Você está na página 1de 5

Portugal possui um clima ameno, fortificado, uma vasta costa marítima e

fantásticos vales protegidos e planos. Razões estas pelo qual Portugal é um


país cobiçado.

De norte a sul, Portugal, é um território muito rico em bons vinhos e de excelente variedade.

Embora ainda ensombrados pelo excelente e afamado vinho do Porto, os vinhos de mesa
portugueses merecem ser considerados. Depois de anos de investimento na indústria, muitos
dos vinhos tintos, como os vinhos do Douro (feitos com algumas das castas do vinho do Porto),
ganharam fama.

Os bons brancos existem em menor quantidade mas em muitas regiões.


Há ainda o vinho verde no Norte, em geral branco, leve e com um pouco de gás.
Muitas das regiões vinícolas portuguesas mantêm um estilo individualizado, especializando-se
numa casta em particular.

A introdução de técnicas modernas de elaboração melhorou a qualidade dos vinhos em geral,


mas o uso crescente de castas importadas ameaça a qualidade portuguesa.

Vinho Verde

Da região do Minho pode ser branco ou tinto, mas os tintos, secos e com algum gás, são em
geral consumidos localmente.
O típico vinho verde branco é seco, ligeiramente gasoso, com pouco álcool e bastante ácido.

Bairrada

É uma região onde predomina a casta Baga de uvas pequenas com casca fina.
Produz vinhos com muito tanino, por vezes com um aroma a fumo ou pinho que precisam de
tempo para amaciar o paladar. As técnicas modernas e o não cumprimento ocasional das
normas regionais tiveram como resultado tintos mais acessíveis e brancos mais frescos.

Ribatejo

É o vale fértil do Tejo para norte e a leste de Lisboa.


Depois da Estremadura é a maior região produtora de Portugal, em volume, mas o seu
potencial para vinhos de qualidade só agora começou a evoluir. Tal como na Estremadura,
o Vinho Regional é muitas vezes melhor que os DOC.

O Douro

É mais conhecido pelo vinho do Porto, mas na maior parte dos anos cerca de metade do vinho
produzido é fermentado a seco para fazer um vinho de mesa que está agora na vanguarda
dos vinhos portugueses.
Setúbal

A sul de Lisboa, é conhecido pelo moscatel doce e forte. Esta região também produz um
excelente vinho de mesa, principalmente tinto.

A região do Dão

Produz agora alguns dos melhores vinhos de Portugal – vinhos frutados para consumir mais
jovens, vinhos brancos secos e frescos e vinhos tintos mais profundos e ricos que retêm o
aroma da fruta com qualidade.
Estremadura

É a zona produtora de vinhos mais ocidental de Portugal e só recentemente se afirmou.


Muitos produtores fazem agora Vinhos Regionais com carácter.
O Alentejo

Foi provavelmente a região que mais evoluiu na qualidade nos últimos anos. Há muita libertada
da fama de produtor de tintos leves para restaurantes, esta região produz agora alguns dos
mais sérios vinhos tintos de Portugal e um grande número de brancos excelentes.

Venha à descoberta destas regiões vinícolas tão fascinantes e de tão elevada


importância!

Você também pode gostar