efetiva de
novas variantes e opções de produto
 Reduzir o tempo para entrada de novos produtos no mercado, por meio de modelagem da configuração avançada de
variante e simulação efetiva de novas variantes e opções de produtos
 Estabelecer colaboração eficaz entre gerenciamento de requisitos e modelador

Fluxos de processo chave

 Criar características para a classe (a ser utilizado para configuração de variantes)


 Criar classe (a ser utilizado para configuração de variantes)
 Atribuir classe ao produto
 Criar tabela de variantes
 Atualizar conteúdo da tabela de variantes
 Criar perfil de configuração
 Criar e atribuir agrupamento
 Criar rede de restrições
 Criar e atribuir dependências de nível superior
 Criar lista técnica máxima
 Adicionar item de estoque
 Adicionar item de nó de classes
 Adicionar dependências de nível inferior
 Simular lista técnica configurável
 2G4: desenvolvimento orientado por necessidades
 Criar e atribuir dependências de nível superior
 Efetuar simulação e verificação de causa raiz

Fluxos de processo BPM


Administração de especificações para receitas (1QA)

Este item de escopo suporta a criação de especificações para o gerenciamento e o desenvolvimento de produtos.
Dentro da funcionalidade de desenvolvimento de receita, a administração de especificações fornece uma interface Web de usuário
para gerenciamento de ingredientes e substâncias produzidas de uma receita. A atualização simplificada de dados também suporta
usuários ocasionais. A funcionalidade de manutenção abrange o gerenciamento de atributos (físicos, químicos compostos, legais e
características de nutrientes) necessários para um desenvolvedor de receita.

Utilização comercial

 Balancear requisitos de software e necessidades de usuário com uma nova IU focada no usuário
 Utilizar um conjunto de ferramentas desenvolvido para casos de uso de desenvolvimento de produto

Fluxos de processo chave

 Criar atributos qualitativos (como alérgenos)


 Criar nutrientes
 Criar substâncias puras
 Criar substância bruta

Fluxos de processo BPM


Cadeia de suprimentos
Integra processos, pessoas, produtos e ativos para criar uma representação digital completa de toda a cadeia de suprimentos, além
de oferecer visibilidade total de tudo que afeta o suprimento e a demanda, fornecendo controle instantâneo e recursos de previsão.

Promessa de ordens avançada

Seja preciso ao confirmar as ordens para atender às regras empresariais em tempo real e aprimorar a relação com o cliente.

Processamento avançado de verificação de disponibilidade (1JW)

O item de escopo Processamento avançado de verificação de disponibilidade abrange os recursos de execução de verificação da
disponibilidade relativa a alocação de produtos, priorizando manualmente os requisitos da ordem e fazendo a substituição do
centro.
O item de escopo detalha o processo de configuração e verificação de disponibilidade em relação às quantidades definidas durante
os períodos específicos. Além disso, este item de escopo permite que você priorize os requisitos manualmente nos documentos da
ordem para os materiais com fornecimento limitado e libere-os para remessa posterior.
Você também pode utilizar este item de escopo para substituir o centro fornecedor solicitado originalmente em um documento da
ordem com um centro alternativo, quando esse centro não consegue atender um requisito em termos de quantidade ou data
solicitada.
Este item de escopo se baseia nos recursos do item de escopo Processamento básico de verificação de disponibilidade (2LN).

Utilização comercial

 Planeje e administre as alocações de produtos em situações de quantidade em falta


 Atenda os requisitos da ordem manualmente quando as quantidades são insuficientes e acione o processos logísticos
subsequentes
 Substitua o centro fornecedor dos itens da ordem do cliente por um centro alternativo (tanto para um item completo como
para um subitem)

Fluxos de processo chave

 Configurar, administrar e monitorar a alocação de produtos


 Priorizar manualmente os documentos da ordem vencidos para os materiais com disponibilidade limitada e liberar os
documentos com novas prioridades para remessa
 Atender um requisito substituindo o centro fornecedor solicitado originalmente por um centro alternativo.

Fluxos de processo BPM


Estoque
Integre as operações de saída e alinhe a produção com a demanda. Ative os relatórios em tempo real no gerenciamento de estoque.

Processo compra ao pagamento automatizado com SAP Ariba Commerce Automation (J82)

Este item de escopo (para especialistas de compras e contadores da contabilidade de fornecedores) permite que você se concentre
em atividades de agregação de valor com a integração do SAP Ariba Commerce Automation, junto a seus fornecedores no Ariba
Network. Também impulsiona a produtividade através do processamento “quase sem contato” de ordens e faturas.
A automação do processamento do pedido até a fatura no Ariba Network com a integração do SAP Ariba Commerce Automation
permite que você se conecte facilmente com seus fornecedores no Ariba Network a partir do SAP S/4HANA. Você pode enviar
pedidos eletrônicos a seus fornecedores usando o Ariba Network e receber deles confirmações de pedidos eletrônicas, avisos
antecipados de entrega e faturas no Ariba Network no SAP S/4HANA. Você pode utilizar a integração do Ariba Network no
suprimento de materiais diretos ou indiretos e no suprimento de processos de serviços baseados em projetos.
A colaboração digitalizada com seus fornecedores pelo Ariba Network ajuda você a agilizar os processos de suprimento e reduzir
o número de etapas de processos manuais, reduzindo assim os custos envolvidos nas transações com seus fornecedores.
O item de escopo Automação da origem até o pagamento com Ariba Network (42K) é o sucessor do J82, usando as APIs SOAP e
o gateway de integração na nuvem para a integração com o Ariba Network. Os clientes que não ativaram o J82 anteriormente
precisam ativar o 42K em vez disso. Os clientes que já ativaram o J82 podem continuar usando o J82 até receberem uma
notificação adicional.
As novas funcionalidades só serão adicionadas ao item de escopo 42K. Atualmente, o 42K não cobre completamente todas as
funcionalidades do J82. As lacunas existentes serão resolvidas nos releases futuros do SAP S/4HANA Cloud. Depois que as
lacunas forem resolvidas e o 42K cobrir todas as funcionalidades do J82, o J82 será descontinuado.

Utilização comercial

 Redução dos custos de transação


 Acelerar os processos de suprimento
 Aumentar a conformidade
 Reduzir etapas de processos manuais e alcançar 98% de processamento de faturas automatizado
 Aumentar a produtividade da equipe de suprimentos e contas a pagar

Versão do produto de software

 SAP Ariba Commerce Automation

Fluxos de processo chave

 Os pedidos de compra aprovados são enviados eletronicamente para os fornecedores com os quais você interage via
Ariba Network
 Receber confirmações do pedido digital automaticamente de seus fornecedores
 Processar eletronicamente avisos antecipados de entrega digitais enviados por seus fornecedores no Ariba Network para
recebimentos no SAP S/4HANA
 Enviar automaticamente avisos de entrada de mercadorias aos fornecedores no Ariba Network
 Receber faturas de fornecedores eletronicamente no Ariba Network
 Atualizar fornecedores digitalmente no Ariba Network quando o status da fatura é atualizado
Fluxos de processo BPM
Compra de bens de consumo (BNX)

Este item de escopo permite ao usuário pedir bens de consumo. Garante um processo de suprimento estável e eficiente, incluindo
todas as etapas desde a criação inicial de uma requisição de compra até a criação e processamento da fatura.
Este item de escopo descreve a criação e aprovação de pedidos de compra para bens de consumo. Como alternativa, o processo
também pode ser acionado por meio de uma requisição de compra que pode ser depois convertida em um pedido. Em seguida, os
processos de entrada de mercadorias e de faturas são acionados.
Tanto os itens padrão como os itens com limites podem ser supridos com este item de escopo. Como o valor de bens de consumo
é atribuído diretamente a uma categoria de classificação contábil, nenhum estoque é fornecido.

Utilização comercial

 Simplificar processos de suprimento de maneira eficiente e econômica


 Garantir processos altamente automatizados para suprimento de materiais de consumo
 Reduzir significativamente o trabalho manual
 Monitorar o andamento do suprimento em tempo real
 Monitorar os itens do pedido com página de lista analítica

Fluxos de processo chave

 Gerenciar requisições de compra


 Gerenciar pedido de compra
 Gerenciar entradas de mercadorias
 Gerenciar faturas

Fluxos de processo BPM


Administração de estoque central (BMC)

O item de escopo descreve vários cenários de lançamento de transferência e análises de estoque e de movimento de mercadorias.
Este item de escopo cobre processos de gerenciamento de estoques central, incluindo os seguintes processos: registrar entrada de
mercadorias sem referência, sucateamento, bloquear estoque, desbloquear estoque, transferência de estoque em uma etapa,
transferência de estoque em duas etapas, visão geral de estoques, materiais com pouca ou nenhuma rotatividade, análise de
estoque morto, análise de movimento de mercadorias e síntese de documento do material.

Utilização comercial

 Suportar lançamentos de transferência relativos ao processo


 Suportar lançamentos de transferência obrigatórios legalmente

Fluxos de processo chave

 Executar sucateamento de devoluções de cliente: saída de mercadorias para CO-PA


 Executar sucateamento de estoque geral: saída de mercadorias para centro de custo
 Bloquear material - transferência de estoque de utilização livre para bloqueado
 Desbloquear material - transferência de estoque bloqueado para utilização livre
 Desbloquear material - transferência de estoque bloqueado para estoque de controle de qualidade

Fluxos de processo BPM


Inventário físico – Contagem do inventário e ajuste (BML)

Este item de escopo descreve o processo para efetuar os ajustes necessários no estoque em depósito após uma contagem física.
O processo começa com a geração das listas de contagem de inventário. Os materiais podem ser aqui bloqueados para lançamento
durante o inventário físico. Quando as folhas do inventário são impressas, é efetuada a contagem do inventário físico real para os
materiais definidos. O resultado da conta é inserido no sistema e qualquer discrepância em relação às quantidades do sistema é
revisada. O inventário pode ser recontado até serem aceitas contagens finais e serem lançadas diferenças de estoque.

