Você está na página 1de 10

SECRETARIA ADJUNTA DE GESTÃO EDUCACIONAL

SUPERINTENDÊNCIA DE POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO BÁSICA


COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO MÉDIO

PLANO DE FORMAÇÃO ESCOLAS PLENAS - 2020

Cuiabá/MT
Fev/2020
Justificativa

A Secretaria de Estado de Educação/SEDUC, através da Coordenadoria de


Desenvolvimento do Ensino Médio/CDEM responsável pela implantação e implementação
da oferta das escolas de Educação em Tempo Integral, por meio das Portarias nº 1.145/2016,
nº 727/2017, nº 1.023/2018, 2.116/2019/MEC e a portaria estadual 769/2019, em 2020,
mantém a oferta em 39 escolas. E para tal se faz necessário continuar assegurando a
formação dos profissionais das escolas na perspectiva das metodologias de êxito na base
diversificada, sendo essas articuladas à base nacional comum curricular. Desta forma a
Coordenadoria de Desenvolvimento do Ensino Médio, justifica este Plano de Formação com
ações formativas, articuladas entre Superintendência de Políticas de Educação Básica e
Superintendência de Políticas de Desenvolvimento Profissional, por meio dos Centros de
Formação e Atuação dos Profissionais da Educação Básica de Mato Grosso – CEFAPROs.

Objetivo geral

Estabelecer ações de formação continuada dos profissionais das Escolas Plenas


desenvolvidas articuladamente entre a Superintendência de Políticas de Educação Básica e
a Superintendência de Políticas de Desenvolvimento Profissional de forma a assegurar à
consolidação do modelo de gestão e pedagógico implementado pelo Programa.

Objetivos específicos

 Assegurar ações formativas permanentes aos profissionais das escolas plenas em


atendimento as necessidades apresentadas nos Ciclos de Acompanhamento bem
como o fortalecimento do Modelo.
 Contribuir na implementação da política de formação dos profissionais da educação
como sujeitos do processo educativo, pautada nos saberes e práticas em um contexto
de desenvolvimento profissional permanente da escola em tempo integral.
 Assegurar na construção dos Projetos de Formação Continuada das Escolas Plenas
apontando aspectos do modelo de organização pedagógica e de gestão.
Estratégias gerais da ação

As estratégias aqui delineadas estarão alinhadas com as políticas de Formação


Continuada no Estado de Mato Grosso, em consonância com a BNCC, DRC do Ensino
Fundamental, Diretrizes e Orientações Curriculares Nacionais e Estaduais. Partem da
premissa do envolvimento dos profissionais em estudos contínuos e sistemáticos, seja
através de programas especialmente organizados pela Secretaria de Educação e/ou definidos
no próprio contexto da unidade escolar.

As ações de formação docente visam valorizar os saberes plurais do professor, tendo


em vista que é a partir deles que os professores dialogam com as disciplinas e o currículo.

Metas

Com este plano busca-se o alcance das seguintes metas:


 Continuar o processo de formação do modelo pedagógico e de gestão da Escola Plena
com a participação de 100% dos profissionais das Escolas Plenas;
 realizar Ciclos de Acompanhamento Pedagógico nas Escolas Plenas na Capital e no
interior;
 promover eventos formativos, de acordo com as demandas pedagógicas, para
atender 100% do quadro de professores, coordenadores pedagógicos, orientadores de
áreas, gestores, secretários, técnicos administrativos dos ambientes pedagógicos
(biblioteca integradora, laboratório de ciências);
 realizar anualmente o encontro formativo dos Jovens Protagonistas das Escolas
Plenas;
 realizar um seminário anual avaliativo das boas práticas das metodologias de êxitos
do modelo da Escola Plena;
 realizar avaliação diagnóstica e desenvolver projeto de intervenção.
Indicadores

Os indicadores abaixo serão acompanhados durante o processo de execução do plano


e mensurados ao final de sua vigência. O cálculo será feito com base na evolução dos
mesmos, com o objetivo de assegurar o aperfeiçoamento das ações.
 Percentual de professores participantes nos encontros formativos promovidos pela
Secretaria de Educação e pela unidade escolar.
 Percentual dos índices de resultados acadêmicos dos estudantes em resultados das
formações continuadas dos profissionais das Escolas Plenas.
 Percentual de docentes atendidos, quanto à solicitação de participação em eventos,
em relação à demanda total por semestre.

Resultados esperados

Entre os principais resultados esperados, destacam-se:


 Qualificação de 100% do quadro dos servidores das Escolas Plenas.
 Melhorar os índices de aprendizagem e fluxo escolar.
 Consolidação do Plano de Ação das Escolas Plenas por meio dos Ciclos de
Acompanhamento Formativos da equipe de implantação da educação integral,
formadores do Cefapro e assessores pedagógicos.
 Fortalecimento dos momentos de estudos organizados pela unidade escolar e pelo
Cefapro/SEDUC.

Avaliação

Ao final do exercício de 2020 será realizada a avaliação do plano de formação em


níveis da reação e das estratégias de ação.
Quanto ao nível da reação pretende-se avaliar o impacto do plano nas práticas
pedagógicas dos professores e a satisfação dos mesmos no que tange a contrapartida nas
formações ofertadas pela Instituição, por meio de um instrumento próprio de coleta de dados
on- line, disponibilizados aos participantes.
As estratégias de ação serão avaliadas a partir dos relatórios elaborados pela equipe
de implantação de educação integral e no registro das ações empreendidas, tomando por base
os indicadores estabelecidos para quantificação dos resultados.

Do levantamento das demandas

Durante o acompanhamento, assessoramento e monitoramentos da implantação das


Escolas Plenas, surgem as demandas formativas apresentadas pelas equipes gestoras; a partir
da observação dos trabalhos realizados pelos professores na parte diversificada da matriz
curricular e na escuta dos estudantes e outros profissionais nos Ciclos de Acompanhamento
Pedagógicos.

Da implementação
O Plano de Formação dos profissionais das Escolas Plenas em 2020 será
implementado levando em consideração as ações formativas direcionadas à educação em
tempo integral, em encontros formativos promovidos pela escola, pela Coordenadoria de
Desenvolvimento do Ensino Médio e Superintendência de Políticas de Desenvolvimento
Profissional.

Certificados
Os participantes receberão certificados, mediante inscrição e lista de presença assinada
no ato do credenciamento de cada formação, que será expedida pela Secretaria de Estado de
Educação de Mato Grosso.

Fontes bibliográficas

ESTADO DE MATO GROSSO. Política de formação dos profissionais da educação básica.


Secretaria de Estado de Educação. Cuiabá, MT, 2010.

ESTADO DE MATO GROSSO. Orientativo Projeto de Formação Docente na Escola –


2017. Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer de Mato Grosso, 2017.
MATO GROSSO. Orientações Curriculares: concepções para a Educação Básica. Cuiabá,
MT: SEDUC/MT, 2010.

MATO GROSSO. LEI 8.806, de 10 de janeiro de 2008. Instituiu o Plano Estadual de


Educação (PEE).

BRASIL. Portaria nº 1.145/2016/MEC, de 10 de outubro de 2016. Institui o Programa de


Fomento à Implementação de Escolas em Tempo Integral, criada pela Medida Provisória no
746, de 22 de setembro de 2016.

BRASIL. Portaria nº 727/2017/MEC, de 13 de junho de 2017. Dispõe sobre novas diretrizes,


novos parâmetros e critérios para o Programa de Fomento às Escolas de Ensino Médio em
Tempo Integral - EMTI, em conformidade com a Lei nº 13.415, de 16 de fevereiro de 2017.

BRASIL. Portaria nº 2.116/2019/MEC, de 06 de dezembro de 2019. Estabelece novas


diretrizes, novos parâmetros e critérios para o Programa de Fomento às Escolas de Ensino
Médio em Tempo Integral – EMTI, em conformidade com a Lei nº 13. 415, de 16 fevereiro
de 2017.
Agenda de Formação Escolas de Educação em Tempo Integral/2020.

FORMAÇÃO PERÍODO CARGA LOCAL RESPONSÁVEL PÚBLICO


HORÁRIA

Planejamento Formativo 2020 das Escolas Plenas. 31/03 a 02/04 20h Cuiabá Seduc (SPDP e SUEB) 12 Cefapros

Com participação de (2 profissionais)


formadores e
professores convidados.

Formação Inicial 2020 para as Unidades Escolares. Última semana 20h Município/Pólo Cefapros Diretores,
de Abril da Unidade coordenadores
Escolar pedagógicos,
orientadores das
áreas, professores e
Assessores
Pedagógicos
Formação/alinhamento do Plano de Ação Seduc – Segunda semana 4h Em Cuiabá e Em Cuiabá e Várzea Diretores,
escolas. de maio Várzea Grande: CDEM coordenadores
Grande: pedagógicos e
Cefapro No Interior: CDEM - assessores
Via WEB pedagógicos.
No interior:
escolas
Projeto de Vida e Protagonismo Final de abril 8h Em Cuiabá e Cefapros Professores de
Várzea Projeto de Vida,
Grande: professores de
Cefapro Protagonismo e
Coordenação
pedagógica.
No interior:
Nos polos dos
Cefapros e/ou
nas unidades
escolares.
Práticas experimentais e de STEM Primeira semana 16h Em Cuiabá e Cefapros Professores de
de junho Várzea matemática, física,
Grande: em química, biologia,
uma unidade ciências e
escolar ou orientadores da área
Cefapro. da Natureza e
Matemática.
No interior:
nas unidades
escolares ou
Cefapros
Ciclo Formativo dos coordenadores e um orientador Abril a 40h Em Cuiabá e Em Cuiabá e Várzea Em Cuiabá e
dezembro Várzea Grande: Cefapro Várzea Grande:
(mensal) Grande: nas Coordenadores
unidades Pedagógicos, um
escolares ou No interior: Cefapro de representante dos
Cefapro Rondonópolis orientadores de área
de Cuiabá e Várzea
No interior: Grande.
proposta de
continuidade Rondonópolis:
para Cefapro de Coordenador
Rondonópolis. pedagógico e um
representante dos
Demais pólos orientadores de área
será apresentado de cada escola.
a demanda no
Encontro de
Planejamento.
Jovens Protagonistas: Acolhimento 2021. Primeira semana 8h Em Cuiabá e Cefapros
de novembro Várzea Estudantes,
Grande: coordenadores
Cefapro pedagógicos e
diretores.
No interior:
Nos polos dos
Cefapros e/ou
unidades
escolares.
Mostra das Escolas Plenas: Produção Científica das Segunda semana 16h Em Cuiabá e Cefapros
Escolas de novembro Várzea Professores
Grande: inscritos
Cefapro/ escola
da Arena

No interior:
Cefapro

Você também pode gostar