Você está na página 1de 10

Noções Básicas de Medição de Vazão por Placa

de orifício
De todos os elementos de medição de fluxo baseados em pressão existentes, o mais comum é
a placa de orifício. Esta é simplesmente uma placa de metal com um orifício no meio permitindo
a passagem do fluxo do fluido. As placas de orifício geralmente são encaixadas entre dois
flanges na tubulação ou em alguns casos são instalados em dispositivos especiais chamados
“porta placas”:

Vena Contracta
O ponto em que o perfil de fluxo de fluido se restringe a uma área de seção transversal mínima
após fluir através do orifício é chamado de “vena” contracta e é a área de pressão mínima de
fluido.

Vena contracta

A “vena” contracta corresponde à garganta estreita de um tubo de venturi. A


localização precisa da veia contracta para uma instalação de placa de orifício
varia com a taxa de fluxo e também com a razão beta (β) da placa de orifício,
definida como a razão entre o diâmetro do furo (d) e o diâmetro interno do
tubo (D):
Placa de Orifício Concêntrico

O formato mais simples da placa de orifício é o orifício concêntrico de arestas


quadradas. Esse tipo de placa de orifício é fabricado usinando um orifício
preciso e reto no meio de uma placa de metal fina.

Olhar para uma vista lateral de uma placa de orifício concêntrico de aresta
quadrada revela bordas afiadas (cantos de 90º) no orifício:

Placas de orifício com arestas quadradas


As placas de orifício com arestas quadradas podem ser instaladas em
qualquer direção, uma vez que a placa de orifício “aparece” exatamente a
mesma em qualquer direção da abordagem de fluido.

De fato, isso permite que placas de orifício com arestas quadradas sejam
usadas para medir as taxas de fluxo bidirecionais (onde a direção do fluxo do
fluido se reverte de tempos em tempos).

Uma etiqueta (TAG) de texto impressa no “placada de identificação=”Raquete”


de qualquer placa de orifício identifica habitualmente o lado a montante
dessa placa, mas no caso da placa de orifício com arestas quadradas, isso não
importa.

Por exemplo: Aqui na imagem abaixo, Label é: INLET

Cortesia da imagem: Emerson


O objetivo de ter uma borda quadrada no orifício em uma placa de orifício é
minimizar o contato com a corrente de fluido em movimento rápido que
atravessa o orifício. Idealmente, essa borda será afiada.

Se a placa do orifício for relativamente grossa (1/8 ou uma polegada ou mais),


pode ser necessário chanfrar o lado a jusante do furo para minimizar ainda
mais o contato com a corrente de fluido:

Observando a vista lateral dessa placa de orifício , a direção do fluxo


pretendida é da esquerda para a direita, com a borda afiada voltada para a
corrente de fluido de entrada e o chanfro fornecendo uma saída sem contato
para o fluido. As placas de orifício chanfradas são obviamente unidirecionais
e devem ser instaladas com o texto da pá voltado para montante.

Existem outras placas de orifício com arestas quadradas para tratar condições
em que bolhas de gás ou partículas sólidas podem estar presentes nos fluxos
de líquido ou onde gotículas de líquido ou partículas sólidas podem estar
presentes nos fluxos de gás.

Placa de Orifício Excêntrico


O primeiro desse tipo é chamado de placa de orifício excêntrico, em que o
orifício está localizado fora do centro para permitir que partes indesejadas do
fluido passem pelo orifício, em vez de se acumularem na face a montante:

Para fluxos de gás úmido ou sujo, o furo deve ser deslocado para baixo, para
que quaisquer gotículas de líquido ou partículas sólidas possam passar
facilmente. Para fluxos de líquidos, o orifício deve ser deslocado para cima
para permitir a passagem de bolhas de gás e deslocado para baixo para
permitir a passagem de sólidos pesados.

Placa de orifício segmentar


O segundo tipo de placa de orifício descentralizado é chamado placa de
orifício segmentar, em que o furo não é circular, mas apenas um segmento
de um círculo concêntrico:

Como no desenho da placa de orifício excêntrico, o furo segmentar deve ser deslocado para
baixo em aplicações de fluxo de gás e para cima ou para baixo em aplicações de fluxo de
líquido, dependendo do tipo de material indesejado na corrente de fluxo.

