Você está na página 1de 7

AL 3.

1 Exploração
Radiação e potência elétrica de um
painel fotovoltaico

Objetivo geral:  Investigar a influência da irradiância e da diferença de potencial


elétrico no rendimento de um painel fotovoltaico.

Metas específicas
■■
Associar a conversão fotovoltaica à transferência de energia da luz solar para um painel fotovoltaico que se

FA10-CLAB © Porto Editora


manifesta no aparecimento de uma diferença de potencial elétrico nos seus terminais.
■■
Montar um circuito elétrico e efetuar medições de diferença de potencial elétrico e de corrente elétrica.
■■
Determinar a potência elétrica fornecida por um painel fotovoltaico.
■■
Investigar o efeito da variação da irradiância na potência do painel, concluindo qual é a melhor orientação de
um painel fotovoltaico de modo a maximizar a sua potência.
■■
Construir e interpretar o gráfico da potência elétrica em função da diferença de potencial elétrico nos terminais
de um painel fotovoltaico, determinando a diferença de potencial elétrico que otimiza o seu rendimento.

Sugestão de resposta às questões pré-laboratoriais


Exclusivo do Professor

1 Na atividade que lhe é proposta, vai montar um circuito com um painel fotovoltaico, iluminado
com uma lâmpada fixa a uma certa distância do painel, um amperímetro, um interruptor, um
reóstato e, nos terminais deste, um voltímetro.
1.1 Represente esquematicamente o circuito.
1.1
Painel

A
A – Amperímetro
V – Voltímetro

V Reóstato

1.2 Qual é a transformação de energia que ocorre na célula fotovoltaica?


1.1

Na célula fotovoltaica, a radiação eletromagnética é transformada em energia elétrica.

1.3 Um reóstato é uma resistência variável. O que pretende simular esta resistência variável?
1.1

O reóstato simulará o conjunto de eletrodomésticos de uma casa, pois a sua resistência variável permite simular a
resistência equivalente do conjunto de eletrodomésticos ligados em simultâneo.

1.4 Ao deslocar o cursor do reóstato, vai introduzir no circuito diferentes valores de


1.1

resistências. Para cada um desses valores introduzido, vai registar a diferença de potencial
elétrico nos terminais do reóstato e da corrente elétrica no circuito. Como calcular a
potência elétrica debitada pelo painel para uma dada resistência introduzida no circuito?
​P = U I​

1.5 Quando se efetua esta atividade, em que se pretende estudar as condições de rendimento
1.1

máximo de um painel fotovoltaico, o candeeiro deve ser ligado alguns minutos antes de
efetuar as medições. Qual será a razão deste procedimento?
O candeeiro deve ser ligado uns minutos antes de forma a estabilizar a temperatura.
Radiação e potência elétrica de um painel fotovoltaico AL 3.1
2 Para maximizar o rendimento de um painel fotovoltaico, como é que este deve ser orientado
relativamente à fonte de radiação?
Para maximizar o rendimento de um painel fotovoltaico, este deve ser orientado de forma a receber o máximo de radiação, ou
seja, deve ser colocado na perpendicular com a fonte de radiação.

3 Para dimensionar um sistema de conversão fotovoltaico, que aspetos devem ser tidos em
consideração?
Para dimensionar um sistema de conversão fotovoltaico, é necessário ter em consideração a potência solar média por unidade
de área no local da instalação, o número médio de horas de luz solar por dia, o rendimento do sistema e a potência elétrica a
debitar.

