Você está na página 1de 28

Noções de Informática para Concursos

Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos


Prof. Alan Souza

Sumário

APRESENTAÇÃO ............................................................................................................................. 3
A HISTÓRIA DA COMPUTAÇÃO ....................................................................................................... 4
TIPOS DE COMPUTADORES ........................................................................................................... 11
FUNCIONAMENTO ........................................................................................................................ 16
INDO MAIS FUNDO ....................................................................................................................... 19
CAIU NA PROVA! .......................................................................................................................... 21
QUESTÕES .................................................................................................................................... 23
CONSIDERAÇÕES FINAIS ............................................................................................................... 27
PARA MAIS INFORMAÇÕES........................................................................................................... 28

2|Página
Noções de Informática para Concursos
Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos
Prof. Alan Souza

APRESENTAÇÃO

Olá, aluno(a)!
Eu sou Alan Souza, professor de informática para concurso e estou aqui para te ajudar
na sua tão sonhada aprovação. Sou formado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pela
Estácio/FIC e ministro aulas de informática desde 2006 e de informática para concursos
públicos desde 2008. Por isso fique tranquilo que você está em boas mãos .
Esse livro digital servirá como seu material de apoio as aulas e será de grande ajuda no
domínio do conteúdo. Aqui você encontrará informações atualizadas e os assuntos mais
importantes que costumam cair na sua prova.
Mas lembre-se, formamos uma parceria (Eu daqui e você daí). Estudar para concurso
requer um grande esforço da sua parte. É preciso ter compromisso com todas as matérias,
incluindo a informática. Essa por sua vez acaba se tornando para muitos o “calcanhar de
Aquiles” e gerando uma dificuldade na aprovação. Mas não com a gente. Vamos botar para
quebrar!!!
Por isso preste muita atenção nas informações aqui contidas, elas são super importantes
para sua prova e claro, não deixe de responder as questões sobre os temas aqui abordados
(Isso é fundamental para fixar o conteúdo estudo e mandar bem no dia da prova).
Então chega de bate-papo e vamos ao que interessa.
Neste módulo, vamos falar sobre Conceitos e Fundamentos Básicos da Informática e
demais temas ligados ao assunto.

Sempre em frente, pra cima, pro alto.


Humberto Gessinger

Prof. Alan Souza

3|Página
Noções de Informática para Concursos
Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos
Prof. Alan Souza

A HISTÓRIA DA COMPUTAÇÃO

Hoje, os computadores são onipresentes em nossa vida de uma forma nunca vista. Em
casa, na escola, na universidade, na empresa e em qualquer outro lugar, eles estão sempre
entre nós. Ao contrário do que parece, a computação não surgiu nos últimos anos ou décadas,
e sim há mais de 7 mil anos. Tudo surge com a necessidade do homem em automatizar os
cálculos e obter informações a partir destes. A palavra informática “significa” Informação +
automática.
Para que possamos nos situarmos melhor em que ponto tecnológico nos encontramos,
vamos fazer um breve passeio na evolução dos computadores.
Para começar, vamos falar sobre uma forma de calcular muito simples, mas que foi muito
útil nas culturas antigas: o ábaco.
Ábaco (5500 a. C), a primeira calculadora da história

Muitos povos da antiguidade utilizavam o ábaco para realizar cálculos do dia a dia,
principalmente no comércio e no desenvolvimento de construções civis. Ele pode ser
considerado a primeira máquina criada para cálculo, pois utilizava um sistema bastante
simples e muito eficiente na resolução de problemas matemáticos.

Máquina de Pascal (1642)


Em 1642, o matemático francês Blaise Pascal desenvolveu o que pode ser chamado de
primeira calculadora mecânica da história, a Máquina de Pascal.

4|Página
Noções de Informática para Concursos
Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos
Prof. Alan Souza

A Máquina de Diferenças e o Engenho Analítico (1822)

Charles Babbage desenvolveu essa máquina que era capaz de resolver equações
polinomiais, possibilitando a construção de tabelas de logaritmos, que era um grande
problema para a época.

