Você está na página 1de 75

manual do usuário

Sistema Nautilus – Laboratórios CPT

implantação do sistema nautilus

Vale-DIPP

date/imp lis-nu-vale-dipp

elaboração revisão Aprovação


resp.: eduardo santana resp.: resp.:

data: 05/abr/2013 data: data:

visto: visto: visto:

código do documento: LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do número da


Usuário v2.0.doc cópia
versão do documento: v2.0
data de efetivação do doc.: 10 de maio de 2013
versão da implementação v2.0

nenhuma parte deste documento poderá ser reproduzida, ou retransmitida, sejam quais forem os meios empregados,
sem autorização prévia por escrito da cybertécnica instrumentação e tecnologia ltda.
Histórico das Modificações

Versão Data Autores Comentário


v1.0 06/mar/2013 EPS Primeira versão para revisão.
V2.0 05/abr/2013 EPS Adição das melhorias e ajustes feitos após o Go Live de Alegria

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 2 de 75
Sumário
1 Inicialização do Nautilus ................................................................................... 6
2 Definições Gerais .............................................................................................. 8
2.1 Estrutura de Pastas ...................................................................................................... 8
2.2 Itens do Nautilus ......................................................................................................... 10
2.3 Status dos Itens .......................................................................................................... 12
2.4 Condição dos Estoques .............................................................................................. 13
3 Cadastro dos itens .......................................................................................... 14
3.1 Cadastro de Projetos .................................................................................................. 14
3.2 Cadastro de Estudos (SC) .......................................................................................... 16
3.3 Cadastro de Amostras ................................................................................................ 17
3.4 Cadastro de Estoque de Amostra ............................................................................... 20
3.5 Cadastro de Processo ................................................................................................ 23
3.6 Cadastro de Parcial de Processo................................................................................ 25
3.7 Cadastrar Produto ...................................................................................................... 27
3.8 Cadastrar Alíquota de Laboratório .............................................................................. 28
3.9 Cadastro de Estoque de Produto ................................................................................ 32
3.10 Cadastro de Testes (ensaios) .................................................................................. 34
3.11 Cadastrar Ordem de Serviço LAQ ........................................................................... 35
3.12 Cadastrar Ordem de Serviço LCM ........................................................................... 36
3.13 Definir OS LCM........................................................................................................ 37
4 Recebimento .................................................................................................... 38
4.1 Recebimento Alíquota LAQ......................................................................................... 38
4.2 Recebimento Alíquota LCM ........................................................................................ 39
4.3 Recebimento Alíquota LCT ......................................................................................... 40
5 Inserção de Resultados .................................................................................. 41
5.1 Dados Operacionais ................................................................................................... 41
5.2 Resultados do Processo ............................................................................................. 43
5.3 Testes (Ensaios) - LCT ............................................................................................... 45
5.4 Testes (Ensaios) – LCM – Anexar Arquivo ................................................................. 47
5.5 Inserir Resultado via Instrumento por Arquivo ............................................................ 52
5.6 Inserir Resultado via Instrumento Serial (Balanças). .................................................. 53

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 3 de 75
6 Pequenas Configurações ............................................................................... 54
6.1 Adicionar Colunas ....................................................................................................... 54
6.2 Trocar Papéis ............................................................................................................. 56
6.3 Trocar Processo entre as Unidades ............................................................................ 57
6.4 Utilizando o Enhanced Explorer .................................................................................. 58
7 Manipulação de Estoques .............................................................................. 61
7.1 Retirar massa dos Estoques ....................................................................................... 61
7.2 Consumo dos Estoques .............................................................................................. 63
7.3 Retorno de Material .................................................................................................... 64
7.4 Descarte de Estoque .................................................................................................. 66
8 Relatórios e Etiquetas ..................................................................................... 68
8.1 Etiqueta de Estoques .................................................................................................. 68
8.2 Etiqueta de Alíquota de Processos ............................................................................. 70
8.3 Etiqueta de Alíquota de Laboratório ............................................................................ 72
8.4 Relatórios Customizados ............................................................................................ 74
9 Log Out ............................................................................................................. 75

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 4 de 75
Definições
Tabela 1. Definições
Item Descrição
VALE Vale S/A
CPT Centro de Pesquisas Tecnológicas
DIPP Diretoria de Planejamento da Produção de Ferrosos
SDG Grupo de Amostras (Sample Delivery Group)
LAQ Laboratório de Análises Químicas
LIS Informática Laboratorial (Laboratory Informatics & Services)
LIMS Laboratory Information Management System
LCM Laboratório de Caracterização Mineralógica
LCT Laboratório de Caracterização Tecnológica
NU Nautilus. Sistema LIMS da Thermo Electron Corporation
RMB Botão direito do mouse

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 5 de 75
1 Inicialização do Nautilus

1.1 Acesse http://nautilus.cvrd.br da rede da VALE.

1.2 Entre com as suas informações de usuário e senha de rede da VALE.

1.3 Acesse a pasta Nautilus 8.2 Produção.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 6 de 75
1.4 Clique no ícone do Nautilus Pesquisa Mineral e Tecnologia.

1.5 Ao abrir a janela de Login do Nautilus, insira novamente a chave e senha de rede da VALE.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 7 de 75
2 Definições Gerais

2.1 Estrutura de Pastas


As informações no Nautilus são organizadas em pastas. Todas as pastas criadas para o CPT de Alegria,
existem também para o CPT de Itabira.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 8 de 75
Sob a Pasta VALE-DIPP há as pastas Alegria e Itabira, uma para as análises de cada CPT;
o A pasta Projetos, mostra todos os Projetos criados para o CPT;
 As pastas com os anos mostram os Projetos que possuam SC daquele ano;
o Nas subpastas da pasta Processos por Estudo é possível filtrar Processos e Parciais de
Processo pelo seu número de Estudo;
 A pasta Parciais de Processo filtra as alíquotas de Processo do tipo Parcial;
 A pasta Bancada filtra os processos de Bancada por número de SC;
As pastas com nomes de processos separa os processos da pasta bancada
nos processos correspondentes;
 A pasta Piloto filtra os processos da Planta Piloto por número de SC;
As pastas com nomes de processos separa os processos da pasta piloto nos
processos correspondentes;
o A pasta de Produtos por Estudo e Processo filtra as alíquotas de Produto por número de
SC. É possível também apurar o filtro pelo nome do Processo e Produto;
o As subpastas da pasta Laboratórios filtram as alíquotas de Laboratório;
 As subpastas da pasta com a sigla do Laboratório filtra somente Alíquotas do
Laboratório;
As pastas Alíquotas Não Recebidas, Em Andamento, Completadas
Autorizadas, filtram as Alíquotas de Laboratório pelo seu status;
Na Pasta Ordem de Serviço do LAQ e LCM, é possível criar ordens de
serviço para ambos os laboratórios;
o Nas subpastas da pasta Arquivamento é possível criar estoques históricos, pesquisar
estoques de amostras e estoques de produto, além das localidades onde estes estoques
podem ser armazenados;
 Na pasta Cadastro de Estoque é possível criar estoques históricos;
 Na pasta Recipientes Disponíveis é possível encontrar Recipientes que ainda
possuam espaço para armazenar mais estoques;
 As subpastas da pasta Consultar Estoque filtram os estoques por SC, localização,
etc;
Estas subpastas filtram estoques por algumas informações acrescidas a
eles: Estudo, Localização, Data de Expiração (descarte) e Nome original da
amostra;
 A pasta Estoques Descartados filtra estes estoques;
 A pasta Recipientes Cheios mostra os recipientes que não possem espaço para
armazenar mais estoques;
o A pasta de Administração controla as requisições do CPT, e é de uso do Suporte;
Dependendo do grupo ao qual o usuário tem acesso, algumas pastas podem não ser visualizadas.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 9 de 75
2.2 Itens do Nautilus
Os itens do Nautilus (também chamados dados dinâmicos) são organizados conforme a hierarquia abaixo:

Projeto: É cadastrado manualmente pelos engenheiros. Representa um programa corporativo


da Vale. Um Projeto pode comportar múltiplos Estudos.
Estudo (SC): É cadastrado manualmente pelos engenheiros. Representa uma Solicitação de
Caracterização. Normalmente cria-se um estudo para atividades de definição de rota,
variabilidade e/ou planta piloto. Um estudo pode comportar múltiplas amostras.
Amostra: É cadastrada manualmente pelos engenheiros que são os únicos capazes de
relacionar a descrição da amostra recebida com a sua rota nos laboratórios do CPT.
Representa a matéria prima para a realização dos estudos. Uma amostra pode conter diversos
processos.

