Você está na página 1de 188

CONTABILIDADE

GERAL E
AVANÇADA
Patrimônio

SISTEMA DE ENSINO

Livro Eletrônico
CLAUDIO ZORZO

Bacharel em Ciências Contábeis, pós-gradua-


do em Análise Gerencial, Docência para Nível
Superior, Auditoria e Perícia Contábil. É
ex-servidor público do Executivo Federal –
Ministério do Exército e ex-servidor público
do Legislativo Federal – Assessor Parlamen-
tar. Atualmente, é professor de Contabilidade
e Auditoria Pública e Privada.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Patrimônio..................................................................................................5
Ativo........................................................................................................ 12
Recurso Controlado.................................................................................... 13
Resultado de Eventos Passados................................................................... 17
Ativo Contingente...................................................................................... 19
Composição do Ativo.................................................................................. 23
Passivo.................................................................................................... 32
Obrigação Presente.................................................................................... 33
Resultado de Eventos Passados................................................................... 35
Composição do Passivo.............................................................................. 46
Patrimônio Líquido..................................................................................... 56
Composição do Patrimônio Líquido............................................................... 59
Equação Patrimonial.................................................................................. 65
Estados Patrimoniais.................................................................................. 68
Contas de Resultado.................................................................................. 75
Receitas e Despesas.................................................................................. 77
Receitas................................................................................................... 82
Despesas................................................................................................. 88
Apuração do Resultado do Exercício............................................................. 96
Destinação do Lucro................................................................................ 101
Despesas Antecipadas.............................................................................. 105
Receitas Antecipadas............................................................................... 110
Questões de Concurso.............................................................................. 116
Gabarito................................................................................................. 139
Gabarito Comentado................................................................................ 140

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 3 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Prezado(a) aluno(a)!

Tudo bem contigo?

Espero que sim, que você esteja com saúde e muita vontade de estudar.

Imagino que esteja estudando muito, o que posso dizer… Você está certo(a),

tenha certeza que isto é bom, esta dedicação será o diferencial para o atingimento

do objetivo você traçou.

Nesta segunda aula de contabilidade geral, vamos estudar o conceito de patri-

mônio, que é representado pelo ativo, passivo e patrimônio líquido; a equação pa-

trimonial e os estados patrimoniais possíveis em uma empresa, a apuração do re-

sultado, pelas contas de receitas e despesas, e as despesas e receitas antecipadas.

Vamos começar a nossa aula.

Bom estudo para você.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 4 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

PATRIMÔNIO

Nós vimos na primeira aula que o objetivo da contabilidade é fornecer informa-

ções aos usuários internos, por meios de relatórios gerenciais e aos usuários exter-

nos, por meio das demonstrações contábeis.

As demonstrações contábeis apresentam os efeitos patrimoniais e financeiros

das transações e outros eventos, por meio de dados qualitativos e quantitativos

agrupados em classes amplas de contas de acordo com as suas características

econômicas. Essas classes amplas são denominadas de elementos das demons-

trações contábeis.

Os elementos diretamente relacionados à mensuração da posição patrimonial e

financeira no balanço patrimonial são os ativos, os passivos e o patrimônio líquido.

Já os elementos diretamente relacionados com a mensuração do desempenho eco-

nômico na demonstração do resultado do exercício são as receitas e as despesas.

Os elementos das demonstrações são o ativo, passivo, patrimônio líquido, receitas

e despesas. Os elementos definidos não se referem aos itens individuais que são

reconhecidos como resultado de transações e eventos, ou seja, os elementos iden-

tificam os grupos, e não as contas individualmente.

O conjunto das demonstrações contábeis envolve vários tipos de relatórios,

neste momento é importante saber que cada demonstração tem um objetivo infor-

macional. Nesta aula vamos começar pelas informações apresentadas no Balanço

Patrimonial.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 5 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

O Balanço patrimonial é uma demonstração estática que apresenta a situação

patrimonial e financeira de uma empresa em um dado momento e os elementos

diretamente relacionados com esta mensuração são o ativo, o passivo e o patrimô-

nio líquido.

O Balanço é uma demonstração estática, isto quer dizer que não tem um fluxo de

recursos, ela apresenta a fotografia da situação financeira e patrimonial em deter-

minado momento. Por isto é denominada de uma “fotografia do patrimônio”.

Em relação à composição do Balanço Patrimonial, os conceitos foram apresen-

tados no pronunciamento conceitual básico e são os seguintes:

• Ativo é um recurso controlado pela entidade como resultado de eventos pas-

sados e do qual se espera que fluam futuros benefícios econômicos para a

entidade;

• Passivo é uma obrigação presente da entidade, derivada de eventos passa-

dos, cuja liquidação se espera que resulte na saída de recursos da entidade

capazes de gerar benefícios econômicos;

• Patrimônio líquido é o interesse residual nos ativos da entidade depois de

deduzidos todos os seus passivos. (Situação Líquida Patrimonial)

Com base nos conceitos e na formalidade estabelecida na Lei n. 6.404/1976,

a estrutura do Balanço Patrimonial é a seguinte:

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 6 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

O CPC – Comitê de Pronunciamentos Contábeis – estabelece que as definições

de ativo e de passivo identificam suas características essenciais, mas não procuram

especificar os critérios que precisam ser observados para que eles possam ser re-

conhecidos no balanço patrimonial.

Assim, os conceitos apresentam somente as características que um item preci-

sa ter para ser classificado como ativo ou passivo, mas é importante entender que

mesmo atendendo às características o item pode não ser reconhecido no ativo ou

no passivo por não atender aos critérios necessários para o seu reconhecimento.

Para reconhecimento no BP, característica é diferente de critério. Os critérios

precisam ser atendidos.

Desse modo, as definições abrangem itens que não são reconhecidos como ativos

ou como passivos no Balanço Patrimonial em função de não satisfazerem os crité-

rios de reconhecimento. Este é o caso de ativos e passivo contingentes, que vere-

mos mais a frente, de um intangível que a empresa não controla ou de um bem que

não esteja sendo utilizado pela empresa.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 7 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Na contabilidade, reconhecimento é o processo que consiste na incorporação

ao Balanço Patrimonial de item que se enquadre na definição de ativo, passivo ou

PL e que satisfaça os seguintes critérios:

• for provável que algum benefício econômico futuro associado ao item flua

para a entidade (ativo) ou flua da entidade (passivo); e

• o item tiver custo ou valor que possa ser mensurado com confiabilidade.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 8 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Note que não basta atender às características para um item ser reconhecido no

BP, o item deve também atender aos critérios estabelecidos pelo CPC e estes cri-

térios têm relação com um retorno para a empresa, quando for um ativo, ou uma

exigibilidade; quando for um passivo, bem como com a sua mensuração, se não

atender aos critérios o item não será reconhecido no Balanço Patrimonial.

Por exemplo:

a) Uma máquina da empresa que não esteja nos planos de uso, ou seja, “está

encostada”; ela tem todas as características de ativo, contudo não atende ao crité-

rio de gerar um benefício econômico para a empresa, pois não está sendo utilizada.

b) Uma fiança que a empresa faz para um cliente; a fiança é uma garantia em que,

se o devedor não quitar a dívida, o fiador se obriga a pagar. A fiança assume as

características de um passivo, contudo não é dívida da empresa, assim provavel-

mente não consumirá um benefício econômico da empresa. Por isto não é registra-

da no passivo.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 9 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Outro ponto importante na classificação dos elementos patrimoniais é que,

ao avaliar se um item se enquadra nos critérios de ativo ou passivo, se qualifica

para fins de reconhecimento nas demonstrações contábeis; é necessário conside-

rar as observações sobre materialidade e relevância, ou seja, verificar se o valor

ou a importância da informação atendem à relação custo-benefício da informação.

Quando, na visão da empresa, o benefício for menor que o custo de apurar e regis-

trar a informação, não existe a necessidade de seu reconhecimento.

Um item considerado imaterial ou

irrelevante pode ser reconhecido

diretamente como despesa, mesmo

atendendo às características de ativo.

Atualmente, para apresentar informações que representem fidedignamente os

fatos, a maior dificuldade da contabilidade está em mensurar um ativo ou passi-

vo, pois uma grande parte dos itens envolvidos nos fatos contábeis são valorados

com base em estimativas, em que não há a certeza de sua consecução. Veja estas

situações:

a) Quando a empresa vende a prazo, não há a certeza do pagamento pelos

clientes, assim deve ser estimada uma inadimplência.

b) Quando a empresa tem uma disputa judicial conta si, não existe a certeza

do valor que a justiça determinará como indenização, assim deve ser feita uma

estimativa.

c) Quando a empresa assume a responsabilidade de, após explorar uma mina,

efetuar a recuperação ambiental do local explorado, o valor a ser gasto é esta-

belecido por estimativa, podendo no futuro ser maior ou menor que o planejado

inicialmente.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 10 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Mensuração é o processo que consiste em determinar os valores pelos quais

os elementos das demonstrações contábeis devem ser reconhecidos e apresenta-

dos no balanço patrimonial. Em muitos casos, o custo ou valor precisa ser estima-

do; assim, o uso de estimativas é parte essencial da elaboração das demonstrações

contábeis e não prejudica a sua confiabilidade.

Quando não puder ser feita estimativa razoável, o item não deve ser reconhecido

no balanço patrimonial. Contudo, devido à relevância da informação, pode existir a

necessidade de ser divulgada a informação nas notas explicativas ou nos quadros

suplementares. Não registra, mas divulga.

Desta forma, contabilmente o conceito de probabilidade deve ser adotado nos

critérios de reconhecimento para determinar o grau de incerteza com que os bene-

fícios econômicos futuros referentes ao item venham a fluir para a entidade (ativo)

ou fluir da entidade (passivo). O  normal é registrar aquilo que PROVAVELMENTE

se realizará ou será pago e divulgar aquilo que POSSIVELMENTE se realizará ou

será pago.

Provável é o fato de que vai ocorrer e será registrado no BP; possível é o fato

que pode ocorrer e será divulgado em notas explicativas.

Para ser reconhecido como um ativo ou passivo, o elemento deve:

a) ser identificado;

b) ser mensurado;

c) ser realizável (ativo) ou exigível (passivo).

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 11 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Ativo
Meu(minha) amigo(a), agora vou começar a destacar as características de cada

elemento que será apresentado nas demonstrações, começando pelo ATIVO.

O conceito nós já vimos. Ativo é um recurso controlado pela entidade como

resultado de eventos passados e do qual se espera que resultem futuros bene-

fícios econômicos para a entidade.

De maneira simples o ativo é considerado como o conjunto de bens e direitos

de uma empresa, contudo existem algumas particularidades que estão inseridas

no conceito apresentado pelas normas internacionais que qualificam melhor esta

afirmação, pois não basta existir um bem, ele deve dar um retorno para a empresa;

também não há a necessidade de o bem ser propriedade da entidade, basta estar

sob seu controle.

Dentro de uma visão econômica o ativo pode ser classificado em monetário e

não monetário.

• Ativo monetário é aquele bem ou direito que é dinheiro (caixa/banco) ou se

transformará em dinheiro diretamente, sem passar pela DRE. Por exemplo:

contas a receber, duplicatas a receber, aplicações financeiras, empréstimos a

receber.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 12 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

• Ativo não monetário é o bem ou direito que se realizará economicamente,

gerando uma receita ou despesa e, assim, transita pela DRE. Por exemplo:

despesas antecipadas, estoques, imóveis, veículos etc.

Recurso Controlado

Por recurso se entende qualquer elemento que possa ter uma avaliação econô-

mica (ser mensurado), relacionado a direitos reais (bens) ou pessoais (direitos), ou

seja, são os bens e direitos sob o controle da empresa.

Atente para o fato de que recurso não significa dinheiro, um recurso pode ser um

bem ou um direito.

Segundo o Código Civil, o conjunto dos bens e direitos é dividido em direitos

reais e direitos pessoais.

• O direito real recai geralmente sobre um objeto corpóreo (bem) e o poder

é exercido sobre o objeto de forma imediata e direta, assim a empresa tem o

direito de uso do bem a qualquer momento. Está relacionado com a fruição,

gozo na utilização de bens.

• Já o direito pessoal está focado nas relações humanas entre o devedor e o

credor; tem relação direta com o direito de receber algo de um devedor.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 13 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Outro ponto interessante sobre o conceito de ativo é que os recursos devem

estar sob o controle da empresa, assim não necessitam ser de propriedade.

Controle é diferente de propriedade.

• Controle está relacionado com correr riscos, se beneficiar, ter direito de uso

e poder de decisão sobre o ativo. O controle do recurso envolve a capacidade

da empresa em utilizar o recurso (ou controlar terceiros na sua utilização) de

modo que haja a geração do potencial de serviços ou dos benefícios econômi-

cos originados do recurso para a empresa.

• Propriedade é ter legalmente o direito sobre um bem.

É lógico que, no patrimônio das empresas, muitos ativos estão associados ao di-

reito de propriedade ou ao direito legal sobre alguma coisa; contudo, ao determinar

a existência do ativo, o direito de propriedade não é essencial.

Guarde: a propriedade legal do recurso não é uma característica essencial de

um ativo. No entanto, a propriedade legal é um indicador de controle.

Para avaliar se a entidade controla o recurso no presente, deve ser observada a

existência dos seguintes indicadores de controle:

• Propriedade legal;

• Acesso ao recurso ou a capacidade de negar ou restringir o acesso a esses;

• Meios que assegurem que o recurso seja utilizado para alcançar os seus ob-

jetivos; ou

• A existência de direito legítimo ao potencial de serviços ou à capacidade para

gerar os benefícios econômicos advindos do recurso.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 14 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Assim, por exemplo, um imóvel ou uma máquina objeto de arrendamento mer-

cantil será um ativo da empresa arrendatária, sempre que a entidade controle os

benefícios econômicos que são esperados que fluam do bem, mesmo ele sendo de

propriedade legal da arrendadora (financeira).

Outro exemplo é o capital intelectual de um funcionário, este intangível somente será

reconhecido quando a empresa possuir um direito legal sobre, o que normalmente

é registrado em contrato de prestação de serviço por um tempo pré-determinado.

Questão 1    (UF-BA/ASSISTENTE DE ADMINISTRAÇÃO/2017) De acordo com os

conceitos básicos de Administração Financeira, o que significa Ativo?

a) Valor contábil dos recursos próprios aplicados no negócio pelos sócios/acionistas.

b) Parcela de empréstimos tomados pela pessoa jurídica.

c) Conjunto de bens e direitos detidos pela organização.

d) Conjunto de obrigações e dívidas da instituição perante terceiros.

Letra c.

Veja que nesta questão a banca, que é acadêmica, tratou do conceito de ativo como

o conjunto dos bens e direitos DETIDOS pela organização, assim deixou claro que

não há a necessidade da propriedade do bem para ele ser reconhecido como um

elemento das demonstrações.

Questão 2    (UFG/AUDITOR/2017) Os conceitos de ativo e passivo identificam os

seus aspectos essenciais, mas não especificam os critérios para seu reconhecimen-

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 15 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

to. Ao avaliar se um item se enquadra na definição de ativo, passivo ou patrimônio


líquido, deve-se atentar para
a) a pendência ou não da implementação de condições.
b) o equilíbrio entre o custo e o benefício, ao invés de uma característica qualitativa.
c) o desempenho e as mutações na posição financeira ao longo do tempo.
d) a sua essência e realidade econômica e não apenas sua forma legal.

Letra d.
Veja que, nesta questão, a banca, que também é acadêmica, tratou da necessidade
de que a essência econômica se sobreponha à formalidade jurídica, ou seja, con-
trole sobre a propriedade.
Outro ponto a ser destacado nesta questão é a primeira parte do enunciado que
destaca que os conceitos de ativo e passivo apresentam as características, mas não
os critérios que precisam ser atendidos.

Questão 3    (FCC/TCE-SE/AUDITOR DE CONTAS/2012) Ativo é definido na estru-


tura conceitual da contabilidade como um recurso
a) de propriedade da entidade, utilizado em suas atividades operacionais, indepen-
dentemente do fluxo de caixa que este venha a gerar.
b) do qual se espera apenas uma saída próxima de recursos da entidade para o
seu pagamento.
c) adquirido à vista pela entidade.
d) controlado pela entidade e do qual se espera que resultem benefícios econômi-
cos futuros.
e) que não pode ser distribuído aos proprietários da entidade como restituição do

capital.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 16 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Letra d.

Vimos na aula que o ativo é um recurso controlado pela entidade como resultado

de eventos passados e do qual se espera que fluam futuros benefícios econômicos

para a entidade. Não precisa ser de propriedade da empresa, contudo deve estar

sob o seu controle.

Resultado de Eventos Passados

Evento passado está relacionado com um fato que ocorreu, como uma compra

ou produção de um bem.

O normal é que as empresas obtenham seus ativos por meio de sua compra ou

produção, ou seja, que haja um sacrifício na sua geração; entretanto, existem ou-

tras transações que podem gerar ativos sem sacrifício econômico.

Por exemplo, um imóvel recebido de ente governamental como parte de programa

para fomentar o crescimento econômico de dada região, a descoberta de jazidas

minerais ou o recebimento de uma doação.

Na identificação de ativos é importante diferenciar fato passado de compromis-

so futuro, pois a transação prevista para ocorrer no futuro não dá origem a ativos.

Desse modo, por exemplo, a intenção de adquirir estoques não atende, por si só,

à definição de ativo. Assim, para um elemento ser reconhecido deve ter havido um

fato gerador, e não um compromisso de compra.

Espera-se que gerem benefícios econômicos futuros

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 17 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Um ativo somente deve ser reconhecido no balanço patrimonial quando for pro-

vável que benefícios econômicos futuros dele provenientes fluirão para a entida-

de. O benefício econômico futuro de um ativo é o seu potencial em contribuir, direta

ou indiretamente, para o fluxo de caixa ou equivalentes de caixa para a entidade.

Tal potencial pode ser produtivo (utilizado nas atividades operacionais), pode

ter a forma de conversibilidade em caixa (transformado em dinheiro) ou pode ain-

da ser capaz de reduzir as saídas de caixa (diminui as despesas), como no caso de

processo industrial alternativo que reduza os custos de produção.

Os benefícios econômicos futuros podem fluir para a entidade de diversas ma-

neiras.

Por exemplo, o ativo pode ser:

a) usado na produção de bens ou na prestação de serviços a serem vendidos pela

entidade;

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 18 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

b) trocado por outros ativos;

c) usado para liquidar um passivo; ou

d) distribuído aos proprietários da entidade.

O benefício econômico esperado de um ativo é a sua capacidade de realização,

de se liquidar. Por liquidação entende-se capacidade de se transformar, direta ou

indiretamente, em dinheiro.

O ativo tem natureza devedora, porque ele deve um benefício econômico para a em-

presa. Este benefício pode se dar pela venda, pelo uso ou pelo consumo, por exemplo:

• Mercadoria – realiza-se na venda.

• Material de escritório – realiza-se no consumo.

• Imobilizado – realiza-se pelo uso.

Ativo Contingente

Contingência é uma condição ou situação cujo resultado final, favorável ou des-

favorável, depende de eventos futuros incertos. Em contabilidade essa definição

se restringe às situações existentes à data das demonstrações e informações con-

tábeis, cujo efeito financeiro será determinado por eventos futuros que possam

ocorrer ou deixar de ocorrer.

A NBTG 25 de 2014, emitida pelo CFC, estabelece a necessidade da divulgação de

ativos e passivos contingentes. O passivo contingente vemos no grupo do passivo.

Ativo contingente é um ativo possível que resulta de eventos passados e cuja

existência será confirmada apenas pela ocorrência ou não de um ou mais eventos

futuros incertos não totalmente sob controle da entidade.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 19 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Os ativos contingentes surgem normalmente de evento não planejado ou de ou-

tros não esperados que dão origem à possibilidade (não é praticamente certa)

de entrada de benefícios econômicos para a entidade.

Um exemplo é uma disputa judicial em que a entidade esteja reclamando por meio

de processos legais, cujo desfecho seja incerto, pois não há uma decisão final.

Os ativos contingentes não são reconhecidos nas demonstrações contábeis,

uma vez que pode tratar-se de resultado positivo que nunca será efetivamente

realizado. Assim, se for provável (menos do que praticamente certa) a entrada de

benefícios econômicos, o ativo contingente deve ser divulgado (nota explicativa),

mas não deve ser reconhecido contabilmente. Porém, quando a realização do ga-

nho é praticamente certa, então o ativo relacionado não é um ativo contingente e

o seu reconhecimento é adequado como ativo propriamente dito em contrapartida

de uma receita, geralmente um crédito da empresa.

A classificação de ativos contingentes deve ser feita com base nas estimativas;

quanto ao desfecho e aos efeitos financeiros das contingências, são determinadas

pelo julgamento da administração da companhia, apoiadas em estudos e pareceres

técnicos que reflitam uma posição isenta, e revisadas pelo auditor independente.

Tanto as estimativas quanto a revisão devem incluir o exame dos eventos ocorridos

após a data do balanço, complementado pela experiência obtida em transações

semelhantes e são classificadas em:

• Praticamente certa – é uma contingência que a empresa já ganhou na justiça,

falta receber; neste caso é um ativo normal.

• Provável – é uma contingência que a empresa vai ganhar, é um ativo contin-

gente e será divulgado nas notas explicativas.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 20 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

• Possível ou remota – é uma contingência que a empresa pode ganhar ou não

vai ganhar, neste caso não se encaixa no conceito de ativo contingente nem

será divulgada em notas explicativas.

Note que a contingência praticamente certa é reconhecida diretamente como

um ativo, normalmente como um crédito da empresa com alguém.

Por exemplo: em uma disputa judicial a empresa ganhou a causa e não há mais

como a outra parte recorrer, assim a parte terá que pagar. Neste caso a empresa

reconhece um ativo em contrapartida de uma receita.

A entidade não deve reconhecer um ativo contingente.

O ativo contingente é divulgado EM NOTAS EXPLICATIVAS, quando for provável a

entrada de benefícios econômicos. É importante que as divulgações de ativos con-

tingentes evitem dar indicações indevidas da probabilidade de surgirem ganhos.

Quando Síntese de Ativo Contingente (NBC TG 25 (R1))

São caracterizados em situações nas quais, como resultado de eventos passados, há


um ativo possível cuja existência será confirmada apenas pela ocorrência ou não de um
ou mais eventos futuros incertos não totalmente sob controle da entidade.
A entrada de benefícios A entrada de benefícios
econômicos é praticamente econômicos é provável, mas A entrada não é provável.
certa. não praticamente certa.
O ativo não é contingente.
Nenhum ativo é reconhecido. Nenhum ativo é reconhecido.
É registrado normalmente.
Nenhuma divulgação é exi-
Divulgação é exigida.
gida.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 21 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Considerando a sua capacidade de realização, o ativo é classificado em realizado

e realizável.

• Por realizado entende-se aquilo que já é dinheiro, como: a conta caixa, ban-

co e aplicação financeira de liquidez imediata, ou seja, o disponível.

• Realizável é aquilo que vai, direta ou indiretamente, se transformar em di-

nheiro, seja pelo uso, pela venda ou pelo consumo.

O ativo será apresentado no Balanço Patrimonial em ordem decrescente de li-

quidez, que é o mesmo que crescente no prazo de liquidez. Ou seja, considera-se

a capacidade de realização para a apresentação no Balanço, por isto que o ativo é

dividido em circulante e não circulante.

CIRCULANTE

− Disponível

− Créditos

− Estoques

− Despesas antecipadas

NÃO CIRCULANTE

− Realizável a longo prazo

− Investimentos

− Imobilizado

− Intangível

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 22 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Composição do Ativo

CIRCULANTE

Disponível

Caixa

Bancos

Aplicações de liquidez imediata

Numerários em trânsito

Créditos

Clientes

Duplicatas a receber

(-) Receitas financeiras a transcorrer

Títulos a receber

Notas promissórias a receber

(-) Estimativa/provisão para devedores duvidosos

(-) Estimativa/Provisão para crédito de liquidação duvidosa

Empréstimos a receber

Dividendos a receber

Impostos a recuperar

Adiantamento a fornecedores

Investimentos Temporários

Títulos e valores mobiliários

Aplicação financeira

Ações da bolsa de valores

Aplicação em fundos de investimentos

Debêntures adquiridas com resgate em curto prazo

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 23 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Títulos mobiliários destinados a negociação

(-) Estimativa/Provisão para perda em investimentos temporários

Estoques

Mercadorias

Material de consumo

Material de expediente

Material de limpeza

(-) Estimativa/Provisão para perdas no estoque

(-) Estimativa/Provisão para ajuste do preço do estoque ao de mercado

Despesas Antecipadas

Prêmios de seguros a apropriar

Assinaturas de revistas a apropriar

Anuidades de sociedades a apropriar

Aluguéis pagos antecipadamente

Telefone pré-pago

Adiantamento para viagens

ATIVO NÃO CIRCULANTE

Ativo Realizável a Longo Prazo

Contas a receber

Clientes

Títulos a receber

(-) Receita financeira a transcorrer

Duplicatas a receber

(-) Estimativa/Provisão para devedores duvidosos

Aplicações financeiras de longo prazo

Títulos e valores mobiliários

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 24 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

(-) Estimativa/ Provisão para perdas em investimentos

Empréstimos a sócios e acionistas

Adiantamento a diretores

Créditos juntos a administradores

Debêntures adquiridas com resgate a longo prazo

Instrumentos financeiros disponíveis para venda

Investimentos

Ações de outras empresas

Subsidiária integral

Participações societárias

Ações de Coligadas/Controladas

Ágio em participações societárias

Obras de arte

Imóveis não de uso

Imóveis para aluguel

Terrenos de renda

Veículos antigos

Animais / Semoventes

Investimentos em títulos da dívida pública

Investimentos em debêntures permanentes

Investimentos em fundos de investimentos

(-) Estimativa/Provisão para perdas em investimentos

(-) Depreciação acumulada de imóveis alugados

(-) Amortização acumulada de ágio em participações

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 25 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Imobilizado

Terrenos de uso

Edifícios

Instalações

Imóveis

Máquinas e equipamentos

Equipamentos de processamento de dados

Móveis e utensílios

Veículos

(-) Depreciação acumulada

Florestamento

Recursos minerais

(-) Exaustão acumulada

Obras em andamento

Programa de computador – software

Benfeitorias em prédios de terceiros

(-) amortização acumulada de benfeitorias

Consórcios de imobilizados

Importação de imobilizado em andamento

Intangível

Marcas e patentes

Fundo de comércio adquirido – Good Will

Direitos de uso de concessão

Direitos de uso de franquias

Software

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 26 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

(-) Amortização acumulada

Desenvolvimento de novos produtos

Questão 1    (FCC/TCM-CE/ANALISTA DE CONTROLE EXTERNO/2011) Recursos

controlados pela entidade como resultado de eventos passados e dos quais se es-

pera que resultem futuros benefícios econômicos para a entidade devem ser clas-

sificados no

a) Patrimônio Líquido.

b) Ativo.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 27 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

c) Passivo.

d) Passivo e no Ativo.

e) Relatório da Administração.

Letra b.

O conceito apresentado é o de ativo.

Não esqueça que os elementos diretamente relacionados com a mensuração da

posição patrimonial e financeira são os ativos, os passivos e o patrimônio líquido.

