Você está na página 1de 46

EXEMPLOS DE ATIVIDADES SUGERIDAS PARA

RECUPERAÇÃO DE JANEIRO DE 2022

ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL


E ENSINO MÉDIO
INTRODUÇÃO 1

ÁREA DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS APLICADAS 2


Ensino Fundamental Anos Finais
(6º ao 9º ano) 2
Ensino Médio
(1ª a 3ª série) 11

ÁREA DE CIÊNCIAS NATURAIS E MATEMÁTICA 16


Ensino Fundamental Anos Finais
(6º ao 9º ano) 16
Ensino Médio
(1ª a 3ª série) 24

ÁREA DE LINGUAGENS 32
Ensino Fundamental Anos Finais
(6º ao 9º ano) 32
Ensino Médio
(1ª a 3ª série) 35

PROJETO DE VIDA 38
Ensino Fundamental Anos Finais
(6º ao 9º ano) 38
Ensino Médio
(1ª a 3ª série) 42
1

INTRODUÇÃO
Este documento foi elaborado com o intuito de apoiar os professores que
atuarem na Recuperação Intensiva de Janeiro de 2022 a prepararem e realizarem
suas aulas. Para cada área do conhecimento (nos casos de Ciências Humanas,
Ciências Naturais e Matemática e Linguagens) ou componente curricular (no caso
de Projeto de Vida), são apresentados exemplos como sugestões de atividades a
serem trabalhadas a partir das habilidades previstas pelo Currículo Paulista.
2

ÁREA DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS


APLICADAS

Ensino Fundamental Anos Finais


(6º ao 9º ano)
Caro(a) Professor(a),

O material de apoio “Exemplo de Projeto Interdisciplinar para recuperação


de Janeiro de 2022”, elaborado pelas Equipes Curriculares de Geografia e História
da Área de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas do Centro de Ensino
Fundamental Anos Finais (CEFAF) da Coordenadoria Pedagógica (COPED) da
Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (SEDUC-SP), tem como propósito
contribuir com o processo de retomada das aprendizagens dos estudantes da rede
estadual de ensino durante o mês de Janeiro de 2022.
Nesse sentido, apresentamos neste documento um exemplo de Projeto
Interdisciplinar direcionado ao 6º ano para apoiá-lo(a) no desenvolvimento das
atividades com a sua turma. Além disso, destacamos a seguir um quadro
organizador com indicações de outros temas possíveis para trabalhar em cada ano
do Ensino Fundamental nos Anos Finais.
Lembramos que são sugestões, e que você, professor(a), com base na
realidade da sua unidade escolar, perfil da sua turma e nas fontes disponíveis, tem
autonomia para fazer as adaptações necessárias ao longo do percurso.
3

6º ANO

Anos Projeto 1 Projeto 2


Finais

Tema 1 Habilidades específicas Tema 2 Habilidades específicas

Geografia As relações (EF06GE01) Descrever Relações (EF06GE05) Caracterizar os


entre elementos constitutivos sociais e biomas, ecossistemas e os
sociedade e das paisagens e comparar recursos recursos naturais em diferentes
Natureza e as modificações nos naturais: suas lugares e relacionar com os
suas lugares de vivência e os aproximações padrões e componentes
implicações: usos desses lugares em em diferentes climáticos, hidrográficos,
povos diferentes tempos. lugares e geomorfológicos, pedológicos
originários e tempos. e biológicos.
comunidades (EF06GE02) Analisar e
tradicionais comparar modificações de (EF06GE17*) Discutir a
na América. paisagens por diferentes importância da água para
tipos de sociedades, com manutenção das formas de
destaque para os povos vida e relacionar com a sua
originários e comunidades disponibilidade no planeta,
tradicionais em diferentes tipos de usos, padrões de
lugares. consumo e práticas
sustentáveis para preservação
e conservação.

História (EF06HI08B) Identificar a (EF06HI14) Identificar e


partir de documentos analisar diferentes formas de
visuais e escritos as contato, adaptação ou
principais características exclusão entre populações em
das sociedades indígenas diferentes tempos e espaços.
da América, em especial
seus aportes tecnológicos, (EF06HI16) Caracterizar e
culturais e sociais. comparar as dinâmicas de
abastecimento e as formas de
organização do trabalho e da
vida social em diferentes
sociedades e períodos, com
destaque para as relações
entre senhores e servos.
4

7º ANO

Projeto 1 Projeto 2

Anos Tema 1 Habilidades específicas Tema 2 Habilidades específicas


Finais

Geografia Brasil: (EF07GE17*) Identificar os Fluxos (EF07GE07A) Analisar o papel


tensões e processos migratórios econômicos das redes de transporte e
formação internos e externos, globais em comunicação e estabelecer
social. reconhecendo as diferentes relações com os fluxos materiais
contribuições dos povos tempos. (objetos, mercadorias, pessoas) e
indígenas, africanos, imateriais (dados, informação,
europeus, asiáticos entre comunicação) em escala global.
outros para a formação da
sociedade brasileira, em (EF07GE08) Estabelecer relações
diferentes regiões entre os processos de
brasileiras, em especial no industrialização e inovação
Estado de São Paulo. tecnológica e analisar as
transformações socioeconômicas,
(EF07GE18*) Analisar as políticas, culturais e ambientais
influências indígenas e do território brasileiro.
africanas no processo de
formação da cultura
brasileira e relacionar com a
atuação dos movimentos
sociais contemporâneos no
Brasil.

(EF07HI09) Analisar os
História diferentes impactos da (EF07HI18*) Comparar a
conquista europeia da dinâmica econômica nas colônias
América para as populações portuguesa e espanhola na
ameríndias e identificar as América.
principais formas de
resistência. (EF07HI12) (EF07HI17) Discutir as razões da
Identificar a distribuição passagem do mercantilismo para
territorial da população o capitalismo.
brasileira em diferentes
épocas, considerando a
diversidade étnico-racial,
étnico-cultural (indígena,
africana, europeia e
asiática) e os interesses
políticos e econômicos.
5

8º ANO

Projeto 1 Projeto 2

Anos Tema 1 Habilidades específicas Tema 2 Habilidades específicas


Finais

(EF08GE23) Identificar
Geografia América paisagens da América Formas de (EF08GE24) Analisar as
Latina: Latina e associá-las, por produção e principais características
principais meio de representações seus produtivas dos países
característica cartográficas, aos impactos latino-americanos, estabelecer
s e tensões diferentes povos da região, socioambien comparações entre a
territoriais em com base em aspectos da tais. exploração mineral, agricultura,
diferentes geomorfologia, da pecuária entre outras e
tempos. biogeografia, da hidrografia relacionar com os indicadores
e da climatologia. de desenvolvimento econômico
(EF08GE05) Aplicar os e social.
conceitos de Estado,
nação, território, governo e (EF08GE30*) Identificar as
país e analisar os conflitos problemáticas socioambientais
e tensões na resultantes das formas
contemporaneidade, com predatórias dos múltiplos usos
destaque para as situações da água e discutir os desafios
geopolíticas na América e relacionados à gestão das
na África e suas múltiplas águas na América Latina, em
regionalizações a partir do especial no Brasil.
pós-guerra.

(EF08HI06) Aplicar os (EF08HI03) Analisar os


História conceitos de Estado, impactos da Revolução
nação, território, governo e Industrial nas relações de
país para o entendimento trabalho, na produção e
de conflitos e tensões, no circulação de povos, produtos
contexto das e culturas.
independências
americanas.
(EF08HI11) Identificar e
explicar os protagonismos
e a atuação de diferentes
grupos sociais e étnicos
nas lutas de independência
no Brasil, na América
Espanhola e no Haiti.
6

9º ANO

Projeto 1 Projeto 2

Anos Tema 1 Habilidades específicas Tema 2 Habilidades específicas


Finais

Geografia A influência (EF09GE01) Analisar Integração (EF09GE19*) Analisar as


europeia no criticamente de que mundial e relações entre o local e o global
mundo e suas forma a hegemonia tensões e discutir a pluralidade de
consequência europeia foi exercida em sociais. sujeitos em diferentes lugares.
s. várias regiões do
planeta, notadamente em (EF09GE05) Analisar fatos e
situações de conflitos, situações referentes à
intervenções militares integração mundial econômica,
e/ou influência cultural, política e cultural e comparar as
em diferentes tempos e características e fenômenos dos
lugares. (EF09GE06) processos de globalização e
Associar o critério de mundialização.
divisão do mundo em
Ocidente e Oriente a
partir do Sistema
Colonial implantado
pelas potências
europeias e analisar as
consequências políticas,
econômicas, sociais,
culturais e ambientais
para diferentes países.

(EF09HI16) Relacionar a Carta


História (EF09HI31) Descrever e dos Direitos Humanos ao
avaliar os processos de processo de afirmação dos
descolonização na África direitos fundamentais e de
e na Ásia, identificando o defesa da dignidade humana,
papel dos principais valorizando as instituições
movimentos voltadas para a defesa desses
nacionalistas nas lutas direitos e para a identificação
de independência. dos agentes responsáveis por
sua violação.
(EF09HI35) Analisar os aspectos
relacionados ao fenômeno do
terrorismo na
contemporaneidade, incluindo os
movimentos migratórios e os
choques entre diferentes grupos
e culturas.
7

Exemplo de Projeto Interdisciplinar

6º ano

Tema: As relações entre Sociedade e Natureza e suas implicações: povos


originários e comunidades tradicionais na América.

Área de conhecimento: Ciências Humanas e Sociais Aplicadas

Componentes Curriculares: Geografia e História

Competências Específicas da Área de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas

1. Compreender a si e ao outro como identidades diferentes, de forma a exercitar o


respeito à diferença em uma sociedade plural e promover os direitos humanos.

4. Interpretar e expressar sentimentos, crenças e dúvidas com relação a si mesmo,


aos outros e às diferentes culturas, com base nos instrumentos de investigação das
Ciências Humanas, promovendo o acolhimento e a valorização da diversidade de
indivíduos e de grupos sociais, seus saberes, identidades, culturas e
potencialidades, sem preconceitos de qualquer natureza.

6. Construir argumentos, com base nos conhecimentos das Ciências Humanas,


para negociar e defender ideias e opiniões que respeitem e promovam os direitos
humanos e a consciência socioambiental, exercitando a responsabilidade e o
protagonismo voltados para o bem comum e a construção de uma sociedade justa,
democrática e inclusiva.

