Você está na página 1de 9

Caboclo Guimarães

Sou Guimarães, Sou Guimarães


Sou Caboclo da água doce, sou Guimarães (2x)

Eu não jogo a minha espada


Pra não ver ninguém ganhar(2x)

Sou Caboclo da água doce, sou Guimarães (2x)

(Pontos enviados por P.J)

———-

CABOCLO 7 LUAS

Quio Quio
Sua mata em festa
Sarava seu 7 Luas
Ele é rei lá da floresta

Eu vi
Um caboclo eu vi
Surgir na mata virgem
E a luz do sol
A ele clarieou
Vinha conduzindo a sua caça
Com sua flecha certeira
Ele a matou

Quio Quio
Sua mata em festa
Sarava seu 7 Luas
Ele é rei lá da floresta

Ele é caboclo forte


É cacique de aldeia
Reluzindo a sua luz
O seu filho ele clareia
Traz a paz de Aruanda
Nos caminhos de Iemanjá
Coroa na nossa umbanda
Com a coroa de Oxalá

Quio Quio
Sua mata em festa
Sarava seu 7 Luas
Ele é rei lá da floresta

(Ponto enviado por Sandra)

———-

Penacho azul

E indio, e indio caboclo da pena real


sendo ele Penacho azul ele e indo
ele e filho da arara real.

E indio, e indio caboclo da pena real


sendo ele Penacho azul ele e indo
ele e filho da arara real.

2°arara me chamo no arari


arara me chamo no arari
O boa noite pra quem esta aqui
arara-ué de arareua
e Penacho azul do arari

3°um trovão brado


foi la nas matas do sul
Mas um trovão brado
foi la nas matas do sul
seu pai chefiou a aldeia
e lhe de nome de Penacho Azul

Ponto de subida do caboclo Penacho Azul

Las nas cachoeiras água brotou


Las nas cachoeiras água brotou
Penacho Azul meus irmãos que vai embora
pras terras distantes que numca se vio

(Ponto enviado por Gabriel)

———-

Ubirajara quando chegou


Não temeu a caboclo nenhum
Ubirajara quando chegou
Não temeu a caboclo nenhum
Ubirajara é caboclo bravo
Não temeu a caboclo nenhum
Edmundo velho Edmundo
Edmundo velho Edmundo
Eu me chamo Ubirajara
Meu pai Oxossi é guardião
Do outro mundo
Eu me chamo Ubirajara
Meu pai Oxossi é guardião
Do outro mundo.

(Ponto enviado por Netto)

———-

A noite é linda quando a casa me recebe


ela serve de acalanto ao dia que vai nascer
canção divina me ensinado a caminhar
na mais clara direção no verão do amanhecer
Casa de caboclo parede feita de chão tem telhado de sapé
Casa de caboclo é morada abençoada desse povo que tem fé

(Pontos enviados por Claudio)———–


Tava sentada na pedra fina, o rei dos indios mandou chamar {bis}
“Ela é cabocla da pedra fina, tava sentada na beira do mar

(Ponto enviado por Olívia)

———-

no centro da mata eu vi
dois rostos gravados no tronco de um pau

de um lado o seu rompe mato do outro seu cobra coral


no centro da mata virgem eu vi
seu rompe mato falava na língua tupi guarany

(Ponto enviado por Pai José de Ogum)

———-

Quando eu vim para esta casa


A aldeia balanceou!
Já ganhei meu arco e flecha
Rei Tupã quem me entregou
Na taba de minha tribo
Pai Xangô é protetor
Na choupana de Oxosse
O caboclo é vencedor
Olha eu sou Pena Dourada
Sou caboclo Caçador
Na choupana de Oxosse
O caboclo é vencedor!

(Ponto enviado por Jean Moura)

———-

Princesa Janaina

Ela foi na beira da praia para ver o balanço do mar 2x


Quando viu desenhado na areia uma linda sereia começou a chamar 2x
Oh Janaina vem ver o Janaina vem ca receber suas flores que eu mandei
lhe ofertar 2x———-Princesa JanainaJanaina linda menina sereia do mar
2x
E no balanço do mar que ela vem e no balanço do mar que ela vai 2x
Saia do mar linda sereia saia do mar venha brincar na areia 2x(Pontos
enviados por Zárath)

———

Caboclo de pena não pisa no chão,


caboclo de pena não pisa no chão,
oi penera no ar que nem gavião,
oi penera no ar que nem gavião

(pontos enviados po Alisson)

———-

Lhe chamam quebra-barreira,


não nega o seu natural…

ele quebra ferro, ele quebra aço,


quebra da frente todo embaraço

(ponto enviado por André)

———-

Um Assovio Passou Na Mata Virgem


Anunciando Que Raiava O Dia!
Uma Linda Flecha Riscou O Firmamento, Lá Bem Alto
Do Bodoque De Araribóia Ela Zunia
Seu Penacho É Todo Feito De Estrelas
Seu Bodoque E Sua Flecha De Indaiá!
Saravá Seu Araribóia Nesta Banda
Ele É Nosso Mestre, Nosso Guia, Saravá!

