Você está na página 1de 23

Alvenaria de

Adobe
Técnicas Retrospectivas
Bruno Guimarães e Romulo da Rocha
Anallu Rosa Barbosa

2021/2
DEFINIÇÃO
Adobe (ou Adobo)
● Tijolo feito com uma
mistura de barro cru,
areia em quantidade,
estrume e fibra vegetal.
● Sua técnica construtiva
consiste em moldar o tijolo
cru, em fôrmas de madeira,
a partir das quais o bloco
de terra é seco ao sol,
sem que haja a queima.
ORIGEM
● Um dos mais antigos materiais de construção, foi utilizado nas civilizações
do Antigo Egito e Mesopotâmia.
● O Adobe consiste em uma técnica anterior ao tijolo queimado de olaria.
● Com a industrialização no século XIX, as técnicas em arquitetura de terra
foram, aos poucos, sendo abandonadas.

Zigurate: templos do antigo vale da Mesopotâmia e


construído na forma de pirâmides terraplanadas, seu
exterior é de tijolos de adobe.
BRASIL COLONIAL E A TÉCNICA CONSTRUTIVA
● O Adobe chega ao Brasil, com os portugueses, em seu período colonial,
na qual a mão de obra era escrava, os materiais para construção de
moradias eram precários.
● Foi muito utilizado em construções das regiões Norte, Nordeste e Centro-
Oeste, principalmente em igrejas.
● Teve predominância nos engenhos e cidades rurais no século XVI.
CONFECÇÃO DO ADOBE
● Por ser uma arquitetura vernacular, não há rigorosidade, porém há uma
certa regularidade encontrada.
● Para fabricar os tijolos era necessário uma massa de: terra (argila e areia),
esterco, palha, água, misturada manualmente;
● Na maioria das construções, a terra para a confecção era retirada do
próprio terreno;
● A massa era posta em formas de madeira, confeccionadas
artesanalmente
● A terra considerada boa para produção
contém pelo menos 30% de areia e não
menos que 50% de argila e sedimento;
● A água tem papel fundamental na
mistura porém não deve ser excessiva
(a umidade considerada ótima varia de
15% a 18%);
● Como aditivos o esterco ajuda na
estabilização química e a palha na
estabilização física.
● Eram secos no pio do próprio terreno pelo menos por 4 ou 5 dias, sem o
perigo de chuva;
● Depois desses dias, quando estavam mais resistentes, eram virados para
ficarem apoiados nas faces mais estreitas, durante 20 a 30 dias,
protegidos de chuvas, mas ao sol.
DIMENSÃO DO ADOBE
Os tijolos de Adobe têm normalmente
medidas entre

10 x 10 x 20 cm

20 x 20 x 40 cm

● Para alguns tipos de amarrações


é comum encontrar tijolos com ¾
dessas dimensões.
AS FORMAS
● A forma pode ser de madeira ou de metal, sem fundo;
● Para moldar os tijolos era necessário que a forma esteja molhada,
facilitando a desenforma;
● Depois da massa pronta ela era socada dentro do molde. E levantada
com cuidado para não rachar.

Fôrma Preparando o Adobe Desformando Bloco Pronto


FUNDAÇÃO
● A fundação das obras de Adobe eram feitas
de pedra (baldrame), do próprio local da
construção, areia e barro até o nível do solo;
● Isso evitava com que os tijolos de adobe
entrassem em contato com a umidade do
solo.
DISPOSIÇÃO DOS TIJOLOS
● Tais disposições do Adobe não eram feitas com muita sofisticação,
procuravam apenas executá-las de forma com que a alvenaria ficasse
travada;
● Não existindo uma padronização de amarração, sendo que cada lugar a
obra era executada de diferentes maneiras;
● As paredes de adobe apesar de serem pesadas, tinham baixa resistência
por isso raramente passavam de dois pavimentos.
DISPOSIÇÃO DOS TIJOLOS
DISPOSIÇÃO DOS TIJOLOS
ARGAMASSA E ESQUADRIAS
● O assentamento dos Adobes eram feitos com argamassa de cal, areia e
terra;
● Massa semelhante ao do tijolo, acrescentando o cal e retirando o esterco
e a palhada;
● As paredes de adobe eram erguidas com os batentes já estruturados, e
em seguida os tijolos eram assentados em volta da esquadria.
IMPERMEABILIZAÇÃO, REVESTIMENTO E PINTURA
● Não era feito nenhum tipo de
impermeabilização
● Somente em alguns casos é
encontrado um trabalho de
revestimento; como chapisco,
reboco e caiação;
● Como uma das soluções
construía-se beirais maiores
para lançar as águas o mais
longe possível da alvenaria.
VANTAGENS DESVANTAGENS
● Materiais fáceis de se ● Necessita de um clima seco
encontrar; para sua fabricação;
● Baixo custo pois o principal ● Difícil execução de
material para construí-lo pode construções com mais de 1
ser obtido no próprio local da pavimento
construção; ● Facilmente degradado pela
● Isolamento térmico e acústico; água, devido a
● Execução relativamente permeabilização do material;
rápida. ● Fácil aparecimento de fissuras.
CONSTRUÇÕES DE ADOBE PELO BRASIL
Casa do Padre Marco - Piauí

Edificação construída no
século XVIII para funcionar
como sede da Fazenda
Boa Esperança, que
posteriormente originou o
município de Padre
Marcos.
Casa Canônica de Diamantino - MT

Construído em blocos de
adobe, piso em tábua
elevada do chão e telhado
de madeira com telha de
barro.
Igreja Matriz de Pirenópolis - Goiás

Construída por meio de um


sistema misto em taipa de
pilão, adobe, alvenaria de
pedra e madeira.
Casa El Encuentro – Bogotá

O principal uso desta


materialidade foi decidido
pelas suas propriedades
térmicas e estéticas que
podem ser mimetizadas com a
natureza, já que, em essência
ela é a própria terra.

Você também pode gostar