Habilidades Específicas dos Componentes de Geografia e História - Currículo


Paulista/Ensino Fundamental Anos Finais - 6º ano

(EF06GE01) Descrever elementos constitutivos das paisagens e comparar as


modificações nos lugares de vivência e os usos desses lugares em diferentes
tempos.

(EF06GE02) Analisar e comparar modificações de paisagens por diferentes tipos de


sociedades, com destaque para os povos originários e comunidades tradicionais em
diferentes lugares.

(EF06HI08B) Identificar a partir de documentos visuais e escritos as principais


características das sociedades indígenas da América, em especial seus aportes
tecnológicos, culturais e sociais.

Temas Contemporâneos Transversais


8

Educação Ambiental, Diversidade Cultural, Educação em Direitos Humanos e


Educação das Relações Étnico-Raciais e Ensino de História e Cultura
Afro-Brasileira, Africana e Indígena.

Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável - Objetivos de


Desenvolvimento Sustentável (ODS)

● ODS 10 - Redução das desigualdades. META 10.2 - Até 2030,


empoderar e promover a inclusão social, econômica e política de todos,
independentemente da idade, sexo, deficiência, raça, etnia, origem, religião,
condição econômica ou outra.

● ODS 11 - Cidades e Comunidades Sustentáveis. META 11.3 - Até


2030, aumentar a urbanização inclusiva e sustentável, e a capacidade para o
planejamento e a gestão participativa, integrada e sustentável dos
assentamentos humanos, em todos os países. META 11.4 - Fortalecer
esforços para proteger e salvaguardar o patrimônio cultural e natural do
mundo.

● ODS 12 - Cidades e Comunidades Sustentáveis. META 12.8 - Até


2030, garantir que as pessoas em todos os lugares, tenham informação
relevante e conscientização sobre o desenvolvimento sustentável e estilos de
vida em harmonia com a natureza.

Etapas para o desenvolvimento do projeto:

1. Contextualização - Atividade coletiva

Levantamento prévio dos(as) estudantes sobre o tema.

Roda de diálogo: Utilizar o infográfico e os mapas indicados a seguir, propondo


uma leitura em conjunto com os(as) estudantes. Questione os(as) estudantes sobre
os dados e informações presentes no infográfico e nos mapas.

● Infográfico - América Latina Povos Originários – Quantos são? Fonte: Ensinar


História - Joelza Ester Domingues. Disponível em:
https://ensinarhistoria.com.br/infograficos/america-latina-povos-originarios-quant
os-sao/ Acesso em: 16 de dez. 2020.
● Mapas - Terras Indígenas, disponível em: https://mirim.org/terras-indigenas.
Acesso em: 16 de Dez. 2020; e Distribuição da população indígena no Brasil,
disponível em:
https://educa.ibge.gov.br/jovens/conheca-o-brasil/populacao/20506-indigenas.ht
ml. Acesso em: 18 de dez. 2020.
9

Com base nos materiais de apoio e nos conhecimentos da turma, apresente as


questões propostas para aprofundar o diálogo:

1 - Na América Latina, quais são os territórios com menor número de indígenas


atualmente? E qual o território com maior número? Elabore uma hipótese para
explicar por que isso aconteceu com esses povos indígenas.

2 - Quais informações apresentadas mais chamaram a sua atenção? Por quê?

3 - Onde estão localizadas as maiores áreas de terras indígenas no Brasil?

4 - Em qual estado brasileiro podemos encontrar a maior parte da população


indígena? Por que isso ocorre?

5 - Antes da chegada dos europeus no território a distribuição dos povos indígenas


era igual a atual? Houve alguma alteração nessa distribuição? Comente suas
respostas.

6 - Como você define os povos originários e comunidades tradicionais presentes


no Brasil e na América Latina?

2. Problematização - Atividade individual.

Questão-problema: Os direitos dos povos originários e comunidades tradicionais na


América são respeitados?

Uma sugestão é utilizar o Padlet, ferramenta online que permite a criação de um


mural virtual dinâmico e interativo para registrar e partilhar os conhecimentos e
percepções dos(as) estudantes. Momento oportuno para incluir exemplos de
violações de direitos humanos relacionados a esses grupos no Brasil e/ou países da
América Latina.

3. Desenvolvimento - Atividade em grupo e coletiva

Investigação para responder o seguinte roteiro:

I. Como os povos originários e comunidades tradicionais se relacionam com a


natureza em diferentes lugares?

II. Como transformam as paisagens?

III. Qual a importância dos povos originários e comunidades tradicionais na


conservação e preservação do meio ambiente?

IV. Dê exemplos de práticas sustentáveis oriundos dos povos originários e


comunidades tradicionais.
10

V. As violações dos direitos humanos estão relacionadas com essas práticas


sustentáveis indicadas anteriormente? Incentivar os registros e a
sistematização dos dados e informações da pesquisa e a socialização das
percepções em uma roda de diálogo.

4. Produto Final - Atividade em grupo

Com base nas atividades anteriores os(as) estudantes terão repertório para
consolidar as percepções, conhecimentos e descobertas em um produto final.
Produzir uma notícia de jornal no formato digital. Incorporar a notícia no Padlet e
compartilhar via plataformas digitais e redes sociais da escola.

5. Socialização - Atividade coletiva

Criar oportunidades para os(as) estudantes dialogarem sobre o desenvolvimento


das atividades propostas).

6. Avaliação - Atividade individual e coletiva

Incorporar nesta etapa a autoavaliação. Possibilidades: o que os(as) estudantes


aprenderam com o desenvolvimento da atividade? Como foi trabalhar em grupo?

Observação: acrescentar outras questões pertinentes à realidade da sua turma e


escola.

7. Materiais de Apoio

Ensinar História. Joelza Ester Domingues. América Latina Povos Originários –


Quantos são? Disponível em: https://ensinarhistoriajoelza.com.br/infograficos/
Acesso em: 16 de dez. 2020.
MIRIM, ISA. Terras Indígenas. Disponível em: https://mirim.org/terras-indigenas.
Acesso em: 16 de dez. 2020.
IBGE Educa. Conheça o Brasil - População - Indígenas. Disponível em:
https://educa.ibge.gov.br/jovens/conheca-o-brasil/populacao/20506-indigenas.html.
Acesso em: 18 de dez. 2020.
IBGE Educa. Observando mudanças nas paisagens ao longo do tempo. Disponível
em:
https://educa.ibge.gov.br/professores/educa-atividades/17595-observando-mudanca
s-nas-paisagens-ao-longo-do-tempo.html. Acesso em: 16 de dez. 2020.
11

Ensino Médio
(1ª a 3ª série)

Orientações Gerais

Caro professor,

Pensando no conjunto de habilidades essenciais e de suporte para serem


desenvolvidas no processo de Recuperação em Janeiro de 2021 na Área de
Ciências Humanas Sociais e Aplicadas, apresentamos um exemplo de projeto com
abordagem interdisciplinar. Essa proposta tem o sentido de propiciar situações para
que o estudante exerça o protagonismo no processo de aprendizagem.

Para isso, o documento (Conjunto de Habilidades por Área de Conhecimento


- das Ciências Humanas Sociais e Aplicadas) defende um trabalho por
competências e habilidades, assim como a contextualização dos objetos de
conhecimento.

Os professores desempenham papéis importantes, trazendo inovações para


a sala de aula. Isso possibilitará maior interação no desenvolvimento do processo
de ensino-aprendizagem, promovendo maior autoconhecimento, empatia,
comunicação e cooperação.

O ato de trabalhar habilidades e competências no dia a dia traz vantagens


para toda a comunidade escolar, mas em especial para os professores e
estudantes. A busca por novas formas de ensino que proporcionam maior estímulo,
motivação e engajamento do educando tem vários benefícios, sendo o principal
deles o próprio aprendizado, seguido da evolução do seu conhecimento e da
capacidade de estabelecer estratégias para o desenvolvimento de cada atividade
proposta. Sendo assim, os estudantes tornam-se protagonistas de seu processo de
ensino-aprendizado, o que envolve e desenvolve responsabilidade, autonomia,
entre outras questões pertinentes à vida deles, tanto em seu percurso escolar, como
em sua vida profissional e cotidiana.

Dessa forma, é importante que vocês, professores dos diferentes


componentes curriculares, se reúnam a fim de propor atividades e problematizações
que desenvolvam as habilidades. Consideramos que o mesmo projeto poderá ser
aplicado nas três séries do Ensino Médio, mediante adaptações que se fizerem
necessárias a partir dos temas e problemas em destaque nas tabelas.
12

Exemplo de Projeto Interdisciplinar

Ensino Médio – Área de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas

Projeto: Cantar e contar ideias e histórias sobre a vida em sociedade.

Palavras chave: Democracia, imigração, refugiados, Direitos Humanos,


diversidade, desigualdades.

Produto final: Produção textual/ jornal, blog, folder, cartaz, paineis, batalha de
slam, composição de músicas e conteúdos de podcast.

Área: Ciências Humanas e Sociais Aplicadas.

Componentes Curriculares: Filosofia, Geografia, História e Sociologia.

Temas Contemporâneos Transversais na BNCC: Multiculturalismo; Cidadania e


civismo.

Fontes de pesquisa e informação: livros didáticos, músicas, vídeos, exemplos de


podcast, textos de apoio, sites, blogs etc.

Etapas de trabalho:

● Formação dos grupos de estudantes;


● Pesquisa prévia: análise de textos, sites, blogs, jornais, documentos oficiais
(marcos legais), mapas, dentre outros;
○ Seleção de recorte temático e problematização da pesquisa dos
agrupamentos:

1ª série: estudos sobre desigualdade, migração e diversidade;

2ª série: cidadania e qualidade de vida e formação da sociedade brasileira;

3ª série: movimentos sociais articulados com questões relativas ao conceito


de Estado e sociedade.

● Roteirização do projeto;
● Orientação no processo de pesquisas prévias tendo em vista o produto final
escolhido pelos estudantes;
● Socialização dos resultados das pesquisas;
● Apresentação, avaliação e autoavaliação do produto final.

