Você está na página 1de 4

UFCD 8917

1. COMORBIDADE é a situação onde mais de uma doença ou transtorno ocorre


num mesmo indivíduo.
2. São sintomas da fase depressiva:
 Humor triste, irritável ou choroso
 Falta de interesse ou prazer nas atividades
 Mudanças extremas no apetite ou no peso corporal
3. São sintomas da fase Maniaca
 Excessivamente enérgico,
 Auto-estima muito alta, sentindo-se o todo-poderoso
 Redução da necessidade de dormir sem se sentir cansado
4. - A depressão é, muitas vezes, uma doença silenciosa, onde o apoio
profissional, familiar e social são fundamentais para uma boa recuperação.
5. Episódio depressivo grave é quando vários dos sintomas são acentuados e
angustiantes. Presença de ideação suicida ou mesmo, tentativa de suicídio.
6. A anorexia nervosa é uma condição muito grave, principalmente se não for
tratada a tempo, podendo levar à morte.
7. A Bulimia nervosa é um transtorno alimentar caracterizado por períodos de
compulsão alimentar seguidos por comportamentos não saudáveis
8. A esquizofrenia é uma doença psicótica. Este estado mental indica uma perda
de contato com o real.
9. A participação da família é essencial para a recuperação do doente mental
10. A capacidade de ficar ansioso é necessária para a sobrevida, mas os níveis
graves de ansiedade são incompatíveis com a vida.
11. A ansiedade leve associada à tensão da VD - torna a pessoa alerta,
aumentando seu campo de perceção.
12. O Id é o componente nato dos indivíduos, ou seja, as pessoas nascem com ele.
13. O Superego desenvolve-se a partir do Ego e consiste na representação dos
ideais valores morais e culturais do indivíduo.
14. A Fobia Social é um transtorno de ansiedade relacionado com a dificuldade em
manter relações interpessoais.
15. A agorafobia é o medo e a ansiedade de ficar em situações ou locais sem uma
maneira de escapar facilmente ou em que a ajuda pode não estar disponível no
caso de a ansiedade intensa se desenvolver.
16. No TOC devemos:
 começar a limitar gradualmente o tempo dos rituais a medida que se envolve
noutras atividades
 dar tempo suficiente para que a pessoa execute os seus rituais no início do
tratamento
 dar reforço positivo aos comportamentos não ritualísticos
17. Num fenomeno de somatização existem sintomas físicos em que falta uma
base orgânica.
18. Todos somatizamos em algum momento da vida
19. Na hipocondria o utente acredita que sofre, ou pode vir a ter uma doença física
grave.
20. A escuta ativa é um importante instrumento na abordagem do doente com
patologia mental
21. Utentes somatizadores precisam de um clínico de referência, com quem possam
estabelecer um vínculo permanente.
22. A personalidade é o conjunto integrado de traços psíquicos, consistindo no total
das caraterísticas individuais e na sua relação com o meio; inclui todos os
fatores físicos, biológicos, psíquicos e socioculturais da sua formação,
conjugando tendências inatas e experiências adquiridas no curso da sua
existência.
23. As variações da personalidade podem desencadear doenças psiquiátricas,
24. Na doença de Alzheimer a reabilitação tem como principal objetivo, capacitar os
doentes e as suas famílias a lidarem com as consequências que a doença traz.
25. A reabilitação da memoria na doença de Alzheimer tem como objetivo melhorar
a performance do doente através de técnicas especificas ou estratégias, e não
modificar a habilidade que o doente possui de memorização.
26. A Doença de Parkinson é um distúrbio neurológico degenerativo crônico, que
afeta o sistema nervoso central, principalmente o sistema motor.
UFCD 8906

1. O envelhecimento é A soma de todas as alterações biológicas, psicológicas, físicas e


sociais depois de alcançar a idade adulta e ultrapassar a idade de desempenho
máximo, leva a uma redução gradual das capacidades de adaptação e desempenho
psicofísico do indivíduo.”
2. Independencia é É poder realizar o nosso autocuidado e gerir o nosso dia-a- dia
sem ajuda.
3. Durante o processo de envelhecimento Diminui o peso e o volume das células e
consequentemente dos tecidos e dos órgãos;
4. Durante o processo de envelhecimento há uma diminuição da visão, aparecimento
de cataratas, aumento da sensibilidade à luz, secura dos olhos, edema,
lacrimejamento;
5. O envelhecimento é um processo complexo de evolução biológica dos organismos
vivos, que se caracteriza por ser contínuo, irreversível e universal.
6. As doenças e incapacidades estão ambas relacionadas com a ação conjunta da
genética, do comportamento individual e do acesso a recursos científicos,
tecnológicos e sociais, que interrelacionando-se podem acelerar o envelhecimento
e conduzir a estados finais de forte desorganização e indiferenciação, nas idades
mais avançadas.
7. A psicologia do envelhecimento foca-se nas mudanças nos desempenhos
cognitivos, afetivos e sociais, e tem como objetivo estudar os padrões de mudança
comportamental associados ao avanço da idade, distinguindo aqueles que são
típicos da velhice daqueles que são compartilhados por outras idades.
8. A dinâmica dependência-autonomia altera-se ao longo do desenvolvimento, sob a
influência de variáveis maturacionais, do envelhecimento, de doenças e
incapacidades, das condições do ambiente social, de valores e expectativas
individuais e culturais e ainda de variáveis microssociais.
9. O ciclo da vida inicia-se na conceção e termina com a morte!
10. Integrados são Indivíduos que apresentam um bom funcionamento psicológico
geral, com vivências intensas, interesses variados e com as competências cognitivas
intactas, sendo capazes de retirar um elevado nível de satisfação dos papéis que
desempenham;
11. Quanto mais desenvolvidos os mecanismos de ajustamento psicológico, maior a
possibilidade de adaptação sem grande declínio na qualidade de vida!
12. A OMS (Organização Mundial de Saúde), define Envelhecimento Ativo, como sendo
o processo de otimizar as oportunidades para a saúde, participação social e
segurança, de modo a aumentar a qualidade de vida à medida que as pessoas
envelhecem.
13. Na velhice avançada os idosos precisam se preparar para lidar com doenças que
podem gerar incapacidade, declínio das capacidades físicas e motoras, além de
perdas degenerativas da memória.
14. As habilidades motoras, principalmente relacionados a força e a agilidade, declinam
com o tempo, limitando assim o desempenho motor dos idosos.
15. A velhice traz consigo imensos desafios e preocupações, o idoso precisa aprender a
lidar com as perdas: do trabalho, de pessoas queridas que faleceram e mais tarde
com a chegada inevitável da morte.
16. “ Envelhecer bem” significa, numa frase, “dar mais vida aos anos” !
17. Não existem fases do ciclo de vida que possam ser consideradas prioritárias em
termos de necessidade de cuidados
18. Todos os técnicos se devem apresentar dizendo o seu nome, chamar o doente pelo
seu nome, e indicar a hora do dia e explicar o motivo da comunicação

Você também pode gostar