Máquina Analítica (1833)


Ttambém projetada por Charles Babbage, com o auxílio de Augusta Ada Byron
(conhecida por Ada Lovelace, considerada a primeira programadora da história), nunca foi

5|Página
Noções de Informática para Concursos
Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos
Prof. Alan Souza

construída, devido a inúmeros problemas. A máquina analítica é considerada como o primeiro


computador; embora mecânica, funcionava com base nas instruções de cartões perfurados,
era movida a vapor e ainda possuía uma unidade central de processamento e memória
expansível separados um do outro, o que é mais uma característica dos computadores atuais.

A Teoria de Boole
Se Babbage é o avô do computador do ponto de vista de arquitetura de hardware, o
matemático George Boole pode ser considerado o pai da lógica moderna. Ele desenvolveu,
em 1847, um sistema lógico que reduzia a representação de valores com dois algarismos: 0
e 1.
Em sua teoria, o número 1 tem significados como: ativo, ligado, existente, verdadeiro; e
0 representa o inverso: não ativo, desligado, não existente, falso. Para indicar valores
intermediários, como "mais ou menos" ativo, é possível usar dois ou mais algarismos (bits)
para a representação. Por exemplo:
00: desligado
01: carga baixa
10: carga moderada
11: carga alta
Todo o sistema lógico dos computadores atuais usa a Teoria de Boole de forma prática.

Computadores pré-modernos
Na primeira metade do século XX, vários computadores mecânicos foram desenvolvidos,
e com o passar do tempo componentes eletrônicos foram adicionados aos projetos.
A Segunda Guerra Mundial foi um grande incentivo no desenvolvimento de
computadores, visto que as máquinas estavam se tornando mais úteis em tarefas de
desencriptação de mensagens inimigas e criação de armas mais inteligentes. Entre os
projetos desenvolvidos no período, os que mais se destacaram foram o Mark I, em 1944,
desenvolvido na Universidade Harvard (EUA), e o Colossus, em 1946, criado por Allan Turing.

6|Página
Noções de Informática para Concursos
Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos
Prof. Alan Souza

Computação moderna
A computação moderna pode ser definida pelo uso de computadores digitais, que não
utilizam componentes analógicos como base de seu funcionamento, e pode ser dividida em
várias gerações.
Primeira geração (1946-1959)
A primeira geração de computadores modernos tinha com principal característica o uso
de válvulas eletrônicas com dimensões enormes e que utilizavam quilômetros de fios,
chegando a atingir temperaturas muito elevadas, o que frequentemente causava problemas
de funcionamento. A maioria dos programas era escrita na linguagem de máquina.
ENIAC
Em 1946 ocorreu uma revolução no mundo da computação com o lançamento do
Electrical Numerical Integrator and Calculator (ENIAC), desenvolvido pelos cientistas norte-
americanos John Eckert e John Mauchly. Essa máquina era em torno de mil vezes mais rápida
que qualquer outra da época.

Essa máquina era muito grande, com aproximadamente 25 metros de comprimento por
5,5 metros de altura, com peso total de 30 toneladas. Esse valor representa algo como um
andar inteiro de um prédio.

Segunda geração (1959-1964)


Na segunda geração, houve a substituição das válvulas eletrônicas por transístores, o
que diminuiu muito o tamanho do hardware. A tecnologia de circuitos impressos também foi
criada, evitando que fios e cabos elétricos ficassem espalhados. É possível dividir os
computadores dessa geração em duas grandes categorias: supercomputadores e
minicomputadores.

