Você está na página 1de 3

REFLEXÃO DA UFCD – MODELOS DE URBANISMO E MOBILIDADE

No curso de Técnico de Contabilidade da Escola Profissional da Aprodaz, foi dado o módulo


de Modelos de Urbanismo e Mobilidade, dado pelo formador Lino Bettencourt, e teve uma carga
horária de cinquenta horas.
Neste módulo demos o que era a Natalidade, Mortalidade, Crescimento Natural, População
Absoluta, Taxa de Natalidade, Taxa de Mortalidade, Taxa de Crescimento Natural, Taxa de
Mortalidade Infantil.
Aprendemos também a fazer cálculos para achar estas taxas em permilagem, o que foi
bastante importante, porque é uma maneira de sabermos como evoluiu o número de habitantes a
nível mundial.
Outros pontos que focamos foram: Demografia, Países desenvolvidos e em desenvolvimento.
Quanto a estes conceitos, foram importantes, porque podemos ter uma percepção de onde existia
maior desenvolvimento e riqueza e onde havia menor e mais dificuldades de vida.
Focamos os três sectores, nomeadamente, o sector primário, o secundário e o terciário, assim
como também estudamos a natalidade e a sua respectiva taxa.
Isto foi-nos importante porque ficamos com uma ideia dos principais sectores e das suas áreas
de desenvolvimento e de como poderíamos saber a taxa de natalidade de uma determinada região ou
país.
Estudamos conceitos como, Planeamento familiar, métodos anticoncepcionais e índice de
renovação das gerações. Em que nos foi útil por, vermos que em certos países em desenvolvimento
esses conceitos não estão tão presentes como nos países desenvolvidos, sendo a taxa de natalidade
como a de mortalidade muito elevadas.

ESCOLA PROFISSIONAL DA APRODAZ


Rua dos Mercadores nº 76, 9500-092 Ponta Delgada
Telefone 296 285 461  Fax 296 285 463
E-mail: geral@aprodaz.com
Mais a frente focamos a mortalidade, e dentro desta, demos a taxa de mortalidade,
mortalidade infantil e as razões para a diminuição da taxa de mortalidade. A taxa de mortalidade foi-
nos muito útil pois assim poderíamos observar as regiões onde existiam mais mortes por habitantes.
Em relação às razões para a diminuição da mortalidade, ficamos a saber que antes morriam muitos
mais habitantes por falta de alimentação correcta, pela medicina não ser tão evoluída como é nos dias
de hoje, por não haver também qualidade de vida e por haver uma deficiência nos assuntos
relacionados com a saúde.
Quanto à Demografia, ficamos a saber que está dividida em três fases. A 1º fase é o regime
demográfico (decorreu até meados do século XVIII, antes da revolução industrial), a 2º fase a
revolução demográfica ou regime de transição demográfico (ocorreu entre a revolução industrial e o
fim da segunda guerra mundial – 1945) e a 3º fase a explosão demográfica (inicio em meados dos
século XX após a segunda guerra mundial e mantêm-se até a actualidade).
Estudamos também o caso de Portugal, ficamos a saber que a evolução da população
portuguesa teve um aumento significativo no inicio do século XX, duplicando a sua população
residente entre os anos de 1900 e 2001.
Tratamos também conceitos como: a migração, emigração, imigração, tipo de migração e as
suas consequências. E ficamos a saber que os tipos de migração são cinco, nomeadamente: a
migração de espaço (internas ou externas), a migração de tempo (definitivas e permanentes), tomada
de decisões (voluntárias e forçadas), relacionadas com a lei (legais e clandestinas) e internas do pais
(êxodo rural, êxodo urbano e movimentos pendulares). Quanto as consequências da migração, são
três: demográficas (população), as económicas, e sociais.
E por fim, estudamos o planeamento e ornamento do território nas cidades contemporâneas.
Retemos que, normalmente está divido em dois planos, o irregular (são cidades pouco acessíveis e
com má estrutura das ruas) e o ortogonal (é utilizado nas cidades modernas, para ocupar o menor
espaço possível nas zonas urbanas). Sobre este assunto realizamos um trabalho de grupo.
Realizamos uma visita de estudo ao centro nacional de estatística, que nos foi bastante útil
porque foi um dos meios de nos dar umas noções da quantidade populacional e a nível de
necessidades da mesma. Sendo assim mais fácil para sabermos onde colocarmos uma empresa, o
meu trabalho foi fazer uma pesquisa sobre a Ribeira Quente a fim de saber que tipo de empresa

ESCOLA PROFISSIONAL DA APRODAZ


Rua dos Mercadores nº 76, 9500-092 Ponta Delgada
Telefone 296 285 461  Fax 296 285 463
E-mail: geral@aprodaz.com
poderia colocar lá, com a visita de estudo pude ter uma noção da massa populacional lá existente e
das dificuldades que a mesma tinha. A empresa que eu pensara colocar na Ribeira Quente, era uma
Empresa de turismo habitação, pois com os estudos que fiz sobre a região pude ver que a mesma
tinha uma falha grande no turismo.

Formador: Lino Bettencourt

UC/UFCD: MUM

Ponta Delgada, 29 de Julho de 2010

ESCOLA PROFISSIONAL DA APRODAZ


Rua dos Mercadores nº 76, 9500-092 Ponta Delgada
Telefone 296 285 461  Fax 296 285 463
E-mail: geral@aprodaz.com