Você está na página 1de 5

Provas do Diagnótico Operatório – Jean Piaget

PEPA - Psicologia Escolar e Problemas de Aprendizagem / PINTES - Psicologia e Intervenção Escolar 1


Profa. Ma. Aline Magnani - USJT

Conservação das quantidades de líquidos


Provas operatórias (transvazamento)

Material: 2 vidros idênticos


1 vidro mais estreito e mais alto
Prova das “fichas” 1 vidro mais largo e mais baixo
4 vidrinhos idênticos
Material: 10 fichas vermelhas 2 garrafas contendo água colorida de duas
10 fichas azuis cores diferentes
Objetivo: verificar a noção de conservação
Objetivo: verificar a noção de conservação de líquidos
Procedimento de aplicação:

Procedimento de aplicação:

1 2

O experimentador faz primeiro a criança constatar que


3 4
os recipientes A e A’ são de dimensões idênticas; ele
pega em seguida uma das garrafas, despeja a água em
ª Pede à criança para pegar a outra garrafa e despejar a
Procedimento de avaliação: mesma quantidade em A’: “a mesma coisa, nem mais
Não conservativo (até 4-5 anos) nem menos...” Logo depois que a criança despejou
Conservação (desde os 5 anos) pergunta se nos dois recipientes há a mesma
quantidade. Assim o experimentador vai fazendo os
transvazamentos nos outros recipientes, sempre
comparando com o recipiente A e fazendo a volta
empírica, ou seja, voltando para o primeiro
transvazamento.

Procedimento de avaliação:
Não conservativo (até 5-6 anos)
Conservativo (a partir de 7 anos)
Provas do Diagnótico Operatório – Jean Piaget
PEPA - Psicologia Escolar e Problemas de Aprendizagem / PINTES - Psicologia e Intervenção Escolar 2
Profa. Ma. Aline Magnani - USJT

Composição de quantidades de líquidos Conservação de quantidade de matéria

Material: 2 bolas de massa para modelar, de cores


Material: 2 vidros de mesma altura, mas de diâmetros diferentes
diferentes
2 garrafas contendo água de cores diferentes
Objetivo: verificar a noção de conservação de massa e
reversibilidade

Objetivo: verificar se a criança justifica sua ação


relacionando altura/diâmetro Procedimento de aplicação: O experimentador pede à
criança para igualar as duas bolas de massa quanto à
sua quantidade. Posteriormente faz a primeira
Procedimento de aplicação: O experimentador faz deformação em uma delas, questionando se tem a
constatar as diferentes dimensões dos vidros, depois mesma quantidade. È muito importante fazer sempre a
despeja o líquido no vidro L até enchê-lo pela metade e volta empírica.
pede à criança para despejar, por sua vez, no vidro E
uma quantidade igual de líquido: “Você vai pôr nesse
vidro (E) a mesma quantidade de líquido, para que seja o
mais possível a mesma coisa do que eu pus no meu
vidro (L)”.

Procedimento de avaliação:
Não conservativo (até 5-6 anos)
Procedimento de avaliação: Conservativo ( a partir de 7 anos)
Composição errada (até 5-6 anos)
Composição certa (a partir de 7 anos)
Provas do Diagnótico Operatório – Jean Piaget
PEPA - Psicologia Escolar e Problemas de Aprendizagem / PINTES - Psicologia e Intervenção Escolar 3
Profa. Ma. Aline Magnani - USJT

Conservação de peso
Conservação de comprimento
Material: 2 bolas de massa de modelar de cores
diferentes Material: 2 fios flexíveis de comprimentos diferentes

Objetivo: verificar se a criança conserva o peso apesar


das deformações Objetivo: verificar a conservação de comprimento

Procedimento de aplicação: mesmas transformações que


a prova das quantidades de matéria, porém usa o Procedimento de aplicação: O experimentador deverá
“sopesar” levar a criança a constatar e afirmar a desigualdade
entre A e B e a emitir um julgamento de que A é maior
que B.