Indicação de fontes de pesquisas:

ACNUR, Agência da ONU para Refugiados. Disponível em:


https://www.acnur.org/portugues/dados-sobre-refugio/ Acesso em 18 dez. 2020.
COPED/DEMOD/CINC. Estudantes Migrantes Internacionais
13

Disponível em:
https://drive.google.com/file/d/1hdmXav-vmQNPyA7nQKlC35m8YbA9NM0T/view>
Acesso em 17 dez.2020.
CURRÍCULO PAULISTA. Materiais de Apoio. Disponível em:
<https://efape.educacao.sp.gov.br/curriculopaulista/ensino-medio/materiais-de-apoio
/ > Acesso em 17 dez.2020.
PAULA, Josi de. Slam: literatura e resistência. Educação Pública, v.19, no 30, 19 de
nov. de 2019. . Diponível em <
https://educacaopublica.cecierj.edu.br/artigos/19/30/slam-literatura-e-resistencia>
Acesso em 17 dez.2020.
PODCATS Toca Brasil. Itaú Cultural. Disponível em:
<https://www.itaucultural.org.br/secoes/podcasts/toca-brasil/?utm_source=google-se
arch&utm_medium=cpc&utm_campaign=F2_GO_SE_Conte%C3%BAdo_PodcastsT
ocaBrasil&gclid=Cj0KCQiAw_H-BRD-ARIsALQE_2Ml_BjyrNbaPsnwgaqoSFWg6uar
M15SXBVmB7pCX_Ol9yuRcWbu27YaAmo8EALw_wcB>. Acesso em: 18 dez.
2020.
MUSEU DA IMIGRAÇÃO. Disponível em: <https://museudaimigracao.org.br/>.
Acesso em: 17 dez. 2020.
MUSEU DA IMIGRAÇÃO. Direitos Migrantes: Nenhum a menos. Disponível em:
https://museudaimigracao.org.br/uploads/portal/educativos/materiais/educativo-direit
os-migrantes-nenhum-a-menos-20-01-2020-21-06.pdf> Acesso em 18 dez.2020.
MUSEU HISTÓRICO DA IMIGRAÇÃO JAPONESA NO BRASIL. Disponível em:
<http://www.museubunkyo.org.br/>. Acesso em: 18 dez. 2020.
Secretaria de Estado da Educação – São Paulo. Coordenadoria de Estudos e
Normas Pedagógicas. CENP. Em Foco: a escola nas férias.São Paulo: 2000.

Músicas:

Cidadão. Zé Geraldo. Disponível em:


<https://www.letras.mus.br/ze-geraldo/68686/>. Acesso em: 17 dez. 2020.
Democracia. Tom Zé. Disponível em: <https://www.letras.mus.br/tom-ze/164878/>.
Acesso em: 17 dez. 2020.
Fotografia 3X4. Belchior. Disponível em:<
https://www.letras.mus.br/belchior/132598/>. Acesso em: 17 dez. 2020.
Geração Coca-cola. Legião urbana. Disponível em:
<https://www.letras.mus.br/legiao-urbana/45051/>. Acesso em: 17 dez. 2020.
Ilê Ayê. O Rappa. Disponivel em: https://www.letras.mus.br/o-rappa/47770/>.
Acesso em: 17 dez. de 2020.
Indios. Legião Urbana. Disponível em:
<https://www.letras.mus.br/legiao-urbana/92/>. Acesso em: 17 dez. 2020.
Mestre Sala dos Mares. João Bosco. Disponível em:
<https://www.letras.mus.br/joao-bosco/663976/> Acesso em 17 dez.2020.
O calibre. Paralamas do Sucesso. Disponível em:
<https://educador.brasilescola.uol.com.br/estrategias-ensino/a-abordagem-violencia-
urbana.htm> Acesso em 17 dez.2020.
Pela internet. Gilberto Gil. Disponível em:<
https://www.letras.mus.br/gilberto-gil/68924/>. Acesso em: 17 dez. 2020.
São coisas nossas. Noel Rosa Disponível em:
<https://www.letras.mus.br/noel-rosa-musicas/397361/>. Acesso em: 17 dez. 2020.
14

Um Trem para as Estrelas. Cazuza. Disponivel em:


<https://www.letras.mus.br/cazuza/45012/>. Acesso em: 17 dez. 2020.
NASCIMENTO DE SÁ, Charles. Historiografia e ensino de história: música popular
brasileira e o sentido da colonização no Brasil. Revista de Teoria da História Ano 7,
Número 13, Abril/2015 Universidade Federal de Goiás ISSN: 2175-5892.

1ª SÉRIE

Tema 1 Componente Habilidades específicas

Analisar a questão da pobreza no âmbito da reflexão


Estudos sobre Filosofia sobre justiça social (4o bimestre)
desigualdade e
Justiça Social
Analisar as desigualdades relativas ao conhecimento
Geografia técnico e tecnológico produzido pelas diversas sociedades
em diferentes circunstâncias espaçotemporais

Desenvolver a compreensão dos elementos socioculturais


História que constituem as identidades a partir do estudo das
questões de alteridade.

Distinguir diferença de desigualdade


Sociologia

Tema 2 Componente Habilidades específicas

Identificar diferentes conceitos de democracia e sua


A importância Filosofia relação com a igualdade efetiva entre os cidadãos (4o
da democracia bimestre)
para o
reconhecimento Aplicar os conceitos de fluxos e redes geográficas
dos fluxos Geografia
migratórios e da
diversidade Identificar as principais causas e características dos
cultural História movimentos de migração que caracterizam o processo
histórico de ocupação territorial;

Compreender que a humanidade só existe na diferença


Sociologia (3º bimestre)

2ª SÉRIE

Tema 1 Componente Habilidades específicas


15

Questionar a realidade social e planejar ações de


Cidadania e Filosofia intervenção solidária (1o bimestre)
qualidade de
vida
Identificar problemas socioespaciais e ambientais urbanos,
Geografia caracterizando-os e propondo ações para a melhoria das
condições de vida nas cidades brasileiras

Compreender e valorizar os fundamentos da cidadania e da


História democracia, do presente e do passado, de forma a
favorecer a atuação consciente e o comportamento ético do
indivíduo na sociedade.

Compreender o que é violência em suas diferentes


Sociologia dimensões

Tema 2 Componente Habilidades específicas

Construir argumentação crítica sobre as práticas sociais de


Formação da Filosofia discriminação e preconceitos
sociedade
brasileira
Associar as manifestações culturais dos diferentes grupos
Geografia étnicos que compõem a matriz brasileira do presente aos
processos históricos de sua formação cultural

Analisar criticamente o significado da construção dos


História diferentes marcos relacionados à formação histórica da
sociedade brasileira.

Sensibilizar-se em relação às tensões que ocorreram na


Sociologia formação da diversidade brasileira (1º bimestre)

3ª SÉRIE

Tema 1 Componente Habilidades específicas

Reconhecer o caráter insatisfatório, ingênuo e mesmo


Movimentos Filosofia ideológico de certas explicações normalmente aceitas pelo
sociais e as senso comum para o problema da desigualdade (2o
transformaçõe bimestre)
s no mundo
Associar e interpretar mapas sobre a distribuição da
Geografia riqueza mundial e o número de pessoas refugiadas para
identificar as distintas assimetrias e integrações na ordem
mundial
16

Analisar criticamente as justificativas ideológicas


História apresentadas pelas grandes potências para interferir nas
várias regiões do planeta (sistemas modernos de
colonização, imperialismo, conflitos atuais).

Reconhecer e identificar algumas das principais


Sociologia reivindicações dos movimentos sociais contemporâneos (2º
bimestre)

Tema 2 Componente Habilidades específicas

Questionar o papel social do Estado e das leis (2o


Estado e Filosofia bimestre)
sociedade
Comparar e diferenciar os critérios de regionalização
Geografia mundial, considerando as intencionalidades sociais,
políticas e econômicas que as envolvem

Identificar os processos históricos de formação das


História instituições sociais e políticas regulamentadoras da
sociedade brasileira.

Compreender o conceito geral de Estado e suas formas


Sociologia

ÁREA DE CIÊNCIAS NATURAIS E MATEMÁTICA


Ensino Fundamental Anos Finais
(6º ao 9º ano)

Orientações/sugestões gerais recuperação Janeiro - Ciências e Matemática

6º ano - Tema 1 - Educação Ambiental - Impactos socioambientais na produção de


materiais sintéticos.

(EF06CI04) Associar a produção de medicamentos e outros materiais sintéticos ao


desenvolvimento científico e tecnológico, reconhecendo benefícios e avaliando
impactos socioambientais.

(EF06MA31) Identificar e diferenciar as variáveis e suas frequências e os elementos


constitutivos (título, eixos, legendas, fontes e datas) em diferentes tipos de gráficos.

Etapa 1
17

Pesquisar materiais sintéticos derivados do petróleo, focalizando a


composição, utilização, impactos ambientais e dados gerais. Discutir como o
desenvolvimento científico e tecnológico impactou a produção e uso dos derivados
do petróleo, reconhecendo os benefícios gerados e avaliando seus impactos
socioambientais.

Etapa 2

Organizar os dados obtidos da etapa 1 em gráficos e tabelas, abordando


também os benefícios e avaliando os impactos ambientais.

Etapa 3

Apresentar outros gráficos que abordem a temática, destacando seus


elementos constitutivos e discutindo o desenvolvimento científico e tecnológico dos
materiais sintéticos derivados do petróleo.

A organização do trabalho poderá ser feita em forma de apresentação oral,


escrita, ou outra ferramenta sugerida pelo professor.

Sugestão de fontes de pesquisa:


Caderno do aluno Ciências 1º Bimestre
Caderno do aluno Matemática 2º Bimestre
Toda Matéria - https://www.todamateria.com.br/
Portal Petrobrás - https://petrobras.com.br/pt/nossas-atividades/produtos/
Portal Nova Escola - https://novaescola.org.br/

6º ano - Tema 2 - Misturas e medidas

(EF06CI02) Observar, identificar e registrar evidências de transformações químicas


decorrentes da mistura de diversos materiais, ocorridas tanto na realização de
experimentos quanto em situações do cotidiano, como a mistura de ingredientes
para fazer um bolo, mistura de vinagre com bicarbonato de sódio, como também
pelo conhecimento, por meio de publicação eletrônica ou impressa, de situações
relacionadas ao sistema de produção.

(EF06MA24) Resolver e elaborar situações-problema que envolvam as grandezas


comprimento, massa, tempo, temperatura, área (triângulos e retângulos),
capacidade e volume (sólidos formados por blocos retangulares), sem uso de
fórmulas, inseridos, sempre que possível, em contextos oriundos de situações reais
e/ou relacionadas às outras áreas do conhecimento.

Etapa 1
18

Desafio - A situação problema é a necessidade de preparar um bolo grande


utilizando uma receita de um bolo médio do livro das receitas da sua avó. Para isso,
o estudante deve descobrir que é necessário manter as proporções entre os
ingredientes para ter o bolo desejado.

Pesquisar os ingredientes e procedimentos para fazer um bolo de 1 kg, após


isso, descrever a receita para um bolo de 5 kg.
https://www.youtube.com/watch?v=BC6o-dNp5ek do início até o minuto 5.

Etapa 2

Descrever detalhadamente os ingredientes e transformações químicas,


evidenciando os conceitos capacidade, volume, massa, tempo e temperatura.

Realizar atividades com auxílio do material SP faz escola volume 1 de


Matemática e Ciências.

Etapa 3

Apresentar os resultados das atividades realizadas, por meio de apresentação oral,


escrita, experiências práticas, ou outra forma sugerida pelo professor, podendo até,
utilizar-se de tecnologias digitais.

Sugestão de fontes de pesquisa:


Caderno do aluno Ciências 1º Bimestre
Caderno do aluno Matemática 1º Bimestre
Aula CMSP Matemática disponível no Youtube: https://youtu.be/3ZUnNsDcOMI
Aula CMSP Ciências, disponível no Youtube:
https://www.youtube.com/watch?v=kFUrVlMU5BY&list=PLAdEu5NtlLkZsjFXWOpxe
PeJ5p5LesCM1&index=27

Orientações/sugestões gerais recuperação Janeiro - Ciências e Matemática

7º ano - Tema 1 - Leitura e interpretação de indicadores da saúde

(EF07CI09) Interpretar as condições de saúde da comunidade, cidade ou estado,


com base na leitura, análise e comparação de indicadores de saúde - taxa de
mortalidade infantil, cobertura de saneamento básico e incidência de doenças de
veiculação hídrica, atmosférica, entre outros - e de resultados de políticas públicas
destinadas à saúde.

(EF07MA34) Planejar e realizar experimentos aleatórios ou simulações que


envolvem cálculo de probabilidades ou estimativas por meio de frequência de
ocorrências.

Etapa 1 - Estudo de caso:


19

Realizar um estudo sobre o saneamento básico e organizar um relatório


considerando os seguintes aspectos:
- O que é saneamento básico?
- Cobertura de saneamento básico na sua cidade e bairro.

Etapa 2 - Levantamento de Dados

Discutir sobre doenças causadas pela falta de saneamento básico adequado.

Etapa 3 - Resolução das perguntas:

Se fosse escolhida ao acaso uma pessoa da sua cidade, qual é a


probabilidade dela morar numa residência com saneamento básico?

Se fosse escolhida ao acaso uma pessoa de seu bairro, qual é a


probabilidade dela morar numa residência com saneamento básico?

Após a resolução das perguntas, escrever um breve texto relatando a


importância do saneamento básico para as condições de saúde da população.

Apresentar os resultados das atividades realizadas, por meio de


apresentação oral, escrita, experiências práticas, ou outra forma sugerida pelo
professor, podendo-se utilizar tecnologias digitais.

Sugestão de fontes de pesquisa:


Aula CMSP Ciências disponível no Youtube:
https://www.youtube.com/watch?v=oiHnO00dvt8&list=PLXyA-zl-y4WFrHNvR63k-yyJ
QDuEXBAfa&index=18
http://www.tratabrasil.org.br/saneamento/principais-estatisticas/no-brasil/esgoto

7º ano - Tema 2 - Máquinas simples - ângulos, funcionamento, história e aplicação.

(EF07CI01A) Discutir a aplicação das máquinas simples (martelo, tesoura, uma


alavanca, roldana, plano inclinado entre outras) e propor soluções e invenções para
a realização de tarefas mecânicas cotidianas.

(EF07MA29) Resolver e elaborar situações-problema que envolvam medidas de


grandezas inseridos em contextos oriundos de situações cotidianas ou de outras
áreas do conhecimento, reconhecendo que toda medida empírica é aproximada.

Etapa 1

Lei nº 13.146 de 06 de Julho de 2015:


20

Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da


Pessoa com Deficiência)

https://presrepublica.jusbrasil.com.br/legislacao/205855325/lei-13146-15#art-53

“A acessibilidade é direito que garante à pessoa com deficiência ou com mobilidade


reduzida viver de forma independente e exercer seus direitos de cidadania e de
participação social.”

Discutir o trecho da lei apresentado com foco em refletir sobre os locais com
acessibilidade que conheçam, no ambiente escolar ou fora dele a fim de identificar
se estes locais atendem às necessidades de seus usuários. Discutir também como
os conhecimentos da Ciência e da Matemática podem contribuir para o
desenvolvimento e a produção de equipamentos que promovam a acessibilidade às
pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida.

Etapa 2

Descrever o que é uma rampa de acessibilidade, contendo suas normas


técnicas para implementação.

Blog Freedom:
https://blog.freedom.ind.br/seguranca-e-acessibilidade-conheca-as-normas-e-leis-pa
ra-construcao-de-rampas-de-acesso/#:~:text=Para%20ser%20considerada%20uma
%20rampa,o%20n%C3%BAmero%20m%C3%A1ximo%20de%20segmentos.

Etapa 3

Elabore um desenho de um projeto de rampa (atendendo as normas


técnicas) que poderia ser implementado em sua escola ou casa.

O uso de tecnologias digitais pode ser utilizado, como apresentado no vídeo


disponível no link: https://www.youtube.com/watch?v=Mz1XRnliKqE

Orientações/sugestões gerais recuperação Janeiro - Ciências e Matemática

8º ano - Tema 1 - Tempo e clima - temperatura, umidade e pressão

(EF08CI15) Identificar variáveis envolvidas na previsão do tempo, simular situações


nas quais elas possam ser medidas, a partir de análise de dados como temperatura,
umidade e pressão.
21

(EF08MA23) Identificar o tipo adequado de gráfico para representar um conjunto de


dados de uma pesquisa ou expressar determinada informação.

Etapa 1

Pesquise sobre os diferentes tipos de clima no Brasil e discuta com seus


colegas os resultados obtidos.

Etapa 2

Observar o clima na sua região/cidade e descrevê-lo.

Discutir iniciativas ambientais que contribuam para diminuição da poluição


atmosférica.

Etapa 3

Construa um termômetro caseiro e, por meio de medidas observadas durante


o dia, um gráfico que represente melhor os dados coletados.

Sugestões de fontes de pesquisa:


https://educador.brasilescola.uol.com.br/estrategias-ensino/construindo-um-termome
tro.htm#:~:text=Como%20fazer%3A,cm%20de%20uma%20das%20pontas).
https://www.youtube.com/watch?v=Wp2fbdD60kY
https://www.todamateria.com.br/poluicao-do-ar/

8º ano - Tema 2 - Consumo de eletrodomésticos.

(EF08CI04) Calcular o consumo de eletrodomésticos, a partir dos dados de potência


descritos no próprio equipamento e tempo médio de uso, para comparar e avaliar
seu impacto no consumo doméstico.

(EF08MA04) Resolver e elaborar situações-problema, envolvendo cálculo de


porcentagens, incluindo o uso de tecnologias digitais.

Etapa 1

Hoje, na montagem da grande maioria dos aparelhos eletrônicos são


consideradas formas e componentes que possam reduzir ao máximo o consumo de
energia utilizada. Porém, mesmo com toda tecnologia disponível para que isso
ocorra, ainda há certos equipamentos que, por já terem certo tempo de uso, acabam
consumindo uma quantidade de energia maior do que a esperada.
22

Pesquise sobre o consumo dos eletrodomésticos mais presentes numa


residência, verificando as informações de consumo de pelo menos dois
eletrodomésticos mais utilizados com o auxílio de um responsável e traga essas
informações a sua turma e, junto ao professor, o significado de cada informação
coletada em relação às grandezas apresentadas no campo de informações de cada
aparelho.

Etapa 2

Se você pudesse trocar seus eletrodomésticos por outros mais econômicos,


qual seria a porcentagem de economia de energia elétrica economizada em cada
eletrodoméstico.

Etapa 3

Propor ações coletivas em sua escola ou comunidade para uso consciente da


energia elétrica.

Sugestão de fontes de pesquisa:


http://www.procelinfo.com.br/main.asp?View=%7BE6BC2A5F-E787-48AF-B485-439
862B17000%7D
https://www.todamateria.com.br/energia-eletrica/
https://servicos.celpe.com.br/servicos-ao-cliente/Pages/calcular-consumo.aspx

Orientações/sugestões gerais recuperação Janeiro - Ciências e Matemática

9º ano - Tema 1 - Sistema solar - distâncias, características e dimensões


(EF09CI14) Descrever a composição e a estrutura do Sistema Solar (Sol, planetas rochosos,
planetas gigantes gasosos e corpos menores), assim como a localização do Sistema Solar na nossa
Galáxia (a Via Láctea) e dela no Universo (apenas uma galáxia dentre bilhões).
(EF09MA18) Reconhecer e empregar unidades usadas para expressar medidas muito grandes ou
muito pequenas, tais como distância entre planetas e sistemas solares, tamanho de vírus ou de
células, capacidade de armazenamento de computadores, entre outros.

Etapa 1

Pesquisar sobre a composição, estrutura e localização do Sistema Solar no


Universo.

Etapa 2

Descrever as distâncias entre os planetas e sistemas solares por meio de notação


científica.

Etapa 3
23

Compor uma apresentação ou um trabalho escrito envolvendo os estudos das


etapas 1 e 2, podendo envolver maquete ou vídeo.

Sugestão de fontes de pesquisa:


https://www.todamateria.com.br/estrutura-da-terra/
https://www.youtube.com/watch?v=u075D8tkybo
https://www.youtube.com/watch?v=JHAPT_0cs_I

Sugestão de filmes:
”Perdido em Marte”
“Impacto Profundo”

9º ano - Tema 2 - Sustentabilidade.


(EF09CI13) Propor iniciativas individuais e coletivas para a solução de problemas ambientais da
comunidade e/ou da cidade, com base na análise de ações de consumo consciente e de
sustentabilidade bem-sucedidas.
(EF09MA23) Planejar e executar pesquisa amostral envolvendo tema da realidade social e
comunicar os resultados por meio de relatório contendo avaliação de medidas de tendência central e
da amplitude, tabelas e gráficos adequados, construídos com o apoio de planilhas eletrônicas.

Etapa 1

Pesquisar e discutir sobre problemas ambientais em sua região/cidade.

Pesquisar e discutir soluções práticas e caseiras que podem contribuir para a


preservação do meio ambiente.

Etapa 2

Propor estratégias e ações de uso sustentável para sua comunidade.

Etapa 3

Planejar e executar uma pesquisa amostral envolvendo o tema sustentabilidade e


comunicar os resultados por meio de relatório contendo avaliação de medidas de
tendência central e da amplitude, tabelas e gráficos adequados, podendo ser
construídos com o apoio de planilhas eletrônicas.

Sugestão de fontes de pesquisa:


Caderno do Estudante 9°Ano - Ciências e Matemática - Volume 3
https://www.youtube.com/watch?v=mWHVVjt5O1o
https://www.youtube.com/watch?v=n8y8T2Tgbio
https://www.revistaplaneta.com.br/secao/sustentabilidade/
http://g1.globo.com/jornal-da-globo/noticia/2014/01/brasileiros-investem-em-gerador
24

es-de-energia-e-pensam-em-economia.html
https://www.todamateria.com.br/sustentabilidade/

Ensino Médio
(1ª a 3ª série)

Orientação geral:

A Equipe de Ciências da Natureza, visando manter a proposta de um ensino


contextualizado e desenvolvido por meio de uma abordagem investigativa, propõe
que, durante esse período de aulas, sejam trabalhados aspectos relacionados com
a produção do conhecimento científico, incluindo elementos do método científico,
como contraponto às notícias falsas (fake news), infelizmente muito presentes nos
dias atuais. Entendemos que, nesse momento, é fundamental reforçar a importância
da ciência e do conhecimento científico para esclarecer questões que precisam ser
analisadas por meio de um olhar crítico e investigativo, como a importância das
vacinas, as origens de novas doenças (enfatizando as previsões de outras
pandemias provocadas pela destruição de florestas, contato com animais silvestres
etc.) e as causas e consequências das mudanças climáticas. Além desses temas
sobre os quais são mais comuns a difusão de notícias falsas, entendemos ser
fundamental abordar também os impactos das produções de novas tecnologias e a
degradação e deterioração do meio ambiente, entre outras questões, que estão
relacionadas ao contexto atual, para que o(a)s estudantes desenvolvam
fundamentos importantes sobre os processos de produção do conhecimento.
Salientamos que esses temas, além de serem propostos no Currículo do Estado de
São Paulo, também apresentam grande relevância para a formação integral dos(as)
estudantes.

Em Matemática, a equipe curricular propõe para esse período de aulas uma


abordagem investigativa com o objetivo de mobilizar conhecimentos para identificar
modelos que propiciem fazer observações e análises críticas, coletar e organizar
dados identificando evidências, levantar hipóteses, fazer críticas, elaborar
conjecturas e decidir se são válidas ou devem ser refutadas. Nesse sentido, a
Estatística, área da Matemática que corrobora no estudo sobre o tema “Fake News”.
No início do século XX o escritor H.G. Wells alertou a respeito da necessidade de
desenvolver a habilidade do “pensar estatístico”, “Pensar estatisticamente será um
dia tão necessário para se exercer a cidadania quanto a capacidade de ler e
escrever”. Nessa proposta, a leitura, análise, entendimento do significado de
informações estatísticas diversas, conhecer as estratégias utilizadas como:
alterações gráficas, uso de medidas distorcidas, escritas vaga, afirmações de
causalidade, omissões de dados, escalas visualmente enganadoras entre outros é
um conjunto de saberes necessários para se exercer a cidadania.
25

É importante destacar também, os recursos didáticos, impressos e digitais à


disposição dos(as) estudantes e professores(as). Disponíveis em:

https://efape.educacao.sp.gov.br/curriculopaulista/ensino-medio/materiais-de-apoio/

Além do uso da tecnologia através do Centro de Mídias de São Paulo. Disponível


em: https://centrodemidiasp.educacao.sp.gov.br/

Sugestão de atividade: Fato ou Fake?

Dinâmica inicial (biologia, física e química):

Por meio de uma chuva de ideias, realizar com os(as) estudantes um levantamento
de notícias e/ou informações obtidas por mídias pouco confiáveis. Mediar as
discussões de modo a, caso não surjam, trazer à tona as questões relacionadas às
campanhas de vacinação, vacinas, origens de novas doenças e suas relações com
a destruição das florestas, mudanças climáticas entre as demais que indicarem
durante a dinâmica proposta. A partir desse levantamento, dividir o(a)s estudantes
por tema de modo que possam pesquisar e preparar argumentos que esclareçam
ou refutem as falsas informações. Para tanto, o(a) professor(a) poderá preparar
aulas dialogadas e/ou orientar as pesquisas do(a)s estudantes na sala de aula.

Obs: Vale ressaltar que as medidas de segurança devido à pandemia do novo


Coronavírus devem ser criteriosamente seguidas em todas as etapas das
atividades, respeitando sempre o distanciamento entre os(as) estudantes e evitando
o compartilhamento de materiais impressos.

Avaliação: deverá ocorrer em todo o processo, no início com o levantamento de


conhecimentos prévios, no decorrer de cada componente com a avaliação
formativa, e ao final, com a produção do material educomunicativo (sistematização).

Especificidade trabalhada por cada componente

Biologia

Habilidades: Reconhecer as aplicações da engenharia genética na medicina, entre


elas a terapia gênica; Analisar os argumentos relativos aos riscos e benefícios da
utilização de produtos geneticamente modificados disponíveis no mercado.

Objetivo: Analisar criticamente a veracidade das informações veiculadas em mídias


digitais sobre os impactos das ações humanas, tanto no meio ambiente, quanto na
saúde individual e coletiva.
26

Proposta: Vacinas são confiáveis?

Procedimentos: Ao realizar o levantamento junto aos(às) estudantes sobre notícias


e/ou informações que podem ser falsas ou pouco confiáveis. Para cada notícia ou
informação equivocada individualmente ou em pequenos grupos, o(a)s estudantes
deverão passar por dois processos: compreender os conceitos envolvidos e
responder a questionamentos de verificação de fake news. A seguir apresentamos
um exemplo de notícia/informação equivocada que poderá ser trabalhada em
Biologia.

Espera-se que, durante a chuva de ideias, o(a)s estudantes apontem diversas


questões relacionadas à vacina (tema que tem gerado muitas controvérsias falsas).

Exemplo 1: Supondo que, dentre as notícias citadas pelo(a)s estudantes,


apareceu a seguinte:

“Vacinas são úteis, mas, às vezes, causam mais doenças do que


previnem”.

A proposta é que um ou mais estudantes faça(m) uma pesquisa para averiguar se


essa informação é falsa ou verdadeira. Para tanto, deverão compreender o que são
vacinas e como atuam e responder a algumas questões, tais como: “Qual a fonte da
notícia/informação? A notícia fornece dados de fontes confiáveis que confirmam ou
evidenciam que alguma vacina já provocou mais doenças do que preveniu? Há
erros gramaticais na notícia veiculada?” Entre outras questões que, você
professor(a) julgar pertinentes e que orientem a pesquisa de modo a desenvolver
uma postura investigativa em nosso(a)s estudantes.

Exemplo 2: “Consumir alimentos transgênicos (geneticamente


modificados) é seguro, pois não afeta o código genético do consumidor”

A proposta é que um ou mais estudantes faça(m) uma pesquisa para averiguar se


essa informação é falsa ou verdadeira. Para tanto, deverão compreender o que são
alimentos transgênicos? Qual a segurança biológica? O consumidor tem a
autonomia de escolha (todos são identificados)?

Esses questionamentos podem ser ampliados/modificados de acordo com a


discussão em sala de aula.

A sistematização da proposta é o compilado das informações e discussões, e que


está indicada no final desse documento, no tópico “Sistematização”.

Física
27

Habilidade: Explicar o funcionamento básico de equipamentos e sistemas de


comunicação, como rádio, televisão, telefone celular e fibras ópticas, com base nas
características das ondas eletromagnéticas

Objetivo: Analisar criticamente a veracidade das informações veiculadas pelos


meios de comunicação e conhecer o funcionamento básico dos aparelhos de
telecomunicação

Proposta: A telecomunicação e as fake News

Para realizar essa atividade é importante problematizar a questão com os


estudantes, sugerimos o seguinte contexto:

“Apesar dos aparelhos de telecomunicação facilitarem em diversos aspectos a vida


humana, muitas vezes podem ser utilizados para divulgar e propagar notícias falsas
sobre diversos temas. Você sabe como funcionam os aparelhos de telecomunicação
e como podem ser utilizadas para a divulgação de fake News? Vamos investigar!”

A proposta para essa atividade é que os estudantes inicialmente conheçam como


funcionam os aparelhos de telecomunicação como rádio, TV, celulares etc. Para
isso sugerimos que os estudantes sejam divididos em grupos, respeitando os
protocolos sanitários de distanciamento, e cada um fique responsável por pesquisar
e apresentar para o restante da classe o funcionamento de determinado aparelho de
telecomunicação. A apresentação dos resultados da pesquisa pode ser realizada de
acordo com as escolhas de cada grupo, porém é essencial que os conhecimentos
sejam compartilhados entre os estudantes.

Grupo 1 Rádio

Grupo 2 Televisão

Grupo 3 Telefone celular

Grupo 4 Internet

Após a pesquisa e a apresentação, orienta-se que os estudantes dialoguem sobre


as formas de propagação de fake News por meio de rádios, TV, internet que
conhecem, se já acreditaram ou divulgaram alguma fake News e como essas
informações podem impactar negativamente a sociedade como um todo. É
interessante que os estudantes sejam estimulados a compartilharem seus
conhecimentos ou até mesmo situações que vivenciaram sobre as fake News.
28

Orienta-se que esse momento seja desenvolvido de modo dialogado como uma
roda de conversa.

Como conclusão desta atividade, sugere-se que os estudantes elaborem um


“manual” de como identificar uma fake News. Para isso sugerimos acessar o link
“Guia prático de checagem de fake news” disponível no material de apoio ao final
do documento. As orientações sobre a conclusão da atividade podem ser
consultadas no tópico “Sistematização”

Matemática

Habilidade: Saber construir e interpretar tabelas e gráficos de frequências a partir


de dados obtidos em pesquisas por amostras

Objetivo: Comunicar o resultado de uma pesquisa estatística.