Registos efetuados

Instrumentos de medida Alcance Incerteza absoluta de leitura

Voltímetro 0-2 V ± 0,001 V


Amperímetro 0-200 mA ± 0,1 mA
Régua 80 cm ± 0,5 mm
Transferidor 0 – 360,0° ± 0,5 °

Exclusivo do Professor
Potência máxima

Diferença de potencial elétrico


Corrente elétrica
nos terminais do painel
I / mA
U/V
0° 0,776 29,1
10° 0,861 25,6
20° 0,855 25,4
30° 0,814 24,2
40° 0,740 21,9
50° 0,654 19,6

Potência máxima

Diferença de potencial elétrico


Corrente elétrica
nos terminais do painel
I / mA
U/V
Sem filtro 0,865 25,7
FA10-CLAB © Porto Editora

Filtro verde 0,706 21,0


Filtro vermelho 0,756 22,5
Filtro azul 0,681 20,2
AL 3.1 Exploração das Atividades Laboratoriais

FA10-CLAB © Porto Editora


sem filtro; ​θ = 0°​; d
​ = 25,00 cm​

Diferença de potencial elétrico


Corrente elétrica
nos terminais do painel
I / mA
U/V
0,000 2
0,042 33,7
0,043 34,4
0,076 33,7
0,121 33,6
0,246 33,2
0,274 33,2
0,392 32,6
0,506 31,8
0,613 30,9
0,664 31,0
0,776 29,1
Exclusivo do Professor

0,856 26,3
0,915 23,4
0,950 20,4
0,957 19,6
0,975 17,2
0,988 15,1
0,997 13,2
1,003 11,9
1,008 10,6
1,011 9,7
1,014 8,9
1,016 8,3
1,018 7,7
1,019 7,3
1,020 6,8
1,021 6,3
1,021 6,0
1,022 5,6
1,022 5,3
1,023 5,0
1,023 4,7
1,024 4,5
Radiação e potência elétrica de um painel fotovoltaico AL 3.1
Exploração de resultados
Diferença de potencial elétrico Potência fornecida
Corrente elétrica Corrente elétrica
nos terminais do painel (​​ P = U I)​​
I / mA I/A
U/V P/W

0,000 2,0 0,002 0,000


0,042 33,7 0,0337 0,0014
0,043 34,4 0,0344 0,0015
0,076 33,7 0,0337 0,0026
0,121 33,6 0,0336 0,00407
0,246 33,2 0,0332 0,00817
0,274 33,2 0,0332 0,00910
0,392 32,6 0,0326 0,0128
0,506 31,8 0,0318 0,0161
0,613 30,9 0,0309 0,0189
0,664 31,0 0,0310 0,0206
0,776 29,1 0,0291 0,0226

Exclusivo do Professor
0,865 26,3 0,0263 0,0225
0,915 23,4 0,0234 0,0214
0,950 20,4 0,0204 0,0194
0,957 19,6 0,0196 0,0188
0,975 17,2 0,0172 0,0168
0,988 15,1 0,0151 0,0149
0,997 13,2 0,0132 0,0132
1,003 11,9 0,0119 0,0119
1,008 10,6 0,0106 0,0107
1,011 09,7 0,0097 0,0098
1,014 08,9 0,0089 0,0090
1,016 08,3 0,0083 0,0084
1,018 07,7 0,0077 0,0078
1,019 07,3 0,0073 0,0074
1,020 06,8 0,0068 0,0069
1,021 06,3 0,0063 0,0064
1,021 06,0 0,0060 0,0061
1,022 05,6 0,0056 0,0057
1,022 05,3 0,0053 0,0054
FA10-CLAB © Porto Editora

1,023 05,0 0,0050 0,0051


1,023 04,7 0,0047 0,0048
1,024 04,5 0,0045 0,0046
AL 3.1 Exploração das Atividades Laboratoriais

Potência fornecida em função


P/W da diferença de potencial elétrico

0,025

0,020

0,015

0,010

0,005

0,000

0,00 0,20 0,40 0,60 0,80 1,00 1,20 U/V

FA10-CLAB © Porto Editora


Potência máxima

Diferença de potencial elétrico Potência fornecida


Corrente elétrica
Exclusivo do Professor

nos terminais do painel ​​(P = U I)​​ 


I/A
U/V P/W
Sem filtro 0,865 0,0257 0,0222
Filtro verde 0,706 0,0210 0,0148
Filtro vermelho 0,756 0,0225 0,0170
Filtro azul 0,681 0,0202 0,0138

