Você está na página 1de 18

VIDEO PORTEIRO SENSE SEVEN 1

Procedimentos de conserto

VIDEO PORTEIRO SENSE SEVEN

DIAGNÓSTICO DE DEFEITOS
HDL da Amazônia Indústria Eletrônica
Contato com o Suporte Técnico – (11) 4025-6500

Este documento tem por objetivo auxiliar no conserto e análise de prováveis defeitos e pode ser alterado sem
prévio aviso.

HDL da Amazônia Indústria Eletrônica LTDA 2014 Elaborado por: Marcos A. Nunes Jr.
VIDEO PORTEIRO SENSE SEVEN 2
Procedimentos de conserto

Placa VP SENSE SEVEN unidade interna (80.02.02.136)


CI Microcontrolador
Microcontrolador STM32F103RET6 ARM Cortex M3 de 32 bits, encapsulamento LQFP64 de 64 pinos.

Pinos do microprocessador CI4:

Pino 1 – VBAT (VBAT) – Bateria do RTC; Pino 39 – PC8 (PWM_BRILHO) – Controle de


Pino 3 – PC14-OSC32_IN – Cristal RTC; brilho LCD;
Pino 4 – PC15-OSC32_OUT – Cristal RTC; Pino 40 – PC9 (PWM_COR) – Controle de cor
Pino 5 – OSC_IN – Cristal clock de LCD;
processamento; Pino 41 – PA8 (SETUP) – Sinais do memory;
Pino 6 – OSC_OUT – Cristal clock de Pino 42 – PA9 (TX1_UC) – Comunicação serial;
processamento; Pino 43 – PA10 (RX1_UC) – Comunicação serial;
Pino 8 - PC0 (AD_MIC) – microfone interno; Pino 44 – PA11 (USB_D_N) – Comunicação USB;
Pino 9 - PC1 (AD_INT) – interface porteiro; Pino 45 – PA12 (USB_D_P) – Comunicação USB;
Pino 10 - PC2 (AD_LINHA) – tronco; Pino 46 – PA13 (DELETE) – Sinais do memory;
Pino 14 – PA0-WKUP (SRG) – Sensor de Ring do Pino 49 – PA14 (FORWARD) – Sinais do
tronco; memory;
Pino 15 – PA1 (Vídeo signal) – Sinal de vídeo; Pino 50 – PA15 (A2) – Barramento de dados;
Pino 16 – PA2 – Led piloto; Pino 51 – PC10 (A1) – Barramento de dados;
Pino 17 – PA3 (PWM_MODULE) – Sinal para Pino 52 – PC11 (A0) – Barramento de dados;
Alimentação Módulo externo; Pino 53 – PC12 (FECHO) – Comando para
Pino 20 – PA3 (DA_LINHA) – Tronco; acionamento da fechadura;
Pino 21 – PA5 (DA_INT) – Interface porteiro; Pino 54 – PD2 (COD) – Comando de ocupação
Pino 22 – PA6 (CTRL_AUX) – Câmera auxiliar; do tronco;
Pino 23 – PA7 (VIDEO_SYNC) – Sincronização de Pino 55 – PB3 (BACKWARD) – Sinais do
vídeo; memory;
Pino 33 – PB12 (CPA) – Comando de porteiro da Pino 56 – PB4 (RECORD) – Sinais do memory;
interface porteiro; Pino 57 – PB5 (CALL) – Sinais do memory;
Pino 34 – PB13 (SPIR) – Sensor; Pino 58 – PB6 (I2C_SCL) – Serial clock;
Pino 35 – PB14 (PWM_LCD) – sinal para Pino 59 – PB7 (I2C_SDA) – Serial data;
Liga/Desliga LCD; Pino 60 – BOOT0 (BOOT0) – Modo de
Pino 36 – PB15 (PWM_VOL) – Controle de operação/gravação;
volume; Pino 61 – PB8 (SPC) – Porteiro coletivo (ESTE
Pino 37 – PC6 (PWM_FAL) – Alto falante PRODUTO NÃO SE APLICA EM SISTEMAS
interno; COLETIVOS);
Pino 38 – PC7 (PWM_CONTRASTE) – Controle Pino 62 – PB9 (SPA) – Sensor de porteiro da
de contraste LCD; interface porteiro;