Estoque de Amostra: É cadastrado manualmente pelo Técnico de Arquivamento. Representa


a amostra arquivada, com informações de massa, localização e responsáveis.

Alíquota de Processo: É a cadastrada manualmente pelos Técnicos. Representa as


simulações em Bancada ou Piloto das análises feitas nas plantas de beneficiamento para gerar
os produtos finais.
Dados Operacionais: É cadastrado 1 automaticamente por Processo ou Parcial de Processo.
Só existem para processos de Bancada, e devem ser preenchidos antes do início dos
processos para informar as condições que os processos foram executados. Este teste não se
enquadra na categoria de ensaios, apesar de utilizar a mesma entidade para ser representado
no sistema.
Resultados do Processo: É cadastrado 1 automaticamente por Processo ou Parcial de
Processo. Possuem o nome do processo correspondente e servem para registrar o fim do
processo, ou seja, o momento que os produtos estão prontos, e informar dados colhidos no
processo.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 10 de 75
Alíquota de Processo Parcial: É a cadastrada manualmente pelos Técnicos, ou Analistas de
Laboratório. As parciais de processo representam as etapas que devem ser executadas até
que o processo seja finalizado como um todo. Ajustes costumam ser feitos nos dados
operacionais das Parciais até que se alcance o resultado desejado, como na Moagem, em que
é preciso moer a amostra uma ou mais vezes até alcançar o percentual retido desejado. Neste
caso, cada uma das vezes em que a amostra é moída será representada no Nautilus por uma
alíquota Parcial de Processo.
Alíquota de Produto: É cadastrada manualmente pelos Técnicos, ou Analistas de Laboratório
no caso de parciais extras. Por produtos entende-se que são materiais reais que podem ser
enviados para análise em um dos laboratórios do CPT e laboratório químico. Representa os
produtos de entrada ou saída dos procesos ou parciais que sofreram análises, ou seja, não é
recomendado que todos os produtos de entrada ou gerados por um processo sejam
cadastrados no sistema se eles não sofrerem análises no laboratório.
Estoque de Produto: É cadastrado manualmente pelo Técnico de Arquivamento. Representa
os produtos podem ser arquivados, como Produto Britado, Concentrado, etc. São disparados
diretamente da alíquota do Produto correspondente. Possui as mesmas informações de massa,
localização, etc.
Alíquota de Laboratório: É cadastrada manualmente pelos Técnicos, ou Analistas de
Laboratório no caso de parciais extras. É uma estrutura para organizar os ensaios. Cada
laboratório possui a sua alíquota, e elas podem ser Globais, ou ter definição de Faixa.
Teste: É cadastrado ou definido manualmente pelos Técnicos, em caso de repetições ou
parciais extras podem também ser cadastrados pelos analistas de laboratório. Representa as
análises, ensaios ou procedimentos feitos no laboratório. Pode ser encontrado somente dentro
das alíquotas de laboratório.
Resultado: É cadastrado automaticamente por teste. Representa os dados das análises e
resultados calculados. Só é encontrado dentro de testes.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 11 de 75
2.3 Status dos Itens

Os itens dinâmicos podem passar pelos seguintes status (estados):

Não-recebido: Representa um item que já foi cadastrado no sistema, mas que ainda não foi
recebido no laboratório.
Recebido: Representa um item que já foi recebido no laboratório, sendo que esse recebimento
já foi registrado Nautilus

Em andamento: Representa um item que já começou a ser analisado. Se um resultado dentro


do item for inserido, o status do item torna-se imediatamente amarelo.

Completo: Representa um item cujos resultados já foram todos inseridos, ou seja, um item
cujas análises já foram terminadas.

Autorizado: Representa um item cujos resultados já foram todos liberados, ou seja, foram
autorizados e não podem ser alterados.

Cancelado: Representa um item que foi cadastrado no sistema, mas que não existe na
realidade. Por exemplo, um ensaio que estava programado mas não foi realizado.

O fluxo dos status é o seguinte:

As cores dos estoques não representam seu status como nos demais itens.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 12 de 75
2.4 Condição dos Estoques

As cores dos estoques não estão relacionadas ao seu status como os demais itens, elas estão relacionadas a
condição do Estoque conforme tabela abaixo:

Em Preparação: Representa um Estoque que ainda não foi totalmente cadastrado, portanto
não está arquivado.
Arquivado: Representa um estoque totalmente cadastrado e arquivado.

Consumido: Representa um Estoque que estava arquivado, mas toda sua massa foi retirada.

Descartado: Representa um Estoque que foi descartado.

O fluxo das condições é o seguinte:

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 13 de 75
3 Cadastro dos itens

3.1 Cadastro de Projetos


Os Projetos são cadastrados pelos Engenheiros do CPT, e estarão visíveis tanto para os Engenheiros e
técnicos de Alegria quanto para os de Itabira.
Para cadastrar os Projetos acesse a Pasta VALE-DIPP->(01-Alegria ou 02-Itabira)->01-Projetos:

Clique com o Botão direito do mouse (RMB) sobre uma área em branco no painel direito do explorer (list view) e
escolha a opção: Novo->Projeto DIPP.

Até que os Projetos tenham Estudos (SC) eles permanecerão fora das pastas com ano, a partir do momento
que eles tiverem uma SC com um determinado ano, deixarão de aparecer na pasta Projetos e aparecerão nas
pastas dos anos correspondentes aos Estudos associados ao Projeto. Portanto o mesmo Projeto poderá
aparecer em mais que uma pasta de ano.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 14 de 75
Após cadastrar um Projeto clique sobre ele com o RMB e escolha a opção Propriedades.

Na aba Detalhes defina a categoria do Projeto em (Green Field, Brown Field, Apoio as Usinas/Minas, Apoio a
Gelogia de Exploração, Apoio aos Portos e Outros).

Na aba Detalhes defina a Diretoria Responsável pelas Análises. Esta diretoria será associada em todas as
alíquotas químicas enviadas para análise.

Na aba Geral defina o Grupo do Projeto para DIPP.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 15 de 75
3.2 Cadastro de Estudos (SC)
Para cadastrar um Estudo, deve-se clicar sobre o ícone de Cadastro de Estudos na Barra de Ferramentas do
Nautilus.

Deve-se escolher um dos Fluxos: (DIPP_Alegria - SC ou DIPP_Itabira - SC). Independentemente da escolha, o


Estudo e suas amostras serão visíveis para ambas as unidades, mas os Processos serão por padrão de Alegria
ou de Itabira. Haverá a possiblidade de mudar o grupo dos processos caso seja necessário (ver item 6.3).
Uma janela será aberta para se inserir as informações do Estudo, como o Projeto ao qual ele pertence, o tipo de
Estudo, a Descrição do Estudo, o Cliente, Engenheiro Responsável, Técnico Responsável, Data Prevista para
Início, Data Prevista para Término, Origem das Amostras, Complexo Minerador e Fase do Projeto. Os campos
com fundo em amarelo claro são de preenchimento obrigatório.

