Você está na página 1de 5

Trabalho publicado na Conferência Internacional em Educação em Engenharia e Computação – ICECE’2007.

A IMPORTÂNCIA DOS CONCEITOS BÁSICOS DE MECÂNICA DAS


ESTRUTURAS E SUA APLICAÇÃO NA CONSCIENTIZAÇÃO PROFISSIONAL
QUANTO À PREVENÇÃO DE ACIDENTES
Antonio Carlos Rigitano1, Heitor Miranda Bottura 2

Abstract  The main concern of this paper is remark to de manutenção periódica, pois a falta deles pode acarretar
engineering graduating students how the lack of basic acidentes durante a vida útil da construção.
applied concepts of structural mechanics may lead usual
structures to collapse. First of all, a location of the theme on LOCALIZAÇÃO DO TEMA NA LITERATURA
technical literature is performed and fundamental tools are TÉCNICA
summarized, such as Newton’s laws and conditions of
equilibrium based on geometrical considerations. Real cases A Mecânica, quando se refere às aplicações práticas da
of collapses had been collected in news published in the Engenharia, pode ser definida, conforme [1], como a ciência
Internet where the equilibrium failed because primary que descreve e prediz as condições de repouso ou
concepts were not respected. Conclusions are presented in a movimento de corpos sob ação de forças.
way of helping the future engineers to be aware about the Com base nesse entendimento, é interessante mostrar ao
responsibility involved in the design and preventive estudante onde o tema está situado na literatura técnica,
maintenance of structures as well as the understanding of podendo-se registrar que a Mecânica se encontra
the aspects of conception, essential to a successful career. didaticamente distribuída em três partes principais, a saber, a
Mecânica dos Corpos Rígidos, a Mecânica dos Corpos
Index Terms – Equilibrium, Collapse, Structural Mechanics. Deformáveis e a Mecânica dos Fluidos, tópicos fartamente
documentados e inseridos em disciplinas do currículo
INTRODUÇÃO escolar, com maior o menor ênfase, tendo em vista o perfil
do profissional que se quer formar, que depende de cada
Este trabalho procura alertar os estudantes de graduação em instituição de ensino.
Engenharia, sobre a maneira como algumas construções são Historicamente, conforme descrito em [1], o estudo da
levadas à ruína por falta de conceitos básicos de Mecânica Mecânica iniciou-se no tempo de Arquimedes (287-212 a.
das Estruturas e de manutenção preventiva, utilizando-se C), seguido por Aristóteles (384-322 a. C), sendo que
para ilustração exemplos de acidentes divulgados na Newton (1642-1727) registrou uma formulação satisfatória
Internet. cuja validade permaneceu inalterada até a formulação da
Com o objetivo de situar o aluno no contexto das Teoria da Relatividade de Einstein. Apesar de apontadas as
disciplinas pertencentes ao currículo que irá cursar na devidas limitações, a denominada Mecânica Newtoniana é
Faculdade de Engenharia de Bauru, faz-se rápida abordagem na atualidade aplicada à Engenharia, por tratar-se de
sobre onde o tema se encontra na literatura especializada, modelagem mais simples, porém, bastante eficiente.
que trata de aplicações da Mecânica e definida em [2] como Quando se trata de Engenharia Civil, aplicações
a ciência que investiga os movimentos e as forças que o específicas da Mecânica para a construção de edificações
provocam. fazem parte da denominada Teoria das Estruturas, que
Procura-se destacar o que podem ser chamadas de segundo [6], pode ser subdividida nos tópicos:
ferramentas básicas para a verificação do equilíbrio das
construções, ou sejam as Leis de Newton e descrevem-se • Mecânica das Estruturas - que tem como meta a
sucintamente os tipos estruturais dos exemplos de compreensão do comportamento estático e dinâmico,
construções que foram levadas à ruína, principalmente no procurando determinar os esforços e deslocamentos
que diz respeito ao não cumprimento dessas Leis. resultantes de ações aplicadas e a estabilidade do
Breves comentários são feitos em cada um dos casos equilíbrio;
apresentados e para encerrar, alerta-se que é preciso, além do • Segurança das Estruturas - que tem como objetivo a
entendimento do comportamento físico da estrutura e a análise das ações e dos materiais, com a finalidade de
comprovação de princípios básicos, providenciar processos obter garantia da qualidade das estruturas, através de