Para mais informações, acesse o link: http://www.st.com/st-web-ui/static/active/en/resource/technical/document/datasheet/CD00191185.pdf

HDL da Amazônia Indústria Eletrônica LTDA 2014 Elaborado por: Marcos A. Nunes Jr.
VIDEO PORTEIRO SENSE SEVEN 3
Procedimentos de conserto

O microcontrolador é responsável por todo o funcionamento do VIDEO PORTEIRO SEVEN.


O cristal XT2 é responsável por gerar um sinal de 32,768kHz que aplicado aos pinos 3 e 4 do
microcontrolador fornece a base de tempo para o funcionamento do circuito interno relógio (RTC - Real
Time Clock). Em conjunto com este circuito, no pino 1 (VBAT), conecta-se a bateria que mantém essas
informações salvas por até 2h para o caso de desligar o equipamento da energia voluntaria ou
involuntariamente.
O cristal XT1 é responsável por gerar um sinal de 8MHZ que aplicado aos pinos 5 e 6 do
microcontrolador fornece a base de tempo para o funcionamento do processamento das programações
internas do microcontrolador.

HDL da Amazônia Indústria Eletrônica LTDA 2014 Elaborado por: Marcos A. Nunes Jr.
VIDEO PORTEIRO SENSE SEVEN 4
Procedimentos de conserto

Circuito da bateria (VBAT) do RTC

Circuito de câmeras

O sinal de vídeo das câmeras é controlado pelo circuito integrado 74HC4051 (CI3).
Ele é responsável pela multiplexação (seleção) dos sinais provenientes da fonte de vídeo:
- CP (câmera do módulo externo conectado ao borne externo do produto ao terminal "CP");
- C1 (câmera 1 conectado ao borne externo do produto ao terminal "C1");
- C2 (câmera 2 conectado ao borne externo do produto ao terminal "C2");
- C3 (câmera 1 conectado ao borne externo do produto ao terminal "C3");
- VIDEO_GEN (vídeo gerado pelo microcontrolador).
A seleção do sinal (fonte) de vídeo é realizada pelo microcontrolador através dos sinais A0, A1 e A2 que
fazem o endereçamento do CI3. O sinal de vídeo selecionado sai então pelo pino 3 do multiplexador e
segue para o sinal "VMEM_IN" que será entregue ao display LCD e saída de vídeo auxiliar.

HDL da Amazônia Indústria Eletrônica LTDA 2014 Elaborado por: Marcos A. Nunes Jr.
VIDEO PORTEIRO SENSE SEVEN 5
Procedimentos de conserto

Circuito de tronco

Entrada e SRG
O Circuito de tronco pode ser conectado diretamente a uma linha ramal de uma central telefônica PABX,
por exemplo.
Na entrada LA e LB do circuito, temos um capacitor (C95) que atua como filtro e um Varistor (VR1) que
protege o circuito contra transientes de tensão e pequenos surtos.
O foto acoplador (CI2) é polarizado quando há uma variação nas linhas LA e LB proveniente de uma
chamada entrante, quando polarizado, o transistor T3 é polarizado e altera o estado do SRG (sensor de
ring) de nível 1 (alto) para nível 0 (baixo).

Circuito de ocupação (COD)


O transistor (T1), que tem a sua base ligada no COD (Circuito de Ocupação) é acionado quando o
telefone é ocupado ( ) para realizar uma ligação ou no momento que uma ligação entrante é
atendida.
O transistor (T1) com a base polarizada conduz o sinal GNDD para a bobina do relê (RL1).
O relê (RL1) tem duas funções neste circuito, acoplar a carga da comunicação na linha LA quando
atracado, e quando desatracado, sua função é isolar a linha interna (ramal) da linha externa (tronco),
evitando sobrecargas indesejáveis a que venha danificar o circuito interno. Uma ponte retificadora
(BG1) polariza o ramal e faz a inversão do TIP e RING. Um trisil (TVS1) faz a proteção do circuito de
carga.