Ao término do preenchimento pressione OK e o Estudo será criado sob o Projeto escolhido. Seu nome será
formado pela palavra SC, pelo ano corrente e um número sequencial de três dígitos.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 16 de 75
3.3 Cadastro de Amostras
As amostras no Nautilus são cadastradas diretamente a partir do Estudo ao qual pertencem. Para isto, deve-se
clicar sobre o Estudo com o RMB e escolher a opção Eventos->Cadastrar Amostras.

Abrirá uma janela perguntando o número de amostras a se cadastrar. Informe o número e pressione OK.

Será então aberta uma janela com o estudo seguido das amostras a se criar.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 17 de 75
Clique sobre uma das amostras no painel esquerdo, e o painel direito irá mostrar os campos a se preencher
para cadastrar as amostras. São eles: Identificação Original, Mina, Litologia e Informação Adicional que só
aparecerá na etiqueta.

O nome das amostras será formado pelo nome do Estudo, seguido de AM e um número sequencial por estudo,
ao final do nome, separados por hífen teremos a sigla da Mina e Litologia escolhidos.

Em alguns casos, como no Estudo de Grupos, é preciso criar amostras Genéricas, ou seja, amostras cujo o
nome seja de escolha livre de quem cadastra. Estas amostras não possuem Mina nem Litologia associados.
Para fazer o cadastro das amostras genéricas, clique com o RMB sobre o Estudo e escolha a opção: Eventos-
>Cadastrar Amostras Genéricas.
As amostras genéricas devem ser usadas para os casos em que as amostras sequenciais não se aplicam.

Abrirá uma janela perguntando o número de amostras a se cadastrar. Informe o número e pressione OK.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 18 de 75
Insira a informação referente ao nome das amostras.

O nome será formado pelo nome do Estudo seguido do nome dado na etapa anterior.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 19 de 75
3.4 Cadastro de Estoque de Amostra
Os estoques de amostra são cadastrados diretamente a partir das amostras. É possível cadastrar estoques para
diversas amostras do mesmo estudo de uma única vez. Para isso, acesse a pasta: VALE-DIPP->(01-Alegria ou
02-Itabira)->01-Projetos->(ano da SC das amostras). Clique sobre o Estudo no painel esquerdo do explorer (tree
view) e as amostras serão mostradas no painel direito (list view).

Com o mouse selecione as alíquotas que terão estoque.

Clique com o RMB sobre a seleção e escolha a opçao: Eventos->Cadastrar Arquivo.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 20 de 75
Para cada uma das amostras selecionadas terá um Estoque na condição Em Preparação, representado pelas
cores amarelo e laranja, isto significa que eles não estão arquivados ainda, ou seja, não foram definidas as
informações como massa, localização, etc.

Para inserir os dados do Estoque Acesse a pasta VALE-DIPP->(01-Alegria ou 02-Itabira)->05-Arquivamento-


>03-Consultar Estoque->01-Estoque por Estudo.

Atualize o filtro da pasta para o estudo em questão e os estoques serão mostrados no painel direito do Explorer
(list view).

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 21 de 75
Selecione os estoques, clique com o RMB sobre a seleção e escolha a opção Eventos->Alterar Dados.

A janela com as informações do Estoque será aberta. É preciso preencher a Massa Inicial de Arquivamento em
Kg, a Data de Recebimento, o Responsável pelo Recebimento, a Quantidade de Recipientes em que a amostra
se encontra, Observações (se necessário), o Local de Armazenamento e a Data que o Estoque será descartado
(se houver).

Preencha-a e pressione OK. Ao final do Processo os estoques mudarão para a condição Arquivado,
representados pela cor Verde.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 22 de 75
3.5 Cadastro de Processo
Os processos são cadastrados diretamente a partir das amostras. É possível cadastrar processos para diversas
amostras do mesmo estudo de uma única vez. Para isso, acesse a pasta: VALE-DIPP->(01-Alegria ou 02-
Itabira)->01-Projetos->(ano da SC das amostras). Clique sobre o Estudo no painel esquerdo do explorer (tree
view) e as amostras serão mostradas no painel direito (list view).

Selecione as amostras que pretende cadastrar o Processo, clique com o RMB e escolha a opção: Eventos-
>(Processo a sua escolha).

A janela para cadastro de Processos será aberta.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 23 de 75
O campo Info Adicional fará parte do nome do Processo. Caso se trate de uma repetição de Processo, deve-se
marcar o campo Repetição e preecher o campo de motivo.

Pressione OK e uma alíquota de Processo será criada abaixo de cada amostra selecionada.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 24 de 75
3.6 Cadastro de Parcial de Processo
Como pode ser visto no item 2.2, a parcial de processo deve ser cadastrada sob os processos em que nem
sempre uma única execução será necessário para finalizá-lo. Este item não deve ser confundido com repetição
de processo, em que um processo finalizado precisa ser repetido devido a algum dado inconsistente retornado.
O cadastro das Parciais é similar ao cadastro dos Processos, mas em vez de ser disparado da Amostra, é
disparado das Alíquotas de Processo. Para agrupá-las todas na mesma janela, acesse: VALE-DIPP->(01-
Alegria ou 02-Itabira)->02-Processos por Estudo->(02-Bancada ou 03-Piloto).

Atualize o filtro para o Estudo das Alíquotas de Processo que se deseja cadastrar as parciais.

Todos os Processos do Estudo selecionado serão mostrados. Acesse a pasta com o nome do Processo que se
deseja trabalhar, selecione-os, clique com o RMB e escolha a opção: Eventos->Cadastrar Parcial do Processo.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 25 de 75
Abrirá uma janela para se inserir as informações das Parciais. O campo Informações Adicionais fará parte do
nome da Parcial de Processo.

Após preencher os campos e pressionar OK, será criada uma alíquota de Parcial de Processo para cada
alíquota de Processo selecionada.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 26 de 75
3.7 Cadastrar Produto

Os Produtos podem ser cadastrados a partir das Alíquotas de Processo, ou a partir das Alíquotas de Parcial de
Processo. Selecione as alíquotas na Pasta: VALE-DIPP->(01-Alegria ou 02-Itabira)->02-Processos por Estudo-
>(01-Parciais de Processo ou 02-Bancada ou 03-Piloto) e atualize o filtro para o Estudo que contém os
Processos que receberão este Produto.

Selecione as alíquotas de Processo, ou Parcial de Processo, clique com o RMB e escolha a opção: Eventos-
>(Produto disponível a sua escolha).

O Produto escolhido será criado para a alíquota de Processo, ou Parcial Selecionada. O nome da Alíquota de
Produto é formado pelo nome da Amostra, sigla do Produto, Sigla do Processo, Sigla de Bancada ou Piloto e a
Informação adicional do Processo ou Parcial.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 27 de 75
3.8 Cadastrar Alíquota de Laboratório

As Alíquotas de Laboratório só podem ser cadastradas sob as Alíquotas de Produto. A primeira forma de
cadastrá-las é definindo os ensaios que serão realizados. Para agrupar as Alíquotas de Produto acesse: VALE-
DIPP->(01-Alegria ou 02-Itabira)->03-Produtos por Estudo e Processo. Atualize o Filtro para Estudo, ou para
Estudo e as demais opções.

Selecione as Alíquotas de Produto e escolha a opção: Eventos->Definir Ensaios.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 28 de 75
Será aberta uma janela para selecionar os ensaios do LCT, ou do LCM a se cadastrar, ou as Alíquotas de
Laboratório do LAQ (faixa padrão e global) e LCM (faixa padrão). Ao se selecionar 1 ou mais ensaios do LCT,
uma alíquota do LCT será criada, o mesmo pode ser feito para os ensaios do LCM. Quando a alíquota for
recebida, os ensaios escolhidos serão criados automaticamente.

