Você está na página 1de 7

Roteiro para os

cálculos sobre a
padronização de
soluções – parte 2
PROFª VALERIA DE CASSIA FRANCHI
EXEMPLO

1º passo: cálculo do volume médio

Exemplo:
Volume de NaOH usado para cada titulação
V1 = 10,8 mL Foram realizadas 4
V2 = 10,0 ml
V3 = 10,4mL
titulações e teremos
V4 = 10,5mL que descartar 1.

Como fazer???
𝟏𝟎,𝟒+𝟏𝟎,𝟓+𝟏𝟎,𝟖
a) Vm = = 10,566666....mL
𝟑

𝟏𝟎,𝟎+𝟏𝟎,𝟒+𝟏𝟎,𝟓
b) = 10,3mL
𝟑

1.No cálculo (a) a 2.No cálculo (b) a 3.Deve-se considerar o vm


diferença entre o diferença entre o encontrado na letra (a), pois
maior e o menor maior e o menor significa que o erro analítico foi o
volume considerado é considerado é de menor.
de 0,4mL. 0,5mL.

4.Vm = 10, 56666....mL → deveremos arredondar para uma casa decimal, pois a
primeira casa decimal é a confiabilidade do equipamento volumétrico bureta

Vm = 10,56mL → ≥ 5, arredonda para mais → 𝑽𝒎 = 𝟏𝟎, 𝟔𝒎𝑳


2º passo: conversões de unidade C8H5O4K

C8H5O4K = 20g/L 𝟏𝟐.𝟖+𝟏.𝟓+𝟏𝟔.𝟒+𝟑𝟗


C = N. Eq1 Eq C8H5O4K =
𝟏
20 = N. 204
𝟐𝟎
N = 𝟐𝟎𝟒 → N = 0,0980392156862 neq/L
↑ Eq = 204
N = 0,098039 ≥ 5 arredonda para mais
N = 0,09804neq/L Divide-se a massa molar por 1, pois
é o número de hidrogênio ionizável
a balança analítica do laboratório possui 4 casas decimais, sendo a que o ácido possui
última a duvidosa. Por esse motivo sempre será usado 4 algarismos
significativos para expressar o valor da normalidade.
3º passo: utilizando-se a forma da equivalência, calcular a
Normalidade do NaOH

Volume usado de C8H5O4K para No ponto de equivalência:


cada titulação seja de 15mL neq NaOH= neq C8H5O4K
Iremos considerar apenas uma casa
decimal para o volume medido
(N. V) NaOH = (N.V) C8H5O4K
através da pipeta volumétrica , N NaOH . 10,6 = 0,09804 . 15,0
NHCl = 0,1387358490566
N HCl = 0,13873< 5
N HCl = 0,1387 neq/L
4º passo: Cálculo do fator de correção(FC)

Definição : Fator de correção é um número que irá corrigir a normalidade


teórica de uma solução (valor registrado no rótulo do frasco de
armazenamento da solução
𝒏𝒐𝒓𝒎𝒂𝒍𝒊𝒅𝒂𝒅𝒆 𝒓𝒆𝒂𝒍
FC = 𝒏𝒐𝒓𝒎𝒂𝒍𝒊𝒅𝒂𝒅𝒆 𝒕𝒆ó𝒓𝒊𝒄𝒂

Normalidade teórica do HCl 0,14 neq/L

𝟎,𝟏𝟑𝟖𝟕
FC = = 0,9907142857142
𝟎,𝟏𝟒𝟎𝟎
↑ FC = 0,99071 → FC= 0,9907
deve-se adicionar 2 “zeros” para tornar a
normalidade teórica com 04 algarismos ≤5
significativos como a normalidade real
Atividade para a semana de 25.05.2020 a 29.05.2020

Resolução dos seguintes exercícios


da apostila:
Exercício 15 – letras “d” e “e”
Exercício 16 – letras “b” e “c”

Entregar até 29/05 para o e-mail da sua classe


Tirar fotos bem legíveis do caderno pois será considerada
nota de participação

2QA – 2qamaio20@gmail.com

2QB – 2qbmaio20@gmail.com

Você também pode gostar