Você está na página 1de 1

FACULDADE FRASSINETTI DO RECIFE – FAFIRE

Curso: Letras. Disciplina: Análise do Discurso.


Professora: Maria Lúcia Ribeiro de Oliveira.
Recife, 27 de abril de 2021.
ATIVIDADE DE RETEXTUALIZAÇÃO
Estudantes: Eliane Soares Santa-Brígida (201928005) e
Renata Pereira Monteiro (202018048)

ORLANDI, Eni P. A análise do discurso: mais uma volta nos círculos. In: O que é linguística.
2.ed. São Paulo: Brasiliense, 2009. (Coleção Primeiros passos, 184). p. 58-61.

RESUMO

Segundo Eni Orlandi, a análise de discurso (AD) tem como objetivo principal considerar
a relação entre a linguagem e a exterioridade. Orlandi pontua exterioridade como
condições de produção do discurso, a saber: o falante, o ouvinte, o contexto da
comunicação e o contexto histórico-social. A autora reflete sobre o desenvolvimento da
Linguística, apontando a passagem da teoria descritiva (estruturalismo) para a teoria
científica explicativa (gerativismo), ressaltando que nessa evolução faltava uma teoria
crítica da produção da linguagem, essa criticidade foi trazida com os estudos da AD, na
década de 1960, mesma época em que surgiam os estudos da Sociolinguística, da
Pragmática e da Teoria da enunciação. Eni Orlandi, expõe características das duas
principais linhas de estudos de AD, a linha americana e a linha europeia, na qual a autora
desenvolve seus estudos. Dessa forma, Orlandi afirma que a linha americana apesar de
mudar a unidade de análise (da frase para o discurso) não muda muito seus métodos de
análise que seriam uma continuação dos estudos da análise distribucional, assim, a AD
americana, não concentra seus estudos no que o texto significa, e sim em determinar como
são organizados os elementos que o constituem. Nesse contexto, a autora considera então
que a visão europeia vem a ser uma ruptura metodológica, a partir da qual, para se analisar
os textos é preciso deslocar a reflexão para além das dicotomias língua e fala, competência
e desempenho, nesta visão, a língua não é neutra ideologicamente pois o sujeito que a
produz não o é. A autora conclui destacando que, a AD vem mostrar como os textos
funcionam para além da gramática, observando suas articulações com as formações sócio
históricas e ideológicas.

Palavras-Chave: Análise do discurso. Linhas de pesquisa em Análise do Discurso.


Evolução dos estudos da linguagem.

1/1

Você também pode gostar