Você está na página 1de 2

I. S. E. L.

P. E.

Exercícios resolvidos de Teoria das Probabilidades

Exercício 1: Sabendo que A e B são acontecimentos tais que, PA[

] = x ,

PB[ ] = y e PA[

B] = z , exprima cada uma das probabilidades em termos de

x , y

(a)

e z :

PA

B ;

(b) PA

B ;

(c) PA

B

;

(d) PA

B⎤ ⎦ .

Resolução:

(a) Sendo CAB=

, temos o evento complementar CABAB=

∪=∩

PC()

(b)

= ⎡ ∪ ⎤=−

P

P ⎡ ⎣ A

A

B

⎦ ⎤

B

=

PB()

1

PC()

PA(

1

=−

PA(

∩ =−

B)

y

B)

1

B ) 1 ∩ =− z .

∩ =−

z.

z.

,

logo

(c) Pela probabilidade da reunião de dois eventos temos:

P ⎡ ⎣ A

B ⎤= ⎦

PA()

+

PB()

PA(

∩ =−

B)

1

PA()

Pela alínea b)

PA

B

⎦ ⎤

=− y z , logo

PA

+

PB()

PA(

B

⎦ ⎤

=− + −

x

1

y

B)

(y

− =− +

z)1

x

(d) Sendo CAB=

, temos o evento complementar CABAB=

∩=∪

PC() = PA(

B) =−1 PA( B) =−1 [PA()+ PB()PA( B)]=−1 x y + z.

,

z.

logo

Exercício 2: Considere um jogo que consiste no lançamento de dois dados n

vezes consecutivas e em que se ganha se sair pelo menos um par de “6”. Qual

o valor máximo de n de forma que a probabilidade de perder exceda a

probabilidade de ganhar?

Resolução:

Considerem-se os seguintes eventos:

G

G

A

: “ganhar o jogo”

: “perder o jogo”

: “ sair o par (6,6) num lançamento dos dois dados”

Dado que os dados são equilibrados e que os resultados obtidos nos dois

lançamentos são independentes temos:

Exercícios resolvidos de Teoria das Probabilidades

1

I. S. E. L.

P. E.

P A

(

) =⋅= 11

6

6

1

36

e portanto

()

PA

1

=−

()

PA

1

=−

1

36

=

35

36

O evento G verifica-se quando o par (6,6) sai pelo menos uma vez nos n

lançamentos. O seu completar G , verifica-se quando o par (6,6) nunca sai nos

n lançamentos. Assim, a probabilidade de G é fácil de calcular, considerando

como hipótese que os n lançamentos do par de dados produzem resultados

independentes, vindo:

(

PG

)

=

(

PA

A

∩∩ ∩ =

A

)

n vezes

(

(

).

n vezes

36 ⎜ ⎝

).

PA PA

.

(

)

=

35 35

35

=

35

PA

36

36

36

⎟ ⎠

n

Torna-se agora imediato o cálculo de P(G) , pois

PG ()

=−

1

PG ()

= 1 ⎛ ⎜ 35 ⎞ ⎟

36

n

Pretende-se determinar o valor de n tal que PG() > PG() , ou seja:

⎝ ⎜

35

⎠ ⎟

36

nn

>−

1

⎝ ⎜

35

36

⎠ ⎟

2.

⎝ ⎜

35

36

⎠ ⎟

n

1

>⇔

⎜ ⎝

35

⎟ ⎠

n

> 1

2

36

ln

⎜ ⎝

35

36

⎟ ⎠

n

>

ln

⎛⎞ 1

⎝⎠ ⎜⎟ 2

,

propriedades dos logaritmos temos:

n

.ln

⎝ ⎜

1

⎜ ⎝

2 ⎟ ⎠

35 ln

>

⎠ ⎟

⎛⎞ 1

⎜⎟

⎝⎠ 2

ln

⇔<

36 ln

nn

35

36

⎜ ⎝

⇔<

24,6.

por

uma

das

Assim, o valor máximo de n, para que a probabilidade de perder exceda a

probabilidade de ganhar é n=24 lançamentos.

Exercício 3: Considere o circuito eléctrico representado abaixo.

l

1 ,

l e l só acendem se os interruptores dos respectivos ramos 2 3
l
e
l
só acendem se os interruptores dos respectivos ramos
2
3

As lâmpadas

se encontrarem fechados. Sabendo que os interruptores funcionam

independentemente uns dos outros e que cada um deles tem a probabilidade

p de se encontrar fechado, determine (em função de p ):

(a) A probabilidade de poder passar corrente entre os pontos A e B;

(b) A probabilidade de se acenderem as lâmpadas l e

1

l

2 ;

Exercícios resolvidos de Teoria das Probabilidades

2

I. S. E. L.

P. E.

(c)

(d) A probabilidade de só se encontrarem acesas

A probabilidade de se encontrarem acesas todas as lâmpadas;

l

1

e

l

3

.

