Você está na página 1de 2

ESCOLA PROFISSIONAL

DA APRODAZ

Reflexão Sistemas de Segurança Social

A UFCD SSS – Sistemas de Segurança Social, ficou concluída após vinte e cinco horas de
matéria leccionada.

Esta foi composta por temas e conceitos pertinentes acerca do sistema Português de
Segurança Social.

Começamos por abordar uma breve história deste sistema e a sua origem. Este surge na
necessidade de criar a segurança no trabalho e protecção de riscos, devido ao aumento dos
acidentes de trabalho. Esta desde então passou a proteger o trabalhador contra o risco de morte ou
incapacidade de trabalho.

Na actualidade, devido à constante evolução e desenvolvimento social e económico, a


Segurança Social abrange todo o cidadão e empresas. Presentemente o RC (Regime contributivo) e
o RNC (Regime não Contributivo) cobrindo riscos de doença, desemprego, maternidade, reforma,
morte, invalidez e muito mais.

Assim sendo, todo o cidadão e entidade empregadora têm a obrigação de efectuar


descontos para a Segurança Social, usufruindo posteriormente de todas as regalias sociais a que
tem direito.

Os direitos e deveres sociais (art.º63) diz-nos que todos têm direito à Segurança Social.
Incumbe o Estado organizar, coordenar e subsidiar um sistema de Segurança Social unificado e
descentralizado.

A Segurança Social tem como objectivos, garantir a concretização do direito social;


promover a melhoria das condições e dos níveis de protecção social; o reforço da respectiva
equidade; proteger os trabalhadores e famílias nas situações de falta ou diminuição de capacidade
para o trabalho, desemprego e de morte; proteger famílias através da compensação de encargos
financeiros.

A Segurança Social divide-se em três sistemas: Sistema Público de Segurança Social;


Sistema de Acção Social e Sistema Complementar.

Após a história e breves considerações, vimos ainda os princípios gerais. Assim temos:

Regime Contributivo (para quem faz descontos), em que neste o cidadão tem direito a
subsídio de doença, fundo de desemprego, maternidade, pensões entre outros. O outro regime é o
não Contributivo (para quem não faz descontos) em que neste o cidadão tem direito à maternidade
social, pensões e rendimento de inserção social. Estes rendimentos estão sujeitos a análise por
parte da Segurança Social.

Quanto à incidência, esta incide sobre as importâncias a título de ordenados, salários,


gratificações, subsídios, diuturnidades entre outros.

ESCOLA PROFISSIONAL DA APRODAZ


Rua dos Mercadores nº 76, 9500-092 Ponta Delgada
Telefone 296 285 461  Fax 296 285 463
E-mail: geral@aprodaz.com
ESCOLA PROFISSIONAL
DA APRODAZ

Deste imposto estão sujeitos todas as pessoas singulares e colectivas que exerçam
actividade com fim lucrativo.

Estudamos ainda as isenções e abrange abonos para falhas, valores dos subsídios de
refeição até ao limite previsto na lei. Estão ainda isentos, os contribuintes cuja actividade não tenha
fins lucrativos (Associações, Partidos, fundações, IPSS, …).

As despesas de transporte, ajudas de custo e complementos de subsídios, estão de igual


modo isento.

No que se trata à liquidação e cobrança, as folhas de renumeração que as entidades


patronais são obrigadas a enviar mensalmente à Segurança Social, terão de ser autenticadas pelas
entidades, podendo ser consultadas até 180 dias pelo trabalhador. Estas terão de ser enviadas à
Segurança Social até dia 15 do mês seguinte.

A liquidação, cobrança e pagamento deste imposto é da responsabilidade da entidade


pagadora das renumerações.

Por fim estudamos ainda o Regime Obrigatório em que este garante o pagamento das
prestações pagas aos trabalhadores por conta de outrem, como as relativas à maternidade,
paternidade e adopção, invalidez, velhice e morte.

O outro regime estudado, foi o Regime Alargado, que para além das prestações garantidas
pelo regime obrigatório, garante o pagamento de subsídio de doença, doença profissional e
encargos familiares.

Esta UFCD foi muito importante, pois fiquei a conhecer o funcionamento do sistema
Português de Segurança Social bem como todas as suas características.

Esta enquadra-se no funcionamento da minha empresa, pois contribuirá para a protecção


dos meus colaboradores e todos os benefícios a que têm direito. Foi ainda pertinente conhecer as
isenções e a incidência deste imposto.

24 Janeiro 2011

ESCOLA PROFISSIONAL DA APRODAZ


Rua dos Mercadores nº 76, 9500-092 Ponta Delgada
Telefone 296 285 461  Fax 296 285 463
E-mail: geral@aprodaz.com