Você está na página 1de 2

Denis Diderot:

Denis Diderot foi um filósofo, escritor e enciclopedista francês e uma das


mais proeminentes figuras do Iluminismo. Defende e acredita na razao.
Já em termos políticos, o filósofo acreditava que a política tinha como missão
de eliminar as diferenças sociais, o que se chocava com as ideias
absolutistas da época, bem como questionava a influência da Igreja na
sociedade.

Condorcet:
Pensador, matemático e revolucionário francês, Marie Jean Antoine Nicolas
de Caritat, marquês de Condorcet.
Destacou-se principalmente nas ciencias exatas entranto assim em uma
universidade adriu á revoluçao francesa. Envolvendo-se de seguida em uma
atividade politica, Acabando por ser perseguido pela revolução que tanto
tinha apoiado, Condorcet foi preso.

Louis de jaucourt:
Aderiu ao movimento de reforma em meados do seculo XVI sendo obrigado a
renuciar á sua fé na epoca. No entanto secretamente ele conseguiu comp+rir
o seu objetivo na embaixada d Paris.

 Jean-Jacques Rousseau:
 Dos três lemas dos revolucionários - liberdade, igualdade e fraternidade -,
apenas o último não foi objeto de exame profundo na obra do filósofo, e os
mais apaixonados líderes da revolta contra o regime monárquico
francês,  Jean-Jacques Rousseau.
Ao renunciar à liberdade, o homem, nas palavras de Rousseau, abre mão
da própria qualidade que o define como humano. Ele não está apenas
impedido de agir, mas privado do instrumento essencial para a realização do
espírito.

Montesquieu:
Foi um filósofo social e escritor francês. Foi o autor de "Espírito das Leis".
Foi o grande teórico da doutrina que veio a ser mais tarde o responssavel
pela separação dos três poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário.
Com apénas 16 anos tirou o curso de direito mais tarde com a morte de seu
pai, Montesquieu herdou o título de Barão de La Brède. Mais tarde, herdou
de um tio uma propriedade rural produtora de vinho, que manteve pelo resto
da vida, e o título de Barão de Montesquieu.

Bonesana:
Bonesana foi associado à "Escola Clássica de Criminologia”, era um
pensador classico.
Cesare Beccaria foi fortemente influenciado por diversos pensadores -
principalmente os francófonos, tendo em como destaque a grandiosa
influência da cultura francesa na época. Destacam-se Denis Diderot
e Montesquieu  Jean-Jacques Rousseau, Helvetius, Thomas Hobbes,
Condillac, Francis Bacon, e outros. Sendo que foi atribuido especial
importância ao escrever ao abade Morellet em 1766.

Voltaire:
François Marie Arouet, mais conhecido pelo pseudônimo Voltaire, foi um
dos mais importantes filósofos do iluminismo. Defensor das liberdades
individuais e da tolerância, foi uma das principais inspirações da Revolução
Francesa. Voltaire quis garantir as pessoas a ideia de liberdade de
expressao, liberdade de religião e também trazer outro tipo de felicidade.

Matilde Sofia Barroso.


10º I N.º 16

Você também pode gostar