Você está na página 1de 15

ROGRAMA DE AÇÃO 2021

O Programa de Ação tem o objetivo de sistematizar as ações pedagógicas de cada profissional da escola. Este documento
deve ser articulado ao Plano de Ação da Escola (Método de Melhoria de Resultado - MMR) e aos Guias de Aprendizagem (no caso
da atuação como professor e PCA). Os princípios e premissas do programa precisam estar presentes nas ações pedagógica que a
escola desenvolve, para isso o programa de ação tem como base o mapa de competências, que é um importante recurso para
mensurar as práticas pedagógicas elaboradas pelos educadores.

E.E. CARLOS GOMES


NOME: ELAINE REGINA MARQUES DE SOUZA
DIRETOR: JULIANO JOSÉ SIMÃO
FUNÇÃO: PROFESSOR PEB II
VICE-DIRETOR: DANIELLE S. VIEIRA/ ROSANA MENEZES
PCA DA RESPECTIVA ÁREA: JAIRTON
PCG: GERUSA DE SOUZA /ROBERIA DE OLIVEIRA VIEIRA

ÚLTIMA REVISÃO: 18/08


VIGÊNCIA: ANUAL

1- PRINCIPAIS ATRIBUIÇÕES DA FUNÇÃO :Professora de Matemática, e Orientação de Estudos nos 9º anos, professora de
Eletivas: Salve-me se Puder.
-Elaborar o programa de ação com os objetivos, metas e resultados de aprendizagem a serem atingidos – de acordo com
os prazos estabelecidos com melhoria de resultados.
- Organizar, planejar e executar tarefa institucional de forma colaborativa e cooperativa – cumprir 100% das
tarefas institucionais.
-Planejar, desenvolver e atuar na parte diversificada do currículo e nas atividades complementares – planejar a Disciplina
Eletiva de acordo com o projeto de vida dos educandos; atuar de forma com que os educandos busquem as soluções
das problemáticas levantadas, assim, promovendo o Protagonismo Juvenil.
- Incentivar e apoiar as atividades do protagonismo juvenil e clube juvenil, na forma da lei;
- Realizar, obrigatoriamente, a totalidade das atividades de trabalho pedagógico coletivo e individual no recinto da
respectiva escola.
- Atuar em atividades de tutoria aos alunos.
- Participar das orientações técnico-pedagógicas relativas à atuação na Escola e de cursos de formação continuada.
-Auxiliar, a critério do Diretor e conforme as diretrizes dos órgãos centrais, nas atividades de orientação
técnico- pedagógicas desenvolvidas nas escolas;
- Elaborar Plano Bimestral e Guias de Aprendizagem sob a orientação do Professor Coordenador de Área;
-Produzir material didático-pedagógico na área de atuação e na conformidade do modelo pedagógico própria da Escola;
- Substituir, sempre que se faça necessário, os professores de sua área de conhecimento em suas ausências
e impedimentos legais de curta duração.

2 - COMPETÊNCIAS NECESSÁRIAS PARA DESEMPENHAR AS ATRIBUIÇÕES:

Descrever os macro e microindicadores


PREMISSAS COMPETÊNCIAS correspondentes às competências a serem
desenvolvidas por função, de acordo com suas
necessidades, consultando o MAPA DE
COMPETÊNCIA.
• RESPEITO À INDIVIDUALIDADE:
PROTAGONISMO 1. PROTAGONISMO: MICROINDICADORES
-Busca conhecer os alunos em sua individualidade
Promove o protagonismo juvenil, (Projeto de Vida, interesses, dificuldades e
potencialidades).
ajudando a formar pessoas autônomas,
-Promove um ambiente de respeito às diferenças
solidárias e competentes e sendo individuais dos alunos e dos profissionais da escola (por
exemplo: diferenças de personalidade, gênero, orientação
protagonista em sua própria atuação.
sexual, racial, socioeconômicas, religiosa).

• PROMOÇÃO DO PROTAGONISMO JUVENIL:


MICRO INDICADORES
-Promove práticas que potencializem a realização dos
Projetos de Vida dos alunos.
-Propicia o espaço para que o aluno seja o sujeito
principal da ação (por exemplo: propostas de atividades
da disciplina, gestão de sua aprendizagem,
acompanhamento dos Guias de Aprendizagem, etc).
-Mostra-se aberto a ouvir e apoia os alunos em seu
processo de formação pessoal, acadêmica e profissional
(por exemplo: dúvidas da disciplina, aspectos pessoais,
Projeto de Vida).

