Você está na página 1de 2

Assunto: Infância e Desenvolvimento Humano Autores como Comênio, Rousseau, Pestalozzi,

Decroly, Froebel e Montessori, estabeleceram as bases


Os primeiros passos na construção das idéias e
práticas de Educação infantil para um sistema de ensino mais centrado na criança.
Zilma Ramos de Oliveira. IN: Educação infantil: Muitos deles estavam comprometidos com questões
Fundamentos e métodos
relativas a crianças que viveram situações sociais
Sobre a concepção de infância – coexistem em críticas.
um mesmo momento múltiplas idéias de criança e Embora com ênfase diferentes entre si, as
desenvolvimento infantil. Essas idéias constituem propostas de ensino desses autores reconheciam que as
importante mediador das práticas educacionais com crianças tinham necessidades próprias e características
crianças até 6 anos de idade na família e fora dela. diversas das dos adultos, como o interesse e a
Concepções muitas vezes antagônicas, exploração pelos jogos.
defendidas na educação infantil têm raízes em Comênio, educador e bispo protestante checo
momentos históricos diversos e são postas em prática afirmava que o nível inicial de ensino era o colo da
hoje sem considerar o contexto de sua produção. mãe e deveria ocorrer dentro dos lares. Elaborou um
O cuidado e a educação das crianças pequenas plano de escola maternal em que recomendava o uso
foram entendidos como tarefas de responsabilidade de materiais audiovisuais, como livros de imagens para
familiar, principalmente da mãe e de outras mulheres. educar crianças pequenas. Para ele impressões
O termo francês creche equivale a manjedoura, sensoriais advindas da experiência com manuseio de
presépio. Escola materna foi outra denominação usada objetos seriam internalizadas e futuramente
para referir-se ao atendimento de guarda e educação interpretadas pelo uso da razão – Ver p. 64.
fora da família a crianças pequenas. Rosseau, filósofo genebrino, afirmava que a
As idéias de abandono, pobreza, culpa, favor e infância tinha valor em si mesma, caberia ao professor
caridade impregnam, assim, as formas precárias de afastar tudo o que pudesse impedir a criança de viver
atendimento a menores e por muito tempo vão permear plenamente sua condição. Afirmava que a criança
determinadas concepções acerca do que é uma nascia pura e que a sociedade a corrompia.
instituição que cuida da educação infantil. Defendia uma educação não orientada pelos
Pioneiros da educação infantil adultos, mas que fosse resultado do livre exercício das
O básico para os filhos dos operários era o capacidades infantis (auto-regulação). A aprendizagem
ensino à obediência, a moralidade, a devoção e o valor se dava por meio das experiências, das práticas, da
ao trabalho. observação livre, da movimentação – Ver p. 65.
A discussão da escolaridade obrigatória nos Pestalozzi, suíço, considerava que a força vital
séculos XVIII e XIX, enfatizou a importância da da educação estaria na bondade e no amor, tal como na
educação para o desenvolvimento social. família, e sustentava que a educação deveria cuidar do
Para as crianças da classe média a escola desenvolvimento afetivo das crianças desde o
passou a ser fundamental, um período de preparação nascimento. Destacou o valor educativo do trabalho
para o mundo adulto. manual e a importância de a criança desenvolver
Para as crianças dos extratos sociais mais destreza prática - Ver p. 66.
pobres se pensava apenas no aprendizado de uma Froebel, educador alemão, criou o
ocupação. Kindergarden (jardim de infância), onde crianças e

1
adolescentes eram como pequenas sementes que, concepção de que a escola deveria preparar para a vida
adubadas e expostas a condições favoráveis em seu com uma visão centrada no adulto, desconhecendo as
meio ambiente, desabrochariam. A sua proposta características do pensamento infantil. Para esse
educacional envolvia atividades de cooperação e jogo. movimento, a aprendizagem se faria pela atividade da
Partia da idéia de espontaneidade infantil – Ver p. 68. criança em experimentar, pensar e julgar.
A Educação infantil européia no século XX Freinet, foi um dos educadores que renovaram
No período que se seguiu a Primeira Guerra as práticas pedagógicas de seu tempo. Para ele, a
Mundial, as funções de hospitalidade e de higiene educação que a escola dava às crianças deveria
exercidas pelas instituições que cuidavam da criança extrapolar os limites da sala de aula e integrar-se às
pequena se destacaram. experiências por elas vividas em seu meio social. Ver
A sistematização de atividades para crianças p. 77 – Sobre as atividades propostas por Freinet.
pequenas com o uso de materiais especialmente Havendo uma preocupação com uma escola de
confeccionados foi realizada por dois médicos: qualidade para as crianças, hoje as propostas
Decroly e Montessori. pedagógicas se referem ao desenvolvimento da criança
Decroly, médico belga, trabalhando com em todos os aspectos – corporal, intelectual e afetivo.
crianças excepcionais, elaborou uma metodologia de
ensino que propunha atividades didáticas baseadas no Referência Bibliográfica: OLIVEIRA, Z. R. de.
Educação Infantil: Fundamentos e Métodos. São
interesse da criança. Ao contrário dos sensualistas que
Paulo: Cortez, 2002.
o precederam Decroly defendia um ensino voltado
para o intelecto. Preocupava-se com o ensino de
conteúdos, organizados ao redor dos centros de
interesse, que envolvia a observação, a associação e
a expressão.
Maria Montessori médica italiana, preocupada
com o ensino de crianças com deficiência mental,
propôs um ensino com base no uso de materiais
apropriados em que a criança pudesse manipulá-lo.
Propunha uma pedagogia também preocupada com o
desenvolvimento da espiritualidade. Era a favor da
criação de um contexto que fosse adequado às
possibilidades de cada criança e que estimulasse seu
desenvolvimento. Ao educador caberia uma atitude
discreta de preparação do ambiente e de observação
das atividades infantis. Centrava-se apenas em
questões individuais e não se preocupava com a
formação do ser social. Sobre os materiais
montessorianos – Ver p. 75. Movimento da Escola
Nova – surgido a partir dos questionamentos da escola
Tradicional, esse movimento se posicionava contra a