Utilização comercial

 Obter uma visão transparente dos estoques atualmente disponíveis


 Processar ajustes de estoque de forma eficiente

Fluxos de processo chave

 Criar documentos do inventário físico


 Imprimir documentos do inventário físico
 Executar a contagem ou recontagem física
 Inserir a contagem física
 Listar e lançar diferenças de contagem física

Fluxos de processo BPM


Suprimento de materiais diretos (J45)

Este item de escopo permite ao usuário pedir materiais diretos. Um processo perfeito é incorporado e garante um processo estável
e eficiente, incluindo todas as etapas, desde a criação inicial de uma requisição de compra até a criação e processamento de
faturas.
Esse processo de compra utiliza requisições de compra que são geradas pelo processo de planejamento de necessidades de
material (MRP) ou manualmente por um requisitante. A conversão de uma requisição de compra para um pedido pode ser
efetuada manualmente (no caso de adoções serem necessárias) ou automaticamente (aplicável em grandes volumes). Como
alternativa, os pedidos de compra podem ser gerados manualmente.
O pedido pode estar sujeito a aprovação antes de ser emitido para um fornecedor. As mercadorias são enviadas a partir do
fornecedor e a entrada de mercadorias é criada com referência ao pedido correspondente. Em seguida, o processo de faturamento é
iniciado. O usuário pode monitorar o progresso ao longo de todo o processo de suprimento e pode iniciar ações reativas, se
necessário.
Utilização comercial

 Simplificar processos de suprimento de maneira eficiente e econômica


 Garantir processos altamente automatizados para suprimento de materiais diretos
 Significativa redução do trabalho manual
 Monitorar o andamento do suprimento em tempo real
 Utilizar uma página de lista analítica para monitorar itens do pedido

Fluxos de processo chave

 Gerenciar requisições de compra


 Gerenciar pedido de compra
 Gerenciar entradas de mercadorias
 Gerenciar estoque
 Gerenciar faturas
 Administrar adiantamentos

Fluxos de processo BPM


Administração de qualidade para reclamações aos fornecedores (2F9)

Este item de escopo descreve o gerenciamento de reclamações aos fornecedores. O engenheiro de qualidade captura informações
básicas, informa o fornecedor e gerencia defeitos e tarefas. Ele também pode capturar as causas-raízes identificadas pelo
fornecedor.
Este item de escopo descreve o gerenciamento de reclamações aos fornecedores, por exemplo, após a entrega de um produto.
Aproveitando as notas QM, o engenheiro de qualidade registra todas as informações relacionadas à reclamação, incluindo os
defeitos observados. O engenheiro de qualidade registra as ações imediatas para fins de documentação e solicita uma análise de
causa raiz do fornecedor. Além disso, o engenheiro de qualidade pode registrar sua comunicação com o fornecedor.
O engenheiro de qualidade define tarefas globalmente no nível de notificação ou por defeito. O engenheiro de qualidade atribui
um responsável a cada tarefa. A tarefa é processada e os processadores de tarefa fornecem feedback por tarefa.Depois de ter
recebido do fornecedor a análise de causa raiz, as causas raiz identificadas podem ser atribuídas a cada defeito.
Finalmente, o engenheiro de qualidade fecha a tarefa e revisa cada notificação.

Utilização comercial

 Capturar detalhes da reclamação, defeitos relacionados, causas e atividades em um único local


 Gerenciar diferentes tipos de atividades (por exemplo, ações imediatas, corretivas e preventivas)
 Atribuir um responsável a cada ação e monitorar o status e o resultado da ação

Fluxos de processo chave

 Criar nota QM com os dados básicos


 Capturar defeitos e documentar ações imediatas
 Definir tarefas
 Executar tarefas e documentar resultado
 Revisar tarefas
 Documentar análise de causa raiz do fornecedor
 Concluir nota

Fluxos de processo BPM


Administração de qualidade para reclamações de clientes (2FA)

Este item de escopo descreve o gerenciamento de reclamações de clientes. O engenheiro da qualidade captura informações básicas
fornecidas pelo cliente e inicia uma análise de causa raiz. O engenheiro pode administrar defeitos e causas, correções, ações de
correção e prevenção.
Este item de escopo descreve o gerenciamento de reclamações do cliente, por exemplo, após a entrega de um produto.Utilizando
notas QM, o engenheiro de qualidade pode capturar todas as informações relacionadas à reclamação fornecidas pelo cliente. O
engenheiro de qualidade amplia a notificação adicionando informações de logística interna, tais como documentos de compra e de
entrega. Outras medidas imediatas podem ser capturadas para fins de documentação. Para identificar a causa principal da
reclamação, o engenheiro documenta uma análise da causa raiz. Depois de ter identificado o erro e a respectiva causa raiz, o
engenheiro de qualidade classifica essas informações mediante grupos de códigos, códigos e informações de texto livre.
O engenheiro de qualidade define ações corretivas e preventivas globalmente no nível de notificação ou por defeito. O engenheiro
atribui um responsável para cada ação. A ação é processada e os processadores da ação fornecem feedback de cada ação.
Finalmente, o engenheiro de qualidade revisa cada ação e fecha a notificação.

Utilização comercial

 Capturar detalhes da reclamação, defeitos relacionados, causas e atividades em um só lugar


 Gerenciar diferentes tipos de atividades (por exemplo, ações imediatas, corretivas e preventivas)
 Atribuir um responsável a cada ação e monitorar o status e o resultado da ação

Fluxos de processo chave

 Criar nota QM com os dados básicos


 Capturar defeitos, definir a análise de causa raiz e documentar ações imediatas
 Definir ações de correção e medidas de correção
 Executar análise de causa raiz, ações de correção, medidas de correção e documentar resultado
 Revisar a análise de causa raiz e documentar a causa raiz, revisar ações de correção e revisar medidas de correção
 Definir ações preventivas
 Executar ações preventivas e documentar resultado
 Revisar ações preventivas
 Concluir nota QM

Fluxos de processo BPM


Administração de qualidade no suprimento (1FM)

Este item de escopo descreve o controle de qualidade no suprimento. O controle de qualidade é relevante quando um material é
recebido de um fornecedor. O resultado do controle pode acionar a continuação do processamento, como a devolução ao
fornecedor por qualidade inadequada.
Este item de escopo gerencia o controle de qualidade no suprimento: na entrada de mercadorias, o material é registrado no estoque
em controle de qualidade e um lote de controle é criado com base em um plano de controle. O técnico de qualidade registra os
resultados de controle. Em seguida, o engenheiro de qualidade toma uma decisão de utilização, por exemplo, aceitando ou
rejeitando o material, registrando o material no estoque de utilização livre ou estoque bloqueado, ou acionando uma devolução ao
fornecedor, com a opção de registro como amostra consumida. No caso de resultados rejeitados, um defeito é registrado
automaticamente.O fornecedor é avaliado em índice de qualidade na decisão de utilização.Com uma regra de modificação
dinâmica, controles de qualidade podem ser intensificados, reduzidos ou ignorados com base em resultados de controle anteriores.
É possível bloquear a criação de pedidos ou limitar a quantidade comprada por motivos de qualidade. Utilizando certificados de
qualidade no suprimento, pode-se garantir que fornecedores forneçam os documentos se necessário.

Utilização comercial

 Integrar as atividades de controle de qualidade dentro do processo de compras


 Utilizar planos de inspeção para controles de qualidade com controle dinâmico, plano de amostragem e liberação de
material/fornecedor
 Exibir entradas em aberto e completadas de certificados de qualidade no suprimento
 Detectar não-conformidades no momento certo para evitar reprocessamento oneroso ou perda desnecessária

Fluxos de processo chave

 Comprar material de um fornecedor


 Verificar registro info de qualidade
 Revisar o plano de controle, opcionalmente com regra de modificação dinâmica e plano de amostragem; opcionalmente
com método de controle com documentos anexados
 Registrar entrada de mercadorias para pedido de compra
 Verificar o estoque de material antes do controle
 Exibir os lotes de controle em aberto
 Registrar resultados do controle
 Tomar decisão de utilização
 Revisar e analisar defeitos
 Verificar o estoque de material após o controle

Fluxos de processo BPM


Administração de qualidade nas vendas (1MP)

Este item de escopo descreve o controle de qualidade durante o processo de vendas (por exemplo, materiais de alta qualidade são
fornecidos a um cliente). Assim que a inspeção é aceita, a saída de mercadorias é lançada e os materiais são entregues ao cliente.
Este item de escopo gerencia atividades de controle de qualidade em processos de entrega. As atividades de controle de qualidade
podem ser importantes antes da saída de mercadorias.
Ao criar uma entrega para um material que está sujeito a controle de qualidade no processo de vendas e de entrega, um lote de
controle é criado com base em um plano de inspeção. O técnico de qualidade registra os resultados do teste de controle de um
tamanho da amostra. Com base nesses resultados de controle, o engenheiro de qualidade toma uma decisão de utilização, por
exemplo, de aceitar ou rejeitar o material. Se aceita, a mercadoria é registrada e enviada para o cliente. Se rejeitada, a quantidade
total é lançada no estoque bloqueado e a entrega é atualizada. No caso dos resultados recusados, um defeito é registrado
automaticamente.Todo outro estoque do mesmo material deve ser aceito antes da entrega.

Utilização comercial

 Integrar as atividades de controle de qualidade dentro do processo de vendas


 Utilizar planos de controle para inspeções de qualidade
 Detectar não-conformidades antes da entrega de materiais para um cliente

Fluxos de processo chave

 Vender material a um cliente e criar uma entrega


 Revisar plano de controle
 Exibir os lotes de controle em aberto
 Registrar os resultados de controle de qualidade
 Tomar decisão de uso; opcionalmente anexar documentos
 Revisar e analisar defeitos
 Registrar saída de mercadorias para entrega

Fluxos de processo BPM


Administração de qualidade no processamento de estoque (1MR)

Este item de escopo implementa o controle de qualidade durante o armazenamento de mercadorias. O controle de qualidade é
relevante se um chefe do depósito identificar um possível problema com um material no estoque que precisa ser investigado mais
detalhadamente.
Este item de escopo gerencia atividades de controle de qualidade em processos de manuseio de estoque. As atividades de controle
de qualidade podem ser relevantes para materiais durante o armazenamento de mercadorias.
Durante o armazenamento de mercadorias, o responsável pelo depósito pode identificar danos que devem ser verificados e
analisados. Para fins de acompanhamento, o material é lançado no estoque em controle de qualidade e um lote de controle é
automaticamente criado. O engenheiro de qualidade examina o material e toma uma decisão de utilização que aciona o
lançamento do material, por exemplo, para o estoque de utilização livre, para estoque bloqueado ou para refugo. Além disso, o
estoque em controle de qualidade pode ser movido de um depósito para outro, por exemplo, se uma verificação específica só pode
ser feita em um local no centro, onde há disponibilidade de equipamento.

