Você está na página 1de 2

Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG

Núcleo de Tecnologia e Educação Aberta e a Distância NUTEAD


Curso de Pós-Graduação em Gestão Pública - RESTEC

Nome do Cursista: Daniel Lisboa de Abreu Lima RA: 2202820107061


Tutor (a): Daiane Carnelos
Nome da Disciplina: Estado, Governo e Mercado
Título e Unidade da Tarefa: Unidade 1 - Perspectiva Teórica para Análise das
Relações entre Estado, Governo e Mercado
Enunciado da Tarefa: 1. TAREFA – TAREFA ON LINE – (mínimo 15 linhas –
máximo 30 linhas) (Valor: 25,00);

Contrariamente à expectativa de todos, a experiência do século XX mostraria


que democracia e capitalismo poderiam conviver numa mesma sociedade.
Diante disso, comente de forma objetiva e sucinta sobre o papel do Estado e a
democracia nas sociedades modernas a partir da leitura dos conteúdos da
página 60 até página 65.

O Estado é o mecanismo de gerenciamento territorial ao qual as


pessoas que nele vivem estão inseridas. Este mecanismo, por sua vez, possui
poderes a si assegurados para manter a ordem entre os conterrâneos, mas
também obrigações para a garantia da qualidade de vida de seus cidadãos.
Dentro de um sistema capitalista, esta garantia de direitos conversa de
maneira direta com o Mercado. Uma vez que o sistema capitalista, em sua
essência, prevê movimentos cíclicos de crise econômica (gerando, por sua vez,
uma crise social), o Estado deve ter meios de contornar estas crises e
minimizer os impactos negativos para seu povo.
A democracia é a ferramenta que garante que estas demandas serão
atendidas conforme os interesses e necessidades do público: o cidadão
votante. Isto fica evidente no trecho de Coelho (2009, p. 63):
“essa nova definição não negligenciaria, em absoluto, os genuínos
interesses dos grupos sociais; ao contrário, os colocaria na posição
que eles realmente teriam, isto é, de desejos que, ainda que fortes e
definidos, poderiam permanecer latentes durante décadas, até que
um líder viesse a dar-lhes vida, transformando-os em fatores
políticos. Entendida como competição pela liderança, a democracia
requereria, no entanto, a livre competição entre elites pelo voto livre
dos eleitores”.

Referências:
COELHO, Ricardo Corrêa. Estado, Governo e Mercado. Florianópolis:
CAPES: UAB, 2009.

Você também pode gostar