Você está na página 1de 8

Kimikando-na-Lixa.webnode.

pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 5_março 2020_fenómenos elétricos”

1. Considera as seguintes situações:


Na situação (A), duas resistências de 50  encontram-se ligadas em paralelo num circuito alimentado
por uma fonte de tensão de 10 V.
Na situação (B), as duas resistências de 50  encontram-se ligadas em série num circuito alimentado
por uma fonte de tensão de 10 V.

(A) (B)

1.1. Determina nos dois casos:


1.1.1. a tensão nos terminais das resistências;
1.1.2. a corrente elétrica que percorre cada resistência;
1.1.3. a potência dissipada no conjunto das resistências.

1.2. Se, em vez de duas resistências, se associarem três resistências:


I. A potência dissipada aumenta quer no caso (A) quer no caso (B).
II. A potência dissipada aumenta no caso (A) e diminui no caso (B).
III. A potência dissipada diminui nos dois casos.
IV. A potência dissipada diminui no caso (A) e aumenta no caso (B).
Seleciona a opção correta.

2. A curva característica de uma pilha é dada pela expressão:

U  3,0  0,50 I (SI)

2.1. Qual é a diferença de potencial elétrico lida diretamente nos terminais da pilha, quando esta não está
ligada a um circuito?
2.2. Porque é que a diferença de potencial elétrico entre os terminais da pilha diminui quando esta é
ligada a um circuito? Justifica.
2.3. A energia dissipada na pilha, por segundo, quando está ligada a um circuito, onde a corrente elétrica
que se estabelece é 60 mA , é

(A) 1,8 mA (B) 1,8 mJ (C) 30 mJ (D) 30 mA

Pedro Reis Goucho Página 1 de 8


Kimikando-na-Lixa.webnode.pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 5_março 2020_fenómenos elétricos”

3. Um gerador de corrente contínua, com resistência interna de 2,0  e força eletromotriz de 12 V,


encontra-se ligado às extremidades de uma resistência elétrica R .
3.1. Quando R  2,0  , determina:
3.1.1. a corrente elétrica que percorre a resistência R .
3.1.2. a energia cedida pelo gerador ao circuito exterior (energia útil), durante 10 minutos.
3.1.3. o rendimento do processo, considerando que a energia útil é a cedida à resistência R .

3.2. Como varia o rendimento do processo quando a resistência R duplica?

4. Com o objetivo de determinar as características de uma pilha, um grupo de alunos pretende montar
um circuito elétrico com uma pilha, um reóstato, um amperímetro e um voltímetro.
4.1. Qual dos esquemas de circuitos elétricos seguintes poderá corresponder ao circuito adequado?

(A) (B) (C) (D)

4.2. Porque terão os alunos intercalado um reóstato no circuito?

4.3. Os dados experimentais obtidos pelos alunos


permitiram traçar o gráfico seguinte.

4.3.1. Por análise do gráfico, indique os valores da força eletromotriz e da resistência interna da
pilha.
4.3.2. O valor da força eletromotriz da pilha, por medição direta, antes da experiência era
   6,85  0,01 V e depois da experiência era    6,65  0,01 V .

Compara o valor mais provável da força eletromotriz, obtido no voltímetro, no início e no fim da
atividade, com o valor obtido a partir da reta de regressão linear do gráfico.

Pedro Reis Goucho Página 2 de 8


Kimikando-na-Lixa.webnode.pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 5_março 2020_fenómenos elétricos”

4.4. Seleciona a(s) opção(ões) correta(s).


(A) Em circuito fechado, a tensão nos terminais de uma pilha é igual à sua força eletromotriz.
(B) A curva característica de uma pilha é uma função linear.
(C) A resistência interna de uma pilha diminui com o seu uso.
(D) Uma pilha dissipa energia através da sua resistência interior.

5. Considera o seguinte elemento de circuito, em que a diferença de potencial entre os pontos A e B é


UAB  20 V .
5.1. A corrente elétrica que percorre a resistência elétrica de
100  é um múltiplo da corrente elétrica que percorre a
resistência elétrica de 400  . I1  n I 2 . Determina n.
5.2. Calcula a corrente elétrica que percorre cada uma das
resistências.
5.3. Qual é a corrente elétrica que percorre as resistências
elétricas se elas forem associadas em série, mantendo-se UAB  20 V ?

(A) 16 mA (C) 40 mA

(B) 32 mA (D) 80 mA

5.4. Supõe, agora, que as resistências são associadas em paralelo,


mantendo-se o valor de U AB (ver figura).

Qual a corrente elétrica que deverá registar o amperímetro?

