Você está na página 1de 44

SIMULADO EXTRA 2 – ENEM 2020 – PROVA II

CIÊNCIAS DA NATUREZA
E SUAS TECNOLOGIAS
91 - 106 - 121 -
92 - 107 - 122 -
93 - 108 - 123 -
94 - 109 - 124 -
95 - 110 - 125 -
96 - 111 - 126 -
97 - 112 - 127 -
98 - 113 - 128 -
99 - 114 - 129 -
100 - 115 130 -
101 - 116 - 131 -
102 - 117 - 132 -
103 - 118 - 133 -
104 - 119 - 134 -
105 - 120 - 135 -
MATEMÁTICA
E SUAS TECNOLOGIAS

136 - 151 - 166 -


137 - 152 - 167 -
138 - 153 - 168 -
139 - 154 - 169 -
140 - 155 - 170 -
141 - 156 - 171 -
142 - 157 - 172 -
143 - 158 - 173 -
144 - 159 - 174 -
145 - 160 - 175 -
146 - 161 - 176 -
147 - 162 - 177 -
148 - 163 - 178 -
149 - 164 - 179 -
150 - 165 - 180 -
CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS A. compressão possuem melhor isolamento térmico,
diminuindo o gasto energético, apesar da menor
Questões de 91 a 135 eficiência.
B. compressão possuem maior potência, o que
QUESTÃO 91 27XL corresponde a um melhor resfriamento, apesar da
Pesquisadores do Instituto de Ciências Biológicas da menor eficiência.
UFMG lançaram uma vacina, a Leish-Tech, que, segundo C. compressão realizam mais trabalho sobre o fluido,
eles, protege os cães da leishmaniose visceral. A vacina retirando mais calor da fonte fria, e, por isso, é mais
está sendo considerada um grande avanço na prevenção da eficiente.
doença porque, de acordo com o grupo, não torna o animal D. absorção possuem maior potência, o que corresponde
soropositivo. A vacina usada hoje faz com que os cães a um maior gasto energético, e, por isso, é menos
vacinados sejam confundidos com animais infectados pela eficiente.
doença em função da produção de anticorpos. E. absorção rejeitam menos calor para a fonte quente,
CASTELO BRANCO, A. Disponível em: <www.otempo.com.br>. aumentando a temperatura interna, apesar da maior
Acesso em: 29 nov. 2019 (Adaptação).
eficiência.
O uso desse recurso tecnológico contribuirá para Alternativa A
A. curar os cães já infectados por leishmanias. Resolução: Para manter a temperatura no interior do
B. interromper o ciclo biológico da leishmaniose. refrigerador constante, a mínima energia a ser retirada
deve ser igual àquela fornecida pelo ambiente externo.
C. estimular a produção de anticorpos em humanos.
Logo, a potência na queima de combustíveis fósseis para o
D. controlar a proliferação do vetor dessa protozoose. refrigerador de absorção deverá ser:
E. prevenir a transmissão direta do parasita de cães
QC A t A
a humanos. A   
W PA t PA
Alternativa B
A 1, 6
Resolução: Os cães funcionam como reservatório PA    0, 32 kW
A 5
para os protozoários do gênero Leishmania. Quando
vacinados, adquirem anticorpos para combater a infecção Enquanto a potência do refrigerador a compressão, que
por esses protozoários e, com isso, não contaminam os possui eficiência de 96% de βA, será:
vetores, diminuindo, assim, a infecção de seres humanos.
A vacinação dos cães contribui, então, para a interrupção do QC C t C
C   
ciclo biológico da leishmaniose. Dessa forma, a alternativa W PC t PC
correta é a B. A alternativa A está incorreta, pois a vacinação C 1, 2 120 1
é uma medida profilática, e não um recurso de tratamento. PC    
C 96 . 96  5 4
A alternativa C está incorreta, pois a Leish-Tec é um produto 5
100
voltado à vacinação canina, e não humana. A alternativa D PC  0, 25 kW
está incorreta, pois a proliferação do vetor acontece de
maneira independente da propagação dos protozoários. Portanto, nota-se que a potência do compressor é menor do
A alternativa E está incorreta, pois os cães não transmitem que a potência na queima de combustíveis do refrigerador a
diretamente o protozoário aos humanos. Eles infectam os absorção. Isso corresponde a um menor gasto de energia,
vetores, que, ao picar humanos, os infectam. apesar da menor eficiência do refrigerador a compressão.
Portanto, a alternativa correta é a A.
QUESTÃO 92 804F

No começo do século XX, os primeiros refrigeradores QUESTÃO 93 8BØY


passaram a ser vendidos em grande escala e ter aplicações Linus Pauling, para medir a eletronegatividade
domésticas. Eles usavam um sistema de absorção, em que o dos átomos, baseou-se em conceitos associados ao
trabalho era o calor da queima de combustíveis fósseis, e os deslocamento da nuvem eletrônica durante a formação
fluidos que atravessavam os componentes do sistema eram, das ligações químicas. Já Robert Mulliken, em uma
em grande maioria, amônia ou dióxido de enxofre por serem definição mais simplificada, relacionou essa medida
bons condutores térmicos. Por volta da década de 1930, a algumas propriedades periódicas dos átomos. Ele
os refrigeradores com sistema de compressão, em que o observou que a eletronegatividade poderia ser estabelecida,
aquecimento do fluido – trabalho – é feito por um compressor quantitativamente, levando em consideração a primeira
movido a energia elétrica, passaram a ser comercializados. energia necessária para retirar um elétron do nível mais
externo de um átomo neutro e isolado e no estado gasoso (I),
Sabe-se que os refrigeradores de absorção, que tinham
e o valor absoluto da afinidade eletrônica (Ea). Assim, para
coeficientes de performance, eficiência, de até 5,0, tinham
Mulliken, a eletronegatividade (ΧM) poderia ser obtida por
de compensar 1,6 kW de calor recebido do ambiente
meio da seguinte equação:
externo, enquanto os refrigeradores a compressão recebem
1,2 kW, ambos de forma espontânea, e que o coeficiente 1
XM  (I  Ea )
de performance deste último é 4% menor do que o primeiro. 2
Do ponto de vista energético, a troca de modelo foi vantajosa WELLER, M. et al. Inorganic Chemistry. Oxford:
porque os refrigeradores a Oxford University Press, 2016 (Adaptação).

BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 CNAT – PROVA II – PÁGINA 1
Segundo Mulliken, valores de eletronegatividade são O metabolismo fermentativo é inibido na presença do
diretamente proporcionais ao(à) oxigênio, levando a bactéria a realizar a respiração aeróbica.
A. raio atômico. O metabolismo aeróbico fornece maior saldo energético,
B. volume molar. aumentando a taxa de proliferação. Dessa forma,
o padrão de crescimento de bactérias anaeróbicas
C. caráter metálico.
facultativas será compatível com o mostrado no tubo III.
D. eletropositividade.
Portanto, a alternativa correta é a C. A alternativa A está
E. potencial de ionização. incorreta, porque no tubo I as bactérias só crescem
Alternativa E na presença do oxigênio, sendo, portanto, aeróbicas.
A alternativa B está incorreta porque no tubo II as bactérias
Resolução: Mulliken relacionou a medida da
só crescem na ausência de oxigênio, sendo, portanto,
eletronegatividade a duas propriedades periódicas. Ele
anaeróbicas estritas. A alternativa D está incorreta, pois
levou em conta o valor absoluto da afinidade eletrônica (Ea)
no tubo IV, apesar de as bactérias proliferarem tanto na
e a primeira energia necessária para retirar um elétron do presença quanto na ausência do oxigênio, não é possível
nível mais externo de um átomo neutro e isolado e no estado perceber a maior proliferação bacteriana em condições
gasoso (I), ou seja, o potencial de ionização. Analisando a aeróbicas. A alternativa E está incorreta, pois no tubo V as
equação fornecida no texto, verifica-se que, quanto maiores bactérias só são capazes de crescer quando o oxigênio se
forem essas duas propriedades periódicas, maior também encontra em pequenas concentrações, sendo chamadas de
será a eletronegatividade. Logo, a alternativa correta é a E. microaeróbicas.

QUESTÃO 94 LQMD QUESTÃO 95 VM99

É fácil verificar as diferentes demandas por oxigênio A interpretação dessa estranha tendência das coisas de
molecular observando o crescimento bacteriano em caírem espontaneamente no chão tem uma longa história.
tubos contendo meio tioglicolato. O teste inicia-se com Aristóteles sugeriu que as coisas se movimentam de forma
o meio tioglicolato com uma pequena porcentagem a retornar ao seu ponto de origem. Portanto, as coisas feitas
de ágar, permitindo a mobilidade das bactérias. de terra tendem a voltar à superfície da Terra, enquanto o ar
Os tubos são, então, inoculados com as bactérias a tende a flutuar sobre as águas e o fogo a subir até os limites
serem testadas e incubados em temperatura adequada.
da atmosfera. Galileu, em torno de 1600, sugeriu que não
Com o tempo, o oxigênio lentamente se difunde através do
importa o tamanho ou peso do objeto, todos sofrem a mesma
meio, partindo de cima, formando um gradiente de oxigênio.
aceleração ao cair. Newton mostrou que tudo atrai tudo com
Dependendo do metabolismo da bactéria cultivada, os
seguintes padrões podem ser observados: uma força que depende da distância. Portanto, os planetas
atraem o Sol, que, sendo muito mais maciço, pouco se lixa
para a nossa atração conjunta. O mesmo com a Terra, ela
nos atrai da mesma forma que nós a atraímos.
GLEISER, M. A gravidade e suas interpretações. Disponível em:
<www1.folha.uol.com.br>. Acesso em: 21 maio 2020.

A que conceito refere-se o texto?


A. Atrito.
B. Força.
Disponível em: <https://courses.lumenlearning.com>. C. Energia.
Acesso em: 27 jan. 2020 (Adaptação).
D. Densidade.
Qual desses padrões representa o crescimento de uma
E. Ação e reação.
bactéria anaeróbica facultativa?
Alternativa B
A. I
Resolução: Pelo texto, percebe-se que o trecho referente a
B. II
Aristóteles diz respeito ao movimento de queda dos objetos,
C. III
enquanto no trecho referente a Galileu trata-se da situação
D. IV de queda livre, quando a força peso é a força resultante
E. V sobre um objeto. O trecho referente a Newton diz respeito à
Alternativa C força gravitacional, que depende inversamente do quadrado
da distância. Assim, pode-se afirmar que o texto trata do
Resolução: As bactérias apresentam diferentes demandas
conceito de força. Portanto, a alternativa correta é a B.
por oxigênio molecular, sendo aeróbicas ou anaeróbicas,
enquanto estas últimas podem ser estritas ou facultativas.
QUESTÃO 96 I83J
As bactérias anaeróbicas estritas não sobrevivem quando em
contato com o oxigênio. Já as anaeróbicas facultativas são O ar respirado pelos mergulhadores que usam cilindros é
tolerantes ao oxigênio, sobrevivendo tanto na sua presença comprimido a uma elevada pressão, ou seja, cada respiração
quanto na sua ausência. Quando essas bactérias se embaixo d’água carrega consigo mais moléculas de gás do
encontram em ambientes sem oxigênio, realizam fermentação. que carregaria caso a respiração fosse feita na superfície.

CNAT – PROVA II – PÁGINA 2 ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO
Como o oxigênio é utilizado continuamente pelo corpo para C. as células saudáveis não necessitam de drogas
a respiração, esse gás não fica acumulado. Entretanto, quimioterápicas, dispensando a captação dessas
o nitrogênio extra respirado permanece no sangue e nos estruturas.
tecidos do corpo. Dessa forma, quando o mergulhador D. as células cancerígenas acumulam mutações, afetando
emerge de forma repentina, a pressão à qual ele está a produção das enzimas necessárias à fermentação.
submetido diminui de forma rápida, fazendo com que o E. as proteínas sensíveis à acidez estabilizam a
nitrogênio acumulado sofra uma expansão e forme bolhas nanopartícula na circulação sanguínea, prevenindo a
no interior dos tecidos. Essa condição é conhecida como sua deterioração.
doença de descompressão ou doença dos mergulhadores. Alternativa A
Disponível em: <www.msdmanuals.com>. Resolução: As nanopartículas híbridas possuem em suas
Acesso em: 21 mar. 2020 (Adaptação).
superfícies proteínas sensíveis à acidez, direcionando
Um mergulhador, ao emergir de forma repentina, faz com essas estruturas ao microambiente ácido dos tumores.
que o gás acumulado no sangue e nos tecidos sofra uma O direcionamento das nanopartículas é importante para que
transformação os quimioterápicos cheguem às células tumorais, evitando
A. isométrica, pois não há trocas de calor entre o gás afetar as células saudáveis. O microambiente no tecido
tumoral apresenta baixo pH porque a rápida proliferação
nitrogênio e o meio externo.
celular característica de tumores resulta na formação de
B. isovolumétrica, pois a temperatura do gás nitrogênio no
uma massa tecidual muito rapidamente. Por causa da
sangue e nos tecidos se mantém constante. velocidade desse processo, o organismo não consegue
C. isotérmica, pois o volume de gás nitrogênio aumenta formar os vasos sanguíneos para irrigar esse tecido, o que
rapidamente no sangue e nos tecidos do corpo. prejudica o fornecimento de oxigênio às células tumorais.
D. isobárica, pois o gás nitrogênio é influenciado pela Para produzir energia, essas células recorrem à respiração
pressão externa à qual o mergulhador está submetido. anaeróbica por meio da fermentação lática. Essa via
metabólica gera como produto o ácido lático, que se acumula
E. isocórica, pois o aumento no volume de gás nitrogênio
no tecido, reduzindo o pH, ou seja, aumentando a acidez
provoca a formação de bolhas de ar no sangue e nos
no microambiente tumoral. Portanto, a alternativa correta
tecidos do corpo.
é a A. A alternativa B está incorreta, pois a desnaturação
Alternativa C das proteínas de superfície da nanopartícula não facilitaria
Resolução: Um mergulhador, ao emergir de forma repentina, o reconhecimento pelos receptores celulares, que são
faz com que o nitrogênio, N2, presente no sangue dele seja específicos. A alternativa C está incorreta, pois a captura
submetido a uma transformação isotérmica, visto que a da nanopartícula não ocorre conforme a necessidade do
pressão diminui rapidamente e o volume de gás nos tecidos fármaco que se encontra dentro dela, mas pela interação
do corpo aumenta, formando bolhas. Logo, a alternativa C bioquímica entre essa estrutura e a célula. A alternativa D
é a correta. está incorreta, pois as nanopartículas híbridas não
apresentarão tropismo pelas células tumorais que sejam
QUESTÃO 97 5UWU
incapazes de realizar fermentação lática, responsável pela
Nanopartículas são estruturas minúsculas que podem ser redução do pH tecidual. A alternativa E está incorreta, pois
utilizadas para entregar drogas quimioterápicas de maneira as proteínas sensíveis à acidez não ajudam no problema
específica. Entretanto, esse sistema é frequentemente de estabilidade apresentado por outras nanopartículas, mas
prejudicado por sua baixa estabilidade na circulação sim no problema quanto à especificidade de direcionamento
sanguínea e pela ineficiência de endereçamento dessas para células tumorais.
nanopartículas às células-alvo. Por isso, um estudo publicado
na revista Nature descreve a formação de nanopartículas QUESTÃO 98 H9I9
híbridas especiais, que contêm em sua superfície proteínas
Os aços usados em eletrodomésticos têm como principal
sensíveis à acidez, para facilitar a internalização dessas
característica a facilidade de transformar energia elétrica
nanopartículas pelas células cancerosas no microambiente
em energia mecânica. Buscando por uma maior eficiência
ácido característico dos tumores. Quando essas estruturas
desses materiais, a Companhia Siderúrgica Nacional
entram nas células, elas são degradadas, liberando o
(CSN), junto com um grupo de pesquisadores do Instituto
quimioterápico.
de Pesquisas Tecnológicas (IPT), conseguiu a fabricação
PALANIKUMAR, L. et al. pH-responsive high stability polymeric
nanoparticles for targeted delivery of anticancer therapeutics. de um material ainda mais eficiente energeticamente, o
Commun Biol 3, 95, 2020 (Adaptação). aço elétrico de grão superorientado. A perda energética
apresentada por um aço é de aproximadamente 1,25 watt
As nanopartículas híbridas têm maior tropismo pelo
por quilograma. Com o novo material, essa perda é reduzida
microambiente tumoral, pois
para algo como 0,95 watt por quilograma. A diferença pode
A. a rápida proliferação celular diminui a oxigenação parecer pequena, mas é bastante significativa quando se leva
sanguínea tecidual, favorecendo a fermentação lática. em conta que essa perda é reproduzida em todo o parque
B. a acidez desnatura as proteínas de superfície, de transformadores instalados no país.
facilitando o seu reconhecimento pelos receptores Disponível em: <https://revistapesquisa.fapesp.br>.
celulares. Acesso em: 27 maio 2020 (Adaptação).

BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 CNAT – PROVA II – PÁGINA 3
A variação percentual, por quilograma, entre as resistências +40
Csl
elétricas dos materiais é mais próxima de CsBr RbBr Rbl
+20
A. 24%. Kl

Entalpia de dissolução, ∆solH / kJ.mol–1


CsC KC KBr
RbC
B. 30%. LiF
NaC

0 NaBr
NaF
C. 32%. Nal
KF
D. 68%. –20
RbF
E. 76%.
LiC
Alternativa C –40
CsF LiBr

Resolução: Como a resistência elétrica de um objeto Lil


–60
independe da tensão elétrica à qual ele é conectado, pode-se –200 –100 0 +100 +200
{∆hidH(X–) – ∆hidH(M+)} / kJ.mol–1
escrever que
WELLER, M. et al. Inorganic Chemistry.
2 Oxford: Oxford University Press, 2016.
V
P=
R A substância iônica que, ao ser dissolvida em água, libera
maior quantidade de energia por mol é
Assim, denotando pelos índices A e S para se referir ao aço
A. CsF.
e ao aço de grão superorientado, respectivamente,
B. CsI.
V2
V 2
C. LiBr.
=RA = e RS
PA PS D. LiI.
E. NaBr.
Logo, como PS < PA, RS > RA. Portanto, a variação percentual
Alternativa D
terá sido de
Resolução: Os valores de entalpia de dissolução (∆solH),
 1 1 representados no eixo y, correspondem à energia necessária
V2   
RS  R A
  PS PA  para que um mol de composto iônico se dissolva em água.
RA V2 Assim, quanto menor for a ∆solH (valores mais negativos),
PA mais exotérmico será o processo e, consequentemente, mais
RS  R A  P  PS  PA  PS energia será liberada. Logo, a substância que libera maior
 PA  A 
RA  PSPA  PS quantidade de energia por mol, ao ser dissolvida em água,
RS  R A 1, 25  0, 95 0, 3 é o LiI, e a alternativa D é a correta.
 
RA 0, 95 0, 95
QUESTÃO 100 OXP6
30
RS  R A 100 30 6 Quando dois genes estão no mesmo cromossomo, mas
  
RA 95 95 19 muito distantes entre si, eles se segregam independentemente
100 devido ao crossing-over (recombinação homóloga). Esse é
RS  R A um processo que acontece bem no início da meiose, no qual
 0, 3157  31, 57%
RA cromossomos homólogos aleatoriamente trocam fragmentos
equivalentes. Crossing-over pode colocar novos alelos juntos
Assim, a alternativa correta é a C. em combinação no mesmo cromossomo, levando-os para
o mesmo gameta.
QUESTÃO 99 VQU7
Disponível em: <https://pt.khanacademy.org/science/biology/classical-
genetics/chromosomal-basis-of-genetics/a/linkage-mapping>.
A entalpia de dissolução (∆solH) corresponde à energia Acesso em: 21 fev. 2018.
associada ao processo de dissolução de um mol de um
Considerando o fenômeno genético descrito, suponha que
composto iônico (MX(s)), conforme representado na seguinte
uma pesquisadora decidiu mapear os genes humanos A e B,
equação genérica: ambos localizados no cromossomo 3. Com o intuito de
MX(s) → M+(aq) + X–(aq) ∆solH / kJ.mol–1 mensurar a distância entre esses genes, ela deve analisar a
frequência dos gametas produzidos por um indivíduo:
No gráfico a seguir, estão representados, no eixo y, valores
de entalpia de dissolução de compostos iônicos formados A. AABB

por cátions de metais alcalinos (Li+, Na+, K+, Rb+ e Cs+) B. aabb
e ânions de halogênios (F–, Cl–, Br– e I–); já no eixo x, estão C. AABb
representados os valores da diferença entre a energia de D. AaBB
solvatação do ânion e a energia de solvatação do cátion. E. AaBb

CNAT – PROVA II – PÁGINA 4 ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO
Alternativa E Sendo o calor latente de vaporização 540 cal/g, qual a
Resolução: Segundo o texto-base, genes que se encontram quantidade de água evaporada em um dia?
em um mesmo cromossomo e distantes entre si segregam-se, A. 1,3 kg/m2
independentemente, por meio do crossing-over. Esse B. 4,7 kg/m2
fenômeno gera novas combinações gênicas nos gametas C. 7,8 kg/m2
formados a partir da troca de fragmentos equivalentes entre
D. 12,7 kg/m2
cromossomos homólogos. Sabe-se que tal fenômeno ocorre
E. 25,4 kg/m2
de forma relativamente aleatória, sendo que genes muito
próximos possuem uma chance reduzida de recombinação Alternativa B
se comparados àqueles que se encontram distantes um do Resolução: Pelo texto, percebe-se que o valor descrito
outro. Por esse motivo, diz-se que a taxa de frequência de corresponde à energia por área e tempo. Logo, como
recombinação em gametas pode ser usada para mensurar 60% dessa energia é usada na evaporação das águas no
a distância entre genes localizados no mesmo cromossomo. processo de transpiração das plantas, tem-se que, em um
dia, a energia por área é 253,8 cal/cm2. Esse valor, em
Sabendo disso, para calcular a distância entre os genes
cal/m2, é
A e B, localizados no mesmo cromossomo humano,
a pesquisadora deve analisar a frequência de gametas 2 538 cal  10 000 cm2  3 2
   2 538 . 10 cal m
recombinantes formados por um indivíduo. Contudo, a taxa 10 cm2  1 m2 
de recombinação nos gametas só pode ser estudada a partir
dos alelos de um indivíduo duplamente heterozigoto, pois, Pela expressão para calor latente, dividindo ambos os lados
assim, a frequência do crossing-over pode ser estimada. da igualdade pela área A,
Caso o indivíduo seja homozigoto para ao menos um dos
Q = mL
genes, ainda que ocorra a permuta, os gametas formados
Q m
podem apresentar as mesmas combinações que o indivíduo = L
A A
parental, o que teoricamente impediria o reconhecimento de
m Q
todas as recombinações e, consequentemente, inviabilizaria =
A AL
o cálculo da distância relativa entre os genes mencionados.
A alternativa A está incorreta, pois no indivíduo duplamente Pelos valores descritos, conclui-se que
homozigoto dominante, ainda que haja crossing-over, a
m 2 538 . 103 141. 2
taxa de recombinação não pode ser calculada, pois todos = = 10
A 540 3
os alelos são dominantes e os gametas possuem a mesma
m
combinação genética parental. Sem a taxa de recombinação = 4 700 g m2
A
não é possível medir a distância entre os genes. A alternativa m
B está incorreta, pois, assim como na alternativa anterior, = 4, 7 kg m2
A
se todos os alelos do indivíduo são recessivos, não é
possível detectar a taxa de recombinação entre eles, o que Portanto, a alternativa correta é a B.
impede o cálculo da distância entre os genes. A alternativa
QUESTÃO 102 HW6T
C está incorreta, pois, se o crossing-over ocorrer na porção
dos cromossomos onde se encontra o gene A, a taxa de No início do século XX, o surgimento do automóvel fez
com que a indústria petroquímica buscasse alternativas
recombinação não pode ser medida, pois ambos os alelos
para suprir a crescente demanda por combustíveis.
são dominantes. A alternativa D está incorreta, pois, caso
Uma alternativa encontrada foi o desenvolvimento do
o crossing-over ocorra na porção dos cromossomos onde
processo conhecido como craqueamento catalítico, utilizado
se localiza o gene B, não será possível medir a taxa de
para transformar algumas frações dos resíduos de destilação
recombinação, pois ambos os alelos são dominantes. do petróleo em produtos com maior demanda e valor
agregado, como a gasolina.
QUESTÃO 101 AØCO
O processo de craqueamento catalítico tem como objetivo
Em regiões tropicais, a radiação solar é mais absorvida
do que a energia perdida por emissão. Há, portanto, um saldo A. favorecer a extração de compostos de baixa
no balanço de radiação nos trópicos. A energia solar que octanagem.
incide na região amazônica é, em média, 423 cal cm–2 dia–1, B. transformar frações residuais em compostos de alto
e estima-se que até 60% dessa energia seja utilizada na peso molecular.
evaporação das águas através da transpiração das plantas. C. promover a quebra de compostos de cadeia grande em
No caso de desfloramento em grande escala, o balanço de cadeias menores.
energia será alterado e uma grande parte da energia usada
D. separar as diferentes frações do petróleo de acordo
pelas plantas será transferida para o aquecimento do solo
com as faixas de ebulição.
e do ar.
SALATI, E.; RIBEIRO, M. N. Floresta e clima. Supl. Acta Amazônica,
E. otimizar o processo de refino e produzir uma mistura
Manaus, v. 9, n. 4, p. 15-22, 1979 (Adaptação). complexa de hidrocarbonetos.

BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 CNAT – PROVA II – PÁGINA 5
Alternativa C
Resolução: O processo de craqueamento catalítico é utilizado na indústria petroquímica para produzir compostos químicos
menores a partir da quebra de grandes cadeias de hidrocarbonetos. Nesse processo, devido à transformação de frações
residuais da destilação do petróleo em combustíveis, obtêm-se matérias-primas importantes como a gasolina, que apresenta
hidrocarbonetos de alta octanagem em sua constituição. Logo, a alternativa C é a correta.

QUESTÃO 103 82P6

A maior parte dos patógenos humanos tiveram origem em outros animais e foram transferidos de forma interespecífica. Nos
últimos 50 anos, diversos vírus, incluindo o Ebola vírus, o Marburg vírus, o Nipah vírus e o Hendra vírus, foram associados a
várias espécies de morcego. Apesar de décadas de estudo sobre morcegos e os patógenos que eles carregam, o campo que
pesquisa a ecologia viral dos morcegos ainda é incipiente, com muitas questões não exploradas, dificultando a possibilidade
de preparo para possíveis surtos virais no futuro.
LETKO, M. et al. Bat-borne virus diversity, spillover and emergence. Natural Reviews Microbiology, jun. 2020 (Adaptação).

Para que esses vírus representem uma ameaça para a população humana, é necessário que eles
A. desenvolvam meios de se ligar e invadir as células de mamíferos.
B. adquiram resistência aos tratamentos comercializados atualmente.
C. sejam reconhecidos pelas células do sistema imunológico humano.
D. sofram mutações que aumentem a sua capacidade de propagação.
E. expressem proteínas compatíveis com receptores celulares humanos.
Alternativa E
Resolução: Todos os dias, os seres humanos são expostos a diversos micro-organismos potencialmente patogênicos.
Entretanto, muitos vivem no ambiente e outros são capazes de infectar apenas outros animais ou plantas. Para que um vírus
que infetava morcegos, como exemplificado no texto, seja capaz de infectar um ser humano, representando uma ameaça, é
necessário que ele expresse antígenos compatíveis com os receptores celulares humanos. Dessa forma, ele poderá utilizar
essa ligação para invadir a célula e se replicar. Os vírus que antes não eram capazes de infectar humanos podem sofrer
mutações que os concedam essa capacidade. Portanto, a alternativa correta é E. A alternativa A está incorreta, porque os vírus
aos quais o texto se refere são aqueles que já são capazes de infectar mamíferos, os morcegos. Porém, isso não os torna
capazes de infectar especificamente os humanos. A alternativa B está incorreta, porque a resistência aos tratamentos seriam
um problema para a população humana se esses vírus que parasitam os morcegos já fossem capazes de infectar humanos.
A alternativa C está incorreta, porque se o sistema imune for capaz de reconhecer os vírus, uma resposta imunológica será
gerada contra ele. A alternativa D está incorreta, porque as mutações que aumentem a capacidade de propagação do vírus
no meio só será uma ameaça à população humana se o vírus for capaz de infectar seres humanos.

QUESTÃO 104 GYJB

A durabilidade das estruturas de concreto é controlada principalmente pela resistividade elétrica, que está relacionada à
redução da taxa de deterioração do material; pela absorção de água (quantidade de água por cimento), diretamente ligada
à difusividade de íons agressivos à microestrutura do concreto; e pela porosidade, que influencia na diminuição da resistência
à compressão do material. O quadro apresenta cinco espécimes de concreto.

Resistividade Resistência à
Espécime Relação água/cimento
elétrica (kΩ.cm) compressão (Mpa)
B0,40 0,40 8,3 45,2
B0,50 0,50 5,5 33,2
G0,42 0,42 14,9 49,3
G0,54 0,54 9,7 32,0
G0,60 0,60 8,7 27,9

MEDEIROS-JUNIOR, R. A.; MUNHOZ, G. S.; MEDEIROS, M. H. F. Correlações entre absorção de água, resistividade elétrica e resistência à compressão
de concreto com diferentes teores de pozolana. Revista ALCONPAT, v. 9, n. 2, p. 152-166, 2019 (Adaptação).

Qual o espécime de concreto mais adequado para a construção civil?


A. B0,40
B. B0,50
C. G0,42
D. G0,54
E. G0,60

CNAT – PROVA II – PÁGINA 6 ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO
Alternativa C
Resolução: Pelo texto, sabe-se que, quanto maior a
resistividade elétrica, menor será a deterioração do material;
que, quanto menor a relação água/cimento (absorção de
água), menor a difusividade dos íons agressivos ao concreto; Afetados
e que, quanto maior a resistência à compressão (menor Não afetados

porosidade), mais desejável é o espécime para a construção


Desconsiderando a ocorrência de mutações e recombinações
civil. Pela tabela, percebe-se que o espécime G0,42 possui a cromossômicas, a relação que corrobora o padrão de
segunda menor relação água/cimento, a maior resistividade herança dessa característica é:
elétrica e a maior resistência à compressão. Portanto, a
A. A mulher III.2 ter filhos afetados e uma filha não afetada.
alternativa correta é a C.
B. A mulher I.1 ter filhos de ambos os sexos afetados.
QUESTÃO 105 2GIO C. O homem II.2 ter filhas afetadas e um filho não afetado.
Éter de petróleo é o nome dado à fração volátil (ou D. O homem III.4 ter tido chances iguais de ser afetado
fração etérea) do petróleo. Quimicamente, é uma mistura ou não.
de vários hidrocarbonetos, principalmente pentano e hexano, E. Os irmãos II.2 e II.3 terem recebido alelos afetados de
e obtém-se por destilação do petróleo. Durante a destilação, sua mãe.
separam-se diferentes frações de éter de petróleo de acordo Alternativa C
com o seu ponto de ebulição. Assim, estão disponíveis Resolução: O heredograma mostra a ocorrência de
comercialmente diferentes frações de éter de petróleo com determinada característica relacionada à manifestação de
pontos de ebulição que variam desde 30-40 °C até 100-120 °C. um gene dominante ligado ao X. A classificação da herança
Disponível em: <http://www.asher.com.br/eter-de-petroleo-p-a- genética pode ser evidenciada pela análise da descendência
1000ml-p501/>. Acesso em: 01 abr. 2016. do homem II.2 afetado (XAY). Esse indivíduo teve três filhos
com uma mulher não afetada (XaXa), sendo duas mulheres
O etoxietano é vulgarmente conhecido por éter de petróleo. afetadas e um homem não afetado. Necessariamente,
Esse nome, pelo qual também é chamado, faz referência à sua o indivíduo II.2 transmite às suas filhas o XA e a seus filhos
o cromossomo Y, e, por isso, todas as suas filhas seriam
A. fórmula molecular semelhante à fração etérea obtida da
afetadas e seus filhos, não. Logo, a alternativa correta é a C.
destilação do petróleo. A alternativa A está incorreta, pois, no caso de heranças
B. utilização no processo de síntese de hidrocarbonetos dominantes ligadas ao X, não se deve analisar a prole de
presentes na gasolina. mulheres afetadas, pois o padrão também será compatível
com herança dominante autossômica. A alternativa B
C. volatilidade elevada semelhante à dos hidrocarbonetos
está incorreta, pois essa relação não comprova ser uma
de baixo peso molecular.
herança dominante ligada ao X, pois também é compatível
D. pressão de vapor baixa, comum a hidrocarbonetos de com herança dominante autossômica. A alternativa D está
cadeia carbônica pequena. incorreta, pois, descartando recombinações e mutações
E. obtenção a partir da desidratação intermolecular entre o cromossômicas, o homem III.4 não tinha chances de ser
afetado. A alternativa E está incorreta, pois o indivíduo II.3
pentanol e o hexanol.
recebeu o alelo recessivo de sua mãe heterozigota, e não
Alternativa C o alelo dominante.
Resolução: Segundo o texto, éter de petróleo é uma
QUESTÃO 107 24VX
nomenclatura atribuída aos hidrocarbonetos (compostos
constituídos exclusivamente de átomos de carbono e O colchão de molas é um produto que se popularizou
hidrogênio) obtidos a partir da fração do petróleo mais com o desenvolvimento de diferentes tipos de espumas e o
surgimento do látex. Atualmente, existem diversos tipos de
volátil (que evapora facilmente). No entanto, o petróleo
modelos, com variados formatos, resistências e tecidos, mas
é uma mistura de vários hidrocarbonetos, enquanto o
todos possuem molas de aço, cuja constante elástica é de
etoxietano (CH3CH2–O–CH2CH3) pertence à função éter 160 N/m, devido a sua durabilidade. Em média, um colchão
(possui oxigênio como heteroátomo ligado a dois átomos apresenta 125 molas por metro quadrado. Considere que a
de carbonos da cadeia). A temperatura de ebulição do área que uma pessoa ocupa ao se deitar no colchão seja
etoxietano é baixa (próxima de 34 °C) e sua pressão de de 0,9 m2.
vapor é elevada, assim como a dos hidrocarbonetos de Qual a deformação média do colchão, em centímetro, que
cadeia carbônica pequena e baixo peso molecular. Logo, a uma pessoa de 720 N provoca ao se deitar nele?
alternativa correta é a C. A. 3,6
B. 4,0
QUESTÃO 106 U81S
C. 4,5
O heredograma a seguir demonstra a incidência de um
fenótipo decorrente da manifestação de um gene dominante D. 6,4
ligado ao X. E. 11,2

BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 CNAT – PROVA II – PÁGINA 7
Alternativa B Alternativa E
2
Resolução: Como há no interior do colchão 125 molas/m , Resolução: Vírus e bactérias são seres patogênicos,
e uma pessoa ocupa 0,9 m2 ao se deitar nele, 112,5 molas microscópicos e mais simples que as células eucariotas.
serão responsáveis por sustentar a pessoa. Considerando Os vírus, inclusive, não possuem organização celular.
que o peso será distribuído igualmente para cada mola, cada
Apesar de compartilharem alguns aspectos similares,
uma delas sustentará 6,4 N. Pela Lei de Hooke, tem-se que
são microrganismos bastante diferentes estruturalmente.
a deformação média de cada mola e, consequentemente,
do colchão, será Ao contrário dos vírus, as bactérias têm metabolismo
próprio e organização celular, apresentando organelas e
ky  F
estruturas que as tornam “donas do próprio nariz”, conforme
64
10 64 8 afirma o texto-base. Logo, a alternativa correta é a E.
y   
160 10 . 160 10 . 20 A alternativa A está incorreta, pois as bactérias não possuem
y  0, 04 m  4, 0 cm organelas membranosas. A alternativa B está incorreta, pois
há plasmídeos que conferem patogenicidade à bactéria,
Portanto, a alternativa correta é a B.
entretanto, isso não explica sua independência metabólica
QUESTÃO 108 U358 quando comparada ao vírus. A alternativa C está incorreta,
A partir do século XIX, a evolução da ciência permitiu, por pois as bactérias não possuem núcleo delimitado, pois são
meio do estudo dos modelos atômicos, verificar a evolução de procariontes. A alternativa D está incorreta, pois a disposição
cada um deles. A necessidade de explicar o comportamento do material genético bacteriano não é a causa da sua
de átomos com mais de um elétron levou à proposta de um independência metabólica.
modelo atômico matemático – o modelo atual.
A ideia central desse modelo está relacionada com QUESTÃO 110 831K

A. a carga do próton. No início do século XX, o físico holandês Heike Onnes


B. a massa do átomo. descobriu que, a temperaturas muito baixas, o mercúrio
C. os orbitais atômicos. apresentava resistência elétrica zero, fenômeno chamado
de supercondutividade. Uma das características de materiais
D. as órbitas eletrônicas.
supercondutores é a existência de uma temperatura crítica
E. o tamanho do núcleo.
em que ocorre uma transição de fase, situação em que
Alternativa C várias propriedades físicas do material sofrem variações
Resolução: No modelo atômico atual, está presente a bruscas. Pelo interesse nas propriedades de cerâmicas
ideia de orbital como o local mais provável de se encontrar supercondutoras, mediu-se a resistência elétrica da cerâmica
o elétron, ou seja, é um modelo matemático baseado em YBa2Cu3O7 (YBCO) em baixas temperaturas, como mostrado
funções de onda, que representam o comportamento
no gráfico.
ondulatório do elétron. Sendo assim, esse novo modelo
descreve precisamente a energia dos elétrons e a sua 0,040
localização, que é dada em termos de probabilidade. Logo, 0,035
a alternativa correta é a C.
0,030
Resistência (Ω)

QUESTÃO 109 9AV9


0,025
Muita gente trata vírus e bactérias como sinônimos. Em 0,020
muitos casos, os dois até causam as mesmas doenças, como
0,015
pneumonia e meningite. Mas não. Um é tão diferente do outro
quanto um ser humano de um programa de computador. As 0,010
bactérias podem até ser extremamente simples, mas elas 0,005
respiram, comem e se locomovem. Basta haver nutrientes
0,000
por perto que elas vivem e se reproduzem à vontade. São
donas do próprio nariz. Os vírus não. –0,005
0 50 100 150 200
Disponível em: <http://super.abril.com.br/ciencia/donos-do-mundo/>.
Acesso em: 07 fev. 2017 (Adaptação). Temperatura (K)
LÓPEZ, A. et al. Novo método de fabricação do supercondutor de
O comportamento das bactérias apresentado no texto se dá YBa2Cu3O7 para aplicação na divulgação em ensino de Física. Notas
porque elas apresentam Técnicas, Rio de Janeiro, v. 3, n. 3, p. 24-28, 2013 (Adaptação).

A. funcionamento dependente das organelas com A temperatura crítica do YBCO é mais próxima de
membranas.
A. –361 °C.
B. potencial patogênico presente no DNA extra
cromossômico. B. –290 °C.
C. núcleo delimitado por uma membrana nucleoplasmática. C. –185 °C.
D. material genético único organizado de maneira circular. D. –88 °C.
E. metabolismo próprio relacionado à organização celular. E. –31 °C.

CNAT – PROVA II – PÁGINA 8 ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO
Alternativa C A. possuem parede celular de quitina flexível, que permite
Resolução: Pelo gráfico, percebe-se que a temperatura a sua fácil dispersão.
crítica, situação em que as propriedades do material, no caso B. resistem à alta temperatura e à falta de umidade do
a resistência elétrica, mudam abruptamente, corresponde, microambiente do papel.
aproximadamente, a 88 K. Logo, em graus Celsius, C. sobrevivem no ar por meio de estruturas reprodutivas
denominadas esporos.
TC  TK  273
D. usam as fibras vegetais do papel para produzir
TC  88  273  185 C autotroficamente o seu alimento.
E. quebram as fibras de celulose para criar reservas de
Portanto, a alternativa correta é a C.
amido.
QUESTÃO 111 Z9KW Alternativa C
Há muitos anos, cientistas têm investigado o comportamento Resolução: Os esporos são estruturas reprodutivas altamente
de substâncias não metálicas, conseguindo prever que, resistentes a condições ambientais desfavoráveis. Por meio
quando átomos ou moléculas são comprimidos, seus elétrons de esporos, fungos podem, por exemplo, permanecer no ar
de ligação podem ser deslocalizados. Em 1996, físicos do por longos períodos e se deslocarem por grandes distâncias.
Laboratório Lawrence Livermore fizeram um experimento No caso do autorretrato mencionado, infere-se que a ruptura
utilizando gás hidrogênio, em condições elevadas de pressão da estrutura de celulose fragilizou o papel e criou uma
e de temperatura, e descobriram um estado “metálico” para abertura para a entrada de esporos de fungos que estavam
essa substância. em circulação no ar. O desenvolvimento desses esporos
levou ao estabelecimento de colônias de fungos no papel,
CHANG, R.; GOLDSBY, K. A. Chemistry. 12. ed.
New York: McGraw-Hill Education, 2015 (Adaptação). formando as manchas observadas. Portanto, a alternativa C
é a correta. A alternativa A está incorreta, pois, constituída
Uma propriedade exclusiva da amostra de hidrogênio do basicamente de quitina, a parede celular de fungos é do
experimento que a diferenciaria do gás hidrogênio comum é a tipo rígida. A alternativa B está incorreta, pois temperatura e
A. tenacidade. umidade elevadas são as condições gerais de um ambiente
B. solubilidade. propício para a proliferação dos fungos. A alternativa D está
incorreta, pois fungos não podem utilizar as fibras vegetais
C. elasticidade.
do papel para produzir seu próprio alimento, uma vez que
D. condutividade. são seres heterótrofos. A alternativa E está incorreta, pois,
E. compressibilidade. de acordo acordo com o texto-base, o rompimento das fibras
de celulose do papel não foi causado pelos fungos, mas
Alternativa D
pelas partículas de ferro. Além disso, fungos têm o glicogênio
Resolução: O hidrogênio, H 2, é um gás nas CNTP e, enquanto substância de reserva.
assim, não possui características semelhantes às de um
metal. No entanto, em condições elevadas de pressão e de QUESTÃO 113 BØ2P
temperatura, descobriu-se um estado “metálico” para essa
A produção de cimento Portland (cimento comum)
substância. Sabe-se que os metais costumam apresentar
é criticada por ambientalistas devido à grande emissão
pontos de fusão e de ebulição que vão de médios a elevados,
de poluentes atmosféricos que agravam o efeito estufa,
boa condutividade elétrica e térmica, além de serem dúcteis
principalmente, dióxido de carbono, CO 2. Parte dessa
e maleáveis. Logo, a alternativa correta é a D.
emissão é justificada pela decomposição de calcário, CaCO3,
na obtenção de óxido de cálcio, CaO, que é incorporado à
QUESTÃO 112 SOIO
mistura, conforme representado pela equação química a
Fungos estão destruindo o autorretrato seguir:
de Leonardo da Vinci
CaCO3(s) → CaO(s) + CO2(g)
Por décadas, os danos em um autorretrato de Leonardo
da Vinci, datado de 1510, não puderam ser restaurados O cimento comum apresenta um percentual de 67%
porque os responsáveis pelo processo não sabiam se de CaO, ao contrário do “cimento verde”, que utiliza outros
as origens das manchas marrons e avermelhadas eram compostos e, por isso, não produz CO2.
químicas ou biológicas. Considerando que o cimento comum fosse substituído pelo
Recentemente, um estudo publicado na revista “cimento verde”, a quantidade de matéria de CO2, em mol,
Environmental Microbiology Reports provou que o quadro que deixaria de ser emitida a cada tonelada de cimento
está infectado por diversos fungos. De acordo com a produzida seria de, aproximadamente,
pesquisa, partículas de ferro danificaram o papel há muito Dados: Massas molares em g.mol–1: C = 12, O = 16, Ca = 40.
tempo, rompendo a estrutura de celulose do papel e criando
A. 1,0 . 104.
uma abertura para a entrada de fungos.
B. 1,2 . 104.
Disponível em: <http://www.correiodoestado.com.br>.
Acesso em: 11 abr. 2016. [Fragmento adaptado] C. 1,5 . 104.
O rompimento da estrutura do papel criou condições para D. 2,0 . 104.
a contaminação da obra com esses organismos, pois eles E. 2,6 . 104.

BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 CNAT – PROVA II – PÁGINA 9
Alternativa B
Resolução: Inicialmente, é necessário calcular a massa molar do óxido de cálcio, CaO, principal componente do cimento
comum:
M(CaO) = (1 . 40) + (1 . 16) = 56 g . mol–1
Segundo o texto, 1 mol de óxido de cálcio, CaO, produzido pela decomposição do carbonato de cálcio, CaCO3, libera na
atmosfera 1 mol de dióxido de carbono, CO2. Como o cimento comum é constituído de 67% de CaO, a quantidade de matéria
de CO2, em mol, que deixaria de ser emitida a cada 1 000 kg de “cimento verde” produzidos é a seguinte:
1 000 kg –––– 100%
x –––– 67%
x = 670 kg

56 g de CaO –––– 1 mol de CO2


670 . 103 g de CaO –––– y
y = 1,2 . 104 mol de CO2
Logo, a alternativa B é a correta.

QUESTÃO 114 26L2

Com o objetivo de analisar as concepções de alunos sobre movimento, foi realizada uma tarefa-experimento, em que, após
uma demonstração, eles eram questionados sobre o que haviam observado. Nessa tarefa, um carrinho B partia do repouso
em uma posição anterior à de outro carrinho, sendo que este último, também partindo do repouso, era disparado quando o
outro móvel passasse ao seu lado. Após os dois móveis percorrerem determinada distância, o carrinho C alcançava o seu
par, entrando os dois, simultaneamente, em seus respectivos túneis.

Túneis

LABURU, C. E.; CARVALHO, A. M. Noções de aceleração em adolescentes: uma classificação. Revista Brasileira de Ensino de Física,
v. 15, n. 1 a 4, p. 61-73, 1993 (Adaptação).

Nesse experimento, a aceleração do carrinho B, em comparação à do carrinho C, é


A. menor, pois ele larga primeiro.
B. menor, pois ele parte do repouso.
C. maior, pois ele ultrapassa o outro carrinho.
D. maior, pois ele percorre uma maior distância.
E. igual, pois eles entram simultaneamente nos túneis.
Alternativa A
Resolução: Como descrito, os carrinhos chegam aos túneis simultaneamente. Ou seja, a partir do instante em que estão
lado a lado, eles percorrem a mesma distância xC no mesmo tempo t.

 1 2
 x C  v B t  2 aB t

x  1 a t2
 C 2 C

em que vB é a velocidade adquirida pelo carrinho B do repouso até essa situação. Igualando essas expressões,

1
 aC  aB  t 2  vB t  0
2

Por Bhaskara,

vB  vB
t
 aC  aB 
 2v B
 t' 
  a C  aB 
 t"  0 s


CNAT – PROVA II – PÁGINA 10 ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO
Como os carrinhos não chegam aos túneis instantaneamente, t” não convém. Assim, como vB > 0 e não há sentido físico em
t < 0, conclui-se que aC > aB. Por essa conclusão, percebe-se que as alternativas C, D e E estão incorretas. A alternativa B
está incorreta, pois ambos os carrinhos partem do repouso. Assim, essa não é uma característica única do movimento de B,
de modo que se possa afirmar, a partir dela, que a sua aceleração é menor do que a do carrinho C. Portanto, a alternativa
correta é a A.

QUESTÃO 115 WD8S

O perfil de “DNA fingerprint” é um conjunto de 13 locis em que ocorre alta taxa de variação gênica. A análise desses genes
informa sobre o número de sequencias repetidas nessas posições, sendo quase impossível que duas pessoas apresentem
compatibilidade total. Este teste foi utilizado para identificar o responsável por um delito. No local do crime, foram encontradas
duas amostras de DNA, sendo uma compatível com a vítima e outra que será comparada ao material dos suspeitos.
A comparação entre o número de repetições na amostra não identificada e o perfil de DNA fingerprint dos suspeitos é mostrada
a seguir.

STR loci Amostra Suspeito A Suspeito B Suspeito C Suspeito D Suspeito E

D3S1358 15, 17 17, 17 15, 17 15, 17 18, 19 15, 17

vWA 15, 16 18, 19 17, 17 15, 16 15, 16 18, 19

FGA 23, 27 21, 23 21, 23 23, 27 23, 27 23, 27

D8S1179 12, 13 14, 15 14, 15 12, 13 12, 13 12, 13

D21S11 28, 30 27, 30.2 28, 30 28, 30 27, 30.2 14, 18

D18S51 12, 18 14, 18 14, 18 12, 18 14, 18 9, 12

D5S818 13, 13 9, 12 13, 13 13, 13 13, 13 8, 11

D13S317 12, 12 12, 12 12, 12 12, 12 12, 12 12, 12

D7S820 10, 11 9, 10 9, 10 10, 11 9, 10 10, 11

CSF1PO 8, 11 11, 12 8, 11 8, 11 8, 11 11, 12

TPOX 7, 8 8, 8 7, 8 7, 8 8, 8 7, 8

THO1 9.3, 9.3 6, 9.3 6, 9.3 9.3, 9.3 9.3, 9.3 6, 9.3

D16S539 9, 13 11, 12 11, 12 9, 13 9, 13 9, 13

Qual deles é o mais provável responsável pelo crime?


A. Suspeito A.
B. Suspeito B.
C. Suspeito C.
D. Suspeito D.
E. Suspeito E.
Alternativa C
Resolução: O “DNA fingerprint” tem esse nome justamente por funcionar como uma impressão digital a nível molecular. Após
diversos estudos, esse perfil composto por 13 loci gênicos se mostrou muito eficaz para a identificação individual de pessoas. Os
números apresentados nas tabelas se referem a quantidade de vezes que determinada sequência se repete em um local gênico
específico. O fato dessas repetições serem tão diferentes de uma pessoa para outra que permite a identificação das pessoas.
Análises estatísticas desses genes permitem concluir se determinada amostra pertence a uma pessoa pela compatibilidade
desses 13 genes quando as chances de não ser daquela pessoa são infinitamente pequenas. Entre as amostras analisadas,
a amostra do suspeito C é a única completamente compatível com a segunda amostra encontrada na cena do crime, sendo
ele o mais provável responsável. Portanto, a alternativa correta é a C. As demais alternativas apresentam suspeitos cujas
amostras não foram completamente compatíveis com a segunda amostra encontrada.

BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 CNAT – PROVA II – PÁGINA 11
QUESTÃO 116 NKR5 2
40 cm
Friedrich Mohs (1773-1839) foi um geólogo e 3
mineralogista alemão que, em 1812, criou uma escala de
dureza relativa utilizando valores de alguns minerais como 20 cm
referência. A escala de dureza a seguir foi elaborada por ele,
após a realização de seus trabalhos. f = 2 000 rpm

Mineral Dureza
Talco 1 1

Gipsita 2
4
Calcita 3
Fluorita 4 Qual a frequência da engrenagem 4?
Apatita 5 A. 125 rpm
Ortoclásio 6 B. 250 rpm
Quartzo 7
C. 500 rpm
Topázio 8
D. 750 rpm
Coríndon 9
Diamante 10 E. 1 000 rpm

Nessa escala, quanto menor for a dureza do mineral, Alternativa C


mais facilmente ele é riscado por outros minerais. Além disso, Resolução: Pela figura e texto, pode-se escrever que
um mineral que risca outro pode apresentar dureza maior ou
igual à do que foi riscado, o que tornam necessárias várias r1  20 cm  r3
comparações até que se determinem valores mais exatos 
r2  40 cm  r2
para esse parâmetro.
Disponível em: <www.mineropar.pr.gov.br>. Acesso em: 24 out. 2019
(Adaptação). Como o eixo do motor está acoplado à engrenagem 1, suas
frequências de rotação são iguais. A engrenagem 1 está
O valor da dureza (D) de um mineral capaz de riscar
a calcita, mas que é riscado pelo quartzo, deve ser em contato com a engrenagem 2, então suas velocidades
classificado, segundo as informações fornecidas, no intervalo lineares são iguais.
compreendido entre
A. 2 < D ≤ 6. v1  v 2
B. 2 ≤ D ≤ 7. 2r1f  2r2 f2
C. 3 < D < 7. r1
f2  f I
D. 3 ≤ D ≤ 7. r2
E. 3 ≤ D < 8.
Analogamente à descrição anterior, a engrenagem 2 está
Alternativa D
Resolução: A escala de Mohs permite medir a dureza acoplada pelo mesmo eixo à engrenagem 3, de modo que
relativa de um mineral, por meio da análise da resistência suas frequências de rotação são iguais e a engrenagem
que ele tem ao ser riscado por outro de valor conhecido, 3 está em contato com a engrenagem 4, tornando suas
ou seja, quanto menor for a dureza de um mineral,
velocidades lineares iguais. Logo, chega-se a
mais facilmente ele é riscado por outro. No entanto, um
mineral que risca outro pode apresentar dureza maior ou
v3  v 4
igual à do que foi riscado. Um mineral que risca a calcita
(D = 3) e que é riscado pelo quartzo (D = 7) possui dureza 2r3 f3  2r4 f4
no intervalo compreendido entre 3 ≤ D ≤ 7, o que torna a r3
f4  f3
alternativa D correta. r4

QUESTÃO 117 85RP


Sendo f2 = f3, e usando a expressão I, conclui-se que
Trens de engrenagens compostos são acoplamentos
que utilizam pelo menos um eixo no qual existe mais de uma r3 r1
f4  f
engrenagem conectada ao motor. Esse tipo de associação r4 r2
 20 
tem o objetivo de diminuir a frequência de rotação do objeto 2
. 2 000  400 .
a ser conectado, de maneira proporcional à dimensão das f4  2 000
 4 . 10 
2
16 . 100
engrenagens envolvidas no acoplamento. A figura apresenta
um sistema desse tipo, em que as engrenagens ímpares f4  500 rpm
possuem as mesmas dimensões entre si, bem como as
engrenagens pares. Portanto, a alternativa correta é a C.

CNAT – PROVA II – PÁGINA 12 ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO
QUESTÃO 118 LM4N QUESTÃO 119 TIYS

O câncer do colo do útero continua sendo um Mendeleev não criou a tabela periódica sozinho. Então,
problema global de saúde, especialmente em países o que distinguiu Mendeleev de Meyer e dos outros quatro
em desenvolvimento, que têm acesso limitado a químicos que publicaram tabelas periódicas, ao menos
recursos. O rastreamento atual consiste no exame sob o julgamento da história? Mais do que qualquer outro
popularmente conhecido como Papanicolau, que já reduziu químico, Mendeleev entendeu que certas características dos
significativamente a incidência e a mortalidade relacionadas elementos persistem, mesmo que isso não aconteça com
ao câncer cervical. O exame consiste na coleta de células do outras. Por exemplo, ele percebeu que um composto como
colo do útero, que são observadas ao microscópio a procura o óxido de mercúrio (um sólido cor de laranja) não “contém”
de indícios de alterações malignas. um gás, o oxigênio, e um metal líquido, o mercúrio, como
outros pensavam, o que mostra uma influência das ideias
Em países desenvolvidos, além do exame citológico, as
de Dalton em seu trabalho.
amostras são submetidas a testes para a detecção do DNA
KEAN, S. A colher que desaparece: e outras histórias reais de loucura,
do HPV (do inglês human papillomavirus). amor e morte a partir dos elementos químicos.
Rio de Janeiro: Zahar, 2011 (Adaptação).
Um estudo conduzido no Texas avaliou a performance
de um microscópio de baixo custo feito de papel acoplável O postulado de Dalton que melhor explica o exemplo citado é:
a smartphones, Foldscope, quando usado para a realização A. A matéria é formada por átomos indivisíveis e
do exame preventivo. Os resultados destacam a utilidade indestrutíveis.
do Foldscope para esse exame, demonstrando uma B. Os átomos de elementos diferentes possuem massas
concordância substancial com a microscopia óptica diferentes.
convencional.
C. Os átomos de um elemento químico podem se
NAQVI, A. et al. Evaluating the performance of a low-cost mobile
converter em átomos de outro elemento.
phone attachable microscope in cervical cytology. BMC
Women’s Health, 2020 (Adaptação). D. Os átomos de um determinado elemento são idênticos
Em regiões com acesso limitado a equipamentos de quanto às suas propriedades químicas.

laboratório, esse dispositivo permite a E. Os átomos de elementos diferentes se combinam


em uma proporção fixa para originar um determinado
A. observação das partículas virais intracelulares.
composto.
B. discriminação da morfologia do papilomavírus.
Alternativa E
C. identificação de proteínas do capsídeo do HPV.
Resolução: Segundo o texto, Mendeleev percebeu que
D. visualização de alterações citológicas na amostra.
certas características dos elementos persistem, mas que
E. detecção de sequências específicas do DNA viral. isso não acontece com outras, como no caso do óxido de
Alternativa D mercúrio (um sólido alaranjado). Esse sólido não é gasoso
como o oxigênio e não é um metal líquido como o mercúrio.
Resolução: O texto chama atenção para a importância
Esse raciocínio pode ser relacionado ao postulado de Dalton
epidemiológica do câncer do colo do útero, que é
que diz que átomos de elementos diferentes se combinam em
majoritariamente causado pela infecção por human
uma proporção fixa para originar um determinado composto
papillomavirus (HPV). A incidência dessa doença foi
que é diferente daqueles que o formaram. Logo, a alternativa
reduzida por meio da realização preventiva de um exame
correta é a E.
citológico, também conhecido por Papanicolau, médico que o
desenvolveu. Nesse exame, um esfregaço de células do colo QUESTÃO 120 1ERX
do útero é corado e observado ao microscópio. Processos O efeito pelicular é um fenômeno que ocorre em
neoplásicos ou cancerígenos se expressam nas amostras sistemas de transmissão baseados em corrente alternada.
por meio de alterações morfológicas nas células. Sendo Em sistemas de corrente contínua, a corrente elétrica se
assim, o exame não permite a identificação ou observação distribui de forma uniforme ao longo da seção transversal do
do vírus em si, mas das consequências da infecção. Dessa condutor, porém, em sistemas de corrente alternada, ocorre
forma, o Foldscope, que tem desempenho compatível ao do uma desuniformidade acentuada pelo aumento da frequência
microscópio comum, permitirá que essas mesmas alterações da corrente, de modo que ela é transmitida majoritariamente
sejam observadas nos exames de mulheres em regiões com na superfície do material, podendo levar à perda de energia
acesso limitado a equipamentos de laboratório. Portanto, ou interferência entre os cabos de transmissão. A relação
a alternativa correta é a D. As demais alternativas implicam a entre a distância δ, da superfície do condutor à região em
observação do vírus ou de componentes virais, que são muito que há o fluxo de cargas, e a frequência de transmissão para
pequenos para serem observados ao microscópio óptico. diferentes materiais é mostrada no gráfico.

BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 CNAT – PROVA II – PÁGINA 13
100 Alternativa A
A
Resolução: Via de regra, todas as células somáticas do
Cu
10 Aço 410 corpo humano apresentam o mesmo genoma e derivam das
Fe-Si células-tronco embrionárias formadas após a fecundação
Fe-Ni gamética. Apesar disso, o corpo apresenta centenas de tipos
1 celulares. A diferenciação celular resulta da variabilidade dos
δ (mm)

conjuntos gênicos que são expressos pelos tipos celulares.


Assim, a alternativa correta é A. A alternativa B está incorreta,
0,1
porque os genes herdados dos pais serão os mesmos para
os diferentes tipos celulares. A alternativa C está incorreta,
0,01 porque, fisiologicamente, a posição que os genes ocupam em
um cromossomo é a mesma em todas as células somáticas.
Mudanças nessa posição afetam apenas aquelas células
0,001 alteradas e as suas possíveis células-filhas. A alternativa D
0,001 0,01 0,1 1 10 100 1 000 está incorreta, porque as mutações não são responsáveis
Frequência (kHz)
pelo processo de diferenciação entre os tipos celulares que
Qual o material mais adequado para revestir os cabos de formam diferentes tecidos. Quando ocorrem, provocam
linhas de transmissão urbana de 60 Hz? fenótipos específicos. A alternativa E está incorreta, porque
alterações nas sequências de nucleotídeos são as mutações
A. Alumínio.
gênicas, que não são as responsáveis pela diferenciação
B. Cobre. celular do organismo.
C. Aço 410.
QUESTÃO 122 ZG4F
D. Ferrossilício.
A capacidade de frenagem das motocicletas depende
E. Ferroníquel.
diretamente da aderência entre o pneu e o pavimento da pista,
Alternativa A havendo o agravante de que os freios traseiro e dianteiro são
Resolução: Pela descrição, sabe-se que o efeito pelicular acionados de forma independente. Os coeficientes de atrito
prejudica a transmissão de energia em sistemas baseados dianteiro (µD) e traseiro (µT) não devem ser os mesmos para
todas as motocicletas, pois dependem das características
em corrente alternada. Como nesse fenômeno o fluxo
delas, da técnica de frenagem e possibilidade de perda de
de carga passa a ser, em grande parte, na superfície do
contato de uma das rodas com a pista. O resultado do uso
condutor, em vez de no seu interior, o material mais adequado dos freios dianteiro e traseiro de uma motocicleta em linha
para revestir os cabos elétricos é aquele que minimiza reta, a 100,8 km/h, em função da desaceleração desejada,
esse efeito, ou seja, mantém o fluxo de cargas na parte é mostrado no gráfico.
interna do cabo. Como o parâmetro δ informa justamente a
1,0

0,8 µT
µD
Coeficiente de atrito

distância da superfície do condutor à região em que há fluxo 0,6

0,4

de cargas, o material mais adequado será aquele que tiver, 0,2

para a frequência de transmissão urbana de 60 Hz, o maior 0,0


0 2,0 4,0 6,0 8,0 10,0
Desaceleração (m/s2)

valor. Portanto, pelo gráfico, percebe-se que a alternativa


MAGNANI, F. S.; CUNHA, S. S. Estudo da dinâmica das motocicletas
correta é a A. em frenagens e curvas: O efeito da técnica do piloto e da condição
da estrada. Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 39, n. 2, 2017
(Adaptação).
QUESTÃO 121 FW4V

O conhecimento de que uma única célula é capaz de dar Para que a motocicleta percorra 98 m durante a frenagem,
origem a mais de 200 tipos diversos de células diferenciadas qual deve ser a razão entre µT e µD?
de tecidos adultos não é novo, pois constitui a premissa 1
A.
básica da embriologia: o óvulo fecundado divide-se, dando 5
origem a um pequeno número de células idênticas no início
1
do desenvolvimento embrionário. Com o crescimento do B.
2
embrião, elas vão se diferenciando, cada uma capaz de dar
origem a um número limitado de tecidos. 2
C.
Disponível em: <https://revistapesquisa.fapesp.br>. 3
Acesso em: 7 nov. 2019.
5
D.
O potencial celular descrito no texto decorre de diferenças 4
quanto
8
A. à expressão gênica. E.
5
B. à herança dos genes. Alternativa C
C. à localização dos genes. Resolução: Para que a motocicleta, que está inicialmente
D. a mutações cromossômicas. a 100,8 km/h, percorra 98 m durante a frenagem, sua
E. à sequência de nucleotídeos. desaceleração deve ser

CNAT – PROVA II – PÁGINA 14 ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO
Entre os elementos a seguir, aquele em que o ânion
1 008 km  1 000 m   1 h 
vi     monovalente deverá apresentar maior estabilidade é o
10 h  1 km   3 600 s 
Dados: Números atômicos: F = 9, Cl = 17, Br = 35, I = 53,
1 008
vi   28 m s As = 85.
36
v 2f  v i2  2ax  0 A. As.

1 v i2 B. Br.
a
2 x C. Cl.
1 . 784 D. F.
a  4, 0 m s2
2 98 E. I.
Pelo gráfico, percebe-se que, para esse valor de Alternativa D
desaceleração, µT e µD são respectivamente iguais a 0,2 Resolução: O flúor (F), entre os halogênios, é o elemento
e 0,3. Portanto, conclui-se que a alternativa correta é a C. mais eletronegativo e que possui maior afinidade eletrônica,
pois libera muita energia ao receber um elétron, contribuindo
QUESTÃO 123 U1RX
para a sua estabilidade na forma de ânion (F–). Logo, a
O golfe é um esporte razoavelmente popular nos alternativa correta é a D.
Estados Unidos da América, especialmente na Flórida.
Escondido por todo o glamour, o golfe apresenta um QUESTÃO 125 5FB2

perigo maior do que se imagina: em dias chuvosos, Uma empresa deseja entrar no mundo do agronegócio
a probabilidade de um golfista ser atingido por um raio é produzindo abóboras. Para isso, essa instituição busca
bastante alta devido ao fato de o esporte ser praticado aconselhamento em relação ao processo de melhoramento
em vastos campos abertos, e também pelo movimento genético para gerar produtos com os parâmetros adequados
swing realizado com o taco metálico. Na Flórida, à comercialização. O peso das abóboras da espécie
é bastante comum se ouvirem notícias de pessoas que escolhida é determinado pela interação quantitativa entre três
se acidentaram dessa forma. pares de genes situados em cromossomos não homólogos
A, B e C. Sob condições de cultivo padronizado, as plantas
AABBCC geram abóboras de 1 600 g e as plantas aabbcc
geram abóboras de 1 300 g. Ao realizarem uma pesquisa de
mercado, os empresários observaram que as abóboras de
Movimento swing realizado no golfe.
1 400 g despertavam maior interesse comercial.
A prática do esporte citado pode ser perigosa em dias Qual cruzamento gera a maior proporção de plantas
chuvosos, pois o produtoras de abóboras de alto valor comercial?
A. movimento da tacada, por si só, é capaz de eletrizar o A. AABBCC × AABBCC
taco, atraindo os raios. B. AAbbcc × aaBBcc
B. taco, sendo feito de material metálico, conduz bem a C. AABBCC × aabbcc
eletricidade dos raios. D. AaBbCc × AaBbCc
C. taco, metálico e pontiagudo, funciona como um para-raios E. aabbcc × aabbcc
quando levantado.
Alternativa B
D. material metálico do taco neutro contém elétrons livres Resolução: O texto descreve uma característica, o peso das
que atraem bem os raios. abóboras, determinada pela herança quantitativa de três pares
E. movimento tacada orienta cargas elétricas do metal, de genes presentes em cromossomos não homólogos, A, B e C.
produzindo descargas. Com a informação de que indivíduos triplo-homozigotos
Alternativa C dominantes, ou seja, que possuem 6 alelos efetivos,
pesam 1 600 g e de que os triplo-homozigotos recessivos,
Resolução: Quando o taco é levantado em um campo aberto, que não possuem nenhum alelo efetivo, pesam 1 300 g,
ele se torna um objeto mais alto que a maioria dos objetos é possível inferir que cada alelo efetivo adiciona 50 g ao
próximos e, com uma ponta virada para o alto, assim como peso da abóbora produzida. Dessa forma, para a produção
um para-raios. Dessa forma, tem a capacidade de acumular de abóboras que pesem 1 400 g, a empresa tem maior
cargas na ponta quando houver nuvens carregadas sobre interesse em plantas que tenham dois alelos efetivos.
ele, chegando ao ponto de gerar descargas elétricas entre a O cruzamento mostrado na alternativa B, desconsiderando-se
nuvem e o taco (raios). Portanto, a alternativa correta é a C. mutações, garante que toda a prole apresente o
genótipo AaBbcc, sendo, portanto, a alternativa correta.
QUESTÃO 124 YJHX
A alternativa A está incorreta, pois todos os descentes terão
A afinidade eletrônica de um elemento diz exatamente 6 alelos efetivos. A alternativa C está incorreta, pois todos
o valor da energia liberada quando um elétron se liga a um os descendentes terão 3 alelos efetivos. A alternativa D está
átomo no estado gasoso. Dessa forma, quanto maior for essa incorreta, pois apenas alguns descendentes terão 2 alelos
energia, mais eletronegativo será esse elemento, e maior efetivos, não sendo o cruzamento mais eficiente para
será a sua estabilidade quando ele estiver na forma aniônica. geração de plantas que produzem abóboras com 1 400 g.
ATKINS, P.; JONES, L. Princípios de Química. 5. ed. A alternativa E está incorreta, pois todos os descendentes
Porto Alegre: Bookman, 2012 (Adaptação). não terão nenhum alelo efetivo.

BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 CNAT – PROVA II – PÁGINA 15
QUESTÃO 126 WLUF Alternativa B
O determinador de ponto de fusão é um equipamento Resolução: A nomenclatura do óleo de rosas é 2-fenil-etanol,
para laboratório que permite obter o ponto de fusão de ou seja, trata-se de um composto pertencente à função
amostras de várias espécies químicas. Nesse equipamento, álcool – compostos que possuem como grupo funcional a
o sólido é inserido dentro de um tubo de vidro capilar e hidroxila (—OH) ligada diretamente a um carbono saturado.
Além disso, ele possui um substituinte fenil – radical derivado
aquecido até o momento em que ele se torna líquido.
de um anel aromático, o benzeno – ligado ao carbono 2 da
No entanto, a sensibilidade da medida de grande parte
cadeia, ou seja, trata-se do seguinte composto:
desses aparelhos é de, aproximadamente, 350 °C, valor
máximo medido com o auxílio de um termômetro acoplado. Fenil
A sensibilidade do aparelho inviabiliza determinar o ponto Álcool
de fusão do(a)
A. iodo.
2
B. gálio. OH
C. sacarose.
1
D. naftalina.
E. cloreto de sódio.
Alternativa E
Resolução: O equipamento citado permite determinar o Logo, a alternativa correta é a B.
valor do ponto de fusão de diferentes substâncias, desde
que elas apresentem ponto de fusão igual ou inferior a QUESTÃO 128 CDHP
350 °C. Entre as opções, sabe-se que o iodo e a naftalina Gregor Mendel estabeleceu as leis básicas sobre
sublimam à temperatura ambiente e que a sacarose é uma hereditariedade estudando a ervilha Pisum sativum.
substância de baixo ponto de fusão, assim como o gálio. Ele achou que algum fator era responsável pela característica
Logo, o cloreto de sódio é a única substância que apresenta da semente. Sendo assim, resolveu cruzar as plantas puras
alto valor de ponto de fusão, por ser um composto iônico. usando a parte masculina de uma planta com sementes
Logo, a alternativa correta é a E. amarelas e a feminina com as de sementes verdes.
Na geração F1, todas as ervilhas apresentavam as sementes
QUESTÃO 127 4HOK amarelas.
A análise química dos perfumes mostra que eles são Disponível em: <http://educacao.globo.com>.
constituídos de uma complexa mistura de compostos Acesso em: 27 out. 2015 (Adaptação).

orgânicos, denominada fragrância. As fragrâncias Fazendo-se o cruzamento das plantas da geração F1 com o
características dos perfumes foram obtidas durante muito parental recessivo, o percentual esperado de descendentes
tempo a partir de óleos essenciais extraídos de flores, com ervilhas verdes será de
plantas, raízes e de alguns animais selvagens. Esses óleos
A. 100%.
receberam o nome de óleos essenciais porque continham
a essência, ou seja, aquilo que confere à planta seu odor B. 75%.
característico, um aroma. Um óleo bastante comum, C. 50%.
chamado usualmente de óleo de rosas, é o 2-fenil-etanol. D. 25%.
DIAS, S. M.; SILVA, R. R. Perfumes, uma química inesquecível. E. 0%.
Química Nova na Escola, n. 4, nov. 1996 (Adaptação).
Alternativa C
A estrutura química do principal constituinte do óleo de
rosas é: Resolução: Os experimentos com o cruzamento de ervilhas
embasam as teorias propostas por Mendel. Ao cruzar duas
A. plantas puras, termo usado para designar os homozigotos,
OH
sendo que uma produz ervilhas amarelas e a outra, ervilhas
verdes, resulta em uma prole (F1) composta apenas por
B. OH
plantas que produzem ervilhas amarelas. Esse resultado é
coerente com o padrão de dominância completa, na qual a
presença do alelo dominante impede a expressão do alelo
C. OH
recessivo, mas, na época dos experimentos, Mendel não
H 3C sabia disso, ainda. Depois das leis propostas por Mendel,
entende-se que a geração F1 era composta por plantas
D. OH heterozigotas e que as plantas de ervilhas verdes são
homozigotas recessivas, uma vez que o seu fenótipo é
camuflado pelo alelo dominante, que determina a coloração
E. HO CH3 amarela das ervilhas. Com isso, o percentual de ervilhas
verdes esperado do cruzamento de plantas heterozigotas F1
com a sua parental homozigota recessiva é de 50%, como
CH3 mostrado a seguir:

CNAT – PROVA II – PÁGINA 16 ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO
A a
a Aa – Ervilhas amarelas aa – Ervilhas verdes
a Aa – Ervilhas amarelas aa – Ervilhas verdes

Portanto, a alternativa correta é a C.

QUESTÃO 129 2KØ2

Pesquisadores criaram cepas de Leishmania braziliensis que expressavam maior quantidade de uma enzima, GPI-14,
responsável pela síntese de um glicolipídio presente na superfície da membrana plasmática desses protozoários. Eles
compararam a sobrevivência em meio de cultura dos parasitos modificados (LbGPI14) com os selvagens (LbWT), sob
diferentes concentrações da droga usada como tratamento padrão para a leishmaniose, o antimônio trivalente (SbIII), obtendo
os dados representados no gráfico a seguir:
100
Sobrevivência rela�va (%)

50 LbWT
LbGPI14

0 ,7

,4

,9
2

4
0

18

37

74
1,

2,

4,

9,

[SbIII] (µM)
FONTE BOA et al. Disponível em: <https://parasitesandvectors.biomedcentral.com>. Acesso em: 14 jun. 2019 (Adaptação).

De acordo com esse estudo, os parasitos modificados, em relação aos selvagens, apresentaram maior
A. sensibilidade ao fármaco, por causa da digestão enzimática da membrana plasmática.
B. imunidade contra o antibiótico, por causa da modificação das proteínas de membrana.
C. infectividade aos humanos, por causa da expressão de proteínas de reconhecimento celular.
D. capacidade de sobreviver em ambientes inóspitos, por causa da parede celular mais espessa.
E. resistência ao estresse químico, por causa do aumento na produção de moléculas do glicocálix.
Alternativa E
Resolução: O estudo descrito compara a suscetibilidade de uma cepa selvagem e a de uma geneticamente modificada
ao fármaco utilizado para o tratamento da leishmaniose. A cepa modificada, LbGPI14, expressa maiores quantidades de
uma enzima que adiciona manose, um açúcar, em uma âncora lipídica, a GPI. Dessa forma, a enzima está diretamente
relacionada à síntese de moléculas que constituem o glicocálix do parasito. Uma das funções do glicocálix é a de fornecer
proteção contra estresses químicos, que podem ser causados pelo antimônio. Portanto, a alternativa correta é a E.
A alternativa A está incorreta, pois, como é mostrado no gráfico, à medida que a concentração da droga aumenta,
os parasitos modificados são mais capazes de sobreviver que os selvagens, sendo, portanto, menos sensíveis.
A alternativa B está incorreta, pois os parasitos LbGPI14 não são imunes ao antimônio, que não é um antibiótico.
A alternativa C está incorreta, pois a enzima que está sendo superexpressa nos parasitos modificados não é responsável
pelo reconhecimento celular, e sim por alongar moléculas do glicocálix. A alternativa D está incorreta, pois os protozoários
são desprovidos de parede celular. Além disso, a modificação nos parasitos LbGPI14 promove um aumento das moléculas
que constituem o glicocálix, e não a parede celular.

QUESTÃO 130 AGU7

Uma pessoa abre uma garrafa de água com gás que está em temperatura ambiente e verifica que as bolhas no líquido
sobem ao mesmo tempo que aumentam consideravelmente de tamanho.
A explicação para o ocorrido é que, ao abrir a garrafa, o(a)
A. pressão sobre o líquido diminui.
B. líquido troca calor com a vizinhança.
C. ar deixa de exercer força sobre o líquido.
D. temperatura das moléculas de ar diminui.
E. força exercida pelo ar em seu interior aumenta.

BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 CNAT – PROVA II – PÁGINA 17
Alternativa A
Resolução: A produção de água com gás é semelhante à dos refrigerantes. Retira-se oxigênio presente no líquido e injeta-se
gás carbônico. Para que esse gás não escape, a pressão no interior do recipiente é maior do que a pressão externa. Assim,
ao abrir a garrafa, o ar que exercia essa pressão extra sai e, consequentemente, a pressão exercida sobre o líquido e
sobre as bolhas de gás carbônico em seu interior diminui, de modo que elas conseguem se mover em direção à superfície.
Considerando que o sistema está em equilíbrio térmico com a vizinhança, durante o movimento das bolhas a sua temperatura
não muda. Logo, como a pressão diminui, seu volume aumenta, conforme observado. Portanto, a alternativa correta é a A.

QUESTÃO 131 IBOC

Um dos fatores que influenciam na fluidez da membrana plasmática é sua composição molecular. A tabela a seguir
apresenta a constituição percentual das membranas plasmáticas de cinco tipos celulares diferentes.

Tipo Fosfolipídios Fosfolipídios


Colesterol (%) Proteínas (%) Carboidratos (%)
celular insaturados (%) saturados (%)
1 12 14 10 62 2
2 16 18 25 38 3
3 10 28 32 23 7
4 15 11 16 50 8
5 9 22 0 59 10

Qual desses tipos celulares apresenta a menor fluidez de membrana plasmática?


A. 1
B. 2
C. 3
D. 4
E. 5
Alternativa C
Resolução: Apesar de todas as células apresentarem membranas plasmáticas compostas por mais ou menos os mesmos
grupos de moléculas, a proporção desses grupos entre um tipo celular e outro varia. A fluidez da membrana depende da
intensidade do contato entre fosfolipídios adjacentes. Por esse motivo, essas moléculas contribuirão de forma diferente para
essa propriedade da membrana. Os fosfolipídios insaturados apresentam duplas ligações que aumentam o ângulo de inclinação
entre duas cadeias de ácidos graxos, deixando-as mais afastadas, aumentando a fluidez. Ao contrário, os ácidos graxos de
fosfolipídios saturados são paralelos, ficando mais próximos, reduzindo a fluidez. O colesterol se intercala nos fosfolipídios
que constituem a bicamada, e, por ser uma molécula relativamente pequena, permite maior interação entre eles, reduzindo a
fluidez. As proteínas que atravessam a membrana interrompem a interação entre os fosfolipídios, então tendem a aumentar
a fluidez. Os carboidratos se concentram no glicocálix, que é externo à membrana plasmática. Dessa forma, a célula de
menor fluidez será a que apresentar baixa porcentagem de fosfolipídios insaturados, alta de fosfolipídios saturados, alta de
colesterol e baixa de proteínas. Esse perfil é compatível com a descrição da membrana plasmática da célula 3. Portanto, a
alternativa correta é a C.

QUESTÃO 132 224Z

A radioiodoterapia é um tratamento complementar para a maioria dos tumores de tireoide já operados. Quando
o iodo-131, radioativo, for ingerido, haverá radiação no organismo, que agirá sobre os tecidos tireoidianos a serem
tratados. Com o passar do tempo, o nível de radiação vai diminuindo de acordo com o decaimento do iodo-131,
no qual a cada período de 8 dias a metade dos átomos desse isótopo se desintegra.
Disponível em: <http://imncuiaba.com.br>.
Acesso em: 05 dez. 2016 (Adaptação).

O gráfico que representa qualitativamente o comportamento desse isótopo de iodo em função do tempo é:
A.
Atividade

Tempo (dias)

CNAT – PROVA II – PÁGINA 18 ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO
B. Alternativa E
Resolução: O fluxo resultante de calor é de 360 cal/s e
a massa total de água é de 42 kg. Dessa forma, em um
Atividade

intervalo de tempo t em segundos, serão fornecidas 360t


calorias ao sistema, assim:

360t  9 000 . 0,1 . 45  42 000 . 1.45 


Tempo (dias)
40 500  1 890 000
C. t  53 625, 5 s 
360
t  89, 4 min  90 min
Atividade

QUESTÃO 134 92EP

A octanagem de uma gasolina, mistura constituída


apenas de hidrocarbonetos, é um índice que mede a
Tempo (dias) resistência desse combustível à detonação. Esse índice é
D. obtido comparando-se as características de detonação do
isoctano (2,2,4-trimetilpentano) com as do heptano, visto
que, ao isoctano, é atribuída octanagem 100, enquanto ao
Atividade

heptano esse valor é zero. Esse critério está relacionado ao


fato de os alcanos ramificados apresentarem octanagens
mais elevadas do que os alcanos de cadeia linear.
BROWN, T. L. et al. Chemistry: the central science. 13. ed.
Boston: Pearson, 2015. p. 1 050 (Adaptação).
Tempo (dias)
E. A estrutura química do hidrocarboneto que apresenta maior
valor de octanagem é:
A.
Atividade

B.

C.
Tempo (dias)
Alternativa D D.
Resolução: Em uma amostra de substância radioativa, E.
verifica-se que, a cada período de meia-vida que se passa,
o número de átomos radioativos diminui pela metade. Dessa
forma, o gráfico que representa a atividade do iodo-131 em
função do tempo é o presente na alternativa D, no qual se Alternativa A
verifica, de forma qualitativa, um decrescimento exponencial Resolução: O índice de octanagem de um combustível é
da atividade dessa espécie, ou seja, a cada determinado obtido comparando-se as características de detonação do
intervalo de tempo, há diminuição de metade da atividade isoctano (2,2,4-trimetilpentano) com as do heptano, visto
do radioisótopo. que, ao isoctano, é atribuída octanagem 100, enquanto ao
heptano esse valor é zero. Assim, a estrutura química que
QUESTÃO 133 IVVD
apresenta esse composto é a seguinte:
Foi instalada, junto a um fogão a lenha, uma serpentina
para aquecer a água. O conjunto de tubos e o reservatório 4 2
são feitos de ferro, cujo calor específico vale 0,1 cal/g.°C, 5 3 1
e possuem massa total de 9 kg. Quando o reservatório e
2,2,4-trimetilpentano
os tubos estão completamente preenchidos, armazenam
42 litros de água, cujo calor específico vale 1,0 cal/g.°C e a Logo, a alternativa A é a correta.
densidade, 1 g/cm3.
QUESTÃO 135 481G
Sabe-se que há, em média, uma absorção de 400 cal
O eletroposto para recarga rápida de carros elétricos,
por segundo e uma perda de 40 cal no mesmo tempo.
que fica dentro da Universidade de São Paulo (USP), faz
Para elevar a temperatura do sistema água-ferro de 10 °C parte de um estudo que avaliará o impacto econômico do
para 55 °C, o tempo necessário, em minutos, será carro elétrico na distribuição de energia, além de estimar o
aproximadamente igual a volume adicional de energia elétrica que o Brasil precisará
A. 50. gerar para atender à demanda dos veículos. A recarga
B. 60. rápida representa cerca de meia hora, tempo necessário
C. 70. para abastecer 80% de uma bateria de um carro elétrico,
que requer, em média, 24 kWh.
D. 80.
Disponível em: <www.bracier.org.br>. Acesso em: 27 nov. 2019
E. 90. (Adaptação).

BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 CNAT – PROVA II – PÁGINA 19
Considerando a tensão do eletroposto de 220 V, a carga da
bateria é mais próxima de
A. 109,1 Ah.
B. 136,2 Ah.
C. 218,2 Ah.
D. 392,7 Ah.
E. 436,4 Ah.
Alternativa A
Resolução: Considerando que a tensão do eletroposto
alimenta apenas a bateria do carro, pode-se escrever que

E
P  Vi 
t
q E
V 
t t
E
q 
V

Convenientemente, as unidades kWh e V resultarão em Ah,


como desejado.

kJ
h
24 s 24 kJhC 24 C
q    kh
220 J 220 Js 220 s
C
24
q  kAh  109, 09 Ah
220

Portanto, a alternativa correta é a A.

CNAT – PROVA II – PÁGINA 20 ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS Considerando os preços sem os descontos, a diferença entre
os preços de um carregamento de areia e um de brita nesse
Questões de 136 a 180
depósito é igual a
A. R$ 100,00.
QUESTÃO 136 UFKS
B. R$ 125,00.
O triângulo de Reuleaux, apesar do nome, não é um
C. R$ 256,00.
triângulo. Na verdade, ele é formado pela união de três
arcos de circunferência. Alguns lápis e canetas têm, em suas D. R$ 496,00.
seções transversais, o formato do triângulo de Reuleaux, E. R$ 880,00.
assim como algumas palhetas de violão e guitarra.
Alternativa A
Disponível em: <https://repositorio.ufpb.br>.
Acesso em: 22 dez. 2019 (Adaptação). Resolução: Seja PA o preço do caminhão de areia e PB o
preço do caminhão de brita, tem-se, da compra feita pelo
Com o intuito de dar palhetas de violão de brinde a
engenheiro no depósito de materiais de construção:
seus clientes, uma loja de instrumentos musicais enviou um
modelo de palheta com formato de um triângulo de Reuleaux 2 . PA + PB = 2 000 (I)
a uma empresa especializada nesse tipo de fabricação. Agora, da promoção indicada nesse depósito:
Nesse modelo, foi definido que a largura de cada palheta
10 . (PA)’ + 10 . (PB)’ = 10 400 ⇒ (PA)’ + (PB)’ = 1 040 (II)
seria L, conforme a imagem.
Como o preço está com um desconto de 20%, para retornar
L
aos valores originais, tem-se:

1 040
PA  PB   1 300 (III)
0, 8

60° Assim, fazendo I – III, tem-se:


PA = 700 ⇒ PB = 600
Logo, a diferença procurada é dada por:
Sabe-se que uma das propriedades do triângulo de
PA – PB = 700 – 600 = 100
Reuleaux é que um triângulo equilátero pode ser inscrito nele.
A razão entre o perímetro do triângulo de Reuleaux e a QUESTÃO 138 NWEH
sua largura L, do modelo enviado pela loja de instrumentos
A taxa média de juros anuais para alguns empréstimos
musicais para fabricação, é:
no regime de juros compostos pode variar de acordo com
1
A. o tipo de empréstimo, se é consignado público, INSS ou
π
privado, e de acordo com a inclusão de um bem como
π
B. garantia, conforme o gráfico apresentado a seguir.
2
C. π Taxa média de juros anuais

D. π . L 42,9%
23,7% 29,06%
E. π . L 2 14,82% 20,5%
Alternativa C
Resolução: Cada arco do triângulo de Reuleaux tem ângulo
Imóvel em
garantia

Automóvel em
garantia

Consignado
público

Consignado
INSS

Consignado
privado

central de 60°, pois pode-se inscrever um triângulo equilátero


60 L . 
nele. Assim, seu comprimento é C  2 .  . L .  .
360 3
Como o triângulo de Reuleaux é formado por três arcos, seu
L.
perímetro é P  3 .  L . . Disponível em: <www.creditas.com>. Acesso em: 25 maio 2020
3 (Adaptação).
Portanto, a razão entre o perímetro e a largura de um
Para pagar as dívidas, um casal precisou recorrer a um
L.
triângulo de Reuleaux é   , alternativa C. banco que utiliza, na concessão de empréstimos, as taxas
L
apresentadas no gráfico. Um deles tomou um empréstimo no
QUESTÃO 137 FØLC
valor de R$ 5 000,00 incluindo um automóvel registrado em
O engenheiro responsável por uma obra comprou, por seu nome como garantia, e o outro tomou um empréstimo
R$ 2 000,00, dois carregamentos de areia e um de brita em
de R$ 20 000,00 incluindo um imóvel em seu nome como
um depósito de materiais de construção. Sabe-se que esse
garantia.
depósito oferece um desconto de 20% sobre o preço total nas
compras acima de dez carregamentos, sendo que o preço Sabendo que o casal tomou os empréstimos no mesmo
total de dez carregamentos de areia e dez carregamentos de dia e os quitou após um ano, o valor total pago pelo casal,
brita, com o desconto aplicado, é de R$ 10 400,00. desconsiderando outros impostos, foi de

BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 MAT – PROVA II – PÁGINA 21
A. R$ 30 109,00. QUESTÃO 140 LYRZ

B. R$ 32 020,00. A figura a seguir mostra a pirâmide etária da população


C. R$ 34 521,00. da Etiópia no ano de 2016.

D. R$ 35 725,00. Masculina
0,0% 0,0%
Feminina
100+

E. R$ 39 430,00. 95-99 0,0% 0,0%


90-94 0,0% 0,0%
Alternativa A 85-89 0,1% 0,1%
80-84 0,2% 0,2%
Resolução: O regime é de juros compostos e o tempo
75-79 0,3% 0,3%
é de 1 ano. O capital e a taxa variam de acordo com as 70-74 0,5% 0,5%

informações da questão. Assim, analisando cada um dos 65-69 0,7% 0,8%


60-64 0,8% 0,9%
empréstimos, tem-se:
55-59 1,0% 1,2%

Empréstimo 1: C = R$ 5 000,00, i = 42,9% (automóvel em 50-54 1,3% 1,4%


45-49 1,7% 1,7%
garantia)
40-44 2,1% 2,1%
35-39 2,6% 2,6%
M1  C 1  i   M1  5 000 . 1  0, 429  
t
30-34 3,2% 3,3%

M1  5 000 . 1, 429  M1  R$ 7 145, 00 25-29 3,9% 3,9%


20-24 5,0% 4,9%
15-19 6,0% 5,9%
Empréstimo 2: C = R$ 20 000,00, i = 14,82% (imóvel em 10-14 6,5% 6,4%
garantia) 5-9 6,8% 6,7%
0-4 7,4% 7,2%

M2  C 1  i   M2  20 000 . (1  0,1482) 
t
10% 8% 6% 4% 2% 0% 2% 4% 6% 8% 10%

M2  20 000 . 11482
,  M2  R$ 22 964,0
00 Etiópia - 2016
População: 101 853 268

Disponível em: <https://www.populationpyramid.net>. Acesso em: 22


Portanto, o valor total que o casal pagou, após um ano, foi nov. 2017 (Adaptação).
de 7 145 + 22 964 = R$ 30 109,00, alternativa A.
Considerando-se que a soma dos valores percentuais mostrados
QUESTÃO 139 NL7A dos grupos masculino e feminino, em cada faixa etária,
se refere à porcentagem populacional etíope nos respectivos
Um pai incentiva seus dois filhos a estudarem para as
intervalos de idades, a mediana da idade da população
Olimpíadas Brasileira de Matemática, e, para isso, elaborou
etíope está entre
uma lista com 30 exercícios para eles resolverem em um
único dia. A. 10 e 14 anos.
B. 15 e 19 anos.
O pai percebeu que enquanto o filho mais velho resolvia
três exercícios da lista, o mais novo conseguia resolver dois C. 20 e 24 anos.
exercícios. D. 25 e 29 anos.
Sabendo que eles fizeram questões diferentes da mesma E. 30 e 34 anos.
lista e que os dois juntos conseguiram resolver os Alternativa B
30 exercícios até o final do dia, quantos exercícios o filho
Resolução: Somando-se os dados referentes a homens e
mais velho resolveu a mais do que o menor?
mulheres, tem-se:
A. 5
Entre 0 e 4 anos: 7,4% + 7,2% = 14,6%
B. 6
Entre 5 e 9 anos: 6,7% + 6,8% = 13,5%
C. 7
Entre 10 e 14 anos: 6,5% + 6,4% = 12,9%
D. 8
Entre 15 e 19 anos: 6,0% + 5,9% = 11,9%
E. 9
Percebe-se, portanto, que 14,6% + 13,5% + 12,9% = 41% < 50%
Alternativa B da população etíope tem idade inferior a 15 anos, enquanto
Resolução: Denote por x a quantidade de exercícios feitos 41% + 11,9% = 52,9% > 50% tem idade inferior a 20 anos.
pelo mais velho, logo o mais novo fez 30 – x. Como o mais Logo, a idade mediana da população etíope está entre
velho resolve 3 exercícios enquanto o mais novo resolve 15 e 19 anos.
dois, tem-se:
QUESTÃO 141 ZG4X
x 3
  2x  90  3 x  x  18
30  x 2 Um grupo de amigos resolveu rifar duas cestas, uma
cesta de café da manhã e uma cesta de chocolate, para
Sendo assim, o filho mais velho resolveu 18 exercícios ajudar com as despesas da festa de formatura do Ensino
enquanto o filho mais novo resolveu 30 – 18 = 12 exercícios, Médio. A rifa da cesta de café da manhã custava R$ 2,00, e
ou seja, o filho mais velho resolveu 6 exercícios a mais. a rifa da cesta de chocolate, R$ 5,00.

MAT – PROVA II – PÁGINA 22 ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO
Sabe-se que 55 pessoas adquiriram apenas uma rifa cada, 30 compraram a rifa de café da manhã e 10 adquiriram as
duas rifas.
Dessa maneira, o valor total arrecadado com as rifas foi de
A. R$ 185,00.
B. R$ 205,00.
C. R$ 235,00.
D. R$ 285,00.
E. R$ 385,00.
Alternativa D
Resolução: Seja A o conjunto daqueles que compraram a rifa da cesta de café da manhã e B o conjunto daqueles que
compraram a rifa da cesta de chocolate. Observe o diagrama de Venn:
A B

x 10 y

Sabe-se que x + y = 55, e como 30 pessoas compraram a rifa de café da manhã, segue que x = 30 – 10 = 20. Logo,
y = 55 – x = 55 – 20 = 35.
Assim, como 10 pessoas adquiriram as duas rifas, então cada uma dessas pessoas pagou R$ 7,00, ou seja, no total as 10
pessoas pagaram R$ 70,00.
Já que 20 pessoas compraram apenas a rifa da cesta de café da manhã, então no total elas pagaram 20 . 2 = R$ 40,00.
E como 35 pessoas adquiriram apenas a rifa da cesta de chocolate, então no total elas pagaram 35 . 5 = R$ 175,00.
Logo, o valor total arrecadado com as rifas foi de R$ 70,00 + R$ 40,00 + R$ 175,00 = R$ 285,00, alternativa D.

QUESTÃO 142 7CX2

Tabelas de contribuição mensal


As tabelas de contribuição mensal poderão ser utilizadas para consulta sobre as faixas de salários e respectivas alíquotas
de incidência para o cálculo da contribuição a ser paga ao INSS.
As categorias de empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso têm faixas e alíquotas distintas das de contribuinte
individual e facultativo.
Tabela 1 - Empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso – 2017

Salário de contribuição (R$) Alíquota


Até 1 659,38 8%
De 1 659,39 a 2 765,66 9%
De 2 765,67 a 5 531,31 11%

Tabela 2 - Contribuinte individual e facultativo – 2017

Salário de contribuição (R$) Alíquota Valor (R$)


5% (não dá direito a aposentadoria por tempo
937,00 de contribuição e Certidão de Tempo de 46,85
Contribuição)*
11% (não dá direito a aposentadoria por
937,00 tempo de contribuição e Certidão de Tempo 103,07
de Contribuição)**
Entre 187,40
De 937,00 a 5 531,31 20% (salário mínimo) e
1 106,26 (teto)
*Alíquota exclusiva do microempreendedor individual e do facultativo baixa renda; **Alíquota exclusiva do Plano Simplificado de Previdência;
Os valores das tabelas foram extraídos da Portaria Ministerial MF nº 8, de 13 de janeiro de 2017, e terão aplicação sobre as remunerações a partir de
1º de janeiro de 2017.

Disponível em: <www.previdencia.gov.br>. Acesso em: 26 jan. 2017 (Adaptação).

BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 MAT – PROVA II – PÁGINA 23
Considerando-se os dados das tabelas de contribuição mensal de 2017, qual é a diferença a ser paga ao INSS por um
trabalhador avulso e um contribuinte facultativo cujos salários de contribuição são iguais a R$ 3 000,00?
A. R$ 142,60
B. R$ 270,00
C. R$ 330,00
D. R$ 600,00
E. R$ 776,26
Alternativa B
Resolução: Um trabalhador avulso A com salário na faixa de R$ 3 000,00 possui uma alíquota de 11%. Significa que será
descontado um valor correspondente a 11% desse seu salário. Já um contribuinte individual e facultativo B com essa mesma
faixa salarial possui alíquota de 20%. Assim, os descontos relativos ao INSS dos trabalhadores A e B são:
A: 0,11 . 3 000 = R$ 330,00
B: 0,2 . 3 000 = R$ 600,00
Logo, a diferença entre o valor pago ao INSS pelo contribuinte A e pelo contribuinte B é de R$ 270,00, alternativa B.

QUESTÃO 143 E8R7

Em uma escola, foi realizada uma pesquisa com os alunos a respeito da qualidade das refeições oferecidas pela instituição.
A tabela a seguir apresenta a distribuição de todos os estudantes da escola divididos de acordo com o turno e a faixa etária.

Turno
Idade
Manhã Tarde
7 a 9 anos 71 63
10 a 12 anos 88 69
13 a 15 anos 50 75
16 a 18 anos 67 70
A equipe responsável pela coleta de dados dessa pesquisa selecionou como amostra as turmas com menor quantidade
de alunos, sendo duas turmas da manhã e duas turmas da tarde.
Dessa maneira, a quantidade de alunos que fizeram parte da amostra dessa pesquisa foi
A. 117.
B. 132.
C. 249.
D. 262.
E. 304.
Alternativa C
Resolução: As duas turmas da manhã com menor quantidade de alunos são as turmas de 13 a 15 anos, com 50 alunos, e
de 16 a 18 anos, com 67 alunos. Assim, participaram da pesquisa 50 + 67 = 117 alunos da manhã.
As duas turmas da tarde com menor quantidade de alunos são as turmas de 7 a 9 anos, com 63 alunos, e de 10 a 12 anos,
com 69 alunos. Assim, participaram da pesquisa 63 + 69 = 132 alunos da tarde.
No total, a quantidade de alunos que fizeram parte da amostra dessa pesquisa foi 117 + 132 = 249, alternativa C.

QUESTÃO 144 SP45

Mancala é um jogo de origem africana para duas pessoas que tem como objetivo a distribuição de peças em casas.
No início do jogo, 48 peças idênticas são distribuídas igualmente em 12 casas, sendo que as 6 casas em uma mesma linha
pertencem a cada um dos jogadores e são chamadas de campo, campo A e campo B. Nas extremidades esquerda e direita
do jogo, há dois espaços maiores chamados de cala, nos quais não se depositam peças antes do início do jogo, sendo a cala
A pertencente ao campo A e a cala B pertencente ao campo B. Na figura a seguir, apresenta-se a disposição inicial do jogo.

Disponível em: <https://ludoevico.wordpress.com>.


Acesso em: 25 maio 2020 (Adaptação).

MAT – PROVA II – PÁGINA 24 ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO
Na sua vez, cada jogador escolhe uma das casas do seu campo, pega todas as peças dessa casa e as distribui uma
a uma, no sentido anti-horário, nas casas seguintes, podendo incluir as casas do adversário. Caso a última peça caia na
sua cala, a pessoa joga outra vez, repetindo o procedimento. Porém, não é permitido colocar peças na cala do adversário,
depositar mais de uma peça em cada casa nem começar uma jogada no campo inimigo.
Em uma determinada partida, após duas jogadas do jogador do campo A, é a vez do jogador do campo B.
O tabuleiro se encontra da seguinte maneira antes de o jogador do campo B iniciar sua jogada (as peças que faltam nas
casas estão nas calas):

Campo B

4 4 5 5 5 5

4 4 0 5 5 0

Campo A

Sabendo que o jogador do campo B também fez duas jogadas seguidas, uma das possíveis configurações do tabuleiro, após
essas jogadas, é:

A.

Campo B

5 5 6 6 0 5

4 4 0 5 5 0

Campo A

B.

Campo B

4 4 5 0 6 6

4 4 0 6 6 1

Campo A

C.

Campo B

5 5 6 6 0 5

0 5 1 6 6 0

Campo A

D.

Campo B

6 0 6 6 0 5

5 5 1 5 5 0

Campo A

E.

Campo B

0 4 5 5 5 5

5 5 1 6 5 0

Campo A

BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 MAT – PROVA II – PÁGINA 25
Alternativa D Alternativa B
Resolução: Segundo as regras do jogo, para jogar Resolução: Como as gramas do pó de café e a quantidade
novamente, a última peça distribuída pelo jogador deve ser de água são diretamente proporcionais, então a soma da
colocada na própria cala. Dessa maneira, para que o jogador quantidade de pó necessária para fazer 200 mL + 450 mL
do campo B possa jogar novamente, a única opção possível = 650 mL de café é:
na configuração apresentada é escolher a segunda casa do
campo B (no sentido anti-horário). 45 g ________ 300 mL

Campo B x g _________ 650 mL


300x = 45 . 650 ⇒ 30x = 2 925 ⇒ x = 97,5 g
4 4 5 5 5 5
Cala B Cala A Portanto, a alternativa correta é B.
4 4 0 5 5 0

Campo A QUESTÃO 146 E2A8

Nessa casa existem 5 peças, sendo que, distribuídas no Em uma área de camping, após um período de chuvas
sentido anti-horário, a última peça será colocada na cala B, fortes, uma trilha que levava até o alto de uma cachoeira
possibilitando uma nova jogada. Assim, o tabuleiro após a foi totalmente destruída. Para refazer a trilha, uma equipe
primeira jogada da pessoa B (com uma peça na cala B) fica técnica precisou desenhar o mapa da área para propor
com a distribuição: melhorias no local. O esquema a seguir foi elaborado com
segmentos de reta para ajudar na base dos estudos.
Campo B
Monte
5 5 6 6 0 5
Cala B Cala A
4 4 0 5 5 0 Cachoeira
Campo A Trilha
Agora, o jogador B tem 5 opções de jogada. Escolhendo a 5ª Abrigo
casa (sentido anti-horário) do campo B como partida, tem-se:
Campo B Rio

6 0 6 6 0 5 Analisando o esquema, um técnico disse que a


Cala B Cala A
5 5 1 5 5 0 inclinação do caminho que vai do monte ao abrigo e a
inclinação do caminho que vai da cachoeira ao rio são iguais,
Campo A isto é, esses caminhos são paralelos, e que a trilha que vai
Ou seja, ele colocou mais uma peça na 6ª casa (6), outra na do abrigo até o caminho que leva à cachoeira é paralela ao
cala B e mais uma em cada uma das 3 primeiras casas do rio que corre abaixo do local.
campo A (5, 5 e 1, respectivamente), totalizando as 5 peças Para a identificação dos ângulos, foi assinalado, por
do ponto de partida. outro técnico, que o caminho da cachoeira ao rio forma um
Assim, uma das possíveis configurações do tabuleiro, após maior ângulo de 3x + 5 graus, já o menor ângulo entre o
essas jogadas, é a da alternativa D. caminho do monte ao abrigo mede 2x graus.
O maior ângulo formado entre a trilha que deve ser
QUESTÃO 145 66G3 reconstruída e o caminho até a cachoeira é igual a
Uma cafeteira tem um compartimento de água com A. 35°.
capacidade para 1 L. Após o aquecimento, ela pode liberar B. 70°.
três quantidades de água quente, com 200 mL, 300 mL ou
C. 105°.
450 mL, dependendo do botão escolhido pelo usuário, verde,
D. 110°.
vermelho ou azul, respectivamente.
E. 180°.
Uma pessoa, ao usar esse eletrodoméstico, calcula
Alternativa D
que a quantidade de pó solúvel para a bebida é diretamente
proporcional à quantidade de água. Resolução: Como as inclinações dos caminhos que levam
ao monte e a cachoeira são iguais, os segmentos de reta
Se essa pessoa aciona o botão vermelho da cafeteira para que os representam são paralelos, assim como a trilha é
fazer uma bebida usando 45 g de pó solúvel, a soma da paralela ao rio.
quantidade de pó solúvel que ela precisa colocar para fazer
Sendo assim, o ângulo formado entre o caminho da cachoeira
bebidas apertando os botões verde e azul é ao rio e o ângulo entre o caminho até o monte e a trilha são
A. 90,0 g. suplementares, logo 3x + 5 + 2x = 180° ⇒ 5x = 175° ⇒
B. 97,5 g. x = 35°.

C. 121,9 g. O maior ângulo formado entre a trilha e o caminho até a cachoeira


é correspondente ao ângulo formado entre o caminho da
D. 180,0 g. cachoeira ao rio. Portanto, o valor do ângulo procurado é igual a
E. 195,0 g. 3 . 35° + 5 = 110°, alternativa D.

MAT – PROVA II – PÁGINA 26 ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO
QUESTÃO 147 49TL Taxa de glicose (mg/dL)
153,25
Uma pessoa trabalha em casa com televendas e, apesar
de ter um horário flexível, a empresa para a qual ela presta 200 105,75
104,25
esse serviço exige que sejam cumpridas 36 h semanais em 150 88,5
cinco dias. Em determinada semana, considerando x o total 100
de horas que essa pessoa precisa trabalhar semanalmente,
50
x
no primeiro dia, ela fez das horas necessárias; no segundo
4 0
3
Jejum Batata- Banana Guaraná
x -doce
dia, ela trabalhou do total de horas semanais; no terceiro
5x2
Disponível em: <www.efdeportes.com>.
x Acesso em: 25 maio 2020 (Adaptação).
dia, ela cumpriu − 2 das horas exigidas; e, no quarto dia,
2 De acordo com o gráfico, a maior variação observada na
2
 
1 taxa de glicose após o consumo dos alimentos em relação
ela trabalhou  3 x  das horas necessárias.
2

  ao nível de glicose em jejum foi de


Quantas horas essa pessoa precisa trabalhar no quinto dia A. 15,75 mg/dL.
para cumprir as horas semanais exigidas pela empresa de B. 32,60 mg/dL.
televendas? C. 47,50 mg/dL.
A. 24,20 D. 64,75 mg/dL.
B. 20,87 E. 96,36 mg/dL.
C. 15,13 Alternativa D
D. 14,30 Resolução: A variação na taxa de glicose é dada pela
E. 11,80 diferença entre a taxa de glicose após a ingestão do alimento
Alternativa E e a taxa de glicose em jejum. Logo, para calcular a maior
variação na taxa de glicose, basta calcular a diferença entre
Resolução: O total x de horas semanais necessárias é 36. a taxa de glicose do alimento com o maior valor e a taxa de
Assim, no primeiro dia a pessoa trabalhou: glicose obtida em jejum.

x 36 Pelo gráfico, nota-se que a maior taxa de glicose ocorreu


= = 9h após o consumo de guaraná, assim a maior variação na taxa
4 4
de glicose foi de 153,25 – 88,5 = 64,75 mg/dL, alternativa D.
No segundo dia ela trabalhou:
QUESTÃO 149 RVYT
3 32
x x x 36
    7, 2 h O técnico de uma seleção de futebol, entre outros critérios,
5x2 5 5 5 utiliza a média do número de gols por jogos no campeonato
nacional para selecionar quais atacantes serão convocados.
Já no terceiro dia a pessoa cumpriu:
Para a próxima convocação, o técnico solicitou ao
x 36 departamento de pesquisa as estatísticas dos 5 atacantes
2  2  18  2  16  4 h
2 2 que fizeram mais gols no campeonato. Observe a seguir a
tabela recebida pelo técnico:
E no quarto dia ela trabalhou:
2 Número de partidas
  21  2
x 36 Jogador
disputadas
Número de gols
 3x   3 2 . x 2   4h
  9 9
A 20 17
B 25 19
Assim, a pessoa trabalhou em quatro dias um total de
9 + 7,2 + 4 + 4 = 24,2 h. Portanto, no quinto dia a pessoa, C 30 25
para completar a carga horária exigida pela empresa, precisa D 32 25
trabalhar 36 – 24,2 = 11,8 h, alternativa E. E 35 28

QUESTÃO 148 C5NQ


Como o técnico pretende convocar os dois atacantes com
maior média de gols, quais jogadores devem ser selecionados?
Um estudo foi realizado com um grupo de pessoas
A. A e C.
para verificar a taxa de glicose após a ingestão de três tipos
de alimento: batata-doce, banana e guaraná. Para isso, B. A e E.
o experimento consistiu em medir o nível de glicose em jejum C. B e C.
e 40 min após o consumo de cada um desses alimentos. D. C e E.
A média dos resultados está apresentada no gráfico a seguir. E. A e D.

BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 MAT – PROVA II – PÁGINA 27
Alternativa A Alternativa B
N de gols
Resolução: Seja MX  a média de gols do Resolução: Primeiro é preciso saber quantos quilogramas
N de partidas
terá em cada pacote. Como o peso de cada pacote é dado
atleta x, tem-se:
considerando o empacotamento máximo do produto por
17
MA   0, 85 hora, sendo que a ração é distribuída em pacotes com o
20
mesmo peso e com a maior quantidade possível de ração
19
MB   0, 76 neles, segue que o peso de cada pacote será dado pelo
25
25 MDC entre 1 080, 660 e 450. Decompondo esses números
MC   0, 83 em fatores primos, tem-se:
30
25
MD   0, 78 1 080 = 22 . 33 . 5
32
28 660 = 22 . 3 . 5 . 11
ME   0,880
35 450 = 2 . 32 . 52

Portanto, os atacantes convocados são os jogadores A e C. Assim, o MDC(1 080, 660, 450) = 2 . 3 . 5 = 30. Dessa
maneira, cada um dos pacotes pesará 30 kg.
QUESTÃO 150 A7Z8
Como na semana pedida foram embalados 1 410 kg por
Em uma fábrica de rações para animais, são produzidos
hora, segue que foram embalados 1 410/30 = 47 pacotes de
três tipos de rações distintas que devem ser embaladas
ração por hora, ou seja, a fábrica ficou no padrão II, segundo
em pacotes diferentes, porém com o mesmo peso: básica,
o critério de avaliação adotado pelo controle de qualidade,
especial e extra especial. Por hora, são empacotados no
alternativa B.
máximo 2 190 kg de ração, sendo embalados 1 080 kg da
ração básica, 660 kg da ração especial e 450 kg da ração QUESTÃO 151 K1L8
extra especial. Suponha que, numa partida da seleção brasileira, a média
O peso de cada pacote é dado considerando o das idades dos 11 jogadores que estavam em campo era
empacotamento máximo do produto por hora, sendo que a 28 anos. Sabe-se que no primeiro tempo dessa partida, o
ração é distribuída em pacotes com o maior peso possível. jogador Marcelo, de 28 anos, foi expulso. No segundo tempo,
Para acompanhar se a produção está dentro da meta, o jogador Gabriel Jesus, de 19 anos, foi substituído por
Roberto Firmino, de 24 anos, e, em seguida, o jogador
a equipe de controle de qualidade usa uma escala com
Renato Augusto, de 28 anos foi substituído por Lucas Lima,
a avaliação segundo o número de pacotes embalados,
de 24 anos.
conforme a representação a seguir.
Ao término da partida, qual era a idade média dos jogadores
da seleção brasileira que estavam em campo?
I. Excelente - 61 a 75
pacotes por hora A. 25,5 anos
B. 26,5 anos
II. Ótimo - 46 a 60 C. 27,2 anos
pacotes por hora
D. 27,5 anos

III. Bom - 31 a 45 E. 28,1 anos


pacotes por hora Alternativa E
Resolução: Sabendo-se que, inicialmente, a média dos
IV. Regular - 16 a 30
jogadores em campo era de 28 anos, a soma das idades
pacotes por hora
dos 11 jogadores era:
V. Ruim - 0 a 15
pacotes por hora 28 
 X   X  28 . 11  308 anos
11

Sabendo-se que, em determinada semana, foram Após a expulsão de Marcelo e as duas substituições, a soma
empacotados 1 410 kg de ração por hora, segundo o critério das idades dos jogadores remanescentes passou a ser:
de avaliação adotado pelo controle de qualidade, a produção
nessa semana ficou no padrão:  X  308  28  19  24  28  24  281 anos
A. I Considerando-se que, após a expulsão e as duas
B. II substituições, a seleção tinha 10 jogadores em campo, a
C. III idade média dos jogadores que terminaram a partida era:

D. IV 281
X
= = 28,1 anos
E. V 10

MAT – PROVA II – PÁGINA 28 ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO
QUESTÃO 152 WL6B QUESTÃO 153 RØ2B

A geometria é muito utilizada nas obras de arte. Ronaldo possui um carro popular com 3,931 metros de
Construções com linhas paralelas e transversais permitem, comprimento e 1,902 metros de largura. Ele mudou para
por exemplo, a visualização de um efeito tridimensional em um emprego na região central de sua cidade, e, com isso,
um quadro de duas dimensões. A figura a seguir apresenta necessitou alugar uma vaga de estacionamento para guardar
um quadro de 1983 do artista Luiz Sacilotto. seu carro durante seu período de trabalho.
Em um panfleto de um estacionamento, estavam
desenhadas algumas vagas em escala 1 : 100, com as
seguintes especificações:
Vaga 1: 39,50 mm × 19,20 mm
Vaga 2: 0,18 dm × 0,40 dm
Vaga 3: 0,35 dm × 0,13 dm
Vaga 4: 19,50 mm × 19,20 mm
Vaga 5: 39,50 mm × 3,95 mm
Para atender às dimensões de seu carro, Ronaldo deve
escolher a
Disponível em: <www.leilaodearte.com>. A. vaga 1.
Acesso em: 25 maio 2020 (Adaptação).
B. vaga 2.
Para a obtenção do efeito de profundidade no quadro, o C. vaga 3.
artista Luiz Sacilotto utilizou, além de quadrados, quais D. vaga 4.
figuras geométricas?
E. vaga 5.
A. Prismas.
Alternativa A
B. Losangos.
Resolução: Analisando cada uma das vagas, transformando
C. Trapézios.
suas dimensões para centímetros, tem-se:
D. Pirâmides.
E. Triângulos. Vaga 1: 3,95 cm × 1,92 cm

Alternativa C Vaga 2: 1,80 cm × 4,00 cm


Resolução: O quadro é formado por um quadrado maior Vaga 3: 3,50 cm × 1,30 cm
(todo o quadro), nove quadrados médios e nove quadrados Vaga 4: 1,95 cm × 1,92 cm
menores, destacados a seguir:
Vaga 5: 3,95 cm × 0,395 cm
Agora, se o carro de Ronaldo fosse ser representado no
panfleto, de acordo com a escala, suas dimensões seriam
3,931 cm × 1,902 cm. Assim, a única vaga que atende às
dimensões do carro de Ronaldo é a vaga 1.

QUESTÃO 154 UNIT

O valor de aluguel de uma loja em uma determinada


região comercial depende do comprimento das fachadas
que dão acesso à loja e da rua em que essas fachadas se
situam. O mapa a seguir ilustra as três lojas retangulares que
Como todos os quadrados têm seus lados correspondentes
compõem um empreendimento, lojas 1, 2 e 3. O acesso à
paralelos, para adicionar o efeito de profundidade, foram
utilizados trapézios em diferentes posições, conforme loja 1 é feito por meio das ruas B e C, a loja 2 tem entradas
mostrado a seguir: pela avenida A e pela rua C, e a loja 3 pode ser acessada
pela avenida A e pela rua B.

Rua C

Loja 2 3m
Avenida A

Loja 1 Loja 3
15 m

Rua B 12 m 12 m
Assim, o artista utilizou, além de quadrados, trapézios,
alternativa C.

BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 MAT – PROVA II – PÁGINA 29
c1 . p1  c 2 . p2  c 3 . p3
Sabe-se que o aluguel mensal das lojas nessa região é dado por V = 500 . M, em que M  é a média
p1  p2  p3
ponderada do comprimento (c) de cada fachada que dá acesso à loja com pesos (p) dependendo das ruas que dão acesso a
ela, sendo que a avenida A tem peso 3, a rua B tem peso 1 e a rua C tem peso 2. Quando uma rua não dá acesso a uma loja,
o produto c . p é considerado nulo no cálculo do aluguel, mas o peso no denominador não é desconsiderado.
Considerando que as lojas 1, 2 e 3 estão alugadas de acordo com o valor de aluguel das lojas dessa região e desconsiderando
outros valores, o dono do empreendimento que compõe essas lojas recebe mensalmente o valor referente aos aluguéis de
A. R$ 10 500,00.
B. R$ 17 750,00.
C. R$ 63 000,00.
D. R$ 108 000,00.
E. R$ 159 000,00.
Alternativa A
c1 . 3  c 2 . 1  c 3 . 2
Resolução: O valor de M é dado por: M  , em que c1, c2 e c3 são os comprimentos das fachadas que
6
dão acesso a cada loja pela avenida A, rua B e rua C, respectivamente.
Analisando cada loja, tem-se que a loja 1 tem acesso por meio das ruas B e C, assim, como não há acesso pela avenida A,
c1 . 3 = 0:

0  12 . 1  12 . 2 36
M1   M1   6  V1  500 . 6  R$ 3 000, 00
6 6

A loja 2 tem entradas pela avenida A e pela rua C, assim, como não há acesso pela rua B, c2 . 1 = 0:

3 . 3  0  12 . 2 33
M2   M2   5, 5  V2  500 . 5, 5  R$ 2 750, 00
6 6

A loja 3 possui acesso pela avenida A e pela rua B, assim, como não há acesso pela rua C, c3 . 2 = 0:

15 . 3  12 . 1  0 57
M3   M3   9, 5  V3  500 . 9, 5  R$ 4 750, 00
6 6

Assim, o valor que o dono do empreendimento recebe mensalmente pelo aluguel é 3 000 + 2 750 + 4 750 = R$ 10 500,00,
alternativa A.

QUESTÃO 155 2JCY

Uma empresa de festas e cerimoniais fez um plano de pagamento para os alunos de uma turma de um curso superior
que irão se formar. Os serviços oferecidos por essa empresa são: ensaios fotográficos (A), formatura (B) e festa (C). O aluno
pode escolher apenas um desses serviços, dois deles ou as três opções, sendo que os alunos que escolherem pelo menos
dois itens terão um desconto no valor final a pagar.
Para saber o valor a ser arrecadado, levando em conta o desconto a ser dado, a empresa fez uma pesquisa com os
formandos do curso. Contudo, o resultado da relação entre a quantidade de alunos por serviços escolhidos foi assinalado de
forma acumulativa, conforme apresentado na tabela a seguir.

Serviço A B C AeB AeC BeC A, B e C


Quantidade
22 18 20 14 12 10 8
de alunos

Sabendo que todos os alunos que irão se formar responderam à pesquisa, a quantidade de alunos que receberão o desconto
será
A. 20.
B. 24.
C. 28.
D. 36.
E. 44.

MAT – PROVA II – PÁGINA 30 ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO
Alternativa A
Resolução: Para receber o desconto, o aluno precisava adquirir pelo menos dois serviços. Analisando as informações
da tabela e representando por meio do diagrama de Venn, tem-se que, como 8 alunos adquiriram os três serviços, então
14 – 8 = 6 alunos optaram apenas pelos serviços A e B, 12 – 8 = 4 alunos escolheram apenas os serviços A e C, e 10 – 8 = 2
alunos optaram apenas pelos serviços B e C.

