Você está na página 1de 10

CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE BRASÍLIA

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE BRASÍLIA

A Tecnologia Wi-Fi

Ceilândia, Março de 2011


CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE BRASÍLIA
INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE BRASÍLIA

Curso: Segurança da informação

Professor (a): Carlos Henrique Bacellar Bon

Disciplina: Fundamentos de Redes de Computadores

Alunos: Carlos Flores, Francilene Oliveira, Helio A. Mustafá, Robson Nunes e

Welligton Alves Matrículas:

2
SUMÁRIO

CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE BRASÍLIA.........................................................1


INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE BRASÍLIA....................................................1
CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE BRASÍLIA.........................................................2
INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE BRASÍLIA....................................................2
2.3- Tabela de frequências e potência...............................................................5

1- Introdução:

A internet é a rede mundial de computadores que tem quebrado


fronteira unidos nações, países onde todos são iguais não interessa à raça,
cultura, pobre ou rico a grande maioria tem acesso a maior biblioteca virtual do
planeta com uma grande quantidade de informações disponíveis aos seus
usuários, aproximando os mercados mundiais que tem uma vitrine imensa para
expor seus produtos nos diversos sites da rede.

Há algum tempo atrás usamos ainda a internet discada com cabo dos
mais diversos tipos não tinha uma boa qualidade sendo que ligações só podiam
ser feitas por cabos, apresentavam algumas limitações: na movimentação dos
computadores devido ao tamanho dos cabos, quase sempre precisava de
adaptadores para a passagem dos cabos nas estruturas, fazer furos nas paredes

3
para acesso a outros computadores durante o processo de instalação devido à
manipulação incorreta danificava os de seus conectores.

Com o advento da tecnologia Wi-Fi (ou simplesmente WiFi), é possível


resolver todos estes problemas citados acima pois permite a interconexão de
computadores através de redes sem fio.

As redes sem fio ou Wi-Fi baseadas na norma IEEE 802.11 se tornaram


tão difundida que estão presente nos ambientes domésticos, empresarias e
locais públicos (hotéis, bibliotecas, bares, lanchonetes, shoppings, livrarias,
aeroportos, etc) e em instituições acadêmicas.

2- O que é Wi-Fi ?

Wi-Fi é uma marca registrada da Wi-Fi Alliance, que é utilizada por


produtos certificados que pertencem à classe de dispositivos de rede local sem
fios (WLAN) baseados no padrão IEEE 802.11. Por causa do relacionamento
íntimo com seu padrão de mesmo nome, o termo Wi-Fi é usado frequentemente
como sinônimo para a tecnologia IEEE 802.11. O nome, para muitos, sugere que
se deriva de uma abreviação de Wireless Fidelity, ou Fidelidade sem fio.

Para se ter acesso A internet por meio de uma rede Wi-Fi deve-se
estar no raio de ação ou área de abrangência de um ponto de acesso
(normalmente conhecido por hotspot) ou local público onde opere rede sem fios
e usar dispositivo móvel, como computador portátil.

Atualmente, praticamente todos os computadores portáteis vêm de


fábrica com dispositivos para rede sem fio no padrão Wi-Fi (802.11b, a ou g). O

4
que antes era acessório está se tornando item obrigatório, principalmente devido
ao fato da redução do custo de fabricação.

2.1- Os principais padrões na família IEEE 802.11 são:

IEEE 802.11a: Padrão Wi-Fi para frequência 5 GHz com capacidade teórica de 54 Mbps.

IEEE 802.11b: Padrão Wi-Fi para frequência 2,4 GHz com capacidade teórica de 11 Mbps.
Este padrão utiliza DSSS (Direct Sequency Spread Spectrum – Sequência Direta de
Espalhamento de Espectro) para diminuição de interferência.

IEEE 802.11g: Padrão Wi-Fi para frequência 2,4 GHz com capacidade teórica de 54 Mbps.

Wi-Fi Protected Access (WPA e WPA2): padrão de segurança instituído para


substituir padrão WEP (Wired Equivalent Privacy) que possui falhas graves de segurança,
possibilitando que um hacker pudesse quebrar a chave de criptografia após monitorar poucos
minutos de comunicação.

A família 802.11 inclui técnicas de modulação no ar que usam o mesmo protocolo


básico. Os mais populares são os definidos pelos protocolos 802.11b e 802.11g e são emendas
ao padrão original. O 802.11-1997 foi o primeiro padrão de rede sem fio, mas o 802.11b foi o
primeiro largamente aceitado, seguido do 802.11g e 802.11n. A segurança foi, no início,
propositalmente fraca devido a requisitos de exportação de alguns governos, e mais tarde foi
melhorada através da emenda 802.11i após mudanças governamentais e legislativas. O
802.11n é uma nova tecnologia multi-streaming de modulação que está ainda em
desenvolvimento, mas produtos baseados em versões proprietárias do pré-rascunho já são
vendidas.

