Você está na página 1de 2

VERSÃO NÃO-IDENTIFICADA

ABORDAGEM INTEGRADA COM ESTRUTURA ANALÍTICA DE PROJETO E


STAGE-GATE VIA TRELLO

Área: Ciências Exatas

Introdução: Os processos de ensino-aprendizagem representam um grande


desafio, sobretudo diante de um cenário de aprendizagem remota. Um dos
problemas mais relevantes é o desafio de manter o engajamento do aluno
atuando à distância, e ainda, obter trabalhos de qualidade. Objetivo(s):
Apresentar uma abordagem prática que envolve a integração das técnicas EAP
e Stage-Gate através de um sistema de gestão ágil. Desenvolver a
competência de planejamento com base em EAP. Aplicar Stage-Gate a uma
disciplina via Trello. Obter engajamento dos alunos ao longo do semestre letivo
resultando em entregas de alto nível. Métodos ou Relato de Experiência: O
1º passo foi planejar um projeto avaliativo para a disciplina. Este projeto foi
pensado de modo que a evolução de apresentação de conteúdos ao longo do
semestre garantisse que os estudantes tivessem a informação necessária para
executar cada uma de suas fases. O 2º passo foi quebrar o projeto em pacotes
de entregas parciais (Stages), e decompor cada um desses pacotes em tarefas
bem definidas que se cumpridas, garantissem a conclusão do respectivo
“Stage”. Essa quebra do projeto teve de ser representada graficamente por
uma EAP. O 3º passo envolveu a criação de um quadro no Trello, em que, a
primeira lista tivesse o nome do primeiro “Stage”, a segunda lista se chamasse
GATE1, a terceira lista tivesse o nome do segundo “Stage”, a quarta lista se
chamasse GATE2 e assim, sucessivamente. Nessa organização, cada cartão
foi criado com o nome do aluno. Cada aluno ficou responsável por gerenciar
seu cartão, que devia conter o checklist refletindo as tarefas da EAP. Dessa
maneira, todas as movimentações dentro do sistema eram informadas em
tempo real para cada pessoa envolvida. Ao concluir cada etapa (Stage), o
aluno deveria mover seu cartão para seu respectivo “gate”, nesse momento, o
professor passava a ser o responsável por analisar a entrega e mover o cartão
do aluno à frente, ou em caso de entrega insuficiente, mover o cartão pra trás
com o devido feedback. Concluia o processo aquele aluno que atravessasse
todos os “gates”. Resultados/Discussão: A aplicação dessa abordagem
permitiu ao professor a realização de feedbacks individuais nos momentos em
que cada aluno necessitava, uma vez que ao realizar um upload no cartão, o
aluno disparava uma notificação ao professor e aos colegas. Outra vantagem,
é que os alunos ao receberem notificações de que algum outro aluno trabalhou
no projeto, se sentia incomodado por estar “ficando pra trás”. Essa espécie de
competição aumentou o engajamento, e o fato de cada cartão ser público,
permitiu uma espécie de espionagem dos outros projetos tornando as boas
práticas dos colegas disseminadas para toda a turma. Considerações Finais
ou Recomendações: Foi possível perceber um menor índice de reprovação e
desistência na disciplina. A movimentação dos alunos se deu ao longo de todo
o semestre, e não em períodos específicos que antecedem avaliações
tradicionais. Como resultado do engajamento dos alunos, e consequente
aumento da interação entre eles, os rumos dos projetos foram corrigidos em
tempo real, evitando decepções com avaliações no ato de uma entrega total e
ainda resultou em projetos com qualidade superior àqueles obtidos em
semestres anteriores onde a abordagem era diferente.

Palavras-chave: Ensino, Stage-Gate, EAP, Trello.

Você também pode gostar