Utilização comercial

 Integrar as atividades de controle de qualidade dentro do processo de manuseio de estoque


 Detectar não-conformidades e as subsequentes ações necessárias assim que possível para evitar o uso inadequado

Fluxos de processo chave

 Registrar o material do estoque de utilização livre ou bloqueado para estoque em controle de qualidade
 Executar a inspeção e registrar os resultados
 Tomar decisão de utilização
 Verificar o estoque de material após a inspeção

Fluxos de processo BPM


Devolução ao fornecedor (BMK)

Este item de escopo permite ao usuário devolver mercadorias a um fornecedor. Para procesar as transações comerciais de
devolução ao fornecedor, você pode escolher entre duas variantes do processo: processamento básico ou processamento de
devoluções ampliado.
O processo de devolução começa com a criação de um pedido de devolução e é seguido da devolução. Posteriormente, é efetuado
o picking e a expedição dos itens para o fornecedor. Outra alternativa é registrar diretamente uma saída de mercadorias. O
processo é encerrado com a criação de uma nota de crédito que transfere a obrigação para o fornecedor correspondente.

Utilização comercial

 Processos de devolução simplificados, eficientes e econômicos


 Garantir processos altamente automatizados para a devolução de materiais
 Reduzir trabalho manual
 Monitoramento em tempo real do progresso da devolução
 Página de lista analítica: monitorar itens do pedido

Fluxos de processo chave

 Gerenciamento de pedido de devolução


 Gerenciamento de estoque
 Gerenciamento de devolução
 Picking e registrar saída de mercadorias
 Gerenciamento de nota de crédito

Fluxos de processo BPM


Materiais do fornecedor em consignação (2LG)

Utilizando o processo de consignação para suprimento, o fornecedor fornece o material e o armazena no local da parte do
suprimento. O fornecedor mantém-se como o proprietário legal do material até que esse material seja retirado do depósito de
artigos em consignação.
Utilizando o processo de consignação para suprimento, o fornecedor fornece o material e o armazena no local da parte do
suprimento. O fornecedor mantém-se como o proprietário legal do material até que esse material seja retirado do depósito de
artigos em consignação. O pagamento do estoque em consignação só será necessário se o material for retirado. Por este motivo, o
fornecedor será informado sobre retiradas de estoque em consignação em base regular.
Utilização comercial

 Armazenar mercadorias do fornecedor no próprio depósito


 Acessar as mercadorias a qualquer momento
 Reter processo de cálculo da fatura até que as mercadorias sejam retiradas do depósito
 Devolver mercadorias ao fornecedor caso não sejam necessárias
 Simplificar processos de suprimento de maneira eficiente e econômica
 Garantir processos altamente automatizados
 Reduzir significativamente o trabalho manual
 Exibir Analytical List Page: monitorar itens do pedido

Fluxos de processo chave

 Gerenciar pedidos
 Gerenciar entradas de mercadorias
 Gerenciar estoque
 Liquidar consignação

Fluxos de processo BPM


Depósitos

Faça entregas de ordens avançadas com processos integrados de administração de remessas Otimize o planejamento e a execução
do transporte da empresa com maior eficiência dos processos.

Apps analíticos SAP Fiori para administração de estoque e depósito (BGG)

Este item de escopo abrange os apps analíticos do SAP Fiori para administração de estoque e depósito.
Este item de escopo fornece páginas de síntese para o gerente de estoque e o encarregado do depósito. O foco desses apps
analíticos é garantir alto desempenho na entrada de mercadorias e nos processos de picking, com um fluxo de estoque
ininterrupto, que proporciona uma situação de estoque ideal.

Utilização comercial

 Fornecer um dashboard de informações para que os responsáveis pelo MRP e os chefes de depósito realizem as
atividades diárias com facilidade
 Fornecer insights gerais para que o responsável pelo MRP e o chefe do depósito entenda os números principais e
implemente as ações necessárias
 Fornecer insights sobre as diferentes fases da administração de estoques e administração de depósitos básica com
conhecimento dos principais requisitos
 Obter uma síntese das diferentes remessas de estoque e da administração de depósitos

Fluxos de processo chave

 Visualizar uma exibição analítica e transacional de materiais em atraso, recebimentos e entregas, pedidos de compra e
outros processos de gerenciamento de estoque
 Filtrar os KPIs de acordo com diferentes atributos empresariais, como centro, localização do depósito, material e assim
por diante.
 Navegar dos insights de KPI para os aplicativos inteligentes correspondentes a fim de obter uma análise detalhada
 Compartilhar KPIs e informações de processo de alto nível com as pessoas responsáveis pela execução do processo na
administração de estoques e depósitos

Administração de imobilizados
Maximizar retorno sobre ativos de produção, evitar tempo de inatividade não previsto e melhorar a segurança operacional.

Administração de manutenção

Simplificar operações de manutenção e garantia de qualidade.

Manutenção corretiva (BH1)

Este processo descreve a manutenção de objetos técnicos ocorre uma parada ou uma falha.
Este item de escopo permite que você execute a manutenção corretiva de objetos técnicos sempre que ocorre uma falha ou uma
interrupção. O componente manutenção fornece notificação abrangente e um sistema de ordens para facilitar esse processo. O
reparo é executado em várias etapas de planejamento, como cálculo preliminar de custos, planejamento do trabalho,
disponibilização de material e planejamento de recursos. Além disso, é possível apresentar resposta imediata a problemas que
podem levar à desativação de unidades de produção. Se necessário, você pode criar ordens de trabalho de manutenção e
documentações da ordem com o menor número de entradas e no prazo mais curto possível.

Utilização comercial

 Suporte ao processamento de operações de manutenção com recursos internos


 Mais clareza dos custos e do tempo gasto com imobilizados individuais para fins de manutenção
 Simplificação do controle dos custos da ordem real e da atribuição de custos para o receptor de apropriação de custos,
proporcionando mais transparência e controle de custos
 Permitir o registro de horas de trabalho nos objetos de custo para o trabalho de rastreamento
 Planejamento de materiais estocáveis e não estocáveis e de serviços para reparo

Fluxos de processo chave

 Criação de nota de avaria


 Criação de ordem de manutenção
 Liberação de ordem de manutenção
 Imprimir a nota de trabalho
 Confirmar a ordem de manutenção
 Visualização de custos em ordem de manutenção
 Conclusão técnica de ordem de manutenção

Fluxos de processo BPM


Manutenção emergencial (BH2)

Processo para documentar trabalho de manutenção urgente e imprevisto mediante a criação e confirmação de uma ordem na
mesma operação.
Este item de escopo utiliza registro da ordem após evento para registrar em log um trabalho de manutenção inesperado e urgente
por meio da criação e confirmação de uma ordem na mesma operação. O técnico pode identificar um problema que afete uma
peça do equipamento, consertá-lo imediatamente e relatar depois o tempo gasto e o material consumido. O técnico pode inserir os
dados necessários rapidamente. Em seguida, os dados podem ser utilizados para objetos de planejamento (por exemplo, ordens de
manutenção) e para registro real (confirmação da ordem, dados de notificação e movimentos de mercadorias). Os dados
planejados não são diferentes dos dados reais, que refletem o trabalho registrado em uma operação correspondente ao trabalho real
confirmado. A ordem é criada, liberada e, se necessário, tecnicamente concluída. Além disso, é possível instalar, desmontar ou
substituir peças de equipamento.

Utilização comercial

 Suporte ao processamento de operações de manutenção com recursos internos


 Aumenta a transparência em relação aos custos e ao tempo gasto com imobilizados individuais para fins de manutenção
 Simplifica o controle dos custos da ordem real e a atribuição de custos para o receptor de apropriação de custos,
proporcionando mais transparência e controle de custos
 Permitir o registro de horas de trabalho nos objetos de custo para o trabalho de rastreamento

Fluxos de processo chave

 Criar nota de avaria


 Reparar a avaria

Fluxos de processo BPM


Manutenção preventiva (BJ2)

Este item de escopo descreve os processos para evitar paradas do sistema que têm elevados custos de parada de reparação e
produção.
Este item de escopo descreve os processos que você executa para evitar interrupções do sistema ou de outros objetos que têm
elevado custo de reparo. Tais interrupções geram custos mais altos devido ao tempo de inatividade da produção. A manutenção
preventiva garante suporte aos processos de planejamento de tempo e escopo do trabalho de manutenção para inspeções,
manutenção e reparos. A qualidade dos produtos fabricados é substancialmente afetada pelas condições operacionais do centro de
produção. É necessário garantir a qualidade para aprimorar a relação custo-benefício da manutenção regular dos objetos e, desse
modo, evitar paradas mais dispendiosas. Você determina os dados necessários para a manutenção preventiva utilizando os dados
anteriores fornecidos pelo sistema. Além dos aspectos internos da empresa relativos a manutenção planejada, fatores externos
devem ser considerados devido ao número crescente de condições estabelecidas por órgãos legislativos, que demandam requisitos
mais rigorosos para monitoramento e manutenção planejada de objetos.

Utilização comercial

 Planejar melhor, substituindo manutenção reativa por manutenção proativa


 Garantir alta disponibilidade dos equipamentos e, com isso, melhorar o desempenho e a utilização de ativos
 Diminuir o custo total de manutenção por meio da redução das interrupções
 Suportar necessidades externas, tais como recomendações do fabricante, exigências legais e requisitos ambientais

Fluxos de processo chave

 Manutenção preventiva – Baseada em tempo


 Atualizar estratégias de manutenção
 Criar lista de tarefas gerais
 Criar plano de manutenção
 Programar um plano de manutenção
 Liberar a ordem de manutenção para preparação
 Analisar despesas de manutenção
 Programar ordens de manutenção
 Executar operações de ordem de manutenção
 Lançar executar operações de ordem de manutenção
 Conclusão técnica de ordem de manutenção
 Manutenção preventiva – Baseada em desempenho
 Atualizar estratégias de manutenção
 Criar lista de tarefas gerais
 Criar plano de manutenção
 Criar documento de medição
 Programar um plano de manutenção
 Liberar a ordem de manutenção para preparação
 Analisar despesas de manutenção
 Programar ordens de manutenção
 Executar operações de ordem de manutenção
 Lançar executar operações de ordem de manutenção
 Conclusão técnica de ordem de manutenção

Fluxos de processo BPM


Vendas
Maximize a receita e o fluxo de caixa por meio da administração e integração do processamento de ordens em todos os contatos
com o cliente, canais de comunicação e funções. Reduza a duração das pendência dos créditos com um acesso multicanal baseado
em função para obter informações precisas e em tempo real.

Gerenciamento de ordens e contratos

Maximizar o valor de venda com administração central de ordens e contratos.