As alíquotas de Laboratório serão criadas sob as alíquotas de Produto selecionadas. Ao se selecionar LAQ Fx
Padrão, ou LCM Fx Padrão, poderão ser criadas alíquotas de Laboratório por faixa pré-definida, caso houver
uma faixa padrão pré-definida para o produto selecionado. Caso contrário nada ocorrerá. O nome da Alíquota
de Laboratório é igual ao nome da Alíquota de Produto, mas com a sigla do Laboratório no início.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 29 de 75
As faixas padrão ocorrerão para os seguintes produtos:
Processo Produto Faixas
Undersize - - 0,15
50,00mm -50,0 -31,5 -25,0 19,0 -12,5 -8,0 - 6,3 -1,0 +
+31,5 + 25,0 + 19,0 +12,5 +8,0 +6,3 +1,0 +0,15 0,045 -0,045
Undersize -
0,075
31,50mm
-31,5 -19,0 -8,0 -6,3 -1,0 -0,15 -0,105 +
+19 +8,0 +6,3 +1,0 +0,15 +0,106 +0,075 0,045 -0,045
Undersize
25,00mm -25,0 -12,5 -8,0 -6,3 -1,0 -0,15 -0,106 -0,075
Classificação 25 +12,5 +8,0 +6,3 +1,0 +0,15 +0,106 +0,075 +0,045 -0,045
Undersize -
0,075
12,50mm
-12,5 -8,0 -6,3 -1,0 -0,15 -0,106 +
+8,0 +6,3 +1,0 +0,15 +0,106 +0,075 0,045 -0,045
Undersize
8,00mm -8,0 -6,3 -1,0
+6,3 +1,0 +0,15 -0,15
Undersize -0,106
6,3mm -6,3 + -4,8 -2,4 + -1,0 -0,71 -0,5 -0,21 -0,15 + -0,075 -
4,8 +2,4 1,0 +0,71 + 0,5 +0,21 + 0,15 +0,106 0,075 +0,045 0,045

-
-0,15 0,075 -
Flotação Alimentação 0,15 +0,075 +0,045 0,045
Concentrado -0,15 0,075
e Rejeito +0,075 +0,045 -0,045

Concentração Concentrado -1,0 -0,21 -0,15


Magnética e Rejeito +0,21 + 0,15 +0,106

-0,15 0,075
Deslamagem Under Flow +0,075 +0,045 -0,045
-0,15 0,075
Alimentação +0,075 +0,045 -0,045

Concentrado
e Rejeito -8,0 -6,3
-8,00 +1,00 +6,3 +1,0 -1
Concentração -
Gravítica Concentrado
0,075
e Rejeito -1,0 -0,15 -0,106 +
-1,00 +0,15 +0,106 +0,075 0,045 -0,045
Concentrado
-0,21
e Rejeito -1,0 -0,71 -0,5 +
-1,00 +0,15 +0,71 + 0,5 +0,21 0,15 -0,15

Nos casos da Classificação e Concentração Gravítica, as malhas são escolhidas no momento do cadastro da
alíquota de processo.
A segunda maneira de se cadastrar alíquotas de Laboratório é através dos eventos: Cadastrar Alíquota do LCT,
Cadastrar Alíquotas do LCM, Cadastrar Alíquotas LAQ, Cadastrar Produto Faixa LAQ, Cadastrar Produto Faixa

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 30 de 75
LCM, Faixa Padrão LAQ (se tiver definido na tabela anterior), Faixa Padrão LCM (se tiver definido na tabela
anterior). Uma alíquota de Produto só pode conter uma alíquota Global do LCT e uma alíquota Global do LCM,
ao tentar cadastrar outras nada acontecerá.

Quando não houver faixas padrão pré-definidas, é possível cadastrar Alíquotas de Faixas do LAQ e do LCM
livremente. Para isso Selecione um dos eventos: Cadastrar Produto Faixa LAQ ou Cadastrar Produto Faixa
LCM. Abrirá uma janela para se informar a Malha Inicial da Faixa (menor que) e a Malha Final da Faixa (maior
que).

Ao cadastrar o Produto Faixa LCM é possível também definir os ensaios que serão feitos para a faixa escolhida.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 31 de 75
3.9 Cadastro de Estoque de Produto

Clique com o RMB sobre a Alíquota de Produto e selecione o Evento Cadastrar Arquivo. Serão criados estoques
na condição Em Preparação para cada Alíquota de Produto selecionada.

Para inserir os dados do Estoque Acesse a pasta VALE-DIPP->(01-Alegria ou 02-Itabira)->05-Arquivamento-


>03-Consultar Estoque->01-Estoque por Estudo.

Atualize o filtro da pasta para o estudo em questão e os estoques serão mostrados no painel direito do Explorer
(list view).

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 32 de 75
Os estoques de Produto têm nome similar ao nome das Alíquotas de Produto. Selecione os estoques, clique
com o RMB sobre a seleção e escolha a opção Eventos->Alterar Dados.

A janela com as informações do Estoque será aberta. É preciso preencher a Massa Inicial de Arquivamento em
Kg, a Data de Recebimento, o Responsável pelo Recebimento, a Quantidade de Recipientes em que a amostra
se encontra, Observações (se necessário), o Local de Armazenamento e a Data que o Estoque será descartado
(se houver). Os campos com fundo amarelo são de preenchimento obrigatório.

Preencha-a e pressione OK. Ao final do Processo os estoques mudarão para a condição Arquivado,
representados pela cor Verde.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 33 de 75
3.10 Cadastro de Testes (ensaios)

Os ensaios do LCT e do LCM podem ser cadastrados pelo evento Definir Ensaios, como visto no item 3.8. Para
estes mesmos laboratórios é possível criar ensaios via evento, com o mesmo nome do ensaio, a partir da
alíquota de Laboratório.
IMPORTANTE: Os ensaios só devem ser criados para as alíquotas que já foram recebidas.
Acesse a pasta: VALE-DIPP->(01-Alegria ou 02-Itabira)->04-Laboratórios->(01-LCT ou 02-LCM)->02-Alíquotas
Em Andamento.

A pasta selecionada mostrará alíquotas de Laboratório com os status Disponível e Em Andamento.

Selecione as alíquotas que deseja cadastrar ensaios, clique com o RMB e selecione: Eventos->(Nome do
Ensaio).

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 34 de 75
3.11 Cadastrar Ordem de Serviço LAQ
Uma Ordem de Serviço deve sempre ser associada a uma alíquota do LAQ no momento do recebimento,
conforme item 4.1.
Acessar a pasta VALE-DIPP->(01-Alegria ou 02-Itabira)->04-Laboratórios->03-LAQ->00-Ordem de Serviço.

Disparar o Evento “Cadastrar Ordem de Serviço” no SDG de Ordens de Serviço do ano Corrente.

Usuários do CPT poderão visualizar alíquotas enviadas para análises químicas sob a entidade que representa a
OS. Veja figura abaixo:

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 35 de 75
3.12 Cadastrar Ordem de Serviço LCM
Uma Ordem de Serviço serve para agrupar alíquotas do LCM que serão enviadas ao mesmo tempo para serem
associadas. Diferentemente da Ordem de Serviço do LAQ, a Ordem de Serviço do LCM, deve ser associada às
alíquotas, antes que elas sejam recebidas, ou a Ordem de Serviço terá pouco efeito.
Acessar a pasta VALE-DIPP->(01-Alegria ou 02-Itabira)->04-Laboratórios->03-LAQ->00-Ordem de Serviço.