HDL da Amazônia Indústria Eletrônica LTDA 2014 Elaborado por: Marcos A. Nunes Jr.
VIDEO PORTEIRO SENSE SEVEN 6
Procedimentos de conserto

A saída (AUDIO_TCO) do transformador de áudio (TF1) passa por dois capacitores de desacoplamento
(C11 e C14) e vai para o microcontrolador (CI4) pela linha AD_LINHA.

O microcontrolador (CI4) encaminha os sinais de áudio para o alto falante pelo pino PWM_FAL. Esses
sinais são amplificados (CI6) e reproduzidos no alto falante (SPEAKER).

Os sinais gerados na cápsula de eletreto (MIC) passam por um amplificador operacional (CI5C) e é
encaminhado para o microcontrolador (CI4) pela porta AD_MIC.

HDL da Amazônia Indústria Eletrônica LTDA 2014 Elaborado por: Marcos A. Nunes Jr.
VIDEO PORTEIRO SENSE SEVEN 7
Procedimentos de conserto

O microcontrolador (CI4) retorna a comunicação para a linha tronco pelo pino DA_LINHA. O sinal é
amplificado em um amplificador operacional (CI5D) e retornam para a linha tronco pela saída
AUDIO_TCO.

Circuito de Interface Porteiro:

SPA (Sensor de Porteiro) e Ring


O sinal de áudio do porteiro externo assim como o sinal de toque (ring) está presentes no borne "1" e,
quando o nível de tensão de ring é presente nessa linha, a base do transistor T8 é polarizada e SPA
(Sensor de porteiro) varia de nível 1 (alto) para nível 0 (baixo), o microcontrolador (CI4) “lê” essa
variação.

O microcontrolador (CI4) gera um sinal de toque (ring) através do pino 37 (PWM_FAL) que passa por
dois estágios de filtro RC formados por R58/C33 e R59/C34 chegando até o amplificador (CI6) que
entrega o sinal de saída ao alto-falante (SPEAKER).

HDL da Amazônia Indústria Eletrônica LTDA 2014 Elaborado por: Marcos A. Nunes Jr.
VIDEO PORTEIRO SENSE SEVEN 8
Procedimentos de conserto

Circuito de comunicação e CPA (Comando de Porteiro)


No momento em que a chamada é atendida (através do botão ) um nível 1 (alto) é enviado pelo
microcontrolador (CI4) pelo pino CPA (Comando de Porteiro) que está conectada a base do transistor
T13, polarizando a base do transistor T13. A base do transistor T12 é saturada fazendo o ”chaveamento”
da linha do borne 1 com o circuito interno de áudio da interface porteiro.

O sinal de comunicação gerado na cápsula de eletreto da unidade externa é encaminhado para a


unidade interna pelo borne 1 que está conectado ao AUDIO_INT da linha de interface porteiro. O sinal
passa por um capacitor de desacoplamento (C56), é amplificado em um amplificador operacional (CI5B)
e segue para o pino AD_INT do microprocessador (CI4).

O sinal sai pelo pino PWM_FAL do microprocessador (CI4), é amplificado (CI6) e reproduzido no alto
falante (SPEAKER).

HDL da Amazônia Indústria Eletrônica LTDA 2014 Elaborado por: Marcos A. Nunes Jr.
VIDEO PORTEIRO SENSE SEVEN 9
Procedimentos de conserto

O sinal de áudio gerado na cápsula de eletreto (MIC) interna é amplificado pelo amplificador
operacional (CI5C) e é entregue ao microprocessador (CI4) pelo pino AD_MIC.