Estes são definidos como segue:

a) ativo é um recurso controlado pela entidade como resultado de eventos passa-

dos e do qual se espera que fluam futuros benefícios econômicos para a entidade;

b) passivo é uma obrigação presente da entidade, derivada de eventos passados,

cuja liquidação se espera que resulte na saída de recursos da entidade capazes de

gerar benefícios econômicos;

c) patrimônio líquido é o interesse residual nos ativos da entidade depois de de-

duzidos todos os seus passivos.

Questão 2    (FCC/TRF 4ª REGIÃO/TÉCNICO JUDICIÁRIO-CONTABILIDADE/2011)

Devem ser classificados no Ativo Intangível, de acordo com a legislação vigente:

a) máquinas e equipamentos.

b) benfeitorias em imóvel de terceiros.

c) despesas pré-operacionais.

d) gastos com pesquisas de produtos.

e) marcas e patentes.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 28 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Letra e.

O intangível é composto pelos direitos que tenham por objeto bens incorpóreos

destinados à manutenção da companhia ou exercidos com essa finalidade, inclusive

o fundo de comércio adquirido.

O grupo do intangível foi criado pela Lei n. 11.638/2007 com o objetivo de registrar

os bens e direitos que não possuam matéria, mas que apresentam um valor consi-

derável para a empresa.

Exemplos de intangíveis:

• Marcas;

• Patentes;

• Direitos de uso de franquias;

• Desenvolvimentos de produtos;

• Direitos de exploração de rodovias;

• Desenvolvimentos de software;

• Propriedade legal de novos livros, filmes e músicas;

• Direitos de opção de compra ou venda de ações;

• Direitos de exploração de filmes cinematográficos;

• Fundo de comércio adquirido;

• Amortização acumulada (-).

Com base no conceito somente é intangível “marcas e patentes”.

Máquinas e equipamentos e benfeitorias em imóvel de terceiros são contas do imo-

bilizado, já as despesas pré-operacionais e os gastos com pesquisas de produtos

são despesas.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 29 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Questão 3    (VUNESP/PC-SP/PERITO CRIMINAL/2014) A Estrutura Conceitual da

Contabilidade, aprovada pelo Pronunciamento Técnico 00 do CPC, define-o como

um recurso controlado pela entidade, decorrente do resultado de eventos passa-

dos, e do qual se espera que fluam futuros benefícios econômicos para a entidade.

A Estrutura está se referindo ao

a) Ativo.

b) Passivo.

c) Resultado Abrangente.

d) Resultado do Exercício.

e) Patrimônio Líquido.

Letra a.

O patrimônio é o conjunto dos bens, direitos e obrigações. Bens e direitos repre-

sentam o lado ativo; e as obrigações, o lado passivo do patrimônio.

Assim, os elementos diretamente relacionados com a mensuração da posição patri-

monial e financeira das entidades são os ativos, os passivos e o patrimônio líquido,

que são definidos como segue:

a) ativo: é um recurso controlado pela entidade como resultado de eventos passa-

dos e do qual se espera que fluam futuros benefícios econômicos para a entidade;

b) passivo: é uma obrigação presente da entidade, derivada de eventos passados,

cuja liquidação se espera que resulte na saída de recursos da entidade capazes de

gerar benefícios econômicos;

c) patrimônio líquido: é o interesse residual nos ativos da entidade depois de

deduzidos todos os seus passivos.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 30 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Questão 4    (IADES/CRC-MG/TÉCNICO EM ATENDIMENTO/2015) O conjunto de

bens, direitos e obrigações pertencentes a uma pessoa física ou jurídica ou a um

conjunto de pessoas, susceptíveis de avaliação econômica, é o conceito de

a) passivo.

b) ativo.

c) situação líquida.

d) obrigações exigíveis.

e) patrimônio.

Letra e.

O conjunto de bens, direitos e obrigações pertencentes a uma pessoa física ou ju-

rídica ou a um conjunto de pessoas é o patrimônio.

Questão 5    (IADES/CONAB/ASSISTENTE CONTÁBIL/2014) Uma determinada fir-

ma, com Patrimônio Líquido de $ 85.000,00, para cada $ 100,00 de capital próprio,

emprega $ 130,00 de capital de terceiros. Com base apenas nessas informações,

é possível determinar o

a) Capital Circulante Líquido.

b) Capital Social.

c) Ativo Total.

d) Passivo Circulante

e) Índice de Liquidez Corrente.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 31 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Letra c.

A questão trata da equação patrimonial.

Quando a empresa apura o valor do capital próprio, que é o patrimônio líquido, e o

valor do capital de terceiros, que é o passivo exigível, ela conseguirá apurar o valor

total do ativo.

Ativo = passivo exigível + patrimônio líquido

Passivo
O passivo representa o exigível de uma empresa; é conceituado da seguinte

maneira: passivo é uma obrigação presente, derivada de eventos passados, cuja

liquidação se espera que resulte em saída de recursos capazes de gerar benefícios

econômicos.

Dentro de uma visão econômica o passivo pode ser classificado em monetário

e não monetário.

• Passivo monetário é aquela obrigação que exigirá um pagamento em di-

nheiro. Por exemplo: contas a pagar, duplicatas a pagar, debentures emitidas.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 32 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

• Passivo não monetário é a obrigação que será liquidada com um bem ou

com a prestação de um serviço, não envolvendo dinheiro. Por exemplo: recei-

tas antecipadas, adiantamentos de clientes.

Obrigação Presente

Uma obrigação envolve sempre outra parte a quem se deve a obrigação. Não

é necessário, porém, saber a identidade da parte a quem se deve a obrigação, na

verdade, a obrigação pode ser ao público em geral. Em virtude de a obrigação en-

volver sempre compromisso com outra parte.

Uma característica essencial para a existência de passivo é que a entidade tenha

uma obrigação presente. Uma obrigação presente é um dever ou responsabilidade

de agir ou de desempenhar uma dada tarefa de certa maneira, pode ser legalmen-

te exigível ou não formalizada.

• Obrigação legal é uma obrigação que deriva de:

a) contrato (por meio de termos explícitos ou implícitos);

b) legislação; ou

c) determinação da justiça.

As principais obrigações apresentadas no balanço são:

− Contas a pagar em geral;

− Financiamentos a pagar;

− Arrendamento mercantil financeiro;

− Passivos tributários;

− Instrumentos financeiros – derivativos e debêntures;

− Provisões passivas;

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 33 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

− Receitas antecipadas.

• Obrigação não formalizada surge de padrão estabelecido de práticas pas-

sadas, de políticas publicadas ou de declaração em que a entidade tenha in-

dicado a outras partes que aceitará certas responsabilidades.

Um evento que não gera imediatamente uma obrigação pode gerá-la em data

posterior, por força de alterações na lei ou porque um ato da entidade (por exem-

plo, uma declaração pública suficientemente específica) dá origem a uma obrigação

não formalizada.

Por exemplo, quando forem causados danos ambientais, pode não haver obrigação

para remediar as consequências; contudo, quando a entidade publicamente aceita

a responsabilidade pela retificação do meio ambiente ela cria uma obrigação não

formalizada.

Esta obrigação normalmente ocorre quando a empresa se compromete, por

questão de política mercadológica ou de imagem, retificar defeitos em seus produ-

tos; conceder algum benefício aos funcionários, à sociedade ou ao meio ambiente.

Por exemplo:

Obrigação com a extensão da garantia de produtos já vendidos.

Obrigação com a participação nos lucros maior que o acordado com os funcionários.

Obrigação com a recuperação ambiental de uma praça ou rio na sua localidade.

Como a empresa se comprometeu em público, ela não tem nenhuma alternativa

realista senão liquidar essa obrigação, e as importâncias que espera gastar consti-

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 34 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

tuem passivos em contrapartida de despesas que serão lançadas na Demonstração

do Resultado do Exercício.

Guarde: a empresa pode ter uma obrigação contratual (legal) ou uma obriga-

ção que ela assumiu como parte de suas atividades sendo uma promessa (não

formalizada).

Deve-se fazer uma distinção entre obrigação presente e compromisso futuro. A de-

cisão para adquirir ativos no futuro não dá origem, por si só, a uma obrigação pre-

sente. A obrigação normalmente surge somente quando um ativo é entregue ou a

entidade ingressa em acordo irrevogável para adquirir o ativo. Nesse último caso,

a  natureza irrevogável do acordo significa que as consequências econômicas de

deixar de cumprir a obrigação, como, por exemplo, em função da existência de pe-

nalidade contratual significativa, deixam a entidade com pouca, caso haja alguma,

liberdade para evitar o desembolso de recursos em favor da outra parte.

Resultado de Eventos Passados

Para um evento ser um evento que cria obrigação, é necessário que a entida-

de não tenha nenhuma alternativa realista senão liquidar a obrigação criada pelo

evento. Esse é o caso de quando a liquidação da obrigação foi imposta legalmente

ou no caso de obrigação não formalizada, quando o evento (que pode ser uma ação

da entidade) cria expectativas válidas em terceiros de que a entidade cumprirá a

obrigação.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 35 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

A existência de um passivo pressupõe que no futuro a entidade deverá liquidá-lo

por meio do pagamento ou com a perda de um benefício econômico, ou seja, pres-

supõe não ser possível evitar a obrigação, por isto ele é tratado como um exigível.

Os passivos assim como os ativos resultam de transações ou outros eventos

passados, assim a obrigação deve ser resultado de um evento que ocorreu no

passado. Esta ocorrência pode ser de uma relação comercial (compras a prazo,

obtenção de empréstimos) ou pelo fato de uma despesa ter acontecido e não ter

sido paga (competência) ou até mesmo pela determinação da justiça ou de uma lei.

Por exemplo, a aquisição de bens (ativo) a prazo dá origem a contas a pagar (pas-

sivo) ou o recebimento de empréstimo bancário (ativo) resulta na obrigação de

honrá-lo no vencimento (passivo).

Note que estas obrigações deram origem aos ativos bens e banco, contudo po-

dem surgir obrigações que estejam relacionadas com despesas incorridas e não

pagas e por consequência não afetam o ativo. Estas obrigações são denominadas

de passivos por competência ou accruals.

Passivo por accruals (competência) são obrigações originadas pela ocorrência

de uma despesa que ainda não foi efetivamente paga (despesas incorridas e

não pagas).

• Salários a pagar;

• Adicional natalino a pagar;

• Férias a pagar;

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 36 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

• Aluguel a pagar;

• Energia elétrica a pagar.

Outra caraterística do passivo é que algumas obrigações somente podem ser

mensuradas por meio do emprego de significativo grau de estimativa. No Brasil,

denominam-se esses passivos de provisões.

Provisão é um passivo (obrigação presente que provavelmente será liqui-

dada); contudo, tem prazo ou valor incertos.

A provisão tem as seguintes particularidades:

a) Tem por finalidade dar cobertura a perdas ou despesas, cujo fato gerador já

ocorreu, mas não houve o correspondente desembolso ou perda;

b) Caracteriza-se pela falta de certeza no valor ou prazo de pagamento, entre-

tanto a obrigação existe;

c) Representa uma apropriação ao resultado do exercício, em contrapartida de

despesas ou custos, e  sua constituição influencia o resultado do exercício ou os

custos de produção;

d) Deve ser constituída independentemente de a companhia apresentar lucro

ou prejuízo no exercício.

As provisões são diferentes de outros passivos tais como contas a pagar e pas-

sivos derivados de apropriações por competência (accruals) porque há incerteza

sobre o prazo ou o valor do desembolso futuro necessário para a sua liquidação,

devido a isto são divulgadas em separado das contas a pagar.

Uma provisão SOMENTE deve ser reconhecida quando:

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 37 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

• Existe uma obrigação presente (legal ou não formalizada) como resultado de

evento passado;

• Seja provável que será necessária uma saída de recursos para liquidar a obri-

gação; e

• Possa ser feita uma estimativa confiável do valor da obrigação.

Se essas condições não forem satisfeitas, nenhuma provisão deve ser

reconhecida.

São reconhecidas como provisão apenas as obrigações que surgem de eventos

passados que existam independentemente de ações futuras da entidade (isto é,

a conduta futura dos seus negócios).

São exemplos de tais obrigações as penalidades ou os custos de limpeza de da-

nos ambientais ilegais independentemente das ações futuras da entidade. De for-

ma similar, a entidade reconhece uma provisão para os custos de descontinuidade

de poço de petróleo ou de central elétrica nuclear na medida em que a entidade é

obrigada a retificar danos já causados.

Por outro lado, devido a pressões comerciais ou exigências legais, a entidade

pode pretender ou precisar efetuar gastos para operar de forma particular no futu-

ro (por exemplo, montando filtros de fumaça em certo tipo de fábrica). Dado que

a entidade pode evitar os gastos futuros pelas suas próprias ações, por exemplo:

alterando o seu modo de operar, ela não tem nenhuma obrigação presente relati-

vamente a esse gasto futuro e nenhuma provisão é reconhecida.

As principais provisões passivas são:

• Provisão para garantias de produtos;

• Provisão para contingências judiciais; e

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 38 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

• Provisão para recuperação ambiental.

Provisão para contingência é diferente de passivo contingente.

Passivo contingente é uma obrigação possível que resulta de eventos passa-

dos e cuja existência será confirmada apenas pela ocorrência ou não de um ou mais

eventos futuros incertos não totalmente sob controle da entidade ou é uma obriga-

ção presente que resulta de eventos passados, mas que não é reconhecida porque:

a) não é provável que uma saída de recursos que incorporam benefícios eco-

nômicos seja exigida;

b) o valor da obrigação não pode ser mensurado com suficiente confiabilidade.

Em sentido geral, todas as provisões são contingentes, porque são incertas

quanto ao seu prazo ou valor. Porém, segundo os pronunciamentos do “CPC”, o ter-

mo “contingente” é usado para passivos que não sejam reconhecidos, porque a sua

existência somente será confirmada pela ocorrência ou não de um ou mais even-

tos futuros incertos não totalmente sob o controle da entidade. Desta forma,

o termo passivo contingente é usado para passivos que não satisfaçam os critérios

de reconhecimento.

Provisões SÃO reconhecidas como passivo porque são obrigações presentes e é

provável que uma saída de recursos que incorporam benefícios econômicos seja

necessária para liquidar a obrigação; passivos contingentes NÃO SÃO reconhe-

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 39 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

cidos como passivo, porque são obrigações possíveis ou são obrigações presentes

que não seja necessária uma saída de recursos ou não pode ser feita uma estima-

tiva suficientemente confiável do valor da obrigação.

Provisões atendem aos critérios de reconhecimento de um passivo, passivo con-

tingente não atende e deve ser divulgado em nota explicativa.

A classificação de provisões e de passivos contingentes deve ser feita com base

nas estimativas quanto ao desfecho e aos efeitos financeiros das contingências e

são determinadas pelo julgamento da administração da companhia, apoiadas em

estudos e pareceres técnicos que reflitam uma posição isenta, e revisadas pelo au-

ditor independente. Tanto as estimativas quanto a revisão devem incluir o exame

dos eventos ocorridos após a data do balanço, complementado pela experiência

obtida em transações semelhantes e são classificadas em:

• Provável – é uma contingência que a empresa vai perder; é uma provisão

passiva, será reconhecida no passivo e divulgada nas notas explicativas.

• Possível – é uma contingência que a empresa pode perder; neste caso

não se encaixa no conceito de passivo e será somente divulgada em notas

explicativas.

• Remota – é uma contingência que a empresa não vai perder; neste caso

não se encaixa no conceito de provisão nem de passivo contingente, não será

reconhecida no passivo nem será divulgada em notas explicativas.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 40 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Quadro comparativo entre provisão e passivo contingente

São caracterizados em situações nas quais, como resultado de eventos passados, pode
haver uma saída de recursos envolvendo benefícios econômicos futuros na liquida-
ção de:
(a) obrigação presente; ou
(b) obrigação possível cuja existência será confirmada apenas pela ocorrência ou não
de um ou mais eventos futuros incertos não totalmente sob controle da entidade.
Há obrigação possível ou
Há obrigação possível ou
Há obrigação presente que obrigação presente que
obrigação presente cuja
provavelmente requer uma pode requerer, mas prova-
probabilidade de uma saída
saída de recursos. velmente não irá requerer,
de recursos é remota.
uma saída de recursos.
Nenhuma provisão é reconhe- Nenhuma provisão é reconhe-
A provisão é reconhecida.
cida. cida.
Divulgação em notas explica-
Divulgação em notas explicati- Nenhuma divulgação é exi-
tivas é exigida para o passivo
vas é exigida para a provisão. gida.
contingente.

Questão 1    (FGV/COMPESA/CONTADOR/2016) De acordo com o Pronunciamento

Técnico CPC 25 – Provisões, Passivos Contingentes e Ativos Contingentes, assinale a

opção que indica a principal diferença entre as provisões e os passivos contingentes.

a) Os passivos contingentes são reconhecidos como passivo, enquanto as provi-

sões não são.

b) As provisões são reconhecidas como passivo, enquanto os passivos contingen-

tes não são.

c) As provisões são reconhecidas como redutoras do ativo, enquanto os passivos

contingentes, como redutores do passivo.

d) Os passivos contingentes têm prazo para realização, enquanto as provisões

não têm.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 41 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

e) Os passivos contingentes utilizam estimativas, enquanto as provisões utilizam

valores precisos.

Letra b.

Questão boa para destacar as diferenças, vou comentar cada assertiva.

a) Errada. Vimos que as provisões são reconhecidas como passivo, e os passivos

contingentes são divulgados em notas explicativas.

b) Certa. As provisões são reconhecidas como passivo, pois elas são obrigações

presentes e provavelmente serão liquidadas no futuro.

c) Errada. As provisões são reconhecidas como contas normais do passivo, têm

natureza credora e representam uma obrigação com valor e prazo incertos.

d) Errada. As provisões têm prazo, contudo não há a certeza da data em que será

liquidada. A liquidação e o valor vão depender de uma decisão que normalmente

não está sob o controle da empresa.

e) Errada. As provisões são estimativas, já os passivos contingentes, normalmen-

te, não podem ser estimados.

Questão 2    (IADES/METRÔ-DF/TÉCNICO EM CONTABILIDADE/2014) Conside-

rando-se a equação de equilíbrio patrimonial, é  correto afirmar que a soma das

obrigações com o patrimônio líquido de uma entidade deve ser igual ao (à)

a) passivo exigível.

b) capital de terceiros.

c) endividamento total.

d) soma dos bens e direitos.

e) capital próprio.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 42 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Letra d.

Questão que trata da equação patrimonial.

A soma do passivo mais o patrimônio líquido deve ser igual ao total do ativo, que

representa o conjunto dos bens e direitos.

Em relação ao reconhecimento, à mensuração e à evidenciação dos fatos contá-

beis, julgue o item a seguir.

Questão 3    (CESPE/TCU/AFCE/2015) Uma companhia aérea que se comprometer

a conceder viagens gratuitas aos clientes cadastrados em seu programa de milha-

gem deverá contabilizar uma provisão no momento em que as receitas de passa-

gens aéreas forem reconhecidas.

Certo.

Vimos na aula que uma provisão deve ser reconhecida quando a entidade tem

uma obrigação presente (legal ou não formalizada) como resultado de evento

passado, que seja provável que será necessária uma saída de recursos que incor-

poram benefícios econômicos para liquidar a obrigação e possa ser feita uma es-

timativa confiável do valor da obrigação, ou seja, quando apresentar os atributos

de um passivo.

Ao ofertar uma vantagem a empresa está assumindo uma obrigação não forma-

lizada e como houve a viagem o fato gerador da obrigação já ocorreu; contudo,

como não há a certeza de que o cliente utilizará a vantagem nem a certeza do

valor a ser gasto, a empresa deve estimar, com base em dados passados, o valor

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 43 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

da obrigação e reconhecer uma provisão no passivo, no mesmo período social que

o cliente viajou.

Provavelmente Será Liquidada no Futuro

Para que um passivo se qualifique para reconhecimento, é necessário haver não

somente uma obrigação presente mas também a probabilidade de saída de recur-

sos que incorporam benefícios econômicos para liquidar essa obrigação.

Uma saída de recursos ou outro evento é considerado como provável se o even-

to for mais provável que sim do que não de ocorrer, isto é, se a probabilidade de

que o evento ocorrerá for maior do que a probabilidade de isso não acontecer.

Quando não for provável que exista uma obrigação presente, a entidade divul-

ga um passivo contingente, a menos que a possibilidade de saída de recursos que

incorporam benefícios econômicos seja remota.

A liquidação de uma obrigação presente geralmente implica a utilização, pela

entidade, de recursos incorporados de benefícios econômicos a fim de satis-

fazer a demanda da outra parte. Assim, a liquidação do passivo em regra é feita,

no futuro, com o sacrifício de um ativo.

Liquidar uma obrigação é baixá-la de forma a reconhecer que ela não existe

mais. A maneira mais usual de se liquidar uma dívida é pagando, entretanto a li-

quidação de uma obrigação pode ocorrer de diversas maneiras, como por meio de:

a) pagamento em caixa; (diminui o ativo)

b) transferência de outros ativos; (diminui o ativo)

c) prestação de serviços; (reconhece uma receita)

d) substituição da obrigação por outra; (altera a composição do passivo)

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 44 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

e) conversão da obrigação em ações; (aumenta o saldo da conta capital social)

f) pela perda dos direitos do credor; (reconhece uma receita)

g) pelo perdão de dívidas. (reconhece uma receita)

Vimos que o passivo é o exigível da empresa, assim no balanço patrimonial o

passivo será apresentado em ordem decrescente de exigibilidade ou crescente no

prazo de exigibilidade (o prazo sempre cresce). Ou seja, as dívidas que vencem

primeiro serão apresentadas em primeiro, pois a exigibilidade tem relação com o

prazo de vencimento da obrigação.

Não esqueça que exigibilidade é a necessidade de quitar uma obrigação, e con-

siderando esta necessidade o passivo é dividido em circulante e não circulante.

• CIRCULANTE

− Exigível de curto prazo

• NÃO CIRCULANTE

− Exigível de longo prazo

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 45 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Composição do Passivo

PASSIVO CIRCULANTE

Financiamentos

Empréstimos bancários

Duplicatas descontadas

Fornecedores

Títulos a pagar

Duplicatas a pagar

(-) Despesa financeira a transcorrer

Promissórias a pagar

Duplicatas descontadas

Debêntures emitidas

(-) Deságio na emissão de debêntures com resgate a curto prazo

Obrigações Fiscais

ICMS a recolher

IPI a recolher

ISS a recolher

PIS a recolher

COFINS a recolher

Imposto de renda a recolher

Contribuição social sobre o lucro a recolher

Outras Obrigações

Adiantamento de clientes

Adiantamentos de fornecedores

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 46 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Adiantamentos para aumento de capital (com possibilidade de devolução)

Contas a pagar

Salários a pagar

Encargos sociais a pagar

FGTS a recolher

Comissões a pagar

Honorários a pagar

Provisões passivas

Provisão para contingências trabalhistas

Provisão para contingências judiciais

Provisão para recuperação ambiental

Provisão para garantias estendidas

PASSIVO NÃO CIRCULANTE

Empréstimos a pagar em longo prazo

(-) Despesa financeira a transcorrer

Duplicatas descontadas longo prazo

Financiamentos a pagar longo prazo

(-) juros a transcorrer

Títulos a pagar em longo prazo

Debêntures a resgatar em longo prazo

(-) Deságio na emissão de debêntures com resgate a longo prazo

Aluguéis recebidos antecipadamente

Receita de exercícios futuros

(-) Custo/despesa com receitas antecipadas

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 47 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Questão 1    (VUNESP/TJ-SP/CONTADOR/2015) Passivo é

a) uma obrigação presente da entidade, derivada de eventos já ocorridos, cuja li-

quidação se espera que resulte em saída de recursos da entidade capazes de gerar

benefícios econômicos.

b) uma obrigação possível que resulta de eventos passados e cuja existência será

confirmada apenas pela ocorrência ou não de um ou mais eventos futuros incertos,

mas que está totalmente sob controle da entidade.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 48 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

c) um evento futuro que cria uma coobrigação legal ou não formalizada que faça

com que a entidade não tenha nenhuma alternativa realista senão liquidar ou pos-

tergar essa obrigação.

d) uma obrigação presente ou passada da entidade, derivada de eventos ocorridos

ou a incorrer, cuja liquidação poderá ocorrer por pagamento ou troca com ativos.

e) uma obrigação provável resultante de eventos presentes e cuja existência será

confirmada apenas pela ocorrência ou não de um ou mais eventos futuros certos e

pela saída de recursos da entidade ou mesmo pela troca por ativos.

Letra a.

O patrimônio é o conjunto dos bens, direitos e obrigações. Bens e direitos repre-

sentam o lado ativo e as obrigações o lado passivo do patrimônio.

Assim, os elementos diretamente relacionados com a mensuração da posição patri-

monial e financeira das entidades são os ativos, os passivos e o patrimônio líquido,

que são definidos como segue:

a) ativo: é um recurso controlado pela entidade como resultado de eventos passa-

dos e do qual se espera que fluam futuros benefícios econômicos para a entidade;

b) passivo: é uma obrigação presente da entidade, derivada de eventos passados,

cuja liquidação se espera que resulte na saída de recursos da entidade capazes de

gerar benefícios econômicos;

c) patrimônio líquido: é o interesse residual nos ativos da entidade depois de

deduzidos todos os seus passivos.

Questão 2    (VUNESP/TJ-SP/CONTADOR/2013) Os ativos, representados no lado

esquerdo do balanço patrimonial, são assim denominados porque

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 49 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

a) significam os valores alocados às contas de Capital da entidade.

b) são as contas utilizadas para contabilizar os recursos em ação na sociedade, e,

quando bem utilizados, geram acréscimos e ganhos patrimoniais.

c) não são valores imobilizados durante o ciclo operacional da entidade.

d) com os passivos contabilizados e o patrimônio líquido constituem as origens dos

recursos da entidade.

e) apresentam característica de financiadores das atividades empresariais.

Letra b.

Nesta questão a banca trabalhou o conceito subjetivo de ativo. O ativo representa o

conjunto dos bens e direitos sob o controle da empresa que provavelmente gerarão

benefícios econômicos no futuro.

Assim, podemos afirmar que o POTENCIAL ECONÔMICO da empresa está no ativo

e ele será utilizado nas atividades da empresa para gerar ganhos e acréscimos pa-

trimoniais.

Questão 3    (FCC/CNMP/ANALISTA DE CONTROLE INTERNO/2015) Considere

que a Cia. Imobiliária S.A. seja proprietária de três imóveis com as seguintes ca-

racterísticas:

− Imóvel 1 – destinado para ser utilizado nas atividades da empresa.

− Imóvel 2 – mantido pela empresa sem a intenção de venda, mas não utilizado

em suas atividades.

− Imóvel 3 – mantido pela empresa para futura expansão da fábrica.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 50 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Na divulgação do seu Balanço Patrimonial, a empresa deve evidenciar o Imóvel 1,

o Imóvel 2 e o Imóvel 3, respectivamente, no grupo do ativo,

a) Imobilizado, Imobilizado e Imobilizado.

b) Imobilizado, Investimentos e Investimentos.

c) Imobilizado, Investimentos e Imobilizado.

d) Investimentos, Investimentos e Realizável no Longo Prazo.

e) Investimentos, Imobilizado e Realizável no Longo Prazo.