(Ponto enviado por Silas)

———-
ogum das matas
sou eu
sou eu
ogum das matas
sou eu
sou eu
quem não me conheçe
vai me conheçer
quem não me conheçe
vai me conheçer
eu sou guerreiro
eu sou flecheiro
eu sou guerreiro
eu sou flecheiro
eu sou milongueiro
sou eu
sou eu
sou eu!
———-

Ô jureminha, Ô juremá
o rei das matas mandou lhe chamar
O jureminha,Ô juremá
o rei das matas mandou lhe chamar
jureminha vem ,vem ,vem
saia das matas vem
jureminha vem,vem,vem
vem de aruanda vem
e a passarada vem cantando alegre
la na mata virgem
onde mora seu pai

(Pontos enviados por Bianca)

———-
eu entrei nas matas virgens
eu vi riu eu vi cachoeira
eu vi caboclos da jurema trabalhando na areia
saravei seu xoroque que olhava na pedreira
saravei seu xoroque guardião de seu terreiro
(Ponto enviado por Geraldo)

———-

Caboclo 7 Flechas nasceu


No jardim das oliveiras
Trazia amarrada em sua cinta uma coral
A sucuri e jiboia da aldeia
Oh segura essa cobra
Não deixe ela fugir
O nome dessa cobra
É cobra sucuri

———-
Como é bonita
A pisada do caboclo
Ele pisa na areia
No rastro dos outros
Salve a Sereia
Salve Iemanjá
Salve os caboclos
Da beira do mar
———-
Sultão das Matas
Mandei lhe chamar
Quem está de ronda
É militar
É militar
Quem está de ronda é militar

(Pontos enviados por Sandra)


———-
seu pena verde
quando vem das matas
ele tras na cinta uma cobra coral
era uma cobra coral
era uma cobra coral

Minha Bandeira É Branca ´


É Verde É Encarnada
Sou Caboclo Vira Mundo
Levo Pras Encruzilhadas!
———-

Relampiou!
Lá Na Mata Estremeceu!
É Sinal Que A Falange Neste Momento Desceu!

Segure O Ponto Meus Filhos


Com Muita Fé E Amor
Afirmando A Corrente Da(o) Filha(o)
Seu Treme Terra Chegou!

———-

Seu Zé Francisco é Um Caboclo Das Matas


Tem Sua Cabana Lá No Juremá
Ele Usa Cobertas De Pena
E Leva Sua Flecha Quando Vai Caçar

Ele É Ouri ê!
Ele É Ouri á!

Seu Zé Francisco é Um Caboclo De Lança


Ele Gira Nas Matas E Aqui Neste Congá

Ele É Ouri ê!
Ele É Ouri á!

———-

Caboclo Ventania

Eu Sou Ventania de Umbanda


De Umbanda
Eu Sou Filho Okearô

Mas Quando Eu Chego De Aruanda


É Pra Trabalhar Com Licença De Oxalá

(Pontos enviados por Andreza)

———-

Ponto de Boto Preto


Na lua cheia abalei
Pará numa pedra de brilhante que joguei no meio do mar
O meu pai gemeu, minha mãe chorou, quando viu que o filho dela num
boto se encantou.
(enviado por Suzana)

———-

Chamada de Caboclo
Tumba do lado
Tumba do outro
Segura engoma
Que ai vem caboclo
——
Ori ori ara iara iara
Ori ori ara iara iara
Cadê esse caboclo que eu não vejo onde ele está
Ori ori ara iara iara
——
Abre – te campo formoso
Abre – te campo formoso
Cheio de tanta alegria
O cheio de tanta alegria
O nesta casa tem quatro cantos
Nesta casa tem quatro cantos
Todos eles tem um morador
O todos eles tem um morador
O abre-te campo formoso
Abre-te campo formoso
Cheio de de tanta alegria
O cheio de tanta legria
O Deus nos Salve Casa Santa
O Deus nos Salve Casa Santa
Onde Deus fez sua morada
Onde Deus fez sua morada
Onde mora o Cálice Bento
E a Hóstia Consagrada
cantigas em Barravento:

Pisa caboclo
Aqui nessa aldeia
E mostra o sangue
Que corre na veia
————–
Saia caboclo
Não me atrapalha
Sai do meio
Da samambaia
——
Quebra a cabaça
Espalha a semente
Chama caboclo
Para brinca com agente
——
Êêê boca da mata
Deixa o caboclo passar
Boca da mata
——

Interesses relacionados