Disparar o Evento “Cadastrar Ordem de Serviço” no SDG de Ordens de Serviço do ano Corrente.

As alíquotas associadas na OS poderão ser vistas conforme figura abaixo:

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 36 de 75
3.13 Definir OS LCM
Idealmente, as OS do LCM devem ser definidas antes das alíquotas serem enviadas ao LCM, isto significa que
as OS devem ser definidas para as alíquotas não recebidas, pois desta forma, antes que o LCM receba as
alíquotas enviadas, a OS já terá sido definida em uma etapa anterior.
Acesse a pasta VALE-DIPP->(01-Alegria ou 02-Itabira)->04-Laboratórios->02-LCM->01-Alíquotas Não
Recebidas. Filtre a pasta para mostrar as alíquotas que deseja definir a OS.

Selecione as alíquotas no painel direito do explorer (List View), clique com o RMB e escolha a opção: Eventos-
>Definir OS.

Modifique somente o campo Ordem de Serviço, escolha uma OS cadastrada no item anterior (3.12). Após
escolher as OS, pressione OK.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 37 de 75
4 Recebimento

4.1 Recebimento Alíquota LAQ


O recebimento das alíquotas do LAQ deve ser controlado, pois toda vez que uma alíquota do LAQ é recebida,
uma requisição de análise desta alíquota é criada no Nautilus Sistema Sul.
Acessar a pasta VALE-DIPP->(01-Alegria ou 02-Itabira)->04-Laboratórios->03-LAQ->01-Alíquotas Não
Recebidas. Selecione as alíquotas que deseja receber, clique com o RMB e escolha a opção: Processamento
de Alíquota -> Receber.

Será aberta uma janela com as seguintes opções de recebimento.

Na primeira coluna mude a opção de Unreceived para Received.

Nas demais colunas, é possível escolher a Prioridade de Análise, Se vai ou não ser analisado o FeO e Qual a
Ordem de Serviço da requisição de análise. As Ordens de Serviço devem ser cadastradas conforme item 3.11.

Após pressionar OK as alíquotas passarão ao status Recebido, ou Disponível, representado pela cor verde.
Com a mudança de status não será mais possível localizar as mesmas alíquotas na pasta 01-Alíquotas Não
Recebidas, em vez disso, elas poderão ser localizadas na pasta 02-Alíquotas Em Andamento.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 38 de 75
4.2 Recebimento Alíquota LCM
Acessar a pasta VALE-DIPP->(01-Alegria ou 02-Itabira)->04-Laboratórios->(01-LCM)->01-Alíquotas Não
Recebidas. Ou localizá-las pelo número da OS pela pasta VALE-DIPP->(01-Alegria ou 02-Itabira)->04-
Laboratórios->(01-LCM)->05->Alíquotas por OS

A pasta 05 – Alíquotas por OS não faz distinção das alíquotas por status como as demais.

Para o recebimento, podem ser selecionadas mais que uma alíquota. Apos clicar com o Botão direito do mouse
sobre a seleção, escolha a opção: Processamento de Alíquota -> Receber.

Na janela que será aberta, mude a opção de Unreceived para Received.

Após pressionar OK as alíquotas passarão ao status Recebido, ou Disponível, representado pela cor verde.
Com a mudança de status não será mais possível localizar as mesmas alíquotas na pasta 01-Alíquotas Não
Recebidas, em vez disso, elas poderão ser localizadas na pasta 02-Alíquotas Em Andamento.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 39 de 75
4.3 Recebimento Alíquota LCT
Acessar a pasta VALE-DIPP->(01-Alegria ou 02-Itabira)->04-Laboratórios->(01-LCT)->01-Alíquotas Não
Recebidas.
Para o recebimento, podem ser selecionadas mais que uma alíquota. Apos clicar com o Botão direito do mouse
sobre a seleção, escolha a opção: Processamento de Alíquota -> Receber.

Na janela que será aberta, mude a opção de Unreceived para Received.

Após pressionar OK as alíquotas passarão ao status Recebido, ou Disponível, representado pela cor verde.
Com a mudança de status não será mais possível localizar as mesmas alíquotas na pasta 01-Alíquotas Não
Recebidas, em vez disso, elas poderão ser localizadas na pasta 02-Alíquotas Em Andamento.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 40 de 75
5 Inserção de Resultados

5.1 Dados Operacionais


Os dados operacionais (ver item 2.2) são criados automaticamente por Alíquota de Processo, ou Alíquota
Parcial de Processo. Este teste deve ser preenchido antes de se iniciar qualquer processo, pois ele vai marcar o
tempo de início do processo.
Para localizar os Dados Operacionais do Processo que se vai executar, deve-se acessar a pasta: VALE-DIPP-
>(01-Alegria ou 02-Itabira)->02-Processos por Estudo->(01-Parcial, 02-Bancada ou 03-Piloto).

Clique sobre a pasta que se vai utilizar. Caso o formulário de atualização de filtro não seja mostrado, clique com
o RMB sobre a pasta e escolha a opção Atualizar Filtro.

Selecione o Estudo que se deseja trabalhar. Para que a última opção de Estudo escolhida fique selecionada,
confirme a opção: Armazenar valores de argumentos.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 41 de 75
Ao pressionar OK, a pasta atualizada mostrará as alíquotas de Processo de todas as amostras do Estudo
escolhido.
Selecione uma ou mais alíquotas no List View. Clique com o RMB sobre a seleção e escolha a opção: Inserir
Resultado->Inserir Resultado OU Inserir Resultado->Tabela Inserir Resultado. Para o exemplo abaixo foi
escolhida a opção Tabela Inserir Resultado.

Ao abrir a janela de inserção de resultados, certifique-se de que o ensaio selecionado no topo da janela seja:
Dados Operacionais.

Preencha cada um dos resultados disponíveis dos Dados Operacionais.

Pressione OK e ao fechar a janela, as alíquotas de Processo selecionadas estarão da cor Amarela,


evidenciando que o Processo escolhido já começou.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 42 de 75
5.2 Resultados do Processo
Os resultados do Processo (ver item 2.2) são criados automaticamente por Alíquota de Processo, ou Alíquota
Parcial de Processo. Este teste deve ser preenchido depois de se iniciar qualquer processo, pois ele vai marcar
o tempo de termino do processo, ou seja, o momento que os Produtos do Processo estão disponíveis para
análise.
Para localizar os Resultados do Processo que se executou, deve-se acessar a pasta: VALE-DIPP->(01-Alegria
ou 02-Itabira)->02-Processos por Estudo->(01-Parcial, 02-Bancada ou 03-Piloto).

Clique sobre a pasta que se vai utilizar. Caso o formulário de atualização de filtro não seja mostrado, clique com
o RMB sobre a pasta e escolha a opção Atualizar Filtro.

Selecione o Estudo que se deseja trabalhar. Para que a última opção de Estudo escolhida fique selecionada,
confirme a opção: Armazenar valores de argumentos.

Ao pressionar OK, a pasta atualizada mostrará as alíquotas de Processo de todas as amostras do Estudo
escolhido.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 43 de 75
Selecione uma ou mais alíquotas no List View. Clique com o RMB sobre a seleção e escolha a opção: Inserir
Resultado->Inserir Resultado OU Inserir Resultado->Tabela Inserir Resultado. Para o exemplo abaixo foi
escolhia a opção Tabela Inserir Resultado.

Os testes de Resultado do Processo, possuem o nome do seu respectivo processo. Portanto certifique-se de
que o ensaio selecionado no topo da janela tenha o nome do Processo que se finalizou.

Preencha cada um dos resultados disponíveis do teste de Resultado do Processo.

