ANÁLISE TEXTUAL - REVISÃO AV2

AULA 1 – LÍNGUA, LINGUAGEM E VARIAÇÃO LINGUÍSTICA. Questão 1 Leia o texto abaixo. Se um falante produzir “Aquelas mina não têm trampo.” e outro falante produzir “Aquelas gatas são maneiras.”, a utilização de “mina” e “gatas”, leva-nos a pensar em uma variação em relação: a) ao sexo (masculino e feminino). b) ao grau de escolarização. c) à região geográfica. d) à faixa etária.

AULA 2 - ADEQUAÇÃO LINGUÍSTICA, VARIAÇÃO LINGUÍSTICA, TEXTO E HIPERTEXTO. Questão 2 Leia o diálogo a seguir. Pai não entende nada - Um biquíni novo? - É, pai. - Você comprou um no ano passado! - Não serve mais, pai. Eu cresci. - Como não serve? No ano passado você tinha 14 anos, este ano tem 15. Não cresceu tanto assim. - Não serve, pai. - Está bem, está bem. Toma o dinheiro. Compra um biquíni maior. - Maior não, pai. Menor. Aquele pai, também, não entendia nada. VERÍSSIMO, Luis Fernando. Comédias da vida privada: 101 crônicas escolhidas. Porto Alegre: L&PM, 1995. p. 255.

Das informações abaixo. O enunciado acima apresenta problemas: . b) O preço do biquíni. Questão 3 Leia o texto a seguir.Como sabemos. Foi o cineasta contemporâneo que conseguiu chegar mais perto do conceito de Deus. AULA 3 – TEXTUALIDADE.TIPOS DE COERÊNCIA. Questão 4 “Ela comprou muitos cadernos na nova loja. é: a) porque b) pois c) já que d) se bem que AULA 4 . COESÃO SEQUENCIAL ARTICULAÇÕES SINTÁTICAS E SEMÂNTICAS. Poderia ter feito muito mais filmes. uma vez que ele já tinha declarado que “A Fraternidade é Vermelha” seria seu último filme. no Jornal da Tarde. 14/13/96) O operador argumentativo que NÃO poderia substituir “uma vez que”. Acho que foi uma premonição. mas não comprou nenhum material escolar”. c) Algumas meninas exibem o corpo. FATORES DE COERÊNCIA. no texto. assinale aquela que o pai NÃO considera: a) A falta de dinheiro. mas foi vítima do totalitarismo socialista. d) Sua filha é muito recatada. (Leon Cakoff. a oralidade é repleta de elementos do contexto importantes à construção de sentidos.

porque a palavra “roupa” substituiu a palavra “vestido”. alergias e doenças respiratórias se agravam como resultado dos fatores climáticos. fornece-nos um resumo das ideias do texto. d) Alertar para a necessidade de mais cuidados com a saúde. Questão 6 Sabemos que os GÊNEROS TEXTUAIS são formados por sequências diferenciadas denominadas TIPOS TEXTUAIS. porque há uma contradição entre as orações. Questão 5 Sabendo que o título de um texto.br/index. reforça o seguinte propósito comunicativo: a) Apresentar dicas para reduzir os efeitos climáticos. porque não há elos coesivos suficientes. pode-se dizer que é: a) uma sequência dissertativa que pertence ao gênero reportagem. b) Informar sobre as novas técnicas para evitar doenças respiratórias.com. Saiba por que isso acontece e confira dicas de especialistas para reduzir os efeitos à sua saúde durante a estação. porque a conjunção “mas” deveria ser substituída por “no entanto”. Leia o exemplo abaixo: Inverno: cuidados extras com a sua saúde A partir deste mês. c) Discutir o melhor procedimento para evitar problemas de saúde.shtml) A construção sintática do título do texto. predominantemente. com nomes.TIPOLOGIA TEXTUAL E GÊNEROS TEXTUAIS (PARTE 1).a) na coerência. AULA 5 . geralmente. c) na coesão. b) na coerência. (Extraído de http://veja. Sobre o texto da questão 5.abril. d) na coesão. . b) uma sequência narrativa que pertence ao gênero carta comercial.