7|Página
Noções de Informática para Concursos
Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos
Prof. Alan Souza

O IBM 7030, também conhecido como Strech, foi o primeiro supercomputador lançado
na segunda geração, desenvolvido pela IBM. Seu tamanho era bem reduzido se comparado
com máquinas como o ENIAC, podendo ocupar somente uma sala comum. Ele era utilizado
por grandes companhias, custando em torno de 13 milhões de dólares na época.
A máquina executava cálculos em microssegundos, o que permitia até 1 milhão de
operações por segundo; dessa maneira, um novo patamar de velocidade foi atingido.
Terceira geração (1964-1970)

8|Página
Noções de Informática para Concursos
Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos
Prof. Alan Souza

Os computadores dessa geração foram conhecidos pelo uso de circuitos integrados que
permitiram que uma mesma placa armazenasse vários circuitos que se comunicavam com
hardwares distintos ao mesmo tempo. Dessa maneira, as máquinas se tornaram mais velozes
e com um número maior de funcionalidades. O preço também diminuiu consideravelmente.
No final desse período houve preocupação com a falta de qualidade no desenvolvimento
de softwares, visto que grande parte das empresas estava focada em hardware.

Quarta geração (1970 até hoje)


A quarta geração é conhecida pelo advento dos microprocessadores e computadores
pessoais, com a redução drástica do tamanho e do preço das máquinas. As CPUs atingiram
o incrível patamar de bilhões de operações por segundo, permitindo que muitas tarefas fossem
implementadas.
Altair 8800
O Altair 8800, lançado em 1975, revolucionou tudo o que era conhecido como
computador até aquela época. Com tamanho que cabia facilmente em uma mesa e em formato
retangular, era muito mais rápido que os modelos anteriores.

Apple, Lisa e Macintosh

9|Página
Noções de Informática para Concursos
Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos
Prof. Alan Souza

Vendo o sucesso do Altair, Steve Jobs (fundador da Apple) sentiu que faltava algo no
projeto: apesar de suas funcionalidades, o computador não era fácil de ser utilizado.
Jobs sempre foi conhecido por ter um lado artístico apurado, então em sua opinião um
computador deveria representar de maneira gráfica o seu funcionamento, ao contrário de
luzes que acendiam e apagavam. O Apple I, lançado em 1976, pode ser considerado o
primeiro computador pessoal, pois acompanhava um pequeno monitor que exibia o que estava
acontecendo no PC. Como o sucesso da máquina foi muito grande, em 1979 foi lançado o
Apple II, que seguia essa ideia.

Computação de bolso e tablets

De alguns anos para cá, cada vez mais computadores móveis são lançados no mercado,
os quais podem ser carregados dentro do bolso — por isso o seu nome. Entre esses
dispositivos podemos citar os celulares, que cada vez mais executam funções existentes nos
computadores, tendo sistemas operacionais completos, além de palmtops, pendrives,
câmeras fotográficas, TVs portáteis etc.

Futuro
Na verdade, a principal tendência do futuro, que já está ocorrendo agora, é a união de
muitas funcionalidades em um mesmo aparelho.
O desenvolvimento de inteligência artificial e computação quântica abrem horizontes
ainda inimagináveis para os próximos capítulos.

10 | P á g i n a
Noções de Informática para Concursos
Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos
Prof. Alan Souza

TIPOS DE COMPUTADORES
Vejamos agora quais são os principais tipos de computadores existentes.

1. Supercomputador
Como o próprio nome já dá a entender, essas máquinas possuem uma enorme
capacidade computacional, sendo milhões de vezes superiores aos computadores
domésticos, com muito mais memória e capacidade de processamento, chegando a ocupar
uma sala toda, conforme a imagem a seguir.

2. Mainframe
São os computadores de grande porte dedicados normalmente ao processamento de
um volume grande de informações, porém menores do que os supercomputadores, tanto no
porte quanto na capacidade computacional.

11 | P á g i n a
Noções de Informática para Concursos
Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos
Prof. Alan Souza

3. Servidor
São utilizados em uma rede para prestar algum tipo serviço. Por exemplo: servidor de
arquivos, correio eletrônico etc.

4. Desktop
São os famosos computadores de mesa, que podem ser usados em casa ou em
empresas.

5. All in One
É apenas uma variação dos desktops, em que todos os componentes que antes ficavam
no gabinete estão juntos no monitor.

