Você está na página 1de 1582

SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE CONFORMIDADE E ADEQUAÇÃO ÀS NORMAS DE SST MÊS ANO:

NR 01 - Disposições Gerais e Gerenciamento de Riscos - Itens 1.4, 1.6, 1.7 e 1.8 DATA DE ENVIO:

RAZÃO SOCIAL
NOME COMERCIAL
ATIVIDADE PRINCIPAL
Observação: Código Penal - CP - DL-002.848-1940 - Parte Especial Título X - Dos Crimes Contra a Fé Pública - Capítulo III - Da Falsidade Documental - Art. 299 - Omitir, em documento público ou particular, declaração que dele devia constar, ou nele
inserir ou fazer inserir declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita, com o fim de prejudicar direito, criar obrigação ou alterar a verdade sobre fato juridicamente relevante: Pena - reclusão, de 1 (um) a 5 (cinco) anos, e multa, se o documento é
público, e reclusão de 1 (um) a 3 (três) anos, e multa, se o documento é particular.

O atendimento aos requisitos deste Checklist não isenta a Empresa do cumprimento de todos os itens da NR 01 e seus anexos, inclusive suas atualizações, e de outras normas vigentes
DADOS GRUPO EMPRESARIAL N° COLABORADORES DO GRUPO
RESPONSÁVEL LEGAL/ Diretor TELEFONE CEP
COORDENADOR DE SESMT
ENDEREÇO CIDADE ESTADO
GRAU DE RISCO N° Unidades do Grupo CNAE CNPJ
EFETIVO SESMT (QTD.) Engº. Segurança do Trabalho Téc. de Seg. do Trabalho Enfermeiro/Técnico Enfer.
DADOS ESTABELECIMENTO QTD DE COLOBORADORES
RESPONSÁVEL LEGAL/ Diretor TELEFONE CEP
GERENTE DA UNIDADE
COORDENADOR DO SESMT
Direitos e de... 75.0%
ENDEREÇO CIDADE ESTADO
GRAU DE RISCO GRUPO CNAE
Da prestação de informação digital e digitalização de docum... CNPJ
EFETIVO SESMT (QTD.) Engº. Segurança do Trabalho Téc. de Seg. do Trabalho Médico Enfermeiro/Técnico Enfer.
Capacitação e treinamento em Segurança e Saúde no Tra... 81.5%
REQUISITOS C NC NA PP % ATENDIMENTO GRÁFICO DE ATENDIMENTO
Tratamento diferenciado ao MEI, ME ...
1 Direitos e deveres 18 6 1 25 75.0%

2 Da prestação de informação digital e digitalização de documentos 0 0 9 9 #DIV/0!

3 Capacitação e treinamento em Segurança e Saúde no Trabalho 22 5 11 38 81.5%

4 Tratamento diferenciado ao MEI, ME e EPP 0 0 11 11 #DIV/0!

TOTAL 40 11 32 83 78.4%

AÇÕES POR REQUISITO PERCENTUAL POR AÇÃO

C NC NA 22 C NC NA

18

11 32 11
9 39%
40
6 48%
5

1
0 0 0 0
Direitos e deveres Da prestação de informação digital e Capacitação e treinamento em Segurança e Tratamento diferenciado ao MEI, ME e EPP
digitalização de documentos Saúde no Trabalho
11
13%

1 1.4 Direitos e deveres C NC NA AÇÃO

2 1.4.1 Cabe ao empregador: x OK

3 a) cumprir e fazer cumprir as disposições legais e regulamentares sobre segurança e saúde no trabalho; x JUSTIFICAR

informar aos trabalhadores: I. os riscos ocupacionais existentes nos locais de trabalho; II. as medidas de prevenção adotadas pela empresa para
4 b) eliminar ou reduzir tais riscos; III. os resultados dos exames médicos e de exames complementares de diagnóstico aos quais os próprios x OK
trabalhadores forem submetidos; e IV. os resultados das avaliações ambientais realizadas nos locais de trabalho.

5 c) elaborar ordens de serviço sobre segurança e saúde no trabalho, dando ciência aos trabalhadores; x ESTABELECER AÇÃO

permitir que representantes dos trabalhadores acompanhem a fiscalização dos preceitos legais e regulamentares sobre segurança e saúde no
6 d)
trabalho; x OK

7 e) determinar procedimentos que devem ser adotados em caso de acidente ou doença relacionada ao trabalho, incluindo a análise de suas causas; x ESTABELECER AÇÃO

8 f) disponibilizar à Inspeção do Trabalho todas as informações relativas à segurança e saúde no trabalho; e x OK

implementar medidas de prevenção, ouvidos os trabalhadores, de acordo com a seguinte ordem de prioridade: I. eliminação dos fatores de risco;
9 g) II. minimização e controle dos fatores de risco, com a adoção de medidas de proteção coletiva; III. minimização e controle dos fatores de risco, x OK
com a adoção de medidas administrativas ou de organização do trabalho; e IV. adoção de medidas de proteção individual.

10 1.4.2 Cabe ao trabalhador: x ESTABELECER AÇÃO

11 a) cumprir as disposições legais e regulamentares sobre segurança e saúde no trabalho, inclusive as ordens de serviço expedidas pelo empregador; x OK

12 b) submeter-se aos exames médicos previstos nas NR; x OK

13 c) colaborar com a organização na aplicação das NR; e x OK

14 d) usar o equipamento de proteção individual fornecido pelo empregador. x ESTABELECER AÇÃO

15 1.4.2.1 Constitui ato faltoso a recusa injustificada do empregado ao cumprimento do disposto nas alíneas do subitem anterior. x OK
O trabalhador poderá interromper suas atividades quando constatar uma situação de trabalho onde, a seu ver, envolva um risco
16 1.4.3
grave e iminente para a sua vida e saúde, informando imediatamente ao seu superior hierárquico. x OK
Comprovada pelo empregador a situação de grave e iminente risco, não poderá ser exigida a volta dos trabalhadores à atividade enquanto não
17 1.4.3.1
sejam tomadas as medidas corretivas. x OK
SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE CONFORMIDADE E ADEQUAÇÃO ÀS NORMAS DE SST MÊS ANO:

NR 01 - Disposições Gerais e Gerenciamento de Riscos - Itens 1.4, 1.6, 1.7 e 1.8 DATA DE ENVIO:

18 1.4.4 Todo trabalhador, ao ser admitido ou quando mudar de função que implique em alteração de risco, deve receber informações sobre: x ESTABELECER AÇÃO

19 a) os riscos ocupacionais que existam ou possam originar-se nos locais de trabalho; x OK

20 b) os meios para prevenir e controlar tais riscos; x OK

21 c) as medidas adotadas pela organização; x OK

22 d) os procedimentos a serem adotados em situação de emergência; e x ESTABELECER AÇÃO

23 e) os procedimentos a serem adotados, em conformidade com os subitens 1.4.3 e 1.4.3.1. x OK

24 1.4.4.1 As informações podem ser transmitidas: x OK

25 a) durante os treinamentos; e x OK

26 b) por meio de diálogos de segurança, documento físico ou eletrônico. x OK

27 1.6 Da prestação de informação digital e digitalização de documentos C NC NA AÇÃO

As organizações devem prestar informações de segurança e saúde no trabalho em formato digital, conforme modelo aprovado pela
28 1.6.1
STRAB, ouvida a SIT. x JUSTIFICAR

29 1.6.1.1 Os modelos aprovados pela STRAB devem considerar os princípios de simplificação e desburocratização. x JUSTIFICAR

Os documentos previstos nas NR podem ser emitidos e armazenados em meio digital com certificado digital emitido no âmbito da
30 1.6.2
Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil), normatizada por lei específica. x JUSTIFICAR

Os documentos físicos, assinados manualmente, inclusive os anteriores à vigência desta NR, podem ser arquivados em meio digital,
31 1.6.3
pelo período correspondente exigido pela legislação própria, mediante processo de digitalização conforme disposto em Lei. x JUSTIFICAR

O processo de digitalização deve ser realizado de forma a manter a integridade, a autenticidade e, se necessário, a confidencialidade do
32 1.6.3.1 documento digital, com o emprego de certificado digital emitido no âmbito da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil). x JUSTIFICAR

33 1.6.3.2 Os empregadores que optarem pela guarda de documentos prevista no caput devem manter os originais conforme previsão em lei. x JUSTIFICAR

O empregador deve garantir a preservação de todos os documentos nato digitais ou digitalizados por meio de procedimentos e
tecnologias que permitam verificar, a qualquer tempo, sua validade jurídica em todo território nacional, garantindo
34 1.6.4
permanentemente sua autenticidade, integridade, disponibilidade, rastreabilidade, irretratabilidade, privacidade e x JUSTIFICAR
interoperabilidade.

35 1.6.5 O empregador deve garantir à Inspeção do Trabalho amplo e irrestrito acesso a todos os documentos digitalizados ou nato digitais. x JUSTIFICAR

Para os documentos que devem estar à disposição dos trabalhadores ou dos seus representantes, a organização deverá prover meios de acesso
36 1.6.5.1 destes às informações, de modo a atender os objetivos da norma específica. x JUSTIFICAR

37 1.7 Capacitação e treinamento em Segurança e Saúde no Trabalho C NC NA AÇÃO

38 1.7.1 O empregador deve promover capacitação e treinamento dos trabalhadores, em conformidade com o disposto nas NR. x OK

Ao término dos treinamentos inicial, periódico ou eventual, previstos nas NR, deve ser emitido certificado contendo o nome e assinatura do
39 1.7.1.1 trabalhador, conteúdo programático, carga horária, data, local de realização do treinamento, nome e qualificação dos instrutores e assinatura do x OK
responsável técnico do treinamento.

40 1.7.1.2 A capacitação deve incluir: x ESTABELECER AÇÃO

41 a) treinamento inicial; x OK

42 b) treinamento periódico; e x ESTABELECER AÇÃO

43 c) treinamento eventual. x OK

44 1.7.1.2.1 O treinamento inicial deve ocorrer antes de o trabalhador iniciar suas funções ou de acordo com o prazo especificado em NR. x OK
O treinamento periódico deve ocorrer de acordo com periodicidade estabelecida nas NR ou, quando não estabelecido, em prazo determinado
45 1.7.1.2.2
pelo empregador. x ESTABELECER AÇÃO

46 1.7.1.2.3 O treinamento eventual deve ocorrer: x OK

47 a) quando houver mudança nos procedimentos, condições ou operações de trabalho, que impliquem em alteração dos riscos ocupacionais; x OK

48 b) na ocorrência de acidente grave ou fatal, que indique a necessidade de novo treinamento; ou x ESTABELECER AÇÃO

49 c) após retorno de afastamento ao trabalho por período superior a 180 (cento e oitenta) dias. x OK

50 1.7.1.2.3.1 A carga horária, o prazo para sua realização e o conteúdo programático do treinamento eventual deve atender à situação que o motivou. x OK

51 1.7.1.3 A capacitação pode incluir: x OK

52 a) estágio prático, prática profissional supervisionada ou orientação em serviço; x OK

53 b) exercícios simulados; ou x OK

54 c) habilitação para operação de veículos, embarcações, máquinas ou equipamentos. x OK

55 1.7.2 O tempo despendido em treinamentos previstos nas NR é considerado como de trabalho efetivo. x OK

56 1.7.3 O certificado deve ser disponibilizado ao trabalhador e uma cópia arquivada na organização. x OK
SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE CONFORMIDADE E ADEQUAÇÃO ÀS NORMAS DE SST MÊS ANO:

NR 01 - Disposições Gerais e Gerenciamento de Riscos - Itens 1.4, 1.6, 1.7 e 1.8 DATA DE ENVIO:

57 1.7.4 A capacitação deve ser consignada nos documentos funcionais do empregado. x ESTABELECER AÇÃO

Os treinamentos previstos em NR podem ser ministrados em conjunto com outros treinamentos da organização, observados os
58 1.7.5
conteúdos e a carga horária previstos na respectiva norma regulamentadora. x OK

59 1.7.6 É permitido o aproveitamento de conteúdos de treinamentos ministrados na mesma organização desde que: x OK

60 a) o conteúdo e a carga horária requeridos no novo treinamento estejam compreendidos no treinamento anterior; x OK
o conteúdo do treinamento anterior tenha sido ministrado no prazo inferior ao estabelecido em NR ou há menos de 2 (dois) anos, quando não
61 b)
estabelecida esta periodicidade; e x OK