• PROTAGONISMO SÊNIOR:
MICRO INDICADORES
-Reflete sobre o seu propósito de atuação, relacionando-
o ao seu papel como vice-diretor.
O Atua como modelo a ser seguido pelos alunos e
profissionais da escola.
• DOMÍNIO DO CONHECIMENTO:
2.DOMÍNIO DO CONHECIMENTO E
FORMAÇÃO CONTINUADA MICROINDICADORES:
CONTEXTUALIZAÇÃO:
-Demonstra domínio do currículo em sua disciplina.
-Conhece os princípios do Currículo do Estado de São
Possui domínio de sua área de
Paulo e sua relação com o modelo do Programa Ensino
conhecimento, sendo capaz de Integral.
comunicá-la e contextualizá-la, -Domina o uso dos instrumentos de apoio ao ensino e
gestão de suas atividades (computadores, lousa
digital/projetor interativo, netbooks, planilhas, documentos
relacionando-a com a realidade do aluno, digitais, etc)
a prática, as disciplinas da Base Nacional • DIDÁTICA:
Comum, a Parte Diversificada e os MICROINDICADORES:
-Utiliza práticas de ensino-aprendizagem que facilitam a
Projetos de Vida.
aprendizagem pelo aluno (apresenta o conhecimento com
clareza).
-Realiza avaliação coerentes com o que foi trabalhado
nas aulas (provas, trabalhos, nível de exigência na
correção).

• CONTEXTUALIZAÇÃO:
MICROINDICADORES:
-Consegue relacionar os conceitos da disciplina à
realidade prática (contexto do aluno, Projeto de Vida, etc).
-Explora as disciplinas da Parte Diversificada como forma
de aprofundar o entendimento dos conceitos do currículo.
-Relaciona o conteúdo de sua disciplina com o de outras
disciplinas da Base Nacional Comum.
• FORMAÇÃO CONTÍNUA:
MICROINDICADORES:
3.DISPOSIÇÃO AO -Participa frequentemente de cursos de formação a fim
AUTODESENVOLVIMENTO de aprimorar o exercício de sua função (temas específicos
CONTÍNUO: à função ou ao Modelo Pedagógico e de Gestão do
Programa Ensino Integral)
Busca continuamente aprender e se -Busca proativamente aprendizados adicionais para sua
desenvolver como pessoa e profissional, prática (HTPC, leituras, palestras, feiras e outros meios).
apresentando predisposição para
reavaliar suas práticas, tecnologias, • DEVOLUTIVAS:
MICROINDICADORES:
ferramentas e formas de pensar. -Busca devolutiva da sua atuação com os alunos,
professores, coordenadores e gestores para se
desenvolver (conversas dentro e fora da sala de aula,
análise crítica dos resultados das avaliações aplicadas de
sua disciplina, etc).
• DISPOSIÇÃO PARA MUDANÇA:
MICROINDICADORES:
-Escuta abertamente as devolutivas recebidas e reavaliar
seus comportamentos e práticas.
-Consegue colocar em prática os aprendizados
adquiridos nas formações.

4.COMPROMETIMENTO COM O • PLANEJAMENTO:.


PROCESSO E RESULTADO: MICRO INDICADORES:
Demonstra determinação para planejar, -Elabora o planejamento de suas ações de forma a
EXCELÊNCIA EM GESTÃO contribuir para o alcance das metas do Plano de Ação da
executar e rever ações, de forma a
escola (identifica as necessidades de aprendizagem dos
atingiros resultados planejados.
alunos e usa os instrumentos necessários: Programa de
Ação, Guias de Aprendizagem e Planos de Aula).
• EXECUÇÃO:
MICRO INDICADORES:
-Executa as ações planejadas no seu Programa de
Ação.

• REAVALIAÇÃO:
MICRO INDICADORES:
-Revisa sua prática para atingir melhores resultados de
aprendizagem.

• RELACIONAMENTO E
5.RELACIONAMENTO E
COLABORAÇÃO: MICRO
CORRESPONSABILIDADE:
INDICADORES:
CORRESPONSABILIDADE -Mostra-se próximo e constrói vínculo positivo com os
Desenvolve relacionamentos positivos
alunos e profissionais da escola estando disponível dentro
com alunos, professores, funcionários, e fora da sala de aula.
-É capaz de ouvir e valorizar outras pessoas.
direção, pais e/ou responsáveis e atua de
-Colabora com os outros profissionais da escola no dia a
forma corresponsável tendo em vista o dia (apoia e oferece ajuda).
desenvolvimento dos alunos e
• CORRESPONSABILIDADE:.
profissionais da escola. MICRO INDICADORES:
-Busca construir projetos pedagógicos em conjunto
com alunos e outros professores.
-Orienta pais e/ou responsáveis sobre o desempenho
escolar dos alunos. incentivando sua participação como
corresponsáveis.
-Apoia o trabalho e formação dos demais
profissionais
da escola tendo em vista melhorar os resultados
conjuntos (HTPC, conversas individuais, etc).
-Mostra-se disponível e orienta pais e/ou responsáveis
sobre o desempenho escolar dos alunos, incentivando
sua participação como corresponsáveis