(A) 50 mA (C) 200 mA

(B) 170 mA (D) 420 mA

6. Um gerador de corrente contínua, com resistência interna de 2,0  e força eletromotriz de 12 V,


encontra-se ligado às extremidades de uma resistência elétrica R  2,0  .
6.1. A corrente elétrica que percorre a resistência R é:

(A) 0,30 A (C) 3,0 A

(B) 0,60 A (D) 6,0 A

6.2. Calcula o rendimento do processo, considerando que a energia útil é a cedida à resistência R .

Pedro Reis Goucho Página 3 de 8


Kimikando-na-Lixa.webnode.pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 5_março 2020_fenómenos elétricos”

7. O circuito elétrico esquematizado na figura tem como fonte de


energia uma pilha.
7.1. Tendo em conta os dados dos aparelhos de medida
intercalados no circuito, indica qual das afirmações seguintes
está correta.
(A) A quantidade de carga elétrica que atravessa a secção
dos condutores deste circuito, em cada segundo, é de 1,5
C.
(B) A quantidade de carga elétrica que atravessa a secção
dos condutores deste circuito, em cada segundo, é de 1,5 A.
(C) A energia elétrica transferida para o circuito, em cada segundo, é de 3 V.
(D) A energia elétrica transferida para o circuito, em cada segundo, é de 1,5 A.

7.2. As pilhas são geradores de corrente contínua. Esboça o gráfico que caracteriza o regime de
corrente estabelecida neste circuito.

7.3. Com o decorrer do tempo de funcionamento, nota-se uma elevação da temperatura da lâmpada
intercalada neste circuito.
7.3.1. Que efeito da corrente elétrica provoca este aumento de temperatura?
7.3.2. Se a lâmpada for um LED, nota-se uma elevação de temperatura inferior à que se verifica com uma
lâmpada incandescente. Explica porquê, comparando a eficiência dos processos de transformação
de energia nas duas lâmpadas.

8. Dois condutores metálicos, X e Y, estão associados em série, fazendo parte de um ramo de um circuito.
Com os aparelhos da figura mediu-se a corrente elétrica que percorre os dois condutores (aparelho A)
e a diferença de potencial nos terminais do condutor X (aparelho V), obtendo-se os valores exibidos,
em unidades SI. Considere ideais os aparelhos de medida.

8.1. Considere o condutor X.


8.1.1. Identifica o aparelho da figura que é instalado em série com o condutor e o respetivo nome.
8.1.2. Indica a medida da diferença de potencial nos terminais do condutor em unidades SI, atendendo à
incerteza de leitura do aparelho.
8.1.3. Qual é a carga elétrica que atravessa uma secção transversal do condutor durante um segundo?
8.1.4. Qual é a energia transferida para o condutor por unidade de carga que o atravessa?

Pedro Reis Goucho Página 4 de 8


Kimikando-na-Lixa.webnode.pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 5_março 2020_fenómenos elétricos”

8.1.5. Determina a energia transferida para o condutor em 2,0 h e apresente o resultado em kW h.


Apresente todas as etapas de resolução.

8.2. Considera o condutor Y, cuja resistência é 10 .


8.2.1. Indica, justificando, se o voltímetro da figura anterior pode ser utilizado para
medir a diferença de potencial nos terminais de Y.
8.2.2. O gráfico seguinte indica a corrente elétrica que percorre o condutor Y quando
varia a diferença de potencial nos seus terminais, a uma temperatura que é mantida
constante.
8.2.2.1. Qual das opções indica o declive da reta?
(A) 10  (B) 10 −1 (C) 0,10  (D) 0,10 −1

8.2.2.2. Identifique a afirmação correta.


(A) A resistência do condutor Y é 10  a qualquer temperatura.
(B) Mantendo-se a temperatura, a resistência do condutor Y depende da diferença de potencial
aplicada nos seus terminais.
(C) Se a temperatura variar, a resistência do condutor Y também varia.
(D) Mantendo-se a temperatura, se a diferença de potencial aplicada nos terminais do condutor
Y triplicar, a corrente diminuirá para um terço.

8.3. Um terceiro condutor, Z, com uma resistência dupla da resistência do condutor X, é posteriormente
instalado em paralelo com X.
8.3.1. Qual das opções completa corretamente a frase seguinte?
A corrente elétrica que percorrerá o condutor Z será … do que a corrente elétrica que percorrerá o
condutor X, e a diferença de potencial nos terminais de Z será … diferença de potencial nos
terminais de X.
(A) menor … igual à (C) menor … maior do que a
(B) maior … maior do que a (D) maior … igual à

8.3.2. Qual das opções completa corretamente a frase seguinte? A potência dissipada no condutor Z será
… da potência dissipada no condutor X.
(A) dupla (C) um quarto
(B) metade (D) quádrupla

Pedro Reis Goucho Página 5 de 8


Kimikando-na-Lixa.webnode.pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 5_março 2020_fenómenos elétricos”

9. A curva característica de uma pilha pode ser obtida a partir da montagem


experimental da figura.
9.1. Justifica por que razão o amperímetro não pode ser instalado em paralelo com a
pilha.
9.2. Indica o nome de um aparelho que seja utilizado para variar a resistência R
introduzida no circuito.
9.3. Para uma certa pilha nova, a sua curva característica teórica é dada pelo gráfico
seguinte:
9.3.1. Indica, justificando, qual é a força eletromotriz da pilha e a sua resistência interna.
9.3.2. Se a resistência interna da pilha fosse desprezável, qual dos gráficos traduziria a curva
característica da pilha?