62 c) seja validado pelo responsável técnico do treinamento. x OK

63 1.7.6.1 O aproveitamento de conteúdos deve ser registrado no certificado, mencionando o conteúdo e a data de realização do treinamento aproveitado. x OK

64 1.7.6.1.1 A validade do novo treinamento passa a considerar a data do treinamento mais antigo aproveitado. x OK

65 1.7.7 Os treinamentos realizados pelo trabalhador podem ser avaliados pela organização e convalidados ou complementados. x JUSTIFICAR

66 1.7.7.1 A convalidação ou complementação deve considerar: x JUSTIFICAR

67 a) as atividades desenvolvidas pelo trabalhador na organização anterior, quando for o caso; x JUSTIFICAR

68 b) as atividades que desempenhará na organização; x JUSTIFICAR

69 c) o conteúdo e carga horária cumpridos; x JUSTIFICAR

70 d) o conteúdo e carga horária exigidos; e x JUSTIFICAR


que o último treinamento tenha sido realizado em período inferior ao estabelecido na NR ou há menos de 2 (dois) anos, nos casos em que não
71 e) haja prazo estabelecido em NR. x JUSTIFICAR
O aproveitamento de treinamentos anteriores, total ou parcialmente, não exclui a responsabilidade da organização de emitir a
72 1.7.8 certificação da capacitação do trabalhador, devendo mencionar no certificado a data da realização dos treinamentos convalidados x JUSTIFICAR
ou complementados.

73 1.7.8.1 Para efeito de periodicidade de realização de novo treinamento, é considerada a data do treinamento mais antigo convalidado ou complementado. x JUSTIFICAR

Os treinamentos podem ser ministrados na modalidade de ensino a distância ou semipresencial, desde que atendidos os requisitos
74 1.7.9
operacionais, administrativos, tecnológicos e de estruturação pedagógica previstos no Anexo II desta NR. x JUSTIFICAR

O conteúdo prático do treinamento pode ser realizado na modalidade de ensino a distância ou semipresencial, desde que previsto em NR
75 1.7.9.1 específica. x JUSTIFICAR

76 1.8 Tratamento diferenciado ao Microempreendedor Individual - MEI, à Microempresa - ME e à Empresa de Pequeno Porte C NC NA AÇÃO
- EPP

77 1.8.1 O Microempreendedor Individual - MEI está dispensado de elaborar o PGR x JUSTIFICAR

A dispensa da obrigação de elaborar o PGR não alcança a organização contratante do MEI, que deverá incluí-lo nas suas ações de prevenção e no
78 1.8.1.1
seu PGR, quando este atuar em suas dependências ou local previamente convencionado em contrato. x JUSTIFICAR

Serão expedidas pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho – SEPRT fichas com orientações sobre as medidas de prevenção a
79 1.8.2
serem adotadas pelo MEI. x JUSTIFICAR

As microempresa e empresas de pequeno porte que não forem obrigadas a constituir SESMT e optarem pela utilização de
80 1.8.3 ferramenta(s) de avaliação de risco a serem disponibilizada(s) pela SEPRT, em alternativa às ferramentas e técnicas previstas no x JUSTIFICAR
subitem 1.5.4.4.2.1, poderão estruturar o PGR considerando o relatório produzido por esta(s) ferramenta(s) e o plano de ação.

As microempresas e empresas de pequeno porte, graus de risco 1 e 2, que no levantamento preliminar de perigos não identificarem
81 1.8.4 exposições ocupacionais a agentes físicos, químicos e biológicos, em conformidade com a NR9, e declararem as informações digitais x JUSTIFICAR
na forma do subitem 1.6.1, ficam dispensadas da elaboração do PGR.

82 1.8.4.1 As informações digitais de segurança e saúde no trabalho declaradas devem ser divulgadas junto aos trabalhadores. x JUSTIFICAR

A dispensa prevista nesta Norma é aplicável quanto à obrigação de elaboração do PGR e não afasta a obrigação de cumprimento por
83 1.8.5
parte do MEI, ME e EPP das demais disposições previstas em NR. x JUSTIFICAR

O MEI, a ME e a EPP, graus de risco 1 e 2, que declararem as informações digitais na forma do subitem 1.6.1 e não identificarem
84 1.8.6 exposições ocupacionais a agentes físicos, químicos, biológicos e riscos relacionados a fatores ergonômicos, ficam dispensados de x JUSTIFICAR
elaboração do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional - PCMSO.

85 1.8.6.1 A dispensa do PCMSO não desobriga a empresa da realização dos exames médicos e emissão do Atestado de Saúde Ocupacional - ASO. x JUSTIFICAR

Os graus de riscos 1 e 2 mencionados nos subitens 1.8.4 e 1.8.6 são os previstos na Norma Regulamentadores nº 04 - Serviços
86 1.8.7
Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT. x JUSTIFICAR

87 1.8.8 O empregador é o responsável pela prestação das informações previstas nos subitens 1.8.4 e 1.8.6. x JUSTIFICAR
CRONOGRAMA PARA ATENDIMENTO DA NORMA REGULAMEN

REQUISITO DESCRIÇÃO DO REQUISITO AÇÃO

elaborar ordens de serviço sobre segurança e saúde no trabalho, dando ciência


c) aos trabalhadores; Descrever a ação

determinar procedimentos que devem ser adotados em caso de acidente ou


e) doença relacionada ao trabalho, incluindo a análise de suas causas; Descrever a ação

1.4.2 Cabe ao trabalhador: Descrever a ação

d) usar o equipamento de proteção individual fornecido pelo empregador. Descrever a ação

1.4.4 Todo trabalhador, ao ser admitido ou quando mudar de função que implique Descrever a ação
em alteração de risco, deve receber informações sobre:

d) os procedimentos a serem adotados em situação de emergência; e Descrever a ação


1.7.1.2 A capacitação deve incluir: Descrever a ação

b) treinamento periódico; e Descrever a ação

O treinamento periódico deve ocorrer de acordo com periodicidade


1.7.1.2.2 estabelecida nas NR ou, quando não estabelecido, em prazo determinado pelo Descrever a ação
empregador.