• VISÃO CRÍTICA:
MICRO INDICADORES:
-Tem visão crítica, sendo capaz de identificar avanços e
6.SOLUÇÃO E CRIATIVIDADE:
pontos de melhoria.
-Pondera suas colocações tendo em vista o contexto
Tem visão crítica e foca em solucionar os (avalia o que é viável ou não dentro da realidade dos
alunos e da escola, leva em consideração o momento
problemas que identifica, criando
mais adequado
caminhos alternativos sempre que
necessário. • FOCO EM SOLUÇÃO:
MICRO INDICADORES:
-Quando identifica um ponto de melhoria, propõe
REPLICABILIDADE implementa ações para melhorar os resultados
• CRIATIVIDADE:
MICRO INDICADORES:
-Disposição para testar novas práticas e atividades de
modo a desenvolver o aluno (organização da sala de
aula, forma de avaliação, novas estratégias de ensino
como debates, grupos colaborativos).
-Ao identificar um problema que não pode ser
solucionado por vias comuns, é capaz de criar soluções
alternativas.
• REGISTRO DE BOAS PRÁTICAS:
7.DIFUSÃO E MULTIPLICAÇÃO: MICROINDICADORES:
-Documenta as boas práticas adotadas, possibilitando
Difunde e compartilha boas práticas, o seu compartilhamento (experiências e ferramentas).
considerando a própria atividade como
• DIFUSÃO:
parte integrante de uma rede. MICROINDICADORES:
-Compartilha as boas práticas adotadas por ele e
outros professores junto a outros profissionais da escola
(novas estratégias de ensino, ações de melhoria de
aprendizagem, ações de apoio ao nivelamento, etc)

• MULTIPLICAÇÃO:
MICRO INDICADORES:
-Dissemina as boas práticas adotadas na escola com
professores de outras escolas.
-Difunde positivamente o Programa Ensino Integral,
sendo um embaixador para rede e para a comunidade.

3 - PRIORIDADES, CAUSAS, RESULTADO ESPERADO E DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE NA FUNÇÃO E PREMISSAS.

IDEB DA ESCOLA 2019: META SIMULADA DO IDEB DA ESCOLA PARA 2021:

EF: 5,5 EF: 5,6

EM: 4,7 EM: 4,9


PRIORIDADES DA ESCOLA CAUSAS RESULTADO DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE NA
ESPERADO FUNÇÃO

1. Diminuir a quantidade de Falta de aulas atrativas e Alcançar o nivelamento -Verificar quais alunos estão abaixo do
básico, trabalhar as habilidades de
alunos de 12,19% para 7,19% inovadoras. dos alunos em LP.
Nivelamento com agrupamentos
no abaixo do básico e 56,73 Não há na essência do Alcançar as habilidades produtivos e propor atividades com
materiais diversificados.
para 41,73% básico em LP. trabalho a fragilizadas
-Planejar atividades de recuperação da
Interdisciplinaridade. Integrar o Grupo Docente aprendizagem continua sempre em conjunto
com as habilidades de nivelamento.
Falta de domínio das na prática do currículo
-Planejar aulas e atividades
2. Diminuir a quantidade de habilidades dos anos Consolidar práticas de contextualizadas com a realidade do aluno,
utilizando materiais do cotidiano,
alunos de 12,95% para 7,95% anteriores. nivelamento e
plataformas digitais ,jogos de tabuleiro,
no abaixo do básico e 57,55% Falta formação continuada do Recuperação da vídeos, imagens e infográficos.
-Aplicar ações de aprendizagens
para 42,55% no básico em professor para metodologias Aprendizagem.
significativa na base comum e diversificada.
Matemática. de recuperação. Implementar Práticas -Compartilhar as boas práticas realizadas
Com a comunidade escolar.
Inovadoras na rotina
-Planejar atividades contextualizadas e
pedagógica. interdisplinares.
-Promover a busca ativa para envolvimento
Não há formação continuada Integrar o grupo docente
dos alunos no processo ensino-
3. Aumentar o indicador de fluxo para as práticas inovadoras para o trabalho coletivo. aprendizagem.
-Planejar atividades que utilizem
de 0,93 para 0,95. Educação
metodologias ativas, visando maior
Falta práticas de Interdimensional interesse dos alunos.
aprendizagens significativas Formar os alunos para a
prática da autonomia.
4- AÇÕES - a partir de suas atividades na função, descreva as ações pedagógicas correspondentes a cada premissa.