Letra b.

O que norteia a classificação de um ativo é o interesse da empresa em sua realiza-

ção, neste caso a classificação dos imóveis deve ser a seguinte:

• Imóvel 1 – está sendo utilizado nas atividades da empresa = imobilizado.

• Imóvel 2 – a empresa mantém o imóvel sem utilizar e sem intenção de ven-

da, é uma propriedade para investimento = investimento.

• Imóvel 3 – a empresa espera utilizá-lo em uma futura expansão, é uma pro-

priedade para investimento = investimento.

Questão 4    (FGV/TJ-BA/ANALISTA CONTADOR/2015) A Cia Tempo Livre opera no

ramo de lazer, por meio da administração de resorts. No exercício de 20x0, a Cia

foi processada por um grupo de clientes, que alegaram que os serviços não foram

prestados conforme anunciado. O departamento jurídico considera possível que a

Cia Tempo Livre tenha que arcar com indenizações da ordem de R$ 800 mil. De

acordo com as orientações do CPC 25, nas Demonstrações Contábeis do exercício,

a Cia Tempo Livre:

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 51 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

a) constituirá uma reserva de contingência para cobrir as despesas estimadas com

o processo;

b) divulgará o fato apenas em notas explicativas;

c) não mencionará o fato e aguardará o resultado definitivo do processo;

d) reconhecerá uma provisão no valor de R$ 800 mil;

e) reconhecerá uma provisão no valor de R$ 400 mil, já que a perda é apenas

possível.

Letra b.

A questão trata de provisão e passivo contingente.

Provisão é uma obrigação presente de valor e prazo incertos, que PROVAVELMENTE

será liquidada no futuro.

Passivo contingente é uma obrigação presente ou possível que não pode ser men-

surada ou que POSSIVELMENTE será liquidada no futuro.

Quando a empresa foi processada o fato gerador já ocorreu; assim, existe uma

obrigação. Como é uma disputa judicial e o valor foi estabelecido, foi mensurada.

Contudo, ao considerar possível a perda, ela se caracteriza como um passivo con-

tingente e será divulgada em nota explicativa.

Questão 5    (FGV/CÂMARA DE SALVADOR/CONTADOR/2018) Como o processo

industrial da Cia. X provoca alto impacto ambiental, ela é obrigada, por lei, a trocar

suas máquinas, a cada cinco anos. Caso a sociedade empresária não faça a troca,

ela é obrigada a pagar uma multa anual de R$ 100.000.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 52 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

A sociedade empresária deveria trocar suas máquinas em 2015. O valor das máqui-

nas era de R$ 500.000. Como a sociedade empresária não fez a troca, ela considera

que o risco de ser autuada é muito alto.

Considerando apenas esse fato, assinale a opção que indica, em 31/12/205, o total

das provisões da Cia. X.

a) Zero.

b) R$ 100.000.

c) R$ 500.000.

d) R$ 600.000.

e) R$ 1.000.000.

Letra b.

Com base no enunciado a empresa deverá provisionar o valor da multa, pois não

trocou os maquinários, assim o fato gerador da multa já ocorreu e segundo análise

da administração o risco de a empresa ser autuada é muito grande.

Não esqueça que uma provisão deve ser reconhecida quando:

a) a entidade tem uma obrigação presente (legal ou não formalizada) como resul-

tado de evento passado;

b) seja provável que será necessária uma saída de recursos que incorporam bene-

fícios econômicos para liquidar a obrigação; e

c) possa ser feita uma estimativa confiável do valor da obrigação.

Questão 6    (FGV/CÂMARA DE SALVADOR/CONTADOR/2018) Há situações em

que uma entidade precisa dar tratamento contábil a transações que geram obri-

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 53 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

gação para com terceiros, mas que haja incerteza acerca do prazo ou do valor do

desembolso futuro necessário para liquidar a obrigação.

No caso de uma ação judicial em que o desembolso por parte da entidade que re-

porta é considerado provável e razoavelmente estimado, a entidade deve:

a) tratar como resultado de exercícios futuros;

b) reconhecer uma provisão pela melhor estimativa;

c) divulgar em nota explicativa, se considerar relevante;

d) aguardar a decisão final para reconhecer qualquer obrigação;

e) reconhecer uma contingência pelo valor histórico de processos semelhantes.

Letra b.

Quando existir uma disputa judicial contra a empresa cuja perda for provável e o

valor puder ser estimado, deverá ser registrado um passivo, denominado de pro-

visão para contingência judicial e o fato que deu origem deverá ser destacado em

notas explicativas, apresentando todas as informações relevantes da provisão.

Não esqueça que uma provisão deve ser reconhecida quando:

a) a entidade tem uma obrigação presente (legal ou não formalizada) como resul-

tado de evento passado;

b) seja provável que será necessária uma saída de recursos que incorporam bene-

fícios econômicos para liquidar a obrigação; e

c) possa ser feita uma estimativa confiável do valor da obrigação.

Se essas condições não forem satisfeitas, nenhuma provisão deve ser reconhecida.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 54 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Questão 7    (VUNESP/SPTRANS/AGENTE DE GESTÃO/2013) A liquidação de uma

obrigação presente geralmente implica a utilização, pela entidade, de recursos in-

corporados de benefícios econômicos a fim de satisfazer a demanda da outra parte.

A liquidação de uma obrigação presente pode ocorrer de diversas maneiras, como,

por exemplo, por meio de

I – conversão da obrigação em item do patrimônio líquido.

II – transferência de outros ativos.

III – prestação de serviços.

IV – substituição da obrigação por outra.

V – pagamento em caixa.

Está correto o que se afirma em

a) I, II, III, e V, apenas.

b) I, II, III, IV e V.

c) II, III, IV e V, apenas.

d) II, III, e V, apenas.

e) I, II, e V, apenas.

Letra b.

O passivo é uma obrigação presente que será liquidada no futuro. A maneira mais

usual de se liquidar uma dívida é pagando, entretanto a liquidação de uma obriga-

ção pode ocorrer de diversas maneiras, como por meio de:

a) pagamento em caixa; (diminui o ativo)

b) transferência de outros ativos; (diminui o ativo)

c) prestação de serviços; (reconhece uma receita)

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 55 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

d) substituição da obrigação por outra; (altera a composição do passivo)

e) conversão da obrigação em ações; (aumenta o saldo da conta capital social)

f) pela perda dos direitos do credor; (reconhece uma receita)

g) pelo perdão de dívidas. (reconhece uma receita)

Assim, todas as possibilidades apresentadas na questão estão corretas.

Patrimônio Líquido

Conceitualmente o Patrimônio Líquido é o valor residual dos ativos da entidade

depois de deduzidos todos os seus passivos. Assim, representa uma sobra patrimo-

nial, que é encontrada pela equação entre o ativo e o passivo.

PL = ATIVO (-) PASSIVO

O patrimônio líquido representa o valor patrimonial da empresa, ou seja, o ca-

pital próprio da entidade, assim é o montante da riqueza que a empresa deve para

os sócios, por isto que segundo a Lei n. 6.404/1976 ele é tratado como um passivo

não exigível.

É importante destacar que, somente por coincidência, o valor pelo qual o Patri-

mônio Líquido é apresentado no balanço patrimonial será igual ao valor de mercado

das ações da companhia negociadas, ou igual à soma que poderia ser obtida pelos

sócios na venda de seus ativos e liquidação de seus passivos, pois no mercado

são considerados vários fatores externos ao patrimônio para fins de valorização da

empresa, como por exemplo: mercado nacional, concorrência, política tributária,

recessão econômica etc.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 56 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

O valor patrimonial da empresa e o seu valor de mercado geralmente são diferentes.

• Valor do PL = Valor patrimonial

• Valor de mercado = Valor de negociação = valor justo

Este assunto tem sido cobrado em algumas provas, assim é importante lembrar

que o valor “PL” no balanço é o valor patrimonial e não quer dizer que será o valor

que os sócios receberão caso vendam ou liquidem a empresa.

Embora o PL seja definido como um valor residual ele é representado por con-

tas que buscam identificar a sua composição. Para as S/As e para as empresas de

grande porte, a partir de 01.01.2008, por força da Lei n. 11.638/2007, a composi-

ção do patrimônio líquido será da seguinte maneira:

• Capital social

• Reservas de capital

• Ajuste da avaliação patrimonial (+/-)

• Reservas de lucro

• Ações em tesouraria (-)

• Prejuízo acumulado (-)

Para o Direito, o patrimônio é a representação econômica da pessoa e a sua natu-

reza jurídica é a de universalidade de direitos e obrigações. Assim, denomina-se

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 57 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

patrimônio o complexo de direitos e obrigações pecuniariamente apreciáveis ine-

rentes a uma pessoa, compreendendo as coisas, os créditos e débitos; enfim, todas

as relações jurídicas de conteúdo econômico das quais participe ativa ou passiva-

mente a entidade.

A Lei n. 6.404/1976 destaca o aspecto societário do patrimônio e apresenta no

artigo 178 o seguinte:

No balanço, as contas serão classificadas segundo os elementos do patrimônio que re-


gistrem, e agrupadas de modo a facilitar o conhecimento e a análise da situação finan-
ceira da companhia.
§ 1º No ativo, as contas serão dispostas, nos seguintes grupos:
I – ativo circulante; e
II – ativo não circulante, composto por ativo realizável a longo prazo, investimentos,
imobilizado e intangível.
§ 2º No passivo, as contas serão classificadas nos seguintes grupos:
I – passivo circulante;
II – passivo não circulante; e
III – patrimônio líquido.

Nós já vimos que para as normas contábeis o patrimônio líquido não representa

uma obrigação para a empresa, mas sim um Resíduo Patrimonial. A  justificativa

contábil é a de que o sócio não empresta dinheiro para a empresa; ele aplica no

capital social para que ocorra a maturação de seu investimento com a continuidade

das atividades, então ele não quer “receber” o dinheiro de volta em um tempo pré-

-determinado, como os terceiros querem, ele quer que seu investimento se valorize

com o crescimento da empresa, isto denota que o PL é uma obrigação não exigível

para a empresa.

O problema é o inciso III do § 2º. Veja que, segundo a Lei das S/As, o patrimô-

nio líquido faz parte do passivo, como uma obrigação da empresa com os sócios.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 58 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Contudo, como o sócio é dono da empresa e quer o bem dela, esta obrigação é

considerada como não exigível, pois não há um prazo estabelecido para “pagar”

ou devolver o dinheiro ao sócio. Assim, se cair na prova, o “PL” é denominado de

obrigação não exigível por uma determinação legal.

Composição do Patrimônio Líquido

Capital Social

Capital subscrito

(-) Capital a integralizar

Adiantamentos para aumento de capital (sem possibilidade de devolução)

(-) custo na emissão de ações

Reservas de Capital

Reserva de correção monetária (até 31/12/95)

Ágio na emissão de ações

Alienação de partes beneficiárias

Produto da alienação de bônus de subscrição

Ajustes da Avaliação Patrimonial (+-)

Reservas de Lucros

Reserva legal

Reserva estatutária

Reserva para contingências

Reservas de lucros a realizar

Reserva de retenção de lucros para expansão

Reserva de incentivos fiscais

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 59 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Reserva de prêmio na emissão de debêntures

Reserva especial para dividendos obrigatórios não distribuídos

(-) Prejuízos Acumulados

(-) Ações em Tesouraria

(-) Dividendos distribuídos antecipadamente

Questão 1    (VUNESP/PC-SP/PERITO CRIMINAL/2014) Os elementos diretamente

relacionados com a mensuração da posição patrimonial e financeira são o ativo,

o passivo e o patrimônio líquido e, estes ativo, passivo e patrimônio líquido são

definidos como segue:

a) passivo circulante é o interesse residual nos ativos da entidade depois de dedu-

zidos todos os seus passivos.

b) patrimônio líquido é um recurso controlado pela sociedade de economia privada

como resultado de eventos passados e do qual se espera que fluam futuros bene-

fícios econômicos.

c) passivo é uma obrigação presente da entidade, derivada de eventos passados,

cuja liquidação se espera que resulte na saída de recursos da entidade capazes de

gerar benefícios econômicos.

d) passivo é um recurso controlado pela sociedade como resultado de eventos

passados e do qual se espera que fluam futuros benefícios econômicos para a so-

ciedade.

e) ativo é uma obrigação presente da empresa, derivada de eventos passados,

cuja liquidação se espera que resulte na saída de recursos da empresa capazes de

gerar benefícios econômicos.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 60 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Letra c.

Questão conceitual novamente, para responder basta lembrar:

O patrimônio é o conjunto dos bens, direitos e obrigações. Bens e direitos repre-

sentam o lado ativo e as obrigações o lado passivo do patrimônio.

Assim, os elementos diretamente relacionados com a mensuração da posição patri-

monial e financeira das entidades são os ativos, os passivos e o patrimônio líquido,

que são definidos como segue:

a) ativo: é um recurso controlado pela entidade como resultado de eventos passa-

dos e do qual se espera que fluam futuros benefícios econômicos para a entidade;

b) passivo: é uma obrigação presente da entidade, derivada de eventos passados,

cuja liquidação se espera que resulte na saída de recursos da entidade capazes de

gerar benefícios econômicos;

c) patrimônio líquido: é o interesse residual nos ativos da entidade depois de

deduzidos todos os seus passivos.

Passivo circulante são as obrigações que vencerão até o fim do ano seguinte, ou

seja, até o término do exercício social seguinte.

Questão 2    (IBGP/CISSUL-MG/TÉCNICO CONTÁBIL/2017) Situação Patrimonial

Líquida é a equação patrimonial resultante do Ativo menos o Passivo exigível.

Está CORRETO afirmar que o resultado dessa equação representa:

a) A aplicação dos recursos.

b) A origem dos recursos.

c) Os recursos gerados pela empresa.

d) Os recursos dos proprietários.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 61 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Letra d.

A situação patrimonial líquida é o resultado da equação entre o ativo menos o pas-

sivo. Assim, ela é representada no Balanço Patrimonial pelo Patrimônio Líquido.

Sabendo que o ativo é o patrimônio bruto e representa o capital total aplicado;

que o passivo é o capital de terceiros aplicado na empresa, é o exigível, podemos

deduzir que o patrimônio líquido é o resultado entre o patrimônio bruto menos o

patrimônio de terceiros, e assim apresenta o capital dos proprietários aplicado na

empresa.

Questão 3    (IADES/CRF-DF/CONTADOR/2017) O patrimônio de uma entidade é

definido como o conjunto de bens, direitos e obrigações desta. As informações a

seguir foram extraídas do Balanço Patrimonial de uma entidade:

Bens: $ 18.500.

Direitos: $ 9.600.

Obrigações: $ 12.400.

Com base apenas nessas informações, assinale a alternativa correta.

a) A soma das obrigações e do Patrimônio Líquido da entidade totaliza $ 28.100.

b) O Patrimônio da entidade totaliza $ 40.500.

c) O Passivo Exigível da entidade totaliza $ 15.700.

d) A entidade utiliza mais capital de terceiros que capital próprio.

e) O Patrimônio Líquido da entidade totaliza $ 28.100.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 62 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Letra a.

A questão trata de conceitos básicos, cujo ativo é o conjunto dos bens e direitos,

e o passivo são as obrigações.

Para responder basta lembrar a equação patrimonial:

Ativo = passivo (+) patrimônio líquido

Analisando a equação temos:

PL = ativo (-) passivo -> PL = 18.500 + 9.600 (-) 12.400

PL = 15.700

Assim temos:

Ativo = 28.100

Passivo = 12.400

PL = 15.700

Questão 4    (FCC/TRF 2ª REGIÃO/CONTADOR/2012) De acordo com o disposto na

Estrutura Conceitual da Contabilidade atualmente vigente em nosso país,

a) um recurso, para ser contabilizado como ativo, precisa obrigatoriamente ser de

propriedade formal da entidade.

b) uma obrigação futura e que não é resultado de eventos passados pode ser con-

tabilizada como um passivo da entidade.

c) as receitas são aumentos de ativos ou diminuições de passivos que tem como

consequência aumentos do patrimônio líquido, resultantes de transações da enti-

dade com seus sócios ou acionistas.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 63 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

d) o valor do patrimônio líquido de uma entidade com fins lucrativos não pode ser

menor que zero.

e) toda despesa implica uma diminuição do patrimônio líquido, mas nem toda di-

minuição do patrimônio líquido resulta de uma despesa.

Letra e.

a) Errada. Um recurso, para ser contabilizado como ativo, NÃO precisa obrigato-

riamente ser de propriedade formal da entidade, basta estar sob o seu controle.

b) Errada. Para ser contabilizada como passivo da entidade, é necessário que a

obrigação seja PRESENTE e resultado de eventos passados.

c) Errada. As receitas são aumentos de ativos ou diminuições de passivos que tem

como consequência aumentos do patrimônio líquido, desde que NÃO SEJAM resul-

tantes de transações da entidade com seus sócios ou acionistas (aporte de capital).

d) Errada. O valor do patrimônio líquido (situação líquida) de uma entidade pode

ser menor, igual ou maior do que zero.

Questão 5    (FCC/TCM-CE/ANALISTA DE CONTROLE EXTERNO/2011) Recursos

controlados pela entidade como resultado de eventos passados e dos quais se es-

pera que resultem futuros benefícios econômicos para a entidade devem ser clas-

sificados no

a) Patrimônio Líquido.

b) Ativo.

c) Passivo.

d) Passivo e no Ativo.

e) Relatório da Administração.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 64 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Letra b.

O conceito apresentado é o de ativo.

Não esqueça que os elementos diretamente relacionados com a mensuração da

posição patrimonial e financeira são os ativos, os passivos e o patrimônio líquido.

Estes são definidos como segue:

a) ativo é um recurso controlado pela entidade como resultado de eventos passa-

dos e do qual se espera que fluam futuros benefícios econômicos para a entidade;

b) passivo é uma obrigação presente da entidade, derivada de eventos passados,

cuja liquidação se espera que resulte na saída de recursos da entidade capazes de

gerar benefícios econômicos;

c) patrimônio líquido é o interesse residual nos ativos da entidade depois de de-

duzidos todos os seus passivos.

Equação Patrimonial

Situação Patrimonial Líquida

A equação patrimonial demonstra a situação patrimonial da empresa por meio

de uma visão estática do patrimônio. Ela é apurada a partir da estrutura do balanço

patrimonial da seguinte forma:

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 65 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

A equação patrimonial permite ao usuário avaliar as origens dos recursos aplica-

dos no ativo da empresa. Por isto ela apresenta a situação líquida da empresa em

relação às origens e aplicações patrimoniais. Estruturalmente, os conceitos de PL e

SL não apresentam diferença.

Contudo, a situação líquida é um estado do patrimônio da empresa, é dinâmica,

pois é afetada por toda despesa e receita gerada pela empresa, já o patrimônio lí-

quido apresenta no Balanço Patrimonial a composição da situação líquida, por meio

das contas.

A situação líquida é o estado patrimonial da empresa, já o patrimônio líquido repre-

senta este estado patrimonial no Balanço patrimonial.

O Patrimônio Líquido é composto por contas credoras, como capital social, re-

serva de capital e de lucro, ajuste da avaliação patrimonial, bem como pelas contas

redutoras prejuízo acumulado e ações em tesouraria. Entenda que a contas redu-

toras do “PL” não possuem o saldo negativo, mas sim saldo devedor em relação à

empresa.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 66 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

A situação líquida destaca o estado patrimonial da empresa e é apresentada

pela diferença entre o ativo e o passivo, ou seja, a diferença entre a composição

do patrimônio.

SL = ATIVO (-) PASSIVO

Conforme o resultado da equação, a situação patrimonial líquida pode ser:

• Positiva

• Negativa

• Nula.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 67 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Quando a situação líquida for negativa é sinal de que o passivo é maior que o

ativo e, por consequência o patrimônio líquido, é devedor, ou seja, o saldo da conta

“prejuízo acumulado”, que é devedor, já absorveu todos os valores que existiam no

patrimônio líquido.

As bancas denominam esta situação de passivo a descoberto, pois contabilmen-

te o ativo não consegue cobrir o valor total do passivo.

Estados Patrimoniais

Os estados patrimoniais apresentam de forma estruturada são as várias posi-

ções que podem surgir da composição patrimonial.

1) A melhor situação líquida é quando o ativo é igual ao passivo, por consequência

a empresa não tem dívidas.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 68 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

2) A pior situação líquida ocorre quando o passivo é maior que o ativo e assim a

empresa tem um passivo a descoberto.

3) A situação patrimonial impossível de acontecer ocorre quando o patrimônio líqui-

do é maior que o ativo, pois neste caso o passivo teria que ser negativo, e isto não

é possível na contabilidade regular.

a) situação cujo ativo é maior que o passivo e existe mais capital próprio

100
500
400

SL Positiva

b) situação cujo ativo é maior que o passivo e existe mais capital de terceiros

400
500
100

SL Positiva

c) situação cujo ativo é igual ao passivo

500
500 CS 600

PA (600)

SL Nula

Neste estado o PL está nulo, ou seja, o capital social foi absorvido pelos prejuí-

zos acumulados. Todo o ativo é de terceiros.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 69 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

d) situação cujo ativo é igual ao patrimônio líquido

(0)
500
CS 500

SL positiva

Normalmente somente ocorre na abertura da empresa, não é uma situação

corrente; pois, respeitando a competência, é quase impossível uma empresa não

possuir dívidas. Todo o ativo é da empresa.

e) situação cujo ativo é menor que o passivo

700
500 CS 600

PA (800)

SL negativa

Esta situação ocorre como resultado de exercícios anteriores com prejuízo,

e assim os prejuízos se acumulam e consomem a riqueza própria da empresa (PL).

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 70 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Note que o prejuízo acumulado é maior que o valor aportado pelos sócios (ca-

pital social), desta forma a situação líquida é negativa em 200, contudo o prejuízo

acumulado é de 800.

Outro ponto importante a destacar é que não existe empresa sem capital social

nem com capital social negativo, por isto que quando a situação líquida for negativa

é sinal de que o prejuízo acumulado é maior que o valor do capital social.

Todo o ativo é de terceiros e a empresa ainda deve 200.

Não é possível na escrita contábil regular uma situação líquida cujo Patrimônio Lí-

quido seja maior que o Ativo.

Questão 1    (IADES/CONAB/ASSISTENTE CONTÁBIL/2014) Considerando a equa-

ção patrimonial: Ativo = Passivo + Patrimônio Líquido, é correto afirmar que o

a) Ativo corresponde à soma dos bens, direitos e obrigações da entidade.

b) Passivo representa a aplicação dos recursos na entidade.

c) Ativo evidencia a utilização de capital de terceiros.

d) Patrimônio Líquido é sempre positivo.

e) Ativo representa as aplicações dos recursos captados pela entidade, que têm

origem no Passivo.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 71 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Letra e.

Considerando a equação patrimonial, pode-se inferir o seguinte:

Ativo = conjunto dos bens e direitos, que representa o capital aplicado na empre-

sa, é o patrimônio bruto.

Passivo = são as obrigações da empresa, representa o capital alheio e é uma ori-

gem de recursos de capital de terceiros.

Patrimônio líquido = é um resíduo patrimonial, representa os recursos dos só-

cios na empresa e normalmente é positivo, contudo pode apresentar uma situação

líquida negativa quando o passivo for maior que o ativo.

Questão 2    (FCC/NOSSA CAIXA/CONTADOR/2011) O contador observou, ao ana-

lisar a equação patrimonial da Cia. Raio de Luz, que o valor total do Ativo corres-

pondia ao dobro do valor do Patrimônio Líquido. Nesse caso,

a) o total do Patrimônio Líquido é igual ao total do Passivo.

b) o total do Passivo é igual ao dobro do Ativo.

c) existe Passivo a Descoberto nessa companhia.

d) o total do Ativo equivale a três vezes o total do Passivo.

e) o total do Passivo equivale à metade do total do Patrimônio Líquido.

Letra a.

A equação patrimonial estabelece que o ativo é igual ao passivo exigível mais o

patrimônio líquido.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 72 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Se o ativo é o dobro do PL, por questão de lógica matemática, será o dobro do pas-

sivo também, e desta forma o passivo será igual ao patrimônio líquido.

Por exemplo:

Digamos que o valor do ativo é de 1.000 e, se ele é o dobro do PL, o PL é 500.

Ao aplicar os valores na equação patrimonial teremos:

• A = P + PL

• 1.000 = P + 500

• P = 1.000 - 500

• P = 500

Questão 3    (IADES/SEAP-DF/TÉCNICO CONTÁBIL/2014) Considerando a equa-

ção fundamental do patrimônio, no momento da abertura de uma firma, após a

subscrição e integralização em dinheiro do Capital Social, assinale a alternativa que

apresenta a situação patrimonial.

a) Ativo = Passivo; PL = 0.

b) Ativo > Passivo; PL > 0.

c) Ativo < Passivo; PL < 0.

d) Ativo > Passivo; PL = 0.

e) Ativo = Passivo; PL > 0.

Letra b.

A equação patrimonial é representada da seguinte forma:

Ativo = passivo + patrimônio líquido

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 73 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Quando da formação da empresa, ela não apresenta obrigações no passivo, assim

o valor do patrimônio líquido será igual ao valor do ativo.

Na equação teremos que o ativo e o patrimônio líquido serão maiores que o passi-

vo, que será zero.

Questão 4    (IADES/CONAB/ASSISTENTE CONTÁBIL/2014) Acerca da expressão

Passivo Exigível + Patrimônio Líquido – Ativo Circulante, é correto afirmar que ela

equivale ao

a) Capital de giro próprio.

b) Passivo Circulante.

c) Passivo não Circulante.

d) Ativo não Circulante.

e) Capital Circulante Líquido.

Letra d.

A questão trata da interpretação da equação patrimonial, vejamos:

ATIVO = PASSIVO + PL

AC + ANC = PC + PNC + PL

Respondendo à questão:

PC + PNC + PL – AC = ANC

Questão 5    (IADES/CONAB/ASSISTENTE CONTÁBIL/2014) Ao analisar os balan-

ços dos exercícios 20X0 e 20X1 de uma determinada companhia, observou-se que

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 74 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

o Ativo Total aumentou de $ 185.600 para $ 196.300. Considerando que o Passivo

Exigível não sofreu alteração, é correto afirmar que houve

a) aumento do capital próprio.

b) aumento do Ativo Imobilizado.

c) redução das obrigações com terceiros.

d) aumento da participação do capital de terceiros.

e) redução do Passivo Total.

Letra a.

Para responder à questão, basta aplicar a equação patrimonial.

Ativo = passivo exigível + patrimônio líquido

Analisando a equação, se o ativo aumentou e o passivo exigível se manteve,

podemos afirmar que o patrimônio líquido, que é o capital próprio da empresa,

aumentou.

Contas de Resultado

Segundo o CPC “00” – Estrutura conceitual básica – os elementos diretamente

relacionados com a mensuração do resultado do exercício são as receitas e as des-

pesas; sendo que o resultado do exercício é usado como medida de desempenho

econômico.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 75 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

É importante destacar que desempenho econômico independe da entrada ou saída

de dinheiro, o que importa é a geração de receitas e o reconhecimento das des-

pesas. É a DFC (Demonstração do Fluxo de Caixa) que apresentará as entradas e

saídas de dinheiro.