na ocorrência de acidente grave ou fatal, que indique a necessidade de novo


b) treinamento; ou Descrever a ação

1.7.4 A capacitação deve ser consignada nos documentos funcionais do empregado. Descrever a ação

Descrever a ação
MA REGULAMENTADORA - NR 01

sex sáb dom seg ter qua qui


PRAZO
RESPONSÁVEL STATUS 1-jan 2-jan 3-jan 4-jan 5-jan 6-jan 7-jan
ÍNICIO TÉRMINO

Fulano 18/03/21 12/04/21 PROGRAMADA

EM
Ciclano 20/03/21 14/04/21 ANDAMENTO

Beltrano 22/03/21 16/04/21 CONCLUÍDA

Fulano 24/03/21 18/04/21 PENDENTE

Ciclano 26/03/21 20/04/21 PROGRAMADA

EM
Beltrano 28/03/21 22/04/21 ANDAMENTO
Fulano 30/03/21 24/04/21 CONCLUÍDA

Ciclano 01/04/21 26/04/21 PENDENTE

Beltrano 03/04/21 28/04/21 PROGRAMADA

EM
Fulano 05/04/21 30/04/21 ANDAMENTO

Ciclano 07/04/21 02/05/21 CONCLUÍDA

Beltrano 09/04/21 04/05/21 CANCELADA


sex sáb dom seg ter qua qui sex sáb dom seg ter qua qui

8-jan 9-jan 10-jan 11-jan 12-jan 13-jan 14-jan 15-jan 16-jan 17-jan 18-jan 19-jan 20-jan 21-jan
sex sáb dom seg ter qua qui sex sáb dom seg ter qua qui

22-jan 23-jan 24-jan 25-jan 26-jan 27-jan 28-jan 29-jan 30-jan 31-jan 1-fev 2-fev 3-fev 4-fev
sex sáb dom seg ter qua qui sex sáb dom seg ter qua qui

5-fev 6-fev 7-fev 8-fev 9-fev 10-fev 11-fev 12-fev 13-fev 14-fev 15-fev 16-fev 17-fev 18-fev
sex sáb dom seg ter qua qui sex sáb dom seg ter qua qui

19-fev 20-fev 21-fev 22-fev 23-fev 24-fev 25-fev 26-fev 27-fev 28-fev 1-mar 2-mar 3-mar 4-mar
sex sáb dom seg ter qua qui sex sáb dom seg ter qua qui

5-mar 6-mar 7-mar 8-mar 9-mar 10-mar 11-mar 12-mar 13-mar 14-mar 15-mar 16-mar 17-mar 18-mar

x
sex sáb dom seg ter qua qui sex sáb dom seg ter qua qui

19-mar 20-mar 21-mar 22-mar 23-mar 24-mar 25-mar 26-mar 27-mar 28-mar 29-mar 30-mar 31-mar 1-abr

x x x x x x x x x x x x x x

x x x x x x x x x x x x x

x x x x x x x x x x x

x x x x x x x x x

x x x x x x x

x x x x x
x x x

x
sex sáb dom seg ter qua qui sex sáb dom seg ter qua qui

2-abr 3-abr 4-abr 5-abr 6-abr 7-abr 8-abr 9-abr 10-abr 11-abr 12-abr 13-abr 14-abr 15-abr

x x x x x x x x x x x

x x x x x x x x x x x x x

x x x x x x x x x x x x x x

x x x x x x x x x x x x x x

x x x x x x x x x x x x x x

x x x x x x x x x x x x x x
x x x x x x x x x x x x x x

x x x x x x x x x x x x x x

x x x x x x x x x x x x x

x x x x x x x x x x x

x x x x x x x x x

x x x x x x x
sex sáb dom seg ter qua qui sex sáb dom seg ter qua qui

16-abr 17-abr 18-abr 19-abr 20-abr 21-abr 22-abr 23-abr 24-abr 25-abr 26-abr 27-abr 28-abr 29-abr

x x x

x x x x x

x x x x x x x
x x x x x x x x x

x x x x x x x x x x x

x x x x x x x x x x x x x

x x x x x x x x x x x x x x

x x x x x x x x x x x x x x

x x x x x x x x x x x x x x
sex sáb dom seg ter qua qui sex sáb dom seg ter qua qui

30-abr 1-mai 2-mai 3-mai 4-mai 5-mai 6-mai 7-mai 8-mai 9-mai 10-mai 11-mai 12-mai 13-mai
x

x x x

x x x x x
sex sáb dom seg ter qua qui sex sáb dom seg ter qua qui

14-mai 15-mai 16-mai 17-mai 18-mai 19-mai 20-mai 21-mai 22-mai 23-mai 24-mai 25-mai 26-mai 27-mai
sex sáb dom seg ter qua qui sex sáb dom seg ter qua qui

28-mai 29-mai 30-mai 31-mai 1-jun 2-jun 3-jun 4-jun 5-jun 6-jun 7-jun 8-jun 9-jun 10-jun
sex sáb dom seg ter qua qui sex sáb dom seg ter qua qui

11-jun 12-jun 13-jun 14-jun 15-jun 16-jun 17-jun 18-jun 19-jun 20-jun 21-jun 22-jun 23-jun 24-jun
sex sáb dom seg ter qua qui sex sáb dom seg ter qua qui

25-jun 26-jun 27-jun 28-jun 29-jun 30-jun 1-jul 2-jul 3-jul 4-jul 5-jul 6-jul 7-jul 8-jul
sex sáb dom seg ter qua qui sex sáb dom seg ter qua qui

9-jul 10-jul 11-jul 12-jul 13-jul 14-jul 15-jul 16-jul 17-jul 18-jul 19-jul 20-jul 21-jul 22-jul
sex sáb dom seg ter qua qui sex sáb dom seg ter qua qui

23-jul 24-jul 25-jul 26-jul 27-jul 28-jul 29-jul 30-jul 31-jul 1-ago 2-ago 3-ago 4-ago 5-ago
sex sáb dom seg ter qua qui sex sáb dom seg ter qua qui

6-ago 7-ago 8-ago 9-ago 10-ago 11-ago 12-ago 13-ago 14-ago 15-ago 16-ago 17-ago 18-ago 19-ago
sex sáb dom seg ter qua qui sex sáb dom seg ter qua qui

