Você está na página 1de 5

Módulo 6052 - Introdução à Linguagem da programação

Classificação das Linguagens de Programação

Linguagem de baixo nível:

O código máquina e a sua representação em Assembler.

Linguagem de alto nível:


É uma linguagem mais persetivel ao ser humano.

Linguagem de muito alto nível:

Vocacionada para trabalhar com processamentos simbólicos.

O programador escreve o problema em função de relações sobre objetos.

Linguagem da Programação em C
Foi desenvolvida na década de 70.

Utilizador de um compilador (DevC++)

O DevC++ é um ambiente de desenvolvimento de programas em C/C++ que utiliza o como


compilador o GNU g++ ou o GNU gcc.~
Conceitos fundamentais
Identificadores:

Padrão – nomes de objetos predefinidos na linguagem.

Definidos pelo utilizador – nomes identificam objetos criados pelo utilizador.

Regras de formação de identificadores:

1º caractere não pode ser número.

Comprimento – só conhece um determinado número de caracteres.

Faz diferença entre letras maiúsculas e minúsculas, por exemplo, Soma, soma, sOma, etc…

Os comandos só podem ser escritos com letras minúsculas.

Palavras Reservadas

Tem significado bem definido na linguagem.

Instruções

As instruções acabam sempre com um ( ; ).

Instruções compostas

Delimitadas por chavetas ({ })

Comentários

Para inserir um comentário usa-se (//)

Diretivas de compilação

Include <stdio.h> indica ao compilador para incluir uma biblioteca de funções padrão.

main – indica ao inicio da função principal, obrigatóriamente em todos os programas escritos


em C.
Declaração das variaves
char – caracterer

int – números inteiros

float – números com casa decimais

Instruções de escrita

printf – função que permite a escrita no ecrã

Instruções de leitura

scanf – função que permite a leitura de dados

Atribuir uma expressão a uma variavel


Variavél = Expessão

Exemplo:
int num;

num=-17;

Variaveis internas: comportam-se como variaveis locais nas funções onde foram detetadas.

Variaveis externas: são declardas fora da função e são visiveis desde o ponto da declaração até
ao fim do ficheiro.

Strings
Exemplo:

char nome_da_string[tamanho];
Operadores
- Atribuição

Permitem conferir um valor a uma variavel:

variavel = valor

Em sequencia:

variavel1 = variavel2 = variavel3 = variavel4

- Aritméticos

Usados para desenvolver operações matemáticas:

“+”; “-“; “*”; “/”; “%”; “++”; “—“

“++” – Incremento

“—“ – Decremento

Valor de p Valor de k Valor de z


p=k=25; 25 25
k=20/5; 4
k=++p; 26 26
z=--p*5; 25 125
z=k-- (-5); 25 -130
p=p/k++*10; 10 26

- Relacionais

Realizam comparações entre variaveis.

== - Igual a

!= - Diferente de

- Lógicos

&& - And (e)

|| - OR (ou)

! – NOT (não)
Entradas e Saídas (printf)

%d ou %i Interiro (int)
%f Float
%c Caractere (char) – apenas um caractere
%s String – Varios caracteres
%% Coloca na tela um %

Quando se usa char depois da virgula usar ‘D’

Quando se usa string depois da virgula usar “Este”

printf (“Teste %% %%”)

Teste % %

printf (“&f”, 40.345)

40.345

printf (“Um caractere %c e um inteiro %d”, ‘D’, 120)

Um caractere D e um inteiro 120

printf (“%s e um exemplo”, “Este”)

Este e um exemplo

printf (“Juros de %d %%”, 10)

Juros de 10 %

#include<locale.h> para exibir o texto acentuado

Setlocale(LC_ALL, “Portuguese”); habilita a acentuação para o português – sempre dentro da


função main()

Você também pode gostar