Análise para vendas – Estoque central com devoluções (2QS)

Este item de escopo fornece visões Core Data Services (CDS) relativas a vendas para aproveitar a extensibilidade e a
funcionalidade de relatórios.
Este item de escopo fornece um conjunto pré-configurado de KPIs para o cenário de vendas, permitindo análises que incluem
informações do sistema SAP S/4HANA Cloud. Os líderes empresariais e os tomadores de decisão podem monitorar, simular e
impulsionar modificação que exibe a síntese e os detalhes de item, fornecendo contexto empresarial e descobrindo insights
ocultos. Esses KPIs podem ser utilizados em diferentes cenários, como histórias de dois níveis e SAC.

Utilização comercial

 Criar caso de uso de análise no SAP Analytics Cloud com base nos dados do SAP S/4HANA Cloud
 Criar relatórios analíticos utilizando o browser de visão
 Ampliar e criar consulta analítica por meio de visões CDS
 Ampliar e criar visões CDS personalizadas utilizando estas visões de consumo

Fluxos de processo chave

 Aumentar a satisfação do cliente otimizando a funcionalidade de extensibilidade para melhor personalização de visões
CDS
 Aumentar a visibilidade de custos incorridos na área de vendas

Processamento de nota de crédito (1EZ)

Você pode aplicar um crédito a uma conta do cliente assim que determinar se um cliente foi cobrado em excesso devido a um erro
na determinação do preço ou na taxa de imposto sobre vendas. A solicitação da nota de crédito padrão pode ser criada como
independente ou com referência a uma ordem do documento ou um documento de faturamento.
Uma solicitação de nota de crédito é criada, com o montante a ser creditado, e é colocada em um bloqueio de faturamento para
análise. Depois disso, ele é liberado para se tornar relevante para faturamento e ser exibido na lista de documentos de faturamento.
O processo de faturamento periódico cria uma nota de crédito a ser enviada ao cliente e lança um documento contábil.

Utilização comercial

 Integrar processamento de nota de crédito no sistema

Fluxos de processo chave

 Criar nota de crédito request


 Aprovar workflow para solicitações de nota de crédito
 Remover bloqueios de faturas (revisar solicitações de nota de crédito)
 Criar nota de crédito

Fluxos de processo BPM


Estoque em consignação no cliente (1IU)

Este item de escopo descreve o processo para a administração padrão de estoques em consignação do cliente. Os produtos
enviados ao cliente continuam sendo propriedade da empresa até que sejam vendidos pelo cliente a terceiros. Os materiais
normalmente armazenados na loja ou depósito do cliente são lançados em um estoque (estoque em consignação) que é atribuído
ao cliente correspondente. Isso permite que o estoque atual do cliente seja visualizado a qualquer momento.
Neste cenário, as mercadorias são inicialmente lançadas no estoque em consignação no cliente, permanecendo, assim, propriedade
da empresa (reposição de artigos em consignação).
A intervalos regulares, o cliente informa quantos artigos vendeu ou quantos artigos possui atualmente em seu estoque (inventário).
Quando o inventário é executado, o número do lote pode ser digitado para que seja feito um lançamento de material correto. É
inserida uma ordem correspondente que documenta a retirada da consignação no cliente, o que significa que as mercadorias
deixam de ser propriedade da empresa (retirada de artigos em consignação).
As mercadorias que não são necessárias podem ser devolvidas do estoque em consignação para o depósito central. As mercadorias
não podem estar danificadas. As mercadorias são lançadas diretamente no estoque de utilização livre (recolha de artigos em
consignação).
Em alguns casos, as mercadorias são devolvidas ao estoque em consignação do cliente (pelo próprio cliente ou com base em
registro de consumo incorreto) após conclusão da retirada de artigos em consignação. Uma ordem de devolução é criada
(devoluções de artigos em consignação).

Utilização comercial

 Economia de custos no inventário para o expedidor


 Reposição do estoque à medida em que ele é vendido – vantajoso para ambas as partes
 Economia de tempo para o expedidor
 Utilizar o estoque em consignação para gerar exposição do produto (especialmente produtos novos ou desconhecidos)
para seus clientes

Fluxos de processo chave

 Repor o estoque em consignação atribuído ao cliente (reposição de artigos em consignação).


 Retirar do estoque em consignação (retirada de artigos em consignação)
 Devolver os materiais do estoque em consignação do cliente externo ao depósito da empresa (recolha de artigos em
consignação)
 Devolver ordem ao estoque em consignação (devolução de artigos em consignação)

Fluxos de processo BPM


Devoluções de cliente (BDD)

Este item de escopo descreve o processamento de devoluções da ordem do cliente.


O processo começa com uma solicitação do cliente para autorização de devolução de materiais à fábrica, com o propósito de
receber um crédito - processo denominado RMA (autorização de devolução de material). A solicitação é aprovada e é criado um
pedido de devolução de venda relativo à fatura original das mercadorias. Um documento RMA é impresso e encaminhado ao
cliente para ser anexado às entradas de mercadorias. As mercadorias são retornadas, uma devolução é criada com referência à
RMA e o material é recebido no estoque de devolução.
O local do estoque de devolução é definido como não relevante para MRP. As mercadorias são inspecionadas, resultando em
envio para o estoque ou para a sucata. Uma nota de crédito é criada a partir da execução de faturamento e lançada na conta do
cliente.

Utilização comercial

 Sistema integrado de processamento de devoluções e reclamações do cliente

Fluxos de processo chave

 Criar ordem do cliente


 Criar devolução
 Criação do documento de faturamento

Fluxos de processo BPM


Processamento de nota de débito (1F1)

O processamento de nota de débito é utilizado para aplicar um débito a uma conta do cliente assim que tiver sido determinado que
um cliente foi cobrado a menor como resultado de um erro na determinação do preço ou na taxa de imposto sobre vendas. A
solicitação da nota de débito padrão pode ser criada como independente ou com referência a uma ordem do documento ou um
documento de faturamento.
É criada uma solicitação de nota de débito com o montante a ser debitado. Essa nota é colocada junto às faturas bloqueadas para
revisão. Depois disso, ele é liberado para se tornar relevante para faturamento e ser exibido na lista de documentos de
faturamento. O processo de faturamento periódico cria uma nota de débito a ser enviada ao cliente e lança um documento contábil.

Utilização comercial

 Processamento integrado de notas de débito do sistema

Fluxos de processo chave

 Criar a nota de débito. request


 Remover bloqueios de documento de faturamento (revisar solicitações de nota de débito)
 Criar a nota de débito.

Fluxos de processo BPM


Processamento da entrega sem referência à ordem (1MI)

Este item de escopo descreve toda a sequência para um processo de entrega padrão onde o cliente não necessita criar uma ordem
precedente (entrega sem referência à ordem). O processo empresarial inclui todas as etapas, desde a criação de uma remessa até a
compensação da conta de um cliente depois que o pagamento é recebido.
Se os dados mestres relevantes tiverem sido previamente atualizados (por exemplo, parceiro de negócios para cliente), o processo
é iniciado quando uma entrega padrão é criada. Com base nesse documento de remessa, notas de picking são geradas para que o
produto seja disponibilizado para transporte ao cliente.
Se uma entrega inclui materiais administrados em lotes, um número de lote pode ser inserido para cada item de remessa. Se a
quantidade necessária é fornecida mediante unidades pertencentes a diferentes lotes, os itens de remessa originais podem ser
divididos para permitir o registro correto das quantidades entregues para cada lote real.
O documento de remessa pode ser dividido em duas ou mais entregas, por exemplo, para acomodar as modificações posteriores no
planejamento de transporte. Além disso, os custos de frete podem ser adicionados aos documentos de entrega para garantir que
esses custos sejam considerados no faturamento.
Depois de concluído o picking, o encarregado da remessa dá baixa no estoque registrando uma saída de mercadorias. A liberação
do estoque é o registro real da quantidade física que está sendo enviada ao cliente. O custo de produtos vendidos é registrado na
contabilidade financeira.
Depois que o estoque é liberado, a entrega pode ser faturada. Se os dados mestre do cliente ou destinatário da mercadoria
envolvidos indicarem que é necessária uma confirmação de recebimento da remessa, a quantidade fornecida deve ser confirmada
pelo cliente. Após atualização dessa confirmação para cada documento de remessa, o faturamento (baseado apenas nas
quantidades confirmadas) pode ser realizado. A receita e o custo de produtos vendidos são registrados na contabilidade interna.

Utilização comercial

 Permite aos clientes:


 Efetuem o picking de mercadorias a partir do depósito do fabricante sem ordem antecipada
 Separar, embalar e enviar produtos diretamente
 Recebam mercadorias para revisão sem pedido

Fluxos de processo chave

 Criem remessa
 Criem anexo para remessa
 Executar picking
 Entrar número do lote
 Dividir entrega
 Adicionar custos de frete
 Registrar saída de mercadorias
 Comprovante de entrega
 Crie um documento de faturamento

Fluxos de processo BPM


Processamento de bonificação em mercadoria (BKA)

Este item de escopo descreve toda a sequência para um processo de vendas padrão com um cliente, incluindo bonificação em
mercadoria. O processo empresarial inclui todas as etapas, desde a criação de uma ordem até a compensação da conta de um
cliente depois que o pagamento é recebido.
O processo começa com a criação de uma ordem de cliente padrão utilizando um material para o qual está atualizado um registro
de condições de mercadoria gratuita. Dependendo das quantidades encomendadas, os clientes recebem mercadoria gratuita.
Após a conclusão do picking, o encarregado da expedição libera o estoque. A liberação do estoque é o registro real da quantidade
física que está sendo enviada ao cliente.
Com o registro de saída de mercadorias, a receita é realizada e custos de produtos vendidos são registrados na contabilidade
financeira.
Após a entrega da mercadoria, você pode faturar a entrega.
Para detalhes sobre funcionalidades de agrupamento para IFRS 15, consulte a nota 2524569.

Utilização comercial

 Executar verificação da disponibilidade na entrada da ordem


 Determinação automática do local de expedição
 Determinação automática da bonificação em mercadoria inclusiva
 Criação de um documento de faturamento
 Lançamentos em FI e CO

Fluxos de processo chave

 Criar ordem do cliente


 Imprimir a confirmação da ordem
 Criar remessa
 Executar picking
 Registrar saída de mercadorias
 Criar documento de faturamento

Fluxos de processo BPM


Fornecimento gratuito (BDA)

Este item de escopo descreve o processo de fornecimento de mercadorias a um cliente sem custos (ordem do cliente gratuita).
É criado um único tipo de ordem do cliente, que permite pedidos sem encargos. A ordem é confirmada com base na
disponibilidade de mercadorias. É criada uma entrega. As mercadorias são selecionadas, confirmadas e entregues ao cliente. O
processo suporta a criação de documentos de faturamento no final, mesmo que se trate de um processo gratuito. Isso garante a
transferência de dados para a área de contabilidade.

