Você está na página 1de 173

TIAGO FONSECA

CRESÇA,
APAREÇA
E ENRIQUEÇA

SE NÃO DESEJA ESSAS 3 COISAS


SE AFASTE DESTE LIVRO
TIAGO FONSECA
CRESÇA,
APAREÇA
E ENRIQUEÇA

SE NÃO DESEJA ESSAS 3 COISAS


SE AFASTE DESTE LIVRO
Editorial: Revisão:
Luana Aquino Rebeca Benício
Estefani Machado
Ícones de miolo:
Capa: Freepik.com.br
Desenho Editorial Flaticon.com

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP)

F676c Fonseca, Tiago.


Cresça, apareça e enriqueça : se não deseja essas 3 coisas se afaste
do livro / Tiago Fonseca. – Nova Petrópolis : MAP - Mentes de Alta
Performance, 2020.
216 p. ; 23 cm.

ISBN 978-65-88485-01-9

1. Autoajuda. 2. Desenvolvimento pessoal. 3. Mindset. 4. Poder da


mente. 5. Pensamento. 6. Sucesso. I. Título.

CDU 159.947

Índice para catálogo sistemático:

1. Autoajuda 159.947

(Bibliotecária responsável: Sabrina Leal Araujo – CRB 8/10213)

Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta obra pode ser reproduzida ou
transmitida por qualquer forma e/ou quaisquer meios (eletrônico ou mecânico,
incluindo fotocópia e gravação) ou arquivada em qualquer sistema ou banco de
dados sem permissão escrita da Editora.

Luz da Serra Editora Ltda.


Avenida Quinze de Novembro, 785
Bairro Centro - Nova Petrópolis/RS
CEP 95150-000
livros@luzdaserra.com.br
www.luzdaserra.com.br
www.luzdaserraeditora.com.br
Fones: (54) 3281-4399 / (54) 99113-7657
SUMÁRIO
INTRODUÇÃO

UMA MENTE À PROVA DE BALAS

OS 4 T’S
SONHOS E OBJETIVOS
DESCOBRINDO SEUS VALORES
Painel de visualizaÇÕES
CONTROLANDO A SUA MENTE
CONQUISTANDO A FELICIDADE
ESCASSEZ VS. ABUNDÂNCIA
LIBERTANDO-SE DO PASSADO
MENTE MILIONÁRIA

ECOSSISTEMA MILIONÁRIO

AMBIENTE
ESTÍMULOS E GATILHOS
PRESERVE A SUA ENERGIA
ENERGÉTICO NATURAL

DESENVOLVA SUAS COMPETÊNCIAS

MONTE O SEU QUEBRA-CABEÇA


DESCUBRA NO QUE VOCÊ É BOM
O PODER DO FOCO
HABILIDADES MAIS VALIOSAS
NÃO ERRAMOS, APRENDEMOS
MATRIZ SWOT

MARKETING PESSOAL

COMO SE VESTIR
COMO FICAR DEZ VEZES MAIS BONITO
COMO SE COMPORTAR
COMO SE APRESENTAR
A LEI DA RECIPROCIDADE

EXPERT EM VENDAS

COMO GANHAR DINHEIRO AGORA


COMO VENDER CONHECIMENTO
COMO ESCOLHER UM PRODUTO FÍSICO
COMO VENDER UM PRODUTO FÍSICO
PRODUTO VS. EXPERIÊNCIA

O QUE TODO NEGÓCIO PRECISA TER

COMO CRIAR UM PROCESSO


META NÃO É CHUTE
MÍNIMO PRODUTO VIÁVEL
SEQUÊNCIA AAAR

O QUE É GESTÃO?

EMPRESA RICA, DONO POBRE


GESTÃO FINANCEIRA

MAIS UM PASSO DA SUA JORNADA PARA O SUCESSO


INTRODUÇÃO
Fala, galera!
Você não tem ideia do quanto eu estou feliz por você estar
lendo este livro.
A minha alegria é imensa por poder estar dividindo este
conteúdo com você e contribuindo para que você realize uma
verdadeira transformação na sua vida.
Você é uma pessoa cheia de competências. Talvez os outros
não o vejam assim, porque você ainda não sabe dominar essas
habilidades.
Mas esta é a minha intenção com este livro: ajudar você a
desenvolver novas habilidades e dominar as que já tem, para
que possa transformá-las num negócio e ganhar dinheiro com
elas.
Também quero te ajudar a ter uma mente blindada e
aprender a gerir tudo isso.
Minha intenção é colocar todo o meu conhecimento ao seu
dispor.
Eu já participei de vários treinamentos que falavam sobre
mindset, sobre como treinar a mente, ganhar dinheiro, e sobre
vendas e gestão, mas nunca encontrei tudo isso num lugar só.
Pensava: “Cara, se a gente conseguisse colocar todo esse
conhecimento num único lugar, a transformação que isso iria
gerar seria gigantesca, porque a gente ia transformar a vida
das pessoas por completo, em todas as áreas”.
Foi isso que aconteceu comigo: eu não me transformei
apenas em uma área; eu passei por uma transformação
completa. E é isso que desejo que você faça também, que você
cresça, apareça e enriqueça.
Neste livro, quero te ajudar a crescer na sua carreira e na
sua vida. Mas para que isso seja possível, preciso que você
esteja 100% comprometido com o seu sucesso e o seu futuro.
Eu dei tudo de mim para escrever para você o livro que
gostaria de ter lido lá atrás. Mas só o meu esforço não vale de
nada se você não juntar o seu.
Então, para começar, eu tenho um pedido para te fazer. Na
verdade, é uma missão!
Ao longo deste livro você deverá realizar vários exercícios
que eu irei te propor.
Vamos juntos nessa transformação?

UM ABRAÇO,
TIAGO FONSECA
OS 4 T’S
Fico muito triste quando vejo que as pessoas acreditam que, para
mudar de vida, precisam de algo que ainda não têm. Não é verdade.
Você – e todo mundo – já tem tudo de que precisa. São quatro
poderes, quatro forças primárias, que a grande maioria das pessoas não
usa, ou usa da pior maneira possível.
Você ser bem-sucedido consiste em saber administrar essas quatro
coisas que já possui, que são as nossas maiores riquezas. Quando
entender isso, você vai perceber que já tem tudo de que precisa para
construir a vida dos seus sonhos.
O que você quer ser? Empresário? Um grande cantor? Um artista
mundialmente famoso?
Não importa! Você só precisa dessas quatro coisas que na verdade já
tem. E agora vou te dizer quais são e como você pode administrá-las da
melhor maneira para conquistar a vida dos seus sonhos.

TEMPO
Muita gente reclama que não tem condição, não tem dinheiro, não
tem isso, não tem aquilo, mas algo que todo mundo tem é tempo.

Pense o seguinte: um bilionário, um multimilionário, o Justin


Bieber, a Anitta, quem quer que seja, todo mundo tem as mesmas 24
horas que você.
Mas você está aí reclamando que não tem resultado. Tudo isso
consiste em como você administra as suas 24 horas. O que você faz com
elas?
Você precisa saber gerenciar seu tempo por meio do essencialismo.
Isso quer dizer que você deve entender que há muitas coisas
acontecendo na sua vida: oportunidades, convites, eventos, coisas boas e
ruins, e outras incríveis. Só é preciso saber escolher as melhores coisas
com que usar suas 24 horas.
Portanto, em vez de ocupar o seu tempo com coisas triviais, que não
vão te levar a lugar nenhum, você vai passar a preenchê-lo unicamente
com coisas relevantes.
Gerir bem o seu tempo consiste única e exclusivamente em entender
o que é essencial e o que é trivial. O que é trivial a gente rasga, e o que é
essencial a gente mantém. Assim, você passa a usar o tempo apenas com
as coisas incríveis que te levam para o próximo nível.
Quando você analisar o seu dia, vai entender a quantidade de coisas
idiotas que está fazendo com o seu tempo e, a partir de então, vai
arrancar todas elas da sua lista, deixando apenas o que gera valor.

TALENTO
O que diferencia você das pessoas ricas? Absolutamente nada.
As pessoas ricas, primariamente, tinham os mesmos quatro T’s que
você tem. A diferença é que elas aprenderam a gerenciá-los e usá-los da
melhor forma, e foi então que se tornaram mais ricas.
Um milionário não tinha nada que você não tenha hoje, neste exato
momento da sua vida.
O primeiro dos quatro T’s é o tempo. Agora, o segundo é o seu
talento.
Todo mundo tem talento – talentos, na verdade. Todo mundo tem
habilidades. Só que uns sabem usá-las e outros, não.
Quer saber como fazer os seus talentos gerarem riqueza? Você
precisa cumprir quatro etapas. São elas:

1. DESCOBRIR quais são os seus talentos e habilidades.


2. DOMINAR esses talentos. Treinar, aprender, se tornar ainda melhor em
tudo aquilo em que você já é naturalmente bom.
3. MULTIPLICAR. Fazer o seu talento se expandir, fazendo mais e mais dessa
coisa todos os dias.
4. MONETIZAR. Aqui é que está o pulo do gato, porque muita gente
descobre, domina e multiplica os seus talentos, mas não tem a
menor ideia de como fazer dinheiro com eles. E é isso que eu quero
te ajudar a fazer. Não adianta ter talentos sem ter resultados.

TESOURO
O terceiro dos quatro T’s é o tesouro. E o que isso quer dizer?
Tesouro nada mais é do que o dinheiro em si.
Não importa qual seja a sua situação nanceira hoje, você tem
dinheiro. Todo mundo tem dinheiro. Do mendigo ao milionário. A
questão é que alguns têm mais, outros têm menos. E sabe qual é a
diferença? A escala de prioridades. Você sempre precisa fazer escolhas.
Se hoje você tem pouco dinheiro, é com esse pouco que vai crescer. É
com esse pouco que você vai multiplicar seu tesouro.
No m, ter mais ou menos tesouro é uma questão de mentalidade, e
não de primariamente ter dinheiro.
E como você faz para administrar corretamente o seu tesouro? É por
meio dos três G’s:

1. GERAR. Que ações você faz que vão te ajudar a fazer dinheiro?
2. GERIR. Qual é o destino que você vai dar ao dinheiro quando ele cair
na sua conta? É isso que vai de nir se você vai ter mais ou menos. O
que faz você não ter dinheiro hoje é a má gestão do seu tesouro.
3. GASTAR. Antes de poder comprar o que você quiser, antes de pensar
em ter o melhor tênis, o carro mais potente, ou fazer a viagem dos
seus sonhos, você precisa aprender a gerar e gerir o dinheiro.

Esse é o grande erro das pessoas. Elas pensam muito mais em como
gastar o dinheiro do que em como ganhar ou como administrar o que
têm. Eu, por exemplo, penso dez vezes por dia em como ganhar dinheiro,
duas vezes em como gerir e só meia vez em como gastar. Acredite, isso
faz toda diferença.

TEMPLO
O que é um templo? É um lugar sagrado, um lugar de respeito,
dedicado a alguma coisa. E qual é a coisa mais sagrada que temos nessa
vida?
É a própria vida. E, para que a vida possa existir, são necessárias três
coisas:

1. CORPO: é a parte que executa as ações.


2. MENTE: é a parte que gerencia, que toma as decisões.
3. ESPÍRITO: é a parte que rege todas as outras.

Muitas pessoas pensam em ganhar dinheiro, mas não cuidam do


corpo, da mente e do espírito. E como fazemos para cuidar dessas três
coisas?
Em primeiro lugar, você precisa entender que o seu corpo é sua
maior arma, seu maior ativo, é a matéria-prima da sua riqueza. É o seu
corpo que vai agir e fazer tudo o que precisa para gerar riqueza. Você usa
o seu corpo para fazer tudo na vida. Sem ele, você não realiza nada. Não
importa a sua área ou o seu trabalho. Você usa o seu corpo o seu corpo
todos os dias para fazer o que precisa.
Pense no seu corpo como um celular. Ele precisa de energia para
executar todos os aplicativos, certo? Se você tentar usar o GPS e o
celular estiver sem bateria, o que acontece? Não funciona. Ele desliga.
Assim é o seu corpo. Se você não cuidar das baterias, ele vai desligar
quando você for executar as tarefas que te farão ganhar dinheiro.
A mente, por sua vez, é quem controla o corpo. São seus
pensamentos. Não adianta estar com o corpo nota 10, cheio de energia, se
a mente não estiver cuidada. Se seu corpo fosse uma Ferrari, a mente
seria o piloto. Se ele estiver bêbado e doido, o que acontece? Ele bate e
destrói a Ferrari.
Para manter a mente sempre saudável, com os pensamentos certos, é
preciso alimentar também o nosso espírito. Existem muitos pilotos
bons. O Rubinho, por exemplo, é um grande piloto, mas nunca foi o
número 1.
O que vai fazer você ser o número 1 é ter um espírito inabalável, como
o do Michael Phelps. Nada abalava o espírito do Michael Phelps. Entrava
ano e saía ano, todo dia ele tinha a mesma ro-tina, a mesma cadência e os
mesmos resultados.
QUANDO VOCÊ APRENDER A GERENCIAR, DOMINAR E CONTROLAR SUAS QUATRO
MATÉRIAS-PRIMAS – TEMPO, TALENTO, TESOURO E TEMPLO –, VAI COMEÇAR A USÁ-
LAS PARA CONSTRUIR SUA RIQUEZA.

Foi exatamente isso que os grandes bilionários usaram para


construir suas fortunas. Nada mais.
Cabe a você fazer bom uso do que tem e parar de dar desculpas.

SONHOS E OBJETIVOS
Você já deve ter visto aquele trecho do livro Alice no País das
Maravilhas em que a Alice pergunta ao Gato que caminho seguir e ele diz
para ela: “Para quem não sabe aonde vai, qualquer caminho serve”.
Quando eu ainda estava tentando mudar de vida, descobri que o
primeiro passo era justamente de nir aonde eu queria chegar. E um
grande problema que vejo em muitas pessoas é que elas não têm um
objetivo de nido.
A pessoa acorda, vai trabalhar, volta para casa, dorme, acorda e
repete tudo... No livro Pai rico, pai pobre, Robert Kiyosaki chama isso de
“a corrida dos ratos”. Se você não acordar para a vida e não perceber que
vive num sistema que te aprisionou numa caixa, não vai conseguir se
libertar dessa corrida nunca. E o primeiro passo para isso é a
conscientização.
Tem uma frase do livro Essencialismo que me impactou muito: “A
capacidade de escolher não pode ser dada nem tirada. Só pode ser
esquecida”.
E o que acontece? As pessoas esquecem que elas podem escolher,
porque foram treinadas e convencidas de que não podem. A humanidade
esqueceu que pode escolher aonde quer chegar.
Sua mãe, seu pai e as pessoas ao seu redor não te ensinaram que você
pode sonhar ser um astronauta e de fato se tornar um astronauta. Se
você quer ser um cantor mundialmente famoso, você pode ser. Quer ser
o novo Mark Zuckerberg, dono do seu próprio Facebook? Você pode ser.
Sabe por quê? Porque eu, você e o Mark somos todos seres humanos, de
carne e osso, com nossas forças, nossos defeitos e nossas necessidades
siológicas.
A única coisa que separa você dos seus resultados é acreditar que
pode escolher alcançá-los. Mas para acreditar, você precisa antes saber
no quê. O que você quer alcançar?

AGORA NÓS VAMOS FAZER UM EXERCÍCIO.


Escreva a seguir todos os seus sonhos.
Nesse momento, esqueça o dinheiro. Faça de conta que dinheiro não
existe. Ou melhor, se você acha que precisa de dinheiro para realizar
seus sonhos, pense que tem agora na sua conta 100 milhões de dólares.
Portanto dinheiro não é mais um problema, certo? Você não precisa mais
se preocupar com isso, vai poder comprar todas as coisas que quiser,
para sempre. Então agora que temos esse acordo de que dinheiro não é
mais um problema, escreva todas as coisas que você quer realizar.
Todas, sem preguiça. Desde as mais triviais até as mais ousadas. Por
exemplo: “Eu quero ser um cantor famoso”, “Eu quero comprar uma casa
para a minha mãe”, “Eu quero dar uma vida melhor para o meu pai”, “Eu
gostaria de ir à Disney”, “Eu quero ter três lhos” etc.
Escreva absolutamente todas as coisas que você gostaria de realizar –
podem ser pessoais, pro ssionais ou de qualquer natureza. O que
importa é você anotar tudo. Extraia tudo o que tem na sua mente.
Um conceito muito comum no mundo corporativo e dos esportes é
que não dá para melhorar o que não pode ser medido. Como podemos
melhorar a sua vida se não conseguimos medir com profundidade e
clareza aonde você quer chegar?
Pare esta leitura agora e faça a sua lista.
Agora que você já apontou todas as coisas que quer realizar, é hora de
organizar tudo isso. Olhe bem para essa lista e divida todos os seus itens
em três grupos:
Depois de fazer esse exercício, você já saberá exatamente aonde quer
chegar e o que quer construir. E você é capaz. Essas coisas que você
escreveu não são idiotas, nem bobagem de sonhador.
Essa lista é coisa de quem acordou para a vida, de alguém que
entendeu que o processo de escolher está em suas mãos. Eu sei que te
disseram a vida inteira que você não podia escolher, mas pode. Não
importa se o seu sonho parece grande demais ou absurdo. Não tem
problema. E mesmo que ainda ninguém tenha feito isso que você sonha,
não há nada de errado. Você vai ser o primeiro.
O céu é o limite. Tudo o que a mente humana consegue imaginar, ela
também consegue realizar. Acredite em mim. Um dia eu acreditei nos
meus sonhos e estou realizando cada um deles. E ainda vou realizar cada
um dos sonhos que imaginei e que ainda vou imaginar para mim, porque
Deus está do meu lado. Ele me deu força para isso, e a força que falta em
mim sobra Nele.

QUANDO VOCÊ ESGOTA AS OPÇÕES DO QUE NÃO DEVE FAZER, SÓ SOBRA UMA ÚNICA
ALTERNATIVA:

A CORRETA!

DESCOBRINDO SEUS VALORES


Agora quero compartilhar com você um exercício de
desenvolvimento pessoal que um grande pro ssional do coaching, o
André, fez comigo. O André é coach de vários artistas, já ajudou muitas
pessoas e me ajudou muito também.
A essa altura você já sabe onde quer estar em 3 meses, 1 ano e 5 anos.
Mas, para alcançar seus objetivos, é importante entender o que rege
você. Quais são seus valores? Quais são as coisas que você mais prioriza?
Tudo aquilo que te deixa feliz é um valor. Todas as vezes que você ca
extremamente contente é porque algum valor seu foi trabalhado ou
aten-dido. Valor é algo que faz parte de você, é intrínseco. São as regras
que regem seu ser e sua vida.
Quando algo acontece e te deixa triste, quando você não está bem, é
porque algum valor seu foi ferido.
Por isso é tão importante identi car quais são os valores que regem a
sua vida. Quando zer isso, vamos conseguir de nir quais são as
melhores escolhas e o que você precisa priorizar ou abandonar para ser
feliz.
Com esse exercício, você vai começar a descobrir a sua essência, o
DNA da sua mente.
Vamos dividir esse exercício em algumas etapas.

PRIMEIRA ETAPA:
CRIAÇÃO DAS LISTAS
Eu vou te pedir agora para fazer algumas listas. É muito importante
que você escreva cada item em ordem e pulando uma linha entre eles,
porque vamos voltar para analisar os tópicos em outra etapa.

Então vamos a elas:

1. “COISAS PELAS QUAIS SOU GRATO...”


Por exemplo:
Minha casa Minha sogra (ou não)
Meu cachorro Minha esposa

Anote todas as coisas que você puder se lembrar.


2. “MINHAS MAIORES DECISÕES...”
Neste tópico assinale quais foram as maiores decisões que você já
tomou e que mudaram completamente o rumo da sua vida até este
momento. Podem ser pessoais ou pro ssionais. Por exemplo:
Minhas maiores decisões...
Casar
Começar a namorar tal pessoa
Terminar o namoro com tal pessoa
Aceitar um emprego
Ter saído de um emprego
Uma briga com o pai
Uma briga com o irmão

Marque todas as decisões que tiveram um verdadeiro impacto na sua


vida, desde quando era criança até agora.

