Você está na página 1de 2

A relação do stress infantil dom a dificuldade de aprendizagem

Para iniciarmos uma relação entre o stress infaltil com a dificuldade de


aprendizagem, definiremos o estresse:

Estado gerado pela percepção de estímulos que provocam excitação


emocional e, ao perturbarem a homeostasia, levam o organismo a
disparar um processo de adaptação caracterizado pelo aumento da
secreção de adrenalina, com várias consequências sistêmicas.
( Dicionario eletrônico Houaiss da língua
portuguesa 3.0)

O stress pode ser causado por mudanças de estilo de vida que trazem
depressão, ansiedade e assim tiram a qualidade de vida, em uma criança
essas mudanças podem estar relacionadas a separação dos pais, a falta de
tempo dos pais para com eles, dificuldade de aprender algo, professores
estressado, entre muitos outros motivos em que iremos retratar.

A separação dos pais causa na criança uma mudança drástica onde tira
a participação assídua de um de seus genitores, passando a ve-los uma vez
por semana ou em alguns casos ate menos do que isso, o que se pode
acontecer nestes casos é que a criança pode ficar com aquele que tem menos
afinidade, menos paciência, então quando a criança pede ajuda, recebera
impaciência ao invez de compreensão, então causando ai o stress, e
problemas na aprendizagem que é nosso ponto chave. Assim podemos
mostrar que em algumas vezes o problema de aprendizagem já esta vinculado
com o que gera stress.

Outro ponto que podemos retratar é quando o aluno não se identifica


com o modo de ensino de seu professor, não acompanha a turma em seu
método didático, o stress causa aumento da adrenalina , então a criança além
de ficar mais agitada, e nervosa, cada vez menos consegue acompanhar o que
esta sendo passado.

A perda de trabalho dos pais, a chegada de um irmão casula, presenciar


fatos de violência na família, rejeição de amigos, medo de não conseguir
praticar as atividades propostas, são outros exemplos que causam na criança
traumas e stress que podem prejudicar em sua aprendizagem.

O stress nos traz algumas consequências a curto e longo prazo, desde


tensões e dores musculares, e a vulnerabilidade do sistema imunológico, ate
mesmo a hipertensão, infarto, herpes, ulceras, e ate mesmo o câncer.

Sabendo dessas consequências então devemos evitar o stress desde a


infância, pois em certos casos esse sentimento de irritabilidade é inevitável,
mas devemos poupar as crianças de certos transtornos que estão cada vez
afetando mais cedo as pessoas.
Um dos primeiros passos para cuidar do stress das crianças é controlar
seu próprio stress, desta forma sendo compreensivo com a criança, levar a
lugares calmos, divertir, distrair, e o mais importante escuta-la uma criança tem
muito o que falar sobre, aquilo que se é passado, a parte dos pais escutar a
criança pode ate mesmo descobrir de onde tem sido trago o stress em que ela
carrega.

Devemos estar atentos aos sintomas que elas demonstram como os


pesadelos, hiperatividade, desatenção, dores musculares nas pernas, apatia,
inquietude, dor de barriga, desobediência, medo, fobia, dificuldades na escola
e, principalmente, a criança aparenta estar infeliz.

Como pode-se esperar que uma criança com todos esses sintomas,
medos, adrenalina consiga um bom aprendizado?, não se pode ser cobrado
quando não há condições de ser feito.

Dados provam que o stress infantil é presente em escolas:

Uma pesquisa realizada por Lipp, Arantes, Buriti e Witzig (2002)


sobre a presença de sintomas de stress em 255 escolares de 7 a
14 anos de escolas públicas e particulares. Constatou-se que o
tipo de escola tinha forte associação com o nível de stress nos
alunos e que o número de meninas com stress era
significantemente maior do que nos meninos. Verificou-se que o
stress estava presente na primeira série e ia diminuindo
gradativamente nas séries posteriores. Os dados indicam uma
necessidade grande de se buscar meios para que as crianças
sejam incluídas no sistema educacional de um modo mais
adequado, evitando assim um aumento do nível de stress da
vida escolar.

Diante das várias causas que geram o stress, outro fator


importante que pode vir a desencadear um stress mais intenso é
a escola, pois é uma instituição que influencia diretamente as
crianças. Juntamente com o stress elevado a criança pode
apresentar sérias dificuldades de aprendizagem, dificultando
ainda mais seu rendimento escolar.

De acordo com a pesquisa, mostra-se que os alunos que


apresentam um baixo rendimento escolar acabam tendo elevado
nível de stress, o qual impede uma aprendizagem efetiva.

(http://www.profala.com/artpsico45.htm)

Com isso podemos então afirmar, que os problemas que geram o stress infantil
estão tanto na escola quando em casa, e que acarretam a impedir a impedir a
uma boa aprendizagem.