Você está na página 1de 19

Rogério de Souza Leitão

rogeriol@fnde.gov.br

Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – Fnde


www.fnde.gov.br
www.softwarepublico.gov.br
Conceito
Década de 90
Processos de Negócio (ERP)
Processo de adaptação para gestão colaborativa ( SCM,
CRM )

Processos internos transformados pela tecnologia

Século XXI
Processos de Gestão do Conhecimento
Histórico
Chase e Aquilano (1995) Vollmann(1997)
“A gestão de demandas tem a função de coordenar,
controlar todos os fatores de demanda, de forma que o
sistema produtivo possa ser eficientemente utilizado e as
datas de entregas dos produtos possam ser pontualmente
atendidas.”

Proud (1999)
“Demanda significa uma necessidade para um produto ou
componente particular”
Tipos de Demandas
Tamanho Complexidade Classificação Prioridade

Pequena Baixa Corretiva Baixa

Média Média Melhoria Média

Grande Alta Novidade Alta

Análise combinatória dos tipos = 81


Análise de Demandas

A curto prazo
Auxilia no dimensionamento de recursos
necessários a produção como: matéria-prima,
máquinas e mão de obra

A longo prazo
Serve como base para decisões estratégicas, tais
como criação de novos produtos ou ampliação das
instalações.
Macro processos
Prever a Demanda
Comunicar com o mercado
Influenciar a Demanda
Prometer prazos de entrega
Priorizar e Alocar
Registrar Pedidos de Clientes
Planejar Nível de Serviços aos Clientes
Planejar a Entregas
Controlar os indicadores de Performance do Processo
Maturidade
Gerar informações
3

Registrar pedidos 2 Influenciar a Demanda

0
Prazos Prever a Demanda

Acompanhar pedidos
Suportar o Planejamento de Entrega

Planejar nível de serviço


Gestão de Demandas no FNDE

A prática de gestão de demandas no FNDE prevê que


os seus produtos e serviços estejam aderentes as
melhores práticas de mercado através de
metodologias voltadas a Infra Estrutura e Serviços
como ITIL (Information Technology Infraestructure
Library) de gestão de projetos como PMI (Project
Management Institute) Governança Corporativa e a
norma de segurança ISO 17799.
Demandas no Serviço Público

Demandas políticas
Excesso de pequenas demandas
Prioridades altíssimas
Não existe preocupação com custo
Mais de um gestor por demanda
Falta de formalidade
Falta de histórico
Cultura organizacional conservadora
Demandas no Serviço Público

Estrutura Funcional

tr i c i al
Ma
je t i z a da
Pro
Demandas x Projetos

Demandas Projetos

SGD
Sistema de Gestão de
Demandas
Objetivo Geral:
Otimizar o atendimento de solicitações das diversas áreas de negócios
de forma eficiente e transparente bem como controlar o fluxo das
atividades desenvolvidas pela área executora.

Objetivos Específicos:
Controlar as necessidades dos clientes;
Acompanhar as demandas através de status “on-line”;
Obter Informações gerenciais para tomada de decisões;
Permitir o acompanhamento estatístico;
Formalizar todas as solicitações;
Detectar gargalos;
Controlar demandas políticas e/ou críticas;
Permitir maior transparência durante o processo produtivo;
Diminuir o custo de manutenção;
Fluxo da demanda

Etapa
Etapa 11 Etapa
Etapa 22 Etapa
Etapa 33

Processo de Processo de Processo de


Gestão de Demandas Produção Suporte

Catalogadas Empacotamento Nível de Serviço


Qualificadas Engenharia Prospecção
Quantificadas Entrega Lição aprendida
Macro fluxo SGD
Solicita uma Escritório de Projetos
demanda

Equipe de projetos
executa
Gestor
SGD
Relacionamento

TRIAGEM
Registra, Qualifica, Quantifica, Encaminha, Acompanha
Tela de controle
Tela de prazos
Tela estatística
Arquitetura da Solução
Multiplataforma
Windows

- LINUX Unix

Outros
Cliente Segurança Apache 2.2
- Objeto de Autenticação
- (Criptografia)
Intranet
- Presença de Log’s - PHP 5.0
Aplicação,
- Orientação a Objeto
Autenticação
Emails - AJAX – PHP GRAPHICS
- Regra de negócio na APP.
- SQL ansi

SQL Server

My SQL
- Oracle 9i
PostGree SGDB
- Objeto de conexão
- Usuário de Banco
- Permissões
Oracle 9i
Benefícios

Otimização do uso dos recursos de TI (Ativos)


Planejamento mais preciso (recursos x tempo)
Transparência das ações e melhoria da comunicação
Integração de todos os projetos com as demandas geradas
Acompanhamento tanto de produto quanto de serviços
Interface amigável e intuitiva
Possibilidade de integração com outras ferramentas proprietárias
Previsibilidade de problemas diminuindo custo e retrabalho
Aderente as metodologias do PMI e ITIL bem como conceitos de
governança corporativa e de TI