Você está na página 1de 13

Disciplina: Processos de Fabricação

Parte 2: Fundição
Professor: Guilherme O. Verran
Dr. Eng. Metalúrgica

Aula 13: Processos Especiais de Fundição

• Moldes Cerâmicos

• Processo Shaw

• Enchimento a Baixa Pressão contra a Gravidade – CLA e CLV

• Solidificação Unidirecional

• Produção de Monocristais

Processos de Fabricação – Parte 2: Fundição Aula 13: Processos Especiais de Fundição

• Moldes Cerâmicos

• Processos que utilizam modelos permanentes e materiais


cerâmicos com composições e granulometrias controladas
na forma de uma lama cerâmica usando ligantes especiais.

• Processo Shaw

• Processo especial de moldagem que usa Moldes


Cerâmicos Sólidos obtidos a partir da mistura de
refratários com composição e granulométrica adequadas
aglomerado usando ligantes especiais.

1
Processos de Fabricação – Parte 2: Fundição Aula 13: Processos Especiais de Fundição

Processo Shaw
Principais Características:
• Excelente Acabamento Superficial
• Altíssima Precisão Dimensional

Aplicações:
• Peças e componentes com grande precisão de detalhes.
• Exemplo: moldes/matrizes para injeção de solados de
calçados.
Refratário: mulita ou zirconita

Componentes: Ligante: silicato de etila ou sílica gel

Agente Gelificante

Processos de Fabricação – Parte 2: Fundição Aula 13: Processos Especiais de Fundição

Processo Shaw

Seqüência de operações do processo com molde totalmente cerâmico

2
Processos de Fabricação – Parte 2: Fundição Aula 13: Processos Especiais de Fundição

Processo Shaw usando


Moldes Compostos

Faceamento

Shaw

Enchimento

Silicato de Na – CO2

Processos de Fabricação – Parte 2: Fundição Aula 13: Processos Especiais de Fundição

Preenchimento a Baixa Pressao contra a Gravidade

• Preenchimento a baixa pressao contra a gravidade de


metais fundidos ao ar - CLA

• Preenchimento a baixa pressao contra a gravidade de


metais fundidos sob vacuo - CLV

• Preenchimento com valvula de fechamento - CV

• Preenchimento a baixa pressao contra a gravidade de


metais fundidos ao ar usando moldes de areia - CLAS

3
Processos de Fabricação – Parte 2: Fundição Aula 13: Processos Especiais de Fundição

Preenchimento a baixa pressao contra a


gravidade de metais fundidos ao ar - CLA
Principais Características:
• Aplicável para todos os metais e ligas fundíveis ao ar
(atmosfera normal).
• Economia relacionada com a possibilidade de obtenção de
diversas pecas por molde.

• Alto rendimento metálico

• Baixo índice de defeitos (inclusões metálicas)

• Permite a obtenção de grandes lotes de pecas com paredes


finas (0,75mm) a baixos custos de fabricação.

Processos de Fabricação – Parte 2: Fundição Aula 13: Processos Especiais de Fundição

Preenchimento a baixa pressao contra a


gravidade de metais fundidos ao ar - CLA

Aplicações:

• Obtenção de pecas e componentes usando os mais diversos


tipos de ligas, para as industrias automotiva, metal–mecânica,
sistemas de transmissão, câmaras de combustão a diesel, etc..

4
Processos de Fabricação – Parte 2: Fundição Aula 13: Processos Especiais de Fundição

Representacao Esquematica do Processo CLA

a) Molde tipo casca na câmara de vácuo.

b) Abaixamento do molde para a posição de enchimento.

c) Molde contendo as pecas solidificadas.

Processos de Fabricação – Parte 2: Fundição Aula 13: Processos Especiais de Fundição

Preenchimento a baixa pressao contra a


gravidade de metais fundidos sob vacuo - CLV

• Utilizado para ligas que contenham elementos reativos


(superligas, ligas Al-Li, ligas a base de Ti) aplicando as
vantagens inerentes ao processo CLA.

• Habilidade para preenchimento de seções finas.

• Obtenção de pecas livres de inclusões de óxidos.

• Permite produzir pecas com grandes áreas e pequenas


espessuras (geometria tipo placa) sem a ocorrência de
oxidação superficial inerente aos processos convencionais.

5
Processos de Fabricação – Parte 2: Fundição Aula 13: Processos Especiais de Fundição

Representacao Esquematica do Processo CLV

a) O metal e fundido sob vácuo e um molde e introduzido na


câmara superior onde e criado vácuo.
b) As câmaras são preenchidas com argônio, a válvula entre
as câmaras e aberta, o tubo de enchimento e colocado em
contato com o metal e aplica-se vácuo adicional para
preenchimento do molde.
c) Procedimento idêntico ao processo CLA

Processos de Fabricação – Parte 2: Fundição Aula 13: Processos Especiais de Fundição

Preenchimento com valvula de fechamento-Processo CV


Principais Características:

• Usado para pecas mais robustas que não solidificam com a


rapidez requerida pelos processos CLA e CLV.