Utilização comercial

 Sistema integrado de processamento de ordens do cliente gratuitas


 O processo permite a fatura regular com valor zero ou fatura pro forma com valores

Fluxos de processo chave

 Criar a ordem do cliente com itens gratuitos.


 Executar picking post goods issue
 Executar picking
 Registrar saída de mercadorias
 Criar fatura (fatura regular ou fatura pro forma)

Fluxos de processo BPM


Monitorização da performance de processamento de ordens (BKN)

Este item de escopo oferece apps que fornecem a você, como gerente ou proprietário do processamento de ordens de uma
empresa, uma síntese abrangente do desempenho e conformidade de todos processos de ordem do cliente em sua empresa.
Para cenários de desempenho do order to cash, este item de escopo fornece os principais índices relativos à duração de
determinadas etapas do processo e ocorrências de eventos que foram acionados durante a execução do processo. Com esses
índices, você pode determinar facilmente o desempenho e a conformidade de seus processos de vendas e descobrir rapidamente
tendências e possíveis áreas de melhoria. Uma página de síntese do SAP Fiori encontra-se também disponível para análise do
desempenho do order-to-process com base em alguns dos principais KPIs da ordem do cliente, e assim por diante. Os resultados
podem ser compartilhados com a pessoa responsável pela execução de processo em uma organização de vendas ou com o gerente
relevante. Informações detalhadas do processo os ajudam a identificar representantes de vendas internos que possam ajudar a
resolver problemas.

Utilização comercial

 Controle estratégico e operacional sobre o desempenho de ponta a ponta de processos do pedido ao pagamento
 Status atual e tendências no desempenho do seu processo de vendas para diferentes fases dos processos de vendas:
processamento da ordem, entrega da ordem e faturamento da ordem
 Benchmarking de diversos atributos empresariais, como organização de vendas, canal de distribuição, setor de atividade,
cliente e material
 Identificação de gargalos e áreas de melhoria, comparando visões agregadas de seus processos antigos e atuais

Fluxos de processo chave

 Exibir média dos tempos de processamento do pedido ao pagamento (como o tempo de processamento do faturamento do
pedido ou o tempo de desbloqueio das ordens do cliente) para o período atual (pré-configurado como 28 dias) e série
cronológica dos últimos 12 meses
 Exibir totais do processo do pedido ao pagamento (como número de modificações críticas de campo) para o período atual
(pré-configurado como 28 dias) e série cronológica dos últimos 12 meses
 Detalhar KPIs de acordo com os atributos empresariais, como organização de vendas, canal de distribuição, setor de
atividade, cliente e material. Detalhar ordens do cliente e exibir o histórico de processamento da ordem do cliente.
 Exibir fluxos de processo agregados de acordo com os atributos empresariais.
 Compartilhar informações de KPI e do processo com o responsável pela execução em uma organização de vendas.

Apps de planejamento de vendas (1O0)

Este item de escopo abrange os apps de planejamento de vendas para o gerente de vendas.
Para cenários de vendas e distribuição, este item de escopo fornece as principais informações necessárias que o gerente de vendas
precisa para criar e atualizar os apps de planejamento de vendas, processando de forma eficaz os diferentes estágios do
planejamento de vendas. O gerente de vendas também pode selecionar alguns planos de vendas existentes para comparar com
dados reais. Além disso, também é possível navegar até o app correspondente para realizar uma análise mais profunda.

Utilização comercial

 Flexibilidade para que o gerente de vendas processe o planejamento de vendas de forma efetiva
 Criar, administrar, atualizar e copiar um plano de vendas para permitir que um gerente de vendas tenha acesso facilitado
 Acessar vários planos de vendas com apenas um clique em um link
 Possibilidade de exportar dados mestre para que gerentes de vendas utilizem um cliente ou um grupo de clientes como
dimensão
 Comparar os dados planejados e os dados reais nos planos de vendas

Fluxos de processo chave

 Criar plano de vendas


 Atualizar um plano de vendas
 Copiar plano de vendas
 Liberar e procurar um plano de vendas
 Comparar dados planejados e reais
 Navegar para os apps correspondentes para uma análise mais profunda

Treinamento do modelo de análise preditiva – Vendas (2YJ)

Com este item de escopo, você pode utilizar as funções de análise preditivas integradas nos cenários empresariais do SAP
S/4HANA Sales.
Com este item de escopo, você pode utilizar as funções analíticas preditivas integradas nos processos empresariais do SAP
S/4HANA Sales.
Este item de escopo oferece as funcionalidades abaixo descritas em diferentes cenários empresariais:
O cenário Taxa de conversão de cotação oferece previsões confiáveis ao gerente de vendas ou representante de vendas para que
monitore a probabilidade de uma cotação de vendas ser convertida em uma ordem do cliente, o que o ajuda a planejar com maior
precisão.
O app Performance de vendas permite ao gerente de vendas prever os faturamentos alcançáveis e desenvolver os planos de venda
periodicamente.
Com o app SAP Fiori Atraso no fornecimento previsto, um representante de vendas pode monitorar a situação da performance de
remessa atual e instantaneamente reconhecer o efeito do índice Entregue como solicitado de ordens do cliente, a fim de evitar um
atraso crítico de mercadorias fornecidas e, assim, aumentar a satisfação do cliente.

Utilização comercial

 Reduzir o trabalho manual para planejamento de vendas e fornecer previsões de vendas mais precisas
 Fornecer previsões confiáveis para faturamento alcançável
 Aumentar a satisfação do cliente atingindo uma melhor performance de remessa
 Aumentar a eficiência de trabalho ao fornecedor melhor insight para gerente de vendas durante suas tomadas de decisão

Fluxos de processo chave

 Trainar um modelo preditivo integrado a partir de cenários preditivos liberados


 Utilizar funcionalidades de análise preditiva integradas

Processamento de embalagens retornáveis (BDW)

Este processo permite a expedição de paletes padrão e sua devolução.


Este item de escopo permite a expedição de paletes padrão e sua devolução. Quando você cria uma ordem do cliente padrão, a
remessa é criada automaticamente com base nessa ordem. Durante as etapas de picking e expedição, um palete (embalagem
retornável) é adicionado à remessa. Durante o processo de faturamento, os paletes também podem ser devolvidos ao produtor
utilizando uma ordem de devolução de palete com entrega de palete e entrada de mercadorias ou uma devolução de palete sem
referência e entrada de mercadorias.
Caso um cliente não devolva os paletes, você pode emitir solicitações de nota de débito. Acionado pelo faturamento, o sistema
emite as notas de débito com base nas solicitações de nota de débito. Uma vez cumprido esse processo, você pode sincronizar a
quantidade e o valor do estoque em consignação e, em seguida, lançar manualmente uma saída de mercadorias para o palete não
devolvido.

Utilização comercial

 Consiste no gerenciamento de embalagens retornáveis utilizando a função logística de embalagens retornáveis do ERP
 Rastreamento de embalagens retornáveis

Fluxos de processo chave

 Criar ordem do cliente


 Criar remessa
 Executar picking
 Adicionar embalagens retornáveis para entregas
 Criar pedido de devolução de embalagens retornáveis
 Registrar a entrada de mercadorias para as embalagens retornáveis.
 Debitar embalagens não devolvidas
 Registrar a saída de mercadorias para as embalagens não retornáveis.

Fluxos de processo BPM


Apps analíticos SAP Fiori para vendas (1BS)

Este item de escopo abrange os apps analíticos do SAP Fiori para vendas e distribuição.
No caso dos cenários de vendas e distribuição, este item de escopo fornece para um gerente de vendas ou um representante de
vendas interno as informações necessárias sobre as diferentes etapas de uma ordem do cliente. Os aplicativos analíticos fornecidos
destacam os pedidos em atraso, o atendimento da demanda e da ordem do cliente e o desempenho das entregas no processo de
vendas. Uma página de síntese do SAP Fiori encontra-se também disponível. Ela fornece diferentes insights para ações sobre
cotações de vendas, devoluções de cliente, execução de ordens do cliente e muito mais.

Utilização comercial

 Realizar as atividades diárias sem dificuldades usando um dashboard para o representante de vendas interno ou gerente
de vendas a partir das páginas de visão geral do SAP Fiori
 Visualizar nas páginas de lista do Analytical o desempenho das entregas e o atendimento da ordem do cliente como uma
combinação dos recursos visuais de tabela e gráfico sobre o processo da ordem do cliente
 Compreender os números-chave com insights de alto nível para que o gerente de vendas possa implementar as ações
necessárias
 Fornecer o status atual das ordens do cliente, bem como das cotações de vendas, dos pedidos em atraso, das ordens não
confirmadas, e muito mais
 Visualizar uma síntese estratégica e operacional de todo o processamento da ordem do cliente

Fluxos de processo chave

 Exibição analítica e transacional dos processos da ordem do cliente, como ofertas de venda, execuções das ordens de
cliente, devoluções do cliente, ordens em atraso, cobertura da demanda, performance de remessa e assim por diante
 Filtrar os KPIs de acordo com os diferentes atributos empresariais, como organização de vendas, tipo de documento de
vendas, emissor da ordem e assim por diante
 Navegar dos insights de KPIs até os aplicativos inteligentes correspondentes para obter uma análise detalhada
 Compartilhar KPIs e informações sobre processos de alto nível com as pessoas responsáveis pela execução do processo
em uma organização de vendas

Venda de serviços (2EQ)

Este item de escopo abrange o processamento da ordem de itens do serviço sem fornecimento e faturamento relativo à ordem.
Um produto de serviços é utilizado na ordem do cliente. Ele permite a venda de serviços sem entrega e faturamento direto
(relativo à ordem).

Utilização comercial

 Integrar vendas de serviços no processamento de ordens do cliente de maneira flexível

Fluxos de processo chave

 Criar consulta de vendas


 Criar cotação de vendas
 Criar ordem do cliente – incluindo um item de serviço (tipo de material: SERV)
 Gerenciar crédito – definir crédito do cliente/revisão de ordens do cliente bloqueadas
 Faturar itens do serviço

Fluxos de processo BPM


Gerenciamento de contratos de venda (I9I)

Este item de escopo abrange a criação e a solicitação de um contrato em quantidade e um contrato em valor de vendas para um
determinado produto. No caso dos contratos em quantidade de venda, é possível solicitar adiantamentos.
Este item do escopo engloba os seguintes cenários de comunicação:
Contrato em quantidade ou valor de vendas: o contrato em quantidade contém informações básicas de quantidade e preço.
Contrato em valor é um acordo legal realizado com um cliente contendo os materiais e os serviços que o cliente recebe durante um
determinado período e de acordo com uma quantia até um valor fixado específico.Neste item de escopo, o representante de vendas
interno cria um contrato em quantidade ou valor de venda. Depois disso, uma solicitação sobre contrato é criada para o contrato.
Adiantamentos baseados em contrato por quantidade: para contrato por quantidade de venda, os adiantamentos podem ser
solicitados por meio de um programa de faturamento.Com a criação da solicitação sobre contrato, um bloqueio de remessa é
atribuído às divisões de remessa da solicitação sobre contrato. Depois que os adiantamentos são recebidos, o bloqueio de remessa
é removido automaticamente.Na fatura final relativa à remessa da ordem de criação de pedido, os adiantamentos recebidos do
contrato por quantidade são deduzidos.

