Você está na página 1de 47

CICLO TRIGONOMÉTRICO

P r o f e s s o r a Te l m a C a s t r o S i l v a
Medidas de Arcos

As unidades mais usadas são o grau (°) e


o radiano (rad).
Grau: é quando dividimos uma
circunferência em 360 partes
congruentes, sendo cada uma dessas
partes correspondentes a um arco de
um grau (1o).
Radiano: um arco de um radiano
( 1rad ) é um arco cujo comprimento é
igual ao do raio da circunferência que o
contém. Comprimento do
arco igual à
r medida do raio
1
rad •
r ≅ 0,28
• rad

6,28 rad
ou
2π rad

Relembrando: o comprimento da
circunferência mede 2πr onde r é o raio.
Transformação de graus para
radianos
360° 2π
rad
180° π rad

90° π/2
rad
Exemplo: Quantos radianos
correspondem a 540°?

540° x rad
Circunferência Trigonométrica

Consideremos uma circunferência de raio


unitário (r = 1), cujo centro coincide com a
origem de um sistema cartesiano ortogonal.

1

–1• •1
•0


–1
1


–1 1
• • •

0 A
⊖ O ponto A (1 , 0) é
a origem de todos
• os arcos a serem
–1
medidos na
circunferência.
•Se um arco for medido no sentido horário,
então a essa medida será atribuído o sinal
negativo (-).

•Se um arco for medido no sentido anti-


horário, então a essa medida será atribuído o
1

–1 2° Q 1° Q 1
• • •

0 A
3° Q 4° Q


–1
Os eixos coordenados dividem o plano
cartesiano em quatro regiões chamadas
quadrantes; esses quadrantes são contados
no sentido anti-horário, a partir do ponto A.

Como a circunferência tem 360° ou 2π rad,


cada um desses arcos medem 90° ou π/2 rad.
Se temos um arco de origem A e extremidade B,
ele pode assumir infinitos valores, dependendo
do número de voltas no sentido anti-horário (+),
ou no sentido horário (–).
Sentido POSITIVO Sentido
ou anti-horário NEGATIVO ou
B horário
π/2 rad –π/2
• •
rad
A
π rad –π
• •0 0 rad
• • •0 • –2π
2π rad 0 rad
rad A

• •
3π/2 –π/2
rad rad B
π/2 rad =

90°
5π/2 rad =
450°

π rad
3π rad =
= • 0 rad = 0°
• •
180°
540° 0 2π rad =
4π rad =
360°
720°

7π/2 •rad =
rad =
3π/2630°
270°
Infinitos valores
Seno e Cosseno na Circunferência
Trigonométrica
Dado um arco trigonométrico AM de medida α,
chama-se de cosseno de α a abscissa do
ponto M e seno de α a ordenada do ponto M.

• M

sen
α α A
• •cos •
α


sen• M

sen
α α A
• • • cos
cos
α

Sendo M o ponto de coordenadas (cos α, sen


α), consideraremos o eixo horizontal como
Eixo dos Cossenos e o eixo vertical como
Eixo dos Senos.
90° ou π/2 sen
rad (0,1)

r=1 0° ou 0
rad
(–1 , ( 1 , 0 )cos
0 )• • •

180° ou π 360° ou 2π
rad rad


( 0 , –1
) 270° ou 3π/2
rad
Ponto Arco Cosseno Seno
0 0
(1,0) π/2 1 1
(0,1) π 0 0
(–1 , 0 ) 3π/2 –1 –1
( 0 , –1 ) 2π 0 0
1
(1,0)
Complete:

1 1 0

0 0 0
Exercício
Converta de graus para
radianos:
a) 30° = _____

180° π rad
30° x rad

b) 45° = _____ c) 60° = _____


sen

•30° ou
π/6

cos

sen

• 45° ou
π/4

cos

sen

• 60° ou
π/3

cos

sen

•30° ou
π/6

cos

210° ou •
7π/6
sen

150° ou • •30° ou
5π/6 π/6

cos

210° ou •
7π/6
sen

150° ou • •30° ou
5π/6 π/6

cos

210° ou • •330° ou
7π/6 11π/6
0 π/2 π 3π/2 2π
sen
cos

1º 2º 3º 4º
Q
π/6 π –Qπ/6 π +Qπ/6 2π –Qπ/6
= 5π/6 = 7π/6 = 11π/6

sen
cos
Agora vamos fazer o mesmo
para todos os arcos associados a
π/4 e π /6

1º 2º 3º 4º
Q
π/4 π –Qπ/4 π +Qπ/4 2π Q
– π/4
= 3π/4 = 5π/4 = 7π/4
sen

cos
sen

180° – 45° =
135°ou
π – π/4 = (3π •
/ • 45° ou (π/4)
4) rad rad

180° ou π 0° ou 0 cos
rad • rad ou
360°
2π rad

• 360° – 45° =

180° + 45° =
225°ou 315°ou
π + π/4 = (5π / 2π – π/4 = (7π /
4) rad 4) rad
sen

• •

cos



sen

(3π /4) rad (π/4) rad


• •

cos



(5π /4) rad (7π /4) rad
1º 2º 3º 4º
Q
π/4 π –Qπ/4 π +Qπ/4 2π Q
– π/4
= 3π/4 = 5π/4 = 7π/4
sen

