Como calcular o imposto de renda sobre lucro imobiliário (venda de imóvel, casa, apartamento) Comprei um imóvel em 1999, pelo

qual paguei R$ 130 mil. Pretendo vendê-lo este ano por R$ 300 mil. Possuo outro imóvel. Como devo calcular o imposto de lucro imobiliário? Tenho direito a algum tipo de isenção? Resposta: Apenas terá direito à isenção do imposto se utilizar o total do valor arrecadado com o imóvel para comprar outro imóvel residencial no prazo de 180 dias. Se isso não ocorrer, deverá pagar o imposto, que é de 15% sobre o lucro resultante da venda. No site da Receita Federal é possível baixar o programa Ganho de Capital, que calcula o imposto e emite a guia de recolhimento.

Evite declarar venda de imóvel pelo valor venal Não adianta combinar com o cartório. Ao declarar a venda de um imóvel no imposto de renda, o contribuinte tem que informar à Receita Federal o preço efetivamente pago pelo bem, mesmo que o valor listado no documento de compra seja o venal, ou seja, aquele que não leva em conta a valorização do imóvel. O alerta vem do tributarista Lúcio Abrahão, sócio diretor da BDO. Ele diz que a prática de registrar a venda de um imóvel pelo preço mais baixo ainda leva muita gente a ter sua declaração retida na malha fina. Na entrevista a seguir, Abrahão explica como funciona essa prática e conta por que a Receita agora consegue identificar com mais facilidade esse desvio. xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx Nem todas as vendas de imóveis incorrem em obrigação de pagamento de Imposto de Renda relativo ao ganho com o negócio. Se a casa, apartamento ou terreno for o único imóvel do contribuinte (pessoa física), e tiver valor de até R$440 mil, no ato da alienação, os lucros estão isentos de tributação. Porém, esta isenção só é possível se nos últimos cinco anos o vendedor não tiver realizado nenhuma outra alienação. A legislação que regulamenta este limite de preço imobiliário rentável ao contribuinte é a Lei nº 9.250 de 26 de dezembro de 1995, mais especificamente em seu Artigo 23. xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

ou comprado diretamente na planta pela construtora. com a localização e o valor.Todo imóvel de propriedade do contribuinte deve ser informado na Declaração de Imposto de Renda. localização do imóvel e valor. Reformas ou obras realizadas antes de 1988 devem ser declaradas no código 17 da ficha de “Bens e Direito”. loja) e selecione o código. a Receita não considera o valor de mercado. Você precisa comprovar tudo o que foi gasto na reforma. No campo “Discriminação“. . financiado pelo SFH (Sistema Financeiro de Habitação0 ou outra linha de crédito. deve ser informado as condições em que o imóvel foi adquirido. se ele foi quitado. fornecedores e material. por isso é importante guardar os recibos de pagamentos efetuados com serviços. galpão. estes dados devem ser informados na discriminação. sejam eles quitados ou finaciados. Levante informacões sobre a situação deste imóvel. edificação. Para imóveis recentes. Caso o imóvel eseja quitado e tenha sido declarado nos anos anteriores. Verifique o tipo de imóvel a ser declarado (terreno. não importa o valor. Caso esteja finaciado. o conribunte deve repetir as informações na declaração deste ano. O valor do imóvel só é aumentado na declaração quando são realizadas reformas e obras no imóvel. informe os valores das parcelas pagas durante o ano. O preço declarado é sempre o mesmo. Estes devem constar na ficha de ”Bens e Direitos“.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful