Você está na página 1de 31

Aparelho

Respiratório

Aparelho Respiratório

Vias Aéreas Órgão Membranas

• Laringe • Pulmão • Pleuras


• Traqueia
• Brônquios

1
Vias Aéreas

Laringe

Laringe
• Parte Média do Pescoço
• Debaixo da Língua
Localização • Inferiormente à Laringofaringe
• Ao mesmo nível das 5.ª, 6.ª e 7.ª
Vértebras Cervicais
• Direções:
– Vertical C
Mobilidade
– Ântero-posterior
– Transversal
• Vertical: 44mm

Dimensões • Ântero-posterior: 30mm


• Transversal: 43mm

2
Laringe
Conformação Exterior:

• Pirâmide Triangular
Forma

• Três Faces (Posterior e


Ântero-Laterais)
• Três Bordos
• Um Vértice

Laringe
Conformação Exterior – Face Posterior:
Pequena Ponta do Osso Hióide

Grande Ponta do Osso Hióide


Cartilagem Epiglótica
Ligamento Tiro-hioideo Lateral

Pontas Superiores da
Cartilagem Tiróidea
Ligamento Tiroepiglótico Cartilagem Corniculada
Cartilagem Tiróideia
Cartilagem Aritenóidea
Articulação Cricoaritenóidea
Ligamento Cricoaritenóideo
Cartilagem Cricóideia Articulação Cricotiróideia

Traqueia

3
Laringe
• Conformação Exterior – Vista Anterior:
Cartilagem Epiglótica
Corpo do Osso Hióide
Pequena Ponta do Osso Hióide

Grande Ponta do Osso Hióide

Ligamento Tiro-hioideo Lateral

Pontas Superiores da
Cartilagem Tiróidea

Ligamento Tiroepiglótico Cartilagem Tiróideia

Ligamento Cricotiróideo Membrana Cricotiróidea

Cartilagem Cricóideia

Traqueia

Laringe
• Conformação Exterior – Vista Posterior Oblíqua:

Ligamento Tiro-hioideo Lateral

Grande Ponta do Osso Hióide

Cartilagem Epiglótica

Cartilagem Tiróideia

Cartilagem Corniculada
Cartilagem Aritenóidea
Articulação Cricoaritenóidea

Articulação Cricotiróideia

Cartilagem Cricóideia

Traqueia

4
Função:

- Fonação.

- Proteção à passagem do ar.

- Vias aéreas pérveas.

Relações Anatómicas:

- Glândula tiróide.

- Faringe.

- Traqueia.

- Esófago.

Laringe
• Conformação Interior:
Supraglótica

Glote:

- Divertículos laterais (Ventrículos da Laringe).

- Cordas vocais:
- Superiores: falsa corda ou prega tiro-aritinoideia
superior.

- Inferiores: corda vocal verdadeira ou prega tiro-


aritenoideia inferior.

- Rima da glote.

Infraglótica

5
Laringe
• Conformação Interior: Cordas Vocais

Superiores
Inserção:
• À frente – cartilagem tiróidea;
• Atrás – cartilagem aritenóidea;

Inferiores
Inserção:
• À frente – cartilagem tiróidea;
• Atrás – cartilagem aritenóidea (apófise
interna);

Laringe
• Conformação Interior: Supraglótica

Vestíbulo da Laringe:
Anteriormente:

- Epiglote.

- Tecido adiposo epiglótico.

- Fosseta Central de Merkel.

Posteriormente:

- Espaço Interaritenóideo.

Laterais:

- Pregas aritenoepiglóticas.

6
Laringe
Cartilagens impares: Cartilagens pares:
• Ligamentos
- Epiglótica. - Aritenóideas.
- Tiróidea. - Corniculadas. • Membranas
- Cricóidea - Wrisberg.

7
Laringe

• Cartilagem Tiróidea:
– Lâminas.
– Ângulo saliente tiróideo (Porção de Adão).
– Crista Oblíqua.
– Incisura superior.
– Pontas superior e inferior.
– Membrana tirohióidea.
– Articulações Cricotiróideas.

Laringe

• Cartilagem Cricóidea:

– Anel.

– Facetas Articulares.

– Crista Média Posterior.

– Ligamento Cricotiróideo.

– Ligamento Cricotraqueal.

8
Laringe

• Cartilagem Epiglótica:
– Ligeira Chanfradura na Base.

– Vértice Pontiagudo.

– Crivosa Lateralmente de Orifícios Glandulares.

– Tecido Adiposo Pré-glótico.

– Ligamento Tiroepiglótico.

– Ligamento Hioepiglótico.

Laringe
• Cartilagens Aritenóideas:

– Vértice.

– Apófise vocal (anterior e interna)

– Ligamento vocal.

– Apófise muscular (posterior e externa).

• Cartilagens Corniculadas

• Cartilagens Wrisberg

9
Músculos Intrínsecos da Laringe
• Músculos Adutores: Músculos Abdutores
– Cricoaritenóideos laterais. - Cricoaritenóideos posteriores.
– Ariatenóideo transverso.

10
Músculos Intrínsecos da Laringe
• Músculos Esfíncteres: Músculos Relaxadores:
• Ariaritenóideos. • Tiroaritenóideos.

• Aritenoepiglóticos.

• Músculos Tensores:
• Cricotireóideos.

Vias Aéreas

Traqueobronquiais

11
Canal Traqueobronquial

Traqueia Brônquios

Traqueia
• Sucessivamente o Pescoço e o Tórax
Localização • Ao mesmo nível da C6 à D3

• Extensível

Mobilidade • Elástica
• Móvel

• Longitudinal: 11 a 12cm
• Largura: 18 a 22mm
Dimensões
• Grossura: 14 a 18mm

• Tubo aplanado ao longo da face posterior e ligeiramente aplanado


lateralmente.

Forma • Face Esquerda  duas depressões:


– Inferior: aórtica
– Superior: tiróideia

12
Traqueia – Relações Anatómicas
Glândula Tiróide
Osso Hióide

Cartilagem Tiróideia
Músculos Escalenos Médios e
Plexo Cervical C1 a C3 Posterior
Cartilagem Cricóideia
Músculo Escaleno Anterior
Artéria Carótida Comum
Artéria Subclávia
Veia Jugular Interna
Veia Subclávia
Veia Tiróideia Inferior
Veia Cava Superior Segunda Costela

Parte Ascendente da Aorta Parte Descendente da Aorta

Traqueia – Constituição Anatómica

1. Túnica Fibrocartilaginosa: 1. Túnica Fibrocartilaginosa:

• Pericôndrio  Cricóide; • Posteriormente: Músculo Traqueal;

• Fibrosa  Brônquios;
2. Túnica Mucosa (Interna).
• Anéis Cartilaginosos:

• 15 a 20; 3. Glândulas:

• Incompletos; • Intervalos dos Espaços Cartilaginosos;

• Hialina; • Parte Posterior da Traqueia:

• Superfície Externa: Plana; • Mais Volumosas;

• Superfície Interna: Côncava; • Por Baixo da Mucosa e Por Fora da


Túnica Muscular;

• Compostas por ácinos com células


mucosas de Gianuzzi;

13
Traqueia – Constituição Anatómica

Túnica Cartilaginosa

Anéis Cartilaginosos

Túnica Mucosa

Túnica Fibrosa

Brônquios
• Resultam da Bifurcação da Traqueia

• Brônquio Direito mais vertical que


Direção
o esquerdo;
• Longitudinalmente o Brônquio
esquerdo é mais comprido que o
direito
• Esquerdo (45-50mm)

Dimensões • Direito (20-25mm)


• Calibre do Brônquio direito é maior
que o Brônquio esquerdo.
• Direito: em média 15-16mm
•Esquerdo: 10-11mm;
• Cilindro:

Forma – Oco
– Aplanado da frente para trás

14
Brônquios - Relações Anatómicas
• À frente  Artéria Pulmonar e Veias Pulmonares
(justapõem-se de trás para a frente);
Relações Comuns • Atrás  Vasos Brônquiais;
• Os vasos linfáticos e os nervos estão irregularmente
imersos no tecido conjuntivo peribronquial;
• O brônquio direito está em contacto:
• À frente: Veia Cava Superior;
• Atrás: Veia Ázigo Maior;
• Em cima: Rodeado com a Veia Ázigo Maior;
Relações
• O brônquio esquerdo está em contacto:
Particulares
• Rodeado pelo Arco Aorta;
• Esófago;
• Canal Torácico;
• Plexo Cardíaco;