Utilização comercial

 Ofereça um planejamento seguro com a utilização de contratos em quantidade e valor: o cliente só pode solicitar a
quantidade ou valor a determinado preço definido no contrato em quantidade ou valor
 Forneça um monitoramento detalhado das solicitações de contrato
 Solicite adiantamentos de um contrato em quantidade
 Crie solicitações sobre contrato com um bloqueio da remessa derivado em divisões de remessa
 Reduza as etapas manuais por meio da remoção automática de bloqueio da remessa na solicitação sobre contrato quando
há adiantamento recebido

Fluxos de processo chave

Contrato em quantidade ou valor de venda

 Registrar entrada de mercadorias


 Criar contrato em quantidade ou valor
 Criar uma solicitação de vendas sobre contrato com referência a um contrato
 Listar contratos de venda

Adiantamentos baseados em contrato em quantidade de venda

 Criar contrato em quantidade de vendas com programa de faturamento para adiantamentos da solicitação
 Criar solicitação de adiantamento
 Criar solicitação sobre contrato com bloqueio da remessa
 Lançar adiantamento
 Remover automaticamente bloqueio da remessa da solicitação sobre contrato depois que o adiantamento do contrato é
recebido
 Fazer a entrega da solicitação sobre contrato
 Fornecer fatura relacionada à remessa da solicitação sobre contrato, com dedução dos adiantamentos baseados no
contrato
Fluxos de processo BPM
Consulta de vendas (1IQ)

Este item de escopo descreve o processo de uma consulta de vendas padrão.


Este item de escopo descreve o processo de uma consulta de vendas padrão. Ele permite que você crie, processe e rejeite uma
consulta. Em seguida, você pode criar uma cotação ou ordem do cliente com base na consulta.

Utilização comercial

 Coletar dados sobre o que é solicitado por seus clientes em relação aos produtos e serviços
 Determinar motivos para rejeição da consulta
 Melhorar seus produtos e serviços

Fluxos de processo chave


 Criar consulta de vendas
 Modificar consulta de vendas
 Rejeitar consulta de vendas

Fluxos de processo BPM


Monitoramento da execução da ordem do cliente (BKK)

Este item de escopo descreve o uso de apps de produtividade para monitoramento e operações. O Monitor de execução da ordem
do cliente fornece um ponto de acesso central para analisar e resolver os impedimentos para a execução da ordem do cliente. O
app Administrar documentos de vendas duplicados ajuda você a detectar e rejeitar documentos duplicados a fim de evitar
processamento redundante.
Como representante de vendas interno, você usa o Monitor de execução da ordem do cliente para resolver problemas ocorridos
durante o processo de execução da ordem do cliente. Em seguida, você pode executar diretamente as etapas subsequentes do
monitor para resolver esses problemas. Exemplos de problema: falta de documentos, informações não confirmadas ou ausentes e
vários tipos de bloqueios, bem como problemas de conformidade comercial e de produto. Você pode utilizar o aplicativo para
procurar ordens específicas do cliente. Você também pode filtrar a lista de problemas de acordo com o estágio em que eles
ocorreram (por exemplo, na ordem, no suprimento, na entrega, na fatura ou na contabilidade).
Como representante de vendas interno, você usa o Cockpit de ordem do cliente para administrar as modificação em massa dos
diferentes tipos de documentos de vendas nos níveis de cabeçalho e de item. Os recursos de filtro flexíveis ajudam você a preparar
a lista de documentos e itens a serem modificados. Os jobs de modificação podem ser programados para processamento em
background e monitoramento.
Melhorias adicionais de produtividade foram disponibilizados para administrar as ordens duplicadas do cliente. O app Administrar
documentos de vendas duplicados pode ser usado para analisar e limpar seu sistema de documentos de vendas duplicados. Depois
de identificar as duplicações, o representante de vendas interno pode rejeitá-las para evitar processamento redundante de
documentos de vendas duplicados.

Utilização comercial

 Aumente a produtividade no processamento da ordem


 Forneça uma síntese rápida do status do processamento da ordem: todos os problemas no contexto de vários business
objects podem ser exibidos
 Verifique rapidamente se os produtos foram fornecidos parcialmente e não faturados e os motivos pelos quais isso ainda
não aconteceu
 Execute as etapas subsequentes diretamente no monitor para resolver esses problemas
 Aumente a eficiência ao efetuar modificações em massa no nível do cabeçalho ou do item de documentos de venda por
meio de recursos fáceis de usar para filtragem e preparação
 Processe jobs com transparência e seja eficiente no processamento posterior
 Diminua seus custos reduzindo o número de documentos redundantes, evitando o tempo desnecessário de manuseio, os
custos de expedição e as taxas de devolução.

Fluxos de processo chave

 Monitorar, resolver e colaborar:


 Dados incompletos
 Quantidades não confirmadas
 Bloqueios de crédito
 Problemas no suprimento, em pedidos de compra e ordens de produção.
 Bloqueios da remessa em ordens do cliente e outros problemas de remessa
 Bloqueios de expedição em remessas e outros problemas de expedição
 Bloqueios de documento de faturamento, problemas em faturas e na contabilidade de faturas
 Problemas de conformidade do produto (status de negociabilidade do produto, status de produto perigoso, status de folha
de dados de segurança) e conformidade comercial
 Suporte aos seguintes tipos de documento de vendas para modificações em massa:
 Contratos de vendas
 Programas de remessas de vendas
 Ordens do cliente
 Solicitação de nota de débito e crédito
 Devoluções dos clientes
 Suporte ao seguintes tipos de documentos para análise e remoção de documentos duplicados do seu sistema:
 Ofertas de venda
 Contratos de vendas
 Ordens do cliente
 Devoluções dos clientes

Fluxos de processo BPM


Processamento de ordem do cliente para material não estocável (2ET)

Este item de escopo abrange o processamento da ordem de itens não estocados com remessa e faturamento criado a partir de uma
remessa.
Um material não estocável pode ser utilizado na ordem do cliente. Os materiais não estocáveis não estão incluídos na
administração de estoques. Com a criação de uma remessa, a saída de mercadorias é representada por um lançamento de
confirmação. Itens não estocáveis podem ser tratados juntamente com itens de estoque em uma ordem do cliente.

Utilização comercial

 Oferecer ao cliente itens que não necessitem de atualização no estoque, simplificando a entrada de dados para os itens
 Integrar vendas de itens não estocáveis por completo no processamento de ordem do cliente

Fluxos de processo chave

 Criar consulta de vendas


 Criar cotação de vendas
 Criar ordem do cliente – incluindo um item não estocado (tipo de material: NLAG)
 Gerenciar crédito – definir crédito do cliente/revisão de ordens do cliente bloqueadas
 Executar entrega
 Adicionar custos de frete
 Registrar saída de mercadorias (confirmação estatística)
 Comprovante de entrega
 Faturamento de itens não estocáveis

Fluxos de processo BPM


Processamento da ordem com lista de faturas e faturamento coletivo (BKZ)

Este item de escopo descreve como processar listas de faturas e faturamento coletivo.
Com as listas de faturas, você envia uma lista que envolve vários documentos de faturamento a um pagador central com um
desconto especial aplicável em intervalos de tempo específicos. O processo começa com a criação de várias ordens do cliente
padrão para diferentes emissores da ordem que compartilham o mesmo pagador. Após a geração e o encaminhamento de
documentos de faturamento individuais para a contabilidade financeira, é possível criar listas de faturas em relação a vários
documentos de faturamento para o pagador central. Del credere e possíveis impostos são lançados em FI.
Este item de escopo descreve a utilização do processamento de vendas padrão para faturamento de processamento em massa. Para
a otimização dos custos de expedição, todas as ordens do cliente que foram entregues ao mesmo cliente são compactadas em um
documento de remessa. Para fins de otimização de custos, todas as remessas a faturar, para o mesmo cliente, são colocadas em um
documento de faturamento. A receita é lançada na contabilidade.

Utilização comercial

 Redução dos custos por meio do agrupamento em uma única remessa das ordens do cliente prontas para remessa, via
execução coletiva
 Redução dos custos por meio do agrupamento em uma fatura de remessas de um mesmo cliente, via execução coletiva

Fluxos de processo chave

 Processamento da ordem do cliente com listas de faturas:


 Criar ordens do cliente
 Criar remessas
 Criar listas de faturas
 Processamento da ordem do cliente com faturamento coletivo:
 Criar ordens do cliente
 Criar remessas via collective run
 Criar documentos de faturamento por meio de execução coletiva

Fluxos de processo BPM


Processamento de vendas através de terceiros com aviso de entrega (BD3)

Este item de escopo permite que sua empresa encaminhe as ordens para fornecedores terceirizados que enviam as mercadorias
diretamente para os clientes e faturam diretamente para você. Uma vez que os fornecedores tenham enviado um aviso de entrega,
uma entrada estatística de mercadorias pode ser registrada.
Este item de escopo permite que você encaminhe pedidos a fornecedores terceirizados que enviam as mercadorias diretamente
para os clientes e, em seguida, faturam para você. A ordem do cliente padrão cria automaticamente uma requisição de compra
para os materiais a serem entregues pelo fornecedor terceirizado. Uma vez que os fornecedores tenham enviado um aviso de
entrega, uma entrada estatística de mercadorias pode ser registrada. Na sequência, as faturas podem ser criadas e emitidas com
base nas quantidades da entrada de mercadorias.

Utilização comercial

 Redução de estoque e custos, com aumento da eficiência


 Transferência das solicitações do cliente diretamente ao fornecedor externo
 Fatura do negociante para o cliente baseada nas quantidades das faturas do fornecedor
 Atendimento das necessidades do cliente, apesar da escassez de material

Fluxos de processo chave

 Criar ordem com fornecimento direto a terceiros


 Converter as requisições de compras em pedidos.
 Aprovar pedidos
 Registrar entrada estatística de mercadorias
 Criar documento de faturamento
 Inserir a fatura do fornecedor.