Pressione OK e ao fechar a janela, as alíquotas de Processo selecionadas estarão da cor Amarela. Caso as
alíquotas de Produto não tenham sido criadas ainda, a alíquota de Processo será completada e sua cor será
vermelha até que as alíquotas de Produto sejam criadas.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 44 de 75
5.3 Testes (Ensaios) - LCT
Como pode ser visto no item 2.2, Os testes do tipo ensaio só podem ser encontrados nas alíquotas de
Laboratório.
A melhor maneira para localizar as alíquotas de laboratório é através da pasta: VALE-DIPP->(01-Alegria ou 02-
Itabira)->04-Laboratórios->01-LCT.

Não é possível inserir resultados em Alíquotas Não Recebidas ou Autorizadas.


Clique sobre a pasta Alíquotas em Andamento ou Alíquotas Completadas. Caso o formulário de atualização de
filtro não seja mostrado, clique com o RMB sobre a pasta e escolha a opção Atualizar Filtro.

Selecione o Estudo que se deseja trabalhar. Para que as últimas opções escolhidas fiquem selecionadas,
confirme a opção: Armazenar valores de argumentos.

Se não for escolhido um produto, todas as alíquots do LCT para este estudo serão mostradas.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 45 de 75
Selecione uma ou mais alíquotas no List View. Clique com o RMB sobre a seleção e escolha a opção: Inserir
Resultado->Inserir Resultado OU Inserir Resultado->Tabela Inserir Resultado. Para o exemplo abaixo foi
escolhida a opção Inserir Resultado.

Será aberta uma janela com todos os resultados de todos os testes presentes nas alíquotas selecionadas.

Preencha os resultados dos testes finalizados e pressione OK.


Se todos os resultados da alíquota foram preenchidos, ela irá completar, ou seja, seu ícone ficará na cor
vermelha e a alíquota só poderá ser encontrada na pasta 03-Alíquotas Completadas.
Se nem todos os resultados da alíquota foram preenchidos, ela assumirá o status Em Andamento, ou seja, seu
ícone ficará na cor amarela e a alíquota só poderá ser encontrada na pasta 02-Alíquotas em Andamento.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 46 de 75
5.4 Testes (Ensaios) – LCM – Anexar Arquivo
Por serem complexos, apresentarem imagens e nem sempre seguirem um padrão, os ensaios realizados no
LCM serão feitos da maneira atual.
Para que seja possível gerenciar, armazenar e organizar as análises, todo ensaio realizado no LCM deve
também ser criado no Nautilus, e os arquivos contendo o resultado das análises devem ser anexados aos
respectivos ensaios do Nautilus.
Ao anexar uma análise no Nautilus, ela fica armazenada em uma estrutura de pasta da rede, criada
automaticamente, facilitando o acesso das análises pelos engenheiros e técnicos de ambas as unidades:
Alegria e Itabira.
Para cadastrar os ensaios do LCM, veja o item 3.10.
Após os ensaios do LCM estarem cadastrados acesse a pasta: VALE-DIPP->(01-Alegria ou 02-Itabira)->04-
Laboratórios->02-LCM->02-Alíquotas Em Andamento.

Não é possível inserir resultados em Alíquotas Não Recebidas ou Autorizadas.


Clique sobre a pasta Alíquotas em Andamento ou Alíquotas Completadas. Caso o formulário de atualização de
filtro não seja mostrado, clique com o RMB sobre a pasta e escolha a opção Atualizar Filtro.

Selecione o Estudo que se deseja trabalhar. Para que as últimas opções escolhidas fiquem selecionadas,
confirme a opção: Armazenar valores de argumentos.

Se não for escolhido um produto, todas as alíquots do LCM para este estudo serão mostradas.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 47 de 75
Após atualizar o filtro, clique no sinal de + ao lado da pasta de Alíquotas em Andamento.

Selecione a Alíquota do produto que está sendo analisado, e clique sobre ela. Os ensaios serão mostrados no
lado direito do Explorer.
Clique com o RMB sobre o teste e escolha a opção: Extensão->Anexar Arquivo.

Será aberta a janela de Anexar Notas (arquivo).

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 48 de 75
Selecione o laboratório CPT AL-LCM e pressione Procurar.

Será aberta uma janela do Windows para procurar o arquivo a anexar.

Lembre-se: A sua sessão está aberta no Metaframe, então as pastas mostradas não estão no seu computador
mas no servidor de metaframe. Para acessar a sua pasta procure C$ on Client e estará no C: de sua máquina.

Escolha o tipo de arquivo que se deseja anexar.

Selecione um ou mais arquivos e pressione Open/Abrir.

Os arquivos selecionados aparecerão na janela Adicionar Notas.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 49 de 75
Caso queira remover um deles, clique sobre o arquivo a remover e abrirá uma janela para confirmação da
remoção do arquivo.

Depois de decidir qual(is) arquivo(s) vai anexar, pressione OK e os arquivos serão copiados para uma pasta na
rede e anexados ao teste do Nautilus.
Clique com o RMB sobre o ensaio que o arquivo foi anexado e escolha a opção Propriedades.

Na janela de Propriedades acesse a aba Notas e será possível verificar os arquivos que já foram anexados para
este ensaio. Caso exista, no servidor de metaframe, um programa capaz de abrir o arquivo anexado, basta
clicar duas vezes sobre o arquivo e ele será aberto.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 50 de 75
Será possível encontrar esta cópia do arquivo no seguinte endereço:
\\Cvrdmrasa01\dados\area\Centro_Pesquisas_Tecnologicas_Nautilus\Anexos
Ao acessar este endereço na rede, siga as pastas com o nome do Laboratório, Estudo, Amostra, Alíquota de
Laboratório e Ensaio, e será possível encontrar os arquivos anexados.

Os números entre colchetes nos nomes das pastas correspondem ao ID da entidade no Nautilus.
Após anexar o arquivo, é preciso completar o ensaio para que ele saia da lista de pendências. Para isso, clique
com o RMB sobre o ensaio e escolha a opção: Inserir Resultado->Inserir Resultado.

Haverá somente um resultado de Observações para inserir texto livre. Este resultado pode ser utilizado para
inserir informações extras sobre o ensaio.

Após pressionar OK, se não houver outros ensaios com status Disponível na Alíquota, ela irá se completar e
não será mais visível na pasta 02-Alíquotas em Andamento, mas poderá ser encontrada na pasta 03-Alíquotas
Completadas.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 51 de 75
5.5 Inserir Resultado via Instrumento por Arquivo
Atualmente, o único instrumento por arquivo do CPT que pode ser integrado ao Nautilus é o Picnômetro. Para
integrá-lo, siga os passos à seguir.
Abra uma sessão no Nautilus Pesquisa Mineral do computador que irá integrar com o Pentapicnômetro. A janela
informando que o instrumento está ativo deve ser mostrada logo após o login.

Localize a alíquota do LCT que contém o ensaio de Densidade Real que será integrado.

Anote o ID da Alíquota do LCT. Caso esta coluna não esteja visível, adicione-a, conforme item 6.1.
Obs.: O id da alíquota também pode ser visto na etiqueta da alíquota de Laboratório. É o número logo abaixo do
código de barras, entre asteriscos „*‟.

Certifique-se de que no arquivo gerado pelo Picnômetro, a informação Sample ID contém o número do ID da
alíquota do LCT.

Os arquivos do Picnômetro devem ser salvos na pasta:


\\Cvrdmrasa01\dados\area\Centro_Pesquisas_Tecnologicas_Nautilus\Instrumentos\Picnômetro
Ao serem lidos pelo Nautilus, eles serão transferidos para a pasta out e o ensaio será completado.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 52 de 75
5.6 Inserir Resultado via Instrumento Serial (Balanças).
Para inserir resultados via instrumento Serial, deve-se abrir a janela de Inserir Resultados.