3. “MINHAS REALIZAÇÕES PROFISSIONAIS...”


Liste quais foram as suas maiores realizações pro ssionais e
nanceiras até hoje, tudo aquilo que você alcançou em virtude do seu
trabalho e do seu esforço.
4. “MINHAS REALIZAÇÕES PESSOAIS...”
Agora, escreva quais foram as suas maiores realizações pessoais. Por
exemplo:
Casamento
Lua de mel
Viagens
Reconciliações

Que coisas você já fez que sente no seu coração como realizações
pessoais? Escreva tudo minuciosamente.

5. “COISAS QUE ME MACHUCARAM...”


Este é um momento bem delicado, e você precisa ter muita
maturidade, porque vai listar todas as coisas que te feriram ao longo da
vida, aquelas que mais doeram. Fique tranquilo que a ideia aqui não é
abrir antigas feridas, mas apenas te ajudar a compreender quem é você.
Talvez você não tenha entendido até hoje por que essas coisas
doeram tanto, mas agora vai entender, e, com isso, será capaz de mapear
sua nova maneira de agir segundo quem você é de verdade.
Então escreve aí o que mais te machucou.
6. “MEU MUNDO IDEAL...”
Essa é a última lista do exercício. Preciso que você escreva nela todas
as coisas que fazem parte do seu mundo ideal. Feche os olhos e imagine:
Como é o seu mundo ideal?
O que você tem nele?
O que você faz?
Qual é o seu trabalho?
Onde você mora?
O que você tem?

TUDO O QUE CONSEGUIR IMAGINAR, VOCÊ ESCREVE AÍ.

SEGUNDA ETAPA:
ENTENDENDO SUAS MOTIVAÇÕES
Agora vamos entender o que motivou as suas escolhas e as suas
reações a tudo o que aconteceu na sua vida.
Seria melhor fazermos esse exercício presencialmente, mas eu
acredito que um pouco de clareza é melhor do que clareza nenhuma, e
por isso resolvi compartilhá-lo com você neste livro.
Volte lá na sua lista de “Maiores decisões” e vamos analisá-la para
tentar identi car o que motivou você a tomar cada uma dessas decisões.
Por exemplo, uma das minhas maiores decisões foi me mudar para
São Paulo, e o que me motivou a fazer isso – a sair da minha cidade –, foi
ter paz e liberdade. Nesse caso, eu escreveria “paz” e “liberdade” ao lado
da decisão de me mudar.
Você vai tentar resumir em uma palavra a verdadeira motivação por
trás das suas decisões.
Há várias motivações que você pode colocar. Para você entender
melhor, vou colocar aqui uma pequena lista:
Reconhecimento
Sucesso
Crescimento
Segurança
Liberdade
Alegria
Conexão
Empoderamento
Variedade
Diversão
Clareza
Viver o novo

Fique tranquilo. Isso é só um exemplo. Você pode escrever as


palavras que achar que melhor descrevem o motivo das suas decisões. A
intenção não é usar a palavra perfeita, mas sim permitir que você se
conheça melhor.

Você vai fazer o mesmo exercício com a lista de coisas pelas quais é
grato. Tente encontrar o motivo, em uma palavra, pelo qual é grato por
cada uma dessas coisas.
Por exemplo, eu sou grato pela minha esposa. Por quê? Porque me
sinto amado, sinto que tenho uma conexão com ela, e que ela me
valoriza. Então eu poderia escrever proximidade, reconhecimento.
Então escreva ao lado de cada item da sua lista o que ele representa
para você. Por que isso te faz bem? Se forem dois motivos, não tem
problema, escreva duas palavras.

VOCÊ VAI FAZER ISSO COM TODAS AS LISTAS QUE CRIOU. ABSOLUTAMENTE TODAS.

Quando estiver trabalhando na lista de coisas que te machucaram,


você vai tentar entender o motivo para você ter sentido tanto.
Por exemplo: “Eu briguei com a minha mãe”, mas por quê? O que ela
fez para você brigar com ela? “Ah, ela não queria me deixar sair.” E por
que sair era tão importante para você? “Ah, porque eu não gosto de
ninguém me controlando, quero sair com os meus amigos.” Então,
provavelmente, a sua motivação foi liberdade e conexão. Foram essas
coisas importantes para você que sua mãe “violou” ao não te deixar sair.
Olhe para cada uma dessas situações e se pergunte o que foi que
essas pessoas tiraram de você naquele momento. De na isso em uma
palavra.

Por m, na lista do seu mundo ideal, responda por que essas coisas
são tão importantes para você.
Se você escreveu que quer passar o dia conversando com seus
amigos, por que isso é importante? “Ah, me sinto amado, conectado.”
Pense em cada item das suas listas com bastante atenção, até
encontrar a motivação por trás dele.

TERCEIRA ETAPA:
Levantamento dos valores
Estamos entrando na reta nal do exercício.
A seguir, comece a marcar cada uma das palavras que apareceram:
liberdade, empoderamento, amor, reconhecimento etc.
Escreva uma em cada linha. Ao lado delas, coloque um tracinho cada
vez que aparecerem. Você pode até fazer aquele quadradinho com uma
diagonal, para fechar cinco, sabe?
Quando você tiver terminado de rever todas as suas listas e anotar as
palavras, conte os tracinhos que você fez ao lado delas e anote esse
número antes da palavra.
Vamos supor que “liberdade” tenha aparecido dez vezes. Você vai
escrever assim: 10 Liberdade.
Por m, depois que você já contou quantas vezes cada palavra
apareceu, liste as cinco mais recorrentes, da maior para a menor.
Mais ou menos assim: 1º 2º 3º 4º





Pronto. Essas são as cinco coisas que regem a sua vida. Os seus cinco
maiores valores.

Quando você é grato por alguma coisa, ou se sente feliz por uma
realização, é porque isso está de acordo com um desses cinco valores.
Quando algo te fere, te machuca, na verdade é um desses cinco
valores que está sendo contrariado ou ferido.
E o seu mundo ideal é o re exo da valorização dessas cinco coisas.
A partir de agora você se conhece um pouquinho mais, e toda decisão
que tomar precisa estar pautada nesses cinco itens. Você vai escolher
fazer o que está de acordo com eles e fugir de tudo o que te afeta, agride
ou impede que você viva de acordo com seus valores.

SER RICO, PRÓSPERO E EVOLUIR NÃO SIGNIFICA TER TODO O DINHEIRO DO MUNDO.
O primeiro passo é compreender quem somos, com base nas nossas
virtudes, nas nossas qualidades, nos nossos valores, em como
funcionamos. É apenas respeitando a nossa con guração pessoal que
conseguimos correr atrás dos nossos sonhos. É só assim que temos força
e clareza su cientes para construir os resultados na direção da nossa
felicidade.
PAINEL DE VISUALIZAÇÕES
No livro Quem pensa enriquece, Napoleon Hill nos apresenta o
conceito de “desejo ardente”. É mais ou menos a mesma coisa que o livro
O Segredo chama de “Lei da Atração”. Para podermos materializar o
desejo ardente, a Lei da Atração, vamos usar uma coisa chamada
visualização.
Isso nada mais é que o poder da fé. Quando você acredita piamente
que uma coisa vai acontecer, ela de fato acontece.
Quer um exemplo concreto? A indústria farmacêutica sempre faz o
seu estudo com dois grupos, o que é de fato estudado e o grupo
“controle”. Para o primeiro grupo, eles dão o remédio que estão testando.
Para o controle, eles dão um comprimido chamado placebo, que não tem
nenhuma substância medicinal.
Acontece que eles identi cam curas nesse grupo controle. O fato de
as pessoas acreditarem que estão tomando o remédio faz com que elas
sejam curadas.
Isso prova que, quando acreditamos que podemos alcançar algo,
nossa mente faz com que isso se torne realidade.
Pode ser que você ainda não enxergue o caminho para chegar aonde
quer, mas uma vez que conseguir visualizar perfeitamente seu objetivo e
acreditar 100% que pode alcançá-lo, a sua mente inconsciente, não a
mente consciente, vai trabalhar com a nco para encontrar os caminhos
necessários, as ferramentas e as pessoas necessárias, ou seja, um meio
de fazer você alcançar o que quer.
E como você pode fazer isso? Por meio da visualização.
Você já listou os seus maiores desejos. Então agora vamos construir
um “painel de visualização”.
Você pode usar recortes de revistas ou talvez imprimir as imagens
que escolher. O importante é criar um painel com as imagens do que
quer e colocá-lo em algum lugar, na sua casa ou no seu escritório, onde
possa olhar para ele todo santo dia. Isso pode parecer uma coisa boba,
mas, com o tempo, quando perceber que realmente realizou aquilo, você
vai ver que funcionou.
Não se trata de nenhum tipo de bruxaria, é apenas usar o poder da
nossa mente ao nosso favor, é entender quão poderoso o nosso cérebro
pode ser e deixá-lo trabalhar para nós.
Talvez hoje você não possa comprar um carro novo, uma casa nova,
mas, quando você alimenta seu cérebro com esses desejos, eles começam
a se tornar tão ardentes que se transformam em realidade.
Eu tinha um desses quadros de visualização para o carro novo que
queria comprar. Depois de ter conseguido, até gravei um vídeo falando
sobre isso. (Se quiser assistir, é só acessar esse QR Code utilizando a
câmera do seu celular ou tablet.)
Eu também usei o quadro de visualização quando estava buscando
um novo caminho no YouTube. Eu já não estava mais satisfeito com o
posicionamento do canal Boom, então z um quadrinho em que
manifestava minha vontade de ser o primeiro lugar em audiência. Veja
bem, eu não queria me tornar o Whindersson nem o KondZilla. Nada
disso. Eu queria ser o número 1 em alguma coisa, e acabei conseguindo.
Hoje tenho o maior canal de empreendedorismo do Brasil. Aquele meu
quadro se tornou realidade. Claro que quando o criei, eu não fazia a
menor ideia de como ia construir isso, mas deixei aquela imagem na
minha parede e, todos os dias, quando saía do meu quarto, me deparava
com ela.
Eu ainda não tinha o caminho necessário, mas o sucesso é treino.
Assim como o fracasso é treino. Não se iluda. Para ser um fracassado,
você precisa treinar. Para ser pobre, você precisa treinar. E, infelizmente,
foi para isso que te treinaram a vida toda. Se car repetindo para si
mesmo várias vezes “Eu não vou conseguir, eu não vou conseguir, eu não
vou conseguir”, você estará certo. Não vai conseguir mesmo.
O nosso condicionamento é tão poderoso que, para você ter uma
ideia, existe um exercício que grandes atletas fazem (o Michael Phelps
inclusive fazia muito), que consiste em, antes de cada prova, fechar os
olhos e imaginar todo o trajeto, se imaginar vencendo. A visualização faz
o seu cérebro acreditar que aquilo é uma realidade. E, por acreditar que é
uma realidade, ele começa a encontrar meios de fazer com que aquilo se
concretize.
Muito bem. Seu exercício agora é fazer o seu painel de visualização e
colocá-lo em um lugar onde você o veja várias vezes por dia.
Aqui vale qualquer forma de fazer o painel. Eu, por exemplo, gosto de
ter um quadro grande para cada meta, e espalhá-los pela casa. Você pode
fazer assim, vários, um com cada meta, ou pode fazer um grande, com
várias metas juntas.
Depois que você faz esse painel, é como se ancorasse o sonho no seu
cérebro. Você nem precisa mais car pensando nele o tempo todo. Ele já
está ali, o seu cérebro já está trabalhando. E você vai ver que, com o
tempo, vai conseguir realizá-lo.
Veja essas imagens de alguns painéis de visualização para você se
inspirar.
CONTROLANDO A SUA MENTE
Alguma vez você já estabeleceu um objetivo e não conseguiu
cumprilo? Por exemplo, já começou uma dieta e parou na metade? Já
começou a ler um livro e não terminou?
Por que isso acontece? Por que falhamos com tanta frequência? Por
que não conseguimos realizar o que determinamos?
Não seria ótimo se pudéssemos controlar nossos pensamentos, nossa
mente, para que ela realize tudo o que nos propusermos?
Pois saiba que é possível. A partir de agora você vai deixar de ser um
sonhador, um falador, e vai se tornar um realizador.
Tudo que você disser que vai fazer, vai ter capacidade de realizar. E
eu vou te ensinar algo que vai te tonar cem por cento capaz de con gurar
a sua mente para realizar tudo o que quiser.
Em primeiro lugar, imagine que a sua mente é um triangulo dividido
em três partes.
A primeira parte, o topo, é o CONSCIENTE.
A segunda parte, o meio, é o SUBCONSCIENTE.
E a terceira parte, a base, é o INCONSCIENTE.
O consciente é tudo aquilo que, neste exato momento, está sob o seu
controle. Eu escolho conscientemente comer. Eu escolho
conscientemente beber água. A nossa mente consciente pode escolher o
que fazer.
Mas ela não pode escolher não sentir sede, por exemplo. Ou não ter
fome. Não ter vontade de fazer sexo. Esses são desejos e necessidades
gerados pelo inconsciente.
A mente consciente controla o agora, as nossas ações, mas a maior
parte das nossas reações não são controladas. Isso porque a parte
consciente representa apenas 10% da nossa mente. Os outros 90% são
subconsciente e inconsciente.
O subconsciente é responsável pelas memórias.
Quando você estuda alguma coisa, você começa pelo consciente. Você
toma a decisão consciente de estudar. Aquilo que você aprende ca
armazenado no seu subconsciente. E, depois que você domina o assunto,
depois de fazer aquilo repetidas vezes, aquilo vai para o seu
inconsciente.

Pense num computador. O consciente é a tela, é onde você vê as


coisas. O subconsciente é o HD, que armazena tudo. E o inconsciente é o
processador, que manda na máquina.
Você escolhe conscientemente estudar uma coisa, o subconsciente
armazena as informações e o inconsciente é que escolhe usá-las ou não.
Sabendo disso, como você pode gerenciar a sua mente a partir de
agora?
Todas as coisas que estão na sua mente foram colocadas lá por você
ou por alguém (pai, mãe, avós, professores etc.). Tudo isso chegou a você
pelo seu consciente, inconciente e pelo subconciente. Cada coisa que
você vivenciou através dos seus cinco sentidos (visão, audição, tato,
olfato e paladar) foi adquirida pelo seu consciente. Então, se você quer
controlar a sua mente, tem que escolher muito bem o que entra.
Lembre-se: plantar é opcional, mas a colheita é obrigatória.
Você pode escolher o que entra na sua mente, mas não pode escolher
o resultado disso, porque o seu processador, o inconsciente, só pode usar
os dados armazenados no HD, o subconsciente. E esses dados chegaram
lá pela porta de entrada: o consciente.
A sua mente funciona em cinco etapas, como mostro a seguir:

CONHECIMENTO

PENSAMENTO

SENTIMENTO

AÇÃO

RESULTADO

O conhecimento é a única parte que você naturalmente controla.


Você escolhe o conhecimento que adquire a partir dos seus sentidos, e é
isso que vai determinar absolutamente tudo o que acontece na sua vida.
Quer emagrecer? Então você precisa se abastecer de conhecimento
que o incentive nesse sentido: leia livros sobre emagrecimento, ouça os
resultados de quem conseguiu. A nal, é esse conhecimento que vai gerar
na sua mente novos pensamentos. Novos pensamentos vão gerar
sentimentos diferentes, e, com base nesses sentimentos, você tomará
novas ações. E são as ações que vão gerar seu novo resultado.
Tudo na sua vida é assim! Prosperar também. Para mudar
nanceiramente, ganhar dinheiro e vender produtos, comece a
alimentar a sua mente com esse tipo de conhecimento.
Quer mudar seu resultado? Comece na boca do funil: alimentando
sua mente com conteúdo que te leve na direção do que você quer
alcançar.

NÃO ESPERE RESULTADOS DIFERENTES FAZENDO A MESMA COISA.

CONQUISTANDO A FELICIDADE
Agora vamos conversar sobre o fator determinante para você ser feliz
para sempre.
Já reparou como algumas pessoas têm tudo, mas não estão felizes?
Sabe por que isso acontece? Porque se esqueceram de algo muito
importante.
E se você não aprender isso, vai continuar infeliz também. Você pode
ter o carro dos seus sonhos, morar no melhor lugar do planeta, ter ao seu
lado a mulher mais bonita ou o cara mais bonitão do mundo e, mesmo
assim, não se sentir feliz.
A felicidade não depende do quanto você tem, de quem você é, com
quem você está ou onde mora. A felicidade não está diretamente
relacionada a nada disso. Na verdade, a felicidade depende da maneira
como você enxerga as coisas que tem.
E como você pode ajustar a percepção do que já tem e mantê-la
sempre no mais alto nível?
É pela gratidão.
E isso não é mais novidade para ninguém. Eu sei que você já ouviu
falar de gratidão antes. E talvez ainda se mantenha cético quanto ao
poder que isso tem. Mas, que tal, em vez de duvidar do que estou falando
e fechar este livro, você dar uma chance e ver o que acontece?
Estou falando aqui de algo que eu faço, que funciona muito bem para
mim e me faz sentir pleno, feliz e realizado todos os dias. Ganhando ou
perdendo, eu estou sempre feliz. Não importa o que aconteça no meu
dia, sempre tenho a percepção de que sou uma pessoa feliz. As coisas
podem até afetar o meu semblante e o meu humor, mas nada abala o
meu estado de espírito.

“Mas, Tiago, e se for o velório da minha mãe? Como não vou me


deixar abalar?” Claro que quando perdemos alguém importante, camos
tristes. Mas também podemos pensar que, em vez de nos lamentarmos
pela perda, podemos agradecer pelo tempo que aquela pessoa viveu,
pelos bons momentos que vivemos juntos e por tudo o que ela nos
ensinou. Então, se é o velório da sua mãe, troque o “Ah, Deus, minha mãe
morreu, e agora?” por “Pelo tempo que minha mãe viveu, ela foi uma
mulher de valor. Aprendi muito com ela e tenho em quem me espelhar
para ser uma pessoa amorosa e de sucesso”. Entende como a percepção
das coisas muda tudo?
Quando deixamos de reconhecer o valor de alguma coisa, nosso
cérebro dá a isso um ar de insigni cância, como se não fosse importante.
Ao contrário, quando a rmamos várias vezes a existência de algo e
reconhecemos o seu valor, nosso cérebro nos dá mais disso.

A PALAVRA CONVENCE, O EXEMPLO ARRASTA.

Por exemplo, se você a rma a si mesmo o tempo todo que está acima
do peso, “Eu sou gordinho, eu sou gordinho, eu sou gordinho”, quando
alguém chegar para você e comentar “Nossa, está precisando emagrecer,
hein?”, o que acontece? Você vai começar a procurar problema no seu
corpo, mesmo que esteja bem magrelo. Seu cérebro vai te mandar
mensagens como: “Será que eu sou gordo mesmo? Será que preciso
emagrecer muito? Será que vou conseguir?”.
Para você ter ideia, pessoas que pensam que são gordas (mesmo não
sendo) sofrem de anorexia. Elas fazem de tudo para emagrecer e passam
dos limites. Por quê? Porque elas se disseram muitas vezes que estavam
gordas, e seu cérebro acreditou.
Quando você se diz insistentemente alguma coisa, o seu cérebro se
convence disso...
Porém, da mesma forma que você pode treinar seu cérebro para ver
as coisas ruins, pode também treiná-lo para se concentrar nas coisas
boas.
Agora quero que você faça um exercício que me ajuda muito. Faça
uma lista de todas as coisas pelas quais você é grato. Pense em cada
detalhe. Certa vez ouvi algo que teve muito impacto em mim. Era mais
ou menos o seguinte: imagine se, amanhã pela manhã, você acordasse e
só tivesse as coisas pelas quais agradeceu hoje. O que você ainda teria?

Forte, não é? Mas te ajuda muito a entender pelo que você deve
agradecer. Alguma vez você já agradeceu pela água encanada da sua
casa? Quase ninguém se lembra disso. Mas imagina acordar um dia e não
ter água para escovar os dentes, cozinhar, tomar banho e até dar a
descarga...
Então agradeça hoje por tudo o que você tem e que torna a sua vida
melhor, mais fácil e mais feliz.
Ter um emprego, uma esposa ou um marido, roupas no armário,
papel higiênico no banheiro, uma casa para morar, morar em
determinado bairro, ter certo vizinho, conhecer tal pessoa. Todas as
coisas pequenas e grandes que se lembrar.
Você vai fazer uma primeira lista com muitas coisas. Depois você faz
uma menor, com no mínimo três coisas, todos os dias. E cada vez que
estiver sentindo sua energia fraquejar, leia o que escreveu.
Tenho uma con ssão a fazer: às vezes eu me esqueço de fazer a lista
da gratidão, porque também sou humano. Tem vezes que passo até uma
semana sem fazer meu exercício de gratidão. Sabe o que acontece nesses
casos? Eu começo a me sentir angustiado. Sabe quando você sente que as
coisas não estão dando certo? Eu penso: “Cara, eu sou mesmo um
fracassado. Tentei fazer tal coisa e não consegui”. E aí você começa a se
sentir a pior pessoa do mundo, como se não fosse mais capaz, como se
não fosse bem-sucedido, como se nada na sua vida prestasse e suas
realizações fossem pequenas...
Quando isso acontece, é um sinal muito claro de que a saúde do seu
espírito está abalada.
Essa é a hora de voltar ao exercício da gratidão. Acredite. Eu faço
isso. Listo todas as coisas pelas quais sou grato e em cinco minutos estou
feliz de novo.
Portanto, se você quiser manter a sua mente motivada, de forma
intensa, escreva todos os dias os motivos pelo qual você é grato. Assim,
você vai estar sempre feliz.
“Ah, mas e quando as coisas estiverem dando errado de verdade?”,
você pode estar se perguntando.
Bem, um conceito que tenho para mim é que nós nunca perdemos.
Ou ganhamos ou aprendemos.
Na vitória, nós comemoramos; na derrota, nós aprendemos.
É por isso que a derrota ou a di culdade não podem alterar o seu
estado de felicidade – como acontece com a maioria das pessoas. Elas
pensam que quando perdem, acabou. Não! Quando perdemos é que
temos a verdadeira oportunidade de crescer, de evoluir.
É só reconhecendo isso e sendo gratos pela lição que tiramos da
derrota que poderemos ser felizes com ela, ou apesar dela.
Quando você entende que há um aprendizado em cada derrota, sua
percepção começa a mudar. Onde existia o caos, você encontra alegria.
Onde existia destruição, você vê uma or nascendo. Você passa a
enxergar coisas boas onde o resto do mundo só vê coisas ruins.
E é a gratidão que faz isso com você. Pessoas gratas são mais felizes,
mais realizadas, não falam mal dos outros, enaltecem as qualidades.
Comece a exercer a gratidão todos os dias e você vai se tornar uma
pessoa melhor, mais feliz, mais motivada, mais de bem com a vida.
E então, com a saúde mental restabelecida, vai ter clareza para correr
atrás dos seus verdadeiros objetivos, e não atrás de coisas fúteis que não
vão te levar a lugar nenhum.

O MUNDO JAMAIS VAI TE CONHECER SE NEM VOCÊ MESMO SE CONHECE.

ESCASSEZ VS. ABUNDÂNCIA


Uma das maiores diferenças entre as pessoas que têm dinheiro e as
que não têm é o seu pensamento.
As pessoas pobres pensam o tempo todo que não podem ter mais. É
como se estivessem fadadas a não ter nada para sempre. Isso é
mentalidade de escassez. Esse tipo de mentalidade funciona mais ou
menos assim:
A pessoa já almoçou em casa, mas se alguém a convida para um
churrasco, dizendo que banca tudo, ela vai comer de novo, mesmo já
tendo almoçado.
Isso é a mentalidade de escassez em ação. Pessoas que pensam assim
acreditam que as oportunidades da vida são muito raras e que nunca vão
aparecer outra vez, então elas precisam aproveitar.
É como se essa pessoa pensasse sempre: “É o começo do m”.
Os ricos, por sua vez, pensam que as oportunidades são o “início do
in nito”. Ou seja, aquela oportunidade é só a primeira de muitas que
ainda virão.
Para car mais visual, observe os dois desenhos a seguir:

Mentalidade do rico / Mentalidade do pobre


O pobre pensa que agora ele tem alguma coisa (parte superior, mais
larga), mas que isso vai acabar (parte inferior, mais estreita). Então, ele
tem que aproveitar ao máximo.
Já o rico é o contrário. Ele pensa: “Essa foi apenas a primeira (parte
superior, mais estreita) de muitas”.
Quando pensamos com a mentalidade de escassez, nos tornamos
“tomadores” (do inglês, taker). Quando pensamos com a mentalidade de
abundância, nos tornamos “doadores” (do inglês, giver).

É
Quem é o tomador? É aquele cara que só chega para pegar. Ele nunca
contribui com a vida, não contribui com nada para ninguém. Ele está
aqui para saquear. Tem que pegar alguma coisa aonde quer que chegue.
Quando encontra os amigos, é sempre para pedir alguma coisa. Quando
vê alguém de quem ele gosta, que admira, vai logo pedindo uma dica. É
uma pessoa tóxica, que sempre quer receber, está sempre pedindo. Ele
pensa que tudo vai acabar e que tem que fazer o máximo para aproveitar
agora.
Se até aqui você agiu assim, tem que parar de pensar como um
tomador. Tem que passar a ser um doador. Mas como começamos a
pensar com abundância? Como mudar nosso pensamento?
Sempre busque as melhores hipóteses.
Quando pegar seu dinheiro no m do mês, por exemplo, em vez de se
perguntar se vai dar para pagar as contas, pense: “Este dinheiro vai ser
su ciente para pagar minhas contas e ainda vou ter algum para
guardar”.
Se algum pensamento de preocupação surgir (“E se eu bater meu
carro?”, “E se eu car doente?”), você vai imediatamente trocá-lo pela
ideia de que vai dar um jeito, que não vai car sem dinheiro.
Já foi comprovado que 85% das nossas preocupações não se
concretizam. Ou seja, a pessoa que tem mentalidade de escassez passa
85% do tempo se preocupando com coisas que não vão ajudá-la em nada.
De agora em diante, você vai usar esses 85% do seu tempo para
pensar positivamente, acreditando que as coisas vão funcionar.
Outro exemplo: O que você costuma fazer quando vai estacionar o
seu carro? A grande maioria das pessoas estaciona assim que encontra
uma vaga próxima, para garantir. A partir de agora, quero que você
pense que vai encontrar uma vaga na porta do lugar aonde você vai. Eu
normalmente consigo a melhor vaga, porque penso com mentalidade de
abundância. Em vez de pensar “Deixa eu aproveitar essa vaga logo,
porque não deve ter outra mais perto”, eu penso: “Deixa eu ir mais para a
frente, porque com certeza vai ter uma vaga melhor lá”.
Treinar a mentalidade de abundância é agir de forma positiva. Se
você anda com pessoas negativas, que acham que tudo vai dar errado, já
comece a se afastar dessas pessoas, porque elas são os grandes pivôs de
você ser escasso e não ter prosperidade.
Nós não nascemos com a mentalidade da escassez. Acredite se
quiser, mas você treinou a vida inteira para isso.
Portanto, não pense que vai desligar essa mentalidade e ligar a
abundância da noite para o dia. Não, você precisa treinar a pensar e a
agir positivamente. A partir de hoje, você vai treinar rebater seus
pensamentos negativos com pensamentos positivos.
LEMBRE-SE:
A ESCASSEZ NÃO TE LEVA A LUGAR NENHUM, SÓ TIRA O QUE VOCÊ TEM. A
ABUNDÂNCIA, POR SUA VEZ, TE LEVA LONGE, É O COMEÇO DO INFINITO.
LIBERTANDO-SE DO PASSADO
Se tem uma coisa que é fundamental para você conseguir buscar seus
resultados de forma consciente é a sua capacidade de fazer escolhas.
Observe olhe a imagem a seguir, que representa a sua mente
consciente:

Como expliquei antes, 85% das nossas preocupações não se


concretizam. Ou seja, todo esse pedaço grandão que você está vendo aí é
energia e potencial sendo desperdiçados.
Aquele pedacinho pequenininho é que representa os 15% das nossas
preocupações que realmente são importantes.
O pior é que, desses 85% de preocupações inúteis, algumas são
extremamente destrutivas. Elas surgem da nossa memória de situações
anteriores. Ou seja, nos preocupamos porque estamos presos ao passado
e às experiências ruins que tivemos ou que os outros nos contaram.
Portanto, para ter resultados, você precisa se desvincular do passado
e, claro, evitar as preocupações excessivas com o futuro. Você não pode
fazer nada pelo seu passado; tampouco pode antever o que vai acontecer
no futuro. Mas, se quer que ele seja promissor, positivo e abundante, tem
que começar a trabalhar nele agora. É só se concentrando no presente
que você pode construir o futuro que quer ter.
Os resultados nascem quando você se preocupa com o momento
presente.
Para que você possa agir agora e seguir adiante rumo ao futuro dos
seus sonhos, preciso te ajudar a resolver os problemas do passado.
Eu sei que muitas pessoas zeram várias coisas com você: te
ofenderam, te maltrataram, falaram coisas que você não queria ouvir.
Talvez tenham até te batido ou humilhado. Sei que existem uma ou mais
pendências com alguém que, infelizmente, você não consegue resolver.
Talvez não consiga olhar na cara dessa pessoa. Talvez só de pensar nela
comece a sentir ódio... E aí essa raiva toma conta dessa parte do seu
cérebro que devia ser usada para construir seu resultado, o seu futuro.
Pessoas que estão presas ao passado não podem construir uma vida
incrível. Não dá. Não tem como dividir a energia.
Agora eu quero propor alguns exercícios para você se libertar do
passado. Foi algo que funcionou muito para mim e que tenho certeza que
vai te ajudar muito também, mas para isso você deve estar com a mente
muito aberta.
Procure um lugar tranquilo, sem ninguém por perto. É um momento
para estar apenas você e Deus.
Para construir uma vida incrível, você não pode guardar nenhum tipo
de rancor. Você precisa perdoar todo mundo que te fez mal. Eu sei que
não é simples perdoar as pessoas, mas é tão libertador que só isso já
valeria pelo livro inteiro.
Quando você perdoa alguém, não faz isso pelo outro, e sim por você
mesmo. Imagine que todas as vezes que pensa em alguém você sinta
ódio. Quem está cando mal com isso: você ou o outro? Você! E pode ser
que essa mesma pessoa não sinta absolutamente nada quando pensa em
você.
Ou seja, quando não perdoa alguém, é você que carrega essa pessoa
para sempre. Por que você ia querer carregar para onde quer que fosse
alguém de quem nem gosta?
A partir de agora, você vai mudar a sua mentalidade. Se alguém te fez
mal, pense: “Segue o seu caminho. Vai embora. Aconteceram várias
coisas, você me ofendeu, me machucou. Mas eu cresci. Você me falou que
eu não ia conseguir, que eu seria um zé-ninguém, mas eu evoluí e
aprendi muitas coisas. Então segue o seu caminho. Eu estou te
perdoando. Toma o meu perdão. Talvez você não mereça ser perdoado,
mas eu mereço te perdoar, porque, quando eu perdoo, eu me liberto.
Segue o seu rumo”.
Depois que você entender que perdoar é algo que faz por si mesmo, e
não pelo outro, o próximo passo é pensar positivamente sobre todas as
situações.
Todas as pessoas que de algum modo te feriram, deixaram uma lição.
Que lição foi essa? O que você aprendeu com essas situações?
Se essas pessoas te humilharam e falaram que você não ia conseguir,
já tem um motivo para enxergar bene ício nessa história toda. Hoje você
vai pensar nessas pessoas e falar: “Muito obrigado. Eu só tenho que
agradecer a vocês, porque foi o seu não que me fez persistir. Foi o fato de
duvidarem de mim que me fez ir além”.
Tente enxergar o lado positivo de todas as situações. Mar calmo não
forma bom marinheiro e até o diamante é formado sob pressão.
Foram as coisas ruins que te aconteceram que tornaram você o
diamante indestrutível que é hoje, essa pessoa casca grossa, que nada
derruba. Se as situações negativas do seu passado não tivessem
acontecido, você não seria a pessoa incrível que é hoje.
Por m, a terceira e última coisa que você deve entender – e mudar –
é o que você alimenta sobre as pessoas. Quando alimentamos apenas
seus pontos negativos, continuamos nutrindo sentimentos ruins em
relação a elas.
Então vamos ao exercício: escreva o nome da pessoa que te
machucou e escreva três qualidades dela. Eu sei que você pode achar que
ela é uma pessoa horrível, mas alguma qualidade ela tem. Ela não é o
capeta – e mesmo o capeta tem lá suas qualidades; ele é muito
determinado, por exemplo.

Esse é o desa o: encontre três qualidades das pessoas que te


machucaram. “Ah, ele fez isso comigo, mas não posso negar que é um
excelente pai.” “Ele fez isso comigo, mas sabe fazer networking.” “Se tem
uma coisa em que essa pessoa é boa, é em cozinhar...” Não importa o que
seja, encontre três qualidades dessas pessoas.
A seguir vem o passo mais di ícil. Quando alguém vier falar mal delas
para você, sua atitude precisa mudar. Primeiro, você não vai mais se
juntar ao falatório. Em segundo lugar, você vai rebater o que estão
dizendo com as qualidades que listou. Eu sei que no começo pode ser
muito di ícil. Mas quando zer isso, você não estará mais preso a
ninguém. Internamente terá se libertado do passado.
As pessoas podem ter características ruins, mas agora você se tornou
uma pessoa melhor, que sabe escolher quem caminha ao seu lado. É por
isso que pode deixar essas pessoas irem embora e seguirem seu
caminho, sem guardar rancor. Você entende que todo mundo tem
defeitos e que elas foram colocadas na sua vida não para te chatear, mas
para serem as tempestades que açoitaram seu barco e permitiram que
você se tornasse um marinheiro excelente.

MENTE MILIONÁRIA
Tudo o que falamos neste capítulo foi para que você construísse uma
mente milionária.
Quando você entende que precisa ter objetivos de nidos, faz seu
painel de visualizações, cria um propósito inabalável, vence os traumas
do passado e aprende a alimentar sua mente com o que vai mudar seus
resultados, você abandona a mentalidade de escassez e acredita que
pode construir seu novo futuro. Você constrói uma mentalidade
próspera, uma mentalidade milionária.
Restam poucas coisas a acrescentar para garantir que você realmente
está saindo desse estágio com a mente milionária.
A primeira coisa é: quem tem uma mente milionária não pensa que
as coisas são obras do acaso, em vez disso entende que é totalmente
responsável pelos seus resultados. Pessoas pobres de espírito e de mente
pensam que as coisas simplesmente acontecem. Mas as pessoas de
mente milionária pensam: “Quem faz as coisas acontecerem sou eu. Eu
sou responsável por fazer as coisas darem certo na minha vida”.
E é verdade. O poder está na sua mão. Você não é obra do acaso. Há
acontecimentos bons e ruins na vida de todo mundo, mas as coisas boas
acontecem mais para as pessoas que se esforçam para que elas
aconteçam.
Agora é a hora de você fazer acontecer. Entender que você é o
protagonista, o responsável por fazer as coisas se realizarem na sua vida.
Você não é um coitadinho. Você é um vencedor, um realizador.
Outra coisa que você precisa entender é que está entrando nesse jogo
para ganhar. Está aqui para apostar suas chas: sua vida, seu tempo, seu
esforço, sua dedicação. E você não tem duas vidas para tentar. Então
precisa se dedicar de verdade e partir para cima. Sua vontade de vencer
tem que ser sempre maior que seu medo de perder. Ou você vai
continuar vivendo na escassez.
É assim que uma mente milionária pensa.
A mente milionária foca nas oportunidades, não nos obstáculos.
Não pense no que vai acontecer se der errado, em vez disso pense no
tanto de coisas boas que vão acontecer se der certo.
E mais: se você tem raiva de quem é rico, precisa mudar isso. Como
você vai enriquecer se sente raiva dos ricos? Vai sentir raiva de si
mesmo? E sabe qual é o passo essencial para poder ajudar os pobres?
Deixar de ser um...
Pare de culpar os ricos pela sua situação nanceira. Se você é pobre, a
responsabilidade é sua, e a culpa é da sua mentalidade.
Em vez de raiva, sinta admiração. O sucesso deixa pistas e os ricos
têm qualidades que, se você começar a entender, pode trazer para a sua
vida, implementar e ver a mudança acontecer.
Se você ainda não tem a mente cem por cento milionária, tem que
entender que agora o jogo é outro. Você não é mais remunerado por
tentar. Tentativas não contam nesse jogo. O que conta é o resultado.
Apenas os fracassados querem ser parabenizados por tentativas. Nós,
não. Nós querermos ser parabenizados por vencer o jogo. A nossa glória
está nos resultados.
A mente milionária não tem medo disso porque é a primeira a querer
correr atrás de seus bons resultados.
Ser patrão não é liderar uma equipe; ser patrão é liderar a si mesmo.
Patrão é quem faz porque quer, não porque alguém mandou ou porque
vai ser cobrado. Fazer as coisas quando alguém cobra é fácil. O grande
desa o é fazer quando não tem ninguém no seu pé.
Ninguém vai te dar nada sem resultado, ninguém vai pagar seus
boletos. O vencedor é o primeiro a entrar em ação e o último a reclamar.
A partir de agora você tem o conhecimento e as ferramentas para
começar a ter a mente necessária para inserir novas informações na sua
cabeça. Você está pronto para ir para a próxima etapa da sua
transformação.
Como é o ecossistema do Brasil? No ecossistema brasileiro
nascem plantas tropicais. Os animais que vivem aqui são
adaptados ao clima mais quente. Um urso polar, por exemplo,
não consegue viver no Brasil. O ecossistema é que determina a
vida que existe no país e como ela acontecerá.
Se formos para o deserto, vamos perceber que o
ecossistema de lá é completamente diferente. Um elefante ou
uma girafa não conseguem sobreviver no deserto. Já um
camelo consegue sobreviver por um longo período, porque está
preparado para isso.
O que isso quer dizer em termos práticos? O ecossistema –
todas as coisas ao nosso redor – contribui para conseguirmos
ou não o que desejamos.
O ecossistema em que você está inserido contribui para que
você se torne quem quer ser, mas também pode ser fator
determinante para que você não consiga chegar a lugar algum.
O nosso objetivo neste capítulo é fazer com que você mude
o seu ecossistema e tenha as condições perfeitas para que o seu
sucesso aconteça. O ecossistema que você vai criar a partir de
agora vai te conduzir de modo a gerar riqueza
automaticamente.

AMBIENTE
A primeira coisa que precisamos mudar no ecossistema é o
ambiente. É o lugar exato onde estamos inseridos. Você é fruto
do ambiente onde vive. Seus gostos são in uenciados pelo seu
ambiente: a música que você ouve, a comida que você come, as
roupas que você usa, tudo isso é fruto do ambiente.
Se você está em um ambiente ruim, que tipo de fruto você
vai ser? Ruim, claro. Do mesmo modo, se o ambiente é bom,
você será um fruto bom. Então, para mudar a nossa realidade,
precisamos transformar o nosso ambiente ou encontrar o
ambiente certo.
Não tente vencer o ambiente. Em vez disso, encontre o
ambiente que te faz vencer.
Repare no ambiente em que você está, porque ele mostra
quem são as pessoas que o frequentam. Por exemplo, quer
encontrar caras fortes, malhados? Você vai aonde? Certamente
não é no McDonald’s. Você vai numa academia. A academia
fabrica pessoas assim. Se você for ao McDonald’s, vai encontrar
pessoas acima do peso, com uma barriguinha (ou magrelos, que
não engordam não importa o que coloquem para dentro).
Muitas vezes nós não percebemos quem somos. É di ícil
fazer uma autoanálise e perceber quem nos tornamos. Mas é
muito fácil olhar para o outro e perceber se ele é bom ou ruim.
Mas esse outro está perto de você? No mesmo ambiente? Onde
você está? Comece a olhar as pessoas ao seu redor. Analise o
seu pai, sua mãe, seus irmãos, seus amigos, seus colegas de
trabalho ou de curso. E agora decida: você quer ser igual a eles
ou não? Você realmente quer ter o mesmo futuro do seu pai e
da sua mãe? Se você me disser “Eu quero ser pelo menos a
metade do que meu pai e minha mãe são”, então você tem um
excelente ambiente familiar.
Você quer ser exatamente igual aos seus professores da
escola? Igual aos seus amigos da escola ou aos pais deles? Se
você não quer isso, então o ambiente em que você está não é
um ambiente legal.
O ambiente certo para você é aquele em que você olha ao
redor e pensa: “Caramba, essas pessoas são muito melhores
que eu e eu quero ser exatamente igual a elas”. Do contrário, se
você está cercado de pessoas piores que você, com quem não
quer se parecer, saia desses ambientes o mais rápido possível.
Olhe para as pessoas e se pergunte: Essas pessoas sabem o
que eu preciso saber para chegar aonde eu quero?
Essas pessoas têm a energia que eu preciso ter para chegar
aonde eu quero?
Essas pessoas pensam como as pessoas que estão aonde eu
quero chegar?
Se a resposta for não, afaste-se dessas pessoas.
Evite pessoas negativas, que vão te jogar para baixo, que
não acreditam no que você acredita. E procure outras que estão
indo na mesma direção que você. Mesmo que você que só com
um amigo, não importa. Lembre-se: no topo não tem lugar
para muitas pessoas. Já viu como a base do morro é muito
maior do que o topo?