As receitas e as despesas são reconhecidas e apresentadas na DRE (Demons-

tração do Resultado do Exercício) de diferentes maneiras (vendas, operacionais e

outras receitas e despesas), de modo a serem prestadas informações relevantes

para a tomada de decisão econômica pelos usuários externos, assim envolve um

processo de subclassificação por sua natureza ou função nos negócios da entidade,

a fim de mostrar as informações da maneira mais útil aos usuários.

É prática comum distinguir os itens de receitas e despesas que surgem no

curso das atividades usuais daqueles que não surgem, na DRE estes itens são

tratados como operacionais e outras receitas ou despesas, respectivamente.

Essa distinção é feita considerando que a origem de um item é relevante para a

avaliação da capacidade que a entidade tem de gerar caixa ou equivalentes de

caixa no futuro.

Por exemplo: atividades atípicas como a venda de um investimento de longo prazo,

venda de um imóvel afetam o resultado no exercício em que ocorreu o fato; con-

tudo, são improváveis de voltar a ocorrer a entrada de dinheiro de forma regular,

e assim esta informação é muito importante para se avaliar as origens das receitas.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 76 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

O Balanço patrimonial apresenta a situação financeira patrimonial; a DFC apresen-

ta o resultado financeiro. A DRE apresenta o resultado econômico. O resultado é

frequentemente utilizado como medida de performance ou como base para outras

medidas, tais como o retorno do investimento ou o resultado por ação.

As contas de receitas e despesas são transitórias (dinâmicas) e representam um

fluxo econômico, pelos ganhos e perdas, deverão conter registros que ocorreram

durante o exercício social da empresa, assim as contas de receita e despesa devem

ter o seu saldo encerrado no fim do exercício e possuir saldo zero no início do novo

período social.

Receitas e Despesas
As receitas e despesas são contas de resultado que, por meio do seu confronto,

apresentam o desempenho econômico, e devido a sua dinâmica afetam a situação

líquida da empresa. Os elementos de receitas e despesas são definidos como segue:

a) Receitas são aumentos nos benefícios econômicos durante o período con-

tábil, sob a forma da entrada de recursos ou do aumento de ativos ou diminuição

de passivos, que resultam em aumentos do patrimônio líquido, e que não estejam

relacionados com a contribuição dos detentores dos instrumentos patrimoniais;

b) Despesas são decréscimos nos benefícios econômicos durante o período

contábil, sob a forma da saída de recursos ou da redução de ativos ou assunção de

passivos, que resultam em decréscimo do patrimônio líquido, e que não estejam

relacionados com distribuições aos detentores dos instrumentos patrimoniais.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 77 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

De forma semelhante aos conceitos das contas patrimoniais, as definições de

receitas e despesas identificam os seus aspectos essenciais, mas não especificam

os critérios que precisam ser satisfeitos para que sejam reconhecidas na demons-

tração do resultado; desta forma os conceitos dizem o que é uma receita e uma

despesa, contudo não identificam especificamente as contas.

Os critérios determinam que a receita deve ser reconhecida na demonstração

do resultado quando resultar em aumento nos benefícios econômicos futuros re-

lacionado com aumento de ativo ou com diminuição de passivo, e puder ser men-

surado com confiabilidade. Isso significa, na prática, que o reconhecimento da

receita ocorre simultaneamente com o reconhecimento do aumento nos ativos ou

da diminuição nos passivos (por exemplo: o aumento líquido nos ativos originado

da venda de bens e serviços ou o decréscimo do passivo originado do perdão de

dívida a ser paga).

Em outras palavras a receita deve afetar o resultado econômico para mais, dei-

xando a empresa mais rica (aumenta o PL) e por consequência deve aumentar o

potencial econômico do ativo ou diminuir o passivo exigível (o passivo será liquida-

do no futuro com um item gerador de benefício econômico).

As despesas devem ser reconhecidas na demonstração do resultado quando

resultarem em decréscimo nos benefícios econômicos futuros, relacionado com o

decréscimo de um ativo ou o aumento de um passivo, e puder ser mensurado com

confiabilidade. Isso significa, na prática, que o reconhecimento da despesa ocorre

simultaneamente com o reconhecimento de aumento nos passivos ou de diminui-

ção nos ativos (por exemplo: a alocação por competência de obrigações trabalhis-

tas ou da depreciação de equipamento).

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 78 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Em outras palavras a despesa afeta o resultado econômico para menos, deixan-

do a empresa mais pobre (diminui o PL) e por consequência deve aumentar o pas-

sivo exigível (o passivo será liquidado no futuro com um item gerador de benefício

econômico) ou diminuir o potencial econômico do ativo.

1) Toda receita aumenta o Patrimônio Líquido, mas nem todo aumento do Patrimô-

nio Líquido é uma receita. Exemplos de aumentos no PL que não são receitas:

a) Entrada de novo sócio

b) Reservas de capital

c) Ajuste da avaliação patrimonial positiva

d) Venda de ações em tesouraria

e) Conversão de dívidas em ações

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 79 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

2) Toda despesa diminui o Patrimônio Líquido, mas nem toda diminuição do patri-

mônio Líquido é uma despesa. Exemplos de diminuição no PL que não são despesas:

a) Diminuição do capital social – capital integralizar

b) Ajuste da avaliação patrimonial negativa

c) Compra de ações em tesouraria

d) Pagamento de dividendos

e) registro do custo na venda de ações

Aluno(a), atente que as transações da empresa com os sócios afetam o patri-

mônio líquido, mas não se encaixam no conceito de receitas ou despesas; assim,

aporte de capital e pagamento de dividendos não entram na apuração do resultado.

As bancas têm explorado este assunto, veja como:

Sobre a estrutura conceitual estabelecida pelo Comitê de Pronunciamentos Contá-

beis (CPC), analise a questão:

Questão 1    (IF-PE/CONTADOR/2016/ADAPTADA) aportes dos proprietários da em-

presa é receita, pois são aumentos nos benefícios econômicos durante o período

contábil sob a forma de entrada de recursos que resultam em aumento do patri-

mônio líquido.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 80 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Errado.

Aporte de capital é o mesmo que integralização de capital na empresa, ou seja,

a entrada de novos sócios ou nova aplicação pelos sócios atuais.

O aporte aumenta o PL e por consequência aumenta o ativo; contudo, por ser uma

transação que não tem relação com as atividades da entidade, não é considerada

receita.

Julgue o item seguinte, acerca dos componentes patrimoniais, suas características

e contabilização.

Questão 2    (CESPE/MPU/ANALISTA ATUARIAL/2015) As despesas configuram

perdas nos benefícios econômicos de uma entidade, sob a forma de redução de ati-

vos ou acréscimo de passivos, não estando relacionadas a distribuição de recursos

a sócios/acionistas.

Certo.

Despesas são decréscimos nos benefícios econômicos durante o período contábil

sob a forma da saída de recursos ou da redução de ativos ou assunção de passivos,

que resultam em decréscimo do patrimônio líquido e que não sejam relacionados

com distribuições aos detentores dos instrumentos patrimoniais (distribuição de

resultado ou devolução de capital aos proprietários da entidade).

A distribuição aos sócios é normalmente feita por meio de dividendos. Ao distri-

buir dividendos aos sócios, a empresa terá o seu Patrimônio Líquido diminuído e

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 81 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

o passivo aumentado, contudo não é uma despesa, pois não tem relação com as

atividades normais.

Receitas

As contas de receitas são ingressos, fontes de recursos ou direitos para a em-

presa, devido a isto elas produzem uma variação positiva no resultado, isto é,

aumentam o lucro ou diminuem o prejuízo, por consequência, quando registradas

afetam indiretamente o Patrimônio Líquido da empresa para mais.

Como as receitas representam um ganho econômico elas geram um impacto

positivo na situação líquida da empresa, por isto são denominadas de contas dinâ-

micas que causam uma VARIAÇÃO ATIVA.

As bancas normalmente tratam as receitas como alterações que ativam a situação

líquida da empresa e por isto são consideradas como variações ativas; termo ori-

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 82 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

ginário da contabilidade pública. Nas provas, constantemente, conta de receita é

completada pelo termo “ativo”, por exemplo:

a) Juro recebido é o mesmo que juro ativo;

b) Aluguel ganho é o mesmo que aluguel ativo;

c) Desconto obtido é o mesmo que desconto ativo;

d) Comissão ganha é o mesmo que comissão ativa.

Sabendo que a equação patrimonial é: ativo = passivo mais o patrimônio líquido;

por questão de lógica matemática ao aumentar a situação líquida, a contrapartida

do registro de uma receita deve aumentar o ativo ou diminuir o passivo.

Vários tipos de ativos podem ser recebidos ou aumentados por meio da receita;

exemplos incluem: caixa, contas a receber, bens e serviços recebidos em troca de

bens e serviços fornecidos. A receita também pode resultar da liquidação de pas-

sivos. Por exemplo, a entidade pode fornecer mercadorias e serviços ao credor por

empréstimo em liquidação da obrigação de pagar o empréstimo.

Lembre que em cada fato existem no mínimo duas contas envolvidas, uma é

a origem e outra a aplicação de recursos; assim, no registro de uma receita, uma

conta será a receita (origem) e a outra conta será um aumento no ativo ou uma

diminuição do passivo (aplicação).

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 83 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Por exemplo:

1) Vendas à vista

Uma conta será a receita de vendas e a outra a conta caixa.

Note que o dinheiro no caixa veio da venda de mercadorias.

D – caixa

C – vendas de mercadoria

2) Vendas a prazo

Uma conta será a receita de vendas e a outra a conta clientes (duplicatas a

receber).

Note que a receita de vendas foi a origem de uma aplicação em duplicatas a

receber.

D – clientes

C – vendas de mercadoria

3) Recebimento de doação

Uma conta é a receita com doação; a outra conta, o bem recebido que será regis-

trado no ativo.

Note que a receita foi a origem do bem que foi registrado no ativo.

D – imóvel

C – receita com doação

4) Recebimento de aluguel

Uma conta será a receita com aluguel e a outra conta será a conta caixa, em que

entrou o dinheiro.

Note que a receita foi a origem do dinheiro que foi registrado na conta caixa.

D – caixa

C – receita com aluguel

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 84 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

5) Perdão de uma dívida

Uma conta é a receita com perdão de dívida, e a outra é a dívida no passivo que

deixará de existir.

Note que a receita foi a origem da liquidação de um passivo.

D – dívida

C – receita com perdão de dívida

Para fins de prova é importante saber que a definição de receita abrange tanto

receitas como ganhos. O impacto no resultado econômico é o mesmo, contudo a

receita surge no curso das atividades ordinárias de uma entidade e é designada

por uma variedade de nomes, tais como: vendas, honorários, juros ganhos, divi-

dendos, “royalties” e aluguéis ativos; já os ganhos representam outros itens que se

enquadram na definição de receita e podem ou não surgir no curso das ativi-

dades ordinárias da entidade.

Ganhos incluem, por exemplo, aqueles que resultam da venda de ativos não

circulantes, como imóveis, moveis ou veículos. Quando esses ganhos são reconhe-

cidos na demonstração do resultado, eles são usualmente apresentados separada-

mente, porque sua divulgação é útil para fins de tomada de decisões econômicas.

A intenção da diferenciação de receita e ganho é que, no momento da divul-

gação das informações sobre o resultado econômico, os usuários tenham conheci-

mento da composição do resultado, separando o que é algo normal e rotineiro de

entradas atípicas, que possivelmente não se realizarão no ano seguinte.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 85 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Todo ganho é uma receita; os ganhos normais ou típicos são operacionais (aluguel

ganho, juros recebidos, descontos obtidos etc.); os ganhos anormais ou atípicos

são outras receitas (ganho na venda de imobilizado, doação recebida etc.).

As receitas devem ser reconhecidas na demonstração do resultado com base no

regime de competência. Este regime estabelece que as contas de receitas deverão

ser registradas quando ocorrer o fato gerador, ou seja, quando se realizarem, inde-

pendentemente da entrada de dinheiro. Por isto que as receitas são tratadas como

ganho econômico, e não ganho financeiro.

Segundo o regime da competência, as receitas devem ser reconhecidas no momen-

to do fato gerador, ou seja, entrarão na apuração do resultado do exercício em que

elas foram ganhas (REALIZADAS), por isto são classificadas em:

• Receita GANHA e recebida

• Receita GANHA e não recebida

O que importa é ganhar a receita, e não receber.

As receitas consideram-se realizadas (ganhas):

I – nas transações com terceiros, quando estes efetuarem o pagamento ou as-

sumirem compromisso firme de efetivá-lo, quer pela investidura na propriedade de

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 86 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

bens anteriormente pertencentes à ENTIDADE, quer pela fruição de serviços por

esta prestados.

Esta realização está relacionada com a venda à vista ou a prazo. O que importa

é vender, receber é outro fato.

D – caixa/clientes

C – venda de mercadoria

II – quando da extinção, parcial ou total, de um passivo, qualquer que seja o

motivo, sem o desaparecimento concomitante de um ativo de valor igual ou maior.

Esta realização tem relação com um perdão de dívida ou o pagamento de uma

dívida com desconto, o desconto é uma receita. Note que é uma receita que diminui

o passivo.

D – dívida

C – receita com perdão de dívida

III – pela geração natural de novos ativos independentemente da intervenção

de terceiros. Neste caso é uma receita que aumenta o ativo.

Este tipo de receita tem relação com a descoberta de uma mina, uma jazida

de minério em um terro da empresa, pode ser também pelo nascimento de algum

animal que tenha valor. O importante é que aumenta o ativo sem a necessidade de

pagamento.

D – minas e jazidas

C – outras receitas

IV – no recebimento efetivo de doações, incentivos fiscais e subvenções.

D – créditos fiscais

C – receita com incentivo fiscal

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 87 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

A receita com doação aumenta o ativo sem a necessidade de pagamento, isto

acaba deixando a empresa mais rica.

Exemplos de receitas

Vendas de mercadorias

Vendas de Serviços ou serviços prestados

Aluguéis recebidos ou aluguéis ativos

Juros recebidos ou juros ativos

Descontos obtidos ou descontos ativos

Comissões recebidas ou comissões ativas

Variação cambial ativa

Ganho na equivalência patrimonial

Dividendos recebidos

Ganho na venda de bem do imobilizado

Ganho na venda investimentos

Prêmio na emissão de debêntures

Incentivo fiscal

Doações recebidas

Prêmios de loteria / sorteios

Despesas

São decréscimos nos benefícios econômicos durante o período contábil sob a

forma de saída de recursos ou redução de ativos ou incrementos em passivos, que

resultam em decréscimo do patrimônio líquido e que não sejam provenientes de

distribuição aos proprietários da entidade.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 88 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

A definição de despesas abrange tanto as perdas quanto as despesas propria-

mente ditas que surgem no curso das atividades usuais da entidade. As despesas

que surgem no curso das atividades usuais da entidade incluem, por exemplo,

o custo das vendas, salários e depreciação. Geralmente, tomam a forma de desem-

bolso ou redução de ativos como caixa e equivalentes de caixa, estoques e ativo

imobilizado.

Perdas representam outros itens que se enquadram na definição de despesas e

podem ou não surgir no curso das atividades ordinárias da entidade, representando

decréscimos nos benefícios econômicos e, como tal, não são de natureza diferente

das demais despesas.

Perdas incluem, por exemplo, as que resultam de sinistros como incêndio e

inundações, assim como as que decorrem da venda de ativos não circulantes.

• É o caso da venda de um veículo que tem um valor contábil de R$ 50.000,00

por R$ 40.000,00, note que a empresa teve uma perda patrimonial de

R$ 10.000,00. Este valor será representado como “outra despesa” na DRE.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 89 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Toda perda é uma despesa:

• as perdas normais ou típicas são operacionais (aluguel, juros pagos, des-

contos concedidos etc.);

• as perdas anormais ou atípicas são outras despesas (perda na venda de

imobilizado, doação concedida etc.)

As contas de despesas representam uma aplicação, uma saída de recursos ou

aumento de uma obrigação, diminuindo o lucro ou aumentando o prejuízo e, por-

tanto, quando registrada, a despesa afeta indiretamente o Patrimônio Líquido para

menos, e de forma semelhante às receitas devem ser registradas no momento do

fato gerador, ou seja, quando elas foram ganhas, independentemente da entrada

de dinheiro.

Lembre que em cada fato existem no mínimo duas contas envolvidas, uma é a

origem e outra a aplicação de recursos; assim, no registro de uma despesa, uma

conta será a despesa (aplicação) e a outra conta será um aumento no passivo ou

uma diminuição no ativo (origem).

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 90 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Por exemplo:

1) Pagamento de aluguel corrente

Uma conta será a despesa com aluguel e a outra a conta caixa.

Note que o dinheiro do caixa foi aplicado na despesa com aluguel.

D – Despesa com aluguel

C – banco

2) Registro da folha salarial

Uma conta será a despesa com salários e a outra a conta salários a pagar (dupli-

catas a receber).

Note que a conta salários a pagar foi a origem de uma despesa com salários.

D – despesa com salários

C – salários a pagar

3) Depreciação de veículos

Uma conta é a despesa com depreciação e a outra conta, a depreciação acumulada,

conta redutora do ativo.

Note que a conta depreciação acumulada foi a origem de uma aplicação na despesa

com depreciação.

D – despesa com depreciação

C – depreciação acumulada

4) Furto no estoque

Uma conta será a despesa com furto e a outra conta será a conta estoque.

Note que a conta estoque foi a origem da despesa com furto.

D – despesa com furto

C – estoque

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 91 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

5) Registro de uma multa de trânsito

Uma conta é a multa a pagar e a outra conta é a despesa com multa.

Note que a multa a pagar foi a origem de uma despesa com multa (aplicação).

D – despesa com multa de trânsito

C – multa de trânsito a pagar

As despesas, assim como as receitas, deverão ser reconhecidas na demonstra-

ção do resultado com base no regime de competência. Este regime estabelece que

as contas de despesas devam ser registradas quando ocorrer o fato gerador, ou

seja, quando se realizarem, independentemente da saída de dinheiro. Por isto que

as despesas são tratadas como perda econômica, e não perda financeira.

Segundo o regime da competência, as despesas devem ser reconhecidas no mo-

mento do fato gerador, ou seja, entrarão na apuração do resultado do exercício em

que elas ocorreram, por isto são classificadas em:

• Despesas INCORRIDAS e pagas

• Despesas INCORRIDAS e não pagas

O que importa é incorrer (acontecer) a despesa e não pagá-la.

Consideram-se incorridas as despesas:

I – quando deixar de existir o correspondente valor ativo, por transferência de

sua propriedade para terceiro.

Esta despesa está relacionada com a baixa do estoque no momento da venda.

O estoque deixará de existir (diminui o ativo) e em contrapartida será registrada a

despesa que é o CMV – custo da mercadoria vendida.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 92 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

D – CMV

C – estoque

II – pela diminuição ou extinção do valor econômico de um ativo.

Esta despesa tem relação com um ativo que deixa de existir, por exemplo: o

pagamento do aluguel do mês (aluguel corrente); a depreciação de um veículo; o

registro de uma estimativa para perda nos investimentos; a doação concedida e o

furto no estoque.

D – despesa com doação

C – móveis

III – pelo surgimento de um passivo, sem o correspondente ativo.

Esta despesa é denominada de despesa por accruals. Ocorre o fato gerador de

uma despesa que não foi paga. A despesa deixara a empresa mais pobre e em con-

trapartida vai aumentar o passivo exigível

D – despesa com aluguel

C – aluguel a pagar

Como as despesas representam uma perda econômica elas geram um impacto

negativo na situação líquida da empresa, por isto são denominadas de contas dinâ-

micas que causam uma VARIAÇÃO PASSIVA.

As bancas normalmente tratam as despesas como alterações que afetam de forma

passiva a situação líquida da empresa, e por isto são consideradas como variações

passivas, termo originário da contabilidade pública. Nas provas, constantemente,

conta de despesa é completada pelo termo “passivo”, por exemplo:

a) Juro pago é o mesmo que juro passivo;

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 93 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

b) Aluguel incorrido é o mesmo que aluguel passivo;

c) Desconto concedido é o mesmo que desconto passivo;

d) Comissão incorrida é o mesmo que comissão passiva.

Exemplos de despesas

Custo da mercadoria vendida

Devolução de vendas

Impostos sobre vendas

Frete sobre vendas

Energia elétrica

Água

Material de expediente consumido

Salários

Encargos sociais

Impostos

Multas

Frete sobre vendas

Publicidade

Despesa com depreciação / exaustão / amortização

Doações concedidas

Furtos / sinistros

Perda na equivalência patrimonial

Perda na variação cambial

Perda na venda de ativo não circulante

Juros pagos ou juros passivos

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 94 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Aluguéis pagos ou aluguéis passivos

Descontos concedidos ou descontos passivos

Comissões pagas ou comissões passivas

Dúvida de Sala de Aula

Estava ministrando aula para uma turma do TCU em Brasília e um aluno sagaz

perguntou:

Professor, tanto o ativo como a despesa são aplicações de recursos, certo?

Como eu faço para diferenciar o ativo de uma despesa na prova?

Veja que dúvida interessante.

Você sabe o que diferencia o ativo de uma despesa?

A diferença está no tempo de realização. Toda aplicação que se realiza pontu-

almente é uma despesa, já aplicação que vai se realizar com o passar do tempo é

um ativo.

Por exemplo: a empresa aplica dinheiro na compra de um veículo.

Se utilizar o veículo nas suas atividades por mais de um ano, o veículo será reco-

nhecido com um ativo imobilizado, pois se realizará com o passar do tempo.

Se a empresa doar o veículo para um funcionário, o veículo se realizou naquele

momento, assim será tratado como uma despesa.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 95 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Veja uma síntese que fiz:

Apuração do Resultado do Exercício

A apuração do resultado do exercício consiste em encerrar todas as contas de

receitas e de despesas em contrapartida da conta Apuração do Resultado do Exer-

cício – ARE.

Costumo dizer em minhas aulas que a conta ARE é o razonete da DRE. Na conta

ARE serão apresentados os saldos e por consequência será apurado o resultado do

exercício; na DRE serão demonstradas nominalmente as receitas e as despesas.

O resultado da empresa deve ser levantado ao término do exercício; apresen-

tará a performance econômica e será apurado pela equação entre as receitas e as

despesas:

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 96 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

RECEITAS (-) DESPESAS = RESULTADO DO EXERCÍCIO

• Receitas maiores que despesas = Lucro Líquido do Exercício

• Receitas menores que despesas = Prejuízo Líquido do Exercício

• Receitas iguais as despesas = resultado nulo.

Lembre que as contas de receitas e despesas são transitórias, desta forma elas pre-

cisam ser encerradas, para assim gerar um novo fluxo econômico no ano seguinte.

No encerramento das contas de resultado; as receitas são debitadas e as contas de

despesas são creditadas em contrapartida da conta ARE. A conta ARE também é

transitória, ela somente é movimentada na apuração do resultado do período.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 97 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Como toda receita aumenta o ativo ou diminui o passivo e toda despesa aumen-

ta o passivo ou diminui o ativo, o resultado apurado no final do exercício deverá

ser o reflexo destas variações; desta forma, para fechar a digrafia contábil e por

consequência o balanço patrimonial, o saldo apurado na conta ARE será transferido

para a conta Lucro ou prejuízo acumulado, conta patrimonial do PL.

O saldo apurado na conta ARE poderá ser:

• Saldo credor → Receitas maiores que as despesas = Lucro → aumenta o PL.

• Saldo devedor → Despesas maiores que as receitas = Prejuízo → diminui o PL

• Saldo nulo → Receitas iguais as despesas = Situação Nula → não altera o PL

A transferência do resultado apurado na conta ARE impactará diretamente no pa-

trimônio líquido da seguinte forma:

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 98 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Como vimos, o saldo final apurado na conta ARE será transferido para a conta

lucros ou prejuízos acumulados. Contudo, segundo a Lei n. 11.638/2007, nas so-

ciedades anônimas e nas empresas de grande porte a conta lucros acumulados não

poderá manter saldo na data da divulgação do Balanço Patrimonial; desta forma

todo o lucro deverá ser destinado.

Empresa de grande porte é aquela que tem um ativo maior que 240 milhões de

reais ou uma receita bruta maior que 300 milhões de reais, na data do Balanço.

Veja o que a Lei n. 11.638/2007 estabeleceu sobre o assunto:

Art. 3º Aplicam-se às sociedades de grande porte, ainda que não constituídas sob a
forma de sociedades por ações, as disposições da Lei n. 6.404, de 15 de dezembro de
1976, sobre escrituração e elaboração de demonstrações financeiras e a obrigatorieda-
de de auditoria independente por auditor registrado na Comissão de Valores Mobiliários.
Parágrafo único. Considera-se de grande porte, para os fins exclusivos desta lei, a so-
ciedade ou conjunto de sociedades sob controle comum que tiver, no exercício social
anterior, ativo total superior a R$ 240.000.000,00 (duzentos e quarenta milhões de re-
ais) ou receita bruta anual superior a R$ 300.000.000,00 (trezentos milhões de reais).

Note que, de acordo com a lei, as empresas de grande porte deverão ter o mes-

mo tratamento que as S/As de capital aberto, e deverão seguir as normas emana-

das pela CVM – Comissão de Valores Mobiliários. Este assunto tem sido constante-

mente cobrado em prova, veja:

Com base nas Leis n. 6.404/1976, n. 11.638/2007 e n. 11.941/2009, julgue os

itens que se seguem.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 99 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Questão 1    (CESPE/TELEBRAS/CONTADOR/2013) Empresas de grande por-

te são sociedades ou conjunto de sociedades com patrimônio líquido superior a

R$ 240.000.000,00 ou receita bruta anual superior a R$ 300.000.000,00.

Errado.

De acordo com a legislação, considera-se de grande porte, para os fins exclusivos

desta lei, a sociedade ou conjunto de sociedades sob controle comum que tiver,

no exercício social anterior, ativo total superior a R$ 240.000.000,00 (duzentos e

quarenta milhões de reais) ou receita bruta anual superior a R$ 300.000.000,00

(trezentos milhões de reais), não é o PL.

Questão 2    (FUNIVERSA/PC-DF/PERITO CONTADOR/2013) A respeito das socie-

dades de grande porte, assinale a alternativa correta.

a) São assim consideradas apenas as sociedades por ações, sejam companhias

abertas ou fechadas.

b) São obrigadas a manter auditoria interna, com registro na Comissão de Valores

Mobiliários (CVM).

c) Os limites de valores que servem de parâmetro para o enquadramento da so-

ciedade como de grande porte são atualizados anualmente.

d) Estão sujeitas às normas de escrituração das sociedades por ações.

e) Quando um conjunto de sociedades estiver submetido a controle comum, os li-

mites de valores para seu enquadramento são considerados individualmente.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 100 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Letra d.

A Lei n. 11.638/2007 determinou que as empresas de grande porte passassem a

ter o tratamento contábil de uma sociedade anônima.

Art. 3º Aplicam-se às sociedades de grande porte, ainda que não constituídas sob a for-
ma de sociedades por ações, as disposições da Lei n. 6.404, de 15 de dezembro de
1976, sobre escrituração e elaboração de demonstrações financeiras e a obrigatorieda-
de de auditoria independente por auditor registrado na Comissão de Valores Mobiliários.

