Você está na página 1de 2

Liberalismo de Esquerda

- Surgimentos de idéias socialistas, adaptadas ao liberalismo, criando um novo


caminho idealista.
- Pensamento de Cado Rosselli, um dos pensamentos responsáveis pela
fundação do partido dell’Azione.
- Início da atividade de Norberto Bobbio, que passa o estudo da legalidade para
o da legitimidade
- Bobbio publicava em jornais críticas tanto sobre os maus do capitalismo
quanto sobre os mals do socialismo real.
- Obstáculos a democracia : tecnocracia, burocracia e as grandes organizações
- Defende a democratização da vida social como um todo.

Neoliberalismo

- A intervenção estatal não faz mais efeito na sociedade.


- A ideia Liberalista de mercado livre volta à tona.
- Estado minimalista: só controla os assuntos de primeira necessidade e
privatiza tudo.
- Essa onda minimalista atinge todos os países.
- Brasil aderiu ao movimento, porém o governo foi obrigado a tomar algumas
medidas intervencionistas para controlar a inflação.

Introdução: O socialismo do século XX

- A nova ordem, oposta a ordem burguesa, se baseia no socialismo científico.


- Marxismo prega a supressão da propriedade privada e rejeita a economia de
mercado.
- Afirma que a passagem do capitalismo para o socialismo deveria passar pela
ditadura do proletariado.
- A expansão socialista foi determinante para criação de novas repúblicas
democráticas.
- Entre elas: Iugoslávia, Alemanha Oriental, China, Coréia do Norte, Cuba,
Moçambique, Nicarágua e outras.

O Fim da Utopia?

- Política deve ser entendida como um processo dinâmico e coerente com as


determinadas situações discutidas.
- As teorias precisam ser ajustadas de acordo com a época, na qual está
presente.
- Erro este, que foi cometido pelo socialismo, já que o mesmo não soube se
adaptar as necessidades da época.
- O capitalismo sofreu mudanças que permitiu ao mesmo se estender ao longo
dos anos.
- Mudanças drásticas nas relações cruéis entre os trabalhadores e o Estado.
Relação dos Itens encontrados no texto com os passados em aula

Como vimos no texto, em diversas partes, o autor realça a necessidade da


adaptação de cada teoria, as necessidades de cada época. Ele ainda nos
mostra uma série de exemplos, como o socialismo, que acabou por não saber
adaptar seus ideais econômicos às necessidades da época moderna. Além
disso, ele mostra também que o capitalismo mudou muito para que pudesse
chegar até os dias de hoje.
Em sua essência o capitalismo possuía relações cruéis entre o trabalhador e os
grupos empresariais, com o passar dos anos, os trabalhadores por meio de
greves e reivindicações, conseguiram melhorar seus direitos e assim melhorar
a relação que antes era muito ruim. Conseqüentemente foram capazes de
mudar a constituição do capitalismo.
Esses trabalhadores tiveram um papel importantíssimo na manutenção do
capitalismo e na transformação do mesmo para uma forma de governo mais
suave e maleável. No entanto esses trabalhadores não conseguiram todas
essas realizações, sozinhos ou de forma aleatória, o que realmente
proporcionou essas mudanças, foram os sindicatos trabalhistas.
Esses Sindicatos surgiram no meio da revolução industrial, no tempo em que
os trabalhadores eram muito explorados pelos seus patrões, para saírem dessa
situação ruim eles se reunião entre eles, em reuniões e encontros para
decidirem o que fariam para resolver esse tipo de situação.
Nessas reuniões foram feitas as primeiras greves e coisas do tipo, que foram
responsáveis por trazer esses benefícios aos trabalhadores. As mudanças
feitas, por exemplo, não foram feitas no socialismo, por isso o mesmo acabou
tendo um fim como modo de governo.