1 1

2 2

3 3
Procedimento de avaliação:
Não conservativo (até 6-7 anos)
Conservativo (desde os 8 anos)

4 4

Procedimento de avaliação:
Não conservativo (até 6-7 anos)
Conservativo (desde os 8 anos)
Provas do Diagnótico Operatório – Jean Piaget
PEPA - Psicologia Escolar e Problemas de Aprendizagem / PINTES - Psicologia e Intervenção Escolar 4
Profa. Ma. Aline Magnani - USJT

Quantificação da inclusão das classes


Mudança de critério (dicotomia)
Material: 1 ramo de 10 margaridas e 2 ou 3 rosas
Material: figuras geométricas recortadas em EVA: vermelhas
- 5 ou 6 círculos pequenos vermelhos,
azuis;
- 5 ou 6 círculos grandes vermelhos, Objetivo: verificar a noção de inclusão de classes
azuis;
- 5 ou 6 quadrados pequenos vermelhos,
azuis Procedimento de aplicação: o experimentador faz com
- 5 ou 6 quadrados grandes vermelhos, que a criança diga o nome das floresd e asegura-se que
azuis; ela conhece o termo genérico flores; e então faz as
perguntas: há mais margaridas ou flores? Há mais rosas
ou flores? Eu vou fazer um ramo com todas as
Objetivo: verificar como a criança classifica e se usa margaridas e você vai fazer um com todas as flores,
diferentes critérios quem terá mais?

Procedimento de aplicação: o experimentador coloca as Procedimento de avaliação:


figuras geométricas em desordem e pede para a criança Ausência de quantificação inclusiva (até 5-6 anos)
relatar o que vê; depois pede para que organize da Acerto da quantificação inclusiva (desde 7-8
maneira como acha que combinam; um 2 o. passo e pedir anos)
para que organize em apenas dois grupos; o 3 o. passo é
pedir para arranjar de modo diferente, em dois montes; o
4o. passo é pedir para rearranjar de uma outra maneira,
diferente das anteriores, novamente em dois grupos. Em
todos os “passos” solicitar que a criança nomeie os
grupos e diga porque os classificou desta maneira.

Procedimento de avaliação:
Coleções figurais (desde 4-5 anos) – as crianças
alinham alguns cartões que se assemelham, mas mudam
sempre de critério e não utilizam todos os elementos
dados.
Inícios de classificações (5-6 anos)
Provas do Diagnótico Operatório – Jean Piaget
PEPA - Psicologia Escolar e Problemas de Aprendizagem / PINTES - Psicologia e Intervenção Escolar 5
Profa. Ma. Aline Magnani - USJT

Intersecção de classes
Seriação de bastonetes
Material: 3 espécies de fichas: 5 redondas azuis, 5
redondas vermelhas e 5 quadradas vermelhas; Material: 1 série de 10 bastonetes de 16 a 10,6 cm de
1 folha de papel sobre a qual estão comprimento.
desenhados dois círculos, 1 preto e 1 amarelo que se 1 tela
entrecruzam, delimitando 3 partes das quais uma é
comum aos 2 círculos. Objetivo: verificar que critérios a criança usa para fazer
a seriação
Objetivo: verificar se a criança inclui no mesmo elemento
vários atributos Procedimento de aplicação: O experimentador dá a
criança os 10 bastonetes, em desordem; depois pede
para que ela faça uma escada sem o anteparo ( vendo
Procedimento de aplicação: O experimentador dispõe as todos os bastonetes); se a criança acertou a seriação, o
fichas nos círculos em intersecção, as redondas azuis e experimentador novamente dá a ela os bastonetes fora
as quadradas vermelhas nas partes exteriores e as de ordem, para que ela dê os pauzinhos um a um para o
redondas vermelhas na parte comum. Ele mostra para a experimentador, da maneira como quer que ele faça a
criança as fichas, nomeia suas características e montagem, usando o anteparo.
pergunta: “por que você acha que puseram estas
(redondas vermelhas) no meio? Há mais fichas azuis ou Procedimentos de avaliação:
mais fichas vermelhas? Há mais fichas quadradas ou Ausência de série (3-4 anos)
mais fichas redondas? Acerto por tateamento (ao redor dos 6 anos)
Acerto operatório (6-7 anos) – a criança utiliza um
método sistemático para seriar, que consiste em
Procedimento de avaliação: procurar, primeiro, o menor de todos os elementos, em
Desde os 4-5 anos as perguntas feitas sobre as seguida, o menor dos que permaneceram, colocando-os
clases separadas são respondidas com acerto. Em verticalmente ou dispondo-os sobre uma linha de base
compensação, aquelas feitas sobre a inclusão não são comum que lhe permita seriar, sem tateamento, e isso
compreendidas. tanto para a situação a descoberto quanto para a da
A partir dos 6 anos observam-se acertos nas tela.
perguntas suplementares ( o que é que tem no círculo
preto? anteriormente o conteúdo da intersecção era negligenciado),
mas ainda há hesitações e repetições
A partir dos 7-8 anos todas as perguntas são
respondidas corretamente da primeira vez.

Você também pode gostar