Destinação do Lucro
Quanto à destinação do lucro, ela deverá ser apresentada pela administração da

empresa e autorizada pela assembleia dos sócios, pois a responsabilidade por dar

o destino do lucro é dos sócios, os maiores beneficiados ou prejudicados. Segundo

a legislação, o lucro poderá ser:

• distribuído como dividendo aos sócios;

• destinado para pagamento de juros sobre o capital próprio;

• destinado para reservas de lucro;

• destinado para aumento do capital social.

A conta lucro acumulado continuará existindo; foi proibida somente a apresentação

de saldo no Balanço patrimonial das S/As e empresas de grande porte.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 101 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Veja uma explicação dada pelo CFC por meio da resolução CFC n. 1.157/2009:

A obrigação da conta lucro ou prejuízo acumulado não conter saldo positivo

aplica-se unicamente às sociedades por ações e para as de grande porte, e não às

demais, e para os balanços do exercício social terminado a partir de 31 de dezem-

bro de 2008. Assim, saldos nessa conta precisam ser totalmente destinados por

proposta da administração da companhia no pressuposto de sua aprovação pela

assembleia geral ordinária.

A conta lucro acumulado continuará nos planos de contas, e seu uso continua-

rá a ser feito para receber o resultado do exercício, as reversões de determinadas

reservas, os ajustes de exercícios anteriores, para distribuir os resultados nas suas

várias formas e destinar valores para reservas de lucros.

É importante destacar que a conta lucros acumulados continua existindo, entre-

tanto somente deverá ser apresentado no balanço patrimonial o saldo, se existen-

te, dos prejuízos acumulados.

Quando o resultado do exercício for um prejuízo ele será absorvido pelos lucros

acumulados, reserva de lucro, reserva legal, nesta ordem, e se continuar existindo

prejuízo, ele será absorvido pelas reservas de capital.

Art. 189. Do resultado do exercício serão deduzidos, antes de qualquer participação,


os prejuízos acumulados e a provisão para o Imposto sobre a Renda.
Parágrafo único. o prejuízo do exercício será obrigatoriamente absorvido pelos lucros
acumulados, pelas reservas de lucros e pela reserva legal, nessa ordem.
Art. 200. As reservas de capital somente poderão ser utilizadas para:
I – Absorção de prejuízos que ultrapassarem os lucros acumulados e as reservas de
lucros (artigo 189, parágrafo único);

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 102 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Questão 1    (UPNET/UPE/CONTADOR/2017) Sobre a Apuração do Resultado do

Exercício, analise as afirmativas a seguir:

I – Deve-se encerrar o saldo das contas de Receitas.

II – Deve-se encerrar o saldo das contas de Caixa.

III – Deve-se encerrar o saldo das contas de Despesas.

IV – Deve-se encerrar o saldo das contas de Estoque de Mercadorias.

V – Deve-se fazer o confronto dos saldos das Contas Patrimoniais.

VI – Deve-se fazer o confronto dos saldos das Contas de Resultado.

Estão CORRETAS apenas

a) I, III, IV e VI.

b) I, III e VI.

c) I, II, III e VI.

d) II, IV e V.

e) I, III e IV.

Letra b.

Para responder devemos lembrar que, na apuração do resultado do exercício, são

encerradas as contas de receitas e despesas em contrapartida da conta “ARE”, e o

saldo apurado será transferido para o “PL” na conta lucro ou prejuízo acumulado.

Assim, na Apuração do Resultado do Exercício:

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 103 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

I – Deve-se encerrar o saldo das contas de Receitas.

III – Deve-se encerrar o saldo das contas de Despesas.

VI – Deve-se fazer o confronto dos saldos das Contas de Resultado.

Questão 2    (IF-BAIANO/TÉCNICO EM CONTABILIDADE/2017) O encerramento

das contas de resultado e a sua destinação compreendem a confrontação das re-

ceitas, custos, despesas e perdas realizadas

a) ao final de cada mês, debitando-se as despesas, creditando-se as receitas, com

a respectiva contrapartida no Patrimônio Líquido.

b) ao final de cada exercício, debitando-se as despesas, creditando-se as receitas,

com a respectiva contrapartida no Patrimônio Líquido.

c) ao final de cada mês, creditando-se as despesas (custos e perdas), debitando-

-se as receitas, com a respectiva contrapartida no Patrimônio Líquido.

d) ao final de cada exercício, creditando-se as despesas (custos e perdas), debi-

tando-se as receitas, com a respectiva contrapartida no Patrimônio Líquido.

e) no encerramento das atividades da entidade, creditando-se as despesas (custos

e perdas), debitando-se as receitas, com a respectiva contrapartida no Patrimônio

Líquido.

Letra d.

A apuração do resultado do exercício é feita no final de cada exercício social, nela

as contas de receitas são encerradas por meio de débito e as despesas por meio

de créditos, em contrapartida da conta “ARE”; o saldo apurado na conta ARE será

transferido para o “PL” na conta lucro ou prejuízo acumulado.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 104 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Despesas Antecipadas

Despesas antecipadas são as aplicações de recursos em despesas cujos benefí-

cios para a empresa ocorrerão no exercício seguinte. Ou seja, são valores relativos

a despesas já pagas ou que foi assumida uma obrigação a pagar, que beneficiarão

os exercícios seguintes àquela da data de encerramento do balanço em que ocorreu

o fato gerador do pagamento ou assunção da dívida.

Normalmente representam as despesas que já foram pagas, mas ainda não

ocorreram, pois não aconteceu o fato gerador da despesa (princípio da competên-

cia), o que houve foi o pagamento de algo que a empresa espera usufruir no futuro,

assim é um direito e será apresentado no Ativo.

A despesa antecipada é uma despesa que ainda não ocorreu, por isto denomi-

na-se como despesa “a apropriar”, ou seja, é uma despesa que deverá ser regis-

trada no seu PRÓPRIO período. Também pode vir complementada pelo termo “a

transcorrer”, pois a despesa ainda não transcorreu, o seu tempo ainda não passou.

Para entender o conceito de despesa antecipada é preciso saber diferenciar

ativo de despesa.

Lembre que o ativo é uma aplicação de recurso em algo que será utilizado ou

gerará benefícios econômicos em mais de um exercício social. Despesa é uma apli-

cação de recursos que diminuiu o potencial econômico de um ativo ou aumentou o

passivo; são aplicações de recursos que afetam o resultado do exercício, ou seja,

incorrem durante o ano (são aplicações correntes).

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 105 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

É a efetiva realização de uma aplicação que caracterizará se a despesa será do

exercício ou antecipada. Quando a empresa aplicar recursos em algo que vai ser

utilizado PONTUALMENTE, deve reconhecer uma despesa. Contudo, se a realização

for ocorrer com o PASSAR DO TEMPO, deve registrar um ativo.

Questão 1    (IDECAN/INMETRO/CONTADOR/2015) O setor financeiro da entidade

efetuou, no dia 20/12/20x3, o pagamento do aluguel do prédio com vencimento

previsto para 10/1/20x4. Considerando o regime de competência, é correto afirmar

que essa despesa será contabilizada como

a) adiantamento.

b) aluguéis ativos

c) despesa corrente.

d) despesa antecipada.

e) despesa de exercício futuro.

Letra d.

Quando a empresa paga algo antecipadamente para usufruir em um período futu-

ro, o valor pago deve ser reconhecido como um direito, no ativo, denominado de

despesa antecipada.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 106 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Questão 2    (FEPESE/MPE-SC/TÉCNICO DO MP/2015) Determinada Empresa pagou

à vista o seguro do veículo, relativo a 1 ano. O seguro foi pago hoje e seu valor não

diz respeito tão somente a data do pagamento. Esse, portanto, é um exemplo de:

a) Despesa antecipada.

b) Despesa diferida.

c) Custo direto.

d) Custo indireto.

e) Passivo circulante.

Letra a.

Quando a empresa paga algo antecipadamente para usufruir em um período futu-

ro, o valor pago deve ser reconhecido como um direito, no ativo, denominado de

despesa antecipada.

À medida que o tempo for passando, a empresa vai apropriando a despesa com

seguro em contrapartida da diminuição do direito no ativo.

As despesas antecipadas serão apresentadas no ativo pelas importâncias apli-

cadas, diminuídas das apropriações efetuadas no período. O reconhecimento como

despesa efetiva (apropriação) deve ser feita no resultado do período que corres-
ponderem efetivamente, e não ao período em que foram pagas.
É importante entender que a despesa vai ser reconhecida no resultado somente
quando se efetivar, ou seja, à medida que o tempo for transcorrendo.
O artigo 179 da Lei n. 6.404/1976 – Lei das Sociedades por Ações – apresenta
que as despesas antecipadas referem-se a aplicações de recursos em despesas do

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 107 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

exercício seguinte. Contudo, elas podem ter relação com mais de um exercício so-
cial, por exemplo:

Em 01 de outubro de 2017, a empresa paga antecipadamente o aluguel de 3 anos


(36 meses) por R$ 360.000,00.
O período 15 (meses), de outubro de 2017 a 31 de dezembro de 2018, será regis-
trado no ativo circulante; os demais 21 meses, de janeiro de 2019 a setembro de
2020, serão classificados no ANC – Realizável em Longo Prazo.
O registro do fato em 01/10/17 será o seguinte:
D – despesa antecipada AC – 150.000
D – despesa antecipada ANC – 210.000
C – Banco – 360.000

Outro ponto importante a destacar em relação à despesa antecipada é que


quando uma empresa assina um contrato referente a uma despesa que acontecerá
e assume que pagará uma dívida conforme o serviço for sendo prestado, o valor do
contrato será considerado uma despesa antecipada, mesmo que não tenha havido
o pagamento (essência econômica do fato). Por exemplo:

A empresa assina o contrato do seguro das instalações em set./2017, referente a 1


ano, pelo valor de $ 1.200,00. Acordou pagar em 2 prestações de R$ 600,00 sendo
a primeira para 30 dias.

Note que como o contrato já foi assinado, a empresa já tem o direito de cobertura

pelo seguro, entretanto não pagou nada ainda. Neste caso a empresa deve reco-

nhecer a despesa antecipada em contrapartida de uma dívida no passivo.

D – despesa antecipada – 1.200,00

C – seguros a pagar – 1.200,00

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 108 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

No pagamento da dívida (1ª parcela), basta efetuar o seguinte registro:

D – seguros a pagar – 600,00

C – banco – 600,00

A despesa com seguro (1.200,00/12 = 100,00) vai sendo apropriada mês a mês

da seguinte forma:

D – despesa com seguro – 100,00

C – despesa antecipada – 100,00

Com base neste exemplo, a empresa fará 12 lançamentos de apropriação da des-

pesa, um por mês e no fim do ano, somente terá como despesa efetiva os meses

que transcorreram no exercício de 2017 (set./out./nov./dez.), o restante será des-

pesa antecipada.

Nas provas é importante entender que toda despesa antecipada pode aparecer

complementada pelos termos “PAGA ANTECIPADAMENTE”, quando a despesa ante-

cipada já foi paga; ou com os termos “A VENCER”, “A APROPRIAR” ou “DIFERIDAS”,

que denotam que a despesa antecipada precisa ser APROPRIADA.

• Seguros pagos antecipadamente;

• Prêmios de seguro a vencer;

• Aluguel passivo a vencer;

• Seguros a apropriar;

• Juros passivos a vencer;

• Periódicos (revistas, jornais etc.) pagos antecipadamente;

• Telefones pré-pagos.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 109 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Receitas Antecipadas

Receitas antecipadas são todos os valores que a empresa já recebeu ou tem um

crédito, entretanto ainda não prestou o serviço ou entregou a mercadoria objeto do

contrato. É uma obrigação e será apresentada no passivo.

As receitas antecipadas têm o mesmo tratamento contábil de apropriação que

as despesas antecipadas; a diferença é que receita antecipada é uma obrigação e

será apresentada no passivo, já despesa antecipada é um direito, estará apresen-

tada no ativo.

Por exemplo:

A empresa CZ aluga um dos seus imóveis por 2 anos (24 meses) e recebe o valor

total de R$ 24.000,00 na data da assinatura do contrato.

Registo no momento do recebimento:

D – caixa – 24.000

C – receita antecipada – 24.000 – passivo

Registro na apropriação da receita mensal:

D – receita antecipada – 1.000

C – receita com aluguel – 1.000

Também de forma semelhante às despesas antecipadas, as receitas antecipadas

podem ser classificadas no passivo circulante ou no passivo não circulante, sempre

dependendo do prazo acordado.

A lógica contábil, tratando de empresas, é que se uma empresa apresentar uma

despesa antecipada, outra empresa deverá ter uma receita antecipada.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 110 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

As receitas antecipadas podem, de forma semelhante às despesas antecipadas,

estar complementadas pelos termos “RECEBIDAS ANTECIPADAMENTE”, quando já

houve a entrada do dinheiro; ou com os termos “A VENCER”, “A APROPRIAR” ou

“DIFERIDAS”.

• Receitas diferidas;

• Juros ativos a vencer;

• Vendas a apropriar;

• Aluguel recebido antecipadamente;

• Descontos obtidos a apropriar; e

• Receita financeira a vencer.

As contas de receitas, despesas, receita antecipadas e despesas antecipadas

têm várias formas de cobrança em prova. Na lista a seguir apresento as diversas

classificações possíveis para a conta aluguel:

• Aluguel – despesa

• Aluguel a pagar – passivo

• Aluguel a receber – ativo

• Aluguel pago – despesa

• Aluguel recebido – receita

• Aluguel a vencer – despesa antecipada – ativo

• Aluguel ativo – receita

• Aluguel passivo – despesa

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 111 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

• Aluguel ativo a apropriar – receita antecipada – passivo

• Aluguel passivo a apropriar – despesa antecipada – ativo

Com relação a receitas e despesas e a seus reconhecimentos, julgue o item a

seguir.

Questão 1    (CESPE/CADE/CONTADOR/2014) As despesas pagas antecipadamen-

te, como aplicação de recursos em despesas do exercício seguinte, representam

obrigações quitadas antes do vencimento, cujos fatos geradores já ocorreram.

Errado.

As despesas pagas antecipadamente representam direitos da empresa, pois houve

o pagamento de uma despesa que ainda não ocorreu. A despesa se efetivará no

futuro. Assim, a assertiva está errada, pois o fato gerador da despesa ainda não

ocorreu.

Questão 2    (BIO-RIO/ELETROBRAS/SUPORTE NÍVEL 1/2014) Na apuração do re-

sultado, as contas de despesas serão encerradas em contrapartida com a conta:

a) Lucros acumulados.

b) Prejuízos acumulados.

c) Resultado do Exercício.

d) Receitas realizadas.

e) Patrimônio Líquido.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 112 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Letra c.

Na apuração do resultado do exercício, todas as contas de receitas e de despesas serão

encerradas em contrapartida da conta ARE – APURAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO.

As receitas que têm natureza credora e serão debitadas; as despesas que têm na-

tureza devedora e serão creditadas.

Questão 3    (FUNECE/UECE/TÉCNICO CONTÁBIL/2017) O regime contábil, se-

gundo o qual as transações devem ser registradas nos períodos a que se referem,

independentemente de recebimento ou pagamento, denomina-se regime de

a) caixa.

b) competência.

c) caixa para as receitas.

d) competência para as despesas.

Letra b.

O regime de confrontação das receitas com as despesas quando o fato gerador

ocorrer é o regime da competência

No regime da competência, as receitas são reconhecidas quando foram ganhas e as

despesas quando incorreram, independentemente de recebimento ou pagamento.

O que importa é o fluxo econômico, e não o fluxo financeiro.

Questão 4    (IESES/CRM-SC/CONTADOR/2015) As despesas devem ser reconhe-

cidas na demonstração do resultado quando:

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 113 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

a) Cria uma obrigação legal ou não formalizada que faça com que a entidade não
tenha nenhuma alternativa realista se não liquidar essa obrigação.
b) Resulta em aumento nos benefícios econômicos futuros relacionado com au-
mento de ativo ou com diminuição de passivo, e puder ser mensurado com confia-
bilidade.
c) For provável que uma saída de recursos detentores de benefícios econômicos
seja exigida em liquidação de obrigação presente e o valor pelo qual essa liquidação
se dará puder ser mensurado com confiabilidade.
d) Resultarem em decréscimo nos benefícios econômicos futuros, relacionado com
o decréscimo de um ativo ou o aumento de um passivo, e puder ser mensurado
com confiabilidade.

Letra d.
As despesas representam aplicação de recursos econômicos, que diminuem o re-
sultado do exercício, afetando para menos a situação líquida da empresa. A contra-
partida no patrimônio é a diminuição do ativo ou o aumento do passivo.
Como qualquer outro elemento das demonstrações contábeis, as despesas somen-
te serão reconhecidas se puderem ser mensuradas (valoradas) de forma confiável.

Questão 5    (BIO-RIO/ELETROBRAS/SUPORTE/2014) Uma despesa paga anteci-


padamente gera a seguinte movimentação:

a) aumento do ativo e do passivo.

b) diminuição do resultado.

c) aumento da despesa.

d) aumento do resultado.

e) aumento e diminuição do ativo.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 114 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Letra e.

A despesa antecipada é um direito da empresa, representa um pagamento anteci-

pado para uma despesa que ainda não ocorreu.

Quando a empresa pagar algo antecipadamente, estarão envolvidas duas contas: uma

é a despesa paga antecipadamente, e a outra a conta banco; ambas são do ativo.

Assim, o fato causa um aumento no ativo, na conta despesa antecipada, e uma

diminuição no ativo, na conta banco.

O registro do fato é o seguinte:

D – despesa antecipada

C – banco

Prezado(a),

Separei questões de provas para você verificar como as bancas têm trabalhado

em seus concursos os assuntos vistos na aula.

As primeiras são de várias bancas e as últimas são da FCC (mostre para a FCC

quem está no comando da operação).

Meus comentários são objetivos e diretos, pois pretendo com isto ajudá-lo(a) a

fixar o assunto, e não dar uma aula em cada questão.

A identificação das questões é na seguinte ordem: banca, órgão, cargo e ano

do concurso.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 115 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

QUESTÕES DE CONCURSO
Questão 1    (IF-ES/ASSISTENTE DE ADMINISTRAÇÃO/2019) Ao tomar posse no

cargo de Assistente em Administração do Ifes, Júlia foi designada para trabalhar no

setor administrativo auxiliando na organização do Plano de Contas da Instituição.

Como tarefa inicial, sua função foi classificar as Contas de Resultado. Elas dividem-

-se em Contas de Despesas e Contas de Receitas. Aparecem durante o exercício

social, encerrando-se no final de tal exercício. Não fazem parte do Balanço Patri-

monial, mas é por meio delas que se conhece se a empresa apresentou lucro ou

prejuízo em suas atividades. Conforme tarefa de Júlia, assinale a alternativa que

apresenta os exemplos de Contas de Receitas:

a) Fretes e Carretos; Impostos e Juros Passivos.

b) Aluguéis Passivos; Prêmios de Seguro e Descontos Concedidos.

c) Água e Esgoto; Café e Lanches e Contribuições de Previdência.

d) Aluguéis Ativos; Descontos Obtidos; e Juros Ativos.

e) Material de Expediente; Material de Limpeza e Salários.

Questão 2    (IF-MT/TECNÓLOGO EM GESTÃO FINANCEIRA/2019) O Balanço Pa-

trimonial é um dos demonstrativos elaborados pela contabilidade para o processo

de tomada de decisão das empresas. Nele, estão agrupadas as contas que fazem

parte do Ativo e Passivo. Assinale a alternativa que corresponde ao grupo de contas

que faz parte do Balanço Patrimonial.

a) Duplicatas Descontadas, Despesas de Seguros, Caixa e Capital Social.

b) Capital Social, Seguros a Vencer, Clientes e Duplicatas Descontadas.

c) Prejuízos Acumulados, Financiamentos, Despesas de Juros e Salários a Pagar.

d) Receita de Serviços, Capital Social, Clientes e Duplicatas Descontadas.

e) Despesas de Seguros, Capital Social, Mercadorias e Financiamentos.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 116 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Questão 3    (IF-ES/TÉCNICO CONTÁBIL/2019) De acordo com Marion (2012),

o Balanço Patrimonial é o mais importante relatório gerado pela Contabilidade,

pois, por meio dele, pode-se identificar a saúde financeira e econômica da empre-

sa. As duas colunas a seguir apresentadas fazem referência a grupos do Balanço

Patrimonial. Sendo assim, relacione a primeira coluna com a segunda e assinale a

alternativa que apresenta a sequência CORRETA:

I – Ativo Circulante

II – Passivo Circulante

III – Patrimônio

IV – Patrimônio Líquido

 (  ) Conjunto de Bens, Direitos e Obrigações.

 (  ) Bens e Direitos de Curto Prazo.

 (  ) Representa o Capital Próprio.

 (  ) Obrigações de Curto Prazo.

a) I – II – III – IV

b) III – I – IV – II

c) III – II – IV – I

d) IV – III – II – I

e) IV – I – III – II

Questão 4    (IF-ES/ASSISTENTE DE ADMINISTRAÇÃO/2019) Considere as se-

guintes contas da Empresa Tem de Tudo S/A:

Duplicatas a pagar: R$ 4.000,00;

Estoques de mercadorias: R$ 20.000,00;

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 117 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Capital: R$ 40.000,00;

Móveis e utensílios: R$ 7.000,00;

Salários a pagar: R$ 8.000,00;

Caixa: R$ 5.000,00;

Imóveis: R$ 10.000,00;

Lucros acumulados: R$ 25.000.00;

Veículo: R$ 30.000,00;

Banco: R$ 10.000,00;

Fornecedores: R$ 5.000,00;

Duplicatas a receber: R$ 3.000,00;

Instalações: R$ 3.000,00;

Impostos e Taxas a Recolher: R$ 3.000,00.

Qual é o valor do Ativo Circulante da Empresa Tem de Tudo S/A?

a) R$ 38.000,00

b) R$ 88.000,00

c) R$ 20.000,00

d) R$ 40.000,00

e) R$ 28.000,00

Questão 5    (CESPE/SEFAZ-RS/AFRE/2019) Em uma compra de mercadorias para

composição dos estoques de entidade que utiliza inventário permanente, o lança-

mento do imposto de circulação de mercadorias e serviços (ICMS) deve ser feito

em uma conta de natureza

a) credora, no ativo.

b) devedora, no ativo.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 118 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

c) credora, no passivo.

d) devedora, no passivo.

e) devedora, no resultado.

Questão 6    (IDECAN/IF-PB/TÉCNICO CONTÁBIL/2019) São as receitas e as des-

pesas do período, que devem ser encerradas no final do exercício para que se apure

o resultado do exercício. Esta definição refere-se ao conceito de

a) contas patrimoniais.

b) contas bilaterais.

c) contas de resultado.

d) contas unilaterais.

e) contas do ativo.

Questão 7    (IF-TO/TÉCNICO CONTÁBIL/2019) Com relação ao patrimônio da em-

presa, identifique entre os exemplos a seguir qual é considerado um direito?

a) Contas a receber.

b) Estoque de mercadorias tributadas.

c) Salários a pagar.

d) Móveis e utensílios.

e) Banco conta corrente.

Questão 8    (AOCP/UFPB/TÉCNICO CONTÁBIL/2019) Assinale a alternativa que

reconhece a conceituação sobre despesas pagas antecipadamente.

a) É reconhecida como uma despesa no período em que acontece.

b) Representa despesas não incorridas e não pagas.

c) É um direito que deve ser registrado no ativo em função de não ser considerada

uma despesa do período.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 119 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

d) É reconhecida como uma obrigação no grupo do passivo circulante.


e) Representa uma apropriação que deve ser reconhecida na conta dos fornecedo-
res no passivo.

Questão 9    (VUNESP/MPE-SP/CONTADOR/2019) Para o registro das transações


dos eventos econômicos ocorridos numa entidade, a Contabilidade se utiliza de um
sistema de partidas dobradas no qual existem contas de natureza devedora (con-
tas débito) e contas de natureza credora (contas crédito). Considerado esse fato,
é correto afirmar que, no plano de contas de uma entidade,
a) contas devedoras sempre controlam as obrigações a pagar e as contas credoras
sempre controlam os direitos a receber.
b) contas devedoras são as contas de receita e contas credoras são as contas de
despesa.
c) desconsideradas as provisões, as contas do ativo são contas débito e as contas
do passivo são contas crédito.
d) o ativo tem seu valor aumentado por lançamento a crédito e o passivo tem uma
diminuição de valor com um lançamento a débito.
e) o ativo diminui de valor com um lançamento a débito e aumenta com um lan-
çamento a crédito.

Questão 10    (VUNESP/TJ-SP/CONTADOR/2019) Considerando a natureza das


contas contábeis, assinale a alternativa correta.
a) As contas patrimoniais refletem a posição dinâmica do patrimônio da entidade.
b) As contas contábeis classificam-se em contas patrimoniais e contas de caixa.
c) As contas patrimoniais contêm as contas de receita, valor adicionado e de ganhos.
d) As contas patrimoniais relacionam-se aos elementos do ativo, passivo e resultado.
e) As contas patrimoniais são apresentadas pelo seu grau de liquidez ou de exigi-

bilidade.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 120 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Questão 11    (VUNESP/MPE-SP/CONTADOR/2019) O patrimônio líquido pode ser

estudado de diferentes perspectivas, como, por exemplo, dos pontos de vista legal,

contábil e econômico. Considerando-se essas vertentes, é correto afirmar:

a) contabilmente, o patrimônio líquido corresponde à diferença entre ativos totais

e passivos exigíveis.

b) economicamente, o patrimônio líquido é o valor de mercado de uma entidade.

c) legalmente, o patrimônio líquido pode ser entendido como o valor de respon-

sabilidade dos sócios em relação às obrigações de uma entidade, no caso de uma

empresa S.A.

d) o patrimônio líquido contábil é o conjunto dos fluxos de caixa futuros da entida-

de trazidos a valor presente pelo seu custo de oportunidade.

e) economicamente, o patrimônio líquido é obtido trazendo os fluxos de resultados

previstos a valor presente pelo seu custo de oportunidade.

Questão 12    (VUNESP/UFABC/ASSISTENTE DE ADMINISTRAÇÃO/2019) Promis-

sórias, cheques e impostos a recuperar aparecem no Balanço Patrimonial da orga-

nização como

a) ativo circulante.

b) passivo circulante.

c) ativo realizável a longo prazo.

d) valores em financiamento de curto prazo.

e) ativo diferido.

Questão 13    (CESPE/SEFAZ-RS/AFRE/2019) Na fiscalização de uma sociedade

anônima comercial, após o seu primeiro ano de funcionamento, verificou-se que a

empresa possuía

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 121 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

• capital subscrito no valor de R$ 2.000;

• capital realizado no valor de R$ 1.700;

• capital de terceiros no valor de R$ 600;

• prejuízo acumulado no valor de R$ 300.

Constatou-se, ainda, que não havia reservas, ações em tesouraria nem ajuste de

avaliação patrimonial nas demonstrações contábeis da sociedade.

Nessa situação hipotética, o valor do capital total à disposição da sociedade é igual a

a) R$ 1.700.

b) R$ 2.000.

c) R$ 2.300.

d) R$ 3.400.

e) R$ 4.000.

TABELA DE CÓDIGOS
CÓDIGO DESCRIÇÃO
A Ativo
AC Ativo circulante
ANC Ativo não circulante
ARLP Ativo realizável a longo prazo
AP Ativo permanente
AIM Ativo imobilizado
AIN Ativo intangível
P Passivo
PC Passivo circulante
PNC Passivo não circulante
PL Patrimônio líquido
D Despesa
R Receita

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 122 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

CONTAS CÓDIGO
Custo das mercadorias vendidas
Aplicações financeiras de curto prazo
Capital social
Duplicatas a receber/cliente
Duplicatas a pagar/fornecedores
Despesas pagas antecipadamente
Adiantamento de clientes

Questão 14    (IADES/HEMOCENTRO-DF/TÉCNICO CONTÁBIL/2017) Utilize a ta-

bela de códigos apresentada para classificar as contas segundo os agrupamentos

do balanço patrimonial a que pertencem e, em seguida, assinale a alternativa que

apresenta a sequência correta dos códigos.

a) D; AC; PL; R; PC; PC; PNC.

b) AC; AC; AIM; AC; D; ANC; PC.

c) AIM; ANC; PL; AC; PC; ANC; AC.

d) D; AC; PL; AC; PC; AC; PC.

e) D; AC; PL; R; D; AC; PC.

Questão 15    (AOCP/UFPEL/ANALISTA CONTABILIDADE/2015) A hipótese da

diferença da equação patrimonial, em que o valor do passivo supera o ativo,

denomina-se

a) Passivo Circulante.

b) Passivo Exigível.

c) Prejuízos Acumulados.

d) Passivo a Descoberto.

e) Ativo Circulante.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 123 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Questão 16    (FGV/TJ-PI/ANALISTA CONTADOR/2015) Analise as contas relacio-

nadas no quadro a seguir, encontradas no plano de contas da empresa Confusa:

Capital a Realizar Despesas Antecipadas


Receita de Vendas Empréstimos Bancários
Duplicatas a Pagar Ações em Tesouraria
Adiantamento a Fornecedores Duplicatas Descontadas
Juros Ativos Capital Social
Cliente Ações de Outras Cias.

A opção a seguir que classifica corretamente as contas apresentadas é:

a) no quadro são apresentadas sete contas com saldo credor;

b) das contas apresentadas, quatro são retificadoras;

c) o quadro apresenta somente contas patrimoniais;

d) há três contas de resultado no quadro apresentado;

e) no quadro há seis contas que possuem saldo devedor.

Questão 17    (FGV/TJ-BA/ANALISTA CONTADOR/2015) A Cia Tempo Livre opera

no ramo de lazer, por meio da administração de resorts. No exercício de 20x0, a Cia

foi processada por um grupo de clientes, que alegaram que os serviços não foram

prestados conforme anunciado. O departamento jurídico considera possível que a

Cia Tempo Livre tenha que arcar com indenizações da ordem de R$ 800 mil. De

acordo com as orientações do CPC 25, nas Demonstrações Contábeis do exercício,

a Cia Tempo Livre:

a) constituirá uma reserva de contingência para cobrir as despesas estimadas com

o processo;

b) divulgará o fato apenas em notas explicativas;

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 124 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

c) não mencionará o fato e aguardará o resultado definitivo do processo;

d) reconhecerá uma provisão no valor de R$ 800 mil;

e) reconhecerá uma provisão no valor de R$ 400 mil, já que a perda é apenas

possível.

Questão 18    (IADES/CRC-MG/TÉCNICO EM ATENDIMENTO/2015) O conjunto de

bens, direitos e obrigações pertencentes a uma pessoa física ou jurídica ou a um

conjunto de pessoas, susceptíveis de avaliação econômica, é o conceito de

a) passivo.

b) ativo.

c) situação líquida.

d) obrigações exigíveis.

e) patrimônio.

Questão 19    (IADES/METRÔ-DF/CONTADOR/2014) A respeito dos lançamentos a

débito e a crédito nas contas contábeis, é correto afirmar que as contas

a) de Despesa iniciam o período contábil com saldo devedor

b) de Receita têm saldo zero no início do período contábil.

c) do Ativo aumentam pelo crédito.

d) do Patrimônio Líquido aumentam pelo débito.

e) do Passivo têm saldo devedor, portanto, um lançamento a débito aumenta o saldo.

Questão 20    (UFG/CONTADOR/2017) Até há bem pouco tempo, era comum con-

ceituar Ativo como o conjunto de bens e direitos, embora diversos autores afir-

massem que a utilização de um conceito simplificado se devia à formação ainda

incipiente dos estudantes. O Ativo, após a divulgação da estrutura conceitual para

a elaboração e divulgação das demonstrações contábeis, passa a ser um recurso

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 125 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

a) possuído por uma entidade, como resultado de eventos passados, e que apre-

senta valor de troca.

b) possuído por uma entidade, como resultado de eventos passados, e do qual se

espera que benefícios econômicos futuros fluam para essa entidade.

c) controlado por uma entidade, como resultado de eventos passados, e do qual se

espera que benefícios econômicos futuros fluam para essa entidade.

d) controlado por uma entidade, como resultado de eventos passados, e que apre-

senta valor de troca.

Questão 21    (CESPE/TRE-BA/CONTADOR/2017) Ao analisar a equação patrimo-

nial de uma empresa, um técnico em contabilidade constatou que o valor total do

passivo correspondia ao dobro do valor do patrimônio líquido.

Nessa situação hipotética,

a) o total do ativo da empresa equivale a três vezes o total do patrimônio líquido.

b) o total do passivo da empresa é igual a um terço do total do ativo.

c) o total do ativo da empresa corresponde a duas vezes e meia o total do passivo.

d) a empresa está com o passivo a descoberto.

e) o total do patrimônio líquido da empresa é igual à metade do total do ativo.

Questão 22    (VUNESP/IPSM/CONTADOR/2018) Considere a informação:

“As demonstrações contábeis retratam os efeitos patrimoniais e financeiros das

transações por meio do grupamento dos seus efeitos em classes amplas de acordo

com as suas características econômicas. Essas classes amplas são denominadas de

elementos das demonstrações contábeis”.

Dentre esses elementos, existem aqueles relacionados à posição patrimonial e fi-

nanceira de uma entidade. Existem outros elementos, relacionados à mensuração

do seu desempenho.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 126 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Tendo em vista a passagem destacada e o comentário subsequente, assinale a al-

ternativa correta.

a) Os elementos mais relacionados à posição patrimonial e financeira estão repre-

sentados no Balanço Patrimonial, nas classes: ativos; Passivos; Receitas e Custos.

b) Os elementos diretamente relacionados com a mensuração do desempenho na

demonstração do resultado são os recebimentos e os pagamentos de despesas.

c) O resultado da demonstração de resultado fornece a previsão do caixa do pró-

ximo período.

d) Ativos são futuros resultados econômicos que se espera obter de um agente.

e) O Balanço Patrimonial e a Demonstração de Resultado não se relacionam.

Questão 23    (VUNESP/DOIS CÓRREGOS/CONTADOR/2018) Em uma empresa,

uma das características essenciais de um ativo é

a) gerar benefícios econômicos para a entidade.

b) ser um recurso decorrente de evento futuro.

c) ser de propriedade legal.

d) ter sido utilizado para liquidar um passivo.

e) ter forma física.

Questão 24    (FCC/TRE-SP/ANALISTA CONTÁBIL/2012) É uma conta patrimonial

que é creditada quando aumenta de valor:

a) Duplicatas a Receber.

b) Receitas Financeiras.

c) Depreciação Acumulada.

d) Despesas Antecipadas.

e) Ações em Tesouraria.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 127 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Questão 25    (FCC/TRT 23ª REGIÃO/ANALISTA CONTÁBIL/2012) É uma conta de

resultado:

a) Receita da alienação de bens do Ativo Não Circulante.

b) Receitas Diferidas.

c) Despesas Antecipadas.

d) Despesas do Exercício Seguinte.

e) Tributos a Pagar.

Para responder à questão de números 25, considere as contas listadas a seguir:

– Ações em Tesouraria

– Amortização Acumulada

– Disponível

– Participações Societárias Permanentes

– Provisão para Créditos de Liquidação Duvidosa

– Impostos a Recolher

– Empréstimos a Coligadas e Controladas

– Marcas e Patentes

– Duplicatas a Receber

– Reserva de Ágio na Emissão de Ações

– Capital Social

– Fornecedores

– Reserva de Lucros a Realizar

– Salários a Pagar

– Estoques

– Imobilizado

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 128 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

– Depreciação Acumulada

– Empréstimos Recebidos de Longo Prazo

– Despesas do Exercício Seguinte

Questão 26    (FCC/NOSSA CAIXA/CONTADOR/2011) O número de contas que

apresentam saldo credor é

a) 8.

b) 9.

c) 10.

d) 7.

e) 11.

Questão 27    (FCC/TRT 23ª REGIÃO/ANALISTA CONTÁBIL/2012) Contas cujos

saldos no Balanço Patrimonial são devedores:

a) Capital Social Subscrito e ICMS a Recolher.

b) Fornecedores e Honorários a Pagar.

c) Duplicatas a Receber e Móveis e Utensílios.

d) Lucros Acumulados e Contas a Pagar.

e) Duplicatas a Pagar e Aluguéis a Pagar.

Questão 28    (FCC/METRÔ-SP/ANALISTA DE ECONOMIA/2011) Na escrituração

contábil, as contas de Passivo

a) aumentam de valor quando são debitadas.

b) são representativas de bens e direitos de propriedade da entidade.

c) diminuem de valor quando são creditadas.

d) são representativas das obrigações da entidade para com os seus proprietários.

e) têm seu valor total dado pela diferença entre o total do Ativo e do Patrimônio Líquido.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 129 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Questão 29    (FCC/TRT 24ª REGIÃO/ANALISTA CONTÁBIL/2011) Aumentam os

saldos das contas de Patrimônio Líquido, Ativo e Passivo, os lançamentos nelas efe-

tuados que representem, respectivamente:

a) Crédito, Débito e Crédito.

b) Crédito, Crédito e Débito.

c) Débito, Débito e Crédito.

d) Débito, Crédito e Débito.

e) Crédito, Crédito e Crédito.

Questão 30    (FCC/ARTESP/CONTADOR/2017) Em relação ao plano de conta das

empresas, a conta Ações em Tesouraria tem natureza

a) credora e é classificada no Patrimônio Líquido.

b) devedora e é classificada no Ativo Não Circulante.

c) devedora e é classificada no Patrimônio Líquido.

d) devedora e é classificada no Resultado do período.

e) credora e é classificada no Passivo Circulante ou Não circulante, dependendo do

seu prazo de pagamento.

Questão 31    (FCC/TRF 2ª REGIÃO/ANALISTA CONTÁBIL/2012) Em relação à es-

crituração contábil, é correto afirmar que as contas

a) representativas de ativos da entidade aumentam por crédito, exceto as contas

redutoras, que aumentam por débito.

b) classificadas no Patrimônio Líquido podem ter saldo devedor ou credor, confor-

me a sua natureza.

c) classificadas no Passivo diminuem por crédito.

d) representativas de despesas têm sempre saldo credor.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 130 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

e) do Ativo são estornadas por meio de um lançamento a débito da conta.

Questão 32    (FCC/TRT 23ª REGIÃO/CONTADOR/2012) O patrimônio líquido de

uma entidade com fins lucrativos é modificado quantitativamente quando

a) os sócios subscrevem o capital.

b) há transferência do resultado do exercício para a conta Lucros ou Prejuízos Acu-

mulados.

c) ela adquire móveis e utensílios, metade à vista e metade a prazo.

d) ocorre uma venda de mercadorias com prejuízo.

e) uma dívida de longo prazo é quitada com pagamento à vista.

Questão 33    (FCC/TRT 20ª REGIÃO/CONTADOR/2011) Quando a soma do Passi-

vo Circulante com o Passivo Não Circulante for superior ao total dos ativos, verifi-

ca-se a presença de

a) uma riqueza própria.

b) um ativo negativo.

c) um PL negativo.

d) um ativo inferior ao PL.

e) um PL nulo.

Questão 34    (FCC/TRF 4ª REGIÃO/TÉCNICO JUDICIÁRIO-CONTABILIDADE/

2011) O Ativo Não Circulante, pelas Normas Brasileiras de Contabilidade vigentes,

é constituído pelos seguintes subgrupos:

a) Investimentos, Imobilizado, Realizável a longo prazo e Diferido.

b) Intangível, Investimentos e Imobilizado.

c) Realizável a longo prazo, Investimentos, Intangível e Imobilizado.

d) Realizável a longo prazo, Investimentos, Diferido e Imobilizado.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 131 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

e) Intangível, Investimentos, Diferido e Imobilizado.

Questão 35    (FCC/CNMP/ANALISTA DE CONTROLE INTERNO/2015) Considere

que a Cia. Imobiliária S.A. seja proprietária de três imóveis com as seguintes ca-

racterísticas:

− Imóvel 1 – destinado para ser utilizado nas atividades da empresa.

− Imóvel 2 – mantido pela empresa sem a intenção de venda, mas não utilizado

em suas atividades.

− Imóvel 3 – mantido pela empresa para futura expansão da fábrica.

Na divulgação do seu Balanço Patrimonial, a empresa deve evidenciar o Imóvel 1,

o Imóvel 2 e o Imóvel 3, respectivamente, no grupo do ativo,

a) Imobilizado, Imobilizado e Imobilizado.

b) Imobilizado, Investimentos e Investimentos.

c) Imobilizado, Investimentos e Imobilizado.

d) Investimentos, Investimentos e Realizável no Longo Prazo.

e) Investimentos, Imobilizado e Realizável no Longo Prazo.

Questão 36    (FCC/TRF 2ª REGIÃO/CONTADOR/2012) De acordo com o disposto

na Estrutura Conceitual da Contabilidade atualmente vigente em nosso país,

a) um recurso, para ser contabilizado como ativo, precisa obrigatoriamente ser de

propriedade formal da entidade.

b) uma obrigação futura e que não é resultado de eventos passados pode ser con-

tabilizada como um passivo da entidade.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 132 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

c) as receitas são aumentos de ativos ou diminuições de passivos que tem como

consequência aumentos do patrimônio líquido, resultantes de transações da enti-

dade com seus sócios ou acionistas.

d) o valor do patrimônio líquido de uma entidade com fins lucrativos não pode ser

menor que zero.

e) toda despesa implica uma diminuição do patrimônio líquido, mas nem toda di-

minuição do patrimônio líquido resulta de uma despesa.

Questão 37    (FCC/TCE-SE/AUDITOR DE CONTAS/2012) Ativo é definido na estru-

tura conceitual da contabilidade como um recurso

a) de propriedade da entidade, utilizado em suas atividades operacionais, indepen-

dentemente do fluxo de caixa que este venha a gerar.

b) do qual se espera apenas uma saída próxima de recursos da entidade para o

seu pagamento.

c) adquirido à vista pela entidade.

d) controlado pela entidade e do qual se espera que resultem benefícios econômi-

cos futuros.

e) que não pode ser distribuído aos proprietários da entidade como restituição do

capital.

Questão 38    (FCC/TCM-CE/ANALISTA DE CONTROLE EXTERNO/2011) Recursos

controlados pela entidade como resultado de eventos passados e dos quais se es-

pera que resultem futuros benefícios econômicos para a entidade devem ser clas-

sificados no

a) Patrimônio Líquido.

b) Ativo.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 133 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

c) Passivo.

d) Passivo e no Ativo.

e) Relatório da Administração.

Questão 39    (FCC/TRF 4ª REGIÃO/TÉCNICO JUDICIÁRIO-CONTABILIDADE/2011)

Devem ser classificados no Ativo Intangível, de acordo com a legislação vigente:

a) máquinas e equipamentos.

b) benfeitorias em imóvel de terceiros.

c) despesas pré-operacionais.

d) gastos com pesquisas de produtos.

e) marcas e patentes.

Questão 40    (FCC/TJ-AM/CONTADOR/2010) Entre as alterações da legislação so-

cietária, provocadas pela Lei n. 11.638/2007, está o conceito de sociedades de

grande porte. De acordo com essa legislação, para uma empresa ser considerada

uma sociedade de grande porte é necessário que, no exercício social anterior, tenha

a) apresentado ativos totais de, no mínimo, R$ 300 milhões e receitas superiores

a R$ 200 milhões.

b) apresentado patrimônio líquido de, pelo menos, R$ 300 milhões e ativos imobi-

lizados de R$ 100 milhões.

c) emitido novas ações ordinárias de, no mínimo, R$ 50 milhões e apure no período

lucro bruto de R$ 200 milhões.

d) apresentado receitas brutas anuais superiores a R$ 300 milhões e ativos totais

maiores que R$ 240 milhões.

e) apresentado lucro líquido de R$ 100 milhões e ativos totais superiores a R$ 250

milhões.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 134 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Questão 41    (FCC/PREFEITURA DE TERESINA/AUDITOR FISCAL/2016) Uma em-

presa contratou os serviços de uma transportadora pelo prazo de um ano e o va-

lor total do contrato negociado foi R$ 1.200.000,00. O contrato foi assinado em

01/09/2015, entrou em vigor imediatamente, sendo que o volume mensal a ser

transportado já estava estabelecido em cláusula contratual e era constante durante

todo prazo contratado. A empresa efetuará o pagamento do valor total no final do

prazo do contrato, e este somente poderá ser rescindido antecipadamente com o

pagamento integral do valor contratado, sem qualquer desconto.

Os valores evidenciados na Demonstração do Resultado de 2015 e os saldos das

contas do Balanço Patrimonial em 31/12/2015, decorrentes do contrato assinado e

efetivado em 01/09/2015, foram:

a) Despesas com Transporte = R$ 400.000,00 e Despesas Antecipadas =

R$ 400.000,00.

b) Despesa com Transporte = R$ 400.000,00 e Contas a pagar = R$ 400.000,00.

c) Despesa com Transporte = R$ 400.000,00; Contas a pagar = R$ 400.000,00 e

Despesas Antecipadas = R$ 800.000,00.

d) Despesas Antecipadas = R$ 1.200.000,00 e Contas a pagar = R$ 1.200.000,00.

e) Despesa com Transporte = R$ 400.000,00; Contas a pagar = R$ 1.200.000,00

e Despesas Antecipadas = R$ 800.000,00.

Questão 42    (FCC/SEGEP-MA/AUDITOR FISCAL/2016) Uma empresa recebeu de

um cliente o valor de R$ 1.200.000,00 para prestar serviços de manutenção pelo

prazo de um ano. O contrato foi assinado em 01/10/2015, entrou em vigor ime-

diatamente e estabelecia um total de 10 horas mensais de manutenção ordinária a

serem atendidas, limitado a 120 horas no período contratado. Durante 2015, além

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 135 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

das 10 horas mensais de manutenção ordinária, no mês de dezembro de 2015 a

empresa aplicou mais 35 horas totais de trabalho em função de problemas extraor-

dinários que ocorreram com os equipamentos da empresa contratante.

Na empresa contratada, o valor evidenciado na Demonstração do Resultado de

2015 e o saldo da conta do Balanço Patrimonial em 31/12/2015 decorrentes do

contrato citado foram:

a) Receita de Serviços = R$ 300.000,00; Receitas Antecipadas = R$ 900.000,00.

b) Receita de Serviços = R$ 650.000,00; Receitas Antecipadas = R$ 550.000,00.

c) Receita de Serviços = R$ 200.000,00; Receitas Antecipadas = R$ 1.000.000,00.

d) Receita de Serviços = R$ 550.000,00; Receitas Antecipadas = R$ 650.000,00.

e) Receita de Serviços = R$ 1.200.000,00.

Questão 43    (FCC/SEGEP-MA/AUDITOR FISCAL/2016) Determinada empresa de

economia mista do Estado fez o seguro do ativo imobilizado, junto à seguradora

Martelo, para o período de 24 meses: 01/10/2015 a 30/09/2017.

− O prêmio de seguro foi de R$ 600.000,00, pago 40% no ato e o restante 30 e

60 dias.

− A empresa encerra seu exercício social em 31 de dezembro de cada ano.

− O lucro do exercício de 2015 foi de R$ 1.390.000,00.

O auditor independente no exame dos registros contábeis da apólice do seguro

contratado constatou que:

− 300.000,00 – foram contabilizados (apropriados) como despesas de seguro do

exercício de 2015, e que o valor da apropriação do seguro está incorreto.

− 300.000,00 – foram contabilizados na conta “Seguros a Vencer” classificada no

realizável de curto prazo.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 136 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

A despesa de seguro paga antecipadamente (seguro a vencer), segundo o auditor,

deveria ter sido classificada, respectivamente, nos grupos de contas e valores

a) ativo imobilizado – R$ 300.000,00 e passivo não circulante – R$ 225.000,00.

b) ativo circulante – R$ 75.000,00 e ativo não circulante – R$ 525.000,00.

c) ativo realizável curto prazo – R$ 225.000,00 e ativo realizável longo prazo –

R$ 300.000,00.

d) ativo circulante – R$ 300.000,00 e ativo não circulante – R$ 225.000,00.

e) passivo circulante – R$ 75.000,00 e passivo não circulante – R$ 300.000,00.

Questão 44    (FCC/TRF 4ª REGIÃO/CONTADOR/2014) A Cia. Italiana recebeu

R$ 180.000,00 por mercadorias a serem entregues em 3 meses, e estima que o

custo dessas mercadorias será de R$ 70.000,00, pois ainda precisam ser produzi-

das. No momento do recebimento do respectivo valor, a Cia. Italiana

a) reconheceu receita.

b) apurou um lucro estimado.

c) reconheceu um passivo.

d) reduziu estoque.

e) reconheceu um adiantamento a fornecedor.

Questão 45    (FCC/TRE-PR/CONTADOR/2012) Um item que afeta a apuração do

resultado do exercício é

a) a distribuição de dividendos por controladas.

b) a compra financiada de um terreno em 36 meses.

c) o prêmio na emissão de debêntures.

d) os custos de transação na emissão de ações subscritas e integralizadas.

e) a reversão de perda por impairment.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 137 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Questão 46    (FCC/TRF 4ª REGIÃO/CONTADOR/2014) Ao identificar que uma em-

presa possui o total dos Ativos correspondente a 100% do valor do Passivo Não

Circulante acrescido dos saldos em aberto na conta de fornecedores, um analista

pode assegurar que tal empresa está com

a) alto grau de liquidez corrente.

b) situação líquida nula.

c) passivo a descoberto.

d) capital próprio positivo.

e) alavancagem financeira positiva.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 138 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

GABARITO
1. d 25. a

2. b 26. c

3. b 27. c

4. a 28. e

5. b 29. a

6. c 30. c

7. a 31. b

8. c 32. d

9. c 33. c

10. e 34. c

11. a 35. b

12. a 36. e

13. b 37. d

14. d 38. b

15. d 39. e

16. e 40. d

17. b 41. e

18. e 42. b

19. b 43. d

20. c 44. c

21. a 45. e

22. d 46. c

23. a

24. c

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 139 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

GABARITO COMENTADO
Questão 1    (IF-ES/ASSISTENTE DE ADMINISTRAÇÃO/2019) Ao tomar posse no

cargo de Assistente em Administração do Ifes, Júlia foi designada para trabalhar no

setor administrativo auxiliando na organização do Plano de Contas da Instituição.

Como tarefa inicial, sua função foi classificar as Contas de Resultado. Elas dividem-

-se em Contas de Despesas e Contas de Receitas. Aparecem durante o exercício

social, encerrando-se no final de tal exercício. Não fazem parte do Balanço Patri-

monial, mas é por meio delas que se conhece se a empresa apresentou lucro ou

prejuízo em suas atividades. Conforme tarefa de Júlia, assinale a alternativa que

apresenta os exemplos de Contas de Receitas:

a) Fretes e Carretos; Impostos e Juros Passivos.

b) Aluguéis Passivos; Prêmios de Seguro e Descontos Concedidos.

c) Água e Esgoto; Café e Lanches e Contribuições de Previdência.

d) Aluguéis Ativos; Descontos Obtidos; e Juros Ativos.

e) Material de Expediente; Material de Limpeza e Salários.

Letra d.

Lembre-se de que as receitas são complementadas pelo termo “ativo” e as despe-

sas pelo termo “passivo”.

Vou classificar as contas de acordo com as assertivas:

a) Errada. Fretes e Carretos; Impostos e Juros Passivos (TODAS SÃO DESPESAS).

b) Errada. Aluguéis Passivos; Prêmios de Seguro e Descontos Concedidos (TODAS

SÃO DESPESAS).

c) Errada. Água e Esgoto; Café e Lanches e Contribuições de Previdência (TODAS

SÃO DESPESAS).

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 140 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

d) Correta. Aluguéis Ativos; Descontos Obtidos; e Juros Ativos (TODAS SÃO

RECEITAS).

e) Errada. Material de Expediente; Material de Limpeza e Salários (TODAS SÃO

DESPESAS).

Questão 2    (IF-MT/TECNÓLOGO EM GESTÃO FINANCEIRA/2019) O Balanço Pa-

trimonial é um dos demonstrativos elaborados pela contabilidade para o processo

de tomada de decisão das empresas. Nele, estão agrupadas as contas que fazem

parte do Ativo e Passivo. Assinale a alternativa que corresponde ao grupo de contas

que faz parte do Balanço Patrimonial.

a) Duplicatas Descontadas, Despesas de Seguros, Caixa e Capital Social.

b) Capital Social, Seguros a Vencer, Clientes e Duplicatas Descontadas.

c) Prejuízos Acumulados, Financiamentos, Despesas de Juros e Salários a Pagar.

d) Receita de Serviços, Capital Social, Clientes e Duplicatas Descontadas.

e) Despesas de Seguros, Capital Social, Mercadorias e Financiamentos.

Letra b.

No BP estão as contas do ativo, passivo e PL. Vou classificar as contas conforme as

assertivas:

a) Errada. Duplicatas Descontadas (PASSIVO), Despesas de Seguros (DESPESA),

Caixa (ATIVO) e Capital Social (PL).

b) Correta. Capital Social (PL), Seguros a Vencer (ATIVO), Clientes (ATIVO) e Du-

plicatas Descontadas (PASSIVO). Todas são do BP.

c) Errada. Prejuízos Acumulados (PL), Financiamentos (PASSIVO), Despesas de

Juros (DESPESA) e Salários a Pagar (PASSIVO).

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 141 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

d) Errada. Receita de Serviços (RECEITA), Capital Social (PL), Clientes (ATIVO) e

Duplicatas Descontadas (PASSIVO).

e) Errada. Despesas de Seguros (DESPESA), Capital Social (PL), Mercadorias (ATI-

VO) e Financiamentos (PASSIVO).

Questão 3    (IF-ES/TÉCNICO CONTÁBIL/2019) De acordo com Marion (2012),

o Balanço Patrimonial é o mais importante relatório gerado pela Contabilidade,

pois, por meio dele, pode-se identificar a saúde financeira e econômica da empre-

sa. As duas colunas a seguir apresentadas fazem referência a grupos do Balanço

Patrimonial. Sendo assim, relacione a primeira coluna com a segunda e assinale a

alternativa que apresenta a sequência CORRETA:

I – Ativo Circulante

II – Passivo Circulante

III – Patrimônio

IV – Patrimônio Líquido

 (  ) Conjunto de Bens, Direitos e Obrigações.

