Você está na página 1de 1

SINOPSE DO LIVRO "A Interpretação das Escrituras"

Prefácio à 2ª Edição em Português

Há em nossa geração, como houve em todas as outras gerações passadas, uma


ignorância geral a respeito do verdadeiro ensino das Escrituras, de sua verdadeira
interpretação. Isso é explicado, pelo menos em parte, pelo grande desinteresse e
negligência, mesmo daqueles que se dizem cristãos, em conhecer a verdadeira
interpretação das “sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo” (1 Timóteo 6:3).
Por que levaríamos a Palavra de Deus a sério se não levamos o próprio Deus da
Palavra a sério? A nossa atitude para com a Palavra de Deus revela muito da
nossa atitude para com o próprio Deus.

Diante deste triste cenário, nada podemos fazer senão nos juntarmos ao profeta
Isaías em seu clamor: “À lei e ao testemunho!” (8:20), voltemos às Escrituras
Sagradas, voltemos à pura Palavra de Deus! Mas somente ter as Escrituras nas
mãos não é suficiente, é preciso saber interpretá-las, e corretamente! E para isso
esta obra magistral será de grande utilidade para o leitor que sinceramente deseja
conhecer o real significado do que “está escrito”, para aquele que diante das
Escrituras abertas diz sinceramente em seu coração: “Fala, Senhor, porque o teu
servo ouve!” (1 Samuel 3:9).

Havendo traduzido, revisado, lido e meditado sobre a obra, considero-me capaz


de afirmar que dificilmente encontraremos debaixo do céu — para usar as
palavras do autor — um “tratado sobre hermenêutica”, tão bíblico e completo, tão
profundo e ao mesmo tempo tão prático — como o próprio leitor descobrirá por si
mesmo.

Nestes capítulos temos nos esforçado para colocar diante de nossos leitores as
regras que temos usado há muito tempo em nosso próprio estudo da Palavra;
elas foram projetadas mais especialmente para os jovens pregadores. Nós não
poupamos esforços para torná-los tão lúcidos e completos quanto possível,
colocando em suas mãos esses princípios de exegese que nos foram de grande
proveito.

Visto que se requer dos despenseiros que cada um se ache fiel, as regras de
interpretação das Escrituras aqui propostas os ajudarão a apresentarem-se a
Deus aprovados, como obreiros que não têm de que se envergonhar, que
manejam bem a Palavra da verdade (1 Coríntios 4:2; 2 Timóteo 2:15).

O autor dispensa apresentações, é um dos melhores exegetas do século XX.


Quem está familiarizado com seus escritos sabe que as obras do amado A.W.
Pink são marcadas por profundo apego à Palavra de Deus e fidelidade às
Sagradas Letras. O autor é um exemplo vivo da doutrina que aqui ensina de
forma maravilhosamente bíblica.

Que nosso Deus levante fiéis pregadores de Cristo e de Sua Palavra em nossos
dias, para a glória de Seu grandioso nome. Amém!

Você também pode gostar