12 | P á g i n a
Noções de Informática para Concursos
Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos
Prof. Alan Souza

6. Notebook
São os computadores dotados de bateria, mais leves e portáteis do que os desktops
(LAPTOP).

7. Netbook
São uma categoria menor, mais leve e mais barata de laptops. Quando surgiram, ao final
de 2007, os netbooks se apresentavam como versões menores, mais leves, baratas e
otimizadas de notebooks.

8. Ultrabook
O ultrabook é o notebook ultrafino de alto desempenho, com grande autonomia na
bateria. A máquina possui tela de dimensão dos notebooks convencionais, mas é muito mais
fino e leve.

13 | P á g i n a
Noções de Informática para Concursos
Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos
Prof. Alan Souza

9. Tablet

É um dispositivo pessoal em formato de prancheta que pode ser usado para acesso à
Internet, organização pessoal, visualização de fotos, vídeos, leitura de livros, jornais e revistas,
para entretenimento com jogos e interação com pessoas distantes usando vídeo chamada.

10. Smartphone
Um smartphone (telefone inteligente) é um celular que combina recursos de
computadores pessoais, com funcionalidades avançadas que podem ser estendidas por meio
de programas aplicativos executados pelo seu sistema operacional.

11. ChromeBooks

14 | P á g i n a
Noções de Informática para Concursos
Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos
Prof. Alan Souza

A principal característica está no fato destes equipamentos terem sido criados


especialmente para o acesso à rede. Para isso, os aparelhos vêm apenas com o Chrome OS,
um sistema operacional baseado no Linux e no navegador Google Chrome. Ele inicializa
diretamente no browser e para começar a usá-lo é necessário ter uma conta do Google.
Basicamente, um Chromebook não pode rodar aplicativos tradicionais de desktop, além
dos nativos ou do Android (alguns modelos apenas). É possível fazê-lo reconhecer programas
do Linux, o kernel em que o Chrome OS é baseado, mas o processo não é lá muito simples.
Os Chromebooks tendem a ser menores, mais simples, mais leves e mais fracos do que
um notebook tradicional.

15 | P á g i n a
Noções de Informática para Concursos
Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos
Prof. Alan Souza

FUNCIONAMENTO

O que é o computador?
Um computador é um dispositivo eletrônico controlado por um programa (chamado
sistema operacional), usado para processar dados.
Ele é constituído por componentes eletrônicos (HARDWARE), especialmente circuitos
integrados, miniaturizados e encaixados em pequeno pedaço de silício, usualmente chamado
chip.
Esses circuitos integrados, os chips, são a essência dos computadores modernos,
porque são eles que executam todas as operações. Tais operações, que os circuitos
integrados executam, são controladas por um programa (SOFTWARE).
Sem um programa, um computador reduz-se a um conjunto de partes eletrônicas, que
nada pode fazer.
Esse programa (o sistema operacional) é um conjunto ordenado de instruções que
determina o que o computador deve fazer.
Por isso desde já, é importante ter em mente a separação entre hardware e software.
O hardware são os componentes físicos de um computador, é tudo aquilo que
conseguimos “pegar com as mãos”. Teclado, mouse, drives de DVD, placa-mãe, processador,
discos rígidos...

Por outro lado, o software são os componentes lógicos de um computador. São os


programas e aplicativos que, executados em uma máquina, desfrutam dos recursos do
hardware para realizar operações e apresentar algum resultado. Estamos falando dos
sistemas operacionais (Windows, Linux), aplicativos (Word, Excel, Firefox), jogos...

16 | P á g i n a
Noções de Informática para Concursos
Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos
Prof. Alan Souza

Obs: Uma mídia com um programa dentro é um hardware que carrega um software. O
CD em si é apenas hardware, e os arquivos que estão lá dentro são o software.

Hardware é o que você chuta e Software é o que você xinga.

Por fim, aos seres humanos que interagem com os computadores é dado o nome de
peopleware.

Arquitetura de von Neumann


Os computadores, como os conhecemos HOJE, são estruturados em cima da Arquitetura
de von Neumann.