Resolução:

Sejam os eventos:

I

i

:

” o i-ésimo interruptor está fechado”, com

(

PI

i

) =

p , i = 1,

,5

.

(a) Para passar corrente entre os pontos A e B temos três possibilidades, em paralelo, portanto vamos utilizar a fórmula de cálculo da probabilidade de uma reunião de eventos:

[

P

(

(

PI

I

∩ ∪∪ ∩

12

3

45

I

I

)

(

I

)

I

(

I

I

)

PI

I

]=

(

PI

I

I

12

I

I

+

PI

3

)

()

I

).

∩∩∩ +

12

45

∩∩∩∩

123

45

+

(

PI

45

I

)

(

PI

∩∩ −

123

I

I

)

(

PI

3

∩∩

45

I

I

)

Dado que os interruptores funcionam de modo independente, as probabilidades de intersecções de eventos, pela lei da probabilidade do produto, vêm iguais aos produtos das probabilidades dos eventos intervenientes nas respectivas intersecções:

P(I

∩=

12

I

)

P(I

∩=

45

I

)

P(I ).P(I )

1

2

P(I ).P(I )

4

5

=

=

pp.

=

pp.

=

p

2

p

2

P(I

∩ ∩=

123

I

I

)

P(I ).P(I ).P(I )

1

2

3

=

=

p

3

PI(

∩∩ =

345

I

I

)

p

3

∩∩∩ =

12

45

PI

I

I

I

I

)

PI

(

(

I

I

I

)

p

4

∩∩∩∩ =

123

45

p

5

Finalmente vem

[

PI(

∩ ∪∪ ∩

12

3

45

I

)

I

(I

I

)

]

p

=+

2

22p

p

345

p

+

p

.

(b) Os interruptores 1, 2 e 3 têm se estar fechados, logo:

PI(

∩ ∩=

123

I

I

)

PI( ).PI(

1

2

).PI(

3

)

=

3

p .

(c) Os interruptores têm de estar todos fechados:

PI(

∩ ∩∩∩ =

123

45

I

I

I

I

)

PI( ).PI(

1

2

).PI(

3

).PI(

4

).PI(

5

)

=

5

p .

(d) Os interruptores 1, 2, 4 e 5 têm se estar fechados e o interruptor 3 aberto, logo:

PI(

∩∩∩∩ =

12

453

I

I

I

I )

PI( ).PI(

1

2

).PI(

4

).PI(

5

).PI( )

=

4

p .(1

p)

=

p

45

p

Exercícios resolvidos de Teoria das Probabilidades

3

I. S. E. L.

P. E.

Outra alternativa de resolução:

(

PI

=

∩∩∩∩ =

12

453

).

PI

PI

12

(

(

).

).

PI

PI

45

(

(

)

I

I

I

I

)(

PI

∩∩∩ −

12

45

).

PI

PI

12

(

(

).

(

PI

).

(

I

I

I

)(

).

PI

PI

∩∩∩∩ =

12

(

PI

)

453

4

p

=−

p

.

5

I

I

I

I

)

453

Exercício 4: Sabe-se que a probabilidade dum cabo eléctrico conector de um computador portátil que é mantido em local isento de humidades, apresentar falhas durante o período de garantia é de 1%. Se o computador for armazenado em condições de humidade, essa probabilidade passará para 5%.

Se

90% dos computadores são mantidos em condições isentas de humidades

e

10% sujeitos a humidades, qual é a proporção de aparelhos que

apresentaram falhas nos conectores durante o período de garantia?

Resolução:

Sejam os eventos:

H : ”o cabo eléctrico é mantido em local húmido”

H : “ o cabo eléctrico é mantido em local isento de humidade” F : ” Um determinado aparelho escolhido aleatoriamente do total de aparelhos armazenados apresenta falhas durante o período de garantia” Dados fornecidos no enunciado:

(

(

(

PH

PF

PF

|

|

)

(

PH

)

H =

)

H =

=

0,01

0,05

0,9

)

=

0,1

Temos um espaço de resultados onde se define uma partição pelos eventos H

e H . Como F é um evento definido nesse mesmo espaço, utilizamos o teorema

da probabilidade total para calcular a probabilidade pretendida P(F ) .

Assim,

(

0,05

)

PF

=

=

PF

(

∩+

H

)

0,01

×

PF

(

0,9

0,1

×+

H

∩=

=

)

PF H PH

(

|

).

(

0,014.

)

+

PF H PH

(

|

).

(

)

=

Exercícios resolvidos de Teoria das Probabilidades

4