Você está na página 1de 9

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA

VITÓRIA
Disciplina: História — Professor(a): Lahiri Argollo
Curso: MÉDIO — Série: 1ª — Data: 12 /08/2006
Aluno(a): ___________________________________________

A IDADE MODERNA – REVISÃO

SÉCULOS XV E XVI:
ABSOLUTISMO, MERCANTILISMO, EXPANSÃO MARÍTIMA,
RENASCIMENTO CULTURAL, REFORMA PROTESTANTE

01) (MACKENZIE) No processo de formação dos necessários à realização das empresas


Estados Nacionais da França e da Inglaterra podem marítimas.
ser identificados os seguintes aspectos: b) A formação dos Estados Nacionais na Europa se
a) Fortalecimento do poder da nobreza, e completara no século XV com o apoio da nobreza
retardamento da formação do Estado Moderno. enriquecida com as navegações.
b) Ampliação da dependência do rei em relação aos c) As descobertas marítimas foram, em sua
senhores feudais e à Igreja. maioria, financiadas por nobres feudais
c) Desagregação do feudalismo e centralização enriquecidos com os lucros das Cruzadas.
política. d) Os planos de navegação e descobertas de novos
d) Diminuição do poder real e crise do capitalismo territórios eram sempre de propriedade do rei.
comercial. e) O fechamento do Mediterrâneo à navegação
e) Enfraquecimento da burguesia e equilíbrio entre européia obrigou os navios irlandeses e
o Estado e a Igreja. holandeses a se aventurarem rumo ao Atlântico.

02) (PUC-MT) O principio de que “os fins justificam os 05) (FESP) Leia atentamente as afirmativas abaixo.
meios” adapta-se à filosofia política de: 1. A formação do Estado Nacional na França
a) Thomas Morus. teve peculiaridades históricas, pois as guerras
b) Montaigne. religiosas pouco influenciaram nas decisões
c) Maquiavel. políticas.
d) Calvino. 2. O absolutismo inglês teve no reinado de
e) Erasmo de Rotterdam. Elizabeth I a sua consolidação, sendo
considerado inclusive um período de
03) (FGV) A História tem mostrado que os interesses prosperidade econômica.
de certos grupos sociais colocam, em determinados 3. A introdução do anglicanismo foi importante
momentos, a ordem e a segurança como valores para firmar o absolutismo na Inglaterra.
supremos da sociedade. O absolutismo decorreu de 4. O absolutismo favoreceu a ascensão da
um destes momentos, havendo inclusive uma teoria burguesia, mas não significou o afastamento
política elaborada para justificá-lo. Dentre os radical da nobreza na estrutura de poder.
pensadores que contribuíram para essa teoria 5. Não há relação histórica do absolutismo
política encontram-se: políticos com as possibilidades de intervenção
a) Voltaire, Jonh Locke e Montesquieu. do Estado r.a economia.
b) Jean Bodin, Thomas Hobbes e Hugo Grotius.
c) Jean-Jacques Rosseau, François Quesnay e Jean Assinale a opção correta.
de la Fontaine. a) 2, 3 e 5
d) David Hume, Jean Racine e Adam Smith. b) 1, 3 e 4
e) Daniel Defoe, Jonathan Swift e François Rabelais. c) 2, 4 e 5
d) 1, 2 e 5
04) (PUC-SP) No expansionismo europeu dos séculos
XVI e XVIII, Mercantilismo e Absolutismo devem ser e) 2, 3 e 4
vistos como ingredientes básicos, tendo em vista
que. 06) Sobre a formação dos Estados Nacionais e o
absolutismo, podemos citar, EXCETO:
a) A aliança do Estado com a burguesia comercial
tornou possível a concentração dos recursos a) centralização política nas mãos de um monarca
cuja autoridade é de direito e de fato.
b) criação de um complexo e numeroso corpo de Assinale o que não pode ser considerado como uma
agentes burocráticos a serviço do rei. de suas causas:
c) instituição de uma moeda nacional e de a) influência de escritores como Hobbes e
impostos reais necessários às crescentes Maquiavel
despesas do Estado. b) diminuição do poder dos antigos senhores
d) manutenção de um exército permanente feudais
subordinado diretamente à monarquia. c) formação de exércitos nacionais
e) reafirmação da independência dos Estados d) formação de uma burguesia economicamente
coloniais, reforçando o poder das monarquias forte e desejosa de paz
nascentes. e) ampliação do direito de cunhagem de moedas

