Você está na página 1de 4

Universidade Federal Rural do Semi-Árido

Centro de Ciências Exatas e Naturais


Departamento de Ciências Naturais, Matemática e Estatística
Laboratório de Eletricidade e Magnetismo
Professor Lázaro Lima

EXPERIMENTO VIRTUAL 6:

LEI DE OHM E RESISTÊNCIA INTERNA DE UMA PILHA

EXPERIMENTAÇÃO VIRTUAL 1: LEI DE OHM


• Link de acesso da prática virtual:

https://www.laboratoriovirtual.fisica.ufc.br/resistores-ohmicos

• Objetivo da prática: Determinar o comportamento ôhmico de um componente resistivo;

P1. Para estudar a lei de Ohm, a Figura 1 mostra a tela inicial deste experimento virtual. O
circuito é composto por uma fonte de alimentação, um resistor e dois aparelhos de medida. A tensão
da fonte de alimentação pode ser variada. A medida da corrente do circuito e da ddp sobre o resistor
são dados a cada momento, quando estes aparelhos estão no fundo de escala correto. Escolha o
valor de resistência correspondente para esta etapa. Meça os valores de ddp do resistor (que é o
mesmo da fonte) e da corrente e preencha a Tabela 1, calculando a potência dissipada pelo
elemento resistivo. Use o valor de M para identificar o resistor escolhido (RM) para essa prática.

M= ®

Figura 1 – Tela inicial do experimento virtual “Resistores ôhmicos” pelo LabUFC;

Tabela 1 – Medida dos parâmetros que estão relacionados à Figura 2;

Valor da resistência nominal 𝑅 =

𝑉 (𝑉) 𝑖 (𝐴) 𝑃 (𝑊)

UFERSA - Laboratório de Eletricidade e Magnetismo 1


P2. Faça o gráfico de 𝑉 versus 𝑖, e com o ajuste linear calcule o valor de 𝑅. Compare este valor com
o valor nominal da Tabela 1 e comente sua análise.

P3. Faça o gráfico de 𝑃 versus 𝑖 e o gráfico 𝑃 versus 𝑉 comente sobre suas formas.

EXPERIMENTAÇÃO VIRTUAL 2: COMPONENTES NÃO-ÔHMICOS


• Link de acesso da prática virtual:

https://www.laboratoriovirtual.fisica.ufc.br/resistores-nao-ohmicos

• Objetivo da prática: Verificar o comportamento de componentes não-ôhmicos;

P4. A atividade seguinte é sobre uma análise da verificação do comportamento não-ôhmico de um


componente, no caso da simulação é usada uma lâmpada. A Figura 2 mostra a tela de acesso da
atividade em que é composta por uma fonte de alimentação, um resistor, uma lâmpada e dois
aparelhos de medida. Escolha corretamente qual a característica da lâmpada para essa atividade.
Variando a ddp da fonte, 𝜀, complete a Tabela 2 com os valores da ddp na lâmpada, 𝑉𝐿 , da ddp do
resistor, 𝑉𝑅 , e da corrente do circuito, 𝑖𝑐 , sabendo que a corrente é medida pela lei de Ohm aplicado
ao resistor (𝑅 = 𝑉𝑅 /𝑖𝑐 ). Observe que a fonte fornece uma tensão alternada. Use o valor de N para
identificar a lâmpada escolhida (LN) para essa prática.

N= £

Figura 2 – Tela inicial do experimento virtual “Resistores não-ôhmicos” pelo LabUFC;

Tabela 2 – Medida dos parâmetros que estão relacionados à Figura 2;

Características da lâmpada LN (ddp/P) =

𝜀 (𝑉) 𝑉𝐿 (𝑉) 𝑉𝑅 (𝑉) 𝑖𝑐 (𝐴)

UFERSA - Laboratório de Eletricidade e Magnetismo 2


P5. Faça os gráficos de 𝑉𝐿 em função de 𝑖𝑐 e 𝑉𝑅 em função de 𝑖𝑐 e, baseado no comportamento ôhmico
de R, verifique e comente a característica não-ôhmica da lâmpada.