Será aberta uma janela com os resultados a inserir.

Selecione a célula referente ao resultado que o instrumento transmitirá ao Nautilus. Se for uma balaça coloque a
massa sobre ela e espere até que a leitura estabilize. Para algumas balanças há um botão para transmitir os
dados no próprio instrumento, para outras a transmissão é automática assim que o resultado se estabiliza.
Na janela de Inserção de Resultados, clique sobre o ícone que lê diretamente do Instrumento.

A célula selecionada será preenchida com a massa da balança.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 53 de 75
6 Pequenas Configurações

6.1 Adicionar Colunas


É possível adicionar colunas para visualizar qualquer entidade do Nautilus. As configurações de colunas são
independentes de usuário, ou seja, a configuração feita para uma chave de usuário não será igual a feita para
outra chave.
No painel direito do Explorer (list view) clique com o RMB sobre o topo da barra com o nome das colunas,
conforme área circulada em vermelho na imagem abaixo.

No menu que será aberto, clique sobre a opção (Amostra Configurações), caso o que esteja no List View sejam
amostras. Se o List View estiver mostrando alíquotas, a opção a se escolher será Alíquotas Configurações, e
assim por diante.

A janela que irá se abrir possui dois painéis. O esquerdo mostra as colunas que o usuário já pode ver para a
entidade em questão, no nosso exemplo, a entidade é Amostra. O painel direito mostra as colunas que podem
ser adicionadas para esta entidade.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 54 de 75
Após dar um duplo clique sobre um item no painel direito, este item passará para o painel esquerdo, onde será
possível também escolher a ordem que as colunas podem ser mostradas, ou excluir colunas adicionadas e que
já não são necessárias na visualização.
As colunas: Created On, Received On, Completed On, Canceled On, Authorised On representam, para cada
entidade, as datas de Criação, Recebimento, Completude, Cancelamento e Autorização respectivamente.
As colunas: Created By, Received By, Completed By, Canceled By, Authorised By representam, para cada
entidade, os usuários que Criaram, Receberam Completaram, Cancelaram e Autorizaram respectivamente.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 55 de 75
6.2 Trocar Papéis
Os usuários que tem mais que uma função no CPT, podem ter mais que um papel associado à sua chave no
Nautilus. Por exemplo, Analistas de Laboratório que também são responsáveis pelo Arquivamento das
amostras.
Para estes usuários. Toda vez que forem desempenhar uma função diferente, é possível alterar o papel no
sistema. Para isso, deve-se clicar no ícone de Troca de Papéis.

Na janela que irá se abrir, o usuário pode escolher um dos papéis disponíveis para a sua chave, e a troca será
realizada.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 56 de 75
6.3 Trocar Processo entre as Unidades
Ao criar o Estudo, o Engenheiro pode escolher se o Estudo criado será de Alegria ou Itabira. Isso não significa
que usuários da unidade diferente da escolhida trabalhem com os processos do mesmo Estudo.
Um Estudo de Alegria será visível também para Itabira, assim como todas as suas amostras, mas seus
processos, por padrão pertencerão somente ao grupo de Alegria. Porém caso um Processo precise ser
realizado em Itabira é possível transferí-lo através do evento „Mudar para Itabira‟, que mudará não só a alíquota
de processo, como todas as suas alíquotas filhas para o grupo da outra Unidade. O inverso também ocorre,
entre Itabira e Alegria, basta usar o evento „Mudar para Alegria‟.

Os eventos podem ser usados quantas vezes quantas forem necessárias.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 57 de 75
6.4 Utilizando o Enhanced Explorer
O Enhanced Explorer pode ser usado no lugar do Explorer padrão do Nautilus, ele apresenta algumas
propriedades a mais que podem ser utilizadas para organizar e coletar dados do sistema.
Para abrir o Enhanced Explorer, clique sobre seu ícone na barra de ferramentas.

O enhanced explorer será aberto, ele apresenta algumas diferenças visuais em relação ao explorer comum,
como pode ser observado na imagem abaixo.

O botão Export pode salvar os dados do Enhanced Explorer em uma das seguintes opções de arquivo.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 58 de 75
Após escolher o tipo de arquivo, os dados são exportados.

É possível também agrupar informações seguindo o critério de qualquer coluna disponível para a entidade
mostrada no painel direito (list view). Para isso, deve-se arrastar a coluna utilizada como critério para a área
cinza do explorer, logo acima das colunas.

Ao arrastar a coluna, o explorer exibirá os itens agrupados. É possível agrupar os itens por mais que um
parâmetro.

Para desagrupar os itens, basta arrastar de volta, o agrupamento da barra cinza para sua coluna
correspondente.
A visualização dos itens, pode também ser alterada entre cartão:

E grade:

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 59 de 75
Na visualização de cartão, as informações das colunas aparecem agrupadas em forma de linhas na ficha do
estudo. Para ver como adicionar novas colunas ao Explorer, veja item 6.1.

A visualização em colunas, é a forma padrão utilizada no explorer.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 60 de 75
7 Manipulação de Estoques
Como visto no item 2.4, os estoques podem assumir as condições:
Em Preparação;
Arquivado;
Consumido;
Descartado.
A mudança entre estoques Em Preparação para estoques Arquivados já foi vista nos itens 3.4 e 3.9.

7.1 Retirar massa dos Estoques


Para retirar massa de um estoque arquivado basta que o usuário acesse uma das pastas: VALE-DIPP->(01-
Alegria ou 02-Itabira)->05-Arquivamento->03-Consultar Estoque->(01-Estoque por Estudo ou 02-Estoque por
Localização ou 04-Estoque por nome original da amostra). Neste exemplo foi utilizada a pasta 01-Estoque por
Estudo.

Será aberta uma janela para inserir as informações do Filtro. Caso ela não apareça, clique com o RMB sobre a
pasta e escolha a opção Atualizar Filtro.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 61 de 75
Os estoques serão mostrados no List View (painel direito do Explorer). Selecione o estoque que perderá massa.
Clique sobre ele com o RMB e escolha a opção: Stock de Alíquota->Consumir.

A janela de consumo de estoque será aberta. Informe a quantidade de massa requerida e se desejar insira uma
informação no campo Comentários.

A massa será decrementada automaticamente.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 62 de 75
7.2 Consumo dos Estoques
O consumo de estoques é um caso especial da retirada de massas.
Para consumir um estoque acesse uma das pastas: VALE-DIPP->(01-Alegria ou 02-Itabira)->05-Arquivamento-
>03-Consultar Estoque->(01-Estoque por Estudo ou 02-Estoque por Localização ou 04-Estoque por nome
original da amostra). Neste exemplo foi utilizada a pasta 01-Estoque por Estudo.

Será aberta uma janela para inserir as informações do Filtro. Caso ela não apareça, clique com o RMB sobre a
pasta e escolha a opção Atualizar Filtro.

Os estoques serão mostrados no List View (painel direito do Explorer). Selecione o estoque que perderá massa.
Clique sobre ele com o RMB e escolha a opção: Stock de Alíquota->Consumir

Na janela que será aberta, marque a opção:

Após pressionar OK, o símbolo do Estoque mudará de Verde para Cinza, como se o Becker estivesse vazio.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 63 de 75
7.3 Retorno de Material
Para retornar massa acesse uma das pastas: VALE-DIPP->(01-Alegria ou 02-Itabira)->05-Arquivamento->03-
Consultar Estoque->(01-Estoque por Estudo ou 02-Estoque por Localização ou 04-Estoque por nome original da
amostra). Neste exemplo foi utilizada a pasta 01-Estoque por Estudo.

Será aberta uma janela para inserir as informações do Filtro. Caso ela não apareça, clique com o RMB sobre a
pasta e escolha a opção Atualizar Filtro.