07) (FAFI-BH) Leia atentamente o texto abaixo: 10) (UNIFIC - RS) A expressão -- O Estado sou eu -
“Daqui nasce um dilema: é melhor ser amado que atribuída a Luís XIV, está relacionada com o seguinte
temido, ou o inverso? Respondo que seria preferível conceito:
ser ambas as coisas, mas, como é muito difícil a) “Grupo de autoridades governamentais
conciliá-las, parece-me muito mais seguro ser temido possuidoras de certas características de
do que amado, se só puder ser uma delas. Há uma excessiva formalidade, uso de verbosidade e
coisa que se pode dizer de todos os homens: que são jargão como base de comunicação,
ingratos, mutáveis, dissimulados, inimigos do perigo, inflexibilidade de procedimento e insistência a
ávidos de ganhar (...) Acima de tudo, convém que se respeito dos poderes de seu cargo”.
abstenha de tocar nos bens doutrem, porque os b) “As funções políticas necessárias à sociedade
homens esquecem mais depressa a morte do seu pai devem ser exercidas por federações sindicais
do que a perda do seu patrimônio.” independentes, em bases regionais, nacionais e
O texto acima é do século XVI e expressa as internacionais”.
idéias de um dos grandes teóricos do poder absoluto c) “Forma de governo em que os membros de uma
dos reis. Esse teórico e sua obra fundamental são: sociedade agem como autoridade na elaboração
a) Thomas Hobbes e o “Leviatã”. política ou são representadas por pequeno
b) Maquiavel e “O Príncipe”. número de pessoas que realizam essa
c) Jean Bodin e “Os seis livros sobre a República”. elaboração em nome deles”.
d) Jacques Bossuet e “Política tirada da Sagrada d) “Crença diretamente oposta à do individualismo
Escritura”. de que a sociedade deve ser organizada na base
e) Hugo Grotius e “Da Monarquia”. de controle coletivo da produção econômica e
das decisões políticas.”
08) (CESGRANRIO) No período compreendido entre e) “Forma de governo em que os governantes
os séculos XV e XVIII, nas sociedades da Europa assumem poder total em virtude de atributos
Ocidental, realizou-se um processo de progressiva pessoais, de autoridade ou da natureza das leis
centralização de poderes, com o qual identificamos a que interpretam ou aplicam”.
formação dos Estados Modernos Absolutistas. Esta
nova forma de Estado buscava articular setores 11) (UFSC) Foi da progressiva centralização do poder
sociais distintos, com seus respectivos interesses, dos reis sobre os feudos medievais que surgiram as
dentre os quais podemos destacar: modernas nações, os governos e as instituições
I. a burguesia mercantil, que necessitava do poder nacionais.” Assinale a afirmativa que não se
real forte para efetivar uma política econômica relaciona com o texto acima:
que garantisse as suas possibilidades de a) A luta entre as classes sociais foi o traço
expansão. essencial ao fortalecimento do poder real.
II. os setores populares urbanos (artesãos e b) As leis nacionais aplicadas por juizes nomeados
pequenos comerciantes), interessados em pelos reis foram impondo-se a todo o país,
apoiar o poder real como forma de neutralizar o ultrapassando as leis tradicionais dos feudos.
crescente poderio que a aristocracia territorial c) O aparecimento do Estado moderno
exercia nas cidades. caracterizou-se também pelo surgimento de um
III. os camponeses servos, que aspirando libertar-se exército nacional que garantia o monopólio da
dos grandes proprietários territoriais, apoiaram força dentro do seu território.
a política real no processo de unificação e d) O processo de centralização do poder ocorreu
centralização administrativa e judicial. em toda a Europa Ocidental, com exceção de
IV. a aristocracia, que, defrontando-se com dois países, Itália e Alemanha, cuja unidade só
dificuldades de obtenção de rendas, encontrou foi conseguida no século XIX.
na Monarquia centralizada novas formas para e) Durante a guerra de reconquista foi se
manutenção de seus privilégios econômicos e processando a união dos pequenos reinos
sociais. independentes de Castela, Aragão, Navarra e
Leão, sob a determinação de Espanha e Portugal.
Assinale se:
a) somente as afirmações I e II estão cor-2 retas. 12) (FGV-SP) No confronto entre reis e nobreza, no
b) somente as afirmações II e III estão corretas. fim da Idade Média, os reis conseguiram obter uma
c) somente as afirmações I e IV estão corretas. certa vantagem diante dos nobres devido ao apoio
d) somente as afirmações I, II e III estão corretas que lhes foi dado pelos burgueses. Tal apoio teve por
e) somente as afirmações II, III e IV estão corretas. base, entre outros fatores:
a) a abolição, pelos monarcas, de todas as
09) (CESESP - PE) Para os técnicos do Absolutismo o restrições feudais que pesavam sobre as guildas,
ideal político era “um Rei, uma fé, uma lei”. Vários bem como a promessa de abolição de todos os
fatores motivaram seu aparecimento na Europa.
tributos pagos aos burgos que ajudassem a d) a exploração das colônias e o desenvolvimento
causa real. do comércio;
b) a convergência de interesses entre reis e e) a realização das reformas monetárias e o
burgueses quanto à necessidade de um governo desenvolvimento do crédito.
centralizado, bem como a possibilidade de
tributação que a burguesia abria aos reis, dando- 18) A questão seguinte apresenta duas proposições,
lhes uma fonte de recursos independente. I e II, referentes a um quadro histórico. Analise a
c) a participação maciça dos burgueses nos questão e assinale:
exércitos reais, uma vez que a carreira militar a) se as proposições I e II forem verdadeiras e a
lhes oferecia possibilidade de rápido proposição II for causa da proposição I;
enriquecimento e ascensão social. b) se a proposição I for verdadeira, mas a
d) os crescentes vínculos comerciais entre os proposição II for falsa;
burgueses e a monarquia, visto que os monarcas c) se a proposição I for falsa, mas a proposição II for
necessitavam de uma série de produtos verdadeira;
fornecidos pelos burgueses, que os nobres não d) se as proposições I e II forem verdadeiras, mas
necessitavam. não existir relação causal entre elas.
e) o conflito de interesses entre os burgueses e a
nobreza quanto ao direito de cobrança dos I – no final da Idade Média, a burguesia se aliou aos
tributos devidos pelos camponeses. senhores feudais, que até então controlavam a
divisão dos países em grandes domínios particulares;
13) A doutrina de que “O Estado nada mais é que o II – o Mercantilismo não pode ser separado do
resultado de um contrato pelo qual os homens processo de formação das Monarquias Nacionais na
cedem todos os direitos ao Rei que seja bastante Europa e estas devem ser compreendidas dentro do
forte para protegê-los a todos” foi lançada pôr: contexto do Mercantilismo.
a) Jean Bodin;
b) Jean-Jacques Rousseau; 19) O Mercantilismo, nos séculos XVII e XVIII,
c) Thomas Hobbes; estabelecia como um de seus aspectos doutrinários:
d) Hugo Grotius; a) a livre exploração do comércio externo das
e) Maquiavel. Nações Coloniais;
b) a restrição das exportações, pelo Estado, a fim
14) Nesta questão são feitas três afirmativas, cada de evitar o depauperamento da Nação;
uma pode ser certa ou errada. Leia-as com atenção e c) a identificação da quantidade de metal nobre
assinale a alternativa correta, de acordo com a existente em uma Nação com a sua riqueza;
tabela a seguir. d) o retorno ao desenvolvimento agrícola para
a) se apenas a afirmativa I é correta; manter uma balança de comércio favorável;
b) se apenas as afirmativas I e II são corretas; e) o internacionalismo tarifário a fim de facilitar o
c) se apenas as afirmativas I e III são corretas; maior intercâmbio entre as nações ricas.
d) se todas as afirmativas são corretas;
e) se todas as afirmativas são erradas. 20) Colbert não se interessou pelo incentivo à
I.o Absolutismo caracteriza o Estado da transição do indústria francesa, porque, no século XVII, a
feudalismo para o capitalismo; abundância de ouro e prata fez dos metais preciosos
II. a aristocracia opõe-se ao regime absolutista, por a única fonte de riqueza do Estado.
considerá-lo lesivo a seus interesses; a) a proposição é uma afirmativa verdadeira e a
III. Os Reis absolutistas apoiam-se em uma razão também é verdadeira, mas não é causa da
Constituição outorgada. proposição;
b) a proposição é uma afirmativa verdadeira, mas a
15) A progressiva organização do Absolutismo razão é falsa;
monárquico, até alcançar certo grau de centralização c) a proposição é uma afirmativa falsa e a razão
burocrática, foi mais característica nos seguintes também é falsa;
países: d) a proposição é uma afirmativa falsa e a razão é
a) Alemanha, Itália, Rússia, Império Otomano; uma proposição verdadeira, mas não é causa da
b) França, Itália, Rússia, Espanha; primeira;
c) Portugal, Alemanha, Inglaterra, Grécia; e) a proposição é uma afirmativa verdadeira e a
d) França, Inglaterra, Espanha, Portugal; razão também é verdadeira e causa da
e) Império Otomano, Portugal, Polônia, Flandres. proposição.

16) Dentre os teóricos do absolutismo destacou-se a 21) Para esta questão, utilize-se do gabarito abaixo:
figura de: a) Se apenas a afirmativa I é correta;
a) Diderot; b) Se apenas as afirmativas I e II são corretas;
b) Hume; c) Se apenas as afirmativas I e III são corretas;
c) Montainge; d) Se apenas as afirmativas II e III são corretas;
d) Jean Bodin; e) Se todas as afirmativas são corretas.
e) Voltaire.
I. O homem do renascimento não se limitou a
17) Parte integrante da política econômica valorizar a Antiguidade greco-romana; procurou,
mercantilista, a concepção monetarista preconizava, também, explorar a natureza, a fim de melhor
acima de tudo: conhecê-la e ampliar sua visão de mundo.
a) a livre circulação das mercadorias; II. as teorias astronômicas de Copérnico mudaram a
b) uma política industrialista e protecionista; concepção que o homem possuía da organização
c) a proibição quanto à saída de ouro e prata do do universo.
país;
III. a obra de Dante, A Divina Comédia, promoveu, no c) a ausência do controle da Igreja sobre as artes e a
século XVI o início do renascimento literário na riqueza comercial das cidades italianas;
Europa. d) o desenvolvimento comercial da região, o
mecenato e o contato com os sábios bizantinos;
2. São próprios de uma visão humanistas os e) nda
números:
1. misticismo;
26) No início da Idade Moderna, no contexto do
2. individualismo;
Movimento Renascentista, pode-se observar:
3. espírito crítico;
4. tomismo; a) a valorização da supremacia do coletivo em
5. antropocentrismo. detrimento do individual.
a) 1, 2, 3; b) 2, 3, 4; c) 3, 4, 5; d) 1, 4, 5; e) b) um processo de mudanças sociais que se
2, 3, 5. traduziu em novas formas de pensar, sentir e
agir.
22) Entre a Idade Média e os Tempos Modernos c) o desenvolvimento de revoluções tecnológicas
desenvolveu-se, na Europa Ocidental, o advindas das novas teorias sobre a política e o
Renascimento que consistia em: poder.
a) um processo de alterações culturais e mentais d) as novas concepções que justificavam o
cujo objetivo era fazer renascer as práticas predomínio da religiosidade sobre as formas de
feudais que se tinham enfraquecido pelo pensamento.
nascimento das cidades a partir do século XIII. e) as mudanças nas formas de organização da
b) um processo de reorganização da autoridade produção agrícola e relações sociais daí
religiosa, de origem católica, através da decorrentes.
constituição de uma cultura comum baseada no
predomínio da vida rural.
c) um processo de secularização, que acentua o 27) (FGV 2000) "Postulados: 1. (...) ; 2. O centro da
papel central do homem e da sua consciência terra não é o centro do universo, mas tão somente
como construtor de um novo tempo, e que tem da gravidade e da esfera lunar; 3. Todas as esferas
definida, como um de seu aspectos, a giram ao redor do sol como de seu ponto médio, e,
reinterpretação dos valores da cultura clássica. portanto, o sol é o centro do universo; 4. (... ); 5.
d) um movimento de tendências renovadoras, Todo movimento aparente que se percebe nos céus
anunciador de um novo tempo, marcado pela provém do movimento da terra, e não de algum
permanência da transcendência como forma de movimento do firmamento, qualquer que seja; 6. O
valorização do homem e de sua liberdade. que nos parece movimento do sol não provém do
e) um movimento cultural baseado nas decisões do movimento deste, mas do movimento da terra e de
Concílio de Trento e que se projetou pelo nossa esfera, junto com a qual giramos em redor do
desenvolvimento dos estudos humanísticos sol, o que acontece com qualquer outro planeta; 7.
baseados na cultura clássica. (...)." (séc. XVI ) (citado em Berutti et al.)
O documento refere-se à:
23) "Que obra de arte é o homem: tão nobre no a) ruptura com o heliocentrismo, conduzida pelas
raciocínio; tão vário na capacidade; em forma e em investigações de Kepler.
movimento, tão preciso e admirável; na ação é como b) ruptura com o antropocentrismo, conduzida
um anjo, no entendimento é como um Deus; a pelas investigações de Galileu Galilei;
beleza do mundo, o exemplo dos animais." c) concepção de universo, que recupera o
(Shakespeare) pensamento de Ptolomeu, recusado pela Igreja
O texto acima exemplifica um dos movimentos mais durante a Idade Média;
importantes da História, conhecido como: d) concepção de universo, que recupera as
a) Iluminismo preocupações de Heráclito ("tudo está em
b) Mercantilismo movimento"), apresentada por lsaac Newton;
c) Capitalismo e) ruptura com o geocentrismo, conduzida pelas
d) Renascimento investigações de Copémico.
e) Fisiocracia
28) (FGV 2000) "Na verdade, Ciência e Razão eram
24) O humanismo pode ser definido como: apenas uma face de realidade bem mais complexa.
a) um conjunto de idéias religiosas defendidas pela Enquanto as elites redescobriam Aristóteles ou
contra-reforma; discutiam Platão na Academia florentina, de
b) nova concepção intelectual e filosófica surgida Lourenço de Médicis, a quase totalidade da
com o renascimento que defendia a revalorização população européia continuava analfabeta.
do humano e do natural; Praticamente alheia à matematização do tempo,
c) nova concepção religiosa divulgada pela Reforma tinha seu trabalho regido ainda por galos e pelos
Protestante; sinos (... ) a vida continuava pautada por ritmos
d) tentativa de conciliar a arte com a escolástica, sazonais." (Laura de Mello e Souza)
valorizando o teocentrismo; A partir do texto acima, podemos afirmar que:
e) nda a) a transição, da transcendência à imanência, da
verticalização à horizontalização, realizou-se
25) Os motivos que fizeram da Itália o “berço do plenamente no Renascimento;
Renascimento” foram: b) a experiência renascentista foi vivida por todos
a) a sensibilidade dos artistas italianos e o os povos da Europa simultaneamente;
desenvolvimento marítimo da região; c) a matematização do tempo, assim como as
b) a centralização do poder político e o mecenato; redescobertas de Aristòteles e Platão, foram
experiéncias vividas primeiramente pelas elites d) a censura de livros a fim de evitar a propagação
letradas; de idéias consideras heréticas, o fortalecimento e
d) a democratização do saber letrado foi a principal expansão da Companhia de Jesus.
caracteristica da primeira fase do Renascimento; e) a condenação das idéias heréticas do monge
e) a Europa burguesa viu com temor a propagação beneditino Inácio de Loyola, e o fim do dogma
do ideal renascentista. sobre a infabilidade papal.

29) (FGV) "Os próprios céus, os planetas e este 32) (FGV) Em 1748, Benjamin Franklin escreveu os
centro [a Terra] seguintes conselhos a jovens homens de negócios:
Respeitam os graus, a precedência e as "Lembra-te que o tempo é dinheiro... Lembra-te que
posições. o crédito é dinheiro... Lembra-te que o dinheiro é
produtivo e se multiplica... Lembra-te que, segundo o
Como poderiam as sociedades, provérbio, um bom pagador é senhor de todas as
Os graus nas escolas, as irmandades nas bolsas... A par da sobriedade e do trabalho, nada é
cidades, mais útil a um moço que pretende progredir no
O comércio pacífico entre praias separadas, mundo que a pontualidade e a retidão em todos os
A primogenitura e o direito de nascença, negócios".
Os privilégios da idade, as coroas, cetros,
Tendo em vista a rigorosa educação religiosa do
lauréis, autor, esses princípios econômicos foram usados
Manter-se em seu lugar certo - não fossem os para exemplificar a ligação entre:
graus? " a) protestantismo e permissão da usura.
Estes versos de Shakespeare lda peça Troilo e b) anglicanismo e industrialização.
Cressida) revelam uma visão de mundo: c) ética protestante e capitalismo.
a) moderna e liberal, ao tratarem das cidades, do d) catolicismo e mercantilismo.
comércio e, virtualmente, até do novo e) ética puritana e monetarismo.
continente.
b) medieval e aristocrática, ao defenderem 33) Dentre os fatores que contribuíram para a
privilégios, graus e hierarquias como decorrentes difusão do Movimento Reformista Protestante, no
de uma ordem natural. inicio do século XVI destaca-se:
c) universal e democrática, ao se referirem a
a) o cerceamento da liberdade de crítica provocado
valores e concepções que ultrapassam seu
pe Renascimento Cultural.
pròprio tempo histórico.
b) o declínio do particularismo urbano que veio a
d) clássica e monarquista, ao mencionarem
favorecer o aparecimento das Universidades.
instituições, como a monarquia e o direito de
c) o abuso político cometido pela Companhia de
primogenitura, que eram características do
Jesus.
mundo greco-romano.
d) o conflito político observado tanto na Alemanha
e) particularista e elitista, ao expressarem
como na França.
hierarquias, valores e graus exdusivos da
e) a inadequação das teorias religiosas católicas
Inglaterra do século XVI.
para com o progresso do capitalismo comercial.
30) (UFMG) “... é a vida profissional do homem que
34) Nesta questão são feitas três afirmativas, cada
lhe dá certo treino moral, uma prova de seu estado
uma delas pode estar certa ou errada. Leia-as com
de graça para a sua consciência, que se expressa no
atenção e responda de acordo com a tabela abaixo:
zelo e no método, fazendo com que ele consiga
I – o movimento reformista fornece à burguesia
cumprir a sua vocação. Não é trabalho em si, mas
mercantil justificativa para o lucro, que a nova classe
um trabalho racional, uma vocação, que é pedida por
não encontrava na Igreja Católica;
Deus.”
II – a Igreja Anglicana, fruto da Reforma na
A concepção sobre o trabalho descrita nessa
Inglaterra, está diretamente ligada ao aparelho do
passagem é a defendida pelo
Estado;
a) anglicanismo, religião cristã originada na
III – a Reforma é uma manifestação de rebeldia
Inglaterra, na Reforma ocorrida no século XVI.
contra os princípios cristãos.
b) calvinismo, religião cristã originada das
a) se apenas a afirmativa I é correta;
concepções de João Calvino, no século XVI.
b) se apenas as afirmativas I e II são corretas;
c) catolicismo, religião cristã, com sede em Roma e
c) se apenas as afirmativas I e III são corretas;
obediente à autoridade do Papa.
d) se apenas as afirmativas II e III são corretas;
d) islamismo ou religião muçulmana, originada na
e) se todas as afirmativas são corretas.
Arábia ocidental, no século VII.
35) (Pucmg 2001) Durante a palmeira metade do
31) O Concílio de Trento, um dos mais importantes
século XVI, ocorreu um cisma na Igreja Católica, em
da história da igreja, foi convocado com o objetivo
conseqüência do qual foi estabelecido o conjunto de
principal de redefinir as doutrinas da fé católica.
Igrejas ditas protestantes. Apresentando
Dentre as conseqüências diretas ou indiretas deste
divergências doutrinárias e litúrgicas visíveis, o
evento estão:
luteranismo, o calvinismo e o anglicanismo
a) a redação da encíclica Humanae Vitae pelo papa
apresentam como ponto comum:
Pio XII, e a tendência ao ecumenismo religioso.
a) a manutenção da hierarquia eclesiástica.
b) a aceitação de algumas críticas oriundas da
b) a predestinação como fonte da salvação.
reforma protestante sobre dogmas da igreja e a
c) a não-aceitação da supremacia do papado.
rejeição do movimento de contra-reforma.
d) a supressão de todos os sacramentos.
c) o surgimento da Teologia da Libertação, e a
expansão e o fortalecimento da ordem dos cister
ienses.
36) "A conquista de Ceuta foi o primeiro passo na Assinale a alternativa que contém as afirmativas
execução dum vasto plano, a um tempo religioso, corretas:
político e econômico. A posição de Ceuta facilitava a a) somente I, II e III.
repressão da pirataria mourisca nos mares vizinhos; b) somente I, III e IV.
e sua posse, seguida de outras áreas marroquinas, c) somente II, III e IV.
permitiria aos portugueses desafiar os ataques d) somente I, II e IV.
muçulmanos à cristandade da Península Ibérica." e) todas as afirmativas estão corretas.
(João Lúcio de Azevedo. Época de Portugal
econômico: esboços históricos.) 39) (Ufmg 2000) Leia o texto.
De acordo com o texto, é correto interpretar que E aproximava-se o tempo da chegada das notícias de
a) a expansão marítima portuguesa teve como Portugal sobre a vinda das suas caravelas, e
objetivo expulsar os muçulmanos da Península esperava-se essa notícia com muito medo e
Ibérica. apreensão; e por causa disso não havia transações,
b) a influência do poder econômico marroquino foi nem de um ducado [...] Na feira alemã de Veneza
decisiva para o desenvolvimento das navegações não há muitos negócios. E isto porque os Alemães
portuguesas. não querem comprar pelos altos preços correntes, e
c) o domínio dos portugueses sobre Ceuta era parte os mercadores venezianos não querem baixar os
de um vasto plano para expulsar os muçulmanos preços [...] E na verdade são as trocas tão poucas
do comércio africano e indiano. como se não poderia prever.
d) a expansão marítima ibérica visava cristianizar o DIÁRIO DUM MERCADOR VENEZIANO, 1508.
mundo muçulmano para dominar as rotas
comerciais africanas. O quadro descrito nesse texto pode ser relacionado à
e) o domínio de territórios ao norte da África foi a) comercialização das drogas do sertão e produtos
uma etapa fundamental para a expansão tropicais da colônia do Brasil.
comercial e religiosa de Portugal. b) distribuição, na Europa, da produção açucareira
do Nordeste brasileiro.
37) (Fuvest 95) Sobre o Tratado de Tordesilhas, c) importação pelos portugueses das especiarias
assinado em 7 de junho de 1494, pode-se afirmar das Índias Orientais.
que objetivava d) participação dos portugueses no tráfico de
a) demarcar os direitos de exploração dos países escravos da Guiné e de Moçambique.
ibéricos, tendo como elemento propulsor o
desenvolvimento da expansão comercial 40) (Ufpe 96) Portugal e Espanha foram no século XV
marítima. as nações modernas da Europa portanto pioneiras
b) estimular a consolidação do reino português, por nos grandes descobrimentos marítimos. Identifique
meio da exploração das especiarias africanas e as realizações portuguesas e as espanholas, no que
da formação do exército nacional. diz respeito a esses descobrimentos.
c) impor a reserva de mercado metropolitano, por 1. Os espanhóis, navegando para o Ocidente,
meio da criação de um sistema de monopólios descobriam, em 1492, as terras do Canadá.
que atingia todas as riquezas coloniais. 2. Os portugueses chegaram ao Cabo das
d) reconhecer a transferência do eixo do comércio Tormentas, na África, em 1488.
mundial do Mediterrâneo para o Atlântico, depois 3. Os portugueses completaram o caminho para as
das expedições de Vasco da Gama às Índias. Índias, navegando para o Oriente, em 1498.
e) reconhecer a hegemonia anglo-francesa sobre a 4. A coroa espanhola foi responsável pela primeira
exploração colonial, após a destruição da circunavegação da Terra iniciada em 1519, por
Invencível Armada de Felipe II, da Espanha. Fernão de Magalhães. Sebastião El Cano chegou
de volta à Espanha em 1522.
38) (Puc-rio 99) Leia as afirmativas a seguir sobre a 5. Os portugueses chegaram às Antilhas em 1492,
expedição de Pedro Álvares Cabral, que saiu de confundindo o Continente Americano com as
Lisboa em março de 1500: Índias.

I) A missão da esquadra era expandir a fé cristã e Estão corretos apenas os itens:


estabelecer relações comerciais com o Oriente, de a) 2, 3 e 4;
modo a trazer as valiosas especiarias para Portugal; b) 1, 2 e 3;
desta maneira, reunia num mesmo episódio os c) 3, 4 e 5;
esforços da Coroa, da Igreja e dos grupos mercantis d) 1, 3 e 4;
do Reino. e) 2, 4 e 5.
II) Chegar às Índias através de um caminho
inteiramente marítimo só foi possível após o longo 41) (Pucmg 99) O expansionismo marítimo europeu,
"périplo" realizado pelas costa africana, durante o nos séculos XV-XVI, gerou uma autêntica "Revolução
século XV, por diversos navegadores portugueses, Comercial", caracterizada por, EXCETO:
cujos expoentes foram Bartolomeu Dias e Vasco da a) incorporação de áreas do continente americano
Gama. e africano às rotas tradicionais do comércio.
III) A viagem expressou a subordinação da Coroa b) ascensão das potências mercantis atlânticas,
portuguesa à Igreja Católica, na época dos como Portugal e Espanha.
descobrimentos, já evidenciada quando o Papa c) afluxo de metais preciosos da América para o
estabeleceu a partilha do Mundo Novo, em 1494, Oriente, resultante do escambo de mercadorias.
através do tratado de Tordesilhas. d) deslocamento parcial do eixo econômico do
IV) Era objetivo da viagem tomar posse de terras a Mediterrâneo para o Atlântico.
Oeste, de modo a assegurar o controle do Oceano e) perda do monopólio do comércio de especiarias
Atlântico Sul e, consequentemente, da rota marítima por parte dos italianos.
para as Índias.
41) "(...) desde o começo até hoje a hora presente os b) Uma imposição das metrópoles às colônias de
espanhóis nunca tiveram o mínimo cuidado em exclusividade na área comercial;
procurar fazer com que a essas gentes fosse c) Uma imposição das colônias às metrópoles de
pregada a fé de Jesus Cristo, como se os índios caráter monopolista;
fossem cães ou outros animais: e o que é pior ainda d) Um acordo entre as colônias para servir às
é que o proibiram expressamente aos religiosos, metrópoles;
causando-lhes inumerá-veis aflições e perseguições, e) Nenhuma das anteriores.
a fim de que não pregassem, porque acreditavam
que isso os impediria de adquirir o ouro e riquezas 46) Referindo-se aos diferentes sistemas de
que a avareza lhes prometia." (Frei Bartolomeu de colonização desenvolvidos na América pelos
Las Casas. Brevíssima relação da destruição das ingleses, franceses, portugueses e espanhóis, Caio
Índias, 1552.) Prado Jr. afirma: “as colônias tropicais tomaram um
No contexto da colonização espanhola na América, é rumo inteiramente diverso de suas irmãs da zona
possível afirmar que temperada.” Esta diferença ficou caracterizada:
a) existia concordância entre colonizadores e a) pela formação das colônias de exploração, nas
missionários sobre a legitimidade de sujeitar os áreas tropicais, e das colônias de povoamento,
povos indígenas pela força. nas áreas temperadas;
b) os missionários influenciaram o processo de b) pela exploração de metais preciosos, na América
conquista para salvar os índios da cobiça Espanhola, e da cana-de-açúcar na América
espanhola. Portuguesa e na América Inglesa;
c) colonizadores, soldados e missionários c) pelo regime do monopólio comercial, na América
respeitavam os costumes, o modo de vida e a Luso-Espanhola, e do Liberalismo Econômico da
religião dos povos nativos. Inglaterra em relação às Treze Colônias;
d) os padres condenavam as atitudes dos soldados d) pela organização do regime escravista na
porque pretendiam ficar com as riquezas das América Portuguesa e do trabalho assalariado na
terras descobertas. América Inglesa;
e) os missionários condenavam o uso da força e e) pela estruturação das colônias de povoamento,
propunham a conversão religiosa dos povos nas áreas tropicais, e das colônias de exploração
indígenas. nas áreas temperadas.

42) "Paralelamente à escravidão, desenvolveram-se, 47) A colonização mercantilista do Novo Mundo deu
na América Espanhola, outras formas de trabalho. origem a dois tipos básicos de ocupação territorial e
Para remunerar ou aumentar a renda dos aproveitamento econômico: as colônias de
funcionários reais enviados ao Novo Mundo, adotou- povoamento e as colônias de exploração que se
se freqüentemente uma prática na qual, de acordo caracterizam da seguinte maneira:
com sua distinção, recebia um certo número até 200 as colônias de povoamento reproduziam
homens, e houve casos em que esse número chegou basicamente as condições de vida a que os colonos
a 800." O texto refere-se estavam habituados na metrópole;
1) as colônias de exploração estavam assentadas
a) à mita. no trabalho livre e na exportação de seus
b) à parceria. excedentes;
c) ao repartimiento. 2) as colônias de povoamento utilizavam mão-de-
d) ao cuatequil. obra servil e dependiam dos fornecimentos
e) ao colonato. metropolitanos para sua sobrevivência;
3) as colônias de exploração utilizavam o trabalho
43) (FGV) A conquista de Cuzco, centro do Império escravo ou servil e estavam voltadas para a
Inca, deu-se por: exportação de seus produtos básicos;
a) Hernán Cortez, em 1519; 4) as colônias de povoamento e de exploração
b) Francisco Pizarro, em 1533; tinham em comum a utilização de mão-de-obra
c) Juan Ponce De Leon, em 1508; livre, mas destinavam sua produção à metrópole.
d) Vasco Nunes de Balboa, em 1509; Assinale:
e) Diego de Velásques, em 1511. a) se as afirmativas 1 e 2 estiverem certas.
b) se as afirmativas 3 e 4 estiverem certas.
44) Qual das alternativas contém características das c) se as afirmativas 2 e 5 estiverem certas.
relações metrópole-colônia na Idade Moderna d) se as afirmativas 1 e 4 estiverem certas.
(séculos XV-XVIII)? e) se as afirmativas 1 e 5 estiverem certas.
a) monopólio; livre-câmbio; economia natural;
b) ascensão da burguesia; capitalismo industrial; 48) (Vunesp 2001) "O tempo das descobertas foi,
domínio das grandes empresas; ainda, o tempo de Lutero, Calvino, Erasmo, Thomas
c) monopólio; Absolutismo, comércio intercolonial Morus, Maquiavel, Leonardo da Vinci, Michelangelo,
de manufaturados locais; Van Eyek, da Companhia de Jesus..."
d) acumulação primitiva do capital; reserva de (Adauto Novaes, Experiência e destino.)
mercado colonial; democracia liberal;
e) monopólio; acumulação primitiva do capital; O período e os nomes citados no texto correspondem
ascensão da burguesia metropolitana. a:
a) cultura do Renascimento científico e artístico
45) (FGV 98) As relações entre metrópoles e colônias italiano, política Iluminista e Humanista e Contra-
ibéricas foram definidas pelo Pacto Colonial, reforma religiosa.
que consistia em: b) cultura Iluminista e Renascentista, política do
a) Um acordo entre as partes que, em condições de Absolutismo Real e Reforma Presbiteriana.
igualdade, estabeleciam metas para o c) cultura do Renascimento e Humanismo, política
desenvolvimento desses países; Absolutista, Reforma e Contra-reforma.
d) cultura do Renascimento e do Iluminismo, manufatureiras incipientes e canalizada para a área
reformas da política Absolutista e difusão do colonial.
paganismo. (64) A atuação da Igreja Católica nas áreas coloniais
e) cultura do Renascimento artístico e científico, norte-americanas intensificou-se no século XVII,
Despotismo Esclarecido e políticas de liberdade apesar da grande concentração de protestantes
religiosa. originários da Inglaterra.

49) (Vunesp 2001) No decorrer dos séculos XVI e 03) TEXTO I:


XVII, as lutas religiosas na Europa provocaram a Rivais dignos dos príncipes, os soberanos pontífices,
separação entre os cristãos, tendo como os cardeais e os bispos... Hoje... os bispos apenas se
conseqüências muitos conflitos políticos e sociais. preocupam em apascentar-se a si próprios, deixam o
Está associada a esse movimento religioso: cuidado do rebanho a Cristo... esquecem que a
a) a colonização de parte do território do que são, palavra bispo significa trabalho, vigilância, solicitude.
atualmente, os Estados Unidos. Servem-se apenas de tais qualidades quando
b) a independência das colônias americanas. pretendem recolher dinheiro...
c) a instalação da Inquisição nas colônias (Erasmo de Rotterdam apud MELLO, p. 45)
espanholas. TEXTO II:
d) a expulsão dos jesuítas das colônias Tese 2. O papa não quer, nem pode, perdoar alguma
portuguesas. pena, exceto aquelas que ele tenha imposto por sua
e) a ação dos missionários contra a escravidão própria vontade...
indígena. (Lutero apud MELLO, p. 54)
TEXTO III:
QUESTÕES TIPO UFBA Tese 21. Erram, pois, os pregadores das indulgências
que dizem que, pelas indulgências do papa, o
01) "L'Étac cést moi", isto é, "o Estado sou eu". Essa homem fica livre de toda a pena e fica salvo.
frase, pronunciada pelo rei francês. Luiz XIV, (Idem)
significava que: TEXTO IV:
( ) o Estado estava centralizado nas mãos do O trabalhador é o que mais se assemelha a Deus...
monarca. Um homem que não quer trabalhar não deve
( ) o governo baseava-se no liberalismo e na comer... O pobre é suspeito de preguiça, o que
igualdade social. constitui uma injúria a Deus.
( ) o rei reinava, mas não governava. (Calvino apud MELLO, p. 52)
( ) a monarquia constitucional era legitimada pela
teoria do Direito Divino dos Reis. A análise dos textos e os conhecimentos sobre a
( ) o regime político vigente era o absolutismo Reforma permitem concluir:
monárquico. (01) O movimento luterano questionou a
infalibilidade papal e o seu poder de conceder a
02) (Ufba) Sobre o absolutismo inglês do século XVII salvação aos cristãos.
e a ocupação colonial da América do Norte, é (02) A Igreja Católica, no século XVI, foi contestada
possível afirmar: pelo caráter comercial que atribuiu às relações entre
Deus e os fiéis.
(01) As transformações que atingiram a política (04) Os "pregadores das indulgências" mencionados
agrária, com o cercamento dos campos e a expulsão na tese luterana contribuíram decisivamente para o
dos camponeses da terra, resultaram na aumento do poder real, pois atribuíam aos reis a
concentração de uma população marginal e vadia indicação definitiva dos que deveriam ser salvos
nos centros urbanos, contribuindo para aprofundar para o reino da glória.
as tensões sociais. (08) Erasmo de Rotterdam, quando afirmou que os
(02) A contestação da burguesia ao absolutismo bispos "deixam o cuidado do rebanho a Cristo",
inglês pode ser explicada pela necessidade de demonstrava a preocupação dos dignitários da Igreja
ampliar sua área de atuação política, derrubando a com a vida material e espiritual das camadas
antiga ordem feudal, os privilégios da nobreza populares, no século XVI.
latifundiária e o mercantilismo controlador da (16) Quando Calvino afirmou que "O trabalhador é o
economia. que mais se assemelha a Deus", enaltecia a
(04) Os conflitos religiosos do século XVII dignidade do trabalho e reivindicava a melhoria das
favoreceram o fortalecimento do absolutismo inglês relações trabalhistas.
e sua dominação colonial-mercantil no litoral leste da (32) "O pobre é suspeito de preguiça, o que constitui
América do Sul. uma injúria a Deus"; a afirmativa de Calvino
(08) O parlamentarismo inglês, efetivamente encorajava o trabalhador e o lucro, o que favoreceu
instalado após a Revolução Gloriosa, representou a significativamente a construção de uma justificativa
derrubada do absolutismo, a vitória da burguesia e ética para o enriquecimento da burguesia.
sua aliança com a nobreza latifundiária, em benefício (64) A crise da Igreja Católica, no século XVI,
da expansão das práticas capitalistas. propiciou, entre outras transformações
(16) A ocupação colonial inglesa, no litoral leste da socioeconômicas e político-culturais, o
América do Norte, ocorreu através da atuação de desenvolvimento do nacionalismo no Estado
Companhias de Comércio particulares e da Moderno.
participação de contingentes populacionais
originários de outros países europeus. 04) (UFMT 2000)No início da Idade Moderna, as
(32) A "servidão por contrato" que se estabeleceu grandes navegações e descobertas possibilitaram o
nas colônias inglesas da América do Norte era deslocamento do eixo econômico do Mediterrâneo
constituída por parte do excedente de mão-de-obra para o Atlântico, ao mesmo tempo que afirmavam a
existente na metrópole, excluída das atividades
preponderância ibérica. Com relação a esse assunto, ( ) A expansão ultramarina e conseqüente
julgue os itens. exploração permitiu a acumulação de uma grande
( ) Após realizar o périplo africano, os espanhóis quantidade de meios financeiros nas mãos da
chegaram à América e implantaram um sistema de nascente burguesia européia, aplicados
colonização baseado na agricultura de exportação. posteriormente na grande indústria.
( ) O interesse português, inicialmente marcado ( ) O pioneirismo português deveu-se inclusive à
pela exploração mercantil, foi substituído pelo existência de um poder central forte que, aliado aos
caráter colonizador, primeiramente nas ilhas do comerciantes a partir da revolução de Avis em 1383,
Atlântico e depois no Brasil. promoveu as grandes navegações.