Fluxos de processo BPM


Oferta de venda (BDG)

Este item de escopo descreve a criação de um oferta de venda padrão com a conversão em uma ordem do cliente.
Este item do escopo começa quando são recebidas solicitações de cotação de clientes. As cotações são criadas no sistema e podem
ser aceitas ou rejeitadas pelos clientes.

Utilização comercial

 Você pode garantir a seus parceiros de negócios que fornecerá determinada configuração e quantidade do produto a um
preço específico em um determinado período
 Durante o processamento da ordem do cliente, o empregado pode utilizar uma variedade de funções de venda e de
cotação especial.

Fluxos de processo chave

 Criar cotação
 Enviar a cotação ao cliente.
Processamento de bônus de vendas (1B6)

Este item de escopo é utilizado onde bônus subsequentes são liquidados com base em faturamentos ou quantidades com um
cliente. Ao utilizar o gerenciamento de contrato de condição, estão disponíveis diferentes funções para criar e liquidar as
estipulações de bônus com clientes.
Este item de escopo cobre a liquidação posterior de condições para bônus combinadas com os clientes. Você utiliza contratos de
condição para inserir condições para bônus, juntamente com os parâmetros de controle do processo, critérios de seleção para
faturamento e datas para liquidação final e parcial. Você pode criar contratos de condição para um ou vários clientes.
As fatura do cliente são utilizadas para determinar o faturamento. No caso de contratos de condição com vários clientes, a receita
individual atribuída a cada cliente é utilizada para calcular os valores da liquidação. Para pagar o bônus aos clientes, você cria os
documentos de liquidação.
Em geral, documentos de liquidação são imediatamente liberados para a contabilidade. Você também pode criar um contrato de
condição de duas etapas para coletar e lançar documentos de liquidação de contratos com condições diferentes em um lançamento
para a contabilidade.
Além disso, você pode escolher o modo como o sistema determina a tributação para os itens de liquidação.

Utilização comercial

 Administrar centralmente as estipulações de bônus de vendas


 Criar contratos de condição para um cliente ou vários clientes
 Criar e liquidar diferentes tipos de estipulações de bônus de maneira flexível
 Derivar impostos de forma flexível
 Liquidar automaticamente bônus do cliente
 Garantir transparência e flexibilidade ampliada ao longo de todo o ciclo de vida do contrato
 Implementar o processamento de bônus de vendas para processos de caixa, tal como venda do estoque

Fluxos de processo chave

 Criar contrato de condição para um cliente ou vários clientes


 Verificar faturamento (opcional)
 Lançar provisões (opcional)
 Executar liquidação parcial com estorno de provisões (opcional)
 Executar um processo de venda do estoque
 Verificar faturamento
 Executar liquidação final com estorno de provisões

Fluxos de processo BPM


Vendas de item não estocável com suprimento específico à ordem (BDN)

Este processo permite aos clientes efetuar pedidos de mercadorias que não estão em estoque. Se for esse o caso, as mercadorias
são supridas por fornecedores externos.
Este item de escopo permite que os clientes encomendem mercadorias que não podem estar no estoque. Nesse caso, as
mercadorias são supridas por um fornecedor externo. Durante a criação da ordem do cliente, é gerada uma requisição de compra
que depois é convertida em um pedido para o fornecedor. A entrada da mercadoria é criada para um cliente e um estoque especial.
Após a entrega e a criação de uma fatura de cliente, a fatura do fornecedor para a entrada de mercadorias pode ser criada.

Utilização comercial

 Transferir as necessidades do cliente diretamente para fornecedores externos


 Enviar mercadorias de fornecedores externos para o negociante. O negociante fica responsável por todo o processo de
entrega.
 Atende às necessidades do cliente, apesar da falta em estoque

Fluxos de processo chave

 Criar ordem do cliente


 Converter as requisições de compras em pedidos de compras.
 Aprovar pedidos
 Registrar entrada de mercadorias
 Inserir a fatura do fornecedor.
 Processar entrega
 Registrar saída de mercadorias
 Criar documento de faturamento

Fluxos de processo BPM


Venda do depósito (BD9)

Este item de escopo descreve toda a sequência para um processo de vendas padrão (venda no depósito) com um cliente. O
processo empresarial inclui todas as etapas, desde a criação de uma ordem até a compensação de uma conta do cliente após o
recebimento do pagamento.
O processo começa com a criação de um cliente e de uma ordem do cliente padrão. Dependendo do cliente, o processo começa
com a criação de uma ordem de cliente padrão.
Após a conclusão do picking, o encarregado da expedição libera o estoque. A liberação do estoque é o registro real da quantidade
física que está sendo enviada ao cliente.
Com o registro de saída de mercadorias, a receita é realizada e custos de produtos vendidos são registrados na contabilidade
financeira.
Após a entrega da mercadoria, você pode faturar a entrega.
Para detalhes sobre funcionalidades de agrupamento para IFRS 15, consulte a nota 2524569.
Um documento de faturamento preliminar pode ser criado a partir dos itens da lista de documentos de faturamento como etapa
opcional. Você pode exibi-lo aos clientes para alinhar detalhes exatos e efetuar modificações se necessário. São criados os
documentos de faturamento finais que os clientes devem liquidar.

Utilização comercial

 Executar uma verificação de disponibilidade quando a ordem for inserida


 Determinação automática do local de expedição
 Criar documento de faturamento
 Lançamentos em FI e CO

Fluxos de processo chave

 Criar ordem do cliente


 Imprimir a confirmação da ordem
 Criar remessa
 Executar picking
 Registrar saída de mercadorias
 Criar documento de faturamento

Fluxos de processo BPM


Serviço
Alcance a excelência do atendimento ao cliente com cada interação de serviço Ultrapasse as necessidades de clientes conectados
digitalmente com a excelência de atendimento ao cliente omnichannel. A soluções SAP empoderam agentes de serviços externos e
de call center para aumentar a produtividade e a responsividade de todas as consultas. Ao conectar agentes que possuem a
experiência e as ferramenta adequadas no momento certo, você pode inspirar a fidelidade à marca com cada interação de serviço.

Operações de serviço e processos

Acesse visões em tempo real de feedback dos clientes e aumente a produtividade com a colaboração por conectividade móvel.

Devoluções de cliente (BDD)

Este item de escopo descreve o processamento de devoluções da ordem do cliente.


O processo começa com uma solicitação do cliente para autorização de devolução de materiais à fábrica, com o propósito de
receber um crédito - processo denominado RMA (autorização de devolução de material). A solicitação é aprovada e é criado um
pedido de devolução de venda relativo à fatura original das mercadorias. Um documento RMA é impresso e encaminhado ao
cliente para ser anexado às entradas de mercadorias. As mercadorias são retornadas, uma devolução é criada com referência à
RMA e o material é recebido no estoque de devolução.
O local do estoque de devolução é definido como não relevante para MRP. As mercadorias são inspecionadas, resultando em
envio para o estoque ou para a sucata. Uma nota de crédito é criada a partir da execução de faturamento e lançada na conta do
cliente.

Utilização comercial

 Sistema integrado de processamento de devoluções e reclamações do cliente

Fluxos de processo chave

 Criar ordem do cliente


 Criar devolução
 Criação do documento de faturamento

Fluxos de processo BPM


Processamento de embalagens retornáveis (BDW)

Este processo permite a expedição de paletes padrão e sua devolução.


Este item de escopo permite a expedição de paletes padrão e sua devolução. Quando você cria uma ordem do cliente padrão, a
remessa é criada automaticamente com base nessa ordem. Durante as etapas de picking e expedição, um palete (embalagem
retornável) é adicionado à remessa. Durante o processo de faturamento, os paletes também podem ser devolvidos ao produtor
utilizando uma ordem de devolução de palete com entrega de palete e entrada de mercadorias ou uma devolução de palete sem
referência e entrada de mercadorias.
Caso um cliente não devolva os paletes, você pode emitir solicitações de nota de débito. Acionado pelo faturamento, o sistema
emite as notas de débito com base nas solicitações de nota de débito. Uma vez cumprido esse processo, você pode sincronizar a
quantidade e o valor do estoque em consignação e, em seguida, lançar manualmente uma saída de mercadorias para o palete não
devolvido.

Utilização comercial
 Consiste no gerenciamento de embalagens retornáveis utilizando a função logística de embalagens retornáveis do ERP
 Rastreamento de embalagens retornáveis

Fluxos de processo chave

 Criar ordem do cliente


 Criar remessa
 Executar picking
 Adicionar embalagens retornáveis para entregas
 Criar pedido de devolução de embalagens retornáveis
 Registrar a entrada de mercadorias para as embalagens retornáveis.
 Debitar embalagens não devolvidas
 Registrar a saída de mercadorias para as embalagens não retornáveis.

Fluxos de processo BPM


Infraestrutura e plataforma de aplicação
Crie, execute e amplie seus aplicativos em uma infraestrutura e plataforma de aplicativo consistentes. Conte com sua rede de
aplicações empresariais para suportar cada aspecto de seu negócio. Com a plataforma de aplicativo e infraestrutura da SAP, você
segue os padrões comuns e tem interoperabilidade robusta e extensibilidade flexível.

Administração e integração de processos

Acesse um conjunto sólido de plataformas tecnológicas subjacentes e serviços de infraestrutura relacionados.

Tratamento de evento de negócios (1NN)

O Tratamento de evento de negócios permite que os aplicativos do SAP S/4HANA Cloud transfiram eventos de negócios e
eventos de recebimento do SAP Business Technology Platform. Os eventos são enviados de modo assíncrono e confiável para
garantir a alta disponibilidade, escalabilidade e responsividade de diferentes fontes e plataformas.
Com um mecanismo de evento padronizado, você pode provisionar o catálogo de eventos para todos os objetos de negócios por
meio do aplicativo SAP S/4HANA Cloud, para permitir que aplicativos, parceiros e clientes consumam eventos relacionados a
todos os objetos de negócios do SAP S/4HANA.
Com a administração de ativação de evento, você pode propagar apenas eventos inscritos na infraestrutura de mensagens e para os
assinantes ou receptores.
As ampliações lado a lado oferecem uma maneira eficiente de ampliar aplicativos do SAP S/4HANA Cloud no SAP Business
Technology Platform para clientes e parceiros sem afetar o núcleo digital, gerando aplicativos de ampliação desacoplados que
executam paralelamente com o SAP S/4HANA Cloud.