20-ago 21-ago 22-ago 23-ago 24-ago 25-ago 26-ago 27-ago 28-ago 29-ago 30-ago 31-ago 1-set 2-set
sex sáb dom seg ter qua qui sex sáb dom seg ter qua qui

3-set 4-set 5-set 6-set 7-set 8-set 9-set 10-set 11-set 12-set 13-set 14-set 15-set 16-set
sex sáb dom seg ter qua qui sex sáb dom seg ter qua qui

17-set 18-set 19-set 20-set 21-set 22-set 23-set 24-set 25-set 26-set 27-set 28-set 29-set 30-set
sex sáb dom seg ter qua qui sex sáb dom seg ter qua qui

1-out 2-out 3-out 4-out 5-out 6-out 7-out 8-out 9-out 10-out 11-out 12-out 13-out 14-out
sex sáb dom seg ter qua qui sex sáb dom seg ter qua qui

15-out 16-out 17-out 18-out 19-out 20-out 21-out 22-out 23-out 24-out 25-out 26-out 27-out 28-out
sex sáb dom seg ter qua qui sex sáb dom seg ter qua qui

29-out 30-out 31-out 1-nov 2-nov 3-nov 4-nov 5-nov 6-nov 7-nov 8-nov 9-nov 10-nov 11-nov
sex sáb dom seg ter qua qui sex sáb dom seg ter qua qui

12-nov 13-nov 14-nov 15-nov 16-nov 17-nov 18-nov 19-nov 20-nov 21-nov 22-nov 23-nov 24-nov 25-nov
sex sáb dom seg ter qua qui sex sáb dom seg ter qua qui

26-nov 27-nov 28-nov 29-nov 30-nov 1-dez 2-dez 3-dez 4-dez 5-dez 6-dez 7-dez 8-dez 9-dez
sex sáb dom seg ter qua qui sex sáb dom seg ter qua qui

10-dez 11-dez 12-dez 13-dez 14-dez 15-dez 16-dez 17-dez 18-dez 19-dez 20-dez 21-dez 22-dez 23-dez
sex sáb dom seg ter qua qui sex

24-dez 25-dez 26-dez 27-dez 28-dez 29-dez 30-dez 31-dez


PROGRAMADA
EM
ANDAME
NTO

CONCLUÍDA

PENDENTE

CANCELADA
JUSTIFICATIVA DE ITENS NÃO APLICÁVEIS

REQUISITO DESCRIÇÃO DO REQUISITO

cumprir e fazer cumprir as disposições legais e regulamentares sobre segurança


a) e saúde no trabalho;

As organizações devem prestar informações de segurança e saúde no trabalho


1.6.1 em formato digital, conforme modelo aprovado pela STRAB, ouvida a SIT.

Os modelos aprovados pela STRAB devem considerar os princípios de


1.6.1.1 simplificação e desburocratização.

Os documentos previstos nas NR podem ser emitidos e armazenados em meio


1.6.2 digital com certificado digital emitido no âmbito da Infraestrutura de Chaves
Públicas Brasileira (ICP-Brasil), normatizada por lei específica.

Os documentos físicos, assinados manualmente, inclusive os anteriores à


vigência desta NR, podem ser arquivados em meio digital, pelo período
1.6.3 correspondente exigido pela legislação própria, mediante processo de
digitalização conforme disposto em Lei.

O processo de digitalização deve ser realizado de forma a manter a integridade,


a autenticidade e, se necessário, a confidencialidade do documento digital, com
1.6.3.1 o emprego de certificado digital emitido no âmbito da Infraestrutura de Chaves
Públicas Brasileira (ICP-Brasil).

Os empregadores que optarem pela guarda de documentos prevista no caput


1.6.3.2 devem manter os originais conforme previsão em lei.

O empregador deve garantir a preservação de todos os documentos nato


digitais ou digitalizados por meio de procedimentos e tecnologias que
permitam verificar, a qualquer tempo, sua validade jurídica em todo território
1.6.4 nacional, garantindo permanentemente sua autenticidade, integridade,
disponibilidade, rastreabilidade, irretratabilidade, privacidade e
interoperabilidade.
O empregador deve garantir à Inspeção do Trabalho amplo e irrestrito acesso a
1.6.5 todos os documentos digitalizados ou nato digitais.

Para os documentos que devem estar à disposição dos trabalhadores ou dos


1.6.5.1 seus representantes, a organização deverá prover meios de acesso destes às
informações, de modo a atender os objetivos da norma específica.

Os treinamentos realizados pelo trabalhador podem ser avaliados pela


1.7.7 organização e convalidados ou complementados.

1.7.7.1 A convalidação ou complementação deve considerar:

as atividades desenvolvidas pelo trabalhador na organização anterior, quando


a) for o caso;

b) as atividades que desempenhará na organização;

c) o conteúdo e carga horária cumpridos;

d) o conteúdo e carga horária exigidos; e

que o último treinamento tenha sido realizado em período inferior ao


e) estabelecido na NR ou há menos de 2 (dois) anos, nos casos em que não haja
prazo estabelecido em NR.
O aproveitamento de treinamentos anteriores, total ou parcialmente, não
exclui a responsabilidade da organização de emitir a certificação da capacitação
1.7.8 do trabalhador, devendo mencionar no certificado a data da realização dos
treinamentos convalidados ou complementados.

Para efeito de periodicidade de realização de novo treinamento, é considerada


1.7.8.1 a data do treinamento mais antigo convalidado ou complementado.

Os treinamentos podem ser ministrados na modalidade de ensino a distância


ou semipresencial, desde que atendidos os requisitos operacionais,
1.7.9 administrativos, tecnológicos e de estruturação pedagógica previstos no Anexo
II desta NR.

O conteúdo prático do treinamento pode ser realizado na modalidade de ensino


1.7.9.1 a distância ou semipresencial, desde que previsto em NR específica.

1.8.1 O Microempreendedor Individual - MEI está dispensado de elaborar o PGR

A dispensa da obrigação de elaborar o PGR não alcança a organização


contratante do MEI, que deverá incluí-lo nas suas ações de prevenção e no seu
1.8.1.1 PGR, quando este atuar em suas dependências ou local previamente
convencionado em contrato.

Serão expedidas pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho – SEPRT


1.8.2 fichas com orientações sobre as medidas de prevenção a serem adotadas pelo
MEI.

As microempresa e empresas de pequeno porte que não forem obrigadas a


constituir SESMT e optarem pela utilização de ferramenta(s) de avaliação de
1.8.3 risco a serem disponibilizada(s) pela SEPRT, em alternativa às ferramentas e
técnicas previstas no subitem 1.5.4.4.2.1, poderão estruturar o PGR
considerando o relatório produzido por esta(s) ferramenta(s) e o plano de ação.

As microempresas e empresas de pequeno porte, graus de risco 1 e 2, que no


levantamento preliminar de perigos não identificarem exposições ocupacionais
1.8.4 a agentes físicos, químicos e biológicos, em conformidade com a NR9, e
declararem as informações digitais na forma do subitem 1.6.1, ficam
dispensadas da elaboração do PGR.
As informações digitais de segurança e saúde no trabalho declaradas devem ser
1.8.4.1 divulgadas junto aos trabalhadores.

A dispensa prevista nesta Norma é aplicável quanto à obrigação de elaboração


1.8.5 do PGR e não afasta a obrigação de cumprimento por parte do MEI, ME e EPP
das demais disposições previstas em NR.

O MEI, a ME e a EPP, graus de risco 1 e 2, que declararem as informações


digitais na forma do subitem 1.6.1 e não identificarem exposições ocupacionais
1.8.6 a agentes físicos, químicos, biológicos e riscos relacionados a fatores
ergonômicos, ficam dispensados de elaboração do Programa de Controle
Médico de Saúde Ocupacional - PCMSO.

A dispensa do PCMSO não desobriga a empresa da realização dos exames


1.8.6.1 médicos e emissão do Atestado de Saúde Ocupacional - ASO.

Os graus de riscos 1 e 2 mencionados nos subitens 1.8.4 e 1.8.6 são os previstos


1.8.7 na Norma Regulamentadores nº 04 - Serviços Especializados em Engenharia de
Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT.

O empregador é o responsável pela prestação das informações previstas nos


1.8.8 subitens 1.8.4 e 1.8.6.
NS NÃO APLICÁVEIS Total de Itens: 32

JUSTIFICATIVA
Estimativa de Multas

Tabela de Multas
Item Descrição

1.4 Direitos e deveres


1.4.1 Cabe ao empregador:
a) cumprir e fazer cumprir as disposições legais e regulamentares sobre segurança e saúde no trabalho;
informar aos trabalhadores: I. os riscos ocupacionais existentes nos locais de trabalho; II. as medidas de prevenção ad
b) reduzir tais riscos; III. os resultados dos exames médicos e de exames complementares de diagnóstico aos quais os pró
e IV. os resultados das avaliações ambientais realizadas nos locais de trabalho.
c) elaborar ordens de serviço sobre segurança e saúde no trabalho, dando ciência aos trabalhadores;

d) permitir que representantes dos trabalhadores acompanhem a fiscalização dos preceitos legais e regulamentares sobr

e) determinar procedimentos que devem ser adotados em caso de acidente ou doença relacionada ao trabalho, incluind

f) disponibilizar à Inspeção do Trabalho todas as informações relativas à segurança e saúde no trabalho; e


implementar medidas de prevenção, ouvidos os trabalhadores, de acordo com a seguinte ordem de prioridade: I. elim
g) minimização e controle dos fatores de risco, com a adoção de medidas de proteção coletiva; III. minimização e control
medidas administrativas ou de organização do trabalho; e IV. adoção de medidas de proteção individual.
1.4.2 Cabe ao trabalhador:
a) cumprir as disposições legais e regulamentares sobre segurança e saúde no trabalho, inclusive as ordens de serviço ex

b) submeter-se aos exames médicos previstos nas NR;

c) colaborar com a organização na aplicação das NR; e

d) usar o equipamento de proteção individual fornecido pelo empregador.

1.4.2.1 Constitui ato faltoso a recusa injustificada do empregado ao cumprimento do disposto nas alíneas do subitem anterio

O trabalhador poderá interromper suas atividades quando constatar uma situação de trabalho onde, a seu
1.4.3
iminente para a sua vida e saúde, informando imediatamente ao seu superior hierárquico.
1.4.3.1 Comprovada pelo empregador a situação de grave e iminente risco, não poderá ser exigida a volta dos trabalhadores à
as medidas corretivas.

1.4.4 Todo trabalhador, ao ser admitido ou quando mudar de função que implique em alteração de risco, deve re

a) os riscos ocupacionais que existam ou possam originar-se nos locais de trabalho;

b) os meios para prevenir e controlar tais riscos;

c) as medidas adotadas pela organização;

d) os procedimentos a serem adotados em situação de emergência; e

e) os procedimentos a serem adotados, em conformidade com os subitens 1.4.3 e 1.4.3.1.

1.4.4.1 As informações podem ser transmitidas:

a) durante os treinamentos; e

b) por meio de diálogos de segurança, documento físico ou eletrônico.


1.6 Da prestação de informação digital e digitalização de documentos

As organizações devem prestar informações de segurança e saúde no trabalho em formato digital, conform
1.6.1
ouvida a SIT.

1.6.1.1 Os modelos aprovados pela STRAB devem considerar os princípios de simplificação e desburocratização.

Os documentos previstos nas NR podem ser emitidos e armazenados em meio digital com certificado digita
1.6.2
de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil), normatizada por lei específica.

1.6.3 Os documentos físicos, assinados manualmente, inclusive os anteriores à vigência desta NR, podem ser arqu
correspondente exigido pela legislação própria, mediante processo de digitalização conforme disposto em L

1.6.3.1 O processo de digitalização deve ser realizado de forma a manter a integridade, a autenticidade e, se necessário, a con
com o emprego de certificado digital emitido no âmbito da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil).

1.6.3.2 Os empregadores que optarem pela guarda de documentos prevista no caput devem manter os originais conforme pr

O empregador deve garantir a preservação de todos os documentos nato digitais ou digitalizados por meio
1.6.4 permitam verificar, a qualquer tempo, sua validade jurídica em todo território nacional, garantindo perman
integridade, disponibilidade, rastreabilidade, irretratabilidade, privacidade e interoperabilidade.