Proposta: Fake news e “Fake numbers”: O uso de estatísticas podem


potencializar a credibilidade de dados falsos?

1º Momento

Para essa proposta oriente os estudantes em grupos a selecionar em sites, jornais,


revistas, entre outros, reportagens ou notícias que considerem fake news,
especialmente aquelas que apresentem dados estatísticos representados, por meio
de gráficos de barras, colunas, setores e linhas.

Propicie aos estudantes um momento de reflexão após a pesquisa realizada com o


objetivo de problematizar a maneira como são divulgados e comunicados os dados
estatísticos e informações. Para esse momento, selecione outros exemplos em que
analistas experientes em fake news apresentaram suas análises.

Apresente para os estudantes, por meio de uma reflexão a manipulação de dados


estatísticos e informações para influenciar opiniões. Durante a reflexão organize um
quadro com as principais ideias comentadas pelos estudantes. Alguns pontos de
vistas podem auxiliar na compreensão do uso da Estatística para produzir fake
news:

- A Estatística é utilizada no propósito de criar uma fake news, pois confere à


notícia falsa um ar de credibilidade.
- Citações de estatísticas com números em milhões ou bilhões, por exemplo,
promovem o interesse de pessoas.
- Na maioria das vezes à impossibilidade de o espectador verificar a
veracidade do exposto, devido a questões logísticas, de conhecimento, de
tempo etc.
29

- Pode-se inventar e manipular informações e dados, como apresentar


números, gráficos, tabelas ou outras informações de uma maneira que
pareçam ser o que na verdade não são.

A respeito da averiguação se uma notícia é falsa ou não, o estudante deverá ser


orientado a realizar:

- uma leitura detalhada das informações disponíveis,


- verificar por exemplo se a fonte da informação é de confiança,
- observar se existem artifícios usados para maquiar os resultados,
principalmente com recursos gráficos, em que as escalas se encontrem de
forma incorreta e/ou haja omissão de dados.

2º Momento

Solicite aos estudantes que elaborem uma pesquisa sobre um tema de interesse da
comunidade escolar, defina os critérios de organização desse trabalho na sala de
aula e apresente algumas etapas necessárias do método estatístico.

Segue algumas sugestões:

- O que será pesquisado? É preciso definir com clareza os objetivos da


pesquisa, ou seja, o que se pretende apurar, que tipo de problema ela
buscará detectar.
- Como será feita a pesquisa? É necessária uma estratégia para o
levantamento dos dados.
- Como será a organização e apresentação dos dados? Os dados coletados
devem ser organizados em tabelas que facilitem a visualização e o cálculo de
medidas estatísticas (Média, Mediana e Moda). As tabelas podem ser
representadas por meio de gráficos que permitem uma análise dos resultados
da pesquisa.
- Realize uma reflexão a respeito da importância dos elementos fundamentais
na construção de gráficos.

Proponha que o estudante apresente o trabalho realizado, descrevendo como foi o


planejamento, a realização da pesquisa, tabulação dos dados, elaboração dos
gráficos e os cálculos de tendência central. Para a conclusão, solicite que elaborem
uma notícia comunicando os resultados da pesquisa realizada.

Química

Habilidade: Reconhecer as forças de interação intermoleculares (forças de London


e ligações de hidrogênio)

Objetivo: Reconhecer a presença de forças intermoleculares no cotidiano.


30

Proposta: “Jogo - Fato ou Fake?”

Para realizar essa atividade, sugere-se apresentar algumas questões à turma e


solicitar que cada estudante pesquise e responda as questões apresentadas. A
fonte de pesquisa acessada (livro, revista, site, documentário...) será parte
fundamental da resposta.

Perguntas:

- Por que as gotas de água têm formato esférico?


- Qual a temperatura de ebulição da água (H2O)? E do álcool (C2H5OH)? O que
causa essa diferença?
- Por que alguns insetos conseguem andar sobre a água?
- Como a lagartixa consegue andar nas paredes e no teto sem cair?
- Qual a temperatura de fusão do açúcar (C12H22O11)? E do sal de cozinha
(NaCl)? Como justificar essa diferença?

Pode-se promover uma roda de conversa para socialização e aprofundamento das


respostas encontradas e validação ou não da informação e fonte pesquisada,
respeitando os protocolos sanitários de distanciamento, neste momento é
importante a mediação do professor(a), contextualizando as observações realizadas
com as interações inter e intramoleculares.

Para finalizar a atividade, os(as) estudantes podem confeccionar um jogo de cartas


ou usar plataformas digitais (como Kahoot), apresentando informações verdadeiras
e falsas sobre as propriedades das substâncias, em especial a água. Os(as)
estudantes podem ser organizados em times e convidados a discutirem a
elaboração das regras, duração do jogo, critérios de desempate, pontuação, etc. O
objetivo do jogo é despertar a análise crítica do estudante quanto a informação
apresentada, além de abordar de forma contextualizada as interações
intermoleculares.

Sistematização

Como forma de sistematizar os trabalhos, sugerimos solicitar que o(a)s estudantes


elaborem um produto educomunicativo que apresente informações confiáveis e
argumentos que refutem notícias falsas. A proposta é que selecionem notícias
relacionadas à biologia, física e química, de modo a compor um único material que
poderá ser avaliado pelos professores de cada componente.

Para tanto, indicamos consultar o site do CNJ, disponível em:


https://www.cnj.jus.br/programas-e-acoes/painel-de-checagem-de-fake-news/campa
nhas/

Atividade inspirada em:


31

https://novaescola.org.br/conteudo/18632/com-checagem-de-fatos-alunos-desmasc
aram-boatos-sobre-ciencias
https://educamidia.org.br/plano-de-aula/nao-caia-em-fake-news#objetivos

Material de apoio para auxiliar nos trabalhos de pesquisa:

“Guia prático de checagem de fake news”


https://www.cnj.jus.br/programas-e-acoes/painel-de-checagem-de-fake-news/guia-pr
atico/
“O que o enfrentamento ao coronavírus ensina ao mundo sobre o meio ambiente”.
Disponível em:
https://www.ufrgs.br/humanista/2020/05/05/o-que-o-enfrentamento-ao-coronavirus-e
nsina-ao-mundo-sobre-o-meio-ambiente/

Biologia:
“A importância da vacinação não está somente na proteção individual, mas porque
ela evita a propagação em massa de doenças que podem levar à morte ou a
sequelas graves” (José Augusto Alves de Britto, IFF/ Fiocruz). Disponível em:
https://www.incqs.fiocruz.br/index.php?option=com_content&view=article&id=1721:a
-importancia-da-vacinacao-nao-esta-somente-na-protecao-individual-mas-porque-el
a-evita-a-propagacao-em-massa-de-doencas-que-podem-levar-a-morte-ou-a-sequel
as-graves&catid=114&Itemid=166
“Vídeos antivacina: desinformação gera lucro e coloca saúde pública em risco”.
Disponível em:
https://jornal.usp.br/ciencias/videos-antivacina-desinformacao-gera-lucro-e-coloca-s
aude-publica-em-risco/

Matemática:
https://medium.com/@alxcrv/fake-news-em-gr%C3%A1ficos-d68eff4462e4
https://repositorio.uac.pt/bitstream/10400.3/5378/1/Artigo_Silva_31outubro2019_CA.
pdf
https://educa.ibge.gov.br/professores/educa-recursos/20773-tipos-de-graficos-no-en
sino.html
https://educa.ibge.gov.br/professores/educa-atividades/21221-o-trabalho-na-sintese-
de-indicadores-sociais-2020.html Acesso em 14 dez. 2020

Química:
Vídeo “Por que as lagartixas não caem ao andar nas paredes?”. Disponível em:
https://www.youtube.com/watch?v=ecCY3MMD2zc
Prepara ENEM - “Ponto de fusão e ebulição de compostos orgânicos”. Disponível
em:
https://www.preparaenem.com/quimica/ponto-fusao-ebulicao-dos-compostos-organic
os.htm
Toda matéria - “Tensão superficial da água”. Disponível em:
https://www.todamateria.com.br/tensao-superficial-agua/
32

Química - Forças intramoleculares. Disponível em:


https://www.feis.unesp.br/Home/departamentos/fisicaequimica/relacaodedocentes97
3/quimicageraleinorganica2a-1.pdf
Química Nova Escola - “Interações Intermoleculares”. Disponível em:
http://qnesc.sbq.org.br/online/cadernos/04/interac.pdf

ÁREA DE LINGUAGENS
Ensino Fundamental Anos Finais
(6º ao 9º ano)

Componentes : Arte - Inglês - Língua Portuguesa

Projeto Roteiro Turístico

Produto final: Reportagem turística, guia turístico da cidade, folder.

Área: Linguagens

Componentes Curriculares: Arte, Inglês e Língua Portuguesa.

Temas Transversais: Pluralidade Cultural (e/ou outros conforme atrativos


regionais)

Temas Contemporâneos Transversais na BNCC: Multiculturalismo, Ciência e


Tecnologia.

Fontes de pesquisa e informação: revistas, jornais, folders, guias turísticos, sites,


etc.

Etapas de trabalho:

- Formação de grupos de pesquisa;


- Divisão do trabalho de pesquisa (definir a tarefa que cada membro do grupo
deve entregar);
- Analisar revistas, sites, blogs, influenciadores digitais, jornais, guias, fôlders,
sites de cidades dedicados ao fomento de viagem/turismo;
- Selecionar uma localidade, indicação de atrações locais, opções de
hospedagem, alimentação, informações históricas e artísticas, mapas,
roteiros de visitação;
- Análise de mapas e roteiros;
33

- Elaboração de reportagem, roteiro e folder turístico bilíngue, com todas as


informações necessárias para que o turista possa aproveitar uma visita
àquela localidade.

6º ano
Projeto

Tema Habilidades específicas

Práticas de linguagem e suas (EF06AR09) Pesquisar e analisar diferentes formas de


relações com patrimônio e expressão, representação e encenação de danças
matrizes estéticas e culturais. folclóricas, reconhecendo e apreciando composições de
dança de artistas, grupos e coletivos paulistas e
brasileiros de diferentes épocas.

(EF06LI24) Investigar o alcance da língua inglesa no


mundo: como língua materna e/ou oficial (primeira ou
segunda língua).

(EF06LP05B) Utilizar diferentes gêneros textuais,


considerando a intenção comunicativa, o estilo e a
finalidade dos gêneros.

7º ano
Projeto

Tema Habilidades específicas

Referências culturais e estéticas (EF07AR27) Pesquisar e criar formas de dramaturgias no


nas práticas contemporâneas de teatro de animação, em diálogo com o teatro
linguagem. contemporâneo.

(EF07LI22) Explorar modos de falar em língua inglesa,


refutando preconceitos e reconhecendo a variação
linguística como fenômeno natural das línguas.

(EF67LP28) Ler e compreender – selecionando


procedimentos e estratégias de leitura adequados a
diferentes objetivos e levando em conta características
dos gêneros e suportes –, romances infantojuvenis,
contos populares, contos de terror, lendas brasileiras,
indígenas e africanas, poemas, entre outros, expressando
avaliação sobre o texto lido e estabelecendo preferências
por gêneros, temas, autores.
34

8º Ano

Projeto

Tema Habilidades específicas

Práticas de linguagem como forma (EF08AR24) Reconhecer e apreciar artistas, grupos,


de desconstrução de preconceitos coletivos cênicos e manifestações cênicas de matriz
e estereótipos presentes em indígena, africana e afro-brasileira de diferentes épocas,
diferentes mídias. investigando os modos de criação, produção, divulgação,
circulação e organização da atuação profissional.

(EF08LI18) Construir repertório cultural por meio do


contato com manifestações artístico-culturais vinculadas à
língua inglesa (artes plásticas e visuais, literatura, música,
cinema, dança, festividades, entre outros), valorizando a
diversidade entre culturas.

(EF69LP12B) Analisar textos orais, áudio e/ou vídeo,


considerando sua adequação aos contextos em que
foram produzidos.

9º Ano

Projeto

Tema Habilidades específicas

Práticas sociais de linguagens (EF09AR06) Desenvolver processos de criação em artes


veiculadas em diferentes mídias, visuais, com base em temas ou interesses artísticos, de
utilizando diferentes ferramentas. modo individual, coletivo e colaborativo, fazendo uso de
materiais, instrumentos e recursos convencionais,
alternativos e digitais.

(EF09LI12) Produzir textos (infográficos, fóruns de


discussão on-line, fotorreportagens, campanhas
publicitárias, memes, entre outros) sobre temas de
interesse coletivo local ou global, que revelem
posicionamento crítico.

(EF69LP56) Fazer uso consciente e reflexivo da


norma-padrão em situações de fala e escrita em textos de
diferentes gêneros, levando em consideração o contexto,
situação de produção e as características do gênero.
35

Ensino Médio
(1ª a 3ª série)

1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO

Produto final: Campanha digital, produção de vídeos informativos, cartazes e/ou


banners digitais.

Componentes envolvidos: Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Arte.

Tema: Práticas sociais de linguagens veiculadas em diferentes mídias, utilizando


diversas ferramentas digitais.

Temas Transversais: Pluralidade Cultural (e/ou outros conforme atrativos


regionais)

Temas Contemporâneos Transversais na BNCC: Multiculturalismo, Ciência e


Tecnologia.

Fontes de informação: Revistas, jornais, websites, entrevistas, pesquisa popular,


blogs, entre outras fontes digitais e físicas.

Habilidades Articuladoras: 9º ano - Anos Finais


ARTE (EF69AR32) Analisar e explorar, em (EF69AR35) Identificar e
projetos temáticos, as relações manipular diferentes tecnologias
processuais entre diversas linguagens e recursos digitais para acessar,
artísticas. apreciar, produzir, registrar e
compartilhar práticas e
repertórios artísticos, de modo
reflexivo, ético e responsável.

(EF89LP24C) Usar fontes abertas e (EF89LP20F) Compreender a


LÍNGUA confiáveis na realização de pesquisas maneira como os dados e
PORTUGUESA informações usados em
(EF89LP20D) Comparar dados e fundamentação de propostas se
informações de diferentes fontes. comportam em contexto social.
36

(EF09LI13) Reconhecer, nos novos (EF09LI12) Produzir textos


LÍNGUA INGLESA gêneros digitais (blogs, mensagens (infográficos, fóruns de
instantâneas, tweets, entre outros), novas discussão on-line,
formas de escrita (abreviação de fotorreportagens, campanhas
palavras, palavras com combinação de publicitárias, memes, entre
letras e números, pictogramas, símbolos outros) sobre temas de
gráficos, entre outros) na constituição das interesse coletivo local ou
mensagens. global, que revelem
posicionamento crítico.

Etapas do projeto:

Objetivos Prática

Analisar, discutir e Os estudantes e professores podem observar dentro da comunidade


escolher o objeto da escolar os assuntos que julgam necessários abordar e discutir em uma
campanha campanha social. Nessa primeira etapa, é importante analisar os
diferentes tipos de campanhas sociais, assim como os meios em que
circulam. O professor pode sugerir que os estudantes pesquisem e
compartilhem campanhas que encontram na internet, revistas, jornais e
banners, ou podem trazer exemplos e analisar a estrutura e a linguagem
de modo coletivo.

Fazer levantamento Os estudantes apresentam aos professores a proposta de campanha a


e pesquisa dos partir das informações que foram coletadas. Nessa etapa, é fundamental
temas. que haja uma análise a respeito da legitimidade e coerência quanto às
informações coletadas e suas respectivas fontes.

Elaborar questões a Presencial: os estudantes convidam colegas, professores e funcionários


partir de um tema e para realização da enquete produzida, respeitando os protocolos
aplicar uma enquete sanitários.
sobre o assunto para
entrevistar. Não presencial: pode-se divulgar por meio de banners digitais a enquete
(que também pode ser disponibilizada via ferramentas digitais) para o
público-alvo selecionado.

Os resultados podem ser compilados e usados para serem apresentados


na apresentação final por meio de gráficos e tabelas.

Escolher a mídia e Os estudantes podem escolher o formato que a campanha deles terá.
abordagem da Pode-se gravar um vídeo apresentando as informações coletadas,
campanha sugerindo soluções para os problemas identificados, criar cartazes,
banners, panfletos, ou outras mídias que estejam de acordo com a
proposta;
37

Pré-produção da Os estudantes planejam as etapas de produção da campanha, delegam


campanha funções, decidem a abordagem, definem o layout do projeto, planejam os
textos (em Língua Portuguesa e Língua Inglesa), e produzem as
ilustrações, os efeitos sonoros, os croquis (em Arte). A apresentação
pode ser pensada tanto oralmente, como por meio de vídeos e/ou
imagens.

Produção da Os estudantes se mobilizam e apresentam todas as informações e


campanha conteúdos que levantaram nas etapas anteriores e produzem o projeto
planejado. No caso de ensino remoto, os estudantes podem utilizar
ferramentas digitais (Google Doc, Padlet, entre outros) para trabalharem
em conjunto.

Divulgação da Os estudantes irão compartilhar suas produções com os colegas,


campanha, analisando os projetos uns dos outros, discutindo as temáticas e fazendo
compartilhamento e apontamentos relevantes que contribuam para o processo de
(auto)avaliação (auto)avaliação.

Avaliação: Tendo em vista o distanciamento social imposto devido à pandemia e os


diferentes perfis de estudantes que vão realizar a recuperação, é importante que
tanto o acompanhamento quanto os tipos de avaliação sejam realizados de modo e
contextos variados. Logo, os critérios com relação ao desempenho do estudante em
todas as etapas do desenvolvimento do projeto, seja no que tange a aprendizagem,
ou a participação, dentro do atual cenário, devem ser pensados em dois momentos
diferentes: síncronos e assíncronos, sejam eles presenciais ou não presenciais.

Momento Critérios

- Respeito e empatia entre os(as) estudantes;


- Respeito aos combinados coletivos;
- Organização e atenção para com os recursos
Síncrono
utilizados para acompanhar a aula;
- Comentários e participação (oral ou escrita)
coerentes com a proposta da aula e das atividades;
- Interação com os(as) demais colegas.
38

- Entrega das produções dentro do prazo


estabelecido;
- Participação em chats, plantão de dúvidas ou fóruns
Assíncrono
de modo colaborativo;
- Respeito e empatia entre os(as) estudantes;
- Respeito aos combinados coletivos;
- Colaboração em documentos elaborados em
conjunto.
- Interação com os(as) demais colegas.

PROJETO DE VIDA

Ensino Fundamental Anos Finais


(6º ao 9º ano)

6º ano - Tema 1 – Eu e os outros

Sobre criar, aprender e viver: Uma escola para todos

Competência Socioemocional: Entusiasmo e autoconfiança

Objetivo: Ressignificar o sentimento de pertencimento à escola por meio do


estabelecimento de relações entre o que ela oferece e como pode apoiar na
realização do sonho.

Etapa 1 - Essa etapa pretende realizar uma conexão dos estudantes com a escola
por meio dos espaços e das pessoas que nela existem, esta proposta estimula o
estudante a refletir sobre sua expectativa de futuro com o intuito de ressignificar
ainda mais sua forma de pertencer à escola. Para isso, é preciso que o professor
peça para que os estudantes retomem os sonhos descritos na primeira semana de
aula, durante o Acolhimento. Caso não tenham realizado, não tem problema, é o
momento de retomada! É importante ressaltar que o sonho é a matéria prima para a
construção do Projeto de Vida e é o sonho que movimentará os estudantes na
direção do desenvolvimento do seu potencial. Assim, peça para que cada estudante
relembre o sonho que descreveu durante o Acolhimento se certificando de que ele
continua o mesmo ou se sente a necessidade de mudá-lo.
39

Mão na massa! Realize a escala dos sonhos!

Estudar, por quê?

Competência Socioemocional: Entusiasmo, autoconfiança, responsabilidade,


curiosidade para aprender, foco e assertividade.

Objetivo: Compreender a importância de estudar para a realização do sonho.

Etapa 2 - Mão na massa! Chegou a hora de organizar as atividades, mantenha o


seu caderno organizado e realize um cronograma de estudos com todos os
componentes curriculares! Compartilhe com seu(a) professor(a).

Sugestão de fontes de pesquisa:


Currículo Paulista - Caderno do aluno Projeto de Vida Volume 1

7º ano - Tema 1 – Eu e os meu projetos

A vida é cheia de curvas, mas eu posso dirigir

Competência Socioemocional: Autoconfiança

Objetivo: Aprimorar a capacidade de tomar decisões.

Etapa 1 - Se a vida fosse um caminho reto, sem surpresas e indecisões, não teria a
menor graça. Nasceríamos, cresceríamos e morreríamos apenas andando para
frente, em um processo direto do começo ao fim, sem curvas ou imprevistos.

Mas, seguramente, ela não é assim. É estar o tempo todo se defrontando com o
inesperado, o imponderável.

Vamos refletir!

1. Qual é o momento em que você̂ precisa tomar uma decisão?


2. O que implica cada decisão tomada Quais são suas consequências? Os
ganhos e perdas?
3. Qual é o caminho que você̂ vem conduzindo para a realização dos sonhos
que já traçou?
4. O que pode te ajudar a tomar as decisões mais acertadas?
5. É fácil tomar decisões? Por quê?
40

Mão na massa! Nessa semana, quais as decisões que você precisa tomar para
alcançar seus objetivos escolares e pessoais? Elabore um cronograma de estudos
com os nome dos componentes curriculares e anote todos os trabalhos que você
precisa entregar e por fim, deixe seu caderno em dia!

A importância de tomar um norte

Competência Socioemocional: Iniciativa Social

Objetivo: Apresentar as características e competências dos estudantes


investigadores de conhecimentos; levá-los a refletir sobre essa atitude frente aos
estudos.

Etapa 2 - Esta etapa os estudantes podem conversar, refletir sobre o cotidiano


escolar e pensar em estratégias de estudo que contribuirão para as aprendizagens
de todos. Também propiciará momentos em que os estudantes poderão planejar e
refletir sobre o seu dia a dia na escola e sua rotina de estudos, bem como, tomar
conhecimento das atividades que serão trabalhadas a partir das propostas da
semana de recuperação. Quais serão as facilidades e desafios?

Mão na massa! A sugestão é realizar o Quiz do autoconhecimento – Caderno do


Aluno.

Sugestão de fontes de pesquisa:


Currículo Paulista - Caderno do aluno Projeto de Vida Volume 3, p.70-71.

8º ano - Tema 1 – Eu, nós e o mundo

Consumo Consciente

Competência Socioemocional: Curiosidade para aprender e iniciativa social

Objetivo: Possibilitar que os estudantes desenvolvam o pensamento sustentável,


necessário às situações da vida.

Etapa 1 - Consumo consciente e responsável surge da percepção da sociedade


quanto à necessidade de revisão do seu modelo de consumo. Consumir
conscientemente significa atentar para os efeitos que este ato acarreta ao meio
ambiente e a toda a humanidade. É contribuir para a melhoria das condições
ambientais e sociais do planeta. O consumidor consciente identifica o consumo
mínimo que lhe é suficiente e escolhe produtos que impactem de maneira
responsável a sociedade e o meio ambiente, priorizando a reciclagem, a reutilização
e o compartilhamento de bens.
41

Em linhas gerais, consumo consciente é a prática do indivíduo enquanto consumidor


cidadão em busca de um consumo sustentável.

Mão na Massa: Realize uma pesquisa sobre Consumo Consciente.

Etapa 2 - “Você̂ já parou para pensar o que um simples canudo plástico pode gerar
para a vida marinha de nosso planeta? Será́ que nós damos a devida importância à
vida de outras espécies? Pois é, são questionamentos profundos, afinal, não há
como entender a importância da temática sem uma boa reflexão.

Outro ponto de destaque é sobre a água. Você̂ já́ pensou na quantidade de água
que gastamos diariamente e até quando o planeta terá́ água potável para suprir toda
essa demanda? Controlar o consumo de água é uma medida sustentável, além de
proporcionar uma economia no orçamento da sua família.”

Mão na massa! Faça um vídeo de um minuto com dicas de Consumo Consciente ou


prepare um podcast e compartilhe com seu(a) professor(a).

Sugestão de fontes de pesquisa:


Currículo Paulista - Caderno do aluno Projeto de Vida Volume 3

9º ano - Tema 1 – Eu e os meus propósitos

Nós hoje e o futuro

Competência Socioemocional: Imaginação criativa

Etapa 1 – Essa etapa irá discutir sobre o que é ser adolescente hoje, exercício
reflexivo no qual os estudantes acessam materiais de referência para, em seguida,
produzir, eles mesmos, definições sobre o tema.

Essa discussão culminará na sistematização dos projetos de vida individuais e


coletivos dos estudantes, temática que será́ o ponto de partida para a criação de
FANZINES individuais. Proponha aos estudantes que se organizarem em grupos e
desenvolvam uma ação em que expressem o que é ser um adolescente hoje.

Eles podem trabalhar a partir:

❖ da produção de cartazes,

❖ de uma roda de conversas sobre o tema,

❖ construir histórias em quadrinhos e

❖ produção de pequenos vídeos que abordem essa temática.

Sugestão de fontes de pesquisa:


Currículo Paulista - Caderno do aluno Projeto de Vida Volume 3
42

Ensino Médio
(1ª a 3ª série)

1ª série- Tema 1 – Quem eu sou e as escolhas que eu faço

A vida é um projeto

Competência Socioemocional: Determinação e organização

Objetivo: Refletir sobre a importância de planejar o futuro por meio da elaboração de


um Projeto de Vida.

Etapa 1- Os estudantes devem colocar em prática a construção do seu Projeto de


Vida. Assim, o autoconhecimento é base para a elaboração do Plano de Ação que
dará “concretude” ao que eles desejam alcançar e sonham. Haja vista que pensar
no futuro é uma forma de buscar se preparar para ele, o planejamento define o
caminho a ser percorrido para alcançar o que se deseja.

Mão na massa!

Realize uma pesquisa de histórias inspiradoras de Projeto de Vida e comente o que


levou você a selecionar cada um. Compartilhe com seu professor e colegas.

Etapa 2 – Após a execução da etapa 1, comece a delinear o seu Plano de Ação.

Sugestão de fontes de pesquisa:


Currículo Paulista - Caderno do aluno Projeto de Vida Volume 3

2ª série- Tema 1 – Quem eu quero ser e as aprendizagens que necessito

Nossas escolhas estão na balança

Competência Socioemocional: Organização, respeito e determinação

Objetivo: Refletir sobre os desafios enfrentados nas escolhas e decisões tomadas


para a consecução do Projeto de Vida.

Etapa 1- Os estudantes devem pensar numa pessoa de seu convívio que admiram
muito e que gostariam de entrevistá-la sobre as escolhas e decisões que já tomou
na vida e quais ensinamentos extraiu disso. Contudo, antes de partirem para a
entrevista, é necessário que elaborem as questões da conversa que deverão ter
com a pessoa em seus Diários de Práticas e Vivências. Portanto, disponha um
momento para isso.
43

Abaixo seguem algumas sugestões de questões para o professor nortear a


tarefa com os estudantes:
É importante que o estudante pergunte à pessoa se ela gostaria de dividir
com ele algumas de suas experiências e lições de vida, respondendo a uma
entrevista sobre escolhas e decisões.

a) Você já teve que lidar com uma decisão difícil? Pode falar sobre isso e
o quanto acredita que essa decisão fez você buscar dentro de si o que
realmente queria?
b) Houve alguma decisão na sua vida que o(a) fez se desfazer da
estrutura que era a sua base e segurança? O que aconteceu depois disso?
c) O que você diria sobre a afirmação: Todo mundo erra?
d) Das decisões que já tomou, tem alguma que você gostaria de ter uma
segunda oportunidade de decidir? Por quê?
e) Você já decidiu algo por não saber dizer NÃO a uma pessoa? Quais
foram as consequências disso para a sua vida?
f) O que você poderia dizer sobre a importância de pensar no futuro e
como fazer escolhas acertadas na vida?
Você deve criar pelo menos 3 questões diferentes dos exemplos
apresentados.

Mão na massa!

Realize a entrevista com organização, respeito e determinação e relacione o que


essas decisões podem contribuir com seu projeto de vida.

Sugestão de fontes de pesquisa:


Currículo Paulista - Caderno do aluno Projeto de Vida Volume 3

3ª série- Tema 1 – Meu percurso, conquistas e desafios


44

Empatia

Competência Socioemocional: Empatia e organização

Etapa 1- Nessa etapa serão abordadas ferramentas para desenvolvimento de


empatia e autoconhecimento a fim de ajudar no processo de decisão profissional.
A atividade proposta possibilita a reflexão do estudante sobre si mesmo e sobre os
outros.

Antes de iniciar a atividade, retome com os estudantes o significado de


empatia. Explicite que a palavra pode ser traduzida como a capacidade de
colocar-se no lugar do outro e, muitas vezes, ao tentar compreender o outro, eles
poderão explorar os seus próprios sentimentos.

Produção da persona e do mapa da empatia

O ciclo do design thinking consiste em empatizar, ou seja, compreender os


problemas de uma pessoa. O objetivo dessa atividade é que os estudantes tentem
criar estratégias para uma personagem que, no fundo, representem eles mesmos. O
exercício de pensar estratégias para um personagem e não para si próprio ajudará
os estudantes na mobilização de estratégias, que, ao final da dinâmica, serão
internalizadas na seção "E se fosse você".

Crie o Mapa da empatia

1 – O que vê? Como este personagem vê o mundo, o que está presente no seu
cotidiano, quais as imagens presentes no dia a dia?

2 – O que ouve? Quais são as palavras, presentes no seu dia a dia, são de
motivação, cobrança ou apoio – quais as frases mais ouvidas? Com quais músicas
se identifica e quais são as suas favoritas?

3 – O que pensa e sente? Como se sente nesta etapa de decisões, quais os


sentimentos mais presentes nesta fase da vida?

4 – O que você fala e faz? O que ele fala e faz para conquistar os seus sonhos, o
que fala e faz estão relacionados, isto é, ele põe em prática seus discursos?

5 – Quais são suas fraquezas? Descreva suas dificuldades de desenvolvimento,


seus maiores desafios, o que o desmotiva e/ou impede de progredir.

6 – Quais seus ganhos? Descreva as oportunidades, principais alegrias e o que o


impulsiona a progredir e o motiva a buscar seus sonhos.

Sugestão de fontes de pesquisa:


Currículo Paulista - Caderno do aluno Projeto de Vida Volume 3

Você também pode gostar