Você está na página 1de 2

Colesterol alto em crianças

Estudos recentes expõem a seriedade do rastreamento de perfil lipídico desde a


infância apresentando resultados, no mínimo, preocupantes.
Esse distúrbio caracteriza-se pelo aumento das taxas sangüíneas de colesterol, o
que pode formar placas de gordura que se acumulam nas paredes das artérias,
dificultando a circulação.
A investigação do perfil lipídico ainda na fase infantil é de extrema importância,
pois é justamente nesta fase que o hábito alimentar é formado e desta maneira os
benefícios de terapia nutricional podem ser maximizados, visto que a criança
carrega seus hábitos por toda a vida. A adolescência, por ser uma época de
transição e de auto-afirmação, também confere período favorável à terapia
nutricional, pois o hábito alimentar gerado nesta fase assegura independência e
tende a persistir na vida adulta.
Verifica-se que o consumo de alimentos ricos em lipídios é abundante entre a
população brasileira, lembrando que a chamada dieta ocidental também é
constituída por frituras e alimentos industrializados, ricos em gordura saturada e
trans.
Devemos lembrar que os índices para crianças e adolescentes são diferentes dos
adultos

FONTE: I DIRETRIZ DE PREVENÇÃO DA ATEROSCLEROSE NA INFÂNCIA E


NA ADOLESCÊNCIA

A melhor forma para combatermos esse mal engloba a mudança nos hábitos
alimentares e a prática de uma atividade física.

Dicas para controle do colesterol

Alimentos proibidos:
- Leite integral, tipo A, B ou C, queijos gordo
- Manteiga, margarina, creme de leite
- Carnes gordas, enlatados
- Crustáceos (camarão, lagosta), frutos do mar
- Frios (presunto, mortadela, etc.)
- Miúdos (fígado, coração, rim)
- Embutidos (salsicha, lingüiça)
- Chocolate,
- Bacon, toucinho, banha
- Biscoitos amanteigados , cremosos e recheados
- Bebidas alcoólicas
- Frituras, gratinados e preparações sauteê
- Torta, pastelaria, pizzas, doces
- Maionese, chantili
- Molhos prontos, pratos prontos, caldo de carne
- Pães,
- Massa em geral

Alimentos permitidos:
- Leite desnatado, ricota, queijo fresco, requeijão
- Iogurte ou coalhada desnatados
- Carnes magras (lagarto, coxão-mole, patinho, alcatra e músculo), peito de frango
ou retirar a pele de qualquer parte, filé de peixe
- Cereais (arroz, trigo, milho, centeio, cevada) de preferência integrais, macarrão
sem ovos
- Feijão, lentilha, grão de bico, ervilha seca
- Frutas,
- Gelatina dietética
- Verduras e legumes
- Óleos vegetais (girassol, canola, milho ou soja)
- Margarina provita

Recomendações:
- Utilizar preparações cozidas, grelhadas, ensopadas, assadas ou refogadas
- Ingerir de 2 a 3 litros de água por dia
- Praticar 1 hora de exercícios físicos por dia
- Dar preferência a alimentos integrais
Dra Roberta Maria Hegedus Gomes
Nutricionista