1.6.5 O empregador deve garantir à Inspeção do Trabalho amplo e irrestrito acesso a todos os documentos digita

Para os documentos que devem estar à disposição dos trabalhadores ou dos seus representantes, a organização deve
1.6.5.1 informações, de modo a atender os objetivos da norma específica.

1.7 Capacitação e treinamento em Segurança e Saúde no Trabalho

1.7.1 O empregador deve promover capacitação e treinamento dos trabalhadores, em conformidade com o dispo

Ao término dos treinamentos inicial, periódico ou eventual, previstos nas NR, deve ser emitido certificado contendo o
1.7.1.1 conteúdo programático, carga horária, data, local de realização do treinamento, nome e qualificação dos instrutores e
treinamento.

1.7.1.2 A capacitação deve incluir:

a) treinamento inicial;

b) treinamento periódico; e

c) treinamento eventual.

1.7.1.2.1 O treinamento inicial deve ocorrer antes de o trabalhador iniciar suas funções ou de acordo com o prazo especificado

1.7.1.2.2 O treinamento periódico deve ocorrer de acordo com periodicidade estabelecida nas NR ou, quando não estabelecido
empregador.
1.7.1.2.3 O treinamento eventual deve ocorrer:

a) quando houver mudança nos procedimentos, condições ou operações de trabalho, que impliquem em alteração dos r

b) na ocorrência de acidente grave ou fatal, que indique a necessidade de novo treinamento; ou

c) após retorno de afastamento ao trabalho por período superior a 180 (cento e oitenta) dias.
1.7.1.2.3 A carga horária, o prazo para sua realização e o conteúdo programático do treinamento eventual deve atender à situa
.1
1.7.1.3 A capacitação pode incluir:
a) estágio prático, prática profissional supervisionada ou orientação em serviço;

b) exercícios simulados; ou

c) habilitação para operação de veículos, embarcações, máquinas ou equipamentos.

1.7.2 O tempo despendido em treinamentos previstos nas NR é considerado como de trabalho efetivo.
1.7.3 O certificado deve ser disponibilizado ao trabalhador e uma cópia arquivada na organização.
1.7.4 A capacitação deve ser consignada nos documentos funcionais do empregado.

Os treinamentos previstos em NR podem ser ministrados em conjunto com outros treinamentos da organiz
1.7.5
carga horária previstos na respectiva norma regulamentadora.

1.7.6 É permitido o aproveitamento de conteúdos de treinamentos ministrados na mesma organização desde que
a) o conteúdo e a carga horária requeridos no novo treinamento estejam compreendidos no treinamento anterior;

b) o conteúdo do treinamento anterior tenha sido ministrado no prazo inferior ao estabelecido em NR ou há menos de 2
esta periodicidade; e
c) seja validado pelo responsável técnico do treinamento.

1.7.6.1 O aproveitamento de conteúdos deve ser registrado no certificado, mencionando o conteúdo e a data de realização d

1.7.6.1.1 A validade do novo treinamento passa a considerar a data do treinamento mais antigo aproveitado.

1.7.7 Os treinamentos realizados pelo trabalhador podem ser avaliados pela organização e convalidados ou comp
1.7.7.1 A convalidação ou complementação deve considerar:

a) as atividades desenvolvidas pelo trabalhador na organização anterior, quando for o caso;

b) as atividades que desempenhará na organização;

c) o conteúdo e carga horária cumpridos;

d) o conteúdo e carga horária exigidos; e

que o último treinamento tenha sido realizado em período inferior ao estabelecido na NR ou há menos de 2 (dois) ano
e) estabelecido em NR.

O aproveitamento de treinamentos anteriores, total ou parcialmente, não exclui a responsabilidade da orga


1.7.8 capacitação do trabalhador, devendo mencionar no certificado a data da realização dos treinamentos conva

1.7.8.1 Para efeito de periodicidade de realização de novo treinamento, é considerada a data do treinamento mais antigo con

Os treinamentos podem ser ministrados na modalidade de ensino a distância ou semipresencial, desde que
1.7.9
operacionais, administrativos, tecnológicos e de estruturação pedagógica previstos no Anexo II desta NR.

1.7.9.1 O conteúdo prático do treinamento pode ser realizado na modalidade de ensino a distância ou semipresencial, desde

1.8 Tratamento diferenciado ao Microempreendedor Individual - MEI, à Microempresa - ME e à Emp

1.8.1 O Microempreendedor Individual - MEI está dispensado de elaborar o PGR

1.8.1.1 A dispensa da obrigação de elaborar o PGR não alcança a organização contratante do MEI, que deverá incluí-lo nas sua
quando este atuar em suas dependências ou local previamente convencionado em contrato.
Serão expedidas pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho – SEPRT fichas com orientações sobre as
1.8.2
adotadas pelo MEI.

As microempresa e empresas de pequeno porte que não forem obrigadas a constituir SESMT e optarem pel
1.8.3 avaliação de risco a serem disponibilizada(s) pela SEPRT, em alternativa às ferramentas e técnicas previstas
estruturar o PGR considerando o relatório produzido por esta(s) ferramenta(s) e o plano de ação.

As microempresas e empresas de pequeno porte, graus de risco 1 e 2, que no levantamento preliminar de p


1.8.4 ocupacionais a agentes físicos, químicos e biológicos, em conformidade com a NR9, e declararem as inform
1.6.1, ficam dispensadas da elaboração do PGR.

1.8.4.1 As informações digitais de segurança e saúde no trabalho declaradas devem ser divulgadas junto aos trabalhadores.

A dispensa prevista nesta Norma é aplicável quanto à obrigação de elaboração do PGR e não afasta a obriga
1.8.5
MEI, ME e EPP das demais disposições previstas em NR.

O MEI, a ME e a EPP, graus de risco 1 e 2, que declararem as informações digitais na forma do subitem 1.6.1
1.8.6 ocupacionais a agentes físicos, químicos, biológicos e riscos relacionados a fatores ergonômicos, ficam dispe
de Controle Médico de Saúde Ocupacional - PCMSO.

