Você está na página 1de 1

Sistema Solar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


Ir para: navegação, pesquisa
Esta página está sendo construída por um ou mais editores.
A informação presente poderá mudar rapidamente, podendo conter erros
k
que estão a ser corrigidos.
Todos estão convidados a dar o seu contributo e a editar esta página.

Representação esquemática do Sistema Solar, mostrando os Sol e os planetas.

O Sistema Solar é constituído pelo Sol e por um conjunto de objetos astronômicos que se ligam ao Sol
através da gravidade. Acredita-se que esses corpos tenham sido formados por meio de um colapso de uma
nuvem molecular gigante há 4,6 bilhões de anos atrás. Entre os muitos corpos que orbitam ao redor do Sol, a
maior parte da massa está contida dentro de oito planetas relativamente solitários,[e] cujas órbitas são quase
circulares e se encontram dentro de um disco quase plano, denominado de "plano da eclíptica". Os quatro
menores planetas (Mercúrio, Vênus, Terra e Marte) são conhecidos como planetas telúricos ou sólidos,
encontram-se mais próximos do Sol e são compostos principalmente de metais e rochas. Os quatro maiores
planetas (Júpiter, Saturno, Urano e Netuno) encontram-se mais distantes do Sol e concentram mais massa do
que os planetas telúricos, sendo também chamados de planetas gasosos. Os dois maiores, Júpiter e Saturno,
são compostos em sua maior parte de hidrogênio e hélio. Urano e Netuno, conhecidos também como "planetas
ultraperiféricos", são cobertos de gelo, sendo às vezes referidos como "gigantes de gelo", apresentando
também em suas composições água, amônia, metano, etc.

O Sistema Solar também o lar de outras duas regiões povoadas por objetos menores. O cinturão de asteroides
está situado entre Marte e Júpiter e sua composição se assemelha à dos planetas sólidos. Além da órbita de
Netuno, encontram-se os "objetos transnetunianos", com uma composição semelhante a dos planetas gasosos.
Dentro destas duas regiões, existem outros cinco corpos individuais. São eles: Ceres, Plutão, Haumea,
Makemake e Éris, denominados de planetas anões.[e] Além de milhares de corpos pequenos nestas duas
regiões, vários outras populações de pequenos corpos que viajam livremente entre as regiões, como cometas,
centauros.

O vento solar, fluxo de plasma do Sol, é responsável por criar uma bolha no meio interestelar conhecida como
heliosfera, que se estende até a borda do disco disperso. A hipotética nuvem de Oort, que atua como fonte de
cometas durante um longo período, pode estar a uma distância de aproximadamente dez mil vezes maior do
que a heliosfera.

Seis dos planetas e três planetas anões são orbitados por satélites naturais,[b] normalmente conhecidos como
"luas", depois da Lua da Terra. Os planetas gasosos são cercados por anéis planetários compostos de poeira e
outras partículas.