2.3- Tabela de frequências e potência

Padrão Região/País Frequência Potência

802.11b & 2,4 - 2,4835


América do Norte 1000 mW
g GHz

802.11b & Europa 2,4 - 2,4835 100 mW

5
g GHz

802.11b &
Japão 2,4 - 2,497 GHz 10 mW
g

802.11b & 2,4 - 2,4875


Espanha 100 mW
g GHz

802.11b & 2,4 - 2,4835


França 100 mW
g GHz

802.11a América do Norte 5,15 - 5,25 GHz 40 mW

802.11a América do Norte 5,25 - 5,35 GHz 200 mW

5,47 - 5,725
802.11a América do Norte não aprovado
GHz

5,725 - 5,825
802.11a América do Norte 800 mW
GHz

3- Como funciona a rede wi-fi?

6
Um roteador sem fio pode permitir que vários
dispositivos se conectem à Internet

1. O adaptador sem fio para computador traduz os dados na forma de


um sinal de rádio e os transmite usando uma antena.
2. O roteador sem fio recebe o sinal e o decodifica. Ele envia a
informação
3. Para a Internet usando uma conexão física Ethernet com fios.

O processo também funciona ao contrário, com o roteador recebendo informação


da Internet, traduzindo-a na forma de sinal de rádio e enviando-a para o
adaptador sem fio do computador.

4- Vantagens e Desvantagens do Wi-Fi.

7
A principal vantagem das redes Wi-Fi, além da alta taxa de
transmissão, não exige licença oficial para funcionamento, pode ser instalada
rapidamente para complementar redes com cabeamento, pode ser usada em
novos projetos eliminado totalmente as redes de cabos, ou ainda ser usada em
eventos temporários como feiras e apresentações.

O Wi-Fi é usado para conectar as redes de dados em espaços abertos


limitados, ou que ofereçam dificuldades na infra-estrutura para a instalação de
uma rede utilizando cabeamento convencional.

A grande questão que se apresenta atualmente ainda é a


vulnerabilidade do ambiente de rede. Muitos administradores consideram como
fator de segurança a existência de uma “parede protetora” que funciona bem
contra ataques “terrestres”, mas é pouco eficiente contra ações “aéreas” de uma
“esquadrilha” de ckackiers. Por esse motivo muitas empresas ainda analisam a
viabilidade de investimentos na implantação de soluções sem fio e os próprios
fabricantes reconhecem que esse temor com relação à segurança ainda gera um
impacto negativo na adoção dos produtos Wi-Fi.

Os protocolos Wi-Fi atuais ainda são limitados geograficamente e por


esse motivo são utilizados basicamente em ambientes fechados como
escritórios, faculdades, fábricas e shoppings. Atualmente o protocolo mais usado
é o 802.11b que opera numa velocidade de 11Mbps com alcance em torno de
100 m. Outro protocolo usado é o 802.11a, que permite conexões até 54Mbps,
mas possui um alcance cinco vezes menor do que o do padrão 802.11b. A
evolução está nos novos protocolos como o 802.11g, que permite conexão a uma
velocidade de 54Mbps (do protocolo 802.11a) e que consegue reproduzir o
mesmo alcance do padrão 802.11b.

CONCLUSÃO

8
Com surgimento do padrão IEEE 802.11 as redes sem fio se
popularizaram, as velocidades de conexão aumentaram de 2 Mbps para 11Mbps
e 54 Mbps. Interfaces e antenas padronizadas facilitaram a implementação das
redes sem fio para os usuários e provedores oferecendo diversas vantagens
desta nova tecnologia em relação a redes de cabo tais como: mobilidade,
facilidade de implantação , flexibilidade e custo.

As Wi-Fi ou redes sem fio oferecem segurança, qualidade, baixo custo,


fácil e rápida instalação essa tecnologia tem se tornado a mais popular no
mundo. Varios dispositivo portátil como laptop, smartphone , netbooks, celulare
já saem de fabrica em seu hardware uma interface de rede Wi-Fi.

As universidades e empresas tem expandido o uso do Wi-Fi e milhares


de hotspots no mundo usam este padrão para conexão à internet. Certamente as
redes Wi-Fi são uma das melhores opção para a implantação de uma rede
pública ou privada.

Percebemos que nesta pequisa sobre as redes Wi-Fi ou redes sem fio
hoje é a tecnologia mais usada para disponibilizar internet de banda larga para
um grande número de residências, escolas e pequenos negócios e trazendo
enormes benefícios à sociedade.

As redes Wi-Fi estão sendo bastante utilizada em redes domésticas,


universidades e em vários outros locais. Vimos que viabilidade de ter uma rede
sem fio em nossas casas não é dificil em termos de instalação e nem termos de
valores, porém a segurança ainda não tem tanta proteção contra crackers e
outros. Mesmo assim entendemos que possui uma rede sem fio em nossas casas
e empresas é excelente até mesmo para o visual do ambiente em que vivemos.

9
Referências Bibliográficas

Wi-Fi. Wikipédia, a enciclopédia livre. Disponível em


<http://pt.wikipedia.org/wiki/Wi-Fi>. Acesso em 17 mar. 2011.

ALECRIM, Emerson. Tecnologia Wi-Fi (IEEE 802.11). Disponível em


<http://www.infowester.com/wifi.php>. Acesso em 20 mar. 2011.

BRAIN, Marshall e Wilson, Tracy - traduzido por HowStuffWorks Brasil. Como


funciona a rede WiFi. Disponível em <http://informatica.hsw.uol.com.br/rede-
wifi.htm>. Acesso em 15 mar. 2011.

10