Potência do painel fotovoltaico


em função do filtro usado
P/W

0,0250

0,0200

0,0150

0,0100

0,0050

0,0000

Sem filtro Filtro vermelho Filtro verde Filtro azul


Radiação e potência elétrica de um painel fotovoltaico AL 3.1
Potência máxima
Diferença de potencial elétrico Potência fornecida
Corrente elétrica
nos terminais da pilha ​​(P = U I)​​ 
I/A
U/V P/W
0° 0,776 0,0291 0,0226
10° 0,861 0,0256 0,0220
20° 0,855 0,0254 0,0217
30° 0,814 0,0242 0,0197
40° 0,740 0,0219 0,0162
50° 0,654 0,0196 0,0128

Potência do painel fotovoltaico em função


do ângulo de inclinação
P/W
0,0250

0,0200

Exclusivo do Professor
0,0150

0,0100

0,0050

0,0000
0 10 20 30 40 50 60 θ/°

Análise de resultados
Com o material e o equipamento sugeridos e uma utilização correta dos mesmos, é possível atingir as metas
propostas na atividade.
Através do gráfico da potência elétrica em função da diferença de potencial elétrico pode verificar-se que o
valor que otimiza o rendimento do painel, ou seja, em que a sua potência é máxima, se aproxima dos 0 ​ ,80 V​.
Encontrada a potência máxima disponibilizada pelo painel fotovoltaico, e mantendo o cursor do reóstato e a
distância entre a fonte de radiação e o painel nas mesmas posições, mas colocando filtros de várias cores, o
gráfico da potência em função do filtro usado permite verificar que a potência máxima disponibilizada diminui.
Mantendo as mesmas condições, o gráfico da potência em função do ângulo de inclinação permite verificar que
FA10-CLAB © Porto Editora

a potência disponibilizada pelo painel é máxima quando se encontra perpendicular à fonte de radiação, θ ​ = 0°​.
Nesta atividade, para minimizar os erros, deverá ter-se em consideração os seguintes fatores: estabilização
prévia da temperatura dos semicondutores constituintes do painel fotovoltaico e manutenção da distância
entre a lâmpada de incandescência e o painel fotovoltaico.
AL 3.1 Exploração das Atividades Laboratoriais

Sugestão de resposta às questões pós-laboratoriais


1 A partir da análise de cada um dos gráficos, indique, para cada uma das experiências, o valor da:

FA10-CLAB © Porto Editora


1.1 potência máxima fornecida pelo painel fotovoltaico.
1.1

Aproximadamente, ​P = 0,0226 W​.

1.2 diferença de potencial elétrico correspondente a essa potência máxima.


1.1

Aproximadamente, ​U = 0,776 V​.

1.3 diferença de potencial elétrico que otimiza o rendimento do painel.


1.1

Aproximadamente, ​U = 0,776 V​.

1.4 resistência exterior correspondente à potência máxima fornecida pelo painel fotovoltaico.
1.1

​​Pm​ áx.​​  = ​ ___   ​ ⇔ R = ​ ____    ​​


​U​​  2​ ​U​​  2​
R ​Pm​ áx.​​

​R = ​ ______  ​  ⇔ R = 26,6 Ω​
​0,776​​2​
0,0226

2 Identifique as condições em que o rendimento do painel é máximo.


Para maximizar o rendimento deste painel fotovoltaico, este deve ser colocado na perpendicular com a fonte de radiação, sem
filtro e ligado a um circuito com uma resistência exterior de 26,6 Ω.
Exclusivo do Professor

3 Para dimensionar um sistema de conversão fotovoltaico, o que é necessário ter em


consideração?
Para dimensionar um sistema de conversão fotovoltaico, é necessário ter em consideração a potência solar média por unidade
de área, no local da instalação, o número médio de horas de luz solar por dia, o rendimento do sistema e a potência elétrica a
debitar.

Você também pode gostar