b) o uso de gírias. No futebol. Como são textos instantâneos.Tipologia textual (parte 2): narrar. escreveu. A instantaneidade não permite muita reflexão. a que mais preocupa a CBF com relação ao uso do Twitter pelos jogadores é: a) as repetições. Gêneros textuais: conto.. d) uma sequência argumentativa que pertence ao gênero currículo. isso significa desde presidentes de clubes anunciando contratações a “cornetando” os rivais até mulheres de jogadores reclamando da substituição do marido. Quem acompanha essas postagens são chamados “seguidores”. Mas todos os jogadores vão entender essa instrução da mesma forma?”(Revista Época. mas que: a) apresentam uma sequência narrativa. d) a ausência de reflexão.. crônica. b) caracterizam-se pela apresentação de uma estrutura argumentativa. Questão 8 Sobre conto e crônica.) A CBF liberou o uso do Twitter durante a Copa. AULA 6 .(. expor. Questão 7 Leia o texto abaixo. c) a fragmentação do texto.c) uma sequência descritiva que pertence ao gênero currículo. . c) limitam-se a narrar fatos científicos. Dentre elas. argumentar. 24 de maio de 2010. apresentam características muito parecidas às da modalidade falada da língua. 32) O Twitter é uma ferramenta da tecnologia moderna que permite veicular informações curtas sobre assuntos variados. “No Twitter é assim: pensou. desde que não se fale de assuntos ‘internos’. p. dissertar. petição. é correto afirmar que são gêneros textuais distintos.

Conflitos jurídicos e gramaticais." a) o lugar b) as personagens c) o fato d) o modo . Leia o trecho a seguir: Um dos gomos ou pomos da discórdia verbal foi a frase pinçada de coluna publicada em 03/08/04. sua estratégia argumentativa. Na crônica apresentada. o seu colega Joaquim de Oliveira. Questão 9 Na crônica Conflitos jurídicos e gramaticais. pedreiro. A língua nossa de cada dia.d) fazem uso de uma linguagem técnica. o autor a) faz referência a outro texto já publicado. Deonísio da. Escreveu Jarbas Passarinho: “A descoberta dos campos de extermínio nazistas horrorizaram (sic) o mundo. matou ontem em Vigário Geral. o professor Deonísio da Silva. c) desconhece as normas da língua portuguesa. um erro em termos de concordância cometido por Jarbas passarinho. residente na rua Xavier. Pedro da Silva. discute.) As crônicas caracterizam-se pela abordagem de um assunto comum no dia a dia. b) apresenta. Penha. In. de trinta anos. (Extraído de SILVA. SP: Novo Século Editora. na introdução. 25.” Não há como abonar sua opção sintática. Osasco. entre outros assuntos. indique a alternativa cujo elemento estruturador da narrativa NÃO foi interposto no episódio: "Porque não quis pagar uma garrafa de cerveja. Questão 10 Com base no texto abaixo. 2007. d) elogia o papel dos escritores em seus textos.

AULA 7 – Estrutura do parágrafo. d) verbos de ação que se referem às personagens. na distração do ofício que amava. Gritou. Estou com um frio terrível! Mas. há uma série de a) informações implícitas que devem ser inferidas. Questão 11 O texto abaixo exemplifica uma sequência narrativa.html) http://raquelletras. desistiu com a noite. Ninguém veio. cavando. Alguém tirou a terra de cima de você. Levantou o olhar para cima e viu que sozinho não conseguiria sair. . Leia-o atentamente. um episódio curto. isto é. Uma cabeça ébria apareceu lá em cima. desesperado. na noite escura.coveiro . coitado! . b) atributos utilizados para descrever as personagens. percebeu que cavara demais. A noite chegou. Bateu o frio da madrugada e. por favor.era cavar. de repente. O Coveiro Millôr Fernandes Ele foi cavando. perguntou o que havia: O que é que há? O coveiro então gritou. Ninguém atendeu. embora o cemitério estivesse cheio de pipilos e coaxares naturais dos matos. a ideia central do parágrafo é um incidente.Tentou sair da cova e não conseguiu. pois sua profissão . encheu-a e pôs-se a cobri-lo cuidadosamente.com/2010/03/exemplo-texto- Nas narrações. (Disponível em narrativo. cansou de esbravejar. Deitado no fundo da cova o coveiro gritou. desesperado: Tire-me daqui. Os passos se aproximaram. Só pouco depois da meia-noite é que vieram uns passos. pegando a pá. meu pobre mortinho! E. fez-se o silêncio das horas tardias.condoeu-se o bêbado . cavando. c) dados que comprovam os argumentos do autor. Mas. subiu. No parágrafo apresentado. não se ouviu um som humano.blogspot. Sentou-se no fundo da cova.Tem toda razão de estar com frio. Enrouqueceu de gritar. Gritou mais forte.