9.3.3. De acordo com a curva característica, que valor deveria ser obtido no voltímetro da montagem
experimental estando o interruptor aberto?
9.3.4. Determina a corrente que seria lida no amperímetro da montagem experimental se não fosse
introduzida resistência no circuito, ou seja, se R = 0. Apresenta todas as etapas de resolução.
9.3.5. Um grupo de alunos fez a aquisição de dados experimentais para o traçado da curva característica
de uma pilha semelhante à anterior (do mesmo fabricante) e obteve, para a reta de ajuste, a equação
y = 11,2 − 2,7x. Indica, justificando, se os alunos usaram uma pilha nova ou uma pilha já usada.

10. Observe o esquema de circuito da figura seguinte. O voltímetro V1 marca 5,5 V, o voltímetro V2
marca 4,0 V e a resistência interna do gerador é 2,0 . Considere ideais os aparelhos de medida.
10.1. Determine a potência dissipada no condutor de resistência 8,0 .
Apresente todas as etapas de resolução.
10.2. Qual das afirmações é correta, relativamente aos condutores de
resistências 8,0  e 80,0 ?
(A) As correntes elétricas que os percorrem são inversamente
proporcionais às respetivas resistências.
(B) As correntes elétricas que os percorrem são diretamente
proporcionais às respetivas resistências.
(C) As correntes elétricas que os percorrem são inversamente proporcionais à diferença de
potencial nos respetivos terminais.
(D) As correntes elétricas que os percorrem são diretamente proporcionais à diferença de
potencial nos respetivos terminais.

10.3. Determine o valor marcado no amperímetro, a resistência R e a força eletromotriz da pilha.


Apresente todas as etapas de resolução.

Pedro Reis Goucho Página 6 de 8


Kimikando-na-Lixa.webnode.pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 5_março 2020_fenómenos elétricos”

11. Na figura, está representado um circuito elétrico com:


• Um gerador de força eletromotriz 9,20 V e resistência
interna 2,0 Ω ;
• Um voltímetro ligado nos terminais do gerador;
• Dois condutores, A e B, de resistências elétricas RA e RB,
sendo RA = 3 RB.
Determina a potência dissipada no condutor A quando o
voltímetro marca 8,74 V. Explicita o teu raciocínio, indicando todos os cálculos efetuados.

Pedro Reis Goucho Página 7 de 8


Kimikando-na-Lixa.webnode.pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 5_março 2020_fenómenos elétricos”

Soluções rápidas:

1. (Paralelo: 10V; série: 5V); (0,2A e 0,1A); (4W e 1W); II


2. 3,0V; Quando se estabelece uma corrente elétrica, a ddp nos terminais da pilha diminui rI, que é a ddp elétrica
nas extremidades da resistência interna r percorrida por uma corrente I; B
3. 3,0A; 1,1x104J; 50%; Aumenta 17%
4. D; pois permite variar a R num circuito. Se a resistência diminuir, aumenta a corrente elétrica no circuito, o que
leva ao aumento da Ed na pilha, devido à resistência interna. Consequentemente a U nos seus terminais vai
diminuindo; 6,83V e 78,5Ω; Estão em concordância pois o desvio é de apenas 1%; B e D.
5. 4; I1=0,080A; I2=0,020A; I=0,10A; B; B
6. C; 50%;
7. A; …; Efeito Joule; as lâmpadas de incandescência só emitem luz quando atingem T elevadas pelo que dissipam
muita energia. Os LED são mais eficientes, dissipando menos energia, pelo que não aquecem o ambiente.
8. A e é um amperímetro; (5,7±0,1)V; 1,4C; 5,7JC-1; 1,6x10-2kWh; Não pode ser utilizado uma vez que o seu
alcance não é o suficiente; D; C; A;B
9. A resistência de um amperímetro ideal é praticamente nula. Se a pilha for ligada em paralelo a uma resistência
nula, ficará em CC, sendo muito elevada a corrente que passará no amperímetro e na pilha. O amperímetro será
danificado devido à elevada quantidade de E libertada por efeito de Joule; reóstato; 12,0V e 2,0Ω; C; 12,0V;
6,0A; Uma vez que ε é menor que 12,0 V e r>2,0Ω, a pilha é usada.
10. 2,0W; A; 0,55A, 10Ω e 10,6V
11. 0,50W

Pedro Reis Goucho Página 8 de 8

Você também pode gostar