Traqueia e Brônquios
Constituição Anatómica
Osso Hióide

Cartilagem Tiróideia

Traqueia

Brônquio Principal Direito Bifurcação da Traqueia


Brônquio Lobar Superior Direito Brônquio Principal Esquerdo
Brônquio Lobar Superior Esquerdo
Brônquio Lobar Médio Direito
Brônquio Lobar Inferior Direito Brônquio Lobar Inferior Esquerdo

Brônquios Segmentares Brônquios Segmentares

15
Órgãos

Pulmões

Pulmões – Considerações Gerais


• Caixa Torácica;

Localização • Separados entre si por um conjunto de órgãos que


constituem o mediastino;

• Altura: 25cm;
• Ântero-posterior: 16cm;
Dimensões • Transversal na base:
– Direito: 10cm;
– Esquerdo: 7cm;

• Homem: 1.600cm3;
Volume em
• Mulher: 1.300cm3;
Expiração
• Do pulmão direito sobressai mais que o esquerdo numa
(Cadáver)
razão de 1:5 ou 1:6;

16
Pulmões – Considerações Gerais
• Varia segundo:
– Idade (recém-nascido mais pequeno, uma vez que não
Volume realizou a respiração);
– Sexo (no homem mais volumosos que as mulheres);
– Indivíduos;

• Feto: 65gr;
• Adulto: 1.100 a 1.200gr;
Peso
• Varia se foi ou não estabelecido as funções respiratórias;
• Pulmão que respirou sobrenada quando imerso na água;
• Estado Fetal: Vermelho escuro;
• Recém-nascido: Róseo;
Cor
• Adulto: Acinzentado (Antracose Fisiológica  Predomínio
no limite dos lóbulos);

Pulmões – Considerações Gerais

• Mole
• Cede à menor pressão com um ruído especial  Crepitação;
• É muito elástico e distendido (recobre facilmente as suas
dimensões primitivas);
Consistência • Cadáver:
– Manutenção do Vazio Pleural  Pulmão distendido (contacto
com a parede torácica);
– Sem Vazio Pleural  Pulmão recupera o volume primário
(elasticidade);

17
Pulmões
Configuração Exterior e Relações

• Semicone
• Eixo maior: vertical
Forma • Duas Superfícies:
– Plana orientada para o mediastino;
– Convexa em contacto com a parede torácica;

Pulmões
Configuração Exterior e Relações
• Convexa, clara e lisa;
• Por vezes, deprimida na forma de sulco devido ao contacto com as
costelas (impressões costais);
• Fissura Oblíqua: profunda, dirige-se obliquamente de cima par abaixo
e de trás para a frente;

Face – Única à esquerda;

Externa – Bifurca-se à direita  2.ª Fissura – Fissura Horizontal;

• Fissuras Oblíqua e Horizontal divide os pulmões em Lobos  Fissuras


Interlobares.
• Pulmão Esquerdo: 2 Lobos (Superior e Inferior);
• Pulmão Direito: 3 Lobos (Superior, Médio e Inferior);
– Base: Lobo Ázigo (supernumerário)  anomalia reversível;

18
Pulmões
Configuração Exterior e Relações
• Face Mediastínica;
• Hilo Pulmonar;
• Altura: 5cm;
• Largura: 3cm;

• Situada no limite do ¼ posterior com os ¾ anteriores:


Face – Brônquios, artérias e veias
Interna
• Atrás do Hilo: Porção retrohiliar  Mediastino Posterior;
• Porção Prehiliar:
– Contacto com os órgãos do mediastino anterior;
– Fortemente deprimida no pulmão esquerdo (coração);

• Nervos Neumogástrico e Frénico contactam em toda a extensão;

Pulmões
Configuração Exterior e Relações

• Grosso;

Bordo • Ocupa o canal costovertebral (corpos vertebrais e extremidades


Posterior costais);
– Neste nível entra em contacto com a cadeia do simpático;

19
Pulmões
Configuração Exterior e Relações
• Delgado e sinuoso;
• Muito mais curto que o posterior;
• Termina ao nível da 5ª ou 6ª costela;
• À esquerda apresenta uma espécime de chanfradura  Chanfradura
Cardíaca do Pulmão Esquerdo;
Bordo
• Corresponde de cima para baixo:
Anterior
– Esterno;
– Cartilagens costais:
– Vasos mamários internos;

• Os bordos anteriores direito e esquerdo podem pôr-se em contacto


mútuo na linha média;

Pulmões
Configuração Exterior e Relações

• Arredondado;
• Mais elevado no Pulmão Direito que no Esquerdo (0,5 a 1cm);
Vértice • Em relação com:
– Primeira costela;
– Artéria Subclávia e a alguns dos seus ramos;

• Muito larga, encontra-se em toda a sua extensão em relação com


a cúpula diafragmática.
Base
• O Bordo, delgado, ocupa mais ou menos completamente o seio
costodiafragmático.