O microprocessador encaminha o sinal pelo pino DA_INT até o amplificador operacional (CI5A) que
amplifica esse sinal e gera o sinal "AUDIO_INT", que passa através do transistor T2 e chega ao borne 1, é
encaminhado para a unidade externa.

HDL da Amazônia Indústria Eletrônica LTDA 2014 Elaborado por: Marcos A. Nunes Jr.
VIDEO PORTEIRO SENSE SEVEN 10
Procedimentos de conserto

Acionamento da fechadura
Quando pressionado o acionamento da fechadura ( ), uma informação (I2C_SCL/I2C_SDA) é enviada
ao microcontrolador (CI4), um nível 1 (alto) de tensão no pino FECHO, satura o transistor T9 que gera
uma interrupção momentânea no pino 1 (simulando um "curto" entre o pino 1 e 4 dos bornes), fazendo
com que a unidade externa detecte esse "curto" e acione a fechadura conectada ao módulo externo.

Circuito do Sensor de alarme


Quando o borne 3 recebe uma tensão positiva, a base do transistor T10 é polarizada e o pino SPIR do
microcontrolador (CI4) recebe um nível 0 (baixo) de tensão. Quando o sensor está ativado (via
programação), e a tensão positiva do borne 3 for interrompida, colocando a base do transistor T10 em
corte e alimentando o pino SPIR do microprocessador (CI4) com nível 1 (alto), o alarme irá disparar.

Chaveamento externo

O chaveamento é um “contato seco”. O microcontrolador manda um sinal de nível 1 (alto) pelo pino
CTRL_AUX saturando a base do transistor T6 que faz o DDP (diferença de potencial) na bobina do relé.

HDL da Amazônia Indústria Eletrônica LTDA 2014 Elaborado por: Marcos A. Nunes Jr.
VIDEO PORTEIRO SENSE SEVEN 11
Procedimentos de conserto

Circuito da fonte

Circuito primário
O Vídeo Porteiro Sense SEVEN possui uma fonte interna chaveada, a qual possibilita que a entrada da
rede de alimentação seja 127 v ou 220 v sem a necessidade de seleção de tensão (seleção automática).
Na entrada da alimentação primária, antes da ponte retificadora (BG2), o varistor (VR2) protege a fonte
de eventuais sobre tensão na rede primária e o termistor (NTC1) protege a fonte de eventuais sobre
corrente no na rede primária. A retificação da corrente da rede primária CA é feita pela ponte
retificadora (BG2). Dois capacitores (C86 e C90) e um indutor (L3) fazem a função de filtro. Um diodo
(D15), um capacitor (C87) e um resistor (R125) atuam como um supressor de transiente, prevenindo
elevados picos de tensão gerados durante o chaveamento, protegendo o Viper (CI9). A alimentação do
viper vem do pino 2 do transformador. Em série encontra-se um diodo (D14) retificador e um resistor
(R122) limitando a corrente.

HDL da Amazônia Indústria Eletrônica LTDA 2014 Elaborado por: Marcos A. Nunes Jr.
VIDEO PORTEIRO SENSE SEVEN 12
Procedimentos de conserto

Circuito secundário
No circuito secundário, a tensão de 12 v é formada pelos pinos 6 e 7 do transformador (TF2). Para a
retificação de meia onda usa-se um diodo (D17) em série. Dois capacitores (C94 e C93) e um indutor (L4)
atuam como filtro.
A tensão de 24 v é formada pelo pino 9 do transformador (TF2). Para a retificação de meia onda usa-se
um diodo (D16) em série. Dois capacitores (C91 e C92) e um indutor (L2) atuam como filtro.
O foto acoplador (CI10) faz a alimentação do FB (feedback) no viper (CI9). O TL 431 (CI11) regula a
tensão.

O inversor/regulador (CI12) regula a tensão de 12 v para 8,7 v (+V CONV).

O regulador 78L05 (CI7) regula a tensão de 8,7v (+V CONV) para +5v.

HDL da Amazônia Indústria Eletrônica LTDA 2014 Elaborado por: Marcos A. Nunes Jr.
VIDEO PORTEIRO SENSE SEVEN 13
Procedimentos de conserto

Um regulador de tensão (CI8) regula a tensão de +3v3.

As tensões de +24v alimenta a unidade externa do Vídeo Porteiro Sense SEVEN. O chaveamento da
tensão é feito quando se pressiona o botão de liga ( ). O microprocessador (CI4) envia uma tensão de
nível 1 (alto) pelo pino PWR_MODULE que polariza a base do transistor T18, que polariza a base do
transistor de potência T19 fazendo o chaveamento da tensão +24v à unidade externa do Vídeo Porteiro
SEVEN.

As tensões de +12v alimenta a unidade interna do Vídeo Porteiro Sense SEVEN. O chaveamento da
tensão é feito quando se pressiona o botão de liga ( ). O microprocessador (CI4) envia uma tensão de
nível 1 (alto) pelo pino PWR_LCD que polariza a base do transistor T16, que polariza a base do transistor
de potência T17 fazendo o chaveamento da tensão +12v à unidade interna do Vídeo Porteiro SEVEN.

HDL da Amazônia Indústria Eletrônica LTDA 2014 Elaborado por: Marcos A. Nunes Jr.
VIDEO PORTEIRO SENSE SEVEN 14
Procedimentos de conserto

PROVÁVEIS DEFEITOS

Diagnóstico de prováveis defeitos no circuito de processamento:

1. Porteiro aparentemente travado/não processando:


1.1. Cristal XT1 danificado ou fora de especificação;
1.2. Capacitores C15 e/ou C17 danificados ou fora de especificação;
1.3. Microcontrolador CI4 danificado.

2. Problemas com hora certa:


2.1. Cristal XT2 danificado ou fora de especificação;
2.2. Capacitores C13 e/ou C16 danificados ou fora de especificação;
2.3. Diodo duplo D8 danificado ou fora de especificação;
2.4. Bateria BAT1 danificada ou fora de especificação;

Diagnóstico de prováveis defeitos no Circuito das câmeras:

1. Sem imagem e/ou tela azul:


1.1. Multiplexador CI3 danificado;
1.2. Resistores R24, R25, R30, R31, R33, R34, R35 e R36 danificados e/ou fora de especificação;

Diagnóstico de prováveis defeitos no circuito de áudio Tronco/Porteiro:

1. Problemas com ligações de ramais/tronco:


1.1. Foto acoplador CI2 danificado ou fora de especificação;
1.2. Transistor T3 danificado ou fora de especificação;
1.3. Microcontrolador CI4 danificado;

Diagnóstico de prováveis defeitos no circuito de comunicação da Interface porteiro:

1. Ausência de Ring:
1.1. Transistor T8 danificado ou fora de especificação;
1.2. Microprocessador CI4 danificado ou fora de especificação;
1.3. Amplificador CI6 danificado ou fora de especificação;
1.4. Alto falante SPEAKER danificado ou fora de especificação;

2. Sem comunicação:
2.1. Microprocessador CI4 danificado ou fora de especificação;
2.2. Transistor T13 danificado ou fora de especificação;
2.3. Transistor T12 danificado ou fora de especificação;
2.4. Capacitor C56 danificado ou fora de especificação;
2.5. Amplificador CI5 danificado;
2.6. Amplificador CI6 danificado;
2.7. Alto falante SPEAKER danificado ou fora de especificação;
2.8. Cápsula de eletreto MIC danificada;

HDL da Amazônia Indústria Eletrônica LTDA 2014 Elaborado por: Marcos A. Nunes Jr.
VIDEO PORTEIRO SENSE SEVEN 15
Procedimentos de conserto

Diagnóstico de prováveis defeitos no circuito de fechadura:

1. Fechadura não aciona:


1.1. Microprocessador CI4 danificado ou fora de especificação;
1.2. Transistor T9 danificado ou fora de especificação;

Diagnóstico de prováveis defeitos no circuito de alarme:

1. Anomalias no circuito de alarme:


1.1. Microprocessador CI4 danificado ou fora de especificação;
1.2. Transistor T10 danificado ou fora de especificação;

Diagnóstico de prováveis defeitos no chaveamento externo:

1. Fechadura não aciona:


1.1. Microcontrolador CI4 danificado;
1.2. Transistor T6 danificado ou fora de especificação;
1.3. Relé RL2 danificado;

Diagnóstico de prováveis defeitos no circuito de alimentação FONTE:

1. Anomalias no circuito primário:


1.1. Termistor NTC1 danificado ou fora de especificação;
1.2. Varistor VR2 danificado ou fora de especificação;
1.3. Ponte retificadora BG2 danificada ou fora de especificação;
1.4. Diodo D14 danificado ou fora de especificação;
1.5. Viper CI9 danificado ou fora de especificação;
1.6. Foto acoplador CI10 danificado ou fora de especificação;
1.7. Regulador de tensão CI11 danificado ou fora de especificação;
1.8. Capacitores C84 e/ou C82 danificado ou fora de especificação;

2. Anomalias no circuito secundário:


2.1. Transformador TF2 danificado ou fora de especificação;
2.2. Diodos D17 e/ou D16 danificado ou fora de especificação;
2.3. Viper CI9 danificado ou fora de especificação;
2.4. Foto acoplador CI10 danificado ou fora de especificação;
2.5. Regulador de tensão CI11 danificado ou fora de especificação;

Diagnóstico de prováveis defeitos na tensão de 8,7v (+V CONV):

1. Anomalias na tensão 8,7v (+V CONV):


1.1. Ausência de +12 v no pino 6 do CI12;
1.2. Inversor/regulador CI12 danificado ou fora de especificação;
1.3. Diodo D13 danificado ou fora de especificação;
1.4. Indutor L1 danificado ou fora de especificação;

HDL da Amazônia Indústria Eletrônica LTDA 2014 Elaborado por: Marcos A. Nunes Jr.
VIDEO PORTEIRO SENSE SEVEN 16
Procedimentos de conserto

Diagnóstico de prováveis defeitos na tensão de +5v:

1. Anomalias na tensão +5v:


1.1. Supressor de ruído BD7 danificado ou fora de especificação;
1.2. Regulador CI7 danificado;
1.3. Capacitores C77, C79, C78, C68, C67 e/ou C66 danificado ou fora de especificação;

Diagnóstico de prováveis defeitos na tensão de +5v:

1. Anomalias na tensão +3v3:


1.1. Supressor de ruído BD6 danificado ou fora de especificação;
1.2. Regulador CI8 danificado;
1.3. Capacitores C96, C73, C76, C81, C74 e/ou C80 danificado ou fora de especificação;

Diagnóstico de prováveis defeitos no chaveamento da tensão de +24v:

1. Anomalias na alimentação externa:


1.1. Microprocessador CI4 danificado;
1.2. Transistor T18 danificado ou fora de especificação;
1.3. Transistor T19 danificado ou fora de especificação;

Diagnóstico de prováveis defeitos no chaveamento da tensão de +12v:

1. Anomalias na alimentação interna:


1.1. Microprocessador CI4 danificado;
1.2. Transistor T17 danificado ou fora de especificação;
1.3. Transistor T16 danificado ou fora de especificação;

Dúvidas técnicas: (11) 4025-6548


E-mail: marcos.nunes@hdl.com.br

HDL da Amazônia Indústria Eletrônica LTDA 2014 Elaborado por: Marcos A. Nunes Jr.
VIDEO PORTEIRO SENSE SEVEN 17
Procedimentos de conserto

HDL da Amazônia Indústria Eletrônica LTDA 2014 Elaborado por: Marcos A. Nunes Jr.
VIDEO PORTEIRO SENSE SEVEN 18
Procedimentos de conserto

HDL da Amazônia Indústria Eletrônica LTDA 2014 Elaborado por: Marcos A. Nunes Jr.

Você também pode gostar