• Utiliza um tubo de enchimento flexível, o qual e fechado por


meio de uma válvula de retenção quando o molde esta cheio.

• Proporciona um bom preenchimento de pecas com seções


finas, garantindo a obtenção de um metal isento de óxidos.

6
Processos de Fabricação – Parte 2: Fundição Aula 13: Processos Especiais de Fundição

Preenchimento com valvula de fechamento-Processo CV

Aplicações:

• Aplicado para todos os tipos de métodos de moldagem.

• Asas de mísseis, corpos de válvulas, articulações e outras


pecas grandes com variações de espessuras.

Processos de Fabricação – Parte 2: Fundição Aula 13: Processos Especiais de Fundição

Representacao esquematica do Processo CV

a) O tubo de enchimento e introduzido no metal liquido e e


aplicado vacuo para preenchimento do molde.
b) Com o molde cheio a valvula de retenção e acionada para
fechamento do tubo. O metal aprisionado solidifica.

7
Processos de Fabricação – Parte 2: Fundição Aula 13: Processos Especiais de Fundição

Preenchimento a baixa pressão contra a gravidade de


metais fundidos ao ar usando moldes de areia - CLAS

• Usado para moldes de areia.

• Próprio para obtenção de pecas finas usando baixo vácuo.

• Possibilita a produção de pecas com níveis de inclusões


muito baixos quando comparados com os encontrados em
pecas fundidas por gravidade.

Processos de Fabricação – Parte 2: Fundição Aula 13: Processos Especiais de Fundição

Solidificação Unidirecional

• Processo que envolve a obtenção de estruturas solidificadas


unidirecionalmente resultando em uma estrutura colunar.

• Adequado para a obtenção de pecas fundidas nas quais as


tensões são primariamente unidirecionais ao longo de uma
determinada direção.

• Exemplo – Palhetas de Turbinas.

8
Processos de Fabricação – Parte 2: Fundição Aula 13: Processos Especiais de Fundição

Solidificação Unidirecional

Palhetas de Turbina com paredes finas solidificada


unidirecionalmente.

Processos de Fabricação – Parte 2: Fundição Aula 13: Processos Especiais de Fundição

Solidificação Unidirecional

Estrutura Colunar

Controle rigoroso do processo

Fornos Especiais Projeto Diferenciado do


Molde

9
Processos de Fabricação – Parte 2: Fundição Aula 13: Processos Especiais de Fundição

Solidificação Unidirecional

Controle do Fluxo de Calor

Extração violenta de calor a partir de uma


extremidade da peca

Criação de um intenso Gradiente Térmico


entre Tliquidus e Tsolidus da liga, que se desloca
ao longo de toda a peça

Processos de Fabricação – Parte 2: Fundição Aula 13: Processos Especiais de Fundição

Solidificação Unidirecional
Procedimento para Controle do Fluxo de Calor

• Moldes de paredes finas ⇒ moldes tipo casca cerâmica


(fundição de precisão), aquecido a uma T > T liquidus.

• Resfriador (refrigerado a água) na base do molde.

• Vazamento do metal liquido ⇒ o molde e resfriado a partir


da extremidade resfriada através do deslocamento progressivo
do mesmo dentro do forno.

10
Processos de Fabricação – Parte 2: Fundição Aula 13: Processos Especiais de Fundição

Solidificação Unidirecional

Representação esquemática do processo de solidificação


direcional.

Processos de Fabricação – Parte 2: Fundição Aula 13: Processos Especiais de Fundição

Configuracao de
um Forno para
Solidificação
Unidirecional

11
Processos de Fabricação – Parte 2: Fundição Aula 13: Processos Especiais de Fundição

Comparação de microestruturas em palhetas


Equiaxiais, Solidificada Unidirecionalmente e
Monocristalina

Processos de Fabricação – Parte 2: Fundição Aula 13: Processos Especiais de Fundição

Obtenção de Monocristais

• Monocristais são produzidos usando técnicas similares as


usadas para a produção de pecas solidificadas
unidirecionalmente, com uma importante diferença.

• Necessidade de uma técnica que permita o crescimento


preferencial de um grão com uma determinada direção de
crescimento.

12
Processos de Fabricação – Parte 2: Fundição Aula 13: Processos Especiais de Fundição

Obtenção de Monocristais

a) Uso de um molde com seção helicoidal.

b) Uso de um molde com seção em ângulo reto.


c) Uso de uma semente monocristalina.

13