A B

4 6 2
8
4 2

6
C

Assim, o total de alunos que escolheram pelo menos dois dos serviços é 6 + 4 + 2 + 8 = 20, alternativa A.

QUESTÃO 156 O3JA

Dois amigos vão se encontrar no Mercado Público de Florianópolis, Santa Catarina. Um deles mora em outra cidade e
usou o mapa do Brasil, figura 1, para determinar a distância mínima que percorreria até Florianópolis traçando um segmento
de 1 cm. O outro amigo mora em Florianópolis, e a menor distância da sua casa até o Mercado Público corresponde a um
segmento de 1 cm no mapa de Florianópolis, figura 2.

Figura 1 Figura 2

Considerando-se a distância mínima calculada pelos amigos, quantos quilômetros a mais o amigo que mora fora de Florianópolis
percorrerá até a capital de Santa Catarina em relação à distância, da sua casa até o Mercado Público, a ser percorrida pelo
amigo que mora em Florianópolis?
A. 96
B. 104
C. 400
D. 996
E. 1 004
Alternativa D
Resolução: A escala do mapa do Brasil é de 1 : 100 000 000, ou seja, cada 1 cm equivale a 100 000 000 cm, ou melhor,
1 000 km. Logo, o segmento traçado pelo amigo que mora fora de Florianópolis equivale a 1 000 km na medida real. Ou seja,
ele percorrerá, no mínimo, 1 000 km até Florianópolis.
A escala do mapa de Florianópolis é de 1 : 400 000, ou seja, cada 1 cm equivale a 400 000 cm, ou seja, 4 km. Logo, o
segmento traçado pelo amigo que mora em Florianópolis equivale a 4 km na medida real. Assim, ele percorrerá, no mínimo,
4 km da sua casa até o Mercado Público.
Para saber quantos quilômetros a mais o amigo que mora fora de Florianópolis percorrerá até Florianópolis em relação à
distância até o Mercado Público a ser percorrida pelo amigo que mora em Florianópolis, basta subtrair as duas distâncias,
assim, 1 000 – 4 = 996 km, alternativa D.

BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 MAT – PROVA II – PÁGINA 31
QUESTÃO 157 F92N

O denominado triângulo 3D é um desenho de ilusão de ótica. Um desenhista gráfico, ao ilustrar um desses triângulos,
inseriu três linhas tracejadas para auxiliá-lo nos cálculos de área e de perímetro de cada parte da figura. Na divisão da imagem,
foram formados alguns quadriláteros, conforme figura a seguir.

Após a divisão, o desenhista constatou que foram formados quantos paralelogramos na figura?
A. 2
B. 3
C. 4
D. 5
E. 6
Alternativa B
Resolução: Os paralelogramos são os quadriláteros que possuem os lados opostos paralelos. Após as divisões na imagem,
formaram-se três paralelogramos e três trapézios. Portanto, a alternativa correta é a B.

QUESTÃO 158 9GPD

Como utilizar a tabela de medidas em três passos simples


I. Esteja de roupas leves no momento da medição;
II. Com o corpo ereto, meça com fita métrica, sem apertar, o busto, a cintura e o quadril;
III. Compare suas medidas com a tabela a seguir.

Tabela de Medidas – Feminino


PP P M G GG XGG
Manequim
36 38 40 42 44 46 48 50 52 54 56
Busto (cm) 79 82 86 90 94 98 104 110 116 122 128
Cintura (cm) 61 64 68 72 76 80 86 92 98 104 110
Quadril (cm) 85 88 92 96 100 104 110 116 122 128 134

Disponível em: <www.moldesmodelagens.com.br>. Acesso em: 13 jul. 2020 (Adaptação).

Seguindo a orientação do texto, uma mulher mediu o seu busto, a sua cintura e o seu quadril, observando que os três medem
19 cm a mais do que uma mulher de manequim PP. Assim, o manequim dela se enquadra, segundo a tabela, em
A. P.
B. M.
C. G.
D. GG.
E. XGG.
Alternativa C
Resolução: Para determinar o manequim da mulher, basta somar 19 cm às medidas de uma mulher de manequim PP. Assim,
busto = 79 + 19 = 98 cm, cintura = 61 + 19 = 80 cm e quadril = 85 + 19 = 104.
Portanto, o manequim da mulher se enquadra, segundo a tabela, em G, alternativa C.

MAT – PROVA II – PÁGINA 32 ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO
QUESTÃO 159 ØM8Q Sabe-se que o maior comprimento da forma de um
Uma nova unidade de uma empresa, após ser instalada, sapato, na numeração de uma pessoa, é 1,5 cm maior do
que o maior comprimento do pé dessa pessoa.
fez várias contratações ao longo de um ano. O aumento do
número de funcionários, em cada mês, foi destacado no De acordo com as informações, uma pessoa cujo maior
comprimento do pé é 26,5 cm tem a numeração de seu
gráfico a seguir.
calçado no Brasil igual a
Quantidade de funcionários Aumento
A. 36.
180
8 B. 38.
160 10
14
140 10
C. 40.
13
120 D. 42.
10
100 15
80
22 E. 44.
11
60 15 Alternativa C
40 14
20 18 Resolução: Como o maior comprimento da forma de um
0 sapato na numeração de uma pessoa é 1,5 cm maior do
Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez
que o maior comprimento do pé dessa pessoa, uma pessoa
O custo de alimentação para cada funcionário dessa cujo maior comprimento do pé é 26,5 cm terá o maior
empresa é de R$ 25,00 ao dia, independentemente de ser comprimento da forma igual a 26,5 + 1,5 = 28,0 cm.
dia útil ou não. Além disso, a empresa paga, ao final de um Para encontrar a numeração de um calçado no Brasil, é
mês, o valor total de alimentação referente àquele mês, não preciso primeiro encontrar a numeração desse calçado na
importando a data de contratação do funcionário. 2
medida europeia. Assim, como o ponto francês P medecm,
Sabendo que a empresa paga integralmente pela alimentação 3
de seus funcionários, o gerente administrativo calculou que, tem-se que a numeração na Europa de um calçado com o
no bimestre em que o gasto com alimentação foi maior, o total maior comprimento da forma igual a 28,0 cm será:
pago pela empresa referente à alimentação dos funcionários,
28 3 84
ao final desses dois meses, foi de P  P  28 .  P   P  42
2 2 2
A. R$ 238 000,00. 3
B. R$ 131 250,00.
Assim, como a numeração de um calçado brasileiro é dois
C. R$ 27 750,00.
números menor do que a numeração de um calçado europeu
D. R$ 13 500,00. de mesma forma, no Brasil o calçado dessa pessoa tem
E. R$ 7 800,00. numeração 42 – 2 = 40, alternativa C.
Alternativa A
QUESTÃO 161 9B8E
Resolução: O bimestre com o maior número de funcionários
Uma praça em formato de um triângulo retângulo será
foi o último do ano, sendo que no final de novembro havia
reformada em uma cidade. Para que toda a praça não fosse
18 + 14 + 15 + 11 + 22 + 15 + 10 + 13 + 10 + 14 + 10 = 152 interditada durante a reforma, a prefeitura solicitou que a
funcionários e, no final de dezembro, havia 152 + 8 = 160 equipe encarregada da reforma cercasse uma região da
funcionários. praça com tela e fizesse as melhorias necessárias nessa
Como a empresa paga o valor total referente a um mês ao área. Em seguida, a equipe liberaria a região reformada e
final do mês independentemente da quantidade de dias úteis cercaria a área que ainda não havia sido reformada para os
ou da data de contratação do funcionário, o gasto total com reparos necessários. A figura a seguir mostra a praça ABC
alimentação, nesses dois meses, foi de 152 . R$ 25,00 . 30 e a região da praça delimitada pelo triângulo de vértices A,
M e C para a primeira reforma.
+ 160 . R$ 25,00 . 31 = R$ 3 800 . 30 + R$ 4 000,00 . 31 =
R$ 114 000,00 + R$ 124 000,00 = R$ 238 000,00, alternativa A. B

QUESTÃO 160 E4KN

O sistema de numeração de sapatos no Brasil é baseado


no sistema europeu, sendo que a numeração de um calçado
75° M
brasileiro é dois números menores do que a numeração de
um calçado europeu de mesma forma. A unidade de medida
do sistema europeu de numeração de sapatos é o ponto
2
francês, que mede cm. Assim, para obter a numeração x
3
A C
europeia de um calçado, deve-se converter o maior
comprimento da forma desse sapato para o ponto francês. Para cercar a região triangular AMC, a equipe instalou
Disponível em: <www.flexpe.com.br>. Acesso em: 25 maio 2020 estacas nos vértices A, M e C e a cercou com tela de modo
(Adaptação).  medisse 75°.
que o ângulo AMB

BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 MAT – PROVA II – PÁGINA 33
Sabendo que M é o ponto médio do lado BC da praça, o Traçando o segmento de reta PQ, que mede 2 2 cm, e
ângulo x que a tela fez com os lados AC e CB da praça mede  em relação às circunferências
sabendo que o arco PQ
A. 37,5°.
de centros C1 e C2 é um quarto do comprimento dessas
B. 45,0°.
 Q medem
 Q e PC
circunferências, segue que os ângulos PC
C. 52,5°. 1 2

360
D. 60,0°.  90. Logo, PC1QC2 é um quadrado de diagonais
4
E. 75,0°.
medindo 2 2 cm, e o lado de medida x desse quadrilátero
Alternativa A é dado por:
Resolução: Como M é o ponto médio do lado BC e o lado
2 2 
2
BC  x 2  x 2  4 . 2  2x 2  4  x 2  x  2 cm
BC é a hipotenusa do triângulo ABC, então AM = . Assim,
2
como BM = MC = MA, segue que os triângulos ABM e AMC Assim, 2 cm é o lado do quadrado e também é o raio das
são isósceles. Como AMB   105 , pois AMC
  75, então AMC  circunferências de centros C1 e C2. Logo, o comprimento C
 .
é suplementar de AMB
de cada circunferência é dado por:

Já que AMC é isósceles, pela soma dos ângulos internos de C  2r  C  2 . 3 . 2  C  12 cm


um triângulo, tem-se:
Como a distância de C1 a C2 é igual à medida da diagonal
105  x  x  180  2x  180  105  75  x  37, 5 do quadrado, segue que C1C2 = 2 2 .
Portanto, a quantidade de prata QP, em centímetro linear,
Portanto, o ângulo x que a tela fez com os lados AC e CB que será usada para fazer o pingente é igual a:
da praça mede 37,5°, alternativa A.
QP  12  12  2 2  QP  24  2 2
QUESTÃO 162 ZHRQ

Um joalheiro desenhou um pingente com dois aros Portanto, a alternativa correta é a E.


de prata no formato de duas circunferências secantes de
QUESTÃO 163 K2RA
centros C1 e C2. Para unir os aros, ele colará os pontos P e Q
e fará um segmento reto, também de prata, ligando os dois Uma designer de interiores adquiriu um tapete triangular
centros de circunferência, conforme a figura a seguir. para a sala de um cliente. Nesse tapete, ela planeja bordar
quatro fios dourados, baseados nos segmentos de retas que
P
definem os pontos notáveis de um triângulo. O desenho base
C1 C2 enviado para a costureira está ilustrado a seguir.
C
B
Q
D

A
A menor distância de P a Q mede 2 2 cm, já o
comprimento do arco PQ mede um quarto do comprimento
da circunferência de centro C1 e um quarto do comprimento
da circunferência de centro C2. Ponto médio
da base
Considerando π = 3, a quantidade de prata, em centímetro
linear, que será usada para fazer o pingente é igual a: Ao analisar a figura, a costureira compreendeu que as quatro
linhas indicadas por A, B, C e D para a realização do bordado
A. 12 + 2
são, respectivamente,
B. 12 + 2 2 A. altura, bissetriz, mediana e mediatriz.
C. 12 + 4 2 B. altura, bissetriz, mediatriz e mediana.
D. 24 + 2 C. altura, mediana, bissetriz e mediatriz.
E. 24 + 2 2 D. mediatriz, bissetriz, mediana e altura.
Alternativa E E. mediatriz, mediana, bissetriz e altura.
Resolução: Considere a figura a seguir para a resolução Alternativa A
do problema: Resolução: A linha A é o segmento de reta que une a base
com o vértice oposto formando um ângulo reto, logo A é a
P
altura. A linha B é o segmento de reta que une a base ao
2 2 vértice oposto, dividindo o ângulo desse vértice ao meio,
2 2 logo B é a bissetriz. A linha C é o segmento de reta que une
C1 C2
2 o ponto médio da base com o vértice oposto, logo C é a
2
2 2 mediana. A linha D é o segmento de reta que parte do ponto
médio da base e forma um ângulo reto com esta, logo D é a
Q mediatriz. Portanto, a alternativa correta é a A.

MAT – PROVA II – PÁGINA 34 ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO
QUESTÃO 164 SYLG QUESTÃO 165 5GXD

Uma empresa aluga barracas para eventos cuja base Em uma investigação, os policiais relacionaram cada
tem o formato hexagonal regular, conforme mostra a figura 1, uma das vítimas a um grupo de suspeitos. Eles descobriram
que nenhuma vítima foi prejudicada por dois ou mais
em que as barras verticais são perpendiculares à base.
suspeitos diferentes, mas duas ou mais vítimas podem ter
Figura 1 sido prejudicadas por apenas um suspeito.
Diante disso, os investigadores elaboraram um esquema
Telhado baseado nos conceitos de função, em que as vítimas fazem
parte do conjunto domínio A e os suspeitos fazem parte do
conjunto contradomínio B. Cada vítima e cada suspeito foi
nomeado por um número inteiro.
Qual é o esquema que melhor descreve a relação feita pelos
policiais nessa investigação?
A. A B
1
0
2

1 3

B. A B
Para fixar as barras verticais e as barras da base, a
0 2
empresa usa um conector em cada vértice da base, cujo
modelo é visto na figura 2, tal que α é o ângulo entre duas 1
4
barras consecutivas da base. 2
3 6
Figura 2

C. A B
α
–3 2
α 5
4
Vista lateral Vista de cima 6
7 8
De acordo com as informações, o ângulo α entre duas
barras consecutivas da base das barracas que a empresa D. A B
aluga mede –1 –2

A. 60°. 0 0
B. 90°.
1 1
C. 100°.
D. 120°. E. A B
E. 150°. 1 0
Alternativa D 1
2
2
Resolução: O ângulo α entre duas barras consecutivas da 3 3
base das barracas que a empresa aluga corresponde ao 4
4
ângulo interno do polígono da base. A base da barraca é 5
5 6
um hexágono regular.
Como a soma dos ângulos internos de um polígono é Alternativa E
S = (n – 2) . 180° para n sendo o número de lados, segue
Resolução: Cada um dos elementos do conjunto A deve
que a soma dos ângulos internos de um hexágono é estar relacionado a um único elemento do conjunto B, mas
S = (6 – 2) . 180° = 4 . 180° = 720°. Já que se trata de um pode haver elementos de B ligados a mais de um elemento
polígono regular, os ângulos internos são congruentes, de A. As alternativas A, C e D têm elementos de A ligados a
assim, cada ângulo interno mede 720°/6 = 120°. dois elementos de B. Já a alternativa B tem um elemento de
Assim, o ângulo α entre duas barras consecutivas da base A que não está ligado a nenhum elemento de B. Portanto, a
das barracas que a empresa aluga mede 120°, alternativa D. alternativa correta é a E.

BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 MAT – PROVA II – PÁGINA 35
QUESTÃO 166 CM9O

Após muitos anos de experiência, os colegas de trabalho Juninho e Thales perceberam que, juntos, conseguiam realizar
uma determinada atividade em 6 minutos.
Perceberam também que Juninho, sozinho, devido a algumas limitações, gastaria 5 minutos a mais do que o tempo que
Thales gastaria, também sozinho, para executar essa mesma atividade.
Quantos minutos, sozinho, Thales gasta para fazer essa atividade?
A. 8
B. 10
C. 12
D. 15
E. 20

Alternativa B
Resolução: Denote por t o tempo em minutos que Thales demora para fazer tal atividade. Juninho demora, portanto,
1 1 6
t + 5. Perceba que, em 1 minuto, Thales executa da tarefa e Juninho ; em 6 minutos, Thales e Juninho executam
t t+5 t
6
e da tarefa, respectivamente. Como 100% da tarefa é executada em 6 minutos, tem-se:
t+5
6 6
 1
t5 t
12t  30  t 2  5t

t 2  7t  30  0

  ( 7)2  4(1)( 30)  169

( 7)  13
t  t1  3 F  e t 2  10
2
t  10 min

QUESTÃO 167 4IAV

Em um parque de diversões, a tirolesa é a atividade radical que atrai mais pessoas. Essa atração está montada sobre
duas estruturas triangulares, as quais são unidas por um cabo de aço AB, fixado nos vértices A e B das estruturas, e têm o
vértice C em comum, conforme ilustrado a seguir.
B

Cabo
Escada

Escada
60° 60° 30° 30°
Solo
C

Sabe-se que a menor estrutura é um triângulo equilátero cuja distância do ponto A ao solo mede 5 m, e a maior estrutura
é um triângulo isósceles cuja distância do ponto B ao solo mede 20 m e os ângulos congruentes medem 30°.
De acordo com as informações, o comprimento do cabo de aço AB, que se encontra totalmente esticado, é, em metro:
40 3
A.
3
50 3
B.
3
55 3
C.
3
65 3
D.
3
70 3
E.
3

MAT – PROVA II – PÁGINA 36 ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO
Alternativa E
Resolução: Sejam hA = 5 m e hB = 20 m as alturas dos pontos A e B, em relação ao solo, respectivamente.
Como C é um vértice comum aos dois triângulos, então 30° + 60° + x = 180°, em que x é a medida do ângulo C do triângulo
ABC, assim o triângulo ABC é retângulo em C. Dessa maneira, para calcular o valor de AB, é preciso obter as medidas de
AC e BC.
No triângulo menor:

hA 3 hA 2h 10 10
sen  60      AC  A =  AC 
AC 2 AC 3 3 3

No triângulo maior:

hB 1 h
sen  30     B  BC  2hB  40  BC  40
BC 2 BC

Assim, pelo Teorema de Pitágoras no triângulo ABC, tem-se:


2
 10  100 4 900
 AB    AC   BC    AB     1 600   AB  
2 2 2 2 2 2
  ( 40)  
 3  3 3
4 900 70 70 3 70 3
AB     AB 
3 3 3 3
70 3
Portanto, a medida do cabo AB é , alternativa E.
3
QUESTÃO 168 BE4Ø

O volume máximo de oxigênio que o corpo humano utiliza na prática de uma atividade física é chamado de VO2 máximo.
O VO2 máximo é influenciado, entre outros fatores, pela idade da pessoa, conforme a tabela a seguir.

Grupo de
classificação
Baixo Razoável Médio Bom Alto Atlético
Idade

20-29 <38 39-43 44-51 52-56 57-62 63-69


VO2 máximo
30-39 <34 35-39 40-47 48-51 52-57 58-64
(mL/kg . min)
40-49 <30 31-35 36-43 44-47 48-53 54-60
Disponível em: <https://grupoposture.com.br>. Acesso em: 25 maio 2020 (Adaptação).