1.8.6.1 A dispensa do PCMSO não desobriga a empresa da realização dos exames médicos e emissão do Atestado de Saúde O

1.8.7 Os graus de riscos 1 e 2 mencionados nos subitens 1.8.4 e 1.8.6 são os previstos na Norma Regulamentador
Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT.

1.8.8 O empregador é o responsável pela prestação das informações previstas nos subitens 1.8.4 e 1.8.6.
*APENAS ALTERAR GRAU DE INFRAÇÃO E IMPUTS

Grau de Valor Multa


Infração Estimada

4
alho; 4
das de prevenção adotadas pela empresa para eliminar ou
óstico aos quais os próprios trabalhadores forem submetidos; 4

s; 3 R$ 4,385.16
regulamentares sobre segurança e saúde no trabalho; 3
ao trabalho, incluindo a análise de suas causas; 3 R$ 4,385.16
M
alho; e 3 R$35,000.00
de prioridade: I. eliminação dos fatores de risco; II.
minimização e controle dos fatores de risco, com a adoção de 4 R$30,000.00
dividual.
4 R$ 5,841.91 R$25,000.00

ordens de serviço expedidas pelo empregador; 4


R$20,000.00
4
R$15,000.00
4
R$10,000.00
4 R$ 5,841.91
s do subitem anterior. 4 R$5,000.00

abalho onde, a seu ver, envolva um risco grave e R$-


4 Direitos e deveres D
o.
in
ta dos trabalhadores à atividade enquanto não sejam tomadas d
4 d

ão de risco, deve receber informações sobre: 2 R$ 2,924.15

2
2
2
2 R$ 2,924.15
2
4
4
4
ato digital, conforme modelo aprovado pela STRAB,
3

tização. 4

m certificado digital emitido no âmbito da Infraestrutura


4

NR, podem ser arquivados em meio digital, pelo período 3


orme disposto em Lei.

e, se necessário, a confidencialidade do documento digital,


sileira (ICP-Brasil). 4

originais conforme previsão em lei. 4

talizados por meio de procedimentos e tecnologias que


garantindo permanentemente sua autenticidade, 2
bilidade.

documentos digitalizados ou nato digitais. 3

s, a organização deverá prover meios de acesso destes às


4

midade com o disposto nas NR. 4

ertificado contendo o nome e assinatura do trabalhador,


ação dos instrutores e assinatura do responsável técnico do 3

4 R$ 5,841.91

4
4 R$ 5,841.91
4
o prazo especificado em NR. 4
ndo não estabelecido, em prazo determinado pelo
4 R$ 5,841.91
4
m em alteração dos riscos ocupacionais; 4
4 R$ 5,841.91
4
deve atender à situação que o motivou. 4
4
4
4
4
o efetivo. 4
ção. 4
4 R$ 5,841.91

amentos da organização, observados os conteúdos e a


4

ganização desde que: 4


mento anterior; 4
NR ou há menos de 2 (dois) anos, quando não estabelecida
4

4
a data de realização do treinamento aproveitado. 4
do. 4
nvalidados ou complementados. 4
4
4
4
4
4
menos de 2 (dois) anos, nos casos em que não haja prazo
4

nsabilidade da organização de emitir a certificação da


treinamentos convalidados ou complementados. 4

mento mais antigo convalidado ou complementado. 4

esencial, desde que atendidos os requisitos


4
nexo II desta NR.

emipresencial, desde que previsto em NR específica. 4

resa - ME e à Empresa de Pequeno Porte - EPP

everá incluí-lo nas suas ações de prevenção e no seu PGR,


4
orientações sobre as medidas de prevenção a serem
4

ESMT e optarem pela utilização de ferramenta(s) de


e técnicas previstas no subitem 1.5.4.4.2.1, poderão 4
de ação.

ento preliminar de perigos não identificarem exposições


clararem as informações digitais na forma do subitem 4

aos trabalhadores. 4

não afasta a obrigação de cumprimento por parte do


4

ma do subitem 1.6.1 e não identificarem exposições


ômicos, ficam dispensados de elaboração do Programa 4

Atestado de Saúde Ocupacional - ASO. 4

ma Regulamentadores nº 04 - Serviços Especializados em 4

8.4 e 1.8.6. 4
Imputs:
Valor da UFIR: R$ 1.0641
Qdade de Integrantes: 500
Intervalo: Máximo

Valor Estimado com Multas: R$ 55,511.97

Multas por requisito


00

00

00

00

00

00

00

$-
Direitos e deveres Da prestação de Capacitação e Tratamento
informação digital e treinamento em diferenciado ao MEI,
digitalização de Segurança e Saúde no ME e EPP
documentos Trabalho
Direitos e deveres R$ 26,302.42

Da prestação de info R$ -

Capacitação e trein R$ 29,209.55

Tratamento diferenc R$ -
Máximo

empregados i1 i2 i3 i4
0 10 729 1393 2091 2792
11 25 830 1664 2495 3334
26 50 936 1935 2898 3876
51 100 1104 2200 3302 4418
101 250 1241 2471 3717 4948
251 500 1374 2748 4121 5490
501 1000 1507 3020 4525 6033
1001 999999 1646 3284 4929 6304

mínimo

empregados i1 i2 i3 i4
0 10 630 1129 1691 2252
11 25 730 1394 2092 2793
26 50 831 1665 2496 3335
51 100 964 1936 2899 3877
101 250 1105 2201 3303 4419
251 500 1242 2472 3719 4949
501 1000 1375 2749 4122 5491
1001 999999 1508 3021 4526 6034

máximo

empregados i1 i2 i3 i4
0 10 729 1393 2091 2792
11 25 830 1664 2495 3334
26 50 936 1935 2898 3876
51 100 1104 2200 3302 4418
101 250 1241 2471 3717 4948
251 500 1374 2748 4121 5490
501 1000 1507 3020 4525 6033
1001 999999 1646 3284 4929 6304

médio

empregados i1 i2 i3 i4
0 10 679.5 1261 1891 2522
11 25 780 1529 2293.5 3063.5
26 50 883.5 1800 2697 3605.5
51 100 1034 2068 3100.5 4147.5
101 250 1173 2336 3510 4683.5
251 500 1308 2610 3920 5219.5
501 1000 1441 2884.5 4323.5 5762
1001 999999 1577 3152.5 4727.5 6169
1 3
2 4
3 5
4 6

Você também pode gostar