1 Antonio Carlos Rigitano, Universidade Estadual Paulista - UNESP, Departamento de Engenharia Civil, Av. Luiz Edmundo C. Coube, 14-01, 17.033-360,
Bauru, SP, Brasil, rigitano@feb.unesp.br
2 Heitor Miranda Bottura, Universidade Estadual Paulista - UNESP, Departamento de Engenharia Civil, Av. Luiz Edmundo C. Coube, 14-01, 17.033-360,
Bauru, SP, Brasil, heitor@feb.unesp.br
recomendações que são preconizadas em normas para o Equações de Equilíbrio
projeto de edificações e finalmente,
• Concepção das estruturas - que é uma abordagem Um enfoque físico para as obras civis é o de que, quando
dirigida à funcionalidade, estética, economia e a criação uma construção estiver sujeita a ações, serão provocadas
no projeto estrutural. tendências de translação e rotação ao conjunto, que devem
ser combatidas.
Didaticamente nos cursos de Engenharia essa seqüência Essa providência é obtida com a utilização da Lei do
é cumprida conforme se evolui na grade curricular, Paralelogramo, respeitando-se as Leis de Newton para
observando-se que a literatura se faz mais presente nas impedir as apontadas tendências, o que leva
questões de Mecânica e Segurança, sendo mais rara no que matematicamente a conhecidas equações algébricas,
toca à Concepção, principalmente nos temas de criatividade. denominadas Equações de Equilíbrio e dadas por:
Assim, os estudantes são instados a resolver problemas
nos quais são dadas a geometria e ações, para obter,
inicialmente, reações de apoio e esforços internos
∑F = 0 ∑F
x y =0 ∑Fz = 0
(1)
solicitantes, fase importante onde se deve conscientizá-los ∑M = 0 ∑Mx y =0 ∑M z = 0
quanto à responsabilidade que o futuro profissional deve ter
na correta análise de resultados obtidos. Um primeiro problema que se apresenta quanto a erros
de utilização operacional de (1) pode ser sanado, com base
FERRAMENTAS BÁSICAS na experiência dos autores, pela simples recomendação aos
No sentido de que sejam dados os primeiros passos para alunos, de que sejam convencionados os sentidos positivos
possibilitar ao futuro engenheiro projetar uma estrutura dos eixos cartesianos e a regra da mão direita, o que leva a
através do conhecimento de seu comportamento, introduz-se uma maior segurança na redação algébrica minimizando
o aprendizado da Mecânica das Estruturas em disciplinas possíveis distrações, lembrando que a falta de organização
dos primeiros anos com o auxílio de exemplos onde são acaba transformando o modelo em outro problema, que
utilizados conceitos e ferramentas básicas. implicará em possíveis conseqüências quanto à
Tais aplicações teóricas levam a dificuldade de responsabilidade.
aprendizado, que pode ser minimizada quando o aluno é Mais explicitamente enfatiza-se aos estudantes que
motivado a entender fisicamente problemas práticos, o que respeitar tais equações significa garantir que serão evitados
se procura fazer neste trabalho utilizando-se alguns acidentes durante a construção e a utilização.
conceitos sumariamente resumidos a seguir. Determinação Geométrica
Leis de Newton e Lei do Paralelogramo Uma abordagem sobre a restrição dos movimentos de uma
De modo introdutório, apenas para colocar o tema sob o estrutura em termos de sua geometria é encontrada em [3],
aspecto do comportamento de uma construção quanto à sua cujo estudo de condições de equilíbrio com base puramente
condição de equilíbrio, a primeira Lei de Newton preconiza geométrica pode ser estabelecido através da contagem de
que, se a intensidade da força resultante que atua sobre um barras, chapas e nós. De acordo com definições expressas
ponto material é zero, este permanecerá em repouso (se em [5], esse procedimento leva a equações que indicam a
estava originalmente em repouso) ou permanecerá com condição necessária, mas não suficiente, para que a estrutura
velocidade constante e em linha reta (se estava não se mova.
originalmente em movimento). Para o caso de treliças planas, os dois exemplos que
A segunda Lei de Newton expressa por F = ma , onde constam na Figura 1 ilustram o número mínimo de
F é a força resultante que atua sobre uma partícula, m e a, componentes para manter o equilíbrio, ou seja, a garantia de
respectivamente, massa e aceleração, diz respeito ao que se tenha determinação estática.
problema de ações dinâmicas, como por exemplo,
terremotos ou rajadas de vento que porventura a estrutura
venha suportar e a maneira como deverá responder.
A terceira Lei de Newton, que afirma que as forças de
ação e reação entre corpos em contato têm a mesma
intensidade, mesma linha de ação e sentidos opostos é
aplicada de modo intuitivo na análise de esforços internos
solicitantes.
Finalmente, para operacionalizar a aplicação dessas
Leis, utiliza-se outra Lei, denominada Lei do Paralelogramo,
com o objetivo de substituir forças atuantes por uma única FIGURA. 1
força equivalente, denominada resultante. TRELIÇAS ISOSTÁTICAS.
da Ordem Franciscana Secular no bairro do Valongo em
Para as estruturas compostas por uma chapa, a Figura 2 Santos, SP.
mostra a condição necessária para o equilíbrio. Conforme cita a reportagem, o problema ocorreu no
madeiramento, como conseqüência de goteiras e da ação
cupins, por falta de manutenção. Deve-se ressaltar que esse
tipo de problema é bastante comum em construções antigas.