cos

1º 2º 3º 4º
Q
π/3 π –Qπ/3 π +Qπ/3 2π Q
– π/3
= 2π/3 = 4π/3 = 5π/3
sen

cos
sen
180° – 60° =
120°ou
π – π/3 = (2π / • • 60° ou (π/3)
rad
3) rad

180° ou π 0° ou 0 cos
rad • rad ou
360°
2π rad



180° + 60° = 360° – 60° =
240°ou 300°ou
π + π/3 = (4π / 2π – π/3 = (5π /
3) rad 3) rad
sen

• •

cos



sen

120° 60
• •°

cos



240° 300°
1º 2º 3º 4º
Q
π/3 π –Qπ/3 π +Qπ/3 2π Q
– π/3
= 2π/3 = 4π/3 = 5π/3
sen

cos
Tangente na Circunferência
Trigonométrica
Seja t a reta perpendicular ao eixo das
abscissas pelo ponto A. t
• T
B M

A’• α A
0• •


B’

O prolongamento do raio 0M intercepta a reta t


no ponto T.
t
•T
B
• M tg α

A’
α A
• •
0•

B’

Chamaremos a reta t de eixo das tangentes,
assim:
Dado um arco trigonométrico AM, M ≠ B e M ≠
B’, de medida α, chama-se tangente de α (tg
α) a ordenada do ponto T obtido pela
intersecção do prolongamento do raio 0M com
t
•T
B
• M tg α

A’
α A
• •
0•

B’

OBS: O ponto M não pode coincidir com B, nem
com B’, pois os prolongamentos dos raios 0B e
0B’, não interceptam o eixo das tangentes.
Por isso dizemos que não existe tangente de um
arco com extremidade em B ou B’.
Tabela das principais razões
trigonométricas

30º ou 45º ou 60º ou


(π/6) rad (π/4) rad (π/3) rad
1 2 3
sen
2 2 2
3 2 1
cos
2 2 2
3 1
tg 3
3
sen tg

T

30° ou π/6 cos



sen tg


1

45° ou π/4 cos



tg T
sen

60° ou π/3 cos



Variação do sinal da tangente

Sabemos que no triângulo retângulo ABC,


temos:
b c b C
sen α = cos α = tg α =
a a c
Vamos calcular o seguinte a
quociente: b
b
senα a b a b
= = × = = tg α α
cos α c a c c
a A c B
sen

⊕ ⊕ ⊖ ⊕
cos
⊖ ⊖ ⊖ ⊕

tg
Lembre-se que
⊕/⊕ = ⊕, ⊖/⊖ =
⊕, ⊕/⊖ = ⊖/⊕ = ⊖ ⊖ ⊕
⊕ ⊖
1º 2º 3º 4º
Q
π/6 π –Qπ/6 π +Qπ/6 2π –Qπ/6
= 5π/6 = 7π/6 = 11π/6

sen
cos
tg
1º 2º 3º 4º
Q
π/4 π –Qπ/4 π +Qπ/4 2π Q
– π/4
= 3π/4 = 5π/4 = 7π/4
sen

cos

tg 1 –1 1 –1
1º 2º 3º 4º
Q
π/3 π –Qπ/3 π +Qπ/3 2π Q
– π/3
= 2π/3 = 4π/3 = 5π/3
sen

cos

tg
Agora, muita atenção!

0 π/2 π 3π/2 2π
sen
cos

tg 0 ∞ 0 ∞ 0

A divisão por zero não é definida em


Matemática, mas podemos considerar aqui
que os prolongamentos dos raios nos arcos
π/2 e 3π/2 resultariam em paralelas ao eixo
das tangentes e, como sabemos, define-se
que retas paralelas se “encontram” no infinito.
Exemplos: sen tg

T

30° ou cos
• π/6
330° ou
11π/6


T’
sen tg


1

45° ou cos
• π/4
135° ou
5π/4


tg T
sen

• •

120° ou 60° ou
2π/3 • π/3 cos
ISERJ – 2011

Clique para editar os estilos do texto mestre


Segundo nível
● Terceiro nível

● Quarto nível

● Quinto nível

Fonte: Trabalho da Professora Gertrudes , PUC-RS