Você está na página 1de 7

IMEI

Prof. Paulo Viegas


UPGRADES

Módulo 7 - Manutenção de Equipamentos

UPGRADES

Uma das melhores características do PC é o facto de ser uma arquitectura


aberta, que permite a substituição de componentes com facilidade.

Do velho se faz novo. Há muito poucas áreas onde esta frase pode ser
verdadeiramente aplicada. Mas, felizmente, a informática é uma delas.
Sobretudo quando falamos de PCs de secretária (desktops) onde, regra geral, é
possível mudar todos os componentes.

1
Módulo 7 - Manutenção de Equipamentos

UPGRADES – Análise da Configuração Actual

O primeiro passo no processo de actualização do hardware é fazer uma lista da


configuração actual da máquina. Só assim será possível saber que componentes
são suportados pelos seu actual sistema.

Por exemplo, se a motherboard tem o socket LGA775, onde se encaixa o


processador, então está fora de questão pensar em actualizar o processador
para um dos novos Core i3 ou i5 da Intel mantendo a mesma motherboard. Isto
porque os Core i3 e i5 utilizam um formato de encaixe diferente.

Módulo 7 - Manutenção de Equipamentos

UPGRADES – Análise da Configuração Actual

A motherboard, por ser o componente onde se ligam quase todos os restantes


componentes, acaba por ser a peça mais importante na definição das
possibilidades de upgrade. Logo, deverá verificar com todo o rigor qual é a
motherboard do seu sistema.
Identifique a marca, modelo e versão da motherboard. Com estes dados poderá
consultar o site do fabricante da placa para obter uma lista completa das
especificações e dos processadores suportados.

2
Módulo 7 - Manutenção de Equipamentos

UPGRADES – CPU

Apesar do aumento da importância relativa a outros componentes, com


especial destaque para a placa gráfica, memória e disco rígido, o processador
ainda é um elemento fundamental da definição de desempenho global de um
PC.
Também funciona com factor limitativo. Ou seja, se o processador não
apresentar desempenho q.b., não vai ser possível tirar o melhor partido dos
restantes componentes.

Módulo 7 - Manutenção de Equipamentos

UPGRADES – CPU

CONSULTE o site do fabricante da motherboard para verificar a lista de CPUs


suportados. É provável que tenha de fazer uma actualização da BIOS antes de
mudar o CPU (informação disponibilizada no site do fabricante da
motherboard).

CERTIFIQUE-SE que o novo CPU tem um dissipador apropriado. No caso de


dúvida, opte por comprar um kit CPU + Cooler.

DURANTE a montagem, tenha o cuidado para não danificar os pinos ou


contactos do processador e/ou motherboard. Garante que monta o
processador na posição correcta.

3
Módulo 7 - Manutenção de Equipamentos

UPGRADES – CPU

NÃO SE esqueça de aplicar pasta térmica na superfície do processador que fica


em contacto com o dissipador (uma camada firme e uniforme). Se comprar um
kit CPU + dissipador, a pasta já vem incluída no dissipador, o que facilita a
aplicação.

EVITE tocar nos contactos do CPU e da motherboard.

Módulo 7 - Manutenção de Equipamentos

UPGRADES – DISCO RÍGIDO

O upgrade do disco rígido, não só permite aumentar a capacidade de


armazenamento para os nossos programas e ficheiros, como também pode
melhorar de modo significativo o desempenho do sistema.
Um disco rígido mais rápido permite que os ficheiros sejam carregados e
gravados mais depressa, o que resulta numa maior velocidade do arranque do
sistema, da abertura de aplicações e no carregamento de ficheiros, sobretudo
os mais pesados.

4
Módulo 7 - Manutenção de Equipamentos

UPGRADES – DISCO RÍGIDO

EM PCs mais antigos, é importante verificar se existem portas SATA, que é o


tipo de ligação standard actualmente. Se apenas existirem portas IDE, o
processo de upgrade é um pouco mais complicado porque normalmente exige
a definição de master/slave através de jumpers presentes nos discos rígidos
(instruções normalmente fornecidas com o disco)

VIRIFIQUE se tem portas disponíveis (SATA ou IDE). Atenção que algumas


motherboards incluem portas IDE que não são compatíveis com discos rígidos
– servem apenas para ligar unidades ópticas (drives de DVD, por exemplo).

Módulo 7 - Manutenção de Equipamentos

UPGRADES – DISCO RÍGIDO

REGRA GERAL, os discos novos são mais rápidos que os antigos. Como tal,
deverá reinstalar o sistema operativo e programas no disco novo para ganhar
desempenho.
OS STANDARDS SATA são retrocompativéis, o que significa que não há
qualquer problema em instalar um disco SATA 2 numa motherboard com a
primeira versão do SATA

5
Módulo 7 - Manutenção de Equipamentos

UPGRADES – PLACA GRÁFICA


É o componente mais importante para os jogos e já começa a ser utilizado para
ajudar o processador central (CPU – Central Processing Unit) noutras
aplicações.

CERTEFIQUE-SE – que tem uma fonte de alimentação com potência suficiente


para a nova placa. A fonte deve apresentar linhas de 12v de grande amperagem
e conectores de alimentação eléctrica PCI Express dedicados – as placas mais
poderosas exigem dois conectores de energia.
As placas gráficas de 75W-150W ou mais precisam de alimentação
do conector PCI Express x16 e do novo conector 2x3, incorporado
em algumas das novas fontes de alimentação para operar com
As placas gráficas desempenho máximo.
25W-75W são
alimentadas através
do conector PCI
Express x16 da
desktop board

Módulo 7 - Manutenção de Equipamentos

UPGRADES – PLACA GRÁFICA

NÃO É CONVENIENTE ter instalado no sistema diferentes drivers de


diferentes placas gráficas. De modo a evitar problemas durante a instalação,
recomenda-se que desinstale o drivers da placa gráfica que vai substituir antes
da remoção da mesma.

EVITE tocar nos pinos de contacto e nos elementos electrónicos da placa.

NÃO VALE a pena investir numa placa gráfica de alto desempenho em sistemas
com componentes de baixa performance. É importante existir um equilíbrio
entre os diferentes componentes.

6
Módulo 7 - Manutenção de Equipamentos

UPGRADES – RAM

O aumento da memória RAM é, simultaneamente, o upgrade mais económico


e aquele que conduz a resultados mais visíveis na maioria das aplicações e,
sobretudo, na reactividade dos sistema. Referimo-nos à sensação de resposta
rápida quando, por exemplo, alternamos entre aplicações ou abrimos uma nova
janela. O aumento do desempenho é maior em sistemas onde é habitual
trabalhar-se com ficheiros “pesados”.

Módulo 7 - Manutenção de Equipamentos

UPGRADES – RAM

VERIFIQUE qual é o tipo de memória utilizado. Actualmente a maioria dos


PCs novos vem equipados com memória DDR3, mas se o PC tem alguns anos, o
mais provável é que use memória DDR2.

ABRA o PC para verificar se existem slots de memória disponíveis. Pode


também utilizar um software de detecção de hardware para verificar qual o tipo
de RAM instalado e quantos slots estão livres.

Só vale a pena instalar mais de 3G de RAM em máquinas equipadas com


sistema operativo de 64 bits, porque só este sistemas é que conseguem
endereçar grandes quantidades de memória.