17 | P á g i n a
Noções de Informática para Concursos
Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos
Prof. Alan Souza

John von Neumann (1903-1957), matemático húngaro, idealizou, nos anos 40, o que
viria a ser a arquitetura básica de funcionamento dos computadores. Embora um pouco antiga,
e a despeito do avanço tecnológico, tal arquitetura permanece sendo o fundamento básico
para a constituição dos mais modernos computadores atuais.

O funcionamento se baseia em quatro etapas:


1) Entrada: um dispositivo de entrada permite que você se comunique com o
computador. Você pode usar os dispositivos de entrada pra inserir informações e enviar
comandos.
2) Processamento: A unidade central de processamento, ou CPU é o principal chip de
um computador. A CPU processa instruções, realiza cálculos e gerencia o fluxo de
informações através do sistema de computador. A CPU se comunica com os dispositivos de
entrada, saída e armazenamento, a fim de executar tarefas.
3) Armazenamento: um dispositivo de armazenamento, lê e grava informações. O
computador usa essas informações para executar tarefas.
4) Saída: um dispositivo de saída permite que o computador se comunique com você.
Esses dispositivos exibem informações na tela, criam cópias impressas ou geram som.

Esta imagem ainda nos mostra o barramento, que funciona como o canal de
comunicação entre os diversos dispositivos de um computador. Mas não se preocupe,
veremos tudo adiante.
18 | P á g i n a
Noções de Informática para Concursos
Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos
Prof. Alan Souza

INDO MAIS FUNDO


Linguagem de máquina

A sequência numérica que você acabou de ler acima significa, acreditem, “O resultado
da sua aprovação é construído todos os dias” em sistema binário.
Esse sistema é utilizado por máquinas com circuitos digitais para interpretar informações
e executar ações. É por meio dessa linguagem que o computador exibe e processa textos,
números e imagens, por exemplo. “O computador não interpreta letras e dígitos, como os
humanos. Ele só lê sinais elétricos na sua forma mais simples: sem corrente ou com corrente,
representados respectivamente pelos números 0 e 1.
Ou seja, todos os comandos e dados processados pelo equipamento são formados por
sequências desses algarismos. O branco puro na tela, por exemplo, equivale a 11111111 em
código binário e o número 8, para o computador, é 1000. A primeira contagem binária de que
se tem registro é do século 3 a.C., feita por um matemático indiano. Desde então, o sistema
jamais deixou de ser estudado, mas só em 1937 foi usado pela primeira vez, da maneira que
vemos hoje, nos circuitos digitais.

Nomenclatura
Um bit é a menor unidade de informação de computadores. O agrupamento de bits
recebe os seguintes nomes (que você provavelmente já conhece):
1 bit = 1 unidade binária (0 ou 1);
1 byte = 8 bits;
1 kilobyte = 1.024 bytes;
1 gigabyte = 1 bilhão de bytes (aproximadamente)
Da mesma forma que tais máquinas trabalham em uma base binária, nós, humanos,
trabalhamos em uma base decimal, na qual usamos dez números (o mesmo número de dedos

19 | P á g i n a
Noções de Informática para Concursos
Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos
Prof. Alan Souza

das mãos!), de 0 a 9, para representar qualquer outro número que quisermos. Assim, a base
decimal possui dez números e a binária dois.

Conversão de base
Converter binário em decimal e decimal em binário não é difícil:
Para converter de binário para decimal, é preciso escrever cada bit multiplicado pela
base 2 elevado à sua posição (o último valor possui posição 0, o penúltimo 1, etc). A soma
dessas multiplicações é o valor decimal equivalente ao binário dado.

Por outro lado, para converter decimal para binário, basta dividir o número decimal por
2, sucessivamente, até obter o quociente igual a 0. O resto da divisão na ordem inversa é o
número binário procurado.

20 | P á g i n a
Noções de Informática para Concursos
Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos
Prof. Alan Souza

Aplicação
Assim, há sequências imensas de dígitos binários por trás das ações do seu computador,
por exemplo, que representam todas as operações que ele faz. Qualquer forma de dado (texto,
imagens, vídeo, programa, entre outros) pode ser processado e armazenado como uma
sequência de dígitos binários.