A fim de melhorar o seu condicionamento físico, um homem, de 36 anos, procurou um personal trainer, e o primeiro
resultado no teste do VO2 foi de 34 mL/(kg . minuto). Antes de chegar aos 40 anos, através de treinamentos e reeducação
alimentar, ele apresentou dois aumentos sucessivos no volume máximo de oxigênio, um de 30% no segundo teste e outro
de 20% no terceiro teste.
Considerando que cada porcentagem de aumento é referente ao teste imediatamente anterior, o grupo de classificação do
volume máximo de oxigênio no qual esse homem passou a se enquadrar após o terceiro teste foi o:
A. Razoável.
B. Médio.
C. Bom.
D. Alto.
E. Atlético.
Alternativa D
Resolução: O valor do VO2 do homem, após o primeiro teste, era de 34 mL/(kg . minuto). Considerando que os aumentos
sucessivos se referem aos testes imediatamente inferiores, tem-se que no segundo teste houve um aumento de 30% em
relação ao primeiro teste, assim, o novo valor do VO2 foi:
34 + 34 . 0,3 = 34 . 1,3 = 44,2 mL/(kg . minuto)
No terceiro teste, houve um aumento de 20% em relação ao teste imediatamente anterior, ou seja, ao segundo teste. Logo:
44,2 + 44,2 . 0,2 = 44,2 . 1,2 = 53,04 mL/(kg . minuto)
Dessa maneira, o homem se encontra no nível alto de classificação (52 a 57), alternativa D.

BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 MAT – PROVA II – PÁGINA 37
x metros
QUESTÃO 169 NXND

O gráfico a seguir mostra o preço por litro de gasolina, x metros Tanque 1 x metros
Tanque 1
em reais, em uma cidade da região metropolitana de São
Paulo, no decorrer de 12 meses. y metros Tanque 3 Tanque 2
y metros Tanque 3 Tanque 2
y metros
Espaço ocupado pelos Área plana ocupada pelos tanques
4,20
PREÇO (R$) POR LITRO DE GASOLINA

tanques

4,00
Sabe-se que a diferença entre os volumes do tanque 1 e
3,80
do tanque 3 é de 485 m3 e que a diferença entre os lados do
3,60
tanque 1 e do tanque 3 é um número primo menor do que 10.
3,40

3,20 Considerando que o volume de cada tanque é dado pela


3,00
multiplicação das suas três dimensões (comprimento, largura
2,80 e altura), a área plana total ocupada pelos três tanques mede

JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ
A. 512 m2.
Mês
B. 388 m2.
O preço da gasolina ao longo desses meses teve em
C. 97 m2.
A. janeiro, o maior preço do litro.
D. 50 m2.
B. dezembro, o menor valor do litro.
E. 48 m2.
C. setembro, um preço de 14% superior ao menor preço
do ano. Alternativa C

D. fevereiro e agosto, o menor e o maior preço, Resolução: Considere x a medida dos lados do tanque 1
respectivamente. e y a medida dos lados do tanque 3. Como esses tanques
E. agosto, um preço de mais de 35% superior ao menor são cúbicos, então o volume deles é, respectivamente, x3 m3
preço do ano. e y3 m3. Assim, tem-se que x3 – y3 = 485 m3 e x – y é um
Alternativa E número primo menor do que 10.
Resolução: O maior preço do litro foi verificado em setembro, Pela diferença de dois cubos, tem-se que:
enquanto o menor foi verificado em março.
x3 – y3 = (x – y) . (x2 + xy + y2)
O preço por litro verificado em setembro foi R$ 4,00, ao passo
que o menor preço do ano foi R$ 2,80. Logo, o aumento Logo:
percentual verificado em setembro em relação ao menor x3 – y3 = (x – y) . (x2 + xy + y2) ⇒ 485 = (x – y) . (x2 + xy + y2)
preço do ano foi:
Fatorando 485, tem-se 485 = 5 . 97. Como x – y é um
( 4, 0  2, 8) número primo menor do que 10, segue que x – y = 5 m e
 0, 43 ou 43%
2, 8 x2 + xy + y2 = 97 m2.
Como a área plana ocupada pelos três tanques é
O preço por litro verificado em agosto foi R$ 3,80. Portanto,
em relação ao menor valor do ano, o aumento percentual representada por x2 + xy + y2, segue que a área plana

foi de: ocupada pelos três tanques mede 97 m2, alternativa C.

(3, 8  2, 8) QUESTÃO 171 U1H2


 0, 36 ou 36%
2, 8
Para a construção de uma mandala, um artesão pregou,

Assim, em agosto, o preço foi de mais de 35% superior ao em uma peça de madeira, doze pregos distribuídos na

menor preço do ano, o que torna correta a alternativa E. mesma distância em torno de uma circunferência delineada
apenas para a perfeita distribuição deles. No passo 1, seis
QUESTÃO 170 AGHI
fios de linha são transpassados entre os pontos diretamente
Em um condomínio, há três tanques que armazenam opostos. No passo 2, uma estrela é transpassada de um
água. O tanque 1 é cúbico e acumula água tratada que ponto para o quinto ponto seguinte e, assim por diante, até
é usada nos apartamentos, o tanque 2 armazena água
retornar ao ponto inicial. No passo 3, são transpassados
da chuva para o uso na limpeza externa do condomínio,
quatro triângulos equiláteros. No passo 4, são transpassados
e o tanque 3 é cúbico e acumula água tratada para uso
nos bebedouros e banheiros das áreas comuns. Uma três quadrados. No passo 5, são transpassados dois
representação do espaço e da área plana ocupados por hexágonos. A sexta figura mostra a mandala finalizada,
esses tanques pode ser vista na imagem a seguir. conforme a imagem a seguir.

MAT – PROVA II – PÁGINA 38 ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO
Passo 1 Passo 2 Passo 3
19 22
12 19
6 3 9 9 16
18 23 12
7 2 8 13 15 6 24
13
15 5 2 16
10 12 14 5 16 21

11 9 14 4 3 17 11 4 2
20

1 8 111 6
20
1 3
10 17
10 7 7 6
4 5 21 22
24 23

Passo 4 Passo 5 Finalizada


15 14 13 15
2 10 10 12
24 11 17
12 1117 8 14

13 3 8 16 9 6 16 19

22 1 9 19 7 4 18 21

5 6 1 20
23 18 5 23
4 7 3 2
20 21 24 22

Disponível em: <https://www.pinterest.ca>. Acesso em: 14 jul. 2020 (Adaptação).

O polígono convexo regular formado pelos pregos que dão origem à mandala possui n ângulos internos congruentes cuja
medida de cada um deles é
A. 30°.
B. 60°.
C. 120°.
D. 135°.
E. 150°.
Alternativa E
Resolução: O número de pregos representa os vértices desse polígono de 12 lados, o dodecágono.
O ângulo interno desse polígono é:

(n  2) . 180 (12  2) . 180 (10) . 180


ai   ai   ai  
n 12 12
1 800
ai   ai  150
12

Portanto, a alternativa correta é a E.

QUESTÃO 172 2XB7

Uma mulher comprou um armário para guardar seus calçados. Nesse armário, há sete prateleiras, sendo que em cada
uma cabem 3 pares de tênis, ou 4 pares de sapatilhas, ou 2 pares de tênis e 1 par de sapatilhas, ou 2 pares de sapatilhas
e 1 par de tênis. Das sete prateleiras, a mulher separou duas para guardar apenas tênis, e as outras poderiam ter qualquer
das combinações de pares que caibam nelas.
Sabendo que a mulher possui 15 pares de sapatilhas e 10 pares de tênis, a quantidade máxima de pares de calçados que
ela conseguirá colocar no armário é
A. 25.
B. 24.
C. 21.
D. 18.
E. 12.
Alternativa B
Resolução: Já que das sete prateleiras a mulher separou duas apenas para tênis, então nessas duas prateleiras ela guardou
2 . 3 = 6 pares de tênis. Como a questão pede a quantidade máxima de calçados que a mulher conseguirá colocar no armário,
e em cada prateleira cabem mais sapatilhas do que tênis, e já que a mulher só tem 15 pares de sapatilhas, em três prateleiras
ela guardou 12 pares de sapatilhas. Na sexta e na sétima prateleira, ela colocou 2 pares de sapatilhas e 1 par de tênis, ou 2
pares de tênis e 1 par de sapatilhas, ou 3 três pares de tênis, ou os 3 pares de sapatilhas restantes. Observe a tabela a seguir:

BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 MAT – PROVA II – PÁGINA 39
1ª Prateleira Tênis Tênis Tênis
2ª Prateleira Tênis Tênis Tênis
3ª Prateleira Sapatilhas Sapatilhas Sapatilhas Sapatilhas
4ª Prateleira Sapatilhas Sapatilhas Sapatilhas Sapatilhas
5ª Prateleira Sapatilhas Sapatilhas Sapatilhas Sapatilhas
6ª Prateleira Sapatilhas Sapatilhas Sapatilhas
7ª Prateleira Tênis Tênis Tênis

Qualquer que seja a opção que a mulher faça na 6ª e 7ª prateleira para guardar os calçados restantes, sempre ficará um par
de calçado de fora, ou de tênis ou de sapatilhas, já que o resto da divisão de 25 por 24 é 1. Assim, a quantidade máxima de
pares de calçados que ela conseguirá colocar no armário é 24, alternativa B.

QUESTÃO 173 44ZI

Marta e Lucas estavam estudando a relação de divisibilidade no conjunto dos números naturais. Em certo momento,
Marta afirmou o seguinte: “Todo número natural que é divisível por 6 é par”. Lucas concordou com Marta e considerou que
essa proposição é verdadeira.
A negação dessa proposição é:
A. “Existe número natural que é divisível por 6 e é ímpar.”
B. “Existe número natural que é divisível por 6 ou é ímpar.”
C. “Todo número natural que é divisível por 6 é ímpar.”
D. “Todo número natural que não é divisível por 6 é ímpar.”
E. “Todo número natural que é ímpar não é divisível por 6.”
Alternativa A
Resolução: Na lógica proposicional, a negação de “para todo x, ocorre p” é “existe x para o qual não ocorre p”.
Portanto, a negação da proposição dada é “existe número natural que é divisível por 6 e não é par” ou, de forma equivalente,
‘‘existe número natural que é divisível por 6 e é ímpar”.

QUESTÃO 174 VØ35

Normalmente, o tratamento para gripe indicado pelos médicos é direcionado ao alívio de sintomas, sendo que os principais
medicamentos utilizados são analgésicos e antitérmicos, que aliviam a dor e a febre.
Um médico prescreve para um paciente, com gripe, um xarope antitérmico na proporção de 2 mL para 32 kg de massa
corporal a cada 8 horas.
Sabendo-se que o paciente pesa 88 kg, a quantidade de xarope que esse paciente deverá ingerir, ao dia, sem a repetição
de um mesmo horário, é de
A. 22 mL.
B. 20 mL.
C. 16,5 mL.
D. 11 mL.
E. 5,5 mL.
Alternativa C

Resolução: Calcula-se a quantidade de xarope que o paciente com 88 kg deve ingerir pela seguinte proporção:

2 mL x 176
 x  x  5, 5 mL
32 kg 88 kg 32

O remédio deve ser tomado de 8 em 8 horas. Como um dia tem 24 horas, o paciente tomará o xarope 3 vezes por dia. Logo,

1 3
  x  16, 5 mL
5, 5 mL x

MAT – PROVA II – PÁGINA 40 ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO
QUESTÃO 175 TSLW QUESTÃO 177 U9OX

Paula conseguiu juntar 100 mil reais e decide aplicar Um veterinário acompanha, desde o nascimento,
esse dinheiro integralmente e de uma vez só. A duração um cachorro que nasceu com uma doença muito rara.
da aplicação é de 5 anos e Paula receberá 10% de juros A dosagem de uma medicação que ele prescreveu para o
animal, após um ano de idade, segue a seguinte função
compostos anuais, sendo que todo o montante será pago
y = –24 + 2x, em que y é a dosagem em mililitro de remédio
integralmente a ela pelo banco ao fim do prazo da aplicação.
em função dos meses de vida do cachorro.
(n)(n  1) 2
Utilizando a aproximação (1  x )n  1  nx  x , em A diferença da dosagem desse medicamento, em mililitro,
2 que esse cachorro tomou aos 6 anos e 2 meses e aos 10
que x é a taxa de juros e n o tempo de aplicação, Paula anos e 8 meses de vida é igual a
conclui, corretamente, que receberá de juros decorrentes da
A. 27.
aplicação um valor aproximado, em milhares de reais, igual a
B. 108.
A. 50. C. 124.
B. 55. D. 148.
C. 60. E. 232.
D. 65. Alternativa B
E. 70.
Resolução: Com 6 anos e 2 meses, o cachorro terá
Alternativa C 6 . 12 + 2 = 74 meses, logo a quantidade de remédio que
Resolução: Como o regime da aplicação é de juros ele deverá tomar é:
compostos, pela conhecida fórmula, o montante M a ser
y = –24 + 2 . 74 ⇒ y = –24 + 148 ⇒ y = 124 mL
recebido por Paula é tal que M = 100 000 ⋅ (1 + 0,1)5.
Sendo x = 0,1 e n = 5, aplicando a aproximação, tem-se que Agora, com 10 anos e 8 meses, o cachorro terá
10 . 12 + 8 = 128 meses, logo a quantidade de remédio que
 54 
M  100 000   1  5  0,1   (0,1)2  ele deverá tomar é:
 2 
y = –24 + 2 . 128 ⇒ y = –24 + 256 ⇒ y = 232 mL
M  100 000  1  0, 5  10  0, 01
Portanto, a diferença entre as dosagens é de
M  100 000  1, 5  0,1
232 mL – 124 mL = 108 mL, alternativa B.
M  100 000  1, 6   M  160 000
QUESTÃO 178 KF7A
O valor dos juros a ser recebido equivale a 60 mil reais. Sem
Uma galeria comercial de uma cidade tem o formato de
a aproximação, encontraríamos o montante de 161 mil reais. um triângulo retângulo de medidas 10 m, 8 m e 6 m. Nessa
galeria, há apenas um piso, conforme a imagem, sendo que
QUESTÃO 176 MDUS
o ponto H é a única entrada da galeria e os caminhos HB,
Em 2015, a Boeing apresentou um vídeo em que um HM e HN, perpendiculares aos lados do triângulo ABC, dão
Boeing 787-9 faz uma performance espetacular, o que acesso às lojas dentro da galeria.
levou a imprensa a noticiar que o avião havia decolado
A
verticalmente. Porém, um ângulo de decolagem de 90° só
é possível em um foguete ou um caça. Em uma decolagem 3,6 m
normal de um avião, o ângulo varia de 12° a 20°.
Disponível em: <www.avioesemusicas.com>. H
M
Acesso em: 14 jul. 2020 (Adaptação).
6m
Considerando que o ângulo de decolagem que o Boeing 787-9 6,4 m
fez na performance em 2015 foi o triplo do menor ângulo em
uma decolagem normal, a diferença entre o ângulo que o
avião fez e o ângulo que a imprensa noticiou foi de
A. 30°. B N C

B. 36°. 8m

C. 50°. Uma pessoa entrou na galeria e se dirigiu à loja Q,


D. 54°. situada no ortocentro da galeria.
E. 58°. Desconsiderando as dimensões das lojas, a menor distância
Alternativa D que a pessoa percorreu da entrada da galeria até a loja Q
foi, em metro, de
Resolução: O menor ângulo de decolagem normal de um
A. 2,00.
avião é 12°. Assim, o Boeing 787-9 fez na performance
B. 2,40.
em 2015 um ângulo de 3 . 12 = 36°. A diferença entre o
ângulo que o avião fez e o ângulo que a imprensa noticiou C. 3,96.
é dada pelo complementar de 36°, isto é, 90° – 36° = 54°, D. 4,80.
alternativa D. E. 5,00.

BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 MAT – PROVA II – PÁGINA 41
Alternativa D 16, 9  16, 4  16, 2 49, 5
M   M  16, 5%
Resolução: Como o triângulo ABC é retângulo em B, 3 3
o ortocentro coincide com o vértice B. Já que BH é
Portanto, em 2014 a cidade investiu 16,5% no setor de
perpendicular a AC, a medida h de BH é a menor distância
saúde. Logo, a variação das porcentagens de investimento
que a pessoa fez de H até B. Aplicando o Teorema de
Pitágoras no triângulo CBH, tem-se: nesses dois anos, em ponto percentual, foi de 16,5 – 8,7 =
7,8%, alternativa A.
64  40, 96  h2  h2  64  40, 96  23, 04 
QUESTÃO 180 HEKP
2 304 48
h h  4, 8 m Uma empresa de engenharia civil foi contratada pela
100 10
prefeitura de uma cidade para a construção de uma ponte
Assim, a menor distância que a pessoa percorreu até a loja que ligaria duas regiões. No projeto apresentado pela
Q foi de 4,8 m, alternativa D. empresa, foi incluída a imagem a seguir, com algumas
medidas fora de escala, que mostra a estrutura lateral da
QUESTÃO 179 Q71C ponte em formato triangular composta por cinco hastes
verticais de ferro perpendiculares à base.
Segundo dados de 2013, Tocantins, Minas Gerais
e Pernambuco foram os estados brasileiros que mais
investiram em saúde naquele período. Por outro lado, os
estados do Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e Paraná Haste central A
foram os que menos investiram nesse setor, conforme
ilustrado no gráfico a seguir. C

Os maiores e menores investimentos em saúde (2013) 4m

16,9% 16,4% E
18,0% 16,2% B D
12 m 8m

15,0%
Sabe-se que a ponte terá duas estruturas laterais
idênticas, uma de cada lado da ponte, conforme o projeto.
12,0%
9,0% 8,7% Essas estruturas serão simétricas em relação à haste central.
7,2%
9,0% Além disso, foi informado no projeto que a distância entre
a haste AB e o ponto final E da estrutura será o dobro da
6,0% distância da haste CD ao ponto final E da estrutura.
Para determinar a quantidade de material necessária para a
3,0%
TO MG PE PR MS RJ construção das estruturas laterais, a empresa de engenharia
Disponível em: <http://puc-riodigital.com.puc-rio.br>. Acesso em: 25
incluiu no projeto a soma dos comprimentos das hastes que
maio 2020 (Adaptação). serão utilizadas nas estruturas laterais, que é, em metro,
Em 2013, a prefeitura de uma cidade no interior do Mato A. 24.
Grosso do Sul tinha porcentagem de investimento em saúde B. 36.
igual à desse estado no mesmo ano. Em 2014, a prefeitura C. 48.
dessa cidade destinou mais recursos para o setor de saúde,
D. 72.
de modo que a porcentagem de investimento nesse setor
atingiu a média aritmética das porcentagens dos três estados E. 96.
com o melhor desempenho em 2013. Alternativa E
Dessa maneira, a variação das porcentagens de investimento
Resolução: Como a distância entre a haste AB e o ponto
em saúde dessa cidade nesses dois anos, em ponto
percentual, foi de final E da estrutura é o dobro da distância da haste CD e o
A. 7,8. ponto final E da estrutura, então a distância do ponto B ao
ponto D é igual à distância do ponto D ao ponto E. Assim,
B. 8,2.
já que a estrutura lateral da ponte é simétrica em relação
C. 9,7.
à haste central, e considerando d a distância entre B e D,
D. 12,4.
tem-se que 12 = 8 + d + d ⇒ 2d = 12 – 8 ⇒ d = 2.
E. 16,5.
M
Alternativa A
Resolução: Na cidade em questão, o percentual de
investimento na saúde em 2013 foi o mesmo do seu estado A
H
(MS) no mesmo ano, ou seja, 8,7%. Após o investimento de
mais recursos nesse setor, essa cidade atingiu, em 2014, C
h
a porcentagem de investimento igual à média aritmética
4m
das porcentagens de investimento dos três estados com o N
E
melhor desempenho em 2013, assim, calculando essa média B 2 D 2
12 m 8m
aritmética, tem-se:

MAT – PROVA II – PÁGINA 42 ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO
Pelo caso de semelhança AAA nos triângulos MNE e CDE,
tem-se que:

H 4 48
  2H  48  H   H  24 m
12 2 2

Pelo caso de semelhança AAA nos triângulos ABE e CDE,


tem-se que:

h 4 16
  2h  16  h  h8m
4 2 2

Logo, a soma dos comprimentos de todas as hastes de uma


estrutura lateral é: 24 + 8 + 8 + 4 + 4 = 48 m. Como serão
duas estruturas laterais, 2 . 48 = 96 m, alternativa E.

BERNOULLI SISTEMA DE ENSINO ENEM – VOL. EXTRA 02 – 2020 MAT – PROVA II – PÁGINA 43

Você também pode gostar