EXPERIMENTAÇÃO VIRTUAL 3: KIT DE CONSTRUÇÃO DE UM CIRCUITO (AC+DC)


• Link de acesso da prática virtual:

https://phet.colorado.edu/sims/html/circuit-construction-kit-dc-virtual-lab/latest/circuit-
construction-kit-dc-virtual-lab_pt_BR.html

• Objetivo da prática: Entender como a resistência dos elementos pode modificar a resposta de
um circuito;

P6. A atividade seguinte é sobre um estudo da resistência de um componente. A Figura 3 mostra


a tela de acesso da atividade.

Figura 3 – Tela inicial do experimento virtual “Kit de construção de um circuito (AC+DC)” pelo PhET;

P7. Usando a área de simulação da Figura 3, monte o circuito da Figura 4, formado por uma
fonte de alimentação com uma fem 𝜀 e uma resistência interna 𝑟, um resistor de resistência 𝑅 e
dois aparelhos de medida um voltímetro e um amperímetro. Para vários valores de 𝑟 meça a
corrente 𝑖𝑅 e a ddp 𝑉𝑅 e preencha a Tabela 3. Para isso use os valores indicados para 𝜺 e 𝑹.

R= Ө ֍ ×1Ω

𝜺= Ѧ § (÷10)V
Figura 4 – Circuito formado por uma pilha e um resistor;

Tabela 3 – Medida da corrente e da ddp no circuito da Figura 4;

𝑟 0

𝑉𝑅

𝑖𝑅

UFERSA - Laboratório de Eletricidade e Magnetismo 3


P8. Com os valores da Tabela 3, faça o gráfico de 𝑖𝑅 em função de 𝑟. Comente sobre sua forma e
fazendo uma leitura sobre o gráfico analise o comportamento da pilha para essa situação.

P9. Com os valores da Tabela 3, faça o gráfico de 𝑉𝑅 em função de 𝑟. Comente sobre sua forma e
fazendo uma leitura sobre o gráfico analise o comportamento da pilha para essa situação.

P10. Repita a montagem do circuito da Figura 4, com 𝑟 e 𝜀 indicados abaixo. Meça os valores da
corrente 𝑖𝑅 e a ddp 𝑉𝑅 para vários valores de R e preencha a Tabela 4.

r= ᴥ ×1 Ω 𝜺= Ѫ ¥ ×1V

Tabela 4 – Medida da corrente e da ddp no circuito da Figura 4;

𝑉𝑅

𝑖𝑅

P11. Com os valores da Tabela 4, faça o gráfico de 𝑉𝑅 em função de 𝑖𝑅 . Faça um ajuste linear e,
dos valores encontrados, meça o valor da resistência interna e da fem da bateria, compare com os
valores esperados e comente sua resposta.

P12. Esta parte estudará o efeito da inserção de fios de conexão com resistência em circuitos.
Para isso, repita o circuito da Figura 4, com os valores 𝜀, 𝑅 e 𝑟 = 0, mantenha os instrumentos de
medição em suas posições. Aumente até o valor máximo a resistividade dos fios que fazem parte do
circuito. Meça o valor de 𝑖𝑅 e a ddp 𝑉𝑅 e comente essa mudança, caso haja. Preencha esses valores
na Tabela 5.

R= Ө ֍ ×1Ω 𝜺= Ѧ § (÷10)V

Tabela 5 – Medida da corrente e da ddp no circuito da Figura 4 com fios variáveis;

Fios com resistência nula Fios com resistência máxima

𝑉𝑅

𝑖𝑅

P13. Calcule a resistência do fio com os valores da Tabela 5.

UFERSA - Laboratório de Eletricidade e Magnetismo 4

Você também pode gostar