CAIU NA PROVA!
Ano: 2016 Banca: INSTITUTO AOCP Órgão: CASAN - Técnico de Laboratório

O dígito binário é a base da computação. Ele é um dos responsáveis pela comunicação com o hardware
do computador. Sabendo que a letra “K" é expressada pelo decimal “75" na tabela ASCII (American
Standard Code for Information Interchange), assinale a alternativa correta que apresenta o binário que
representa a letra K na tabela ASCII.

A) 4B

B) 10

C) 113

D) 0100 1011

E) 0110 1101

Resposta: Letra D

21 | P á g i n a
Noções de Informática para Concursos
Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos
Prof. Alan Souza

Unidade de medida em Informática


Agora que já sabemos que 1 bit é a menor unidade de valor na informática, vamos
entender quais são seus múltiplos. Veja a tabela abaixo:

Nome Símbolo Múltiplo Curiosidade

Byte B ou Byte 1 Byte = 8 bits 1 Byte representa o espaço necessário para armazenar uma
única letra do alfabeto.

KiloByte KB ou KByte 1 KB = 8 Bytes A maior parte dos documentos que contém apenas texto
ocupam algumas dezenas de KBytes.

MegaByte MB ou MByte 1 MB = 1024 KB Em média, uma foto com boa resolução ocupa cerca de 4
MB, enquanto que uma música poderá ocupar cerca de
8MB.

GigaByte GB ou GByte 1 GB = 1024 MB Com esta medida, entramos no reino multimédia, sendo
possível a partir daqui começar a armazenar diversos filmes.

TeraByte TB ou TByte 1 TB = 1024 GB Um TeraByte pode armazenar cerca de 40 filmes em alta


definição ou perto de 200.000 músicas.

PetaByte PB ou PByte 1 PB = 1024 TB Alguns PetaBytes seriam suficientes para armazenar a


informação que existe em todos os livros do mundo.

ExaByte EB ou EByte 1 EB = 1024 PB Não seria possível ouvir um bilião de canções numa vida
inteira, mas esta é a medida utilizada para medir o tráfego
da Internet.

ZettaByte ZB ou ZByte 1 ZB = 1024 EB Estamos a falar de 1 bilião de discos com 1 TeraByte.


Consegue imaginar a quantidade de informação que isso
representa?

YottaByte YB ou YByte 1 YB = 1024 YB Mesmo somando todos os discos rígidos, pendrives e outros
dispositivos de armazenamento que existem no mundo, não
conseguimos chegar perto deste valor!

Por que motivo a informática utiliza múltiplos de 1024 e não de 1000?


A resposta a esta pergunta está novamente relacionada com o código binário, que
apenas utiliza dois símbolos como já vimos. Assim sendo, convencionou-se que ao contrário
das outras medidas padrão do Sistema Internacional que funcionam em múltiplos de 1000,
esta iria funcionar em múltiplos de 1024.

22 | P á g i n a
Noções de Informática para Concursos
Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos
Prof. Alan Souza

QUESTÕES
01. Ano: 2017 Banca: AOCP
É uma das partes principais do hardware do computador e é responsável pelos cálculos, pela
execução de tarefas e pela demanda de dados. A velocidade com que o computador executa
as tarefas está diretamente ligada à velocidade desse componente. Qual é o componente em
questão?
A. Memória.
B. Processador.
C. HD (Hard Disk).
D. Placa Mãe.
E. Roteador.

02. Ano: 2018 Banca: FAPEC


Assinale a alternativa correta.
A.O Windows 10 é exemplo de um hardware recente.
B. Hardware é um componente que forma a parte física do computador.
C. Software é composto por componentes eletrônicos e mecânicos.
D. Placa-mãe é um software instalado dentro do computador.
E. Software é composto apenas por componentes elétricos.