Utilização comercial

 Consumo de eventos com base em business objects


 Utilizar aplicativo front end para atualizar assinatura
 Gerenciar todas as assinaturas ativas e inativas em um local
 Gerenciar assinaturas de processamento de evento de maneira eficiente

Administração de responsabilidades (1NJ)

Este item de escopo permite que você defina e administre as responsabilidades, incluindo autorizações para vários contextos, e
recupere os contatos corretos que podem responder às tarefas e atividades.
À medida que avançamos rumo a uma empresa inteligente, os sistemas inteligentes precisam determinar os agentes que são
notificados automaticamente sobre os eventos e que são responsáveis pelos processos empresariais e objetos. É essencial definir e
administrar essas responsabilidades, incluindo autorizações para vários contextos, e recuperar os contatos corretos que podem
responder às tarefas e atividades.A Administração de responsabilidades fornece o conceito de equipes; ela permite agrupar os
membros responsáveis com definições adequadas das responsabilidades. Esses membros recebem funções que descrevem de
maneira exclusiva a natureza do trabalho deles. As definições de funções e responsabilidade são utilizadas como critério de
seleção para refinar a determinação do responsável. Com este item de escopo, você pode configurar a função, o perfil da função,
as definições de responsabilidade personalizadas e os tipos de equipe para a Administração de responsabilidades.

Utilização comercial
 Simplifique processos de aprovação para cenários de negócios que precisem determinar as pessoas responsáveis em
estruturas organizacionais complexas
 Disponibilize a determinação das pessoas responsáveis pelas tarefas, atividades e situações empresariais nos cenários de
aplicação
 Economize tempo e reduza os custos de modificar uma estrutura organizacional existente ao adotar processos de
aprovação dinâmicos
 Administre as tarefas com equipes, funções, regras e responsabilidades

Fluxos de processo chave

 Criar uma equipe


 Atualizar hierarquia entre equipes
 Criar regras
 Ampliar contexto e mapear regras

Fluxos de processo BPM


Database and Data Management
O sistema da SAP permite criar, consolidar e atualizar dados mestre de alta qualidade que são a base dos processos empresariais.
Esses dados ajudam a simplificar a manutenção da conformidade com a lista crescente de requisitos regulatórios que mudam
constantemente.

Gerenciamento de informações empresariais

A SAP tem a administração unificada do banco de dados, das informações, dos processos, dos dispositivos móveis, da segurança,
do desenvolvimento de aplicativo e do IoT em uma plataforma central

Migração de dados para SAP S/4HANA a partir do staging (2Q2)

Os clientes podem migrar dados para o SAP S/4HANA Cloud a partir de sistemas legados, usando tabelas de staging como fonte
para o cockpit de migração do SAP S/4HANA.
Os clientes com SAP S/4HANA Cloud podem usar o cockpit de migração do SAP S/4HANA incluído para migrar os dados. Se o
cliente escolher usar a abordagem Migrar dados por meio de tabelas de staging, o cockpit de migração do SAP S/4HANA criará
tabelas de staging para os objetos de migração relevantes para o seu projeto e migrará os dados dessas tabelas de staging para o
sistema SAP S/4HANA Cloud de destino.
Se você usar a opção Esquema do banco de dados SAP HANA local, o cockpit de migração do SAP S/4HANA gerará tabelas de
staging no esquema ABAP local do sistema SAP S/4HANA Cloud. Recomendamos o uso dessa opção caso você queira preencher
as tabelas de staging usando arquivos de modelo XML fornecidos pela SAP.
Se usar a opção Esquema do banco de dados SAP HANA remoto, você terá que especificar uma conexão relevante a um sistema
SAP HANA remoto. O cockpit de migração do SAP S/4HANA gera as tabelas de staging nesse local.

Utilização comercial

 Forneça projetos de migração no prazo e dentro do orçamento


 Fornecer dados confiáveis para usuários
 Aumentar o desempenho de carregamento de dados modificando para a leitura de tabela em vez de upload de arquivo
 Garantir dados mestre de qualidade para seus principais processos empresariais
 Valide os dados em relação a regras empresariais específicas do cliente
 Carregar dados para seu sistema SAP S/4HANA Cloud

Fluxos de processo chave

 Criar um projeto
 Selecionar os objetos de migração relevantes para seu projeto de migração
 Preencher tabelas de staging com dados usando ferramentas ETL da SAP ou de terceiros ou arquivos de modelo XML
fornecidos pela SAP
 Processar quaisquer tarefas de mapeamento em aberto para garantir o mapeamento correto dos dados de origem.
 Simular a migração de dados
 Retrabalhar os dados e repetir as tarefas de mapeamento (se necessário)
 Repetir o processo de simulação (se necessário)
 Migrar os dados para o SAP S/4HANA Cloud

Integração de colaboradores – Ativação do SAP S/4HANA (1FD)

Este item de escopo abrange a ativação técnica do SAP S/4HANA para permitir a integração de dados mestre do empregado e
arquivar dados do empregado e dados relativos ao empregado no SAP S/4HANA.
Este item de escopo permite que o SAP S/4HANA faça a integração dos dados mestre do empregado com o SuccessFactors
Employee Central. Ele também pode suportar a integração de um sistema de recursos humanos de terceiro. Tabelas e campos de
dados necessários podem armazenar empregados transferidos e dados relacionados ao empregado, incluindo dados
organizacionais e centros de custo atribuídos.
Este item de escopo não abrange configuração de gestão empresarial para processos de RH e não configura integração.

Utilização comercial

 Automatizar a configuração de tabelas do SAP S/4HANA HCM para armazenamento de dados de empregados e dados
relativos a empregados transferidos do SAP SuccessFactors Employee Central ou de outro sistema não SAP HCM
Fluxos de processo chave

 Criar e arquivar dados do empregado no SAP S/4HANA a partir de dados transferidos do SAP SuccessFactors Employee
Central ou de um sistema HCM não SAP

Fluxos de processo BPM

Processamento de conteúdo inteligente para classificação de documento (2YC)

O processamento de conteúdo inteligente para classificação de documento é uma automação do processo “Documentos para
classificação”, que utiliza serviços inteligentes (aprendizagem automática).
Classificação de documentos com linguagem escrita (texto não estruturado) requer grande trabalho manual.
Avanços recentes no campo da aprendizagem automática (ML) e processamento de linguagem natural (NLP) permitem uma
classificação de documentos mais precisa e totalmente automatizada com base no contexto textual.
O pré-requisito para tal automação são os dados do treinamento contendo exemplos que representam documentos corretamente
classificados, permitindo assim que a máquina utilize esses dados históricos para classificar um documento corretamente.

Utilização comercial

 Reduzir custos e aumentar a eficiência


 Substituir trabalho manual pela classificação de documento automática
 Reduzir erro humano durante o aumento do volume de documentos

Fluxos de processo chave


 Criar novo documento (como parte de “Administrar documentos”)
 Recuperar classificação automática
 Validar classificação automática

Fluxos de processo BPM

Catálogo de dados mestre para SAP S/4 HANA – On-premise (1I9)

Este item de escopo é utilizado como ponto de acesso central para a documentação sobre dados mestre – por exemplo, cliente,
conta do Razão e assim por diante. Basicamente, ele fornece uma visão geral de todos os objetos de dados mestre relevantes para
o SAP S/4HANA Enterprise Management.
A lista de objetos de dados mestre individuais mostra todos os objetos que são relevantes para o SAP S/4HANA,
independentemente do escopo que você escolher implementar.

Utilização comercial

 Habilitar usuários-chave e equipes de implementação nas melhores práticas para atualização de dados mestre
 Diminui o esforço e acelera a implementação

Versão do produto de software

 SAP S/4HANA Enterprise Management

Fluxos de processo chave

 Mestre de clientes
 Mestre de fornecedores
 Mestre de produtos para produto comercializável
 Mestre de produtos para matéria-prima
 Mestre de produtos semiacabados
 Mestre de produtos acabados
 G/L account
 Classe de custo
 Centro de lucro
 Ativo
 Centro de trabalho de produção
 Lista técnica de produção
 Roteiro
 Centro de custo
 Grupo de centros de custo
 Tipo de atividade
 Grupo de tipos de atividade
 Classe de custo group
 Costing run
 Mandato SEPA
 Novo período contábil MM aberto

Gestão de TI
Administre sua solução configurando a extensibilidade e a administração de saída em sua estrutura.

Administração e usabilidade

Gerenciamento de saída (1LQ)

Este item de escopo fornece informações sobre as melhores práticas para administração de saída do SAP S/4HANA que podem
ser usadas para implementar cenários empresariais que incluem tarefas relacionadas a saída.
Este item de escopo fornece informações sobre as melhores práticas para administração de saída do SAP S/4HANA que podem
ser usadas para implementar cenários empresariais que incluem tarefas relacionadas a saída. Ele se concentra no reuso do serviço
de controle de saída do SAP S/4HANA que está disponível para diferentes aplicações empresariais (como o documento de
faturamento e o pedido). O serviço de reuso oferece diversos recursos de saída de documentos comerciais aos receptores
empresariais. Os recursos disponíveis no contexto da aplicação são específicos a essa aplicação empresarial.
Na administração de saída do SAP S/4HANA, os formulários Adobe (XFA) são a tecnologia padrão usada para a renderização dos
objetos do aplicativo (como pedidos, contratos ou faturas) no formato PDF. A administração de saída oferece a estrutura
necessária para desenvolvimento e manutenção de modelos de formulário, montagem de dados, renderização e determinação de
mensagens para formulários.

Utilização comercial

 Use cenários de saída prontos para uso (configuração fornecida previamente)


 Integre apps SAP Fiori de forma nativa
 Configure de forma flexível o remetente e os destinatários para saída de e-mail
 Use modelos de assunto e de corpo de e-mail (incluindo variáveis de conteúdo dinâmico) para saída de e-mail
 Imprima e envie anexos por e-mail
 Defina regras empresariais para permitir o envio de várias mensagens a vários destinatários usando vários canais ao
mesmo tempo
 Amplie as regras com os campos padrão da SAP e os campos do cliente
 Efetue a saída em lote com ordenação genérica para saída inicial e reprocessamento (nova tentativa após erro e criação de
duplicados)
 Reduza o custo total de propriedade permitindo que usuários-chave (usuários não técnicos) adicionem outros campos de
negócios às definições de configuração e aos formulários Adobe.

Fluxos de processo chave

 Requisitos da administração de saída de documento


 Canais de comunicação necessários de documento (impressão, e-mail, EDI)
 Modelos necessários de documento (e-mail, formulários)
 Configuração da administração de saída (impressoras, e-mail)
 Personalizar modelos de formulário (adicionar campos personalizados)
 Personalizar modelo de formulário mestre (aplicar branding corporativo)
 Personalizar modelos de e-mail
 Definir regras empresariais para determinação de saída
 Saída com anexos

Fluxos de processo BPM

Você também pode gostar