Os estoques serão mostrados no List View (painel direito do Explorer). Selecione o estoque que receberá
massa. Clique sobre ele com o RMB e escolha a opção: Eventos->Retornar Material.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 64 de 75
Será aberta uma janela para inserir a massa a se retornar.

Este evento pode ser usado tanto para estoques arquivados (verde) quanto para estoques consumidos (cinza).
Ao retornar massa para um estoque consumido, ele volta para a condição arquivado.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 65 de 75
7.4 Descarte de Estoque
Para descartar um estoque acesse uma das pastas: VALE-DIPP->(01-Alegria ou 02-Itabira)->05-Arquivamento-
>03-Consultar Estoque->(01-Estoque por Estudo ou 02-Estoque por Localização ou 03- Estoque com Expiração
prevista até 30 dias ou 04-Estoque por nome original da amostra). Neste exemplo foi utilizada a pasta 01-
Estoque por Estudo.

Será aberta uma janela para inserir as informações do Filtro. Caso ela não apareça, clique com o RMB sobre a
pasta e escolha a opção Atualizar Filtro.

Os estoques serão mostrados no List View (painel direito do Explorer). Selecione o estoque que será
descartado. Clique sobre ele com o RMB e escolha a opção: Eventos->Descarte de Amostra.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 66 de 75
Na janela que se abrirá, selecione o nome do Responsável pelo descarte e pressione OK.

Estoques Descartados não podem mais voltar a condição que tinham antes.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 67 de 75
8 Relatórios e Etiquetas

8.1 Etiqueta de Estoques


Os estoques de amostra e produto possuem nome similar às amostras e produtos que os geraram. Para
imprimir uma etiqueta de Estoque, acesse a pasta: VALE-DIPP->(01-Alegria ou 02-Itabira)->05-Arquivamento-
>03-Consultar Estoque->(01-Estoque por Estudo ou 02-Estoque por Localização ou 03- Estoque com Expiração
prevista até 30 dias ou 04-Estoque por nome original da amostra). Neste exemplo foi utilizada a pasta 01-
Estoque por Estudo.

Será aberta uma janela para inserir as informações do Filtro. Caso ela não apareça, clique com o RMB sobre a
pasta e escolha a opção Atualizar Filtro.

Clique no(s) estoque(s) com o RMB e selecione a opção: Relatório->Listar.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 68 de 75
A janela “Relatório Selection List” será aberta, selecione o relatório “DIPP – Etiqueta Estoques” e pressione OK.

A janela Seleção de Relatório será mostrada com o relatório selecionado na etapa anterior.

Clique no ícone Ver Antes o Relatório para visualizar e imprimir a etiqueta.

A(s) etiqueta(s) serão mostradas.

Clique no ícone da impressora para imprimí-las.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 69 de 75
8.2 Etiqueta de Alíquota de Processos
Esta etiqueta só poderá ser utilizada em alíquotas de processo ou parciais de processo. As alíquotas de
processo são criadas diretamente abaixo das amostras, ou abaixo de outra alíquota de processo (parciais). Para
imprimir uma etiqueta de processos acesse a pasta: VALE-DIPP->(01-Alegria ou 02-Itabira)->02-Processos por
Estudo->(01-Parciais de Processo ou 02-Bancada ou 03-Piloto).

Clique sobre a escolhida. Caso o formulário de atualização de filtro não seja mostrado, clique com o RMB sobre
a pasta e escolha a opção Atualizar Filtro.

Selecione o Estudo que se deseja trabalhar. Para que as últimas opções escolhidas fiquem selecionadas,
confirme a opção: Armazenar valores de argumentos.

Selecione uma ou mais alíquotas no List View. Clique com o RMB sobre a seleção e escolha a opção: Relatório-
>Listar.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 70 de 75
A janela “Relatório Selection List” será aberta, selecione o relatório “DIPP – Etiqueta de Processos” e pressione
OK.

A janela Seleção de Relatório será mostrada com o relatório selecionado na etapa anterior.

Clique no ícone Ver Antes o Relatório para visualizar e imprimir a etiqueta.

A(s) etiqueta(s) serão mostradas.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 71 de 75
8.3 Etiqueta de Alíquota de Laboratório
Esta etiqueta só poderá ser utilizada em alíquotas de laboratório. As alíquotas de laboratório iniciam-se com a
sigla do seu respectivo laboratório. Para imprimir uma etiqueta de laboratório acesse a pasta: VALE-DIPP->(01-
Alegria ou 02-Itabira)->04-Laboratórios->(01-LCT ou 02-LCM ou 03-LAQ)->(01-Alíquotas não Recebidas ou 02-
Alíquotas Em Andamento ou 03 Alíquotas Completadas ou 04 Alíquotas Autorizadas).

Clique sobre a escolhida. Caso o formulário de atualização de filtro não seja mostrado, clique com o RMB sobre
a pasta e escolha a opção Atualizar Filtro.

Selecione o Estudo que se deseja trabalhar. Para que as últimas opções escolhidas fiquem selecionadas,
confirme a opção: Armazenar valores de argumentos.

Se não for escolhido um produto, todas as alíquotas do laboratório escolhido para este estudo serão mostradas.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 72 de 75
Selecione uma ou mais alíquotas no List View. Clique com o RMB sobre a seleção e escolha a opção: Relatório-
>Listar.

A janela “Relatório Selection List” será aberta, selecione o relatório “DIPP – Etiqueta Laboratórios e ensaios” e
pressione OK.

A janela Seleção de Relatório será mostrada com o relatório selecionado na etapa anterior.

Clique no ícone Ver Antes o Relatório para visualizar e imprimir a etiqueta.

A(s) etiqueta(s) serão mostradas.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 73 de 75
8.4 Relatórios Customizados
Com todas as informações a respeito das análises e estoques inseridas no Nautilus, é possível usar os
relatórios gerenciais e operacionais que foram customizados para buscar rapidamente os dados do laboratório,
permitindo identificar todos os pontos do ciclo das amostras de forma mais clara e objetiva.
Os relatórios customizados foram disponibilizados em arquivo XLS e o seu acionamento é feito de forma
semelhante.
Ao abrir o relatório, há uma planilha principal com um botão Atualizar.

Ao clicar sobre este botão um formulário será aberto. As primeiras informações a se preencher em todos estes
formulários é a chave e senha de rede Vale. Portanto, os relatórios customizados só devem ser usados na rede
da Vale.

As informações de cada formulário variam, para maiores detalhes é possível consultar os planos de teste
disponibilizados para cada um deles.
Ao pressionar OK o relatório deverá ser preenchido automaticamente.
Para que os dados das localidades escolhidas sejam disponibilizados, o usuário que fez log in no relatório deve
ter pelo menos permissão de leitura nos grupos das duas unidades.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 74 de 75
9 Log Out
Antes de fechar o Nautilus, o usuário deve fazer o Log out do sistema, para que sua sessão no Banco de Dados
seja encerrada.
Toda vez que um usuário terminar de fazer suas análises no sistema e for disponibilizar o computador para
outro usuário inserir dados, o Log out será um procedimento importante, pois ele rapidamente encerra a sessão
atual, e permite que outro usuário abra uma sessão sem que seja preciso abrir o Nautilus novamente,
economizando tempo.
Para fazer o Log out, o usuário deve acessar seu ícone na barra de Ferramentas principal, conforme imagem
abaixo:

Após fazer o log out, o ícone de log in do seu lado esquerdo será habilitado permitindo que outra sessão seja
aberta no sistema.

Código do Documento Versão do Doc. Data do Documento Página


LIS-NU-VALE-DIPP - Manual do Usuário v2.0 v2.0 05 - abr -2013 75 de 75

Você também pode gostar