03. Ano: 2018 Banca: FGV


O computador que possui maior capacidade de armazenamento de dados é o que tem um
disco rígido de
A. 2TB.
B. 512GB.
C. 1KB.
D. 1024MB.
E. 256B.

04. Ano: 2018 Banca: FCC


O hardware é
A. um software embutido em dispositivos eletrônicos durante a fabricação do sistema
operacional.
B. constituído pelos programas, criados a partir de algoritmos e suas representações no
computador.
C. constituído por componentes eletrônicos, com memória e dispositivos de entrada/saída.

23 | P á g i n a
Noções de Informática para Concursos
Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos
Prof. Alan Souza

D. uma coleção de fios usados para transmitir sinais em paralelo.


E. uma máquina virtual de um computador hipotético.

05. Ano: 2018 Banca: UECE-CEV


Assinale a opção que lista corretamente alguns dos principais componentes de hardware.
A. Placa-mãe, cooler, memória e sistema operacional.
B. Placa de vídeo, monitor, memória e sistema operacional.
C. Cooler, processador, placa-mãe e antivírus.
D. Processador, placa de vídeo, memória e placa-mãe.

06. Ano: 2015 Banca: AOCP


Em computação, determinar o espaço em disco e em memória é muito importante. Sabendo
disso, a menor unidade de medida de tamanho de capacidade de espaço de disco ou de
memória denomina-se
A. Byte.
B. Bit.
C. Pixel.
D. Bitmap.
E. Kilobytes.

07. Ano: 2018 Banca: VUNESP


Um dos dispositivos de armazenamento externo de microcomputadores são os pen drives,
cujos valores típicos de capacidade de armazenamento são 4, 8 e 16
A. TB (TeraBytes).
B. GB (GigaBytes).
C. MB (MegaBytes).
D. KB (KiloBytes).
E. EB (ExaBytes).

08. Ano: 2016 Banca: INSTITUTO AOCP


Em informática, é importante entender como um computador interpreta os dados por meio de
sinais eletrônicos. O BIT (Binary Digit) é a forma que o computador processa e interpreta os
dados. Ciente disso, assinale a alternativa que representa, em binário, o número “2015",
sabendo que esse número está na base 10.
A. 0001 0001 0001
B. 1110 1110 0000

24 | P á g i n a
Noções de Informática para Concursos
Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos
Prof. Alan Souza

C. 1111 1111 1111


D. 0111 1101 1111
E. 1111 0110 1111

09. Ano: 2015 Banca: FGV


No contexto das medidas usualmente utilizadas para caracterizar o tamanho de um arquivo
digital, um GB equivale a aproximadamente:
A. 0,001 MB;
B. 10 MB
C. 100.000 MB;
D. 1.000.000 KB;
E. 1.000.000.000 KB.

10. Ano: 2016 Banca: FGV


Marta tem um pen drive de 8 GB e o disco rígido de seu computador é capaz de armazenar 1
TB.
Assinale a opção que indica relação entre a capacidade do disco rígido e a capacidade do pen
drive.
A. 12,5
B. 125
C. 1.250
D. 12.500
E. 125.000

25 | P á g i n a
Noções de Informática para Concursos
Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos
Prof. Alan Souza

GABARITO

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10

B B A C D B B D D B

26 | P á g i n a
Noções de Informática para Concursos
Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos
Prof. Alan Souza

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Chegamos ao final do nosso primeiro módulo. Nele conhecemos um pouco sobre a


história da informática e aprendemos sobre os conceitos iniciais da informática e o
funcionamento do computador.
No nosso próximo módulo (Conceitos básicos de Hardware) iremos entender melhor
como os componentes do computador se integram e permitem o funcionamento da máquina
realizando o processamento dos dados.
Até breve! E rumo à aprovação!
Prof. Alan Souza

27 | P á g i n a
Noções de Informática para Concursos
Módulo I - Conceitos e Fundamentos Básicos
Prof. Alan Souza

PARA MAIS INFORMAÇÕES

28 | P á g i n a

Você também pode gostar