FIGURA. 2
ESTRUTURA COM ENGASTAMENTO NA BASE.

Sendo uma estrutura mista, composta por chapas e


barras, a Figura 3 ilustra o número mínimo de vínculos para
FIGURA. 4
que se tenha um sistema equilibrado e encerra os tipos ACIDENTE NOTICIADO COMO PROBLEMA DE MANUTENÇÃO.
estruturais que serão discutidos no trabalho.
Pode-se observar que a estrutura emitiu um aviso sério
do que poderá acontecer com todo conjunto da cobertura,
pois apenas uma parte suplementar foi atingida.
Observa-se também que as treliças principais da
cobertura são do tipo mostrado na primeira Figura 1 e que,
apesar do acidente, ainda respeitam a condição de equilíbrio
FIGURA. 3 dada pela relação b = 2n , o que certamente não ocorrerá se
ESTRUTURA MISTA PLANA. não forem providenciados os devidos reparos.

Um estudo sobre as causas de obras que ruíram no Acidente em Treliça


Brasil constante em [4], mostra como verificar se uma treliça
A Figura 5 mostra o desabamento do teto de um
espacial é cinematicamente estável, ficando o registro de que
supermercado na cidade de São Paulo ocorrido em 1999 e
o tema pode ser tratado em termos mais avançados.
noticiado pela Folha On Line no endereço [8].
Importante observar que, caso exista algum problema
Conforme o texto, quatorze pessoas ficaram feridas,
nas partes componentes dos sistemas descritos, ocorrerá uma
sendo que, quando o acidente ocorreu, o estabelecimento
desigualdade nas relações apresentadas e a conseqüência
funcionava normalmente.
será um acidente, conforme se discute em exemplos do
De acordo com laudo elaborado pelo Departamento de
próximo item, que podem ser analisados, em primeira
Controle e Uso de Imóveis daquela cidade, houve
avaliação, apenas com os tópicos comentados.
negligência na manutenção preventiva, indicando como
EXEMPLOS DE ACIDENTES DE ESTRUTURAS causa do acidente o apodrecimento das vigas de sustentação,
em razão de infiltrações na estrutura.
OBTIDOS NA INTERNET
Os exemplos de acidentes que seguem, foram coletados
com a finalidade de ilustrar casos em que, por alguma razão,
não houve respeito às Equações de Equilíbrio e ou das
condições geométricas, passíveis de comentar com as
ferramentas básicas apresentadas.
Enfatiza-se que a análise é preliminar, calcada apenas
nas informações fornecidas pela imprensa e cumpre deixar
explícito que o objetivo dos autores, neste trabalho, não é o
de fazer nenhum tipo de acusação aos envolvidos, mesmo
porque os textos já indicam que foram tomadas providências FIGURA. 5
no sentido da investigação da responsabilidade. ACIDENTE NOTICIADO COMO PROBLEMA DE MANUTENÇÃO.