ASPECTOS SUA AÇÃO

Conhecer os alunos em sua individualidade através da


Tutoria, Projeto de Vida, Eletiva e apadrinhamento no
Respeito à individualidade Clube Juvenil.
Conversar e mostrar aberto com os alunos e apoiar os
PROTAGONISMO
alunos em seu processo de formação pessoal, acadêmica
e profissional (através de orientação na minha disciplina,
aspectos pessoais e seu projeto de vida)
Protagonismo
Utilizar práticas de ensino-aprendizagem que facilitam a
Promoção do Protagonismo aprendizagem do aluno através da autonomia nos
Juvenil conteúdos compartilhados.
Propiciar um ambiente agradável , onde o aluno é o
principal e se sinta importante dentro do processo ensino-
aprendizagem.
Promover ambientes para que o aluno se torne o
Protagonismo Sênior protagonista de seu aprendizado e associe a importância
das habiliddes trabalhadas ao seu projeto de vida.

Atuar como educadora e orientadora na vida escolar,


através de formação trazer conteúdos que tragam uma
aprendizagem criativa em contexto escolar
Demonstrar domínio na minha área;
Domínio do Estar em formação através de cursos livres;
Conhecimento Estudar as novas 10 competências da BNCC através de
leitura e vídeo.

2-Domínio do
conhecimento e
contextualização

Trabalhar com materiais recicláveis e de fácil acesso


Didática na escola, formar duplas ou grupos produtivos para
melhor entendimento e sociabilidade, trabalhar com
FORMAÇÃO jogos e plataformas que auxiliam no aprendizado e
CONTINUADA perguntas disparadoras, bem como sala de aula
invertida.
Contextualização

Através da realidade do aluno, permitir que o mesmo


Relacione as habilidades adquiridas com seu Projeto
de Vida.

3-Disposição ao Formação contínua Participar de cursos de formação continuada


autodesenvolvimento oferecidos pela Diretoria ou Secretária da educação
contínuo

Através da oralidade obtenho feedback dos alunos


Devolutivas sobre a aula, dos pares de trabalho também de acordo
com o contexto da sala de aula, de forma individual
e/ou coletiva.

Disposição para Escutar abertamente as devolutivas recebidas e


mudança reavaliar meu comportamento segundo orientações.
Realizar o planejamento das ações de forma a contribuir
4-Comprometimento Planejamento com o Plano de Ação da Escola.
EXCELÊNCIA EM com o processo e
GESTÃO resultado

Execução Executar o planejado com empenho e dedicaçao.

Reavaliar as ações planejadas a partir da execução


Reavaliação das ações previstas e dos resultados observados,
replanejando sempre que necessário.

Ter vínculos positivos com o corpo discente através


5-Relacionamento e Relacionamento e de atendimento por redes sociais ou no presencial
CORRESPONSABILIDADE ouvindo e orientando da melhor forma possível; e
Corresponsabilidade Colaboração
docente na escola, assim como funcionários e a
gestão escolar, a fim de contribuir paraum bom
convívio com todos.

Corresponsabilidade Atuar de forma eficaz no trabalho com os


pares através de projetos pedagógicos
vinculados ao currículo..
Visão crítica Identificar pontos de melhoria na minha forma de
trabalhar e buscar ajuda onde tenho dificuldades.
6-Solução e
Criatividade
REPLICABILIDADE
Foco em solução
Focar em aspectos positivos e no que temos para
melhoria do nosso ambiente de trabalho..

Ter novas práticas sobre o uso da tecnologia para


resolver situações;
Usar plataformas que auxiliem na aprendizagem,bem
como o uso de jogos digitais,presentes no cotidiano
Criatividade dos alunos.

7-Difusão e Registro de boas Registrar o processo, documentar através de fotos e


Multiplicação práticas compartilhar as ações no ATPCA ou ATPCG.
Difundir o programa através da oralidade, através de
Difusão imagens seja dentro do espaço escolar, seja na
vizinhança e por outros meios.

Levar as boas práticas realizadas na escola para


outras pessoas seja profissionais da rede pública
Multiplicação estadual de educação, seja na comunidade local e
também para outras pessoas.

PCG/PCA: ROBÉRIA E JAIRTON DIRETOR DE ESCOLA: JULIANO SUPERVISOR DE ENSINO: EVA

DATA DA ELABORAÇÃO: 09/08 DATA DA REVISÃO: 18/08

Você também pode gostar