20
Pulmões  Lóbulos Pulmonares
Constituição Anatómica

• Pequenos sacos membranosos;


• Aderem-se entre si e unem-se por tecido conjuntivo muito
escasso;
• Volume médio: 1cm3;
• Piramidais à periferia
– Campos poligonais (visíveis na superfície exterior dos lobos;

Disposição • Mais ou menos arredondados no centro do órgão;


Geral • Uma das suas extremidades continua com o brônquio
supralobular;
• Nunca comunicam entre si;

Pulmões  Lóbulos Pulmonares


Constituição Anatómica
• Sanguíneos:
– Artéria Pulmonar  Ramifica-se como o brônquio intralobular;
• Ao chegar ao ácino, as últimas ramificações espalham-se pela superfície
do alvéolo na forma de uma rede muito apertada de capilares.
Vasos
• As veias que seguem os capilares dirigem-se para a periferia do lóbulo 
veias pulmonares.

• Linfáticos:
– Origem lobular mal determinada, alcançam os espaços interlobulares.

Nervos do
Plexo
Pulmonar • Terminam na parede dos alvéolos.
Anterior e
Posterior

21
Pulmões  Brônquios Intrapulmonares
Constituição Anatómica
• Chegam ao pulmão ao qual se destina, fornece colaterais
primários.
• Só na sua extremidade distal é que se ramifica
dicotómicamente.

• Colaterais Primários  Colaterais de Segunda Ordem


(dependendo da relação dos brônquios intrapulmonares e da
Distribuição artéria pulmonar).
dos
• Artéria pulmonar ocupa sucessivamente: face anterior → lado
Colaterais
externo → face posterior  dividindo o bronquiotronco: Porção
eparterial e Porção hiparterial.

Pulmões  Brônquios Intrapulmonares


Constituição Anatómica
1. Brônquio Eparterial:
• Destina-se: Lóbulo superior direito;
• Um dos ramos dirige-se para o vértice do pulmão  Brônquio
Árvore Apical → oito brônquios hiparteriais (4 ventrais e 4 dorsais),
Brônquica distribuindo-se pelos lobos médio e inferior.
Direita
2. Brônquios Acessórios:
• Variam em número e direcção;
• Brônquio cardíaco;

Árvore 1. Só emite brônquios hiparterais.


Brônquica • Distribui-se: lobo superior esquerdo e forma o Brônquio apical.
Esquerda

22
Pulmões – Lobos Pulmonares

Lobo Superior Lobo Superior

Lobo Médio

Lobo Inferior Lobo Inferior

Pulmões – Faces
Costal Mediastínica

Pulmão Direito

23
Pulmões – Faces
Costal Mediastínica

Pulmão Esquerdo

Pulmões – Segmentos

1 1
2
2
3
3 9
9
5 4 10
4 8
6
8 7
6 7

1. Segmento Apical 6. Segmento Basilar Anterior


2. Segmento Posterior
Brônquio 7. Segmento Basilar Lateral
Lobar Superior
3. Segmento Anterior 8. Segmento Basilar Posterior
4. Segmento Medial 9. Segmento Superior
Brônquio Lobar
5. Segmento Lateral Médio 10. Segmento Basilar Medial
Brônquio Lobar Inferior

24
Pulmões – Segmentos

1 1
2
2
3
3 6
6
4
4

5 7 9 9 7 5
8
8

1. + 2. Segmento Ápico-posterior 6. Segmento Superior


Divisão
3. Segmento Anterior Superior Lobar Superior 7. Segmento Basilar Anterior
8. Segmento Basilar Lateral
Brônquio

