Você está na página 1de 3

OS TIPOS DE DOCUMENTÁRIO: BILL NICOLS

O modo expositivo preocupa-se mais com a defesa de argumentos do que com a estética e
subjetividade. Os documentários com essa característica predominante têm como marca
diferencial a objetividade e procuram narrar um fato de maneira a manter a continuidade da
argumentação. Para isso, um dos recursos utilizados é o casamento perfeito entre o dito e o
mostrado.

Ao contrário do modo expositivo, o modo poético evidencia a subjetividade e se preocupa com


a estética. Há uma valorização dos planos e das impressões do documentarista a respeito do
universo abordado. Em relação à construção do texto, podem-se usar poemas e trechos de
obras literárias.

No modo observativo, o documentarista busca captar a realidade tal como aconteceu. Para
isso, evita qualquer tipo de interferência que caracterize falseamento da realidade. Apenas há
um registro dos fatos sem que o documentarista e sua equipe sejam notados. Dessa maneira,
há pouca movimentação de câmera, trilha sonora quase inexistente e não há narração, uma
vez que as cenas devem falar por si mesmas.

O modo participativo, como o próprio nome sugere, é marcado por mostrar a participação do
documentarista e sua equipe. Dessa forma, torna-se um sujeito ativo no processo de
gravação/filmagem, pois aparece em conversa com a equipe e provoca o entrevistado para
que este fale.

O modo reflexivo deixa claro para o telespectador quais foram os procedimentos da filmagem,
evidenciando a relação estabelecida entre o grupo filmado e o documentarista. Nos filmes em
que esse modo de representação prevalece nota-se como é a reação do grupo pesquisado
diante da câmera e do seu realizador.

O modo performático caracteriza-se pela subjetividade e pelo padrão estético adotado,


utilizando as técnicas cinematográficas de maneira livre. Pertencem a esse modo os filmes de
vídeo-arte e cinema experimental e vanguarda.

Apresentação de uma visão geral das etapas da realização de um filme documentário.

I. PRÉ PRODUÇÃO.

Fase de planejamento e de elaboração do projeto do filme documentário, com várias etapas:

Escolha do tema, ligado à um problema detectado, uma questão, um interesse social, político
ou cultural, um assunto relevante merecedor de ser objeto de um filme documentário.

Definição dos objetivos e justificativa do filme em relação ao tema e ao público.

Seleção dos conteúdos do filme através da realização de pesquisa de dados de realidade sobre
o tema.
Elaboração do argumento do filme, com a exposição da história a ser contada e a identificação
de seus elementos centrais para o desenvolvimento da ação.

Escolha do formato e linguagem a serem utilizados, em função do modo de tratamento do


tema escolhido pelo documentarista

Criação do roteiro com a transposição do argumento para a linguagem da escritura


audiovisual: a fragmentação em cenas e sequências a serem filmadas.

II. PRODUÇÂO.

Fase de organização dos meios e recursos para a realização do filme documentário:

Elaboração do orçamento, com a indicação e o detalhamento dos custos do filme, incluindo


itens como pesquisa, roteiro, locações, elenco, equipes técnicas, equipamentos de gravação de
vídeo e áudio (câmeras, captação de som, iluminação etc), viagens, trilha musical,
equipamentos de edição e sonorização.

Captação dos recursos e suportes financeiros para realização da produção.

Desenvolvimento da produção, com reuniões de criação, seleção das locações e elenco,


indicação dos equipamentos necessários e dos profissionais da equipe técnica, plano de
gravações e cronograma de filmagens. Realização das pré entrevistas. Pesquisa e seleção de
imagens de arquivo. Realização das filmagens.

III. PÓS PRODUÇÃO

Decupagem das imagens filmadas e das imagens de arquivo. Elaboração do roteiro final para
edição do filme. Criação do texto de narração para as imagens do filme. Gravação ou seleção
da trilha musical. Gravação da narração. Edição das imagens em primeiro tratamento. Revisão
da edição para decidir sobre cortes e mudanças. Edição final do filme e mixagem das trilhas de
áudio. Inserção dos letreiros do filme.

DICAS PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO.

Etapas do projeto de documentário:

I. Escolha do Tema.

Definir e identificar o tema / problema que seja interessante, relevante e informativo. A idéia
do filme documentário, o que pode ser narrado, descrito, problematizado, e sobre o qual
possam ser expressos opinião, sentimento e análise, através de um ponto de vista do
documentarista.

2. Justificativa.

Por quê o tema? Qual a sua importância e relevância? Por que o interesse sobre este tema e
por quê ele vai gerar interesse junto ao público?
3. Objetivo.

Qual o impacto que o filme pretende causar no público, em termos de opinião e


comportamento.

4. Pesquisa de dados de realidade.

Levantamento de dados e informações sobre o tema: antecedentes, contexto histórico, e


desdobramentos.

Coleta de dados direta, nas locações, através de pré-entrevistas com informantes e com os
personagens, e coleta de dados indireta sobre o tema, através de jornais, livros, sites da
internet e outras fontes indiretas. Buscar o diagnóstico da realidade e definir o foco que será
dado ao tema.

5. Formato.

Definir a forma que o tema será tratado, quanto à narração e quanto à linha de abordagem
dos personagens com as entrevistas e depoimentos, enquadrar o documentário entre os
modos de narração: expositivo, poético, observativo, participativo e reflexivo (tema da aula 7).

6. Argumento: Tema / Lugar / Tempo / Personagens / Ação.

Apresentação do tema e seus aspectos de realidade; identificação do lugar ou lugares onde se


dará a história; identificação do tempo da narrativa, se atual ou histórico; definir o perfil dos
personagens, idade, sexo, ocupação, grau de vinculação com o tema e grau de importância na
narrativa, se central ou periférico; percurso da ação, com começo, meio e fim.

7. Roteiro.

Desdobramento do argumento através de sequências e cenas:

Fragmentação da história em sequências e cenas ordenadas (da primeira à última);

Cada cena tem sua localização no espaço e no tempo - onde e quando ocorre;

Cada cena identifica e descreve a ação dos personagens e suas falas (através de entrevistas e
depoimentos);

Cada cena descreve as imagens a serem mostradas e o texto indicativo do narrador a ser
sobreposto à cena, ou indicativo de som ambiente ou trilha musical.

Em cada cena, podem ser definidos os enquadramentos e movimentos de câmera a serem


utilizados.

O roteiro é o elemento fundamental do projeto de documentário, deve conter todas as


informações necessárias para o desenvolvimento da etapa de produção. Será a base para o
desenvolvimento do filme, a partir do roteiro será organizado o plano de produção e
filmagens, o orçamento do filme e o cronograma de filmagens.

Você também pode gostar