Mas e quando esse ambiente di ícil e hostil está dentro de


casa? Seu pai, sua mãe... o que fazer? Comece a adotar horários
alternativos. Acorde antes deles. Enquanto estiverem todos
dormindo, não há ambiente desfavorável. Não tem ninguém
falando que você não vai conseguir ou que isso é besteira... É
nesse momento que você constrói o seu sucesso.
Quem você está seguindo nas redes sociais? São pessoas
que vão te levar aonde você quer chegar? Você quer emagrecer,
mas ca seguindo páginas de guloseimas? Está errado! Tem
que seguir páginas de receitas tness, saudáveis. Entende?
Você tem que se cercar do que quer ser. Pare de seguir pessoas
tóxicas e siga quem já chegou aonde você quer chegar.

APAGUE TODAS AS LUZES QUE VOCÊ NÃO QUER VER BRILHAR NA SUA VIDA
E DEIXE APENAS AS LUZES QUE VÃO ILUMINAR O CAMINHO CERTO PARA
VOCÊ SEGUIR.
ESTÍMULOS E GATILHOS
Agora vamos falar sobre como treinar o seu cérebro para
que você alcance o sucesso no piloto automático.
Quando você aprende uma nova habilidade, como andar de
bicicleta ou dirigir, no início precisa car pensando no que
fazer. Você olha para o pedal, treme ao virar o guidão. No carro,
você precisa olhar para o câmbio para passar a marcha. Você
tem que pensar em todos os seus movimentos.
Mas chega um momento em que isso passa a ser natural.
Você simplesmente sobe na bicicleta ou entra no carro e sai
andando, sem pensar muito. Isso acontece porque o nosso
cérebro tem a incrível habilidade de colocar as coisas no piloto
automático. O objetivo dele é economizar energia.
As tarefas que o cérebro colocou no piloto automático para
economizar energia são chamadas de hábitos. A grande
questão é que temos maus hábitos. Tarefas ruins que nosso
cérebro insiste em realizar, mesmo a gente não querendo,
porque permitimos que ele se programasse dessa maneira.
O que vamos fazer agora é instalar novos hábitos, colocando
coisas boas no piloto automático.
ENTENDENDO O SEU CÉREBRO
Toda vez que você faz uma coisa nova, abre-se um caminho
no seu cérebro. Dois neurônios se comunicam para passar essa
nova “informação”, criando uma sinapse. As sinapses são os
caminhos abertos para passar as informações no nosso
cérebro.
Para cada coisa que aprendemos forma-se uma nova
sinapse. Ou seja, se você vai beber água pela primeira vez, o
cérebro abre as sinapses necessárias. Quando você for beber
água de novo, ele não vai criar uma nova sinapse, e sim usar as
que já existem.
Já caminhou por uma trilha no meio do mato? O que é a
trilha? Um caminho pelo qual alguém já passou. Quanto mais
pessoas passarem por ali, mais marcado ca o caminho, certo?
E para uma trilha sumir, são necessários anos, talvez até
décadas, sem que ninguém passe por ali.
O mesmo acontece com as sinapses. Quanto mais você usar
o caminho, mais forte ele vai car. E para um caminho
“enfraquecer”, perder a relevância para o seu cérebro, é preciso
muito tempo também.
Por isso, quando você quer criar um bom hábito, precisa
seguir alguns passos, do contrário ca quase impossível,
porque o seu cérebro, para poupar energia, vai seguir os
caminhos que já conhece.
O primeiro passo é entender que para alguma coisa
acontecer, ela precisa de gatilhos. Portanto, você precisa
di cultar que os maus hábitos aconteçam e facilitar a vida dos
bons hábitos. Para isso, você precisa entender quais são os
gatilhos que acionam os seus hábitos ruins. Observe a sua vida
e como as coisas acontecem. Por exemplo: você decidiu que não
quer mais assistir à televisão a noite inteira, mas quando se dá
conta, já está largado no sofá, com a TV ligada e o controle na
mão. O que aconteceu antes de ligar a TV? Você se sentou no
sofá. E por que você se sentou no sofá? Porque estava cansado.
Então você já sabe que, se estiver cansado e se sentar no sofá,
vai acabar ligando a televisão. O gatilho para isso é o “sentar no
sofá”. Da próxima vez você deve fugir do sofá. Chegou cansado?
Sente-se na cadeira da cozinha, ou deite-se um pouco na cama.
Qualquer coisa, menos o sofá.
Uma coisa que acontece muito comigo para furar a dieta (e
provavelmente com todo mundo) é: toda vez que estou com
fome e não tem nada saudável pronto para eu comer, eu como
besteira. Se eu tiver que preparar a comida na hora da fome,
esquece, adeus dieta. O gatilho para eu sair da dieta é não ter a
comida da dieta pronta. Se eu tiver que me esforçar muito,
meu cérebro desiste. Eu não posso, em primeiro lugar, car
com muita fome, porque isso me tira a capacidade de pensar
com a razão. E, em segundo lugar, não posso deixar faltar a
comida certa.
Agora eu quero que você faça uma análise. Responda as
seguintes perguntas:

1. Qual é o mau hábito que você quer deixar de ter?


____________________________________________________________

____________________________________________________________

2. Quando você faz isso?


O que acontece imediatamente antes do mau hábito
aparecer?

____________________________________________________________

____________________________________________________________

3. Qual é o gatilho para o mau hábito?


____________________________________________________________

____________________________________________________________
4.Como você pode substituir esse hábito? Que gatilhos
pode criar?

____________________________________________________________

____________________________________________________________

Veja o exemplo a seguir:

1. Meu mau hábito é perder muito tempo no celular, vendo


as redes sociais.

2. Eu faço isso sempre que tenho um tempinho livre. Me vi


livre um minutinho que seja, já pego o celular e vou
veri car as redes.

3. O gatilho é car sem nada para fazer.

4. Para mudar isso, posso deixar um livro do meu lado, de


prontidão. Assim que tiver o tempinho livre, em vez do
celular, pegarei o livro.

Outra forma de evitar maus hábitos é retirar do ambiente


tudo o que os incentive. (Calma, não precisa vender o sofá!)
Tudo acontece por meio de estímulos, então, se você quer fazer
dieta, vai deixar a foto de um hambúrguer na cozinha? Não vai,
porque essa foto vai funcionar como um estímulo (e te levar
para longe do seu objetivo).
Nossos pensamentos normalmente são desencadeados por
estímulos. Se eles não existissem, teríamos zero pensamentos.
Mas somos estimulados o tempo todo pelos nossos cinco
sentidos. Em maior ou menor grau, você é afetado por todas as
coisas ao seu redor.
Cada estímulo gera um pensamento semelhante. Se você vê
a foto do hambúrguer, não vai pensar em gente morrendo, por
exemplo. É muito mais provável que pense em fome ou em
comer coisas gostosas.
Os pensamentos que os estímulos atraem são coisas que,
além de semelhantes, já estão dentro da sua mente. Por isso,
você precisa alimentar o seu cérebro com coisas boas, para que
isso fomente pensamentos bons.
Quando você consegue controlar as duas coisas – o que
entra na sua mente e quais estímulos quer ter –, ca muito
mais fácil se livrar dos maus hábitos.
Agora imagine que você decidiu largar o celular e começar a
ler. Lembra que seu cérebro já formou uma sinapse bem forte
de pegar o celular. Na primeira vez que você de fato pega o livro
em vez do celular e lê por 30 minutos, seu cérebro abre um
novo caminho. Entretanto, uma trilha não se forma quando
alguém passa por ela apenas uma vez. Então você vai ter que
fazer isso mais vezes. Para que isso seja possível, você vai
precisar facilitar as coisas para o seu cérebro. (Ele quer poupar
energia, lembra?) Se você não ajudar, ele vai passar pelo
caminho anterior, que é muito mais fácil para ele.
Portanto você precisa di cultar o hábito antigo e facilitar o
novo. Di cultar o antigo você já entendeu: tirar todos os
estímulos. Mas e para facilitar o novo caminho?
Você precisa criar ferramentas para que isso aconteça. Por
exemplo, eu acordo às cinco da manhã. Para que isso seja
possível, eu “di culto” a minha vida, para me manter acordado:
coloco meu celular bem longe de mim, porque quando ele toca,
eu preciso desligá-lo, e para isso, eu preciso me levantar. Aí eu
penso: “Puxa, já levantei. Não vou voltar para a cama”. Depois
eu vou para a academia e, confesso, não é a coisa mais gostosa
do mundo. Mas, para facilitar para o meu cérebro, eu já deixo a
roupa pronta no dia anterior. Assim, eu demoro menos de um
minuto para me trocar.
Pense no novo hábito que você quer criar e desenvolva um
sistema para facilitar que você faça isso todos os dias.

O PODER DA ROTINA
Como vimos, não adianta você fazer uma coisa uma única
vez. Para ela se transformar num hábito, você precisa
fortalecer essa nova trilha que foi criada, para que seja mais
fácil seu cérebro passar por ela de novo.
Em geral, para criar um hábito, você precisa executá-lo por
21 dias. Acorde às cinco da manhã por 21 dias e isso vai se
tornar um hábito. Fuja de guloseimas por 21 dias e vai ter
muito mais facilidade para resistir a elas.
Execute o seu novo bom hábito por 21 dias. Vai ser di ícil,
vai ser estressante. No começo vai ser cansativo, porque você
precisa pensar muito, mas depois seu cérebro entende que isso
é uma nova rotina, coloca no piloto automático e cria o novo
hábito.
Esse é o poder da rotina. Ela é o segredo para você ser
alguém de sucesso.

VENCENDO O SOL
Imagine se você pudesse usar um atalho para ter sucesso na
sua vida.
Pense no seu corpo como um computador pré-con gurado
para executar várias tarefas. Seu desa o agora é quebrar essa
con guração. Vamos apagar todos os programas instalados no
seu cérebro até hoje – e que não te levaram ao sucesso – e
vamos instalar um programa completamente novo.
Como se “reseta” um computador? Dando um comando de
formatar antes de ele reinicializar.
Se você deixar que ele inicie sozinho como sempre fez, você
não formata o computador.
Seu corpo funciona da mesma forma. Você não vai instalar
um novo hábito acordando na mesma hora que você sempre
acordou. Então, para criar um novo hábito, você precisa iniciar
o seu computador antes do horário padrão.
Acorde mais cedo. Simples assim. Se normalmente você
acorda às sete da manhã, passe a acordar às cinco ou seis
horas.
Quando você acorda mais cedo, além de criar mais
condições para assimilar novas informações, pode crescer mais
que as outras pessoas. Se você acorda às cinco da manhã todos
os dias, em um ano você tem três meses a mais que a maioria
das outras pessoas (considerando que a média acorde às oito
horas).
O que você conseguiria alcançar se tivesse três horas a mais
todos os dias?

AGENDA DIÁRIA
Para termos sucesso, precisamos fazer com que o nosso
cérebro tenha cada vez mais energia para correr atrás do que
queremos. Quanto mais coisas zermos que minam a energia
do nosso cérebro, do nosso corpo e da nossa mente, menos
energia teremos para buscar o nosso sucesso.
Uma coisa que desgasta muito a nossa energia é car o
tempo todo pensando no que vamos fazer. Se não temos uma
rotina de nida e não sabemos os caminhos que nosso cérebro
deve seguir, ele precisa car buscando, pensando. E isso gasta
uma energia enorme.
Por isso, o que eu faço é: no dia anterior, antes de dormir, eu
listo as atividades do dia seguinte. Anote tudo o que você
lembra que precisa fazer.
Isso inclusive ajuda que você durma melhor, porque quanto
mais coisas e preocupações você tem, mais di ícil é relaxar e
pegar no sono. Se você simplesmente anotar as coisas que
ocupam a sua mente, não terá esse problema.
Uma vez ouvi uma frase que dizia mais ou menos assim: “O
papel e a caneta mais baratos são muito mais poderosos e
e cientes que a memória da mente mais brilhante”.
Com as tarefas listadas, você vai estabelecer uma escala de
prioridades. Quais são as coisas mais importantes dessa lista?
Execute as coisas mais importantes e mais di íceis primeiro,
porque quanto mais decisões tomamos ao longo do dia, mais
di ícil se torna tomar boas decisões. Nosso cérebro vai
gastando energia e, cansados, não decidimos direito.
No m do dia, faça as atividades mais simples, mais bobas.
E concentre as mais importantes no momento de mais energia.
Comece o seu dia sempre pelo mais importante.

TRÍADE MENTAL
Já falamos que nossa “máquina” é composta de três partes:
corpo, mente e espírito. Mas como podemos trabalhar essas
partes todos os dias?
O que eu vou falar aqui não é o que está nos livros, mas o
que funciona para mim. É com base na minha experiência.
A minha rotina é a seguinte: quando acordo, a primeira
coisa que faço é falar com Deus. Eu faço uma oração e leio a
Bíblia. O primeiro passo é me conectar com minha paz
espiritual. Não vou indicar nada aqui, porque não quero ser
tendencioso no que diz respeito à religião ou à prática
espiritual. Você deve encontrar o que funciona para você, para
alimentar o seu espírito. Eu não sei qual é a sua fé, qual é o
Deus ou a força em que você acredita. Independentemente de
qual seja, mantenha contato com essa força todos os dias. Uma
coisa eu sei: essa força existe e ela pode manter você
energizado, o seu espírito ardendo e você rme e forte, não
importa o que aconteça ao seu redor.
A segunda coisa que eu faço é manter a minha mente forte.
Depois de me conectar com Deus, eu me conecto com a minha
mente. Para isso eu uso meu caderno da gratidão. Eu escrevo
todas as coisas pelas quais sou grato de que puder me lembrar.
(Exatamente como já falamos no capítulo anterior.) A
felicidade não é feita pelo que você tem, mas pela maneira
como você enxerga o que tem. Quando você faz isso acordando
mais cedo, estará na paz absoluta. Quando o mundo acordar,
você já terá fortalecido a sua relação com Deus e preparado a
sua mente para ver o mundo de forma positiva.
Depois de se conectar com você mesmo, é hora de se
conectar com as maiores mentes do mundo. E como você faz
isso? Lendo livros. Por exemplo, o Tony Robbins é um cara
incrível, e custa, se não me engano, 100 mil dólares para estar
pertinho dele num grupo de alto desempenho. Para ir a um
evento dele com mais 15 mil pessoas, você paga cerca de dois
mil dólares. Mas você também pode ter conselhos do Tony
Robbins por 35 reais, porque ele escreveu coisas incríveis e
colocou num livro. Posso ter conselhos do Napoleon Hill ou do
Dale Carnegie, que foi um dos homens mais ricos de todos os
tempos. (Foi ele que pediu ao Napoleon Hill para escrever o
livro A lei do triunfo, mais tarde condensado no livro chamado
Quem pensa enriquece.) Esses caras já morreram, mas eu posso
me conectar com a mente deles por meio dos livros que eles
escreveram. Livros são a maneira mais barata e mais simples
de se conectar com as maiores mentes do mundo.
Depois desse processo de conexão, você fortaleceu a tríade
mental, que é a junção da mente de Deus, a sua e as grandes
mentes do mundo. E é isso que vai te reger durante o dia e
fazer com que você tenha um propósito inabalável e resultados
consistentes, que vão mudar a sua vida.

PRESERVE A SUA ENERGIA


Muita gente não percebe isso, mas a nossa energia é o que
temos de mais precioso. Não adianta nada ter o melhor celular
do mundo se ele não tiver bateria. Não adianta nada ter o
melhor carro do mundo se ele não tiver gasolina. A energia é o
que alimenta todas as coisas.
Então por que negligenciamos tanto isso e não cuidamos da
nossa energia?
Agora eu quero que você faça um a lista com todas as
“Coisas que sugam sua energia”, começando por “Lugares”.
Quais são os lugares a que você vai e sugam sua energia?
Exemplos: “Quando vou na casa dos meus pais, eu co sem
energia”, “Quando vou na casa do meu irmão, co sem energia”,
“Quando eu co um tempo a mais no trabalho, co sem
energia”, “Eu gosto muito de balada, mas quando vou, co
completamente sem energia”. Coloque no papel todos os
lugares que sugam a sua energia.

Depois liste as “Pessoas”. Quem são as pessoas que, quando


você ca perto, fazem com que você se sinta um zumbi?
Marque todas elas.
A seguir, mapeie as “Situações” que tiram a sua energia. Por
exemplo, tem pessoas que não gostam que façam piada com
elas. Toda vez que isso acontece, elas cam tristes. O que
acontece com você que te deixa para baixo? Faça uma lista com
o máximo de coisas que conseguir lembrar.
Agora que já conhece os lugares, as pessoas e as situações
que sugam sua energia, fuja deles.
Mas nosso exercício não termina aqui. Você vai fazer uma
nova lista, mas ao contrário, com “Coisas que carregam a
minha energia.”. Liste primeiro os lugares, depois as pessoas e
por m as situações que te deixam para cima, alegre, e feliz,
sentindo-se reenergizado.
Agora você já sabe aonde deve ir, com quem deve estar e que
situações deve procurar para se sentir melhor.
Tendo clareza disso, você vai saber que coisas deve fazer
mais e que coisas deve eliminar da sua vida para ter mais
energia.
ENERGÉTICO NATURAL
Lembra quando falei do corpo e disse que a maioria das
pessoas não tem resultados porque não sabe recarregar sua
máquina?
Então, como podemos fazer para o seu corpo ter energia de
sobra para você construir tudo o que quiser na vida?
Agora vou ensinar como você pode ter um energético
natural, uma fonte ilimitada de energia para sempre.
Sabe por que nos sentimos bem, alegres e eufóricos? Por
causa de substâncias que são liberadas no nosso corpo. É por
isso que as drogas também dão essa sensação de euforia,
porque as substâncias químicas arti ciais simulam a
felicidade. Aí você tem o momento de euforia, mas tem o
depois, que é muito ruim. Quando passa o efeito, a felicidade
passa também. E aí a pessoa quer mais daquilo e acaba se
afundando no vício e até na overdose. De nitivamente, não é o
caminho.
Se você quer ter essa injeção de felicidade todos os dias de
modo natural, precisa fazer que seu corpo produza as
substâncias que dão a sensação de felicidade. Existe, sim, um
quarteto fantástico de substâncias que nosso corpo produz.
São elas: a dopamina, a serotonina, a oxitocina e a endor na.
Todas elas fazem você se sentir feliz.

DOPAMINA
A dopamina é produzida todas as vezes que realizamos
alguma coisa. Por exemplo, se você colocar a meta de acordar
às cinco da manhã e conseguir, seu corpo vai liberar dopamina,
porque você a realizou. É a mesma sensação de quando você
compra um sapato novo, você conquistou alguma coisa. Todas
as vezes que realiza algo, você libera dopamina no seu corpo e
se sente feliz.
Cada vez que você risca uma coisa da sua lista de metas ou
tarefas, você libera dopamina!
Esse é o hormônio das realizações. Não importa o tamanho
delas. Pequenos feitos também liberam doses de dopamina. Só
que não costumamos perceber as nossas pequenas realizações
diárias. As pessoas acham que só conta como realização algo
grande, mas não.
Divida a sua meta em objetivos menores e tome suas doses
de dopamina diariamente. Você ca viciado em ser um
realizador de metas.
SEROTONINA
A serotonina é o hormônio da gratidão. Todas as vezes que
você pensa nas coisas que tem e que construiu, seu corpo libera
serotonina. Quando você lembra das coisas boas do passado,
você libera serotonina, porque o seu cérebro não sabe a
diferença entre o antes e o agora. E é por isso que o caderno da
gratidão é tão incrível. Ele faz você se lembrar do quanto é
abençoado. Ao se lembrar das suas conquistas, você libera
serotonina.
Sempre que você agradece, você reconhece aquilo como
uma conquista ou realização, e isso libera serotonina no seu
sangue.
Agradeça sempre!

OXITOCINA
A oxitocina é um hormônio que pode ser liberado de duas
formas. Uma delas é pela excitação e pela relação sexual. Mas
esse não é o único modo. A oxitocina é o hormônio do afago.
Toda vez que você abraça alguém, libera oxitocina no sangue.
Não seja egoísta com seu afeto. Você é recompensado por
amar e por abraçar as pessoas.

ENDORFINA
É o hormônio do exercício. Quando submetido a um
estresse ísico, seu corpo libera endor na.
Mas ela é também o hormônio do riso. Além do exercício,
boas risadas liberam endor na no seu corpo.
Agora chegou o momento de falarmos sobre as suas
habilidades, os seus superpoderes, o que de fato você pode usar
para construir o futuro dos seus sonhos. Vamos descobrir no
que você realmente é bom.
Antes de mais nada, você precisa ter clareza absoluta do
que quer para a sua vida, que direção quer tomar. Aonde
exatamente você quer chegar?

MONTE O SEU QUEBRA-CABEÇA


Pense nesse seu objetivo, esse lugar aonde você quer chegar,
como a imagem de um quebra-cabeça. Se você olhar de perto,
vai ver que ela é formada por várias pecinhas pequenas.
Acontece que, ao longo da vida, muitas vezes fomos
descuidados com o nosso quebra-cabeça e peças se
misturaram. Se você não conhece a imagem que quer montar,
não tem como saber se determinada peça faz ou não parte dela.
Portanto, para chegar aonde você quer, você precisa car
apenas com as peças que montam o seu quebra-cabeças e,
claro, colocá-las no lugar certo.
Essas peças são os seus quatros T’s, as suas habilidades e
também as oportunidades que surgem na sua vida. Várias
vezes já aconteceu de aparecer na minha vida uma peça linda,
de diamante, que brilhava... mas ela não tinha nada a ver com a
imagem que eu queria montar para mim.
Entenda: se algo não vai te levar aonde você quer, não
importa quão bom seja nem quem te deu. Isso não pode fazer
parte do seu quebra-cabeça.
Por que isso é tão di ícil para a maioria das pessoas? Porque
elas ainda não sabem que imagem estão montando. Aí elas vão
encaixando peças aleatórias de qualquer modo. Quando vão
ver, no m da vida, não montaram nada com essas peças. Não
há imagem nenhuma formada no quebra-cabeça.
Saber aonde quer chegar torna as suas escolhas muito mais
assertivas e, mesmo que demore, você sabe que está
escolhendo a peça que realmente vai completar a sua imagem.
O quebra-cabeça é o seu propósito. Quando você tiver isso
bem de nido, todo o resto vai girar em volta dele.

DESCUBRA NO QUE VOCÊ É BOM


Você sabe no que você é bom? Sabe ao menos por que isso é
tão importante?
Quando focamos no que não somos bons, estamos
retardando nosso sucesso em meses ou mesmo em anos.
Por outro lado, quando focamos no que somos realmente
bons, o mundo não precisa nos cobrar que alcancemos
resultados. Somos tão apaixonados, que é impossível competir
conosco. Quando você encontra o que ama, é tão
recompensador que você não quer mais parar, poderia fazer
isso de graça o dia inteiro.
A seguir vamos descobrir o que é isso que você ama fazer.
Responda as seguintes perguntas:

1. O que você faria o dia inteiro, de graça, sem ganhar nada


por isso. Na verdade, é algo que você ama tanto que até
pagaria para fazer.

___________________________________________________________

___________________________________________________________

___________________________________________________________

2. Por que as pessoas geralmente te procuram? O que você


tem de tão especial que faz com que as pessoas te peçam
ajuda?

___________________________________________________________

___________________________________________________________

___________________________________________________________

3. O que você faz com um prazer tão grande que nem vê a


hora passar? Quais são as coisas que, quando você faz, ca
tão feliz que nem sente o tempo passando? Pode colocar
tudo o que faz você se sentir assim.

___________________________________________________________

___________________________________________________________

___________________________________________________________

4. No que as pessoas dizem que você é bom? Que elogios as


pessoas te fazem? (E ser bonito conta, sim, porque é algo
que você pode usar a seu favor.)

___________________________________________________________

___________________________________________________________

___________________________________________________________

5. O que te apaixona profundamente? Pelo que você é


realmente apaixonado? Quando você fecha os olhos, o que
te faz pensar: “Cara, eu realmente amo isso”? Escreva
tudo.

___________________________________________________________

___________________________________________________________

___________________________________________________________

6. Dessas várias coisas que você adora fazer, quais dela


aproveitam melhor o seu talento? Por exemplo, você pode
não ver o tempo passar quando assiste a lmes, mas isso
aproveita alguma habilidade que você tem? Então
selecione agora, entre as coisas que listou, quais
aproveitam um talento seu.

___________________________________________________________

___________________________________________________________

___________________________________________________________

7. Dentre as coisas que você marcou, quais atendem a uma


grande necessidade do mundo? Talvez essa seja a
pergunta-chave. O mundo tem uma grande necessidade
de música, por exemplo, mas tem outras coisas que a
gente gosta de fazer que não alimentam uma grande
necessidade do mundo.

___________________________________________________________

___________________________________________________________

___________________________________________________________

Com base nessas respostas você consegue encontrar a


habilidade que você pode vender. Aquela que você pode usar
para ganhar dinheiro. Você pode usar essa habilidade para
construir resultado, mudar sua situação nanceira, a sua vida
e a vida da sua família.
Para te ajudar ainda mais com isso, tem uma pergunta que
você pode fazer às pessoas ao seu redor: “Quais são os meus
cinco pontos fortes?”.
Não pergunte sobre habilidades ou no que você é bom.
Pergunte por pontos fortes, porque assim elas podem dar
respostas que você nem espera. Faça essa pergunta ao maior
número de pessoas que você puder.
Depois, registre com todas as coisas que apareceram e conte
quantas vezes cada uma delas apareceu.
Em seguida, separe, de 1 a 10, em ordem decrescente, as
mais votadas.
Por m, entre essas 10 coisas, selecione as que atendem a
estes três requisitos: é um talento, é algo por que sou
apaixonado, é uma necessidade do mundo. E então, com base
no que as pessoas falaram, você vai perceber o que você tem e
que pode usar para construir resultado.
O PODER DO FOCO
Agora que você descobriu as suas habilidades, deve estar
tendo um monte de superideias. Mas preste atenção: ninguém
pode ser bom em tudo.
As pessoas realmente bem-sucedidas são aquelas que
investem tempo e energia naquilo em que realmente são boas e
delegam aquilo em que não são. Não venha com o discurso de
que isso é crença limitante e que você pode se desenvolver e
car bom. Até pode, mas, enquanto você não é bom no nado e
está insistindo nisso, há alguém que está correndo cada vez
mais. Ou, enquanto você não é rápido e está se dedicando a
correr, um atleta de alta performance está nadando cada vez
melhor. Entende a diferença?
Eu, por exemplo, sou desorganizado, mas pago pessoas para
arrumarem a minha bagunça, em vez de car perdendo meu
tempo pensando “Como eu posso ser mais organizado?”.
Quando você encontra alguém que ama fazer aquilo em que
não é bom, começa a formar um time de pessoas e, juntos,
podem ser vencedores e alcançar um objetivo em comum.
Nós temos tempo e energia limitados. Dinheiro vai e vem.
Mas o tempo, esse não volta nunca mais. E quanto à energia,
infelizmente não somos como nosso celular, que é só conectar
um cabo e recarregamos. Não dá. Precisamos descansar e nos
recarregar todos os dias.

Mas o que a maioria das pessoas faz? Elas dissipam a


energia fazendo várias coisas de que gostam. Como têm vários
projetos legais, não focam e acabam andando um centímetro
em diversas direções diferentes.
Não me entenda mal. Não pense que estou dizendo aqui que
você tem que abrir mão de todas essas coisas. Não. A pergunta
é diferente. A pergunta é: no que você está disposto a investir
tudo?
Quando você zer isso, nalmente vai ter resultados
incríveis.
Quando você en m entrar de corpo e alma, com seu tempo,
sua energia, seu corpo, seus recursos, quando investir de
verdade no que quer, vai descobrir o que é sucesso de verdade.

HABILIDADES MAIS VALIOSAS


A maioria das pessoas tem o costume de se colocar para
baixo, pensando que o outro tem algo que elas não têm.
Normalmente, quando pensamos em habilidades, pensamos
em “dons naturais”, como cantar, desenhar, falar em público.
Sim, a habilidade natural pode existir, mas para ser
desenvolvida, ela precisa de treino. Tudo, absolutamente tudo,
precisa de treino.
Todo mundo é cheio de habilidades e talentos. A única
diferença entre você e a pessoa que você admira é que ela
escolheu desenvolver o talento dela.
Agora eu quero te apresentar as habilidades mais valiosas
que qualquer um pode desenvolver.

COMUNICAÇÃO
As pessoas não se comunicam. Não conversam. E, acredite,
o óbvio precisa ser dito. Por mais que você pense que as
pessoas sabem o que você está pensando, precisa dizer, avisar.
Por exemplo, você está vendo um copo na ponta da mesa. O que
é melhor: avisar ou deixar o copo cair? É muito melhor avisar.
Todo mundo sabe que precisa usar cinto de segurança, mas as
rodovias estão cheias de alertas sobre a importância do cinto.
Você não precisa ser a pessoa mais eloquente do mundo
nem ter um supervocabulário, apenas desenvolva a capacidade
de comunicar o que você pensa para as pessoas. Compartilhe
uma ideia, um pensamento – não coisas ruins.

TRABALHO EM EQUIPE
Uma coisa que aprendi é que não somos uma ilha. Se quiser
ir rápido, vá sozinho. Se quiser ir longe, vá acompanhado.
Com certeza, nesse caminho você vai sozinho no início,
porque vai se distanciar das pessoas que te fazem mal, vai
começar a construir resultado. Mas, com o tempo, vai perceber
que precisa de pessoas. E aprender a trabalhar com pessoas é a
melhor coisa que você pode fazer.
Muitas vezes, o que di culta o trabalho em equipe é a mania
que as pessoas têm de ver defeito em tudo e em todos.
Ninguém é perfeito. Todo mundo comete erros e tem defeitos.
Quando você começa a procurar mais as qualidades que os
defeitos, a destacar mais os pontos positivos que os negativos,
ca bom em manter equipes. Também é importante respeitar
as diferenças: um é mais falador, outro mais quieto; um precisa
ser abraçado, outro não gosta de contato.
Seja mais compreensivo e maleável. E aprenda a se colocar
no lugar dos outros.

RESILIÊNCIA
Resiliência é a capacidade de permanecer apesar das
adversidades. A pessoa resiliente faz acontecer apesar de
qualquer coisa. Não há obstáculo que a impeça ou a faça
desistir.

COMPROMETIMENTO
A maior parte das pessoas não é comprometida nem com
elas mesmas. Comprometer-se é fazer uma promessa e se
manter rme e el a ela. Como diz o ditado, “promessa é
dívida”. A maioria das pessoas não se compromete porque não
quer ter a obrigação de pagar, de cumprir com o prometido.
Todo compromisso envolve um preço a pagar.

GESTÃO DE TEMPO

Administrar o seu tempo, gerir a sua agenda, não perder


tempo com coisas inúteis. Dedicar as 24 horas que você tem a
coisas valiosas, e não triviais. Eu te pergunto: de que adianta e
para onde vai te levar ver todos os episódios de uma série no
mesmo dia? Sim, eu sei que é gostoso, mas se você ainda não
chegou aonde quer ou pelo menos muito perto, dedique o
tempo desses episódios todos a coisas que vão te trazer
resultados.
Não tem problema assistir séries. Eu assisto também. Mas
primeiro o trabalho, depois a diversão.
E quando eu falo “trabalho”, não estou falando do emprego
que você tem hoje, mas do trabalho na direção dos seus sonhos.
Das tarefas que precisam ser feitas para você chegar aonde
quer chegar.

PONTUALIDADE
Uma vez eu estava falando com a minha professora de
inglês e comentei que não gostava de chegar adiantado em
lugar nenhum, porque, para mim, isso era perda de tempo. E
ela me disse algo que me quebrou: quando você chega em cima
da hora, corre um grande risco de chegar atrasado. E as
pessoas não respeitam quem chega atrasado.
Por outro lado, quando você é pontual, as pessoas percebem
que a sua palavra não faz curva. Elas acreditam muito mais em
você.
Se quer que as pessoas te respeitem, chegue antes do
horário. Conte sempre com os imprevistos da vida.

EMPENHO
Uma das de nições do dicionário para empenho é: a ação de
insistir intensamente. É permanecer fazendo, é se dedicar,
mas com intensidade. A maior parte das pessoas não é nem
insistente, que dirá empenhada. Na primeira di culdade,
desistem. E tem uma frase que é muito verdadeira: “Quando
desistir não é uma opção, o sucesso é inevitável”.
Se você se comprometer a não parar, você vai chegar ao
nal! Seja implacável.

ATITUDE
Essa virou uma palavra tão comum que não damos mais
atenção a ela. O que é ter atitude? É simplesmente fazer.
Eu vejo muitas pessoas que poderiam fazer alguma coisa,
mas não fazem. Falta atitude.
Tem que bater no peito e correr atrás de fazer.

VONTADE DE APRENDER

Seja curioso. Procure aprender coisas novas. O seu negócio


evolui na mesma velocidade que você evolui. Se você não
cresce, como vai alcançar o sucesso que deseja? Não vai. Você
precisa crescer primeiro. E a forma de crescer é aprendendo.

ANDAR A SEGUNDA MILHA


Você anda a segunda milha quando faz aquilo que ninguém
te pediu. Você dá mais que o esperado. Você se esforça um
pouco mais quando todos já pararam. Andar a segunda milha é
ir além. É ser acima da média e ir além do que foi proposto.
A primeira milha todo mundo faz. Todo mundo trabalha. A
segunda é o que quase ninguém faz.
Essa você só anda se quiser, não tem ninguém te obrigando.

NÃO ERRAMOS, APRENDEMOS.


Eu sei que muitas pessoas não começam porque tem medo
de errar. E sabe por que temos medo de errar? Isso vem da
infância.
Quando crianças, muitas vezes éramos punidos quando
errávamos.
Essa criança ainda está viva dentro de nós. E é por isso que
todo mundo tem medo de errar.
Mas como é possível contornar isso?
Lembre-se: o seu medo de perder nunca pode ser maior que
o medo de ganhar. Pare de jogar na defesa.
Pense no futebol. Quando o time quer ganhar, parte para o
ataque. Quando todo o time está na defesa, o melhor que pode
acontecer é não perder, mas ele também não ganha.
Me diz uma coisa: se você tivesse certeza de que poderia
colocar todo o seu time no ataque e não iria perder, você
colocaria? Claro que sim, né?
Então deixa eu te contar uma coisa: nesta vida, você nunca
perde. É impossível perder. Nesta vida, você só tem duas
opções: ganhar ou aprender. E, se você aprende, o que acontece
na próxima partida? Você ganha!
Mas nunca ninguém aprendeu a andar de bicicleta sem cair.
Nunca ninguém aprendeu a jogar basquete sem errar nenhuma
cesta. Não existe acerto sem erro. Sim, existe sorte. Mas quem
faz na sorte, faz apenas uma vez. Quem faz sabendo, faz
sempre.
A dor, o erro e o fracasso são a única forma de aprendermos
e fazermos certo da próxima vez. E na maior parte do tempo
fugimos dessa que é a única ferramenta capaz de fazer com que
nosso sucesso seja perpétuo: o erro.
O acerto sem erro não é acerto. É sorte.
Não tenha medo da única coisa que pode te tornar capaz de
conquistar um sucesso duradouro.

QUANDO VAMOS PARA O CAMPO DE BATALHA, VOLTAMOS PARA CASA COM


UMA MEDALHA OU COM UM APRENDIZADO. A ÚNICA VEZ QUE A GENTE NÃO
GANHA NADA É QUANDO NÃO ENTRA EM CAMPO.

Não agir é a única forma de não sair do lugar.


MATRIZ SWOT
Agora quero que você faça a sua matriz SWOT. Talvez você
já tenha ouvido falar ou mesmo visto essa matriz. Mas existe
uma diferença enorme entre o que sabemos na teoria e aquilo
que botamos em prática.
A matriz SWOT vai te ajudar a identi car suas maiores
Forças (Strenghts), Fraquezas (Weaknesses), Oportunidades
(Opportunities) e Ameaças ( reatens).

Note que as coisas que estão do lado esquerdo da matriz são


as coisas positivas, aquelas em que você deve focar. Mas isso
não signi ca que você deve só “pensar positivo” e fechar os
olhos para as fraquezas e ameaças. O pensamento positivo
sozinho não serve de nada. Ele tem que ser um impulso para a
ação, pois é ela que traz resultado. A clareza em relação às
fraquezas e ameaças é muito importante porque são elas que
podem te tirar do jogo.
Se você olhar para a parte de cima da matriz, vai ver que
forças e fraquezas são ambas características internas. Ou seja,
são coisas que estão dentro de você. Por outro lado,
oportunidades e ameaças são coisas que o mundo exterior te
oferece.
Agora, sem preguiça, escreva todas as suas forças, todas as
suas qualidades, tudo aquilo em que você é bom,
absolutamente tudo que você acha que é uma força sua.
Depois, anote todas as suas fraquezas, tudo aquilo que pode
te impedir de chegar aonde você quer, por exemplo: eu tenho
muito sono, desisto fácil, sou in uenciável, não tenho dinheiro.

Em seguida vamos analisar as coisas externas. Liste as


oportunidades que você tem. Oportunidades nada mais são
que fatores externos que estão à sua disposição, exemplo:
“muitos contatos que podem me ajudar”. Ou seja, todas as
portas abertas que você tem, todos os seus bene ícios externos.
Normalmente não olhamos para essas coisas. Não esperamos
que vamos ter tanta oportunidade ao nosso dispor. Quando faz
isso, você percebe que não está sozinho, que não existe só você.
Por m, quero que você escreva as ameaças. Quais são as
pessoas com quem você deve tomar cuidado? Quais são as
coisas que podem te atrapalhar? Por exemplo, a TV, o celular,
as contas. Toda as coisas que sejam fatores externos, que
podem te tirar do jogo.

O próximo passo é elaborar uma lista de coisas que você


pode fazer para potencializar as suas forças. Por exemplo: eu
falo inglês, então posso falar mais inglês; eu sou comunicativo,
então posso ir a mais eventos, fazer mais networking. A
mesma coisa você vai fazer para deixar as suas oportunidades
mais fortes. Você vai manter contato com as pessoas, vai
ajudá-las mais, para que, quando precisar das oportunidades,
elas estejam mais fortalecidas.
Por m, como você pode diminuir as fraquezas? Como você
pode criar planos para fazer com que suas fraquezas não
vençam você? Algumas são tão simples quanto se afastar delas.
Faça isso também com as ameaças. O que você pode fazer para
se blindar e para que elas não te atinjam? Cartão de crédito é
uma ameaça, por exemplo? Fique sem cartão de crédito.
Quando você tem clareza desses quatro pontos, pode criar
planos de ação para potencializar o que é positivo e minimizar
o que é negativo.
COMO SE VESTIR
Calma. Eu não sou nenhum modelo, fashionista ou ícone da
moda. Mas tem algo que aprendi sobre me vestir que preciso
compartilhar com você: nós não podemos perder tempo com
roupa.
Sim, temos que estar bem-vestidos e apresentáveis, mas
não temos que dedicar tempo e energia a isso. A menos que o
seu propósito seja trabalhar com moda, não é nessa ação que
está o seu resultado.
Então como você pode facilitar essa tarefa no seu dia a dia?
Eu, por exemplo, só uso roupas pretas. Raríssimas peças
minhas têm estampa. Eu até tenho uma ou outra peça de
outras cores, como azul, por exemplo, que é uma cor que passa
con ança. E tem alguma coisa cinza ou vermelha, para quando
eu quiser muito dar uma variada.
Mas para o meu dia a dia, é preto. E eu otimizo o meu tempo
não precisando pensar nisso.
Procure roupas sem muita estampa e sem muita
informação, porque, quanto mais informações houver nas
peças, mais di ícil vai ser combiná-las entre si. E, sempre que
você for comprar uma peça de roupa, pergunte-se se ela
combina com outras quatro peças que você já tem. Exemplo:
essa camiseta combina com quatro calças? E essa calça
combina com quantas camisetas?
Parece complicado, né? E foi por isso que escolhi o preto
para a minha vida!
Eu não sou nenhum inovador fazendo isso, não. Os grandes
milionários, como Steve Jobs, Bill Gates e Mark Zuckerberg já
faziam ou fazem isso, porque eles focam em gerar resultado, e
não em escolher roupa.
Outra coisa importante: o que você quer mostrar para o
mundo?
Pare um pouco esta leitura e tire do seu armário todas as
roupas que não comunicam o que você quer mostrar para o
mundo. Quer transmitir seriedade? Então tire do seu guarda-
roupa todas as peças que comuniquem o contrário disso. Se
você tem camisetas de bandas e não é isso que quer mostrar ao
mundo, se desfaça delas.
Se você quer ser alguém que está no topo, tem que
transmitir seriedade ao mundo. Você é um empresário agora.
A partir de agora, deixe no seu guarda-roupa apenas as
peças com que você se sinta incrível. Se não tiver nada assim,
preocupe-se em, daqui para a frente, só comprar roupas que
façam você se sentir incrível e mostre o seu verdadeiro eu.
Um roteiro que pode te ajudar a selecionar o que ca é
pegar cada peça do seu guarda-roupa e se perguntar:

1.Eu pagaria de novo por essa camiseta o preço que


paguei? Se a resposta for sim, ela ca.

2. Eu sou realmente apaixonado por essa roupa? Se a


resposta for não, ela tem que sair.

3. Quando eu coloco essa roupa, eu co incrível nela? Ela


mostra a minha melhor versão? Para car no seu guarda-
roupa, todas as peças têm que conseguir um sim nessas
três perguntas.

Está na hora de ser realmente incrível e mostrar isso para o


mundo. As suas roupas comunicam quem você é e a que veio.
Faça isso e veja a mudança na maneira como as pessoas te
veem e te tratam!
COMO FICAR DEZ VEZES MAIS BONITO
Eu vejo que muitas pessoas não compreendem a questão do
marketing pessoal e acabam pecando em algo que é muito
simples de ser resolvido.
E sabe qual é o maior problema? As pessoas não têm
coragem de falar a verdade. Talvez você seja a pessoa mais
desarrumada da sua família. Você pode cheirar mal, não
escovar os dentes, não arrumar o cabelo... ter uma aparência
deplorável mesmo. E ainda assim ninguém vai te falar nada.
As pessoas só têm coragem de falar algo se você estiver
bonito.
Agora quero que você faça uma autoanálise, que pode
parecer simples, mas é importante.
Você penteia o seu cabelo quando acorda pela manhã? Não
tem coisa pior do que pessoas mal arrumadas. Apesar do
ditado, todo mundo – pode anotar aí, todo mundo – julga o
livro pela capa. E não adianta car pensando “meu corpo,
minhas regras”. O planeta também tem as regras dele. O
dinheiro também tem as regras dele. Tudo bem, você pode
seguir com as suas próprias regras, mas saiba que o dinheiro
também vai continuar com as regras dele, e, se umas forem
contrárias às outras, você nunca vai tê-lo.
A boa aparência é um dos segredos do sucesso. As pessoas
não gostam de conviver com quem está sujo, fedido ou tem
mau hálito. Descuido não é algo aceitável.
A primeira coisa que você precisa fazer é aprender a se
vender, e aparência é tudo.
Você pode achar um absurdo isso que estou falando, mas é
necessário, porque tem gente que anda assim: cabelo
despenteado, dente mal escovado, olhos com remela, nariz
sujo, cera aparente nas orelhas...
Desodorante!!! Eu sei, nem eu acredito que estou
precisando falar disso, mas desodorante é fundamental. Se
você sua muito, ande com o desodorante na bolsa. Acredite,
isso é muito importante para a impressão que você vai causar.
Outra coisa: unhas. Precisa limpar. Imagine que você vai
cumprimentar alguém e a pessoa repara nas suas unhas e elas
estão pretas! Olha a tragédia.
Outro ponto importante é o sapato. Limpe seus tênis, lustre
seus sapatos. Cuide da aparência dos seus pés ao sair.
Cuide também das suas roupas. Nunca, de jeito algum, saia
com uma roupa suja ou manchada. Sujou a barra da calça de
lama num dia de chuva? Lave-a. Tem gatos ou cachorros em
casa e sua roupa está com pelos? Antes de sair, use um “tira
pelos” ou mesmo uma ta crepe.
Sim, repare na sua imagem, porque as pessoas reparam!
Antes de vender o seu negócio, você precisa vender a sua
imagem. Uma imagem queimada di cilmente pode ser
recuperada.
Você pode não acreditar nisso agora, mas o cara que tem
milhões começou se preocupando com as coisas pequenas,
coisas das quais você também pode cuidar e que farão uma
grande diferença na sua vida.

COMO SE COMPORTAR
O marketing pessoal re ete no nosso networking e, para ter
sucesso, nós precisamos das outras pessoas.
Depois de cuidar da sua aparência, existem al-guns pontos
importantes de comportamento que você deve desenvolver
para encantar as pessoas.

OUÇA MAIS E FALE MENOS


Percebo que muitas pessoas têm uma grande necessidade
de falar. Eu mesmo sou muito falador e tenho que tomar
cuidado com isso. As pessoas, no fundo, querem ser ouvidas.
Pense em uma interação entre duas pessoas: a primeira fala
muito, sem parar. A segunda ouve com atenção e se interessa
pela vida da outra. Com certeza a percepção da primeira em
relação à segunda vai ser muito melhor do que o contrário.
As pessoas se apaixonam automaticamente por quem as
escuta. Portanto, fale menos e ouça mais. Deixe que as pessoas
contem suas histórias. Pergunte sobre a vida delas, como foi o
dia delas, pergunte sobre o que elas estão sentindo. Quando
você demonstrar esse interesse, certamente terá mais empatia
das pessoas por você.
Além disso, muitas vezes pecamos ao falar demais. Você
não precisa dar sua opinião sobre tudo. Você precisa mesmo
falar seu posicionamento político abertamente para todo
mundo e causar um con ito, uma discussão?
O falar é prata, mas o calar é ouro. Muitas vezes, de boca
fechada você chega mais longe.

PALAVRINHAS MÁGICAS
Eu sei que a sua mãe, o seu pai ou os seus avós ensinaram
isso para você quando era criança. Todo mundo aprendeu, mas
parece que muita gente se esquece das palavrinhas mágicas:
“com licença”, “por favor” e “obrigado”.
Tem alguém no caminho por onde você vai passar? Mesmo
sem encostar, diga: “Com licença? Obrigado”. É de graça!
Em algumas situações, no lugar de “por favor”, você pode
até usar “por gentiliza”, que soa muito mais delicado.
E mais uma coisa: “me desculpe”. Tenha a humildade de
reconhecer os seus erros. É horrível conviver com pessoas que
não admitem que estão erradas. Pessoas que admitem que
erraram são con áveis, são nobres, de valor. Todo mundo erra,
a nal de contas.
COMO SE SENTAR
Não precisa se sentar como um apresentador de jornal, mas
o mínimo de postura você precisa ter.
Sente-se com as costas retas, nada de car muito largado na
cadeira.
Trabalhe para não precisar mais se apresentar. O dia em
que você chegar e as pessoas já souberem quem é você, aí pode
sentar como quiser. Mas enquanto esse dia não chega, tome
cuidado com os seus modos.
Quando estiver de pé, não deixe o ombro se retrair e jogar
seu tronco para a frente. Mantenha a postura ereta. Isso passa
mais con ança.

RESPEITE O AMBIENTE
Aonde quer que vá, entenda como o ambiente funciona. O
seu comportamento numa igreja ou numa reunião de trabalho
é diferente do seu comportamento numa festa. As suas roupas
também.
Por muito tempo eu pequei ao me vestir de forma
inadequada aos ambientes. Faça-se as seguintes perguntas:
qual é a roupa que as pessoas que estarão lá usam? Qual é a
roupa que as pessoas que elas respeitam usam? Qual é a roupa
que passa con ança para esse público?
Misture-se para que as pessoas percebam que você
pertence ao grupo.

LINGUAJAR
Cuidado com as palavras que você usa. Se fala muitas gírias,
palavrões ou palavras de baixo calão, muito cuidado. Depois
que você chegar aonde quer e for reconhecido, pode falar como
quiser. Mas enquanto estiver vindo de baixo, muito cuidado.
Tenha atenção também à maneira como você se refere às
pessoas.
Quem é mais culto, letrado e inteligente, que está num nível
diferenciado, percebe quando alguém não faz parte do seu
meio. Se você chegar com um linguajar inadequado, as pessoas
já vão te repelir.

PIADAS
Preciso confessar que errei muito nesse aspecto. Eu sou do
tipo que faz piada com tudo. Hoje em dia nem tanto, mas antes
eu fazia muita piada de duplo sentido. Isso é uma coisa muito
perigosa. Quando você vê duplo sentido em tudo, o que os
outros vão pensar que se passa na sua cabeça?
Tenha muito cuidado com as piadas que você faz. Muitas
vezes z as pessoas me odiarem. Então quer saber minha
recomendação? Na dúvida, não faça.
É legal estar perto de pessoas bem-humoradas. Mas há uma
diferença entre alguém engraçado e um palhaço. O palhaço
nem sempre é bem-vindo, porque tenta fazer piada com o que
não deve, perde o timing e muitas vezes acaba quebrando as
relações.
Não faça piada com as pessoas, principalmente se não as
conhece. Às vezes uma coisa mínima, boba mesmo, vai fazer
com que elas não gostem de você.

ELOGIOS
Ao contrário das piadas, elogios sempre são bem-vindos...
Mas desde que sejam sinceros e não tenham nenhum objetivo
oculto, quando é apenas um elogio pelo elogio em si.
As pessoas adoram ser elogiadas. Então, em vez de fazer
piada, faça um elogio.
Elogiar para ganhar alguma coisa em troca tem outro nome.
É bajulação. E isso você não deve fazer nunca.
Outra coisa com que você deve tomar cuidado é o tipo de
elogio que você, sendo homem, faz para uma mulher. Oriente-
se sempre pelo respeito. Se alguma coisa no seu elogio puder
soar como erte, não o faça.
Se você é mulher e vai elogiar um homem, também deve
tomar cuidado. Um elogio mal colocado de um homem para
uma mulher pode fazer com que ela sinta repulsa por ele. Por
outro lado, um elogio mal colocado de uma mulher para um
homem pode fazer com que ele crie por ela um interesse que
não deveria existir.

PRESENTES QUE VOCÊ RECUSA


Muito cuidado ao recusar uma oferta. Quando a pessoa te
oferece um presente e você recusa, pode ofendê-la
profundamente.
Observe sempre o modo como a oferta foi feita. “Aceita um
café?” é diferente de “Prova aqui este café que eu z
especialmente para você”. Percebe?
Quando a pessoa te entrega algo, ela está fazendo questão
que você receba, então não recuse. A menos que quebre algum
princípio muito importante para você. Por exemplo, às vezes as
pessoas me oferecem bebida e dizem: “Cara, você precisa
provar este vinho”. Nesses casos eu respondo com todo o tato:
“Peço mil desculpas, imagino que deve ser uma delícia, mas é
que eu não bebo”.

NUNCA FALE MAL DE OUTRAS PESSOAS


Vou repetir para reforçar mesmo: nunca fale mal de outras
pessoas. Jamais!
Eu não tinha me dado conta disso, achava que era algo
simples, e, quando andamos com pessoas negativas, nos
acostumamos a falar mal dos outros.
Agora observe: di cilmente você vai ver uma pessoa bem-
sucedida falando mal de alguém.
TOME ESSA REGRA PARA VOCÊ: NÃO FALE DE PESSOAS. FALE DE IDEIAS E
PROPÓSITOS.

SE FOR PARA FALAR DE ALGUÉM, FALE BEM!

COMO SE APRESENTAR
Agora vamos falar de algumas coisas essenciais para
quando você estiver conhecendo alguém.
Regra de ouro: quando for cumprimentar alguém, o aperto
de mão tem que ser forte. Não a ponto de quebrar a mão do
outro, mas para passar rmeza e atitude. Além disso, dar um
passo para a frente demonstra interesse. Tente também
manter o olhar nos olhos da pessoa por dois segundos. Desviar
o olhar muito depressa pode mostrar que você não se importa.
No livro Como convencer alguém em 90 segundos, aprendi o
seguinte exercício: a partir de agora, comece a observar a cor
do olho das pessoas. Isso faz com que você olhe nos olhos delas
tempo su ciente para passar con ança e credibilidade.
Preste atenção também ao seu tom de voz. Não fale baixo a
ponto de as pessoas não te ouvirem, mas também não fale tão
alto a ponto de assustar o outro. E sempre, sempre, diga o seu
nome. Não parta do princípio que a pessoa te conhece.
E sorria! Sempre. Nada de dar aquele sorriso amarelo que
deixa claro que você está enfadado.
Então, rmeza, interesse, cordialidade e simpatia. É assim
que você se apresenta para causar uma boa primeira
impressão.
A LEI DA RECIPROCIDADE
Antes de pedir algo a alguém, certi que-se de que, antes,
você fez alguma coisa por essa pessoa. Faça primeiro e peça
depois.
Sabe quem era muito bom nisso? Jesus. Antes de pedir
qualquer coisa a seus seguidores, Ele servia. Fazia algo por eles.
A Lei da Reciprocidade diz que você deve ajudar com as
duas mãos e talvez pedir um favor com uma.
A moeda mais valiosa que existe é o favor. Quando você faz
um favor a alguém, ele não te paga com outro favor, mas sim
com a gratidão. E quando você planta isso, começa a colher
muitos frutos. Mas, se não plantar primeiro, nunca vai colher.
Use a Lei da Reciprocidade a seu favor. Mas não espere nada
em troca. A gralha-azul pega a semente da pinha e enterra para
comer depois. Só que ela esquece onde enterrou. E, com isso, é
a maior responsável por plantar os pinheiros. Seja como a
gralha-azul. Plante e esqueça. Faça um favor e esqueça. Quando
você menos esperar, terá uma árvore lá.
Agora vamos falar sobre a habilidade que pode mudar de
uma vez por todas a sua vida e de toda a sua família.
Você sabe qual é a pro ssão mais bem paga do mundo? A de
vendedor.
E se você ainda não entendeu isso, está longe de chegar
aonde quer.
Quer ver? Quais são os engenheiros mais bem pagos do
mundo? São os engenheiros vendedores. E os médicos que
ganham mais dinheiro? Não são aqueles que trabalham no
hospital, mas os que montam várias clínicas. Ou seja, eles
também são vendedores.
Não importa o que você venda, você precisa se tornar um
bom vendedor.
Desde o início dos tempos, quando ainda vivíamos à base de
escambo, o bom vendedor era quem se saía melhor e ganhava
mais.
A verdade é uma só: quem vende enriquece. Mas isso só
vale se você vender “coisas”. Enquanto você vender o seu
tempo, nada vai mudar para você, porque o seu tempo é
limitado e nito.
Neste capítulo vamos falar dessa habilidade essencial:
vender.

COMO GANHAR DINHEIRO AGORA


Eu quero que você ganhe dinheiro com vendas hoje mesmo.
Tenho um desa o para você: a partir do momento em que ler
este trecho do livro, você tem uma semana para aplicar e
ganhar dinheiro.
Uma empresa global de comércio eletrônico fez uma grande
pesquisa e descobriu que todas as pessoas têm entre 2.500 e
4.000 reais parados em casa, em coisas que não usa – e que
podem vender.
Para começar a vender, você precisa desenvolver um senso
de urgência. Sem isso, você vai seguir acomodado, com esse
dinheiro acumulado em coisas sem uso em casa.
Mas, se você ainda não tem urgência, tem que criar uma
urgência para você.
Vamos supor que você descobriu hoje que sua mãe tem um
problema muito grave no coração e precisa fazer uma cirurgia
daqui a cinco dias, ou então ela vai morrer. Só que essa cirurgia
custa 50 mil reais. Você não tem esse dinheiro, mas eu aposto
que, em cinco dias, daria um jeito de ter.
Agora vamos fazer um exercício. Ande pela casa e anote
tudo o que você tem que pode ser vendido.

Em seguida, selecione o que é mais fácil de vender. Tire foto


e poste em um site de compra e venda de produtos. Anuncie o
que quer vender e ganhe um dinheiro extra.
Se você tem roupas e sapatos que não usa, chame os amigos
e faça um bazar. Você nem precisa ter um grande lucro agora,
só precisa fazer a primeira venda.
A habilidade de vender é um músculo e, como todos os
músculos, precisa ser exercitada. Inicialmente, você nem
precisa colocar a carga do lucro. Pense em quando você vai para
a academia. O professor primeiro te passa o menor peso, para
você aprender o movimento, e, pouco a pouco, vai aumentando
a carga. Com as vendas é a mesma coisa. Se você ainda nem
sabe vender, como já quer ter lucro alto?
Primeiro você precisa se desbloquear, aprender como
funciona. Aos poucos você aumenta a carga, e quando perceber,
vai estar vendendo horrores e construindo a vida dos seus
sonhos.

COMO VENDER CONHECIMENTO


Uma grande di culdade que as pessoas têm é de
transformar o seu conhecimento em produto. Para isso,
comece se fazendo a seguinte pergunta: qual tipo de habilidade
você desenvolveu que outras pessoas pagariam para aprender?
Com certeza a vida te ensinou algumas coisas, muitas delas
você talvez nem quisesse aprender.
A mim, por exemplo, a vida ensinou a entender de vídeos,
“viralização”, estratégia de negócios e muitas outras coisas.
Várias delas eu não queria aprender.
Agora que paramos e percebemos que podemos escolher
que caminho seguir, vamos decidir o que aprender. Mas a
verdade é que essa história de a vida nos levar não é de todo
ruim, porque, nesse processo, aprendemos algumas coisas que
não podemos simplesmente rasgar.
Temos que reconhecer quando temos uma “mina de ouro”
nas mãos. Reconhecer que podemos usar as nossas habilidades
para ganhar dinheiro é uma das melhores coisas que
acontecem.
Pense em um conhecimento que você tem e que outras
pessoas pagariam para aprender. Você precisa empacotar isso
num produto. Existem algumas maneiras de fazer isso.
A primeira, que todo mundo já conhece, é criando um curso
on-line. Essa é uma forma muito poderosa. Treinamentos são o
futuro. O ensino a distância é o futuro. As pessoas estão cada
vez mais escolhendo aprender pela internet.
Outra maneira é curso presencial. Eu mesmo dou vários
treinamentos presenciais. Funciona muito, principalmente
para quem não tem a estratégia de vender on-line. Por muito
tempo da minha vida eu vendi apenas curso presencial. E sabe
como? Indo a eventos, dando palestras. Uma vez eu fui ao
evento de um amigo para 3 mil pessoas. Eu não palestrei nem
nada. Apenas fui ao evento e, por estar lá, fechei sete pessoas
para meu treinamento presencial que custava, na época, cinco
mil reais.
Outra opção é oferecer mentoria. Mentoria é quando você
acompanha uma pessoa por um tempo para ajudá-la a alcançar
um objetivo. Você já tem experiência no caminho que essa
pessoa quer seguir e tira as dúvidas dela para que chegue mais
rápido ao seu objetivo. As mentorias podem ser presenciais ou
on-line, individuais ou em grupo.
Você também pode dar consultoria. A diferença é que na
mentoria você acompanha a pessoa por um tempo. Na
consultoria, você faz um trabalho pontual. Chega lá, dá o
conteúdo que a pessoa precisa e vai embora. Não envolve
acompanhamento.
Você também pode empacotar seu conhecimento num livro,
ísico ou digital.
Uma outra forma de vender seu conhecimento que anda
muito em voga atualmente é a recorrência. A recorrência é um
acompanhamento que envolve um pagamento periódico –
mensal ou anual. E, enquanto paga, a pessoa recebe aquele
serviço ou tem acesso ao produto. A Net ix, por exemplo, é um
produto de recorrência. Essa é uma ótima forma de ter
previsibilidade de faturamento.
Grupos também são uma excelente forma de vender seu
conhecimento. Em geral o grupo é liderado por alguém. Por
exemplo, uma pessoa decide criar um grupo de mastermind e
começa a juntar as pessoas, que pagam para participar daquele
É
grupo. É diferente da mentoria, porque todos no grupo se
ajudam. Você pode criar um grupo de fotógrafos, por exemplo.
Quem quiser um pro ssional entra no grupo, solicita e
encontra alguém. Para os fotógrafos é interessante fazer parte
do grupo por uma mensalidade. Existem muitas formas de
monetizar os grupos, você só precisa encontrar uma que se
adapte ao que você oferece.
Outra coisa que funciona muito são ferramentas. Vamos
supor que você tenha criado uma planilha incrível para
controlar os seus gastos. Você pode vendê-la para outras
pessoas.
Se o seu conhecimento for empacotado e bem-apresentado
para o mundo, ele se torna vendável e você começa a ganhar
dinheiro com o que sabe.

COMO ESCOLHER UM PRODUTO FÍSICO


Se você não tem uma habilidade ou se não quiser vender
conhecimento e, em vez disso, quiser apenas vender produto, o
primeiro passo não é pensar em estratégias para vender esse
produto.
Antes disso você precisa saber escolher que produto vai
vender.
O primeiro passo é saber o nível de necessidade que as
pessoas têm desse produto. A coisa mais necessária para as
pessoas é a água. Então, pense que a água está no topo das
necessidades e se pergunte a que distância esse produto está
da água. Quanto mais perto (mais “líquido”), melhor.
Qual margem de lucro você vai ter nesse produto? No
começo, procure um produto em que você tenha pelo menos
150% de margem. Ou seja, você vai ganhar mais do que o dobro
do que gastou. Isso porque, como no início o seu capital é
pequeno, se você trabalhar com margens de lucro menores, vai
demorar muito para vê-lo se multiplicar. Quem pode se dar ao
luxo de trabalhar com margens pequenas são grandes
empresas, que movimentam uma quantidade gigantesca de
produtos.
Outro ponto importante são os fornecedores. Você precisa
ter fornecedores con áveis e constantes para sempre ter
produtos para vender. Quem está começando precisa girar
capital com frequência. Se não tiver como con ar na entrega
do produto, você pode se prejudicar.
Faça uma pesquisa de campo. Pesquise a sua margem de
lucro, os fornecedores e se certi que de que as suas fontes não
vão secar.
Agora que já falamos sobre tudo isso, vamos responder
algumas perguntas para validar a escolha do produto.

1. Qual dor esse produto resolve? Se ele não resolve uma


dor do consumidor, a necessidade não é tão imediata. E aí
a di culdade para vender vai ser muito maior. Procure
produtos que as pessoas estejam desesperadas para
comprar, de forma que enxerguem o fato de você tê-lo
para vender como uma oportunidade.

___________________________________________________________

___________________________________________________________

___________________________________________________________

2. Qual bene ício ele oferece? Nem todos os produtos são


focados na dor. Alguns oferecem um bene ício. Ir ao
cinema, por exemplo. Você não vai por uma dor, e sim pelo
bene ício.

___________________________________________________________

___________________________________________________________
___________________________________________________________

3. O produto é conhecido? É melhor evitar coisas que as


pessoas nunca viram. Quando você é o primeiro a trazer
uma novidade, o seu trabalho para vender é muito maior,
exige muito mais tempo e dinheiro. Normalmente quem
lança um produto no mercado tem que estar preparado
para esperar a curva de vendas do produto acontecer.

___________________________________________________________

___________________________________________________________

___________________________________________________________

4. As pessoas vão pagar por isso? Pode parecer algo bobo,


mas é muito importante. Eu mesmo já tentei vender
produtos que as pessoas simplesmente não queriam
comprar. Se você tiver di culdade de responder essa
pergunta, não escolha esse produto.

___________________________________________________________

___________________________________________________________

___________________________________________________________

Para nalizar, deixo uma frase que resume muito bem esse
processo: “demore para escolher um produto, mas escolha um
produto que venda rápido”. O maior erro é estar desesperado
para vender, comprar um produto qualquer e depois não
conseguir repassá-lo. É o seu dinheiro que está investido ali,
parado, sem girar. Então é melhor demorar com o dinheiro na
sua mão do que com o dinheiro empacado num produto que
não vende.
COMO VENDER UM PRODUTO FÍSICO
Existem algumas maneiras de você alcançar o cliente e
escoar o produto. Você precisa ver qual é a melhor para o seu
caso.
A primeira forma de você vender seu produto é numa loja
ísica, barraca ou quiosque. Existem alguns pontos comerciais
legais, pequenos e baratos. Hoje em dia tem até pessoas
dividindo pontos comerciais. Por exemplo: uma vende produto
para cabelo e a outra monta um salão. Tudo o que for faturado
em produtos é de uma, e o que for referente a serviços é da
outra. Você pode pensar em alguns tipos de parcerias para
colocar seus produtos em lojas.
Outra forma é ser revendedor ou autônomo. É quando você
ganha uma comissão por vender os produtos de uma empresa.
A Avon e a Natura trabalham muito com esse modelo. Você se
torna representante e vende de porta em porta.
Você também pode ser um vendedor ambulante. Eu
trabalhei assim por muito tempo na minha vida. Vendia
brigadeiro e beijinho para ajudar a minha mãe. E a rua é uma
verdadeira escola; ela te ensina muita coisa. Não é fácil, as
pessoas te olham torto, mas se você encarar consegue ganhar
dinheiro. E, se estiver disposto a ver isso como um trampolim,
acho que vale a pena pagar o preço.
Outra forma de escoar o produto é em grupos de compra e
venda, como o OLX e grupos de desapegos regionais no
Facebook. É muito mais fácil a pessoa con ar em você, que
mora na mesma cidade e vai entregar o produto na mão dela.
Você também pode vender por uma página no Instagram.
Não vou me aprofundar muito, porque é um universo muito
mais complexo. Mas você pode criar a conta no Instagram e
postar a foto de todos os seus produtos lá. Uma forma de você
crescer é usando as hashtags mais relevantes do seu
seguimento. Depois você pode até começar a impulsionar as
publicações e fazer anúncios.
O bom e velho bazar também é uma solução que ainda
funciona. Você combina com os seus amigos de fazer um bazar
de eletrodomésticos, por exemplo, juntam tudo o que vocês
não estão usando, arrumam um espaço e divulgam nos grupos.
Você pega os produtos consignados e ganha uma comissão se
zer a venda.
Você também pode se cadastrar em feiras e eventos para
participar como expositor. Ou então, aproveitar a
oportunidade do uxo de pessoas na região e montar a sua
barraquinha na frente do evento.
Por m, você pode vender na internet. Não pense que para
alavancar as vendas na internet você precisa reinventar a roda
ou fazer tudo o que os outros estão fazendo. Em vez disso,
pense na internet como uma forma de potencializar o que você
já faz. Vamos supor que você venda maquiagem e vá fazer um
bazar. Você vai criar um anúncio desse bazar direcionado para
a sua cidade. Comece por onde você mora. Primeiro porque
você não tem condições de atender o país inteiro ainda, e
segundo que é muito mais caro veicular um anúncio nacional.

PRODUTO VS. EXPERIÊNCIA


As pessoas não querem mais comprar coisas. Elas querem
comprar experiências. Então você não pode mais pensar em
termos de produto. Em vez disso, você deve pensar na
experiência que o cliente vai ter com o seu produto. Percebe a
diferença?
Há um tempo, eu estava em Gramado e fui comer numa
pizzaria. Mas não era uma pizzaria qualquer. Era uma pizzaria
pirata. Todo o ambiente era decorado como o tema de piratas.
Ao entrar, vê-se um baú do tesouro, o recepcionista te recebe
com uma voz carregada e trejeitos típicos. É como se você
zesse uma imersão em um navio pirata. Eles têm até um
personagem idêntico ao Jack Sparrow.
Quando você decide ir lá, é para viver uma experiência
pirata e, “de quebra”, comer uma pizza.
Se você parar pra pensar na Apple, por exemplo, percebe
que não é uma empresa que vende um celular. A Apple vende
uma “experiência iPhone”. Ela é a empresa com o melhor
atendimento do mundo. A experiência não envolve apenas o
produto, mas tudo o que acontece antes e depois da compra
também. Se você tem um problema na Apple, os atendentes
não só te tratam bem, como também fazem questão de que o
seu problema seja resolvido depressa.
Problemas vão acontecer e é nesse momento que você
descobre com quem está lidando. Pense sempre em superar a
expectativa do seu cliente na hora de resolver os problemas
dele.
Quando você for vender um produto, não foque só na coisa
que vai ser vendida. Pense na experiência. Como a pessoa vai
ser recebida e tratada, como é a embalagem, como é o pós-
venda. Se der problema, como você vai atender essa pessoa?
Entregue sempre mais do que as pessoas esperam. Ande a
segunda milha. Quando isso acontece, as pessoas são
delizadas e se tornam defensoras da sua marca.
Ter um negócio é diferente de vender um produto. Quando
você tem um negócio, as coisas mudam bastante. Você passa a
ser o cérebro que coordena as estratégias e as ações, e o seu
negócio passa a ser o organismo que executa tudo o que esse
cérebro pensa.
Vou te apresentar agora todas as coisas a que você precisa
estar atento ao criar a sua empresa. Meu objetivo aqui não é
me aprofundar sobre cada um dos tópicos, mas sim te dar a
informação que você não vai encontrar facilmente fazendo
uma pesquisa no Google.

NOME
A sua empresa precisa de um nome. Gaste tempo e energia
aqui buscando um nome inteligente. Pesquise para ver se não
existem outras empresas com esse mesmo nome.
Procure um nome único para não ter nenhum problema
judicial inesperado no futuro. E também se pergunte se esse
nome tem a ver com a sua marca. Imagine um consultório
dentário com um nome que remete a uma academia?

IDENTIDADE VISUAL
Aqui estão incluídas coisas como logo, cores, slogan e
manual da marca.
Um logo forte faz a sua marca ser identi cada em qualquer
lugar do mundo. Algumas marcas mais fortes que existem
atualmente são a Apple, o McDonald’s e a Coca-Cola. Sendo que
a Coca-Cola é um caso ainda mais especial. Basta você ver um
pedacinho do logo que você rapidamente identi ca que é a
Coca-Cola.
Antes de escolher as cores da sua marca, pesquise o que elas
signi cam. As cores têm uma forte in uência nos valores, na
mensagem e na proposta que a sua empresa comunica.
Vermelho e amarelo, por exemplo, despertam a atenção. O azul
passa con ança. Cada uma das cores desperta um tipo de
sensação no consumidor. Para se aprofundar nisso, pesquise
“signi cado das cores” no Google.
Slogan é a frase que transmite a mensagem principal que
você quer comunicar ao cliente.
Por m, o manual da marca é algo muito importante, e que
várias empresas esquecem. De nidos o logo, o slogan e as
cores, você precisa ter total clareza sobre suas regras de
utilização. É algo que um designer elabora, apresentando todas
as possíveis formas de aplicação da sua marca. Por exemplo: o
logo pode ser aplicado em cima de qualquer cor? Ou há
restrições quanto a isso? (Geralmente há, porque as cores não
combinam todas entre si e, mais importante, não é possível
visualizar a marca direito com algumas combinações.)
Mas o manual da marca não fala só de cores. Ele trata
também de tamanho, proporção, recortes possíveis etc.

DOMÍNIO E SITE
Quando você escolher o nome da empresa, pesquise se o
domínio está disponível. A nal, toda empresa precisa ter um
site. Vai chegar o momento em que será impossível fugir disso.
Todos os negócios terão que estar na internet.
É pelo domínio que as pessoas vão te encontrar, então
quanto mais fácil, melhor!
Você realmente vai precisar de um site. E ter um site bom,
com ar pro ssional, passa con ança.
Coloque-se no lugar do cliente. Se você não tem um site,
uma forma de contato, e não dá para ele te conhecer melhor, é
claro que ele vai descon ar.

CNPJ E CONTA PJ
Isso aqui é muito importante para separar a pessoa jurídica
da pessoa ísica.
Com um CNPJ, dependendo do seu ramo de atuação, você
pode se cadastrar no Simples Nacional. Com isso você paga por
volta de 6% de imposto. Na sua conta pessoa ísica, você paga
até 27,5%.
Abra uma empresa, uma conta de pessoa jurídica para ela
no banco e emita direitinho as suas notas scais. Você precisa
começar o seu negócio de acordo com a lei. E isso inclui pagar
impostos.

MÍDIAS SOCIAIS
A sua empresa precisa estar na internet. Digo, nos mesmos
lugares que os clientes estão, e não apenas com o seu site. Os
clientes não vão entrar no seu site todos os dias para ver as
novidades.
E onde eles entram? Nas redes sociais!
Então crie um Instagram e um Facebook para a sua empresa
e vá alimentando-os aos poucos, tirando fotos do dia a dia. Crie
o hábito de postar todos os dias. Sua empresa precisa se
comunicar com os clientes.
Pare de fazer campanha e faça companhia. Em vez de fazer
anúncio para aparecer para a pessoa, esteja onde ela está,
sempre que ela precisar.

ESCRITÓRIO
Infelizmente, a maioria das pessoas não tem maturidade
para trabalhar em casa, porque há muitas distrações.
No começo você vai precisar, sim, trabalhar na sua casa,
mas crie um home office, um lugar especial para isso. Pode ser
até uma mesinha num canto, e coloque um fone isolante de
barulho para se concentrar.
Também é importante avisar às pessoas que moram com
você que, quando está ali, você não está à toa, e sim
trabalhando em busca dos seus objetivos. Se mesmo assim
você não encontrar tranquilidade para trabalhar, saia. Lembre-
se: não tente vencer o ambiente, em vez disso crie o ambiente
que te faz vencer.
FUNCIONÁRIOS
Qual é a hora certa de contratar um funcionário? Quando
algo estiver insustentável para você. Antes de estar
insustentável, qualquer contratação é dar um passo maior que
a perna, porque você corre o risco de não ter fôlego nanceiro
para sustentar isso.
Então, no momento em que você não consegue mais fazer
tudo o que você faz e atender ao telefone, aí você contrata uma
secretária para te ajudar. A pergunta que deve se fazer sempre
é: se eu me livrar disso, vou poder me concentrar no mais
importante e multiplicar o dinheiro? Se a resposta for sim, é
hora de contratar.
Não consegue mais fazer o que precisa e cuidar do estoque?
Essa é a hora de contratar alguém para cuidar do estoque para
você. Não consegue mais dar conta das coisas e vender?
Contrate um vendedor. Mas faça isso apenas quando houver
uma necessidade real, e esteja sempre atento para delegar a
tarefa em que você é mais fraco e continuar fazendo aquilo em
que você é melhor ou que é estrategicamente mais importante.

COMO CRIAR UM PROCESSO


Uma coisa que você vai precisar na hora de contratar
pessoas é o processo. São os processos que vão garantir que
uma nova pessoa conseguirá cumprir uma tarefa tão bem
quanto você.
Uma empresa exemplar nisso é o McDonald’s. Para cada
sanduíche, existe um processo, um manual de produção que
deve ser seguido. Quando uma pessoa pega o processo
detalhado e segue o passo a passo à risca, não tem como fazer o
sanduíche errado.
O processo garante que, não importa o restaurante que você
visite no mundo, você vai encontrar o mesmo Big Mac.
Isso prova que, para a sua empresa funcionar, você não
precisa de gênios, só de um bom processo.
Para isso você precisa documentar o que acontece passo a
passo. E, mais uma vez, o óbvio precisa ser dito: dessa forma
você garante que qualquer pessoa, até uma criança, leia e
entenda o seu processo, sendo capaz de executar determinada
tarefa.
Você tem que ser detalhista mesmo, para que qualquer
pessoa seja capaz de reproduzir o processo exatamente como
você faz.

Exemplo, para enviar um e-mail, siga o seguinte processo:


1. Ligue o computador e insira a senha (caso tenha senha);
2. Abra o navegador de internet (diga qual é, e, se possível,
coloque uma imagem do ícone);
3. Na barra de navegação, digite o endereço do provedor de
e-mail (coloque o endereço);
4. Quando a página carregar, insira o seu login e senha (se
for uma conta compartilhada, diga quais são);
5. Clique no botão de escrever mensagem (imagem do
botão);
6. Na caixa “para”, escreva o endereço eletrônico do
destinatário. Se houver mais de um destinatário, separe os
endereços por espaço ou vírgula (de acordo com a regra do seu
serviço de e-mail);
7.No campo “assunto”, escreva sobre o que se trata a
mensagem;
8. No campo de texto, comece a sua mensagem com uma
saudação cordial (costumamos usar “Prezado ‘Nome do
cliente’”);
9. Escreva a sua mensagem da maneira mais clara e objetiva
que puder;
10. Revise a sua mensagem para se certi car de que não
restam dúvidas sobre o assunto nem erros de português.

11. Encerre com uma saudação cordial e colocando-se à


disposição (diga como deve ser essa saudação);
12. Insira a sua assinatura eletrônica da empresa;
13. Clique em “enviar”.
Por mais bobo ou óbvio que seja um passo, ele deve estar
descrito no processo.
Também é importante notar que, sempre que um passo for
indispensável, você deve explicar por que, para que a pessoa
entenda de verdade, em vez de apenas reproduzir
automaticamente.
No momento em que você está fazendo o processo, você tem
a oportunidade de documentar o passo a passo e tudo mais que
é importante, para criar o manual da função.

META NÃO É CHUTE


Esse é um assunto muito importante que, quando eu
realmente entendi, tudo mudou no meu negócio.
Pense em quanto você quer ganhar no próximo ano. Vamos
supor que você queira faturar 1 milhão de reais. Em seguida
vamos pensar no quanto você fatura por mês. Por exemplo, 3
mil reais no seu trabalho.
Com esse faturamento mensal, o fato é que, em um ano,
você vai faturar 36 mil reais. Diante dessa realidade, faturar 1
milhão é um sonho, não uma meta.
Meta não é chute. Meta é uma sequência de passos
replicáveis e factíveis para alcançar o seu objetivo.
Se você não tem condições de dar os passos para faturar 1
milhão neste momento, isso deve ir para o seu painel de
visualização, e não para o seu quadro de metas.
Mas vamos supor que você tenha um negócio de vender
bicicletas, fature 36 mil reais por ano e estabeleceu como meta
faturar 100 mil no próximo ano. Existem três maneiras de você
conseguir isso.
A primeira é aumentar o preço. A segunda é vender mais
produtos. A terceira forma é vender mais para o mesmo
cliente, criando uma esteira de produtos. A esteira é um
caminho que o cliente vai percorrer, porque um produto vai
gerando necessidade do próximo.
Por exemplo: se você compra um iPhone, não vai deixá-lo
desprotegido. Certamente você vai comprar uma capinha para
ele. E é bem provável que você compre também um fone de
ouvido melhor. E um adaptador, para poder carregar o seu
celular e ouvir música ao mesmo tempo. Depois vêm os
aplicativos...
Criar uma esteira de produtos é pensar na jornada do
cliente: em que ponto ele está e quais as futuras necessidades
dele? Quais são os produtos que ele pode querer comprar na
sequência? É isso que você tem que pensar para criar valor de
longo prazo e manter seu cliente delizado. E, no processo,
aumentar o seu faturamento.
Vamos voltar ao exemplo da venda das bicicletas. Hoje, você
vende 10 bicicletas, que resultam em 3 mil de faturamento. A
partir de agora, você vai criar um anúncio na rádio ou no
Facebook, e isso vai fazer com que, em vez de 10, você passe a
vender 20 bicicletas, dobrando o seu faturamento, que agora
será de 6 mil reais por mês.
Em geral, 30% das pessoas aceitam a próxima compra. No
McDonald’s, quando o atendente oferece a batata grande por
mais 1 real, 30% das pessoas aceitam. O mesmo vale para o seu
negócio. Mas, se você não tiver o que oferecer, elas não
compram.
O que você pode oferecer além da bicicleta? Por exemplo, se
você perguntar se a pessoa gostaria de ter um capacete por
mais 100 reais, 30% dirão sim. Então você vai vender 6
capacetes, mais 600 reais de faturamento. E isso é sucessivo.
Trinta por cento aceitam o próximo produto, e o próximo, e o
próximo.
Isso vale para o momento da compra, uma venda imediata.
Mas não quer dizer que os 70% que disseram não nunca mais
vão comprar alguma coisa. Eles vão, sim.
Outra coisa que aumenta o faturamento são ações de
vendas – as famosas promoções. Crie motivos para as pessoas
comprarem. Existem motivos programados ao longo do ano,
que são as datas comemorativas, e existem motivos que você
inventa, como “o patrão cou maluco”.
Quanto mais ações de vendas você zer, mais seu
faturamento vai crescer e mais próximo de atingir a sua meta
você estará.
E meta não é chute. A meta é baseada no resultado que você
tem. Quando você pensa em inúmeras maneiras de melhorar o
seu resultado e sabe que é possível, você decide as ações que
vai realizar e a estimativa do que você pode ganhar com isso é a
sua meta.

MÍNIMO PRODUTO VIÁVEL


Agora vamos falar sobre como você faz para tirar qualquer
projeto do papel. Isso precisa se tornar uma loso a de vida.
Quando você tem uma ideia de negócio, o que o seu cérebro
faz? Ele é especialista em tirar você de jogo (para poupar
energia, lembra?) e normalmente ele pensa em algo muito
distante, para que você tenha tempo para re etir. E quando
você estiver muito próximo de alcançar aquilo que achava que
era distante, ele vai encontrar um novo obstáculo e uma nova
condição. Ou seja, ele sempre vai te convencer de que você
ainda não tem algo de que precisa para começar.
Mas você já tem tudo ou quase tudo de que precisa para
entrar em campo.
O MVP (sigla em inglês para Minimum Viable Product) é o
mínimo que você pode fazer agora para ter o máximo de
resultado.
Pense o seguinte: com os recursos, o tempo e as habilidades
que você tem neste momento, você consegue montar um piloto
do seu negócio?
Por exemplo, se você quer montar uma hamburgueria. Você
pode ir na padaria, comprar o pão, pesquisar uma receita na
internet, testar, aprovar, anunciar o produto, produzir na sua
casa mesmo e começar a vender. Com 300 reais, tempo e
habilidade, você pode montar uma hamburgueria. Mas a gente
acha que precisa de algo gigante. Precisa mesmo? Quantas
vezes você pediu um hambúrguer no iFood e não fazia mínima
ideia de onde saiu?
O seu projeto, para começar, não precisa ser o melhor, mais
incrível e mais perfeito. Pense o seguinte: você só pode
melhorar algo que existe e que pode ser medido. É por isso que
você precisa anotar todos os seus resultados.
Para melhorar o seu projeto, ele precisa, antes de mais
nada, existir.
Outro ponto importante: erre rápido e barato. Se for para a
hamburgueria não dar certo, é melhor que você descubra logo e
tenha investido pouco, não é?
O que você pode fazer com o que tem agora? É exatamente
isso que tem que ser feito. Já. Imediatamente. As coisas
precisam começar pequenas. Tudo é construído de baixo para
cima.

SEQUÊNCIA AAAR
Começar pequeno e ir crescendo e aprimorando, passo a
passo: essa é a loso a de quem segue o conceito MVP. Para
isso, existe uma sequência de passos, a sequência AAAR.

1. APRENDER
Quando você quer criar alguma coisa, provavelmente já
sabe algo sobre isso. (Se não sabe, é melhor criar outra coisa,
porque tudo na vida tem uma curva de aprendizado.)
Nunca tente fazer algo sobre o que você não tem
conhecimento.

2. APLICAR
Depois de aprender, você vai investir o que você sabe em
alguma coisa. Ou seja, você vai empreender o seu
conhecimento no seu negócio.

3. ANALISAR
Neste momento você vai parar um instante, ver os seus
resultados e o que fez para conquistá-los. Por exemplo, quantas
vendas você realizou? E que ações tomou para isso? Teve
retorno? Qual a sua taxa de conversão?
Analise tudo. Onde vendeu, onde não vendeu. Se o clima
ajuda ou atrapalha (você di cilmente vai vender guarda-chuva
em dia de sol).
Essa análise serve para você cortar tudo aquilo que não
funcionou e otimizar o que deu certo.

4. REPETIR
Depois de analisar com cuidado o seu negócio e os
resultados, você vai repetir o que deu certo.

A DIFERENÇA ENTRE AS PESSOAS DE SUCESSO E AS FRACASSADAS ESTÁ


EXATAMENTE EM SEGUIR ESSES PASSOS. TODO MUNDO APRENDE ALGUMA
COISA NA VIDA, MAS NEM TODAS APLICAM O QUE APRENDERAM. DAS QUE
APLICAM, POUCAS ANALISAM E REPETEM. A MAIORIA ANALISA E PARA.
SÃO AS QUE MELHORAM E REPETEM QUE CRESCEM E FAZEM SUCESSO.
EMPRESA RICA, DONO POBRE
Eu vejo muita gente que monta um negócio e pensa que está
rico quando começa a faturar 50 mil reais por mês. Não, meu
amigo. É o negócio que tem dinheiro, não você.
Enquanto o seu negócio não estiver consolidado, com
previsibilidade, reserva e reinvestimento, você não pode pegar
o lucro todo.
O dinheiro da empresa não é seu. A sua conta e a da
empresa devem ser completamente separadas. Cada um deve
ter a sua reserva de emergência.
Para que a empresa continue crescendo e o dono se torne
consciente do que vem para a mão dele, é importante
estabelecer um pró-labore. Isso nada mais é do que o salário do
patrão. Todos os meses, você vai receber a mesma coisa e, lá no
nal do ano, depois do balanço, você faz uma retirada de lucro
para a sua conta.
Você enriquece à medida que a empresa enriquece, mas faça
isso de forma consciente, não de forma irresponsável,
colocando todo o dinheiro da empresa na sua conta.
Quando você for gastar o dinheiro da sua empresa, seja em
produtos ou serviços, pense no que realmente é necessário.
Sua empresa precisa do essencial, e não do bom e do melhor.
Além disso, empresas compram em lugares especí cos de
empresas, porque o custo disso é muito menor.
A empresa não é um lho, é de onde tiramos o sustento.
Empresa não tem sentimento (as pessoas que trabalham nela,
sim). A empresa não precisa do bom e do melhor. Ela precisa do
que é funcional.
É preciso investir com sabedoria, sempre pensando na
relação custo x bene ício.
Outro ponto importante é pensar na Lei de Pareto, a lei
80/20. Essa lei diz que 20% das coisas que você faz serão
responsáveis por 80% dos seus resultados. E é por isso que
tudo deve ser analisado, para que você saiba quais são esses
20% que trazem mais resultados e invista mais tempo e
energia neles.

GESTÃO FINANCEIRA
A gestão de uma empresa é dividida em três partes:
estrutural, de pessoas e nanceira. Como você está começando,
ainda não precisa se preocupar com a gestão estrutural e de
pessoas. Mas a gestão nanceira é essencial desde o início, e
tem algumas coisas de extrema importância que eu quero te
explicar a seguir.

PONTO DE EQUILÍBRIO
Toda empresa tem receitas e despesas. Ponto de equilíbrio é
o valor exato que paga todas as suas contas. O que você precisa
para car no zero a zero. A partir desse momento, tudo o que
entrar é lucro.
Se a sua empresa custa 5.200 reais por mês, esse é o ponto
de equilíbrio. Só depois de atingir esse faturamento é que a
empresa passa a ter lucro.
Esse é um conceito essencial para as empresas, mas que, se
levado para a vida pessoal, também pode te ajudar muito.
Para a sua empresa existir, você deve pelo menos car no
zero a zero, para nunca acumular dívidas.
Encontre o seu ponto de equilíbrio. Isso é essencial para
gerir o seu negócio.

CAPITAL DE GIRO
Isso nada mais é do que o dinheiro que você precisa para
fazer com que a sua empresa funcione no mês. Não é o dinheiro
que você usa para pagar as contas, e sim o que você usa para
fazer o seu negócio “girar”. Se você tem uma empresa de
motoboys, por exemplo, capital de giro é o dinheiro que você
vai usar para abastecer o tanque dos seus funcionários, para
reparos e peças das motos.
É o que você precisa ter em caixa para a sua empresa
funcionar. Não se trata aqui das despesas xas, e sim do
dinheiro para manter a empresa operando com as coisas que
podem acontecer.
Por exemplo, uma vez minha mãe decidiu abrir uma
padaria. Foi uma das nossas piores experiências, mas também
uma das mais esclarecedoras. Nosso primeiro erro foi abrir a
padaria num lugar que não tinha ninguém. Não passava
ninguém. Não tinha público. Além disso, descobrimos de uma
maneira muito trágica a importância do capital de giro.
Precisávamos fazer pão francês. A gente fazia, colocava lá e
ninguém comprava. Também tinha um freezer e uma vitrine,
que precisavam estar sempre abastecidos de bebidas, bolos,
doces, salgados etc. Só que essas coisas precisam ser feitas
todos os dias, com novos ingredientes. Entretanto, você não
recebe na hora por isso.
Como funciona? Você gasta primeiro, a fatura vem no
cartão e só depois que você vende é que vai conseguir cobrir
todo esse dinheiro que precisa gastar para manter o negócio
funcionando.
Então é essencial você calcular quanto de capital de giro o
seu negócio precisa. Foi por não ter isso que a padaria da
minha mãe faliu.
O valor do capital de giro também precisa constar da
composição do seu ponto de equilíbrio. Porque não basta só
pagar as contas e começar a tirar lucro. Você precisa pagar as
contas, separar o dinheiro para manter o negócio funcionando
e, só depois disso, ter lucro.

RESERVA DE EMERGÊNCIA
Esse é um dinheiro que você precisa ter guardado para
garantir que todas as despesas serão pagas se alguma coisa der
errado. Isso se aplica tanto a empresas quanto a pessoas.
Eu tenho em cada reserva 12 meses de contas pagas – 12
meses da empresa e 12 meses de contas pessoais. Se alguma
coisa me acontecer, eu posso sobreviver um ano só com as
reservas de emergência. Fora os investimentos.
Separe um valor todos os meses para essa reserva para
garantir que a sua empresa não quebre.
Um dos maiores erros dos empreendedores é pensar
sempre que nada de ruim vai acontecer. “Pense no melhor
quadro.” Sim, você tem que pensar no melhor quadro, mas ao
mesmo tempo tem que estar preparado para o pior quadro
também, porque, se ele acontecer, você não vai ser pego
desprevenido.
Sua reserva tem que ser de pelo menos seis meses.
Multiplique o seu ponto de equilíbrio (despesas + capital de
giro) por seis meses e encontre o valor que você precisa ter na
sua reserva de emergência.
Uma empresa de sucesso está sempre pronta para evoluir,
mas também tem um backup, porque nós vivemos num mundo
em que as coisas dão errado. E o problema não é ter problema,
e sim como os problemas são resolvidos.
Sem reserva de emergência, você não está pronto para
suportar os problemas.

AGENDA DE PAGAMENTOS
Isso é essencial para manter as contas em dia. Muitas
pessoas criaram o hábito de pagar as contas com atraso. Por
quê? Você gosta de pagar multa?
Você tem que pagar as suas contas em dia e, para isso, pode
criar uma agenda para se organizar. Todo dia tal, eu pago isso.
Todo dia x, pago aquilo. E, se for preciso, coloque lembretes no
celular.
Tem boletos que te cobram 10% de multa, mais 3% ao dia se
você atrasar. No m, você acaba gastando muito mais. Fuja
disso. Agende todos os seus pagamentos e pague todas as
contas em dia.
Além de não pagar multa, quando você honra as suas contas
em dia, seu score (a pontuação de credibilidade) no banco e no
mercado melhora. Isso, no futuro, te ajuda a ter crédito. Ao
contrário das pessoas ísicas, uma empresa tomar empréstimo
é algo inteligente. A empresa deve usar o TODO e o DDO: o
tempo dos outros e o dinheiro dos outros. O patrão compra o
tempo dos funcionários. E as empresas também pegam
dinheiro emprestado, porque fazem esse dinheiro render
muito e pagam um juro mínimo comparado ao quanto zeram
o dinheiro multiplicar.
LANÇAMENTO DAS CONTAS
Tem um aplicativo chamado Conta Azul, que é o melhor do
mercado hoje em dia para controle de contas. Guarde a nota
scal de tudo o que você comprar para a sua empresa e lance
tudo nesse aplicativo.
Isso vai te permitir ter clareza sobre tudo o que está sendo
gasto e como.
Com isso você pode cortar os gastos e custos e otimizar o
seu uxo de caixa.

OS QUATRO QUADRANTES
Para nalizar, quero te apresentar o conceito dos quatro
quadrantes. Essa é uma base que as grandes empresas
costumam usar, separando os resultados por trimestre.
Cada ano tem quatro quadrantes de três meses. Você anota
no espaço de cada mês o faturamento da sua empresa. Na linha
inferior, você tem a soma de faturamento do trimestre. Isso te
dá uma previsão de faturamento para o quadrante seguinte.
Com base nessa previsão, você analisa as suas ações do
quadrante anterior, elimina tudo o que deu errado, melhora e
repete o que deu certo. E com isso você sabe quanto pode
faturar e como pode melhorar o resultado do quadrante
seguinte.
Isso ajuda você a ter uma visão mais clara do seu negócio.
No ano seguinte, você pode ver qual foi o seu melhor mês e
focar nele todas as suas ações.

PARE DE TENTAR SE DESCOBRIR, ESTÁ NA HORA DE SE CRIAR.


Chegamos ao m do passo a passo para a sua
transformação! A jornada para você crescer, aparecer e se
tornar uma pessoa rica e bem-sucedida.
Meu objetivo com este livro era compartilhar com você
um pouco do que aprendi e tudo o que funcionou para
mim.
Sim, eu sei que todos esses assuntos são muito mais
profundos do que abordei aqui, mas eu acredito em dar um
passo de cada vez.
Se você está no zero, sem dinheiro, precisa primeiro
entender que pode ser dono da sua vida e empreender.
Você não precisa conhecer todos os recursos de gestão e
investimento, concorda?
Espero realmente que você tenha feito todos os
exercícios propostos ao longo do livro. Se pulou algum,
volte lá e faça.
Acredite: tudo aqui foi desenhado com muito carinho
para você, com base na minha experiência pessoal. Esse foi
o caminho que eu segui. Depois de ter deixado de ser um
menino pobre de Maringá e me tornado um empresário
muito bem-suce-dido, que pode ter o que quiser e viajar
para onde quiser, eu quis compilar, da maneira mais
simples e prática possível, tudo aquilo que realmente fez
diferença na minha vida.
Teorias existem aos montes. Hoje temos acesso a tantas
informações que seria impossível acompanhar tudo no
nosso tempo de vida. E foi por isso que eu selecionei para
você o que realmente importa para o momento que você
está vivendo agora.
Espero ter te ajudado. Quero te ver em breve em mais
um passo da sua jornada para o sucesso.

UM ABRAÇO,
TIAGO FONSECA
Transformação pessoal, crescimento contínuo,
aprendizado com equilíbrio e consciência elevada.
Essas palavras fazem sentido para você?
Se você busca a sua evolução espiritual,
acesse os nossos sites e redes sociais:

iniciados.com.br
luzdaserra.com.br
loja.luzdaserraeditora.com.br

luzdaserraonline
editoraluzdaserra

luzdaserraeditora

luzdaserra

Avenida 15 de Novembro, 785 – Centro Nova


Petrópolis / RS – CEP 95150-000 Fone: (54)
3281-4399 / (54) 99113-7657 E-mail:
livros@luzdaserra.com.br
Sumário
Capa
Folha de rosto
Créditos
Sumário
Introdução
Uma Mente à Prova de Balas
Os 4 T’s
Sonhos e Objetivos
Descobrindo Seus Valores
Painel de Visualizações
Controlando a Sua Mente
Conquistando a Felicidade
Escassez Vs. Abundância
Libertando-Se Do Passado
Mente Milionária
Ecossistema Milionário
Ambiente
Estímulos e Gatilhos
Preserve a Sua Energia
Energético Natural
Desenvolva Suas Competências
Monte O Seu Quebra-Cabeça
Descubra No Que Você é Bom
O Poder Do Foco
Habilidades Mais Valiosas
Não Erramos, Aprendemos
Matriz Swot
Marketing Pessoal
Como se Vestir
Como Ficar Dez Vezes Mais Bonito
Como se Comportar
Como se Apresentar
A Lei da Reciprocidade
Expert Em Vendas
Como Ganhar Dinheiro Agora
Como Vender Conhecimento
Como Escolher Um Produto Físico
Como Vender Um Produto Físico
Produto vs. Experiência
O Que Todo Negócio Precisa Ter
Como Criar Um Processo
Meta Não é Chute
Mínimo Produto Viável
Sequência Aaar
O Que é Gestão?
Empresa Rica, Dono Pobre
Gestão Financeira
Mais Um Passo da Sua Jornada Para O Sucesso
Seja Rico
Gimenes, Bruno
9786588485040
320 p�ginas

Compre agora e leia

Como é a sua vida agora? Como você deseja estar? Você quer uma vida
mais rica? Imagine ter tudo o que quer do seu jeito, com paradigmas e
ideais alinhados, pensamentos sintonizados e crenças limitantes
anestesiadas? Como seria reconstruir a sua vida, sabendo como criar a sua
realidade, entendendo as consequências de tudo o que faz, sente e pensa?
Neste livro, Bruno Gimenes compartilha 60 passos, com mensagens
precisas e direto ao ponto, para ajudá-lo a criar a vida dos seus sonhos! O
autor mostra uma lista para você executar, testar, realizar e enriquecer. E o
melhor, você não vai experimentar a riqueza vazia. Ao contrário, você será
tudo o que nasceu para ser, vai expandir a sua essência e o seu talento será
dividido com o mundo. Tenha acesso a um guia rápido com ações para
fazer uma transformação impactante na sua vida!

Compre agora e leia


Eneamind
Trombetta, Marcos
9786588485057
216 p�ginas

Compre agora e leia

O que falta para a sua vida se tornar mais feliz? Você tem clareza das suas
metas? Você quer saber exatamente quem é e onde quer chegar? Por que
você não está agindo de acordo com seus objetivos? Como seria
transformar os seus sonhos, que estão apenas na sua mente, em algo
concreto? Imagine materializar no mundo físico tudo aquilo que desejou e
passar a viver a vida dos seus sonhos! Aprenda com quem já chegou lá!
Neste livro, o Prof. Marcos Trombetta traz para você o Eneamind, um
método simples baseado nos nove poderes mentais do Eneagrama. O autor
propõe exercícios para que você comece a mudar a sua realidade a partir
da mudança dos seus paradigmas. Mais do que uma metodologia, trata-se
de uma filosofia de vida que pode ser aplicada por qualquer pessoa que
queira ser o arquiteto da própria vida! Quer saber mais? Então, leia este
livro já. Comece a gerar instantaneamente novos resultados! Conquiste
todos os objetivos que desejar em sua vida!

Compre agora e leia

Você também pode gostar