4. Segmento Lingular Superior Divisão 9. Segmento Basilar Posterior


5. Segmento Lingular Inferior Inferior
Brônquio Lobar Inferior

Lobo Superior

Brônquio Lobar Superior


Ramos de Artérias Pulmonares
Ramos de Veias Pulmonares

Brônquio Lobar Médio

Brônquio Lobar Inferior


Fissura Oblíqua

Lobo Inferior

Pulmão Direito

25
Lobo Superior

Ramos de Veias Pulmonares


Ramos de Artérias Pulmonares
Brônquio Lobar Superior
Brônquio Lobar Inferior
Ramos de Artérias Pulmonares
Ramos de Veias Pulmonares

Fissura Oblíqua

Lobo Inferior

Pulmão Esquerdo

Membranas

Pleuras

26
Pleuras
• Sacos serosos (direito e esquerdo);

• Independentes;

• Encontram-se em relação com os pulmões;

• Facilitam o deslizamento dentro da caixa torácica;

• Cada uma possui duas lâminas:


– Visceral;
Lâmina Lâmina
– Parietal; Visceral Parietal

Cavidade Pleural

Pleuras – Considerações Gerais

• Cobre em toda a superfície do pulmão;


Lâmina • Emite prolongamentos nas Fissuras Interlobulares;
Visceral • Adere em toda a sua extensão ao tecido pulmonar, através de
uma delgada camada de tec. conjuntivo  tecido subpleural.
• Corresponde às paredes da cavidade torácica;
• Apresenta 4 porções:
Lâmina – Pleura Diafragmática;
Parietal – Pleura Cervical;
– Pleura Mediastínica;
– Pleura Costal;

27
Pleuras – Considerações Gerais

Pleura • Delgada.
Diafragmática • Intimamente aderida ao diafragma.
• ou Cúpula Pleural;
• Constitui uma espécie de abóbada que excede em 2 ou 3cm da
primeira costela;
• Contacto íntimo com a artéria subclávia;
Pleura
Cervical • A sua posição mantêm-se devido a um sistema
musculoligamentoso, composto por:
– Fascículo Superficial  Ligamento Pleurotransverso;
– Fascículo Profundo  Ligamento Costopleural (ao qual junta
algumas vezes um ligamento vertebropleural.

Pleuras – Considerações Gerais

• Cobre as faces laterais do mediastino;


• Ao nível do pedículo é interrompido por um manguito seroso;
• Por cima do pedículo vai directamente da coluna vertebral ao
esterno;
Pleura
• Por baixo, adere-se a si mesma  Ligamento do Pulmão;
Mediastínica
• Está em relação com:
– Direita: Esófago; Tronco Arterial Braquiocefálico; Traqueia; Veia
Cava Superior; Veia Ázigos Maior; Pericárdio e o Frénico direito;
– Esquerda: Esófago; Aorta; Pericárdio; Frénico Esquerdo;

28
Pleuras – Considerações Gerais
• Grossa e reforçarda com uma lâmina aponevrótica;
• Cobre a face interna do esterno, das costelas e dos espaços
intercostais até às articulações costovertebrais, para se prolongar:
– Esquerda: Face interna da aorta;
– Direita: Lado direito do esófago (forma entre a coluna e o esófago um
fundo de saco mais ou menos marcado  Fundo de saco retroesofágico);
Pleura
• Na parte inferior do tórax existem, entre a aorta e o esófago:
Costal – Dois fundos de saco análogos (um à direita e outro à esquerda aderidos
entre si no plano sagital);
– Os fundos do saco estão unidos por uma lâmina fibrosa  Ligamento
Interpleural de Morosow.
– Continua em parte com a Pleura Cervical;
– Continua com a Pleura Diafragmática, formando um canal angular que vai
do apêndice xifóide à coluna  Seio Costodiafragmático;

Pleuras – Considerações Gerais

• À frente:
– Une-se à Pleura Mediastínica  Seio Costomediastínico;
Pleura
• Estes seios não se encontram completamente ocupados pelo
Costal
pulmão, deste modo, as suas lâminas juntam-se ou aderem-se
numa extensão mais ou menos considerável.

29
Pleuras – Vasos e Nervos
• Artérias:
– Diafragmáticas;
– Mediastínicas;
– Braquiais;
Vasos
– Mamárias Internas;
– Intercostais;

• Veias: Ázigos (terminam)


• Linfáticos: Intraserosa e Subserosa;
• Procedem:
Nervos 1. Pleura Parietal: Intercostais, Neumogástrico, Simpático e do Frénico;
2. Pleura Visceral: Plexo Pulmonar;

30
31

Você também pode gostar