Você está na página 1de 21

UNIVERSIDADE TIRADENTES

CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE

DISCIPLINA

DIAGNÓSTICO POR IMAGEM

PROFESSOR

DR. FÁBIO ALESSANDRO ROLEMBERG SILVA

TEMA DA AULA

CONCEITOS FÍSICOS DE RADIAÇÕES IONIZANTES


HISTORIA DA RADIOLOGIA
MATERIA

• Tudo que pode ocupar um lugar no espaço,


apresentando inércia e por possuir massa,
pode exercer ou ser atuada por uma força.
Demócrito – Grego – Concepção do átomo. (400 a.c.) – A matéria é formada por
partículas indivisíveis.
John Dalton – Inglês – Retornou a teoria atômica. (1804) – “lei das proporções
múltiplas”. Os átomos seriam minúsculas esferas maciças, indestrutíveis e
indivisíveis.
Thomson (1897) – Descobriu existirem no átomo partículas com caráter elétrico
negativo. A essas partículas ele deu o nome de elétrons.
Rutherford – (início do séc. XX) – Demonstrou, através de experimentos, que as cargas
positivas, ao invés de formarem uma esfera maciça, estavam concentradas na região
central do átomo. A essa região central foi chamado de núcleo. Os elétrons estariam
localizados na periferia do átomo, girando ao redor do núcleo, como planetas ao redor
do sol. A essa região periférica dá-se o nome de eletrosfera.
Chadwick – (1932) – Descobriu a existência de partículas sem carga elétrica no
núcleo do átomo. Assim, o núcleo seria constituído por partículas com carga
elétrica positiva. – os prótons – e também por partículas sem carga elétrica. –
os nêutrons.
IONIZAÇÃO

processo de converter átomos em íons.


RADIAÇÃO
• é a emissão e transmissão de energia através
do espaço e da matéria.

• Tipos: Partículas ou radiações corpusculares .


Radiações eletromagnéticas .
• Partículas ou Radiações Corpusculares – São
originarias de desintegrações nucleares,
naturais (radioatividade natural) ou provocadas
por meio artificiais (radioisótopos).
• Transmitem energia cinética por meio de suas
pequenas massas, movimentando-se em altas
velocidades.

E = 1/2 mV2
Exemplos:

• Radiações alfa (), radiações beta() e raios catódicos são


caracterizados por possuírem massa e carga elétrica.

• Radiação alfa () – partículas que lembram o núcleo de hélio (2


prótons e 2 nêutrons), devido a sua dupla carga e massa pesada,
tem alto poder de ionizar a matéria em sua trajetória.

• Radiação beta () – distúrbios nucleares.

• Raios catódicos – originários de tubos submetidos a altas tensões.


PODER DE PENETRAÇÃO
• Radiação eletromagnética – é a conseqüência
do movimento de energia através do espaço
não possuindo massa.

• Exemplo: Luz visível, ondas de radio e radar,


raios X, raios gama, microondas.

• Velocidade: velocidade da luz: c = 3 x 108 m/s


ESPECTRO ELETROMAGNÉTICO
C = freqüência x comprimento de onda, c=fx
TEORIA QUÂNTICA
• A transferência de energia das radiações eletromagnéticas
não é em forma de ondas, mas um fluxo de pequenas
quantidades de energia, chamada de “fótons”, cada fóton
possuindo um “quantum” de energia na dependência do
seu comprimento de onda.
E=h.f f=c/

E= h.c/
As radiações de menor comprimento de onda têm o poder
de ionização, sendo ditas ionizantes (radiação X, gama), o
que não ocorre com as de maior comprimento de onda.
PROPRIEDADES DOS RAIOS X
• caminha em linha reta.
• possui a velocidade da luz no vácuo (3x108 m/s).
• é divergente.
• Não é desviada pelos campos elétricos e magnéticos.
• Pode sensibilizar chapas fotográficas (radiografia).
• é invisível, inodora.
• Pode penetrar corpos opacos.
• Não sofre em condições normais reflexão e refração.
• Produz ionizações nos sistemas biológicas, alternando o
metabolismo celular, mitose e produzindo quebras
cromossômicas.
• Produz fluorescência e fosforescência em várias substâncias
com a conseqüente manifestação dos efeitos biológicos.
DESCOBERTA DOS RAIOS X

A descoberta dos Raios-X deu-se em Novembro de 1895, quando o físico Wilhelm


Conrad Rontgen (1845-1923) fazia pesquisa num tubo de raios catódicos.
EXPERIMENTO
TUBO DE RAIOS X

FUNCIONAMENTO DO TUBO DE RAIOS X