Acidente em Beiral de Cobertura Com base nas imagens é possível notar, na segunda
A Figura 4, obtida no endereço [7], mostra o desabamento delas, que parte do conjunto ruiu e algumas treliças
parcial do beiral de telhado ocorrido em 2004, na Biblioteca desmontaram. Pode-se observar que uma delas desabou,
porém manteve a geometria construtiva intacta. Duas
hipóteses poderiam ser aventadas. Uma seria a ruína de barra Ocorrendo, portanto a desigualdade b ≺ 3c , a estrutura
ou barras das treliças, pois a deterioração de qualquer uma comportou-se com mobilidade e ruiu.
delas levaria à desigualdade do tipo b ≺ 2n . Outra seria a
ruína do conjunto global da estrutura, pois ocorrendo algum Desabamento de Marquise
problema nos apoios ou paredes, ter-se-ia um resultado A Figura 9, obtida no Portal Estadão, endereço [10], mostra
b ≺ 3c + 2n , indicativo de que a estrutura apresenta um acidente em marquise construída em concreto armado. O
mobilidade. texto informa que infiltração de água provocada por fortes
Acidente em Cobertura Metálica chuvas poderia ser apontada como causa do desabamento.
Informa também que a avaliação inicial da causa do acidente
A Figura 6, publicada pelo JC Net no endereço [9], mostra a foi feita por um perito do Instituto de Criminalística,
cobertura de um posto de combustível que não suportou a registrou diversos pontos de infiltração em uma laje.
ação de rajadas de vento e desabou.

FIGURA. 9
ACIDENTE NOTICIADO COMO PROBLEMA DE MANUTENÇÃO.

FIGURA. 6 O que se poderia comentar, em se tratando de marquises, é


ACIDENTE CAUSADO POR PROBLEMA DE REAÇÃO DE APOIO.
que elas são comumente construídas com o sistema
estrutural mostrado na Figura 10, quando são utilizadas
Examinando a geometria da situação de ruína, que
vigas ou lajes em balanço.
ocorreu com incrível simetria de deslocamentos, percebe-se
que o vento levou a estrutura a comportar-se como uma
barra engastada na vertical, do tipo mostrado na Figura 7 e
similar ao esquema da Figura 2.

FIGURA. 10
ESQUEMA ESTRUTURAL TÍPICO DE MARQUISE.

Geralmente, devido a problemas de deterioração de


FIGURA. 7 armaduras na região do contato com a estrutura principal, o
ETAPA ISOSTÁTICA DO ACIDENTE. que ocorre é uma mudança nas condições de vinculação
conforme mostra Figura 11, onde o tipo estrutural passa a ser
Não sendo respeitada uma das Equações de Equilíbrio, outro e que leva ao desrespeito tanto das equações de
mais especificamente ∑M z ≠ 0 , a ação impôs à estrutura, equilíbrio quanto das condições geométricas.

originalmente hiperestática, um comportamento de estrutura


móvel, conforme esquema mostrado na Figura 8, por não
estar preparada para resistir ao momento reativo na base.

FIGURA. 11
ESQUEMA DE ETAPA DE ALTERAÇÃO DE VINCULAÇÃO.

No caso apresentado, houve inclusive separação dos


componentes, rompendo totalmente o sistema de vinculação
FIGURA. 8 e, portanto violando a igualdade b = 3c .
ETAPA HIPOSTÁTICA DO ACIDENTE.
Acidente por Ações Devidas a Terremoto prédio na cidade de Jerusalém, no qual mais de seiscentas
pessoas dançavam alegremente quando o piso do andar
A Figura 12 mostra um exemplo de acidente causado por superior desabou. Nesse caso, o proprietário do prédio, um
terremoto na cidade de Seattle, EUA, publicado em [11]. engenheiro, um arquiteto e um empreiteiro foram presos.
Desnecessário tecer maiores considerações.

CONCLUSÃO
Os conceitos básicos e o conjunto das notícias de casos de
acidentes apresentados no trabalho permitem afirmar que
projetos realizados sem os requisitos da Concepção, da
Segurança e da Mecânica, certamente apresentarão
problemas na sua utilização.
Já as estruturas projetadas e construídas com os
FIGURA. 12 mencionados requisitos, caso não sejam submetidas a
ACIDENTE CAUSADO POR TERREMOTO. processos de manutenção periódica, terão grande
probabilidade estar sujeitas a problemas durante a vida útil.
A reportagem comenta que um terremoto de 6,8 graus O texto procura mostrar em caráter educativo as
na escala Richter sacudiu a cidade, afetou diversos edifícios conseqüências da não observação rigorosa de princípios da
de empresas renomadas, mas medidas anti-sísmicas evitaram Teoria das Estruturas, numa seqüência que pode ser aplicada
o pior, sendo que apenas uma pessoa morreu do coração. a outras especialidades da Engenharia, ressaltando-se que, na
Percebe-se claramente que houve uma observação vida prática, mesmo que não ocorra risco de vida, tais
rigorosa dos princípios da Teoria das Estruturas, que levou acontecimentos trazem grandes prejuízos aos usuários finais
em consideração a análise estática e a dinâmica. do produto, que são estendidos aos projetistas e responsáveis
Num sentido oposto, freqüentemente são noticiados pela execução da obra.
efeitos devastadores de tremores de terra em outros países,
geralmente menos desenvolvidos, revelando exatamente o AGRADECIMENTOS
contrário quanto à obediência dos citados princípios.
Os autores agradecem à Fundunesp e à Faculdade de
Outras Manchetes Engenharia de Bauru, pelo apoio recebido.
Em se tratando de punir responsáveis, duas notícias REFERÊNCIAS
publicadas no portal Terra em maio de 2001 tratam da
questão de forma bastante distinta. [1] Beer, F.P.; Johnston Jr., E. R., “Mecânica vetorial para engenheiros”,
A primeira delas, diz respeito a um edifício que desabou 5ª ed., São Paulo, Makron Books, 1994.
no Rio de Janeiro e anuncia que o juiz, em primeira [2] Dicionário Aurélio Eletrônico, V. 3, Editora Nova Fronteira, 1999.
instância, responsabilizou somente o engenheiro, autor do [3] Machado Jr, E. F., “Introdução à isostática”, São Carlos, EESC-USP,
cálculo das estruturas, condenando-o a prestar dois anos e 1999.
oito meses de trabalho comunitário e proibindo-o de exercer
[4] Savassi, W, Gonçalves, R.M., Souza, “On kinematic stability of
a profissão pelo mesmo período. double-layer grid space structures”. A.S.C. IASS Symposium,
Esse caso, fartamente divulgado na imprensa nacional, Montpellier, 2004.
foi inclusive tema de música composta pelos cartunistas
[5] Schiel, F., “Introdução à resistência dos materiais”, Harper & Row,
Paulo e Chico Caruso, no CD Pra Seu Governo, uma sátira São Paulo, Brasil, 1984.
de acontecimentos marcantes da história recente do Brasil.
[6] Zagottis, D., “O método dos elementos finitos e a pesquisa na teoria
Formados em Arquitetura, cantam em uma das faixas do das estruturas”, EPUSP, 1976.
disco, intitulada Condomínio Castelo de Areia:
[7] Disponível em: <http://www.novomilenio.inf.br/santos/valongo.htm
>. Acesso em: Set. 2006.
Você quis comprar eu vendi
Fui eu mesmo que construí [8] Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/2001-
supermercado-cronologia.shtml>. Acesso em: Jul. 2004.
Com tantas conchinhas do mar
Agora que virou poeira [9] Disponível em: <http://www.jcnet.com.br/>. Acesso em: Out. 2005.
Você vem com a besteira [10] Disponível em: <http://www.estadao.com.br/>. Acesso em: Fev. 2006.
De eu te indenizar.
[11] Disponível em: <http://vejaonline.abril.com.br/>. Acesso em: Mar.
2002.
Por outro lado, na mesma época, o mesmo portal Terra
noticiou que vinte e cinco mortos dez a doze desaparecidos,
mais de trezentos feridos foi o saldo de acidente em um