 (  ) Bens e Direitos de Curto Prazo.

 (  ) Representa o Capital Próprio.

 (  ) Obrigações de Curto Prazo.

a) I – II – III – IV

b) III – I – IV – II

c) III – II – IV – I

d) IV – III – II – I

e) IV – I – III – II

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 142 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Letra b.

I – Ativo Circulante – Bens e direitos de curto prazo

II – Passivo Circulante – Obrigações de curto prazo

III – Patrimônio – Conjunto de Bens, Direitos e Obrigações

IV – Patrimônio Líquido – Representa o Capital Próprio

Questão 4    (IF-ES/ASSISTENTE DE ADMINISTRAÇÃO/2019) Considere as se-

guintes contas da Empresa Tem de Tudo S/A:

Duplicatas a pagar: R$ 4.000,00;

Estoques de mercadorias: R$ 20.000,00;

Capital: R$ 40.000,00;

Móveis e utensílios: R$ 7.000,00;

Salários a pagar: R$ 8.000,00;

Caixa: R$ 5.000,00;

Imóveis: R$ 10.000,00;

Lucros acumulados: R$ 25.000.00;

Veículo: R$ 30.000,00;

Banco: R$ 10.000,00;

Fornecedores: R$ 5.000,00;

Duplicatas a receber: R$ 3.000,00;

Instalações: R$ 3.000,00;

Impostos e Taxas a Recolher: R$ 3.000,00.

Qual é o valor do Ativo Circulante da Empresa Tem de Tudo S/A?

a) R$ 38.000,00

b) R$ 88.000,00

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 143 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

c) R$ 20.000,00

d) R$ 40.000,00

e) R$ 28.000,00

Letra a.

Vamos classificar as contas:

• Duplicatas a pagar: R$ 4.000,00 = Passivo circulante

• Estoques de mercadorias: R$ 20.000,00 = Ativo circulante

• Capital: R$ 40.000,00 = Patrimônio líquido

• Móveis e utensílios: R$ 7.000,00 = Ativo não circulante

• Salários a pagar: R$ 8.000,00 = Passivo circulante

• Caixa: R$ 5.000,00 = Ativo circulante

• Imóveis: R$ 10.000,00 = Ativo NÃO circulante

• Lucros acumulados: R$ 25.000.00 = Patrimônio líquido

• Veículo: R$ 30.000,00 = Ativo NÃO circulante

• Banco: R$ 10.000,00 = Ativo circulante

• Fornecedores: R$ 5.000,00 = Passivo circulante

• Duplicatas a receber: R$ 3.000,00 = Ativo circulante

• Instalações: R$ 3.000,00 = Ativo NÃO circulante

• Impostos e Taxas a Recolher: R$ 3.000,00 = Passivo circulante

• O total do ativo circulante é de $ 38.000,00

• Estoques de mercadorias: R$ 20.000,00 = Ativo circulante

• Caixa: R$ 5.000,00 = Ativo circulante

• Banco: R$ 10.000,00 = Ativo circulante

• Duplicatas a receber: R$ 3.000,00 = Ativo circulante

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 144 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Questão 5    (CESPE/SEFAZ-RS/AFRE/2019) Em uma compra de mercadorias para

composição dos estoques de entidade que utiliza inventário permanente, o lança-

mento do imposto de circulação de mercadorias e serviços (ICMS) deve ser feito

em uma conta de natureza

a) credora, no ativo.

b) devedora, no ativo.

c) credora, no passivo.

d) devedora, no passivo.

e) devedora, no resultado.

Letra b.

Quando uma empresa comercial compra mercadorias para revender; ela terá o di-

reito de recuperar na venda, o imposto que foi pago na compra.

Assim, o ICMS pago na compra será registrado como ICMS a recuperar, conta do

ativo, que representa um direito e tem natureza devedora.

Questão 6    (IDECAN/IF-PB/TÉCNICO CONTÁBIL/2019) São as receitas e as des-

pesas do período, que devem ser encerradas no final do exercício para que se apure

o resultado do exercício. Esta definição refere-se ao conceito de

a) contas patrimoniais.

b) contas bilaterais.

c) contas de resultado.

d) contas unilaterais.

e) contas do ativo.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 145 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Letra c.

As contas que são encerradas no final do exercício são as contas de resultado.

Questão 7    (IF-TO/TÉCNICO CONTÁBIL/2019) Com relação ao patrimônio da em-

presa, identifique entre os exemplos a seguir qual é considerado um direito?

a) Contas a receber.

b) Estoque de mercadorias tributadas.

c) Salários a pagar.

d) Móveis e utensílios.

e) Banco conta corrente.

Letra a.

A conta que representa um direito é um ativo, representa algo a receber de tercei-

ros, assim contas a receber representa um direito.

Estoque é um bem; salários a pagar, uma obrigação; móveis e utensílios, um bem.

Nesta questão temos a possibilidade de questionar o gabarito. Para alguns autores,

e eu me junto a esta turma, a conta “banco conta corrente” também é um direito,

pois a empresa deposita o dinheiro na conta corrente e passa a ter o direito de usar

este dinheiro de acordo com as suas necessidades, o banco está em posse de algo

que é da empresa. Contudo, para a banca, nesta questão a conta banco foi tratada

como um bem da empresa.

Questão 8    (AOCP/UFPB/TÉCNICO CONTÁBIL/2019) Assinale a alternativa que

reconhece a conceituação sobre despesas pagas antecipadamente.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 146 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

a) É reconhecida como uma despesa no período em que acontece.

b) Representa despesas não incorridas e não pagas.

c) É um direito que deve ser registrado no ativo em função de não ser considerada

uma despesa do período.

d) É reconhecida como uma obrigação no grupo do passivo circulante.

e) Representa uma apropriação que deve ser reconhecida na conta dos fornecedo-

res no passivo.

Letra c.

As despesas pagas antecipadamente representam um direito da empresa com os

terceiros, será registrada no ativo. É uma despesa não incorrida que já foi paga.

Questão 9    (VUNESP/MPE-SP/CONTADOR/2019) Para o registro das transações

dos eventos econômicos ocorridos numa entidade, a Contabilidade se utiliza de um

sistema de partidas dobradas no qual existem contas de natureza devedora (con-

tas débito) e contas de natureza credora (contas crédito). Considerado esse fato,

é correto afirmar que, no plano de contas de uma entidade,

a) contas devedoras sempre controlam as obrigações a pagar e as contas credoras

sempre controlam os direitos a receber.

b) contas devedoras são as contas de receita e contas credoras são as contas de

despesa.

c) desconsideradas as provisões, as contas do ativo são contas débito e as contas

do passivo são contas crédito.

d) o ativo tem seu valor aumentado por lançamento a crédito e o passivo tem uma

diminuição de valor com um lançamento a débito.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 147 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

e) o ativo diminui de valor com um lançamento a débito e aumenta com um lan-

çamento a crédito.

Letra c.

As contas devedoras são contas do ativo, despesas e redutoras do passivo/PL; as

contas credoras são do passivo, PL, receitas e redutoras do ativo.

Na aplicação do mecanismo de partidas dobradas as contas devedoras têm seu

saldo aumentado por débito e diminuído por crédito; já as contas credoras têm seu

saldo aumentado por crédito e diminuído por débito.

Das assertivas, a menos errada é a letra c, pois os ativos são contas devedoras,

e os passivos são contas credoras.

Questão 10    (VUNESP/TJ-SP/CONTADOR/2019) Considerando a natureza das

contas contábeis, assinale a alternativa correta.

a) As contas patrimoniais refletem a posição dinâmica do patrimônio da entidade.

b) As contas contábeis classificam-se em contas patrimoniais e contas de caixa.

c) As contas patrimoniais contêm as contas de receita, valor adicionado e de ga-

nhos.

d) As contas patrimoniais relacionam-se aos elementos do ativo, passivo e resul-

tado.

e) As contas patrimoniais são apresentadas pelo seu grau de liquidez ou de exigi-

bilidade.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 148 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Letra e.

As contas se classificam em patrimoniais e de resultado; as contas patrimoniais são

do ativo, passivo e patrimônio líquido; já as contas de resultado são as receitas e

despesas.

As contas patrimoniais são estáticas, representam a fotografia do patrimônio;

as contas de resultado são dinâmicas, apresentam o desempenho econômico da

empresa.

As contas do ativo representam o realizável da empresa, conforme sua liquidez,

ou seja, sua capacidade de realização em dinheiro; enquanto as contas do passivo

apresentam o exigível da empresa.

Questão 11    (VUNESP/MPE-SP/CONTADOR/2019) O patrimônio líquido pode ser

estudado de diferentes perspectivas, como, por exemplo, dos pontos de vista legal,

contábil e econômico. Considerando-se essas vertentes, é correto afirmar:

a) contabilmente, o patrimônio líquido corresponde à diferença entre ativos totais

e passivos exigíveis.

b) economicamente, o patrimônio líquido é o valor de mercado de uma entidade.

c) legalmente, o patrimônio líquido pode ser entendido como o valor de respon-

sabilidade dos sócios em relação às obrigações de uma entidade, no caso de uma

empresa S.A.

d) o patrimônio líquido contábil é o conjunto dos fluxos de caixa futuros da entida-

de trazidos a valor presente pelo seu custo de oportunidade.

e) economicamente, o patrimônio líquido é obtido trazendo os fluxos de resultados

previstos a valor presente pelo seu custo de oportunidade.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 149 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Letra a.

Contabilmente o patrimônio líquido é um resíduo patrimonial e seu valor é obtido

pela equação:

PL = ativo - passivo exigível

Legalmente, conforme determinação da Lei n. 6.404/1976, o PL é uma obrigação

não exigível da empresa com os sócios.

Economicamente o PL representa o valor patrimonial da empresa, ou seja, o valor

da empresa considerando somente o seu patrimônio ativo e passivo; já o valor de

mercado da empresa é o seu valor justo em um mercado ativo.

Questão 12    (VUNESP/UFABC/ASSISTENTE DE ADMINISTRAÇÃO/2019) Promis-

sórias, cheques e impostos a recuperar aparecem no Balanço Patrimonial da orga-

nização como

a) ativo circulante.

b) passivo circulante.

c) ativo realizável a longo prazo.

d) valores em financiamento de curto prazo.

e) ativo diferido.

Letra a.

A questão deve ser respondida por interpretação; como impostos a recuperar é um

direito e será apresentado no ativo circulante, as demais contas devem ser tratadas

como ativo circulante.

Contudo, é bom lembrar que promissórias e cheques a pagar são contas do passivo

circulante.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 150 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Questão 13    (CESPE/SEFAZ-RS/AFRE/2019) Na fiscalização de uma sociedade

anônima comercial, após o seu primeiro ano de funcionamento, verificou-se que a

empresa possuía

• capital subscrito no valor de R$ 2.000;

• capital realizado no valor de R$ 1.700;

• capital de terceiros no valor de R$ 600;

• prejuízo acumulado no valor de R$ 300.

Constatou-se, ainda, que não havia reservas, ações em tesouraria nem ajuste de

avaliação patrimonial nas demonstrações contábeis da sociedade.

Nessa situação hipotética, o valor do capital total à disposição da sociedade é igual a

a) R$ 1.700.

b) R$ 2.000.

c) R$ 2.300.

d) R$ 3.400.

e) R$ 4.000.

Letra b.

Para responder à questão, basta aplicar a equação patrimonial e saber que o capital

total a disposição da empresa é o valor do ativo, o capital de terceiros é o passivo

exigível e que o PL é o capital realizado, menos os prejuízos acumulados.

Ativo = passivo exigível + PL

Ativo = 600 + (1.700 - 300)

Ativo = 2.000

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 151 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

TABELA DE CÓDIGOS
CÓDIGO DESCRIÇÃO
A Ativo
AC Ativo circulante
ANC Ativo não circulante
ARLP Ativo realizável a longo prazo
AP Ativo permanente
AIM Ativo imobilizado
AIN Ativo intangível
P Passivo
PC Passivo circulante
PNC Passivo não circulante
PL Patrimônio líquido
D Despesa
R Receita

CONTAS CÓDIGO
Custo das mercadorias vendidas
Aplicações financeiras de curto prazo
Capital social
Duplicatas a receber/cliente
Duplicatas a pagar/fornecedores
Despesas pagas antecipadamente
Adiantamento de clientes

Questão 14    (IADES/HEMOCENTRO-DF/TÉCNICO CONTÁBIL/2017) Utilize a ta-

bela de códigos apresentada para classificar as contas segundo os agrupamentos

do balanço patrimonial a que pertencem e, em seguida, assinale a alternativa que

apresenta a sequência correta dos códigos.

a) D; AC; PL; R; PC; PC; PNC.

b) AC; AC; AIM; AC; D; ANC; PC.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 152 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

c) AIM; ANC; PL; AC; PC; ANC; AC.

d) D; AC; PL; AC; PC; AC; PC.

e) D; AC; PL; R; D; AC; PC.

Letra d.

Vou classificar as contas:

• Custo das mercadorias vendidas = D

• Aplicações financeiras de curto prazo = AC

• Capital social = PL

• Duplicatas a receber/clientes = AC

• Duplicatas a pagar/fornecedores = PC

• Despesas pagas antecipadamente = AC (art. 179, I, Lei n. 6.404)

• Adiantamento de clientes = PC

Questão 15    (AOCP/UFPEL/ANALISTA CONTABILIDADE/2015) A hipótese da dife-

rença da equação patrimonial, em que o valor do passivo supera o ativo, denomina-se

a) Passivo Circulante.

b) Passivo Exigível.

c) Prejuízos Acumulados.

d) Passivo a Descoberto.

e) Ativo Circulante.

Letra d.

A equação patrimonial almeja apresentar de forma algébrica a situação patrimonial

da empresa. É o resultado da equação entre o ativo menos o passivo (SL = A – P).

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 153 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Existem 3 resultados possíveis para a equação: positivo, quando o ativo é maior

que o passivo; nulo, quando o ativo é igual ao passivo; e negativo quando o ativo

é menor que o passivo.

Quando o passivo superar o ativo, é de sinal que as obrigações são maiores que

o valor dos bens e direitos, assim a empresa apresenta um passivo a descoberto,

pois não tem recursos contábeis para cobrir o passivo.

Questão 16    (FGV/TJ-PI/ANALISTA CONTADOR/2015) Analise as contas relacio-

nadas no quadro a seguir, encontradas no plano de contas da empresa Confusa:

Capital a Realizar Despesas Antecipadas


Receita de Vendas Empréstimos Bancários
Duplicatas a Pagar Ações em Tesouraria
Adiantamento a Fornecedores Duplicatas Descontadas
Juros Ativos Capital Social
Cliente Ações de Outras Cias.

A opção a seguir que classifica corretamente as contas apresentadas é:

a) no quadro são apresentadas sete contas com saldo credor;

b) das contas apresentadas, quatro são retificadoras;

c) o quadro apresenta somente contas patrimoniais;

d) há três contas de resultado no quadro apresentado;

e) no quadro há seis contas que possuem saldo devedor.

Letra e.

Nesta questão basta classificar as contas:

• Capital a realizar – redutora do PL – devedora

• Receita de vendas – receita – credora

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 154 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

• Duplicatas a pagar – passivo – credora

• Adiantamento a fornecedores – ativo – devedora

• Juros ativos – receita – credora

• Clientes – ativo – devedora

• Despesas antecipadas – ativo – devedora

• Empréstimos bancários – passivo – credora

• Ações em tesouraria – redutora do PL – devedora

• Duplicatas descontadas – passivo – credora

• Capital social – PL – credora

• Ações de outras Cias – ativo – devedora

Após a classificação das contas podemos responder:

a) Errada. São seis contas credoras.

b) Errada. São duas contas redutoras.

c) Errada. Tem contas patrimoniais e de resultado.

d) Errada. Tem duas contas de resultado.

e) Certa. São seis contas devedoras.

Questão 17    (FGV/TJ-BA/ANALISTA CONTADOR/2015) A Cia Tempo Livre opera

no ramo de lazer, por meio da administração de resorts. No exercício de 20x0, a Cia

foi processada por um grupo de clientes, que alegaram que os serviços não foram

prestados conforme anunciado. O departamento jurídico considera possível que a

Cia Tempo Livre tenha que arcar com indenizações da ordem de R$ 800 mil. De

acordo com as orientações do CPC 25, nas Demonstrações Contábeis do exercício,

a Cia Tempo Livre:

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 155 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

a) constituirá uma reserva de contingência para cobrir as despesas estimadas com

o processo;

b) divulgará o fato apenas em notas explicativas;

c) não mencionará o fato e aguardará o resultado definitivo do processo;

d) reconhecerá uma provisão no valor de R$ 800 mil;

e) reconhecerá uma provisão no valor de R$ 400 mil, já que a perda é apenas

possível.

Letra b.

A questão trata de provisão e passivo contingente.

Provisão é uma obrigação presente de valor e prazo incertos, que PROVAVELMENTE

será liquidada no futuro.

Passivo contingente é uma obrigação presente ou possível que não pode ser men-

surada ou que POSSIVELMENTE será liquidada no futuro.

Quando a empresa foi processada o fato gerador já ocorreu; assim, existe uma

obrigação. Como é uma disputa judicial e o valor foi estabelecido, foi mensurada.

Contudo, ao considerar possível a perda, ela se caracteriza como um passivo con-

tingente e será divulgada em nota explicativa.

Questão 18    (IADES/CRC-MG/TÉCNICO EM ATENDIMENTO/2015) O conjunto de

bens, direitos e obrigações pertencentes a uma pessoa física ou jurídica ou a um

conjunto de pessoas, susceptíveis de avaliação econômica, é o conceito de

a) passivo.

b) ativo.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 156 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

c) situação líquida.

d) obrigações exigíveis.

e) patrimônio.

Letra e.

O conjunto dos bens direitos e obrigações representa o patrimônio de uma empre-

sa. E é o objeto de estudo da contabilidade.

Questão 19    (IADES/METRÔ-DF/CONTADOR/2014) A respeito dos lançamentos a

débito e a crédito nas contas contábeis, é correto afirmar que as contas

a) de Despesa iniciam o período contábil com saldo devedor

b) de Receita têm saldo zero no início do período contábil.

c) do Ativo aumentam pelo crédito.

d) do Patrimônio Líquido aumentam pelo débito.

e) do Passivo têm saldo devedor, portanto, um lançamento a débito aumenta o

saldo.

Letra b.

As contas patrimoniais do ativo, passivo e do PL, mantêm saldo de um exercício

para o outro, já as contas de resultado que são receitas e despesas terão o seu

saldo encerrado em cada exercício.

As contas do ativo/despesa/redutoras do passivo/PL têm natureza devedora e têm

seu saldo aumentado por débito e diminuído por crédito.

As contas do passivo/PL/receita/redutoras do ativo têm natureza credora e têm seu

saldo aumentado por crédito e diminuído por débito.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 157 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Questão 20    (UFG/CONTADOR/2017) Até há bem pouco tempo, era comum con-

ceituar Ativo como o conjunto de bens e direitos, embora diversos autores afir-

massem que a utilização de um conceito simplificado se devia à formação ainda

incipiente dos estudantes. O Ativo, após a divulgação da estrutura conceitual para

a elaboração e divulgação das demonstrações contábeis, passa a ser um recurso

a) possuído por uma entidade, como resultado de eventos passados, e que apre-

senta valor de troca.

b) possuído por uma entidade, como resultado de eventos passados, e do qual se

espera que benefícios econômicos futuros fluam para essa entidade.

c) controlado por uma entidade, como resultado de eventos passados, e do qual se

espera que benefícios econômicos futuros fluam para essa entidade.

d) controlado por uma entidade, como resultado de eventos passados, e que apre-

senta valor de troca.

Letra c.

A questão cobrou literalmente o conceito de ativo:

“Ativo é um recurso controlado pela entidade como resultado de eventos passados

e do qual se espera que fluam futuros benefícios econômicos para a entidade.”

Lembre-se de que atualmente o ativo não precisa mais ser de propriedade da em-

presa, contudo deve estar sob o seu controle.

Questão 21    (CESPE/TRE-BA/CONTADOR/2017) Ao analisar a equação patrimo-

nial de uma empresa, um técnico em contabilidade constatou que o valor total do

passivo correspondia ao dobro do valor do patrimônio líquido.

Nessa situação hipotética,

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 158 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

a) o total do ativo da empresa equivale a três vezes o total do patrimônio líquido.

b) o total do passivo da empresa é igual a um terço do total do ativo.

c) o total do ativo da empresa corresponde a duas vezes e meia o total do passivo.

d) a empresa está com o passivo a descoberto.

e) o total do patrimônio líquido da empresa é igual à metade do total do ativo.

Letra a.

A questão trata da equação patrimonial.

A = P (+) PL

Se o PL é “X” e o passivo o dobro do PL, então o passivo é 2X. Aplicando a equação

teremos

A = X (+) 2X

A = 3X

Questão 22    (VUNESP/IPSM/CONTADOR/2018) Considere a informação:

“As demonstrações contábeis retratam os efeitos patrimoniais e financeiros das

transações por meio do grupamento dos seus efeitos em classes amplas de acordo

com as suas características econômicas. Essas classes amplas são denominadas de

elementos das demonstrações contábeis”.

Dentre esses elementos, existem aqueles relacionados à posição patrimonial e fi-

nanceira de uma entidade. Existem outros elementos, relacionados à mensuração

do seu desempenho.

Tendo em vista a passagem destacada e o comentário subsequente, assinale a al-

ternativa correta.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 159 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

a) Os elementos mais relacionados à posição patrimonial e financeira estão

representados no Balanço Patrimonial, nas classes: ativos; Passivos; Receitas

e Custos.

b) Os elementos diretamente relacionados com a mensuração do desempenho na

demonstração do resultado são os recebimentos e os pagamentos de despesas.

c) O resultado da demonstração de resultado fornece a previsão do caixa do pró-

ximo período.

d) Ativos são futuros resultados econômicos que se espera obter de um agente.

e) O Balanço Patrimonial e a Demonstração de Resultado não se relacionam.

Letra d.

Os elementos diretamente relacionados com a mensuração da posição patrimonial

e financeira das entidades são os ativos, os passivos e o patrimônio líquido, que

são definidos como segue:

a) ativo: é um recurso controlado pela entidade como resultado de eventos passa-

dos e do qual se espera que fluam futuros benefícios econômicos para a entidade;

b) passivo: é uma obrigação presente da entidade, derivada de eventos passados,

cuja liquidação se espera que resulte na saída de recursos da entidade capazes de

gerar benefícios econômicos;

c) patrimônio líquido: é o interesse residual nos ativos da entidade depois de

deduzidos todos os seus passivos.

Segundo o CPC “00” – Estrutura conceitual básica – os elementos diretamente re-

lacionados com a mensuração do resultado do exercício são as receitas e as des-

pesas; sendo que o resultado do exercício é usado como medida de desempenho

econômico.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 160 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Questão 23    (VUNESP/DOIS CÓRREGOS/CONTADOR/2018) Em uma empresa,

uma das características essenciais de um ativo é

a) gerar benefícios econômicos para a entidade.

b) ser um recurso decorrente de evento futuro.

c) ser de propriedade legal.

d) ter sido utilizado para liquidar um passivo.

e) ter forma física.

Letra a.

O ativo é um recurso controlado pela entidade como resultado de eventos passa-

dos e do qual se espera que fluam futuros benefícios econômicos para a entidade e

pode ser tangível ou intangível.

Questão 24    (FCC/TRE-SP/ANALISTA CONTÁBIL/2012) É uma conta patrimonial

que é creditada quando aumenta de valor:

a) Duplicatas a Receber.

b) Receitas Financeiras.

c) Depreciação Acumulada.

d) Despesas Antecipadas.

e) Ações em Tesouraria.

Letra c.

As contas patrimoniais são do ativo, passivo e do patrimônio líquido; as contas de

resultado são as receitas e as despesas.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 161 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

As contas de natureza devedora têm seu saldo aumentado por débito e diminuído

por crédito. As contas de natureza credora têm seu saldo aumentado por crédito e

diminuído por débito.

• Tem natureza devedora: ativo, despesas e redutoras do passivo e do pa-

trimônio líquido.

• Tem natureza credora: passivo, patrimônio líquido, receitas e redutoras

do ativo

Para responder vamos classificar as contas:

a) Errada. Duplicatas a Receber – ativo – patrimonial – devedora – aumenta por

débito.

b) Errada. Receitas Financeiras – receita – resultado – credora – aumenta por

crédito.

c) Correta. Depreciação Acumulada – redutora do ativo – patrimonial – credora –

aumenta por crédito.

d) Errada. Despesas Antecipadas – ativo – patrimonial – devedora – aumenta por

débito

e) Errada. Ações em Tesouraria – redutora do PL – patrimonial – devedora – au-

menta por débito.

Questão 25    (FCC/TRT 23ª REGIÃO/ANALISTA CONTÁBIL/2012) É uma conta de

resultado:

a) Receita da alienação de bens do Ativo Não Circulante.

b) Receitas Diferidas.

c) Despesas Antecipadas.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 162 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

d) Despesas do Exercício Seguinte.

e) Tributos a Pagar.

Para responder à questão de números 25, considere as contas listadas a seguir:

– Ações em Tesouraria

– Amortização Acumulada

– Disponível

– Participações Societárias Permanentes

– Provisão para Créditos de Liquidação Duvidosa

– Impostos a Recolher

– Empréstimos a Coligadas e Controladas

– Marcas e Patentes

– Duplicatas a Receber

– Reserva de Ágio na Emissão de Ações

– Capital Social

– Fornecedores

– Reserva de Lucros a Realizar

– Salários a Pagar

– Estoques

– Imobilizado

– Depreciação Acumulada

– Empréstimos Recebidos de Longo Prazo

– Despesas do Exercício Seguinte

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 163 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Letra a.

As contas de resultado são as receitas e as despesas.

As demais contas são patrimoniais, sendo classificadas da seguinte forma:

b) Errada. Receitas Diferidas – é receita antecipada; é um passivo.

c) Errada. Despesas Antecipadas – é um direito no ativo.

d) Errada. Despesas do Exercício Seguinte – é a mesma que a anterior, é ativo.

e) Errada. Tributos a Pagar – é uma obrigação, passivo.

Questão 26    (FCC/NOSSA CAIXA/CONTADOR/2011) O número de contas que

apresentam saldo credor é

a) 8.

b) 9.

c) 10.

d) 7.

e) 11.

Letra c.

Vamos classificar as contas:

– Ações em Tesouraria – redutora do PL – devedora

– Amortização Acumulada – redutora do ativo – credora

– Disponível – ativo – devedora

– Participações Societárias Permanentes – ativo – devedora

– Provisão para Créditos de Liquidação Duvidosa – redutora do ativo – credora

– Impostos a Recolher – passivo – credora

– Empréstimos a Coligadas e Controladas – ativo – devedora

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 164 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

– Marcas e Patentes – ativo – devedora

– Duplicatas a Receber – ativo – devedora

– Reserva de Ágio na Emissão de Ações – PL – credora

– Capital Social – PL – credora

– Fornecedores – passivo – credora

– Reserva de Lucros a Realizar – PL – credora

– Salários a Pagar – passivo – credora

– Estoques – ativo – devedora

– Imobilizado – ativo – devedora

– Depreciação Acumulada – redutora do ativo – credora

– Empréstimos Recebidos de Longo Prazo – passivo – credora

– Despesas do Exercício Seguinte – ativo – devedora

Com base na classificação, podemos identificar 9 contas de natureza devedora e 10

contas de natureza credora.

Questão 27    (FCC/TRT 23ª REGIÃO/ANALISTA CONTÁBIL/2012) Contas cujos

saldos no Balanço Patrimonial são devedores:

a) Capital Social Subscrito e ICMS a Recolher.

b) Fornecedores e Honorários a Pagar.

c) Duplicatas a Receber e Móveis e Utensílios.

d) Lucros Acumulados e Contas a Pagar.

e) Duplicatas a Pagar e Aluguéis a Pagar.

Letra c.

As contas de natureza devedora são as do ativo, despesas e redutoras do passivo

e do PL.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 165 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Duplicatas a receber e móveis e utensílios são contas do ativo.

A classificação das demais contas é a seguinte:

• Capital Social Subscrito: natureza credora (Patrimônio Líquido)

• ICMS a Recolher: natureza credora (Passivo Circulante)

• Fornecedores: natureza credora (Passivo Circulante)

• Honorários a Pagar: natureza credora (Passivo Circulante)

• Lucros Acumulados: natureza credora (Patrimônio Líquido)

• Contas a Pagar: natureza credora (Passivo Circulante)

• Duplicatas a Pagar: natureza credora (Passivo Circulante)

• Aluguéis a Pagar: natureza credora (Passivo Circulante)

Questão 28    (FCC/METRÔ-SP/ANALISTA DE ECONOMIA/2011) Na escrituração

contábil, as contas de Passivo

a) aumentam de valor quando são debitadas.

b) são representativas de bens e direitos de propriedade da entidade.

c) diminuem de valor quando são creditadas.

d) são representativas das obrigações da entidade para com os seus proprietários.

e) têm seu valor total dado pela diferença entre o total do Ativo e do Patrimônio

Líquido.

Letra e.

O passivo tem natureza credora, sendo que seu saldo aumenta por crédito e dimi-

nui por débito.

Vamos analisar as assertivas:

a) Errada. Pois aumentam de valor quando são creditadas.

b) Errada. São representativas das obrigações, é o exigível.


O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 166 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

c) Errada. Diminuem de valor quando são debitadas.

d) Errada. São representativas das obrigações da entidade para com os terceiros.

e) Correta. A equação patrimonial é: ativo = passivo + PL. Assim, o passivo é en-

contrado pela equação: P = ativo (-) PL.

Questão 29    (FCC/TRT 24ª REGIÃO/ANALISTA CONTÁBIL/2011) Aumentam os

saldos das contas de Patrimônio Líquido, Ativo e Passivo, os lançamentos nelas efe-

tuados que representem, respectivamente:

a) Crédito, Débito e Crédito.

b) Crédito, Crédito e Débito.

c) Débito, Débito e Crédito.

d) Débito, Crédito e Débito.

e) Crédito, Crédito e Crédito.

Letra a.

Questão trata do mecanismo de partidas dobradas.

Cada conta tem a sua natureza e serão movimentadas da seguinte forma:

• Ativo – natureza devedora – aplicação – aumenta por débito e diminui por

crédito

• Passivo – natureza credora – origem – aumenta por crédito e diminui por

débito

• PL – natureza credora – origem – aumenta por crédito e diminui por débito

• Receita – natureza credora – origem – aumenta por crédito e diminui por débito

• Despesa – natureza devedora – aplicação – aumenta por débito e diminui por

crédito

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 167 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

• Redutoras do ativo – natureza credora – origem – aumenta por crédito e di-

minui por débito

• Redutoras do Pas/PL – natureza devedora – aplicação – aumenta por débito

e diminui por crédito

Questão 30    (FCC/ARTESP/CONTADOR/2017) Em relação ao plano de conta das

empresas, a conta Ações em Tesouraria tem natureza

a) credora e é classificada no Patrimônio Líquido.

b) devedora e é classificada no Ativo Não Circulante.

c) devedora e é classificada no Patrimônio Líquido.

d) devedora e é classificada no Resultado do período.

e) credora e é classificada no Passivo Circulante ou Não circulante, dependendo do

seu prazo de pagamento.

Letra c.

A conta “Ações em Tesouraria” representa o produto da compra pela empresa de suas

próprias ações. É conta redutora do patrimônio líquido e tem natureza devedora.

Normalmente a empresa compra suas próprias ações para diminuir o número de

sócios. Enquanto em tesouraria as ações perdem todos os seus direitos, assim não

recebem dividendos nem participam do processo decisório da empresa.

Questão 31    (FCC/TRF 2ª REGIÃO/ANALISTA CONTÁBIL/2012) Em relação à es-

crituração contábil, é correto afirmar que as contas

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 168 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

a) representativas de ativos da entidade aumentam por crédito, exceto as contas

redutoras, que aumentam por débito.

b) classificadas no Patrimônio Líquido podem ter saldo devedor ou credor, confor-

me a sua natureza.

c) classificadas no Passivo diminuem por crédito.

d) representativas de despesas têm sempre saldo credor.

e) do Ativo são estornadas por meio de um lançamento a débito da conta.

Letra b.

a) Errada. As contas do ativo aumentam por débito e diminuem por crédito, exce-

to as contas redutoras, que aumentam por crédito.

b) Correta. No PL temos as contas normais, com saldo credor; e as redutoras, com

saldo devedor.

c) Errada. As contas do passivo aumentam por crédito e diminuem por débito.

d) Errada. As contas representativas de despesas têm sempre saldo DEVEDOR.

e) Errada. As contas do ativo são estornadas por meio de um lançamento a CRÉ-

DITO da conta.

Questão 32    (FCC/TRT 23ª REGIÃO/CONTADOR/2012) O patrimônio líquido de

uma entidade com fins lucrativos é modificado quantitativamente quando

a) os sócios subscrevem o capital.

b) há transferência do resultado do exercício para a conta Lucros ou Prejuízos

Acumulados.

c) ela adquire móveis e utensílios, metade à vista e metade a prazo.

d) ocorre uma venda de mercadorias com prejuízo.

e) uma dívida de longo prazo é quitada com pagamento à vista.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 169 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Letra d.

O fato que altera o valor do PL é o apresentado na letra d, pois o prejuízo diminuirá

a situação líquida da empresa.

Por exemplo: a empresa vende uma mercadoria de $ 1.000 por $ 800

D – Caixa – 800

D – CMV – 1000

C – Estoque – 1.000

C – Vendas de mercadoria – 800

O fato é misto diminutivo.

Na letra b, há somente o encerramento das contas de resultado, quando o resul-

tado é transferido para a conta L/P acumulados e, assim, não haverá alteração no

patrimônio.

Os demais fatos são permutativos.

Questão 33    (FCC/TRT 20ª REGIÃO/CONTADOR/2011) Quando a soma do Passi-

vo Circulante com o Passivo Não Circulante for superior ao total dos ativos, verifi-

ca-se a presença de

a) uma riqueza própria.

b) um ativo negativo.

c) um PL negativo.

d) um ativo inferior ao PL.

e) um PL nulo.

Letra c.

Quando o valor do passivo superar o valor do ativo, é sinal de que a situação líquida

da empresa é negativa; existe um passivo a descoberto.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 170 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Questão 34    (FCC/TRF 4ª REGIÃO/TÉCNICO JUDICIÁRIO-CONTABILIDA-

DE/2011) O Ativo Não Circulante, pelas Normas Brasileiras de Contabilidade vigen-

tes, é constituído pelos seguintes subgrupos:

a) Investimentos, Imobilizado, Realizável a longo prazo e Diferido.

b) Intangível, Investimentos e Imobilizado.

c) Realizável a longo prazo, Investimentos, Intangível e Imobilizado.

d) Realizável a longo prazo, Investimentos, Diferido e Imobilizado.

e) Intangível, Investimentos, Diferido e Imobilizado.

Letra c.

No balanço, as contas serão classificadas segundo os elementos do patrimônio que

registrem, e agrupadas de modo a facilitar o conhecimento e a análise da situação

financeira da companhia.

No ativo, as contas serão dispostas em ordem decrescente de grau de liquidez dos

elementos nelas registrados, nos seguintes grupos:

I – ativo circulante;

II – ativo não circulante, composto por ativo realizável a longo prazo, investimen-

tos, imobilizado e intangível.

Questão 35    (FCC/CNMP/ANALISTA DE CONTROLE INTERNO/2015) Conside-

re que a Cia. Imobiliária S.A. seja proprietária de três imóveis com as seguintes

características:

− Imóvel 1 – destinado para ser utilizado nas atividades da empresa.

− Imóvel 2 – mantido pela empresa sem a intenção de venda, mas não utilizado

em suas atividades.

− Imóvel 3 – mantido pela empresa para futura expansão da fábrica.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 171 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Na divulgação do seu Balanço Patrimonial, a empresa deve evidenciar o Imóvel 1,

o Imóvel 2 e o Imóvel 3, respectivamente, no grupo do ativo,

a) Imobilizado, Imobilizado e Imobilizado.

b) Imobilizado, Investimentos e Investimentos.

c) Imobilizado, Investimentos e Imobilizado.

d) Investimentos, Investimentos e Realizável no Longo Prazo.

e) Investimentos, Imobilizado e Realizável no Longo Prazo.

Letra b.

O que norteia a classificação de um ativo é o interesse da empresa em sua realiza-

ção, neste caso a classificação dos imóveis deve ser a seguinte:

Imóvel 1 – está sendo utilizado nas atividades da empresa = imobilizado.

Imóvel 2 – a empresa mantém o imóvel sem utilizar e sem intenção de venda,

é uma propriedade para investimento = investimento.

Imóvel 3 – a empresa espera utilizá-lo em uma futura expansão, é uma proprieda-

de para investimento = investimento.

Questão 36    (FCC/TRF 2ª REGIÃO/CONTADOR/2012) De acordo com o disposto

na Estrutura Conceitual da Contabilidade atualmente vigente em nosso país,

a) um recurso, para ser contabilizado como ativo, precisa obrigatoriamente ser de

propriedade formal da entidade.

b) uma obrigação futura e que não é resultado de eventos passados pode ser con-

tabilizada como um passivo da entidade.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 172 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

c) as receitas são aumentos de ativos ou diminuições de passivos que tem como

consequência aumentos do patrimônio líquido, resultantes de transações da enti-

dade com seus sócios ou acionistas.

d) o valor do patrimônio líquido de uma entidade com fins lucrativos não pode ser

menor que zero.

e) toda despesa implica uma diminuição do patrimônio líquido, mas nem toda di-

minuição do patrimônio líquido resulta de uma despesa.

Letra e.

a) Errada. Um recurso, para ser contabilizado como ativo, NÃO precisa obrigato-

riamente ser de propriedade formal da entidade, basta estar sob o seu controle.

b) Errada. Para ser contabilizada como passivo da entidade, é necessário que a

obrigação seja PRESENTE e resultado de eventos passados.

c) Errada. As receitas são aumentos de ativos ou diminuições de passivos que têm

como consequência aumentos do patrimônio líquido, desde que NÃO SEJAM resul-

tantes de transações da entidade com seus sócios ou acionistas (aporte de capital).

d) Errada. O valor do patrimônio líquido (situação líquida) de uma entidade pode

ser menor, igual ou maior do que zero.

Questão 37    (FCC/TCE-SE/AUDITOR DE CONTAS/2012) Ativo é definido na estru-

tura conceitual da contabilidade como um recurso

a) de propriedade da entidade, utilizado em suas atividades operacionais, indepen-

dentemente do fluxo de caixa que este venha a gerar.

b) do qual se espera apenas uma saída próxima de recursos da entidade para o

seu pagamento.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 173 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

c) adquirido à vista pela entidade.

d) controlado pela entidade e do qual se espera que resultem benefícios econômi-

cos futuros.

e) que não pode ser distribuído aos proprietários da entidade como restituição do

capital.

Letra d.

Vimos na aula que o ativo é um recurso controlado pela entidade como resultado

de eventos passados e do qual se espera que fluam futuros benefícios econômicos

para a entidade. Não precisa ser de propriedade da empresa, contudo deve estar

sob o seu controle.

Questão 38    (FCC/TCM-CE/ANALISTA DE CONTROLE EXTERNO/2011) Recursos

controlados pela entidade como resultado de eventos passados e dos quais se es-

pera que resultem futuros benefícios econômicos para a entidade devem ser clas-

sificados no

a) Patrimônio Líquido.

b) Ativo.

c) Passivo.

d) Passivo e no Ativo.

e) Relatório da Administração.

Letra b.

O conceito apresentado é o de ativo.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 174 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Não esqueça que os elementos diretamente relacionados com a mensuração da

posição patrimonial e financeira são os ativos, os passivos e o patrimônio líquido.

Estes são definidos como segue:

a) ativo é um recurso controlado pela entidade como resultado de eventos passa-

dos e do qual se espera que fluam futuros benefícios econômicos para a entidade;

b) passivo é uma obrigação presente da entidade, derivada de eventos passados,

cuja liquidação se espera que resulte na saída de recursos da entidade capazes de

gerar benefícios econômicos;

c) patrimônio líquido é o interesse residual nos ativos da entidade depois de de-

duzidos todos os seus passivos.

Questão 39    (FCC/TRF 4ª REGIÃO/TÉCNICO JUDICIÁRIO-CONTABILIDADE/2011)

Devem ser classificados no Ativo Intangível, de acordo com a legislação vigente:

a) máquinas e equipamentos.

b) benfeitorias em imóvel de terceiros.

c) despesas pré-operacionais.

d) gastos com pesquisas de produtos.

e) marcas e patentes.

Letra e.

O intangível é composto pelos direitos que tenham por objeto bens incorpóreos

destinados à manutenção da companhia ou exercidos com essa finalidade, inclusive

o fundo de comércio adquirido.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 175 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

O grupo do intangível foi criado pela Lei n. 11.638/2007 com o objetivo de registrar

os bens e direitos que não possuam matéria, mas que apresentam um valor consi-

derável para a empresa.

Exemplos de intangíveis:

• Marcas;

• Patentes;

• Direitos de uso de franquias;

• Desenvolvimentos de produtos;

• Direitos de exploração de rodovias;

• Desenvolvimentos de software;

• Propriedade legal de novos livros, filmes e músicas;

• Direitos de opção de compra ou venda de ações;

• Direitos de exploração de filmes cinematográficos;

• Fundo de comércio adquirido;

• Amortização acumulada (-).

Com base no conceito somente é intangível “marcas e patentes”.

Máquinas e equipamentos e benfeitorias em imóvel de terceiros são contas do

imobilizado, enquanto as despesas pré-operacionais e os gastos com pesquisas de

produtos são despesas.

Questão 40    (FCC/TJ-AM/CONTADOR/2010) Entre as alterações da legislação so-

cietária, provocadas pela Lei n. 11.638/2007, está o conceito de sociedades de

grande porte. De acordo com essa legislação, para uma empresa ser considerada

uma sociedade de grande porte é necessário que, no exercício social anterior, tenha

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 176 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

a) apresentado ativos totais de, no mínimo, R$ 300 milhões e receitas superiores

a R$ 200 milhões.

b) apresentado patrimônio líquido de, pelo menos, R$ 300 milhões e ativos imobi-

lizados de R$ 100 milhões.

c) emitido novas ações ordinárias de, no mínimo, R$ 50 milhões e apure no perío-

do lucro bruto de R$ 200 milhões.

d) apresentado receitas brutas anuais superiores a R$ 300 milhões e ativos totais

maiores que R$ 240 milhões.

e) apresentado lucro líquido de R$ 100 milhões e ativos totais superiores a R$ 250

milhões.

Letra d.

De acordo com a alteração na Lei n. 6.404/1976, considera-se de grande por-

te, para os fins exclusivos desta lei, a  sociedade ou conjunto de sociedades sob

controle comum que tiver, no exercício social anterior, ativo total superior a

R$ 240.000.000,00 (duzentos e quarenta milhões de reais) ou receita bruta anual

superior a R$ 300.000.000,00 (trezentos milhões de reais), não é o PL.

Questão 41    (FCC/PREFEITURA DE TERESINA/AUDITOR FISCAL/2016) Uma em-

presa contratou os serviços de uma transportadora pelo prazo de um ano e o va-

lor total do contrato negociado foi R$ 1.200.000,00. O contrato foi assinado em

01/09/2015, entrou em vigor imediatamente, sendo que o volume mensal a ser

transportado já estava estabelecido em cláusula contratual e era constante durante

todo prazo contratado. A empresa efetuará o pagamento do valor total no final do

prazo do contrato, e este somente poderá ser rescindido antecipadamente com o

pagamento integral do valor contratado, sem qualquer desconto.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 177 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Os valores evidenciados na Demonstração do Resultado de 2015 e os saldos das

contas do Balanço Patrimonial em 31/12/2015, decorrentes do contrato assinado e

efetivado em 01/09/2015, foram:

a) Despesas com Transporte = R$ 400.000,00 e Despesas Antecipadas =

R$ 400.000,00.

b) Despesa com Transporte = R$ 400.000,00 e Contas a pagar = R$ 400.000,00.

c) Despesa com Transporte = R$ 400.000,00; Contas a pagar = R$ 400.000,00 e

Despesas Antecipadas = R$ 800.000,00.

d) Despesas Antecipadas = R$ 1.200.000,00 e Contas a pagar = R$ 1.200.000,00.

e) Despesa com Transporte = R$ 400.000,00; Contas a pagar = R$ 1.200.000,00

e Despesas Antecipadas = R$ 800.000,00.

Letra e.

Nesta questão a empresa assinou um contrato, reconhecendo uma dívida referente

ao serviço de transporte que utilizará e terá que pagar o montante acordado mes-

mo se rescindir o contrato. A empresa efetuará o pagamento do valor total no final

do prazo do contrato, e este somente poderá ser rescindido antecipadamente com

o pagamento integral do valor contratado, sem qualquer desconto.

Se a empresa terá que pagar o valor total, é provável a liquidação futura, ela deve

reconhecer uma despesa antecipada em contrapartida de uma dívida no passivo.

Atenção: se não houvesse esta cláusula, não haveria a necessidade de registrar a

despesa antecipada.

Registro no dia da assinatura do contrato (01/09/15)

D – Despesas antecipadas – 1.200.000,00

C – Contas a pagar – 1.200.000,00

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 178 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Mensalmente a empresa vai apropriar a despesa referente ao transporte da seguin-

te forma:

D – Despesa com transporte – 100.000,00

C – Despesas antecipadas – 100.000,00

Após a apropriação dos 4 meses que transcorreram no ano de 2015 (01/09/2015 a

31/12/2015), a empresa apresentará os seguintes saldos:

Despesa com transporte = 400.000,00

Despesa antecipada = 800.000,00

Contas a pagar = 1.200.000,00

Questão 42    (FCC/SEGEP-MA/AUDITOR FISCAL/2016) Uma empresa recebeu

de um cliente o valor de R$ 1.200.000,00 para prestar serviços de manutenção

pelo prazo de um ano. O contrato foi assinado em 01/10/2015, entrou em vigor

imediatamente e estabelecia um total de 10 horas mensais de manutenção or-

dinária a serem atendidas, limitado a 120 horas no período contratado. Durante

2015, além das 10 horas mensais de manutenção ordinária, no mês de dezem-

bro de 2015 a empresa aplicou mais 35 horas totais de trabalho em função de

problemas extraordinários que ocorreram com os equipamentos da empresa

contratante.

Na empresa contratada, o valor evidenciado na Demonstração do Resultado de

2015 e o saldo da conta do Balanço Patrimonial em 31/12/2015 decorrentes do

contrato citado foram:

a) Receita de Serviços = R$ 300.000,00; Receitas Antecipadas = R$ 900.000,00.

b) Receita de Serviços = R$ 650.000,00; Receitas Antecipadas = R$ 550.000,00.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 179 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

c) Receita de Serviços = R$ 200.000,00; Receitas Antecipadas = R$ 1.000.000,00.

d) Receita de Serviços = R$ 550.000,00; Receitas Antecipadas = R$ 650.000,00.

e) Receita de Serviços = R$ 1.200.000,00.

Letra b.

A questão trata de receita antecipada.

Receita antecipada é uma conta do passivo, representa uma obrigação da empresa

por ter recebido dinheiro, sem ainda ter prestado um serviço ou entregado uma

mercadoria.

No registro do contrato, em 01/10/15, a empresa recebeu $ 1.200.000,00 para

prestar um serviço 120 horas de manutenção pelo período de 1 ano.

O registro contábil na assinatura do contrato:

D – Caixa

C – Receitas antecipadas 1.200.000,00

Com o passar do tempo, conforme o serviço for sendo prestado, a empresa deve

reconhecer uma receita com serviços de $ 100.000,00 mensalmente pelas 10 ho-

ras de manutenção ($ 1.200.000/120h = 100.000,00 ao mês) em contrapartida da

conta receita antecipada.

Contudo, até 31/12/15, a empresa apropriou:

a) 30 horas (out./nov./dez.) de manutenção normal = $ 300.000,00

b) 35 horas de manutenção extraordinária = $ 350.000,00

O registro contábil geral é o seguinte:

D – Receita antecipada – 650.000,00

C – Receita com serviços – 650.000,00

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 180 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Desta forma os valores apurados no dia 31/12/15 serão:

• Receita de serviços = $ 650.000,00

• Receita antecipada = $ 550.000,00 (será apropriada em 2016)

Questão 43    (FCC/SEGEP-MA/AUDITOR FISCAL/2016) Determinada empresa de

economia mista do Estado fez o seguro do ativo imobilizado, junto à seguradora

Martelo, para o período de 24 meses: 01/10/2015 a 30/09/2017.

− O prêmio de seguro foi de R$ 600.000,00, pago 40% no ato e o restante 30 e

60 dias.

− A empresa encerra seu exercício social em 31 de dezembro de cada ano.

− O lucro do exercício de 2015 foi de R$ 1.390.000,00.

O auditor independente no exame dos registros contábeis da apólice do seguro

contratado constatou que:

− 300.000,00 – foram contabilizados (apropriados) como despesas de seguro do

exercício de 2015, e que o valor da apropriação do seguro está incorreto.

− 300.000,00 – foram contabilizados na conta “Seguros a Vencer” classificada no

realizável de curto prazo.

A despesa de seguro paga antecipadamente (seguro a vencer), segundo o auditor,

deveria ter sido classificada, respectivamente, nos grupos de contas e valores

a) ativo imobilizado – R$ 300.000,00 e passivo não circulante – R$ 225.000,00.

b) ativo circulante – R$ 75.000,00 e ativo não circulante – R$ 525.000,00.

c) ativo realizável curto prazo – R$ 225.000,00 e ativo realizável longo prazo –

R$ 300.000,00.

d) ativo circulante – R$ 300.000,00 e ativo não circulante – R$ 225.000,00.

e) passivo circulante – R$ 75.000,00 e passivo não circulante – R$ 300.000,00.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 181 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Letra d.

A Questão trata da conta despesa antecipada que deve ser registrada no balanço

patrimonial, no dia 31/12/15, fique atento(a).

A despesa antecipada é de $ 600.000,00 e é referente 24 meses. Assim, deverá ser

apropriado $ 25.000,00 mensalmente (600.000/24 meses).

Prêmio de seguro é o valor do contrato, não é o mesmo que a indenização a receber

em caso de sinistro. Note que foi pago uma parte a vista e a outra em 2 prestações.

O registro contábil na assinatura do contrato é:

• D – Despesa antecipada – seguro a apropriar – 600.000

• C – banco – 240.000

• C – Seguro a pagar – 360.000

Como assinou o contrato a contar de 01/10/15, em 2015 transcorreram 3 me-

ses (out./nov./dez.), assim a empresa deve registrar uma despesa de seguro de

$ 75.000,00.

Registro contábil da apropriação da despesa com seguro:

D – despesa com seguro – 75.000

C – despesa antecipada – seguro a apropriar – 75.000

No ativo circulante será registrado uma despesa antecipada com um valor de

$ 300.000,00 (2016 = 12 meses x $ 25.000,00).

O valor restante de $ 225.000,009 (2017 = 9 meses) será registrado no ativo não

circulante.

Desta forma os valores apurados em 31/12/15 são:

• Despesa com seguro = $ 75.000,00

• Despesa antecipada AC = $ 300.000,00

• Despesa antecipada ANC = $ 225.000,00

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 182 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Questão 44    (FCC/TRF 4ª REGIÃO/CONTADOR/2014) A Cia. Italiana recebeu

R$ 180.000,00 por mercadorias a serem entregues em 3 meses, e estima que o

custo dessas mercadorias será de R$ 70.000,00, pois ainda precisam ser produzi-

das. No momento do recebimento do respectivo valor, a Cia. Italiana

a) reconheceu receita.

b) apurou um lucro estimado.

c) reconheceu um passivo.

d) reduziu estoque.

e) reconheceu um adiantamento a fornecedor.

Letra c.

A questão trata de uma receita antecipada. Note que a venda é para entrega futura,

neste caso a receita deverá ser reconhecida somente quando houver a entrega dos

bens e o recebimento do dinheiro será registrado em contrapartida de uma obriga-

ção no passivo.

No momento do recebimento do dinheiro, antecipadamente a empresa fará o se-

guinte lançamento:

D – Caixa 180.000,00

C – Receita antecipada ou adiantamentos de clientes (Passivo Circulante) 180.000,00

Questão 45    (FCC/TRE-PR/CONTADOR/2012) Um item que afeta a apuração do

resultado do exercício é

a) a distribuição de dividendos por controladas.

b) a compra financiada de um terreno em 36 meses.

c) o prêmio na emissão de debêntures.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 183 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

d) os custos de transação na emissão de ações subscritas e integralizadas.

e) a reversão de perda por impairment.

Letra e.

O resultado é afetado pelas receitas e pelas despesas, vou classificar os fatos:

a) Errada. Diminui o PL, na conta lucro acumulado e aumenta o passivo, na conta

dividendos a pagar.

b) Errada. Aumenta o ativo (terreno) e o passivo (contas a pagar).

c) Errada. Inicialmente é uma conta do passivo, receita antecipada que vai sendo

apropriada como receita com o transcorrer do tempo.

d) Errada. É conta redutora do PL.

e) Correta. É uma receita, pois há uma reversão de uma despesa registrada an-

teriormente.

Questão 46    (FCC/TRF 4ª REGIÃO/CONTADOR/2014) Ao identificar que uma em-

presa possui o total dos Ativos correspondente a 100% do valor do Passivo Não

Circulante acrescido dos saldos em aberto na conta de fornecedores, um analista

pode assegurar que tal empresa está com

a) alto grau de liquidez corrente.

b) situação líquida nula.

c) passivo a descoberto.

d) capital próprio positivo.

e) alavancagem financeira positiva.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 184 de 188
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
Patrimônio
Prof. Claudio Zorzo

Letra c.

Se o ativo é igual ao passivo não circulante e ainda tem o saldo da conta fornece-

dores, no passivo circulante, é sinal de que o passivo é maior que o ativo, e assim

a empresa apresenta um passivo a descoberto.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 185 de 188
O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 186 de 188
O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 187 de 188
O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Tistu Gabriel - 08603099405, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.

Você também pode gostar