d) injuntivo. quando a vítima da tortura vem a morrer. intimamente relacionadas pelo sentido e logicamente decorrentes dela”. que ofende a dignidade humana. A tortura é imoral e constitui crime. secundárias.pciconcursos. Embora não exista ainda nas leis penais a definição do 'crime de tortura'. A confissão obtida mediante tortura não tem valor legal e o torturador comete crime. incapazes de realizar uma investigação séria. Além de ser um procedimento covarde. b) ao tópico frasal. c) ao raciocínio argumentativo. . ficando sujeito a severas punições.Questão 12 Leia a definição abaixo: “É uma unidade de composição constituída por um ou mais de um período. b) descritivo.br) Pode-se dizer que a definição apresentada refere-se: a) ao parágrafo. usam a tortura para obrigar o preso a confessar um crime. podendo qualificar-se como homicídio. Como tem sido denunciado com grande frequência. em que se desenvolve determinada ideia central. essa prática é legalmente condenada. Questão 13 "É comum. d) à tipologia textual. torturar um preso ou detido é abuso de autoridade somado à agressão e lesões corporais.com. (Disponível em http://www. c) dissertativo. no Brasil. policiais incompetentes. a prática de tortura contra presos." (Dalmo de Abreu Dallan) Pode-se afirmar que esse trecho é um parágrafo: a) narrativo. ou nuclear. a que se agregam outras.

“Uma câmera na mão e uma ideia na cabeça” . No exemplo apresentado. . Todas as baleias são mamíferos. Questão 15 Leia o silogismo abaixo. 14/04/2004) Disponível em http://www. No texto apresentado. Sabe-se que o silogismo é uma forma de organização do pensamento.Passeiweb. b) baseado em provas concretas. d) três premissas.AULA 8 . é preciso pensar no tipo de argumento utilizado. Alguns animais são baleias.a famosa frase-conceito do diretor Gláuber Rocha – virou uma fórmula eficiente para explicar os R$ 130 milhões que o cinema brasileiro faturou no ano passado. c) baseado no consenso. Questão 14 Leia o texto abaixo.Com/na_ponta_lingua/sala_de_aula/portugues/redac ao/dissertacao_e_narracao/argumentos Na construção de um texto argumentativo. b) uma premissa e duas conclusões. d) com base no raciocínio lógico. O cinema nacional conquistou nos últimos anos qualidade e faturamento nunca vistos antes. pode-se dizer que há a) duas premissas e uma conclusão. c) uma premissa e uma conclusão. alguns animais são mamíferos. Logo. pode-se perceber que o autor fez uso de um argumento a) de autoridade. (Adaptado de época.RACIOCÍNIO ARGUMENTATIVO.

. d) Há problemas na coesão e na coerência da frase apresentada porque desconhecemos o ministro.Questão 16 A frase abaixo possui mais de um significado. b) A frase é incoerente porque não conseguimos entendê-la de modo algum. em seguida. assinale o comentário correto acerca do modo como ela foi redigida: A demissão do ministro foi surpreendente. a) É preciso observar a situação comunicativa porque há duas possibilidades de interpretação para a frase. Analise-a e. c) A ausência de elos coesivos prejudicou o entendimento da frase.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful