Você está na página 1de 4

TEMA: OS 13 PORQUÊS \\ RELACIONAMENTO COM JESUS

PORQUÊ: SOMOS PECADORES

PORQUÊ: O PECADO NOS AFASTA DE DEUS

PORQUE: DEUS NOS AMOU

PORQUÊ: PRECISO ME ARREPENDER DO PECADO

PORQUE: PRECISO ACEITAR JESUS COMO SALVADOR

PORQUÊ:

TEMA: OS 13 PORQUÊS JESUS MORREU POR VOCÊ

INTRODUÇÃO

Quero falar dos 13 Porquês Jesus morreu por você, listando aqui 13 razões pelas
quais Ele morreu.

Jesus morreu para “o perdão dos nossos pecados”. — Colossenses 1:14.

O primeiro humano, Adão, foi criado perfeito, sem pecado. Mas ele escolheu desobedecer a
Deus. A desobediência, ou pecado, de Adão afetou muito seus descendentes. A Bíblia explica:
“Por meio da desobediência de um só homem muitos foram feitos pecadores.” — Romanos
5:19.

Jesus também era perfeito, mas ele nunca pecou. Por isso, ele podia ser um “sacrifício de
expiação [compensação] pelos nossos pecados”. (1 João 2:2; nota) Assim como a
desobediência de Adão contaminou a família humana com o pecado, assim a morte de Jesus
removeu a mancha do pecado de todos que exercem fé nele.

Em certo sentido, Adão vendeu a humanidade para o pecado. Jesus, por voluntariamente
morrer por nós, comprou a humanidade para si. Por causa disso, “se alguém cometer um
pecado, temos um ajudador junto ao Pai: Jesus Cristo, um justo”. — 1 João 2:1.

Jesus morreu “para que todo aquele que nele exercer fé não seja destruído, mas tenha vida
eterna”. — João 3:16.

Adão foi criado para viver para sempre, mas seu pecado teve como consequência a morte. Por
meio de Adão, “o pecado entrou no mundo, e a morte por meio do pecado, e desse modo a
morte se espalhou por toda a humanidade, porque todos haviam pecado”. — Romanos 5:12.
Em contraste, a morte de Jesus não só removeu a mancha do pecado, mas também cancelou a
sentença de morte para todos os que exercem fé nele. A Bíblia resume muito bem essa
questão dizendo: “Assim como o pecado reinou junto com a morte, assim também a bondade
imerecida reinasse por meio da justiça e levasse à vida eterna, por intermédio de Jesus Cristo,
nosso Senhor.” — Romanos 5:21.

É claro que hoje os humanos não vivem muito tempo. Mas Deus garante que vai dar vida
eterna a humanos justos e ressuscitar os mortos para que eles também possam se beneficiar
da morte sacrificial de Jesus. — Salmo 37:29; 1 Coríntios 15:22.

Jesus “se tornou obediente a ponto de enfrentar a morte” e desse modo provou que um
humano pode ser fiel a Deus em qualquer provação ou dificuldade. — Filipenses 2:8.

Apesar de ter corpo e mente perfeitos, Adão foi egoísta e desobedeceu a Deus por desejar
algo que não pertencia a ele. (Gênesis 2:16, 17; 3:6) Mais tarde, Satanás, o principal inimigo de
Deus, deu a entender que nenhum humano obedeceria a Deus a não ser por interesse,
especialmente se sua vida estivesse em jogo. (Jó 2:4) Mas Jesus, um homem perfeito,
obedeceu a Deus e continuou leal, mesmo sofrendo uma morte dolorosa e vergonhosa.
(Hebreus 7:26) Isso resolveu de vez a questão: um humano pode ser fiel a Deus em qualquer
pr

Por que Jesus morreu na cruz do Calvário?

Jesus morreu na cruz do Calvário para pagar o castigo por nossos pecados. Na cruz, ele levou o
castigo em nosso lugar, para que quem crê nele receba o perdão de Deus e tenha a vida
eterna. A morte de Jesus na cruz foi o sacrifício perfeito por nossos pecados.

Jesus veio com um propósito: nos salvar de nossos pecados. Todos pecamos e merecemos
castigo, mas Deus nos ama! Ele não fica feliz em nos castigar (Ezequiel 18:32). Por isso, Ele
enviou Jesus para pagar o preço em nosso lugar. Assim, qualquer pessoa que se arrepende e
crê em Jesus fica perdoado!

O significado da cruz
A cruz representa a maldição do pecado. Deuteronômio 21:22-23 diz que quem fosse
pendurado em um madeiro estava debaixo de maldição. Somente os piores criminosos eram
pendurados em uma cruz, ou um madeiro.

Jesus foi crucificado em um lugar chamado Calvário, ou Gólgota, que significa lugar da caveira.
Esse era um lugar de morte, de destruição. A morte é o destino que todos nós merecemos, por
causa do pecado (Romanos 3:23; Romanos 6:23). A cruz representa o castigo que aguarda
nossos pecados.

Jesus morreu na cruz para levar a maldição do pecado. Ele levou o castigo que nós merecemos,
para nós podermos ter uma segunda chance. Jesus tomou nosso lugar na cruz.
Veja também: como foi a morte de Jesus na cruz?

A cruz – maldição tornada em bênção


Mas a história não acabou com Jesus morrendo na cruz... No terceiro dia, ele ressuscitou! A
morte foi derrotada!

A ressurreição de Jesus mostrou que seu sacrifício na cruz foi mais que suficiente para pagar
por nossos pecados. Ao pagar tudo, Jesus anulou o poder da morte (1 Coríntios 15:55-57).
Agora, se você crê nele, você também pode ressuscitar para a vida eterna!

Leia aqui: o que Jesus conquistou na cruz?

Antes de Jesus, a cruz era símbolo de maldição, de tortura, de destruição. Mas Jesus
transformou a maldição em bênção (1 Pedro 2:24). Em vez de ser símbolo de nosso castigo
iminente, a cruz se tornou símbolo do perdão de Deus, nossa esperança para a vida eterna.

O verdadeiro motivo porque Jesus morreu na cruz por você


Somos filhos de um Rei, o Dono do universo. Herdeiros de tudo o que o Pai possui, mas toda
prosperidade é pouco comparada as riquezas eternas que ele nos proporcionou ao expiar
por nós.

Jesus Cristo ficou nesta terra durante 33 anos nos ensinando como viver, como amar, como
alcançar a salvação dentre muitas outras coisas.

Foi traído, sofreu, sofreu e sofreu. Pediu ao Pai que lhe passasse aquele cálice, mas se
submeteu à vontade de seu Rei, pois sabia que seria necessário. E por amor. Por amar a mim e
a você. Foi pregado numa cruz, após longa caminhada de tortura e dor. Vestido de sangue e
espinhos, três dias passou em um sepulcro, para no fim vencer a morte. Mas por que tudo
isso? Para que tanto sofrimento?

O propósito do sofrimento de Jesus


O Senhor derramou seu sangue para que ocorresse a remissão de nossos pecados. O sacrifício
e ressurreição de Jesus nos purifica, liberta e alivia - "Vinde a mim todos os que estais
cansados (...) e eu vos aliviarei" (Mateus 11:28) - regenera, restitui, vivifica, restaura, alegra,
ressuscita, dignifica e perdoa os pecados da humanidade.

É para isso que temos o evangelho, para levar alívio aos cansados e oprimidos, perdão aos
pecadores, alimento aos famintos. É isso o que nosso Pai espera de você e de mim. Ele não deu
Seu filho, nem Jesus Cristo aceitou morrer na cruz para nos dar apenas benefícios materiais,
mas para perdoar o pecado do mundo e nos levar de volta à presença do Pai.

Podemos conseguir um carro zero, mas somente Ele pode nos dar o perdão, a remissão e a
vida eterna. "Isso é o meu sangue (...) que é derramado por muitos, para remissão dos
pecados." (Mateus 26:28) Para remissão dos pecados, não para prosperidade financeira.
Toda honra e toda glória
Não sacrifique sua felicidade eterna por algo perecível e temporário. "Não ajunteis tesouros na
terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam; mas
ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não
minam nem roubam. Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração".
(Mateus 6:19)

Use seus tesouros terrenos para ajuntar tesouros no céu. Se você tem um carro, ou pernas, ou
apenas fôlego, use o que possui para honrar o Senhor. Honre-o levando o amor,
compartilhando o bem, propagando a Sua palavra. Suas riquezas, seus recursos foram lhe
dados para louvar ao Senhor e não para lhe exaltar diante dos homens, cuidado, pois "o amor
do dinheiro é a raiz de toda a espécie de males." (I Timóteo 6:10)

Arrogância x Gratidão
Deus nos deu o mapa sobre como viver, o Seu Evangelho, não apenas para que sejamos
prósperos financeiramente. Ele tudo fez para tirar o pecado do mundo e salvar todas as
pessoas. Tudo o que fazemos pode e deve estar em comum com esse propósito. "Pois tudo o
que há no mundo - a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens - não provém
do Pai, mas do mundo." (1 João 2:16)

Você também pode gostar