Placa de orifício com orifícios de ventilação e drenagem


Uma alternativa para compensar ou remodelar o orifício de uma placa de
orifício é simplesmente perfurar um pequeno orifício próximo à borda da
placa, nivelar com o diâmetro interno do tubo, permitindo que substâncias
indesejadas passem pela placa em vez de se acumularem na placa. lado a
montante.
Se um orifício desse tipo for orientado para cima para passar bolhas de vapor,
é chamado de orifício de ventilação. Se o orifício é orientado para baixo para
passar gotículas de líquidos ou sólidos, é chamado de orifício de drenagem.
Os orifícios de ventilação e drenagem são úteis quando a concentração dessas
substâncias indesejáveis não é significativa o suficiente para garantir um
orifício excêntrico ou segmentar:

A adição de um orifício de ventilação ou dreno deve ter um impacto


insignificante no desempenho de uma placa de orifício devido ao seu pequeno
tamanho em relação ao furo principal. Se a quantidade de material
indesejável no fluxo (bolhas, gotículas ou sólidos) for excessiva, uma placa de
orifício excêntrico ou segmentar pode ser uma escolha melhor.

Algumas placas de orifício empregam orifícios sem bordas quadradas com o


objetivo de melhorar o desempenho em valores baixos de número de
Reynolds, onde os efeitos da viscosidade do fluido são mais aparentes. Esses
tipos de placas de orifício empregam orifícios de entrada arredondados ou
cônicos, em um esforço para minimizar os efeitos da viscosidade do fluido.

Experiências mostraram que o número reduzido de Reynolds faz com que a


corrente de fluxo não se contraia tanto ao viajar através de um orifício,
limitando a aceleração do fluido e diminuindo a quantidade de pressão
diferencial produzida pela placa do orifício.

Entretanto, experimentos também mostraram que o número reduzido de


Reynolds em um elemento de fluxo do tipo venturi causa um aumento na
pressão diferencial devido aos efeitos do atrito contra as paredes do cone de
entrada.

Ao fabricar uma placa de orifício de forma que o furo exiba propriedades “tipo
venturi” (ou seja, uma borda opaca em que a corrente de fluido em
movimento rápido tenha mais contato com a placa), esses dois efeitos tendem
a se cancelar, resultando em uma placa de orifício que mantém precisão
consistente a taxas de fluxo mais baixas e / ou viscosidades mais altas que o
orifício simples com arestas quadradas.

Placas de orifício com borda quadrante

Dois projetos comuns de placa de orifício sem borda quadrada são os orifícios
de borda quadrante e de entrada cônica. A aresta do quadrante é mostrada
primeiro:

 Essas placas de orifício empregam orifícios sem bordas quadradas com


o objetivo de melhorar o desempenho em valores baixos de número de
Reynolds, onde os efeitos da viscosidade do fluido são mais aparentes.

 Emprega orifícios de entrada arredondados ou cônicos, em um esforço


para minimizar os efeitos da viscosidade do fluido.

 Experimentos demonstraram que o número reduzido de Reynolds em


um elemento de fluxo do tipo venturi causa um aumento na pressão
diferencial devido aos efeitos do atrito contra as paredes do cone de
entrada.

 Ao fabricar uma placa de orifício de forma que o furo exiba propriedades


“parecidas com venturil” (isto é, uma borda opaca em que a corrente de
fluido em movimento rápido tenha mais contato com a placa), esses dois
efeitos tendem a se cancelar, resultando em um orifício placa que
mantém precisão consistente em vazões mais baixas e / ou viscosidades
mais altas que o orifício simples com arestas quadradas.

Aplicações

Usado para fluidos de alta viscosidade, como petróleo pesado, xaropes e


polpas. É sempre recomendado para o fluxo em que o número de Reynolds é
menor que 10.000.

Placa de orifício de entrada cônica

A placa de orifício de entrada cônica se parece com uma placa de orifício de


borda quadrada chanfrada instalada para trás, com fluxo entrando no lado
cônico e saindo pelo lado com aresta quadrada:
Aqui, é de vital importância prestar atenção ao rótulo de texto da
raquete. Essa é a única indicação segura de qual direção uma placa de orifício
precisa ser instalada. Pode-se facilmente imaginar um técnico de
instrumentação confundindo uma placa de orifício de entrada cônica com
uma placa de orifício de